Arquivo mensal: julho 2021

Isdin apresenta ampolas clareadoras e de efeito peeling

Linha Isdinceutics possui em no portfólio dois produtos em formato de ampola e com base aquosa para uma rotina de cuidados clareadores

Isdin, referência mundial em dermocosméticos, possui um verdadeiro arsenal para a prevenção e correção do processo de envelhecimento da pele: a linha Isdinceutics. A marca espanhola não para de inovar e sempre traz ao mercado brasileiro o que há de mais moderno em cuidados para pele. O Pigment Expert e o Night Peel são ampolas de base aquosa que promovem a correção de hiperpigmentações faciais e a renovação celular, enquanto previnem e reduzem linhas de expressão e preservam o conteúdo de ácido hialurônico da pele.

O Pigment Expert é um sérum clareador que atua tanto no número quanto no tamanho das hiperpigmentações faciais. Ele contém Pigment Block, um combinado de ativos (4n-butyl-resorcinol, niacinamida e ácido hidroxi-fenoxi-propiônico) que previnem e reduzem as alterações de pigmentação. Além disso, também conta com a presença do ácido glicólico e do glicirrizato dipotássico que estimulam a produção de colágeno e a regeneração celular, deixando a pele mais uniforme e suavizada.

“As manchas estão presentes durante o ano todo, porém existe uma tendência de piorarem com o verão, apesar de todos os cuidados. Tratamentos despigmentantes podem e devem ser indicados após o verão e em todas as épocas do ano”, afirma o dermatologista Dr. Cristiano Horta, médico consultor científico do laboratório Isdin.

“A esfoliação da pele traz benefícios como a melhora da textura, removendo células mortas e desobstruindo poros, deixando a pele pronta para melhor hidratação aumentando a absorção de cremes e cosméticos, além de atenuar e combater rugas finas e linhas de expressão. Por isso, produtos esfoliantes devem fazer parte na rotina diária de cuidado e beleza da pele.” comenta Horta.

O Night Peel é um peeling esfoliante noturno de uso noturno. Sua fórmula contém alfa-hidroxiácidos (ácidos glicólico, tartárico e málico) que estimulam a esfoliação da pele para ajudar a atenuar imperfeições, e o HydraBoost, ingrediente de origem natural que proporciona hidratação imediata e profunda. O produto não gera descamação visível e pode ser associado ao uso do Pigment Expert, potencializando o efeito clareador. Também pode ser utilizado por peles oleosas e com poros dilatados, já que ele ajuda a melhorar o viço da pele e reduzir a aparência dos poros. Lembrando que também tem ação antiaging, pois atenua as linhas de expressão.

E por que um sérum em formato ampola? Ela nos permite ter o produto em um ambiente inerte que protege as propriedades dos ativos, evitando sua oxidação e mantendo-as intactas até 48h após sua abertura. Graças à estabilidade da ampola, o resultado é um sérum altamente cosmético, com fragrância agradável, além de ser um formato prático, ideal para viagens.

As ampolas estão disponíveis nas principais farmácias e e-commerces de beleza do Brasil.

Pigment Expert – 10 ampolas: R$ 169,00
Pigment Expert – 30 ampolas: R$ 299,00
Night Peel – 10 ampolas: R$ 199,00
Pigment Expert 10 ampolas + Night Peel 10 ampolas: R$ 299,00

Avon: Renew lança máscaras faciais uniformizadora e purificante

Um dos produtos preferidos no ritual de skincare, as máscaras faciais, vêm ganhando espaço nas prateleiras dos consumidores. Muito práticas, elas proporcionam uma série de benefícios para a pele, além de serem divertidas e um verdadeiro spa em casa! Renew, marca N° 1 em cuidados faciais no Brasil, sempre alinhada com as últimas tendências de beleza a partir do seu centro de inovação e tecnologia em Nova Iorque, acaba de lançar duas novas máscaras faciais no seu portfólio.

