Dia Mundial do Pão: chef de padaria artesanal incentiva o consumo do “pão de verdade”

Pascal Abadie da boulangerie Jules L’art du Pain, com duas unidades na capital paulista, explica em detalhes porque o pão com fermentação natural pode fazer um bem danado para sua saúde

O pão é um dos alimentos mais consumidos no dia a dia, em todos os países do mundo. Na data em que se celebra o Dia Mundial do Pão (16), o chef Pascal Abadie, da Jules L’art du Pain, boulangerie artesanal francesa, mostra por que o produto deve fazer parte do cardápio das pessoas. Ele quebra vários paradigmas — ao dizer, por exemplo, que o pão não deve ser encarado como o vilão das dietas. Na conversa abaixo, o chef explica detalhes importantes sobre a fermentação natural e mostra porque esse estilo de panificação traz, sim, grandes benefícios para a saúde. Veja abaixo o que ele diz:

P: Pascal, você defende o “pão de verdade”. O que seria isso?

Pascal: Aqui na Jules, a gente produz o pão com fermentação natural e ingredientes selecionados. As diversas farinhas que usamos (trigo, centeio, sarraceno, espelta…) são uma fonte importante de carboidratos complexos, fibras, proteínas vegetais, vitaminas e micronutrientes. Mas é preciso lembrar, que por aqui, no geral, as técnicas, o material e as matérias-primas usadas para panificação não seguiram a evolução que houve no mundo da panificação nos últimos 30 anos. Por isso, nós fazemos questão de mostrar que temos tudo aqui no Brasil para mudar isso e demonstrar que o pão não é vilão da dieta. Quando ele é produzido com rigoroso processo, equipamentos modernos permitindo longas fermentações e seleção de matérias primas de qualidade, ele carrega uma série de vantagens.

P: Qual o segredo dos ingredientes dos pães da Jules?

Pascal: As nossas massas são batidas lentamente e preservam os carboidratos complexos das farinhas. Esses carboidratos são digeridos aos poucos pelo organismo e fornecem a energia necessária para o dia a dia. Os pães com fermentação natural têm um índice glicêmico baixo e são aliados de dietas. As fibras presentes nas farinhas em nossos produtos ajudam a melhorar o trânsito intestinal, evitando constipação e reduzindo o risco de câncer de cólon. Os produtos da Jules contém entre 10% e 13% de proteína vegetal, fazendo dele o alimento cerealista mais rico em proteína. Vale também ressaltar que nossos pães são feitos apenas de farinha, água e sal e, por isso, são produtos veganos.

P: Como é feita a fermentação natural da Jules?

Pascal: O grande diferencial dos pães da Jules é a fermentação natural ou levain, em francês. Esse levain é criado ao misturar água, farinha e suco de uma fruta fermentada (como maçã ou uva) e deixar a combinação exposta aos microrganismos presentes ao nosso redor: na farinha, na água, no ar e até no recipiente onde o pão é feito. Esse processo faz parte da Jules em, praticamente, todos os nossos pães. Nossos produtos são produzidos com farinha 100% naturais, sem nenhum aditivo ou melhorador artificial. Aqui na boulangerie, os pães ficam entre 24 e 48 horas em processo de fermentação natural.

P: Quais são os principais benefícios da fermentação natural para a saúde?

Pascal: O fermento natural apresenta vários benefícios. O mais importante é que ele torna os pães muito mais digeríveis. O fermento natural é ácido e, durante o longo processo de fermentação em nossas câmaras, a massa tem seu PH diminuído e desenvolve uma acidez que ajuda na pré-digestão do glúten. Dessa forma, pessoas que são mais afetadas por pães industrializados e quem não é celíaco pode comer pães de fermentação natural com mais prazer e segurança. O beneficio mais imediato é o sabor muito mais agradável e sutil do que o pão de fermento comercial. O levain também cria uma crosta mais crocante e grandes buracos no miolo do pão, trazendo um aspecto rústico. O pão de fermento natural também pode ser conservado por muito mais tempo do que o de fermento comercial. Enquanto um pão rústico, de fermento natural, dura até uma semana, pães comerciais perdem a textura e o sabor em menos de um dia.

P: O pão no Brasil não é tão valorizado quanto na França?

Pascal: Verdade. Aqui no Brasil, em muitas ocasiões, o pão é cortado do cardápio diário das pessoas. Na França, o pão de fermentação natural já está em um patamar em que ele está sendo, até mesmo, indicado em dietas de emagrecimento como o pão 100% integral ou o pão rústico. Entendemos que um dos nossos papéis, aqui no Brasil, é o de conscientizar as pessoas de que o pão tem um valor nutricional fantástico.

Jules L’art du Pain:

Moema: Al. dos Anapurus, 942. Tel. (11) 5055-4537 e (11) 98090-5050.
Vila Nova Conceição: R. Afonso Braz, 355, Tel.: (11) 3848-9206 e (11) 96739-6909.
Obs.: Também pode ser encomendado pelo aplicativo da Jules, disponível para Android e IOS
.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s