Jaeger-LeCoultre apresenta tributo a Vincent Van Gogh

Relógio poderá ser visto a partir de 4 de setembro no Museu Van Gogh, em Amsterdã

O ano de 2015 marca o 125° aniversário de morte do pintor pós-impressionista holandês Vincent van Gogh. Para comemorar essa ocasião, a Jaeger-LeCoultre e o Museu Van Gogh, em Amsterdã, apresentam uma edição limitada do relógio Reverso à Eclipse com os icônicos girassóis de Van Gogh no mostrador, em homenagem ao mestre holandês. Pintada em 1889, a original tela Girassóis remete ao período final da vida de Van Gogh e é propriedade do Museu Van Gogh.

Apoio à criatividade e genialidade de artistas em todas as áreas sempre foi um objetivo da Jaeger-LeCoultre, cuja orgulhosa tradição de inventividade é enraizada em sua própria criatividade e patrimônio excepcionais. Essa não é a primeira vez que a Jaeger-LeCoultre – uma fábrica única, com mais de 180 anos de experiência artística notável – usou seus talentos para prestar homenagens a artistas no Reverso, um dos relógios mais raros, perfeitamente adequado para mostrar uma “obra-prima” no mostrador ou no verso da peça. Agora, a Jaeger-LeCoultre e sua Boutique parceira, a Gassan, estão extremamente orgulhosos em revelar o Reverso à Eclipse, como um tributo à Vincent Van Gogh.

A ideia para esse relógio único veio como resultado da colaboração entre Jaeger-LeCoultre e a Gassan, que desejavam criar uma peça notável que precisava combinar três elementos: artesanato, arte e herança, como um tributo ao mestre holandês, famoso mundialmente, Vincent van Gogh. Esses componentes foram unidos no Reverso à Eclipse da Jaeger-LeCoultre, no qual esmaltadores criaram uma requintada obra de arte no mostrador. A pintura dos girassóis de Van Gogh aparece como um tesouro escondido sob o mostrador quando a caixa do relógio está aberta.

Um relógio reversível original cuja característica é um case de ouro rosa equipado com o Calibre 849 interno da Jaeger-LeCoultre, o Reverso à Eclipse idealmente presta-se a reviver uma das mais raras tradições das belas artes – esmaltação em miniatura – que exige uma virtuosidade e paciência especiais. Um simples gesto é o suficiente para abrir a caixa do mostrador do relógio, que oculta uma reprodução em miniatura dos Girassóis de Vincent Van Gogh.

Esta obra-prima original, da qual existem apenas cinco exemplares, foram desenvolvidas em conjunto com o Museu Van Gogh em Amsterdam. As peças finalizadas poderão ser admiradas a partir do dia 4 de setembro no Museu Van Gogh, quando a nova entrada do prédio será oficialmente inaugurada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s