A primeira novidade é a Renew Máscara Facial Uniformizadora, de argila e niacinamida. Ela ajuda a deixar a pele com tom mais uniforme. Sua fórmula exclusiva contém niacinamida, um derivado da vitamina B3, ácido salicílico e micro grânulos esfoliantes que ajudam a remover as células mortas da superfície da pele. O resultado é uma pele muito mais uniforme, homogênea e com aparência renovada.

O segundo lançamento é a Renew Máscara Facial Purificante, de argila com matcha. Ela ajuda a reduzir as impurezas da pele. A sua fórmula exclusiva possui argila branca e chá verde, que absorvem o excesso de oleosidade, sem deixar aquela sensação de ressecamento. O resultado é uma pele purificada e com aparência incrível.

Renew Máscara Facial Uniformizadora (R$48,90)
Renew Máscara Facial Purificante (R$48,90)

Além dos lançamentos, o portfólio de Renew já conta com a Efeito Lift Máscara Facial Prateada Peel-Off. A máscara possui pérolas de platina que melhoram a firmeza, a hidratação e a aparência geral da pele. Além de deixar o rosto com uma sensação mais firme e resistente, ela proporciona uma aparência revitalizada e energizada, ajudando também na diminuição da aparência dos poros. Deixa a pele mais luminosa e radiante, com uma aparência saudável, melhorando a sua textura.

Efeito Lift Máscara Facial Prateada Peel-Off (R$46,90)

Os produtos poderão ser adquiridos com uma revendedora Avon ou pelo e-commerce. SAC: 0800 708 2866, de segunda a sábado das 8h às 20h.

Linha de Fito-chás Herbarium traz opções de consumo para dias frios

Com sete blends exclusivos, os chás são opções para aproveitar as ocasiões de baixas temperaturas

A semana que começa promete trazer temperaturas muito baixas, como há muito não se via, em várias regiões do país. Assim, o consumo de chás quentes passa a ser uma alternativa para quem quer se aquecer. Além disso, há um movimento de saudabilidade que tem feito os brasileiros optarem por bebidas mais naturais como os chás. De acordo com um levantamento da Europass Monitor, a bebida milenar tem ganhado mercado no Brasil com um crescimento de 12,3% ao ano. Entre 2010 e 2019, o consumo nacional per capita de chás cresceu 53%, e com a pandemia, tem acelerado ainda mais esta tendência.

Uma das bebidas mais consumidas no mundo atualmente, ganha uma seleção especial com sete blends de fito-chás exclusivos produzidos pela Herbarium. A proposta da empresa é atender as necessidades dos consumidores que têm buscado e investido em hábitos que promovam a saúde e bem-estar e proporcionar uma experiência sensorial com as notas da composição aromática dos blends.

“A linha de Fito-chás da Herbarium foi pensada para tornar momentos do dia a dia em ocasiões especiais. Além de saborosos, são saudáveis e auxiliam no bem-estar e físico e emocional são perfeitos para os dias mais gelados”, explica Mariana Correia, gerente da linha de chás na Herbarium.

Conheça os sete blends exclusivos da Herbarium:

Accuratos – para conectar: chá branco (folhas e talos), laranja doce (casca dos frutos) e jasmim (flores). Em latim, Accuratos, que em latim significa expressar-se. Um chá suave, delicado e sofisticado. O chá branco traz notas de suavidade e frescor e associado ao tom marcante da laranja doce e as notas delicadas do jasmim, transforma o momento de degustação em uma experiência agradável e revigorante.

Amatorius – para inspirar: misto de camomila, capim-cidreira, rosa silvestre, hibisco e laranja doce. Em latim, Amatorius significa que inspira amor. A bebida é um misto de suavidade e requinte com notas doces e raras, fruto da união de delicadas flores. Ideal para ser consumido a dois ou entre pessoas especiais, suas notas remetem a sentidos como carinho, amor e cumplicidade.

Aromata – para requintar: misto de maçã e especiarias nobres. Em latim, Aromata significa especiarias. O blend é aromático com características frutais quentes e exóticas, resultado da composição que une a simplicidade da maçã com o requinte da canela do Ceilão, do cravo da Índia, do cardamomo, da noz-moscada e da pimenta da Jamaica.

