Economia e custo-benefício: uso do varal nunca foi tão necessário

Alto custo da energia elétrica no Brasil, frente a atual crise econômica, tem feito com que secadoras de roupas sejam substituídas por varais.

A venda do chamado “linha branca” no comércio brasileiro caiu 9,8%, em volume, no primeiro semestre de 2016, segundo dados da Eletros – associação de fabricantes do setor. Insubstituíveis e indispensáveis em qualquer residência, geladeiras, fogões, máquinas de lavar e micro-ondas, por exemplo, se utilizados de maneira consciente podem gerar uma grande redução de custos para o consumidor.

Outros, contudo, podem ser substituídos por produtos mais tradicionais, como é o caso das secadoras de roupas, que além de consumirem muita energia, geram manutenção, ocupam muito espaço nas lavanderias e fazem com que as roupas encolham de tamanho. Também não são todas as peças que podem ser secas na máquina. Voltar a utilizar os varais nestes casos é uma saída. Mais modernos, hoje o mercado disponibiliza os mais diversos modelos com design bastante arrojados e que não interferem na estética das áreas de serviço.

“Principalmente em época de recessão econômica, as pessoas têm que começar a investir em produtos que atendam as suas necessidades, mas que sejam práticos, ajudem a economizar e principalmente que tenham qualidade para que futuramente não tenham que fazer muita manutenção ou trocar, ou seja, todos devemos apostar no bom custo-benefício”, explica o diretor comercial da Só Varais, Williams Duarte.

O modelo Nina é um exemplo, pois além de não exigir esforço físico – basta apertar um botão que o varal sobe, desce ou para na altura desejada, é feito em alumínio com pintura eletrostática branca e comporta oito varetas, cordinhas de polipropileno e roldanas com eixo de metal. Desenvolvido pelo diretor comercial da Só Varais juntamente com um técnico eletroeletrônico, o modelo, na época em que foi criado, era destinado a pessoas com algum tipo de deficiência e idosos. Porém, com o tempo, caiu no gosto das pessoas e atualmente é o mais vendido por ser prático e moderno.

varal

Movido à manivela, o “Priscila” é outro produto que chama bastante atenção na rede, pois reduz em até 80% o peso do varal e trava automaticamente. Além destes modelos, a rede conta com varais de teto, de corredor, dobráveis, sanfonados, de torre, entre muitos outros.

varal2

Com tanta variedade, o uso do varal está se tornando cada vez menos obsoleto. Mesmo com a entrada das lavanderias self service ou express, lavar roupas em casa ainda é um costume dos brasileiros.

varal3

“Ainda que se torne uma realidade no Brasil, as lavanderias não irão anular o fato da pessoa precisarem de um varal, seja para pendurar roupas que acabaram de ser lavadas ou uma toalha de banho que acabou de ser usada”, comenta Duarte. Ainda segundo o executivo, secadoras de roupas costumam ser caras e muitas pessoas não se adaptam.

Informações: Só Varais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s