Alimentos para melhorar a qualidade de sua pele

Com as clínicas fechadas e não sendo possível apostar em equipamentos poderosos de rejuvenescimento, aliar os cuidados tópicos com a pele a uma alimentação balanceada é fundamental para manter o tecido cutâneo bonito e saudável

O isolamento social para evitar a contaminação por Covid-19 nos faz refletir sobre hábitos que devemos introduzir diariamente em nossa vida. E, para aquelas pessoas que já precisaram investir em um tratamento dermatológico em tecnologias como lasers, radiofrequência e ultrassom contra rugas, manchas, flacidez e acne, agora, com as clínicas fechadas, os cremes viraram peças fundamentais.

“O passo a passo diário de cuidados com a pele e o hábito constante de visitar o seu dermatologista podem colaborar muito para tornar a pele mais bonita e saudável. Existem muitos procedimentos como Ultrassom 3D Solon ou Surgical Derm que ajudam a tratar rugas e flacidez, mas nesse momento muitos dermocosméticos podem ajudar”, afirma Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Mas não podemos esquecer da alimentação, que tem um papel fundamental nesse processo também”, acrescenta o médico.

De acordo com Marcella Garcez, médica nutróloga e professora da Associação Brasileira de Nutrologia, uma alimentação equilibrada está entre os principais itens que ajudam a deixar a pele bonita, jovem e hidratada. “São os alimentos que você consome regularmente que definem a aparência e qualidade do tecido cutâneo, não apenas em um mês, mas também em um ou dois anos”, explica.

Por isso, é importante investir em alimentos ricos em nutrientes capazes de manter as células e tecidos da pele saudáveis. “A pele é o maior órgão do corpo e como tal vai ser influenciada diretamente pela oferta de alimentos a que é exposta. Em geral, qualquer alimento que cause inflamação e liberação de radicais livres são danosos para o nosso corpo em geral e para a pele. Os mais comuns são os carboidratos de menor valor glicêmico como açúcares, massas de farinha branca e alimentos com gordura saturada como as frituras”, diz o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Por isso, o cirurgião orienta dar preferência para produtos integrais, que além de causar menos inflamação têm mais fibras.

castanhas

“As gorduras boas presentes nas castanhas, por exemplo, são formas de cuidado com a pele e prevenção do envelhecimento”, diz o médico. Já Salomão reforça a importância da vitamina C, presente em sucos cítricos como laranja, acerola e limão, por ser um potente antioxidante e estar envolvido com a produção de colágeno e elastina, que dão mais firmeza e mantêm a pele mais bonita e saudável.

“Frutas vermelhas como maçã, uva e ameixas contêm substâncias antioxidantes que retardam o processo de envelhecimento”, orienta o dermatologista. “É bom se acostumar com o consumo desses nutrientes, pois eles são fundamentais inclusive após uma sessão com equipamentos que estimulem o colágeno, como o Ultrassom 3D Solon”, conta o dermatologista.

A cirurgiã plástica Beatriz Lassance, membro do Colégio Brasileiro de Medicina do Estilo de Vida, enfatiza que uma forma positiva de lidar com o período de isolamento social é aproveitá-lo para criar novos hábitos mais saudáveis, como manter uma alimentação balanceada e cozinhar. “Esse é um bom momento para iniciarmos bons hábitos de vida e introduzi-los na nossa rotina. Isso ajudará muito, pois quando voltarmos à vida normal, estaremos mais dispostos a seguir com a vida saudável, o que pode trazer muitos ganhos e prevenir uma série de doenças”, afirma a cirurgiã plástica.

“Por exemplo, você pode usar esse tempo de sobra que estamos tendo durante a quarentena para aprender a cozinhar e preparar refeições caseiras. Assim, além de comer mais saudavelmente, você ficará menos ansioso e mais relaxado, pois o hábito de cozinhar ajuda na redução do estresse”, completa Beatriz.