Euphoria – para motivar: Chá verde, limão e especiarias reais. Em latim, Euphoria significa euforia. É uma bebida de sabor exótico e intenso e pode ser preparado com água ou com leite. Com sabor cítrico predominante, as especiarias reais deixam as notas exóticas e estimulantes. Ideal para ser consumido em dias mais frios, em especial no período da manhã ou final de tarde.

Laevis – para suavizar: Chá de boldo, carqueja, capim-cidreira, hortelã, funcho e camomila. Em latim, Laevis significa leve. A bebida é a união de ervas clássicas de notas adstringentes, com o toque especialmente doce dos capítulos florais de camomila. É indicado para ser consumido após as refeições.

Mollitia – para celebrar: rosa silvestre, hibisco, maçã, camomila e morango. Em latim, Mollitia significa delícia. A bebida mescla notas delicadas provenientes da rosa silvestre com notas refrescantes do hibisco e doces do morango. Pode ser servido quente ou gelado.

Quiette – para desligar: capim-limão, melissa, camomila, erva-doce, funcho, hortelã e maracujá. Em latim, Quiette significa com calma. A bebida é a união delicada do capim limão e da erva doce com o maracujá. Seu sabor leve e adocicado é ideal para momentos de relaxamento.

Os chás podem ser adquiridos separadamente por R$ 11,99, ou a linha completa por R$ 83,90.

A linha de fito-chás já está disponível na loja online da marca.

Problemas sérios que quem não consome frutas e vegetais pode ter (e dicas para inclui-los na dieta)

Não se engane: vegetais e frutas são componentes importantes da dieta humana, ricos em macro (carboidratos, gorduras e proteínas) e micronutrientes (vitaminas e minerais), e você pode ter sérios problemas ao optar por não consumi-los

Apenas um em cada três brasileiros consome frutas e vegetais regularmente, um número baixo. Mas ainda há aquelas pessoas que não comem esses alimentos de jeito nenhum, o que pode ser extremamente perigoso. “Frutas e vegetais contêm importantes compostos bioativos que demonstraram ter efeitos benéficos na saúde humana. Eles são fontes e ricos em vitaminas A, C, E e K e minerais como potássio, magnésio, cálcio. Além disso, também são uma boa fonte de fibras alimentares e possuem propriedades antioxidantes, além de fornecer também macronutrientes, como proteínas, carboidratos e gorduras boas”, explica a médica nutróloga Marcella Garcez, professora e diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

“Sabemos que é impossível obter todos esses nutrientes de uma única fruta ou vegetal; portanto, é necessário incluir uma variedade de frutas e vegetais na dieta. Mas quem não consome frutas e vegetais está mais sujeito a deficiências e uma infinidade de doenças”, completa a médica.

De acordo com Marcella, algumas das doenças causadas pela deficiência de vitaminas incluem: escorbuto (causado pela deficiência de vitamina C), cegueira noturna (causada por deficiência de vitamina A), doença hemorrágica ou distúrbio hemorrágico (causado pela deficiência de vitamina K), anemia, osteoporose e bócio, que são doenças causadas pela deficiência de minerais (ferro, cálcio e iodo, respectivamente), entre outras.

Abaixo, a médica explica mais seis sérias consequências ao não consumir frutas e vegetais:

Problemas cardiovasculares: uma dieta rica em frutas e vegetais reduz o risco de problemas cardiovasculares e complicações futuras. “Estima-se que o risco de doenças cardíacas entre os indivíduos que ingerem mais de cinco porções de frutas e vegetais por dia seja reduzido em 20%, em comparação com aqueles que comem menos de três porções por dia”, afirma a médica. De acordo com a revisão Effects of Vegetables on Cardiovascular Diseases and Related Mechanisms, o consumo de vegetais está inversamente correlacionado ao risco de doenças cardiovasculares.

