Cabelo: uma em cada três mulheres tem investido em tratamentos caseiros durante a pandemia

A pandemia tem impactado como cuidamos dos cabelos e o que devemos fazer para deixá-los mais saudáveis. Muitas mulheres, por exemplo, têm reclamado sobre problemas como ressecamento e pontas duplas. Mas por outro lado, alguns resultados positivos também podem ser atualmente observados, como o grande número de pessoas que veem os seus cabelos mais hidratados.

Aliás, essa noção de madeixas bem cuidadas mostra como o cabelo tem a ver com o humor de uma pessoa. Pesquisa sobre saúde mental do All Things Hair, canal de cabelos da Unilever, encomendada para o Opinion Box, revela que 90% das mulheres se sentem melhor após um corte. O resultado comprova que cortar o cabelo deixa as pessoas com uma melhor autoestima. Somente 6% das respondentes dizem que não sentem nenhuma diferença após irem ao cabeleireiro.

Entre as reclamações enfrentadas pelas mulheres nos últimos meses está o fato que o cabelo ficou mais seco e, ou, com caspa, mencionado por 37% delas. Já o aumento de pontas duplas foi relatado por 24% das mulheres. Mas o momento atual não trouxe somente resultados negativos: 26% das mulheres afirmam que os cabelos estão mais hidratados. E quando se trata de rotina, 37% dizem que estão arrumando mais o cabelo e 31% estão fazendo mais tratamento caseiros.

“O fato que parte da população tem trabalhado de casa contribuiu para o interesse em tratamentos feitos em casa, principalmente investindo em hidratação. De um modo geral, acho que as pessoas olharam de forma diferente e com mais cuidado para os próprios cabelos” diz Erin Mizuta, Chief Content Officer (CCO), do All Things Hair Brasil.

A pesquisa também detectou outros hábitos do comportamento atual. Em época que muita gente anda mais ansiosa e está saindo menos de casa, se observa um aumento no uso do celular e de compras feitas online. Como um reflexo desses novos tempos, 63% afirmam que estão usando o celular com mais frequência, incluindo as redes sociais e 40% dizem que estão fazendo compras pela internet com mais regularidade.

Para relaxar, por sua vez, atividades caseiras também se destacam. 57% das mulheres, por exemplo, afirmam que assistem a séries e filmes para relaxar. Já as atividades ao ar livre surgiram bem abaixo no estudo, mencionadas somente por 5% das respondentes.

Metodologia: 1.032 entrevistas, com mulheres de 18 a 34 anos, em todo o Brasil. Dados coletados entre os dias 18 e 28 de dezembro, de 2020.

Fonte: All Things Air

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s