Cachaça Samanaú promove eventos de degustação

Além de inspirar a criação do Brasil Cachaça Club na capital paulista, com happy hour toda quinta-feira, a bebida estará no Mercado Municipal de São Paulo para o visitante provar na Banca do Ramon no dia 5 de outubro

Produzida em Caicó, no Rio Grande do Norte, a cachaça orgânica Samanaú é uma das grandes descobertas no setor e foi reconhecida mundialmente entre as melhores na categoria envelhecida, levando medalhas de ouro nos mais importantes concursos realizados na Europa e no Brasil.

cachaça sama

A verdade é que a marca vem conquistando apreciadores por onde passa. Além da referência regional, em São Paulo foi sucesso na Cachaça Trade Fair e na Wine Weekend, feiras especializadas no segmento de bebidas adultas, e motivo de encontro semanal em espaço que recebeu o nome de Brasil Cachaça Club, na zona Sul da capital. Lá, são organizados happy hours toda quinta-feira com música ao vivo, degustação de charutos, café Bit Coffee e cardápio do Pan Y Queso Empório.

No próximo sábado, 5 de outubro, a Samanaú estará com ação especial para degustação no Mercadão Central, na banca do Ramon, e seguirá com uma agenda de eventos para conquistar o consumidor. “Desde que assumimos a distribuição e comercialização da cachaça no Brasil e no exterior, temos feedback motivador de especialistas, críticos com know-how para avaliar a qualidade de elaboração da bebida e apreciadores. Todos aprovam Samanaú, isso nos permite alçar voos cada vez mais altos e audaciosos”, ressalta Pedro Mello, CEO da Brascase Brasil.

A Samanaú produz as seguintes variedades: Prata, destilado de mosto fermentado do caldo de cana de açúcar, nas opções de 500 ml e 1 litro; Envelhecida, armazenada em barril de carvalho e garrafa de 500 ml; Ouro, amaciada em barril de louro-canela, nas versões 50 ml, 160 ml, 500 ml 1 litro; e a Sibaúma, fermentada do caldo de cana de açúcar.

Sobre a Samanaú e seu alambique

O alambique fica na cidade de Caicó, encravada no Sertão do Seridó, a 280 quilômetros da capital do Estado do Rio Grande do Norte. E foi em 1994, com a construção da Barragem Passagem das Traíras, que houve o incremento do cultivo da cana de açúcar com ideia de transformá-la em cachaça. Em 2004, Vidalvo Dadá Costa foi pioneiro na instalação de um alambique artesanal onde produz no Sítio Samanaú.

cachaças samanai

Brasil Cachaça Club
Todas as quintas-feiras a partir das 18h
Rua Barão do Triunfo, 347 – Brooklin Paulista

Informações: Cachaça Samanaú

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s