“Pesquisas de vários estudos epidemiológicos mostram que vegetais como aspargos, aipo, alface, brócolis, cebola, tomate, batata, soja e gergelim têm grande potencial na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares. Esses vegetais apresentam ação protetora do coração principalmente por seus efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e antiplaquetários”, diz a médica nutróloga.

“Frutas e vegetais ajudam a regular a pressão arterial e a glicose no sangue; eles também têm um efeito favorável no perfil lipídico. Além disso, previnem danos ao miocárdio, modulam as atividades enzimáticas, regulam a expressão gênica e as vias de sinalização associadas a doenças cardiovasculares”, conta a médica.

Problemas digestivos: frutas e vegetais são uma boa fonte de fibras, o que estimula o bom funcionamento do intestino, melhorando a saúde imunológica, e ajuda na digestão adequada e fácil dos alimentos. “Frutas ricas em vitamina C e potássio, como maçãs, laranjas e bananas, são particularmente boas para a digestão. De acordo com um estudo publicado na revista Nature Chemical Biology, vegetais de folhas verdes contêm sulfoquinovose, um açúcar que atua como fonte de energia para a bactérias benéficas da microbiota intestinal, formando uma barreira protetora que impede o crescimento e a colonização por bactérias ruins, que podem causar constipações, distensões, dores abdominais e cólicas”, diz a médica.

Câncer: as evidências sugerem que a inclusão de frutas e vegetais na dieta reduz o risco de câncer. As bagas (uvas, pepino, abóbora, melão e melancia, por exemplo) contêm antocianina, que demonstrou um efeito inibidor no câncer de cólon. “Os vegetais crucíferos (brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, nabos e folhas verdes escuras) também demonstraram ter um efeito preventivo contra o câncer. Um estudo publicado no Journal of Food and Drug Analysis descobriu que o polifenol floretina presente nas maçãs inibe o crescimento das células do câncer de mama”, explica a médica.

Distúrbios metabólicos: segundo Marcella, a síndrome metabólica é caracterizada por glicose no sangue aumentada, pressão arterial elevada, dislipidemia e obesidade abdominal. “Uma dieta rica em frutas e vegetais está associada a um risco reduzido de diabetes mellitus, dislipidemia, hipertensão e obesidade. A ingestão de vitamina C, devido ao seu efeito antioxidante, demonstrou ter uma associação inversa com a síndrome metabólica. Alimentos ricos em fibras ajudam a reduzir a lipoproteína de baixa densidade e equilibrar os níveis de glicose no sangue”, diz a médica. Uma dieta que promove o consumo de vegetais e frutas para melhorar o controle da pressão arterial é particularmente útil na prevenção de doenças metabólicas.

Visão: vegetais de folhas verdes e frutas coloridas contêm carotenoides, que aumentam o desempenho visual do olho e ajudam a prevenir doenças oculares relacionadas à idade, segundo a médica nutróloga. “Os carotenoides luteína e zeaxantina têm ação protetora contra cataratas; também ajudam na prevenção de doenças oculares relacionadas ao envelhecimento e degeneração macular”, completa.

Depressão: numerosos estudos encontraram ligações entre o consumo de frutas e vegetais e a depressão. Estudos mostram que a depressão é menos provável em pessoas que consomem uma variedade maior de frutas e vegetais.

Como incluir na dieta?

Muitas pessoas simplesmente não gostam do sabor de frutas e vegetais, mas é improvável que elas não gostem de todos. “O ideal é tentar achar frutas e vegetais cujos sabores agradem ao paladar”, diz a médica. Abaixo, ela dá pequenas dicas de como adicionar mais vegetais e frutas à dieta:

*Experimente sucos de frutas com verduras (por exemplo morango com couve);
*Invista nas vitaminas de frutas, que podem ajudar a diversificar os nutrientes;

Foto: Cook For Your Life


*Inclua vegetais folhosos, como o espinafre, na omelete;
*Tente comer verduras e vegetais em sopas;
*Faça preparações em receitas que incluam vegetais, como o macarrão com brócolis ou couve;

*Refogue e acrescente mais temperos aos vegetais.

