Dicas para aumentar o bem-estar durante a pandemia

Especialista ensina a estimular emoções, gerar comportamentos e utilizar técnicas de mindfulness para manter uma saúde mental positiva

A quarentena já dura meses em diversas regiões do país e, apesar da flexibilização em alguns estados e cidades, muita gente ainda sofre com os efeitos do isolamento físico. Isso é o que revela um estudo realizado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), do Rio Grande do Sul. Das 3,6 mil pessoas que participaram do levantamento, 65% dos entrevistados relataram piora na saúde mental durante a pandemia. A percepção faz parte das conclusões da primeira fase da pesquisa chamada de CovidPsiq, que começou em abril e terá duração de seis meses.

Para 46,6% do total, a saúde mental “piorou um pouco” com as restrições à circulação e, para 18,4%, “piorou muito”. Segundo os pesquisadores, quem estava em confinamento apresentou mais sintomas de estresse, ansiedade, depressão e estresse pós-traumático.

Dados como esse chamam a atenção a respeito dos cuidados necessários para elevar o bem-estar, que não é apenas um conceito – é uma ciência. “É o estudo empírico de tudo aquilo que contribui para que as pessoas floresçam”, diz a mestre em psicologia positiva aplicada pela Universidade da Pensilvânia, Flora Victoria.

A especialista conta que essa ciência, aliás, está recebendo um destaque cada vez maior em virtude da sua importância justamente para a saúde mental positiva. Não à toa, a própria Organização Mundial da Saúde (OMS) a define como: “um estado de bem-estar no qual o indivíduo desenvolve suas habilidades, consegue lidar com o estresse do dia a dia, trabalha de modo produtivo e é capaz de dar uma contribuição à sociedade”.

Mas, afinal, o que é bem-estar? “É uma combinação de sentir-se bem e funcionar de modo otimizado. Sentir-se bem se refere a experimentar emoções positivas regularmente. Já funcionamento otimizado é ter controle sobre a sua vida, desenvolver seu potencial, ter um propósito e desfrutar de relacionamentos saudáveis”, explica Flora, que também é Embaixadora da Felicidade no Brasil pela World Happiness Summit.

Manter uma saúde mental positiva, portanto, significa equilibrar as diversas dimensões do bem-estar (físico, emocional, social, intelectual, espiritual, ambiental e profissional) que estão ligadas às diferentes áreas da vida.

Seis dicas para otimizar o bem-estar

De acordo com Flora Victoria, existem alguns comportamentos que podem ser colocados em prática para elevar a qualidade de vida:

pexels mulher colocando tirando mascara
Pexels

• Priorize: faça de você a sua prioridade. Assuma total responsabilidade por sua saúde e seu bem-estar.

relogio triste tempo mulher
• Organize: uma boa gestão do tempo é essencial para que você possa priorizar seus objetivos de bem-estar. Rotinas caóticas não são compatíveis com uma boa qualidade de vida.

mulher dançando
• Energize: estabeleça objetivos que lhe tragam prazer, motivação e entusiasmo. Permita-se ser feliz!

mulher trabalho computador home office
• Otimize: reavalie suas escolhas a partir do seguinte princípio: “estou investindo minhas energias em coisas que me dão o máximo retorno?”.

mão flor gratidao pixabay
Pixabay

• Valorize: inclua mais apreciação e gratidão em sua existência. Saber valorizar os bons momentos da vida aumenta seu bem-estar e sua satisfação.

freegreatpicture-mulher-agenda
• Realize: monte sua própria agenda de atividades diárias e coloque-a em prática imediatamente. Sem ação não há realização.

Mindfulness é um grande aliado

Já ouviu falar em mindfulness? Em tradução livre, essa palavra significa atenção plena.

“O mindfulness nada mais é do que um estado de consciência total no momento presente”, conta Flora. “Ele contribui para diminuir o estresse, elevar a inteligência emocional e o autoconhecimento, além de proporcionar mais calma e tranquilidade, gerar maior equilíbrio entre corpo e mente, aumentar a satisfação e o bem-estar”, completa.

Embora o mindfulness seja geralmente associado à meditação, segundo a especialista em psicologia positiva, existem várias outras formas de desenvolver a atenção plena:

psicologiamindfulnesspixabay

Atividades: qualquer atividade que você realiza pode se transformar em uma prática de mindfulness. Basta que você fique totalmente focado no que está fazendo.

mulher ouvindo musica na cama fone de ouvido

Sons: ouça conscientemente os sons de seu ambiente. Se estiver escutando uma canção, concentre-se no ritmo. Um estudo do Centro de Pesquisa de Acústica em Música da Universidade de Stanford mostrou que a música pode estimular as ondas cerebrais para ressoar em sincronia com a batida. As rápidas trazem uma concentração mais nítida e um pensamento de alerta. Já um ritmo lento promove calma e leva a um estado meditativo.

chuveiro banho mulher rosto

Sensações: as sensações físicas podem oferecer outra oportunidade para a consciência plena. Preste atenção em suas sensações, tanto físicas quanto emocionais. Embora isso possa ser feito em qualquer lugar, uma técnica adicional para focar a sensação é praticar a atenção plena no banho. Sinta o prazer de estar aqui e agora em meio à água.

comer mastigar boca garfo mulher

Paladar: comer de forma consciente tem sido usado de modo eficaz por pessoas que tentam emagrecer e querem sentir melhor o sabor da comida. Experimente saborear cada mordida, gole ou colherada. Coma devagar e sem pensar em mais nada, prestando total atenção no gosto, na textura e no aroma.

mulher limpando tapete diy network
Foto: DIY Network

Pensamentos: um dos principais obstáculos que as pessoas experimentam quando tentam focar o presente é a dificuldade de limpar a mente, isto é, não se perder no constante fluxo de pensamentos. Para lidar com isso, você pode deixar os pensamentos irem e virem, sem se envolver com eles. Outro modo é realizar alguma atividade cotidiana, como limpar a casa ou cuidar do jardim, colocando o foco nas ações que você realiza – e não no que se passa em sua mente.

mulher dor peito respiracao healthline

Respiração: colocar a consciência na forma como você respira é uma técnica eficaz de mindfulness. Inspirar e expirar devagar, sentindo cada movimento, contribui para o relaxamento físico, mental e emocional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s