Receitas “diferentonas” com peixes

Hoje é dia de dar aquela “apelada” na cozinha! Muita criatividade, disposição, bom gosto e mãos à obra. Para te ajudar a preparar uma comida “diferentona”, deliciosa e muito prática, a Gomes da Costa separou três receitas maravilhosas para você. Bom apetite.

Sardinha na Moranga

sardinha-na-moranga-desktop (002)

Ingredientes:
• 3 colheres (sopa) de óleo
• 2 cebolas picadas
• 5 colheres (sopa) de farinha de trigo
• 2 xícaras (chá) de leite
• 2 latas de Sardinha com Molho de Tomate Gomes da Costa (125g)
• 2 colheres (sopa) de coentro ou salsinha picada
• Sal e molho de pimenta a gosto
• 1 embalagem de requeijão cremoso tipo Catupiry (250g)

Modo de preparo:

Abóbora:
Com a ajuda de uma faca bem afiada corte uma tampa na abóbora. Retire as sementes. Lave bem a abóbora e tempere seu interior com sal. Embrulhe a abóbora e a tampa com papel alumínio, de maneira que fique bem fechada. Cozinhe em forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 3 horas ou até que espetando a polpa da abóbora com um garfo esta esteja macia. Retire do forno. Para eliminar o líquido que se forma dentro da abóbora, vire-a com a abertura para baixo. Reserve.
Recheio:
Numa panela, aqueça o óleo e doure aí a cebola. Junte a farinha dissolvida no leite e cozinhe mexendo sempre até encorpar. Acrescente as Sardinhas Gomes da Costa com seu molho, o coentro ou salsinha, o sal e o molho de pimenta.

Montagem:
Espalhe o requeijão cremoso pela parte interna da abóbora. Recheie a abóbora com o refogado de sardinha e cubra com a tampa da abóbora. Leve a abóbora ao forno médio (180ºC) por cerca de 20 minutos ou até que a casca da abóbora comece a dourar. Sirva a seguir.

Dica de chef: outro método de cozimento da abóbora: Numa panela grande, com água até a metade, coloque a abóbora. Tempere a água com sal. Cozinhe a abóbora em panela tampada até que, enfiando-se um garfo, ele entre sem dificuldade (cerca de 2 horas).
Variação: retire uma tampa maior e cubra toda a abertura com batata palha.

Fettuccine de Cenoura “Fishness”

fettuccine-de-cenoura-fishness-desktop (002)

Ingredientes:
• 2 cenouras grandes (300g)
• 1 lata de Filé de Salmão em Azeite Gomes da Costa (110g)
• 1 cebola pequena cortada em cubos (60g)
• ¼ xícara (chá) de molho de tomate pronto (60ml)
• Sal a gosto
• 1 colher (sopa) de cheiro verde picado (10g)

Modo de preparo:
Descasque as cenouras e corte-as no sentido do comprimento em fatias compridas e finas para que fiquem com aparência semelhante ao fettuccine tradicional (use de preferência um descascador de legumes ou um mandolim). Reserve. Coloque o Salmão Gomes da Costa num refratário e com o auxílio de um garfo quebre-o grosseiramente. Reserve. Numa panela, acrescente metade do azeite do Filé de Salmão e refogue aí a cebola até dourar. Acrescente o Salmão reservado. Junte o molho de tomate e tempere com sal a gosto. Reserve. Numa outra panela, em fogo baixo, aqueça o azeite restante do Salmão Gomes da Costa e junte as “fitas” de cenoura. Tampe a panela e cozinhe até as cenouras ficarem “al dente”. Junte o cheiro verde e tempere com sal a gosto. Distribua as fitas de cenoura numa travessa e por cima regue com o molho de tomate e salmão reservado. Sirva em seguida.

Paella

paella-desktop (002)

Ingredientes:
• 1 embalagem de Filé de Sardinha em Azeite Gomes da Costa (125g)
• 2 latas de Atum em Pedaços ao Óleo Gomes da Costa (340g)
• 1 lata de Mexilhões com Óleo de Girassol Gomes da Costa (111g)
• 6 dentes de alho amassados (12g)
• 1 cebola grande bem picada (120g)
• Meia linguiça calabresa defumada cortada em rodelas finas (cerca de 100g)
• 3 tomates maduros, picados (240g)
• 2 xícaras (chá) de arroz (400g)
• 1 colher (chá) de cúrcuma (2,5g)
• 1 colher (sopa) de páprica doce (10g)
• Cerca de 8 xícaras (chá) de água fervente (2l)
• Sal a gosto
• Meia xícara (chá) de ervilha fresca ou congelada (50g)
• 1 pimentão vermelho sem pele, cortado em tiras (cerca de 120g)
• Meio vidro de Aspargos Gomes da Costa (cerca de 95g)

Modo de Preparo:
Aqueça na paella (com cerca de 38cm) os óleos dos peixes (Filé de Sardinha, Atum e Mexilhão Gomes da Costa). Junte o alho e a cebola e refogue em fogo brando até dourar.
Junte a linguiça ao refogado e frite até dourar. Acrescente o tomate e refogue-os até começar a desmanchar. Distribua o arroz por toda a panela. Salpique a cúrcuma e a páprica sobre ele. Junte os Atuns Gomes da Costa. Misture. Acrescente metade da água fervente, tempere com sal. Misture. Quando começar a secar a água, distribua as ervilhas sobre o arroz e acrescente metade do restante da água. Vá juntando mais água aos poucos, até o arroz cozinhar mas continuar firme. Antes do arroz secar completamente, enfeite a superfície com tiras de pimentão, os Aspargos Gomes da Costa, os Mexilhões e os Filés de Sardinha. Tampe a paella com papel alumínio para descansar uns 10 minutos antes de servir.

Dicas de chef
• “Na língua Valenciana, a frigideira é chamada paella e é daí que vem o nome do mais famoso prato da cozinha espanhola. A paella, no mais, é uma frigideira na qual se eliminou o cabo e se colocou no seu lugar duas asas para suportar o peso do manjar.
Um erro muito comum é chamar o utensílio de “Paellera”. A paellera na realidade é a mulher que prepara a Paella”.
• Para tirar a pele do pimentão: coloque o pimentão numa assadeira e asse até a pele ficar preta, virando de vez em quando. Retire do forno e coloque- o num saco plástico fechado, para o vapor soltar a pele.
Variação
Quando o arroz estiver quase seco, regue a preparação com 1 xícara (chá) de vinho branco seco.

Fonte: Gomes da Costa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s