Por fim, a médica diz que em casos em que o paciente não consegue mesmo disfarçar o gosto das frutas e verduras, ainda é possível consumir alguns desses alimentos na forma liofilizada. “A liofilização ou criodessecação é um processo de desidratação em que o produto é congelado sob vácuo e o gelo formado, sublimado. Esse processo é utilizado em alimentos que apresentam um alto teor de água. O resultado é um pó que pode ser adicionado ao arroz, feijão, macarrão, molho e preparações caseiras, conferindo os nutrientes do alimento sem interferir no sabor”, diz a médica. “O mais importante é buscar um meio de incluir esses alimentos, que são fundamentais para a saúde”, finaliza.

Fonte: Marcella Garcez é médica nutróloga, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Medicina da PUCPR, Diretora da Associação Brasileira de Nutrologia e Docente do Curso Nacional de Nutrologia da Abran. Membro da Câmara Técnica de Nutrologia do CRMPR, Coordenadora da Liga Acadêmica de Nutrologia do Paraná e Pesquisadora em Suplementos Alimentares no Serviço de Nutrologia do Hospital do Servidor Público de São Paulo.

Incontinência urinária em mulheres: é importante que o diagnóstico ocorra o quanto antes

Esta condição pode afetar o dia a dia e principalmente a qualidade de vida das mulheres. Procurar por tratamento aos primeiros sinais é essencial

Incontinência urinária é a perda de urina involuntária, que pode ocorrer em qualquer fase da vida. As causas são inúmeras, desde infecção urinária, alterações da bexiga e assoalho pélvico, além de causas neurológicas. A doença é mais comum em mulheres, principalmente na pós-menopausa, porém também acomete homens.

No caso da mulher, existem fatores de risco que precisam receber a devida atenção: “a idade das pacientes também aumenta o risco, pois a incidência é maior na acima dos 50 anos, a menopausa, o sobrepeso, sedentarismo, diabetes e o número de gestações implicam neste fator”, explica a médica ginecologista e obstetra do Hospital Santa Cruz, Mariana Romanowski.

Existem diferentes tipos de incontinência urinária e dentre os principais destacam-se: urgeincontinência, em que a mulher, ao sentir vontade de urinar, não consegue chegar ao banheiro sem perder urina; e a perda urinaria de esforço, quando a perda de urina ocorre ao aumento da pressão do abdômen, como ao tossir ou espirrar.

“Em qualquer situação, a incontinência urinária deve ser sempre tratada, pois prejudica a qualidade de vida, o lado psicológico e aumenta a chance de dermatites e infecções. Se logo que a mulher perceber qualquer um dos sintomas citados procurar um especialista, a chance de sucesso no tratamento é bastante grande”, afirma a especialista.

Uma causa comum e frequente da incontinência urinária é o pós-parto. Esta, deve-se a falta de estrogênio, hormônio responsável pelo desenvolvimento dos caracteres sexuais femininos, controle do ciclo menstrual e desenvolvimento do útero, que é transitória nesta fase. “A incontinência no pós-parto costuma resolver-se espontaneamente, porém a fisioterapia pélvica pode ser de grande auxílio, a fim de promover uma recuperação mais rápida e eficaz”, completa a médica.

Tratamento

Ainda que o tratamento com fisioterapia seja fundamental em praticamente todos casos de incontinência urinária, o tratamento cirúrgico também pode ser indicado. O mais usual e minimamente invasivo é o implante de sling na uretra: “Várias técnicas são possíveis, mas o mais comum é utilizar telas especiais que sustentam os músculos do assoalho pélvico e que têm por objetivo aumentar a resistência uretral e diminuir a perda da urina”, explica Mariana.

