Bebida centenária espanhola, Anis del Mono, retorna ao país

Completando 150 anos, licor mescla arte, ciência e história, da garrafa ao líquido

Comercializado no Brasil pela primeira vez em meados de 1923, o Anis del Mono segue com as suas tradições na Espanha e, agora, volta a atravessar o atlântico. O retorno às terras brasileiras é um presente aos amantes desta bebida que marcou décadas.

Elaborada em uma destilaria que é Patrimônio Espanhol, na praia de Badalona, cidade próxima à Barcelona, a partir de um botânico mediterrâneo, o Anis, também é considerado um objeto histórico.

Foto: @ismaelxtwo

Um anisado, de sabor adocicado e aroma suave, o Anis del Mono segue os costumes do consumo in natura com gelo picado, ou então flambado com grãos de café, mas há algum tempo a coquetelaria contemporânea usa o licor de anis como toque de originalidade em drinques destacados pelo mundo.

No Brasil, as combinações com sabores cítricos ganham destaque, como no drinque a li-MONada: em uma taça grande cheia de gelo, incluir: 30ml de Anis del Mono, 10ml de suco de limão siciliano e completar com água com gás. Decorar com uma rodela de limão e folhas de hortelã. Esta receita é muito especial, leve e fresca . E para fechar um almoço, acompanha bem a sobremesa com uma dose pura em um copo cheio de gelo picado. Para além da boemia, o autêntico licor espanhol aparece como ingrediente essencial em inúmeros pratos da confeitaria internacional.

A história da bebida ultrapassa o cenário gastronômico e começa no fato de ter sido retratada em obras de artistas plásticos como Picasso e Salvador Dali, levantando curiosidades acerca de seu rótulo. Na ilustração, o macaco (‘el mono’), de fisionomia semelhante ao naturalista Charles Darwin, segura um pergaminho onde lê-se ‘Es el mejor. la ciencia lo dijo e yo no miento’ (“É o melhor. A ciência afirma e eu não minto”), frase citada em 1859, no livro “A Origem das Espécies” de Darwin.

A garrafa do licor, idealizada pelo criador da marca, Vicent Bosch, com inspiração nos perfumes franceses, também se tornou um instrumento de percussão na cultura espanhola pelo som que a textura do vidro produz quando raspado por um talher. São inúmeras curiosidades e qualidades que o produto apresenta, mas o melhor mesmo é o aroma presente e o aroma marcante.

Disponível nos principais empórios e delis de São Paulo, o Anis del Mono é importado pela Natique Osborne, e pode ser encontrado nas principais capitais e e-commerces do país.

Informações: Natique Osborne

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s