Abaixo, a médica nutróloga lista 10 alimentos importantes para a pele e suas propriedades:

couve

Couve: rica em fibras e de baixa caloria, a couve é extremamente nutritiva, contendo as vitaminas A, B6, C e K, minerais como magnésio, cálcio e potássio e ainda compostos bioativos sulfurados e nitrogenados. “Dessa forma, a couve possui alta propriedade antioxidante e detoxificante, ajudando a reduzir a hiperpigmentação da pele e a estimular a produção de colágeno e a renovação celular. Como resultado, a pele torna-se mais uniforme, sendo também um importante coadjuvante no tratamento de cicatrizes de acne”, destaca Marcella.

batata doce Beverly Buckley por Pixabay
Beverly Buckley/Pixabay

Batata doce: no mercado, existem diversos produtos formulados com retinol, um ativo derivado da vitamina A conhecido por combater a acne e reduzir rugas e linhas de expressão. O problema é que o ingrediente pode irritar a pele, causando vermelhidão e descamação, principalmente em pessoas que possuem a pele sensível. “A alternativa então é consumir alimentos ricos em betacaroteno, como a batata doce, já que a substância é convertida em vitamina A pelo organismo. A vitamina A proveniente da batata doce é capaz de proteger a pele contra despigmentação, obstrução dos poros e inflamação causada pelos radicais livres”, afirma a nutróloga.

limao Shutterbug75 por Pixabay
Shutterbug75/Pixabay

Limão: possui uma série de benefícios, agindo como um adstringente natural capaz de conferir firmeza e clarear a pele. Porém, seu uso tópico não é recomendado, pois, devido a sua acidez, pode causar manchas e queimaduras na pele quando exposto ao sol. Mas, segundo a especialista, o limão também pode fazer milagres para a pele quando ingerido, já que é capaz de aumentar a produção de colágeno, combater os radicais livres e reduzir cicatrizes de acne.

abobora
Abóbora: “Rica em enzimas e alfa-hidroxiácidos, é capaz de suavizar a pele e restaurar seu pH. Além disso, por conter grande quantidade de fibras e zinco, o alimento ainda ajuda a regular a quantidade de oleosidade produzida pelas glândulas sebáceas presentes na pele.”

frutas vermelhas
Frutas vermelhas: apesar de pequenas, frutas como morango, cereja, mirtilo, framboesa e amora são extremamente benéficas para a pele, pois são ricas em polifenóis e outros antioxidantes como a Vitamina C. “Logo, além de ajudarem na uniformização do tom de pele e no combate aos radicais livres, as frutas vermelhas ainda melhoram a saúde cerebral, diminuem o colesterol, regulam os níveis de açúcar no sangue e a atividade intestinal e reduzem o risco de doenças cardiovasculares e diabetes”, ressalta a médica.

leguminosas
Leguminosas: alimentos de alto índice glicêmico, como chocolates, arroz e farinha, causam um pico nos índices de açúcar no sangue por serem absorvidos rapidamente pelo organismo, o que pode levar ao surgimento de cravos e espinhas, além de doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e derrame. Então, se você quer ver sua pele limpa, o ideal é apostar em alimentos de baixo índice glicêmico, como grão de bico, feijão, lentilha e amendoim.

mamao formosa hiperideal
Mamão: de acordo com a nutróloga, o mamão possui uma enzima chamada papaína, que é capaz de promover a renovação celular, desobstruir poros, hidratar a pele, amenizar cicatrizes de acne e ainda prevenir o aparecimento de cravos e espinhas. “A fruta também é rica em nutrientes como potássio, magnésio e vitamina A e C, que ajudam a melhorar a elasticidade e a firmeza da pele e reduzem a aparência de rugas e linhas de expressão”, esclarece.

quinoa - max straeten
Quinoa – Foto: Max Straeten

Quinoa: uma xícara de quinoa cozida tem de 17 a 27 gramas de fibra, o que favorece a atividade intestinal e diminui a constipação. Com isso, as toxinas serão eliminadas de seu organismo regularmente, resultando em uma pele limpa e uniforme.

salmão selvagem do pacífico - pixabay
Pixabay

Peixes de água fria: são ricos em ômega-3, um tipo de gordura capaz de proteger a pele dos danos solares, prevenindo assim o envelhecimento precoce e o aparecimento de câncer de pele e manchas. “Você pode conseguir ômega-3 consumindo peixes como anchova, sardinha, corvina e cavala. Porém, a melhor fonte de ômega-3 é o salmão selvagem com pele, que também é rico em antioxidantes, proteína, vitamina B, potássio e selênio”, recomenda a especialista.

couve flor congerdesign pixabay
Couve-flor: “Fonte de fibras, fósforo, magnésio, folato e vitamina B6, C e K, a couve-flor é rica em um poderoso aminoácido chamado histidina, que, assim como o ômega-3, impede que os raios ultravioletas causem danos na pele.”

Porém, a médica nutróloga enfatiza que não adianta comer loucamente os alimentos listados acima para ver sua pele radiante. “O ideal é que você mantenha uma dieta balanceada e consuma uma grande quantidade de frutas e vegetais para manter sua pele sempre bonita e saudável e seu organismo funcionando corretamente”, finaliza Marcela.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s