Prevenção

Algumas dicas podem ser levadas em consideração na prevenção da incontinência urinária:

=A incontinência urinária não é incomum na vida das mulheres, principalmente depois dos 50 e 60 anos, porém há tratamento, que podem melhorar a autoestima e qualidade de vida da paciente;
=Faça exercícios regularmente;
=Controle o ganho de peso na gestação, praticar exercícios para fortalecer o assoalho pélvico também pode ser útil na prevenção da incontinência urinária;
=Procure o médico assim que apresentar sintomas, para o diagnóstico correto da causa e tratamento.

Fonte: Hospital Santa Cruz

Solado nunca mais: Tirolez ensina como deixar o bolo fofinho

Você ainda pode colocar as dicas em prática ao preparar um Bolo de Maçã com Cobertura de Queijo Cremoso

Preparar um bolo pode até parecer fácil, mas é necessário conhecer alguns segredinhos. Afinal, quem nunca fez um bolo com massa solada na vida? Para ajudar, a Tirolez, uma das mais tradicionais marcas de laticínios do País, ensina como obter uma massa bem grande e fofinha, que fará sucesso à mesa. E, claro, dará uma dica mais do que especial de bolo com cobertura de queijo cremoso.

Confira o passo a passo para acertar no bolo a partir de agora:
=Antes de começar a fazer o seu bolo, é necessário organizar os ingredientes. Alguns minutos antes, tire da geladeira os alimentos que compõem a receita, pois é essencial que estejam em temperatura ambiente. Geralmente, as receitas indicam quais ingredientes devem ser utilizados gelados, como o iogurte, por exemplo. Dessa forma, os ingredientes incorporam à massa mais rapidamente, o que evita o efeito solado no bolo.
=O “olhômetro” pode até funcionar algumas vezes, mas para fazer bolos, não funciona como medida. Para uma massa perfeita e saborosa, é essencial respeitar as quantidades de ingredientes indicadas.
=Misture todos os ingredientes do seu bolo com delicadeza. Para isso, opte por bater a massa na mão, em movimentos circulares, de baixo para cima. Assim, você ajuda a manter as bolhas de ar na massa, o que garante um bolo aerado.
=O fermento é o último ingrediente a ser acrescentado na receita. Sacuda o conteúdo para misturar todas as suas propriedades e coloque-o aos poucos, mexendo delicadamente.
=Preaqueça o forno por 5 minutos antes de colocar a massa para assar. E nada de abrir a porta antes da hora para checar se seu bolo está pronto. Os choques térmicos, que podem acontecer nesses momentos, prejudicam o crescimento da massa. O mais indicado é só abrir depois que o cheirinho de bolo subir.
=Para saber se seu bolo está pronto, pressione com cuidado as pontas do dedo no meio da massa. Se a massa voltar ao tamanho normal, está pronto. Se afundar, precisa de mais uns minutinhos no forno.

Agora, que tal colocar em prática todas as dicas que você aprendeu? Veja abaixo como fazer um bolo delicioso.

Bolo de Maçã com Cobertura de Queijo Cremoso

Ingredientes:

Para a massa:
1 pote de Manteiga sem Sal Tirolez em temperatura ambiente (200 g)
3 gemas (60 g)
1 xícara (chá) de açúcar (150 g)
Raspas de 1 limão
½ maçã passada no ralo grosso (150 g)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo (220 g)
1 pitada de sal
½ xícara (chá) de suco de laranja (100 ml)
3 claras (120 g)
1 colher (sopa) de fermento em pó (8 g)

Para a cobertura:
1 embalagem de Creme de Queijo Minas Frescal Tirolez (220 g)
3 colheres (sopa) de açúcar (30 g)
2 carambolas (150 g)
2 kiwis (220 g)
½ bandeja de morangos picados (100 g)

Modo de Preparo:

Prepare a massa:
Unte e enfarinhe uma fôrma com furo central (24 cm de diâmetro) e preaqueça o forno a 180 °C.
Com o auxílio de uma batedeira ou um fouet (batedor de ovos), bata a manteiga, as gemas e o açúcar até ficar esbranquiçado e formar um creme fofo. Junte as raspas de limão e a maçã e misture. Acrescente a farinha, o sal e o suco de laranja, mexendo até ficar homogêneo. Bata as claras em ponto de neve (pico firme) e, utilizando um fouet ou o arame da batedeira, incorpore as claras e o fermento à mistura, fazendo movimentos delicados de baixo para cima para não perder aeração. Coloque na fôrma e leve ao forno por 40 minutos, ou até dourar. Deixe esfriar e desenforme sobre um prato.

