Como melhorar sua performance mental*

Acredito que muitos já ouviram falar da palavra “performance”, né? Ela, geralmente, é atrelada a condições físicas, mas também pode ser equiparada ao lado emocional, que afeta diretamente a criatividade, o foco, a memória e consequentemente, o aprendizado. O que, convenhamos, é essencial para o sucesso.

É conhecido hoje na medicina que se o nível de testosterona no homem ou na mulher estiver muito baixo, haverá a tendência de se desenvolver depressão e perda de concentração. Se os níveis de cortisol estiverem altos, haverá déficits no funcionamento cognitivo. Portanto, a performance mental vai muito além do simples lado emocional, tendo fatores externos ou não, ela é responsável por influenciar um determinado comportamento do cérebro 24 horas por dia.

Não estou falando aqui de uma mera questão psicológica, mas, sim, de tratar a mente como parte de um organismo complexo, que é o nosso corpo. Já está mais do que comprovado: você é o que a sua mente pode ser! Apesar disso, poucas pessoas apostam na performance mental.

Diariamente, enquanto trabalhamos, estamos colocando ela em prática, mas nem sempre com o máximo de seu potencial. Conseguir manter o seu nível de estresse diário sob controle, diante das adversidades que vão surgindo, não é uma tarefa fácil, porém, é possível e sempre podemos melhorar. Como?

Hábitos como os da meditação, alimentação e atividade física, estão diretamente ligados a estes fatores. Por exemplo, ter uma dieta equilibrada e consumir alimentos anti-inflamatórios, pobres em carboidratos, ricos em gordura, ômega 3 (e o componente DHA), peixe, azeite de oliva, etc., e evitar o glúten, leite e outros alimentos alérgenos, é fundamental. Enquanto os primeiros trazem nutrientes, vitamina e energia, os segundos causam a inflamação do cérebro, o que compromete o seu rendimento.

O uso de smart drugs também são uma opção, mas, claro, com a recomendação médica. Antigamente, eles serviam ao propósito de tratar distúrbios como epilepsia, narcolepsia e doença de Alzheimer. Entretanto, com o tempo, as pessoas saudáveis começaram a utilizar remédios para memória e concentração como estimulante para impulsionar seu desempenho. Em geral, eles proporcionam esses benefícios e ajudam a aumentar a produtividade.

As atividades físicas também são essenciais, principalmente exercício aeróbicos que estão diretamente ligados à performance mental. A meditação é a chave para o sucesso, pessoal e profissional, e deve ser cada vez mais praticada, pois um dos seus primeiros resultados é a melhora da concentração e do foco.

cerebro alzheimer

O sono é outro fator que contribui para melhorar ou prejudicar o cérebro. Basicamente, a performance mental é dividida em quatro subáreas: foco e concentração, aprendizado, memória e criatividade. Todas ficarão comprometidas diante de noites de sono maldormidas. Nosso corpo é uma máquina na qual o cérebro é o comandante e, quando um comandante não vai bem, isso reflete em todo o resto ao seu redor, inclusive no que é externo.

Para ter uma vida equilibrada, um emocional forte e uma carreira bem sucedida é preciso ser o líder que a sua mente pode ser. E lembrar-se sempre que a performance mental é essencial para manter a vivência na linha do sucesso.

Thiago Volpi é formado em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), e pós-graduado em Nutrologia, fundou em 2006 o Espaço Volpi, clínica especializada em tratamentos para emagrecimento, estética, beleza, saúde e bem-estar aliados à performance mental, e que hoje conta com 47 profissionais especializados. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s