Saiba identificar quando chega ao fim a vida útil dos produtos para a pele

Alguns efeitos colaterais do uso de produtos vencidos são mais prejudiciais do que outros, mas todos eles produzirão efeitos indesejáveis com o tempo, mesmo que isso signifique apenas que eles se tornam ineficazes

É um cenário triste e que muitos de nós nunca queremos enfrentar: ter que jogar fora nossos produtos para a pele. Isso se torna especialmente difícil se amamos aquele item em particular, seja ele um sabonete, tônico, hidratante ou protetor solar. Segundo a dermatologista Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a maioria dos produtos tem uma vida útil de dois a três anos, mas existe uma série de variáveis que indicam a rapidez com que um produto irá expirar, incluindo os ingredientes e quaisquer conservantes usados na fórmula.

“Além disso, a vida útil e a data de validade não são a mesma coisa. A data de validade do seu produto é o prazo garantido pela empresa para a estabilidade da fórmula, mas ele pode sofrer alteração no momento em que você abre o produto. Procure o rótulo PAO – ou período após a abertura. O símbolo parece um frasco aberto. Ele indica a vida útil do produto depois de aberto, que é normalmente entre seis meses a um ano”, afirma a médica.

“De modo geral, é necessário ficar atento às alterações de cor, textura, e cheiro dos produtos. Essas mudanças geralmente indicam oxidação dos ativos, o que torna o produto ineficaz, ou crescimento de microrganismos, que pode causar reações alérgicas”, explica Paola. Quando os produtos expiram depois de abertos? A dermatologista explica abaixo:

Limpadores ou sabonetes

Os produtos de limpeza abertos geralmente podem durar até dois anos em alguns casos, mas isso depende muito da formulação. “É importante que esses produtos não sejam expostos a temperaturas extremas e não sejam usados fora da data de validade”, afirma a médica.

Tônicos

Os tônicos abertos tendem a durar um pouco menos do que alguns outros produtos para a pele, e geralmente é recomendado que você os substitua após cerca de um ano após a abertura. “Se o seu toner contém esfoliantes, como os alfa-hidroxiácidos (ácido glicólico ou cítrico) ou beta-hidroxiácidos, como ácido salicílico, é importante manter esse período de tempo em mente, pois o uso prolongado pode resultar em ressecamento ou irritação da pele”, explica a médica. De acordo com o FDA, os ácidos podem resultar em extrema sensibilidade da pele à exposição ao sol, e os produtos só são considerados seguros para os consumidores quando estão com um pH de 3,5 ou superior. “Com o tempo, o pH dos produtos pode mudar, o que pode causar danos à pele e reações alérgicas”, diz Paola.

Séruns e hidratantes

Esses produtos tendem a durar cerca de um ano desde a abertura, mais ou menos, dependendo da fórmula e dos ingredientes usados. Produtos que contêm óleos essenciais, por exemplo, podem se degradar mais rápido, especialmente quando armazenados incorretamente de acordo com um estudo de 2018, o que pode torná-los menos eficazes. “Se você não tiver certeza se o seu sérum ou hidratante expirou, verifique como sua pele reage a ele em comparação com quando você começou a usá-lo – frequentemente, hidratantes vencidos não serão tão hidratantes. Além disso, mudanças na textura (como separação) ou mudanças no odor de seu produto podem indicar que pode ser hora de renová-lo”, afirma a médica.

Máscaras

Geralmente, as máscaras expiram em cerca de um a dois anos após a abertura, dependendo dos ingredientes ativos usados. As máscaras de argila podem secar no final dessa estimativa e as máscaras que contêm ingredientes instáveis, como vitaminas C e E, que se degradam com o tempo, podem resultar em menor eficácia. “Para manter suas máscaras mais frescas por mais tempo, experimente usar uma colher ou espátula para mergulhar na mistura, o que evitará a transferência de bactérias de suas mãos, e mantenha as máscaras em folha, as sheet masks, na geladeira, o que pode adicionar um pouco mais de tempo a sua vida útil”, orienta a dermatologista.

Protetor solar

Esse é o tipo de produto que não deveria existir essa dúvida. “Pela lógica, o protetor solar é o produto que mais devemos utilizar, afinal sua aplicação é diária e a reaplicação de pelo menos duas vezes ao dia se faz necessária. Então, ele não deveria entrar em questão quando o assunto é vida útil”, diz a médica. “Se você criar o hábito de usá-lo todo dia, não precisará pensar se deve ou não utilizar um protetor solar aberto no verão passado (porque ele teoricamente já teria acabado)”, afirma a médica. Mas se você percebeu alguma mudança na textura, cor ou cheiro desse produto, o melhor a fazer é descartá-lo. “O filtro solar tem se mostrado eficaz na prevenção do câncer de pele, que pode ser fatal em alguns casos. Realmente não vale a pena correr o risco. Use um produto que você tenha a segurança de que está realmente te protegendo”, diz Paola.

Por que você não deve usar produtos expirados

Alguns efeitos colaterais do uso de produtos vencidos são mais prejudiciais do que outros, mas todos eles produzirão efeitos indesejáveis com o tempo, mesmo que isso signifique apenas que eles se tornam ineficazes. “O prazo de validade marca o intervalo de tempo que uma fórmula vai manter em termos de estabilidade da fórmula, compatibilidade e conservantes”, diz a médica. “Depois que você ultrapassa o prazo de validade testado, as fórmulas podem começar a ficar grosseiras e os conservantes, como já não estão no seu melhor potencial de eficácia, podem expor sua pele à contaminação microbiana indesejada. A contaminação microbiana pode levar a qualquer coisa, desde irritação, erupções e, em casos realmente graves, até infecção”, finaliza a médica.

Fonte: Paola Pomerantzeff é dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD), tem mais de 10 anos de atuação em Dermatologia Clínica. Graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina Santo Amaro, a médica é especialista em Dermatologia pela Associação Médica Brasileira e pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, e participa periodicamente de Congressos, Jornadas e Simpósios nacionais e internacionais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s