Grand Clos, novo vinho do Château Los Boldos, traduz singularidades geográficas do Cachapoal Andes

Vinhas foram adquiridas em 2008 pelo grupo europeu Sogrape que conta com vinícolas icônicas como a Casa Ferreirinha e tem a tradição de investir na expressão máxima do terroir de cada projeto. Uma verdadeira viagem sensorial a cada taça

A Sogrape, maior grupo vitivinícola de Portugal, nasceu com o propósito de congregar grandes marcas e vinhos de alta qualidade, reunindo propriedades nas mais importantes regiões portuguesas, como a Casa Ferreirinha, no Douro. Como consequência, expandiu seus horizontes para o Novo Mundo, incluindo a Nova Zelândia e o Chile, onde fica um dos projetos que mais traduzem o seu DNA: o Château Los Boldos, distribuído no Brasil com exclusividade pela Zahil.

O seu mais recente lançamento, Grand Clos, é uma linha de vinhos que nasceu do trabalho minucioso da equipe do Château Los Boldos na seleção das parcelas que melhor manifestam nos vinhos a influência do solo e do clima mediterrâneo do vale do Cachapoal Andes.

“As uvas do Grand Clos Cabernet Sauvignon vêm da parcela número 37, que apresenta solo rico em seixos e argila na superfície e se torna mais pedregoso no subsolo, dando boa drenagem à água. Esta composição somada ao clima do Cachapoal, confere ao vinho a estrutura e elegância que se espera dos melhores Cabernet Sauvignon da região”, explica Bianca Veratti, especialista DipWSET e Diretora de Comunicação da Zahil.

Não por acaso, o vinho foi recebido com entusiasmo pela crítica internacional, tendo a safra 2018 alcançado 96 pontos no Guia Descorchados 2021 e sido eleito um dos “18 Melhores Cabernet Sauvignon do Chile” pela revista britânica The Drink Business.

Notas de degustação

O vinho caracteriza-se por taninos firmes e polidos. Sabores complexos de frutas negras, leve mineral e notas de cedro e tabaco derivados do envelhecimento em barricas e tonéis de carvalho francês. Seu potencial de guarda é de 10-15 anos e exige decantação de pelo menos uma hora antes de ser consumido. Sugestão de harmonização são carnes vermelhas cozidas lentamente e queijos maduros.

Fonte: Zahil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s