Conheça fatos curiosos sobre a margarita

Sem dúvida, a tequila é a legítima bebida mexicana, o drinque mais icônico do país não poderia ser outro se não a margarita, a clássica combinação do destilado com licor de laranja e um pouco de suco de limão, sem esquecer a inconfundível crosta de sal na borda da taça.

Considerada a primeira bebida alcoólica comercializada na América do Norte, a tequila, e o drinque mais emblemático feito com ela, ganharam o mundo, chegando a originar um dia para comemorá-lo – 22 de fevereiro. Ou seja, na última segunda-feira, comemoramos o Dia Internacional da Margarita.

Para comemorar a data, conheça cinco fatos curiosos sobre um dos mais célebres drinques de todos os tempos!

1) Jose Cuervo traduz o que é a tequila. A marca criou o destilado em 1795, um feito de Don Jose Antonio de Cuervo, que há mais de 200 anos adquiriu do Rei da Espanha terras enriquecidas pela lava do vulcão de Tequila, localizadas no estado de Jalisco, no México. Seu intuito era cultivar a sagrada planta indígena – o Agave Azul – naquelas terras ricas em minerais vulcânicos e criar uma bebida única no mundo: a Tequila Cuervo. Até hoje, na mesma destilaria, a 10ª geração da família Cuervo continua produzindo sua surpreendente família de Tequilas.

Getty Images

2) Começamos pelo destilado, pois a margarita não tem uma certidão de nascimento precisa. Existem diferentes versões sobre onde, como e quando o drinque foi criado. Por isso não é possível creditar a invenção da margarita a uma pessoa específica em uma data exata – apesar de a maioria das histórias apontarem o nascimento do coquetel nos anos 1940.

3) Uma delas chama atenção por envolver a grande diva de Hollywood, Rita Hayworth. Essa lenda alega que o bartender Danny Negrete é o criador do drinque, inspirado na jovem dançarina mexicana – sim, mexicana! – que arrebataria corações alguns anos mais tarde. Mas seja uma socialite americana ou um barman apaixonado, entre outras versões, em todas as prováveis histórias a bebida nasce de uma amálgama de momentos e inspirações com os ingredientes certos.

4) A tradução do nome margarita do espanhol para o inglês é daisy. Sendo assim, encontrar o momento exato de criação da bebida pode ser complicado (como acontece com a maioria dos coquetéis), mas podemos facilmente enquadrá-la na categoria de coquetéis com delicadeza floral – uma combinação de destilado, ácido (limão) e doce (neste caso, licor de laranja) que remonta a um estilo de coquetel da era vitoriana.

5) Para comemorar a data em grande estilo e com praticidade, aposte na Margarita Mix, uma combinação de sabores que contém uma mistura de suco de limão com outros ingredientes necessários para o preparo da Margarita ideal. Não tem erro, é só combinar 150ml do produto com 50ml da Tequila Jose Cuervo e misturar em uma coqueteleira com gelo.

Fonte: Jose Cuervo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s