Carnaval: alimentação correta aumenta energia e dribla efeitos do álcool

O Carnaval chegou e é importante tomar alguns cuidados com a alimentação para curtir os cinco dias de festa sem dores de cabeça. Alguns alimentos, como frutas, ajudam a diminuir os efeitos colaterais do álcool e da ressaca. O ideal, nesse período, é fazer refeições mais leves e frequentes, o que ajuda a manter a energia sem excessos, e tomar cuidado com as comidas de rua.

“O principal foco deve ser a hidratação. Em seguida, manter a alimentação em volumes moderados e espaçados”, conta Patrícia Costa Bezerra, coordenadora do curso de Nutrição do Centro Universitário IESB.

castanha de caju pixabay
Pixabay

“Os carboidratos, como pães e massas, ajudam a repor a energia e devem ser consumidos com moderação. As proteínas reforçam nossa musculatura e sistema imunológico. As gorduras boas – presentes no azeite e em castanhas – são excelentes fontes de energia também, e os vegetais repõem vitaminas e sais minerais”, continua.

Para a professora, os principais vilões são os períodos longos sem refeições. Eles podem causar fraqueza, tontura e, em casos mais graves, até desmaios, já que a festa costuma exigir bastante energia. O excesso de gordura e frituras também pode trazer mal-estar, principalmente se forem consumidos na rua, em locais de procedência duvidosa.

churrasco-kebab-carne

“Observe principalmente as condições de armazenamento das comidas. O grande problema é que muitas vezes os alimentos já contaminados ou mantidos em temperaturas inadequadas não apresentam mudanças na aparência, no sabor ou na cor”, diz Patrícia.

“Por isso, os foliões devem procurar locais mais seguros para comer e evitar alimentos expostos há muito tempo. É preciso ter um cuidado especial com preparações que levam molhos e cremes, pois elas têm um maior risco de contaminação”, completa.

Outro fator importante a se considerar é o consumo de bebidas alcoólicas. O consumo em grandes quantidades ou por um tempo prolongado é perigoso para o corpo. Frutas e líquidos são a ferramenta mais importante para combater os efeitos colaterais e a ressaca.

coconut-with-coconut-water
Foto: Kamdora

“Aumente a quantidade de água, frutas e sucos de frutas no período, como de melancia, abacaxi, melão e água de coco”, diz a professora. “É fundamental destacar que os líquidos consumidos para hidratação não podem conter álcool, já que as bebidas alcoólicas desidratam ainda mais o corpo”, finaliza Patrícia.

Fonte: Centro Universitário IESB

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s