Prepare a cobertura:
Bata, com o auxílio de um fouet ou uma batedeira, o creme de queijo com o açúcar até que fique bem homogêneo. Espalhe sobre o bolo com o auxílio de uma espátula e decore com as frutas.

Rendimento: 10 a 12 porções
Tempo de preparo: 30 minutos

Fonte: Tirolez

Bolo de Vinho é sugestão da chef Cecília Victorio para aquecer os dias de inverno

Além da bebida na massa, essa sugestão leva uma calda com maçãs

Com as temperaturas em queda, nada mais gostoso do que comer um bolo de frutas com sabor mais intenso, que é a cara da estação. Para deixar esses dias de inverno mais gostosos a chef Cecília Victorio ensina a preparar um Bolo de Vinho que leva maçãs e é perfumado com especiarias.

Preparada a partir de uma base de vinho feita com laranja, canela em pau e cravo da índia, essa sugestão, que pode ser saboreada ainda quentinha, também leva um pouco de corante para ficar mais bonita e uma calda com pedacinhos de maçã para ficar ainda mais irresistível.

Confira a receita da Chef Cecília e aproveite o im de semana para prepara essa delícia!

Bolo de Vinho

Ingredientes – Base líquida:
250ml de vinho suave
100ml de água filtrada
2 colheres de sopa de açúcar
1 unidade pequena de canela em pau
5 unidades de cravo da índia
2 rodelas de laranja com casca sem sementes
3 maçãs Gala

Modo de preparo:
Descasque as maçãs e corte em cubinhos. Reserve as cascas. Coloque todos os ingredientes numa panela, inclusive as cascas e as maçãs em cubo. Leve ao fogo para ferver. Quando abrir fervura, deixe por mais 2 minutos. Tire do fogo e deixe descansar por 1 hora. Retire as maçãs em cubos da mistura do vinho e reserve. Retire as cascas de laranja, a canela e os cravos e descarte. Bata no liquidificador por 2 minutos o restante do líquido do vinho com as cascas de maçã. Reserve essa base líquida que usaremos na massa do bolo.

Ingredientes – Massa:
4 ovos
1 xícara da base líquida
2 xícaras de açúcar refinado
150ml de óleo de milho
1 colher de chá ou 6g de corante bordô
2 ½ xícara de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo:
Bata no liquidificador por 2 minutos os ovos inteiros, a base líquida, o açúcar e o óleo. Transfira o líquido batido para uma tigela e acrescente o corante mexendo bem com um fuê para dissolvê-lo. Acrescente aos poucos a farinha e continue batendo até obter uma massa lisa, homogênea e colorida. Adicione as maçãs em cubos reservadas e misture. Por último, incorpore o fermento em pó mexendo delicadamente. Unte e enfarinhe uma forma redonda de 20cm. Coloque toda a massa na forma e leve ao forno a 180ºC por 45 minutos.

Ingredientes – Calda:
350ml de vinho suave
150ml de água filtrada
2 colheres de sopa de açúcar
1 unidade pequena de canela em pau
5 unidades de cravos da índia
2 rodelas de laranja com casca sem sementes
2 maçãs Gala
1 colher de chá de amido de milho

Modo de preparo:
Descasque as maçãs e corte em cubinhos. Reserve as cascas. Coloque todos os ingredientes acima numa panela, inclusive as cascas e as maçãs em cubos e leve ao fogo para ferver. Quando abrir fervura, deixe por mais 2 minutos. Retire do fogo e deixe descansar por 1 hora. Tire as maçãs em cubos da mistura do vinho e reserve. Retire as cascas de laranja, a canela e os cravos e descarte. Bata no liquidificador por 2 minutos o restante do líquido do vinho com as cascas de maçã. Essa usaremos para finalizar a calda. Coloque a base líquida numa panela, acrescente as maçãs em cubos, o amido e misture. Leve ao fogo, deixe cozinhar por 1 minuto até engrossar levemente. Após assado, espalhe a calda quente sobre o topo do bolo.

Instagram: chefceciliavictorio

Inspirada no Oriente Médio: receita de Berinjela com Tahine e Romã

A receita é repleta de sabores do Oriente Médio. Com poucos ingredientes, o prato impressiona pelas cores e simplicidade do preparo. Pode ser servido como entrada ou acompanhamento. A receita é do chef Thiago Ribeiro.

Berinjela com Tahine e Romã

Ingredientes
3 berinjelas
1 dente de alho picado
1 limão
1 romã
Sal e pimenta a gosto
Óleo de coco sem sabor a gosto
Azeite de Oliva.
Tahine tradicional .

Modo de preparo
Corte as berinjelas ao meio na longitudinal e disponha em uma assadeira.Esfregue o alho em todas as metades, faça alguns sulcos na berinjela com uma faca de ponta fina. Cuidado para não furar a casca.Esprema algumas gotas de limão por cima, regue de óleo de coco e salpique sal e pimenta do reino.Cubra a assadeira com papel alumínio. Leve para assar em forno preaquecido a 200 graus por uns 20 a 25 minutos ou até ficar macia. Assim que retirar do forno, regue de azeite, espalhe tahine por cima e adicione sementes de romã.

Tempo de preparo: 35 minutos
Rende: 6 porções

Nutricionista lista benefícios do chocolate e ensina receita de brownie low carb

Juliana Vieira fala sobre o melhor momento para comer o alimento

Quem consegue resistir a um pedaço de chocolate? Com moderação, ele pode ser um alimento aliado da saúde e do bem-estar. A nutricionista Juliana Vieira elencou seis benefícios do alimento:

-Possuem propriedades antioxidantes, que servem para proteger as células.
-Aumentam a ação serotonina e dopamina , relacionadas ao relaxamento.
-Durante gravidez pode ajudar a prevenir a pré-eclâmpsia (hipertensão).
-Pode reduzir o risco de morte por problemas do coração.
-A distração de comer ou beber por prazer atuaria como um analgésico natural.
-Aliado da beleza, ela está presente em banhos de ofurô, massagens, máscaras e outros cosméticos.

Segundo a profissional, os benefícios do chocolate estão presentes especialmente na versão amarga e meio amarga. “Devido à maior concentração de cacau. Já os outros dão bastante energia por serem mais calóricos”, completa.

O melhor horário para comer

“Pela manhã e no máximo no almoço, pois à noite o corpo está em repouso. Por ser bastante calórico, as calorias do chocolate podem ser depositadas em forma de gorduras”, pontua a nutricionista, que diz que o ideal é consumir seis gramas por dia.

Então nem pense em comer uma caixa de bombom sozinho em um dia. O excesso pode provocar diversos males. “O doce, por ser rico em açúcares e gorduras, se consumido em excesso, pode ocasionar diarreia, refluxo, náuseas, dores estomacais, dor de cabeça e até desencadear um processo alérgico”, afirma.

Juliana também ensina uma receita saudável. Confira:

Brownie Low Carb

Ingredientes

3 xícara de chá de pasta de amendoim sem açúcar
2 ovos
2 colheres de manteiga sem sal ou óleo de coco
1/2 xícara de farinha de amêndoa ou outra oleaginosa (castanhas)
4 colheres sopa cacau em pó (reserve um pouco para polvilhar a forma)
6 colheres sopa xylitol ou outro adoçante
1 xícara de chocolate 70% picado
1 pitada de sal marinho

Modo de preparo

Em uma travessa ,coloque a manteiga de amendoim, ovos, leite, manteiga ou óleo de coco e misture bem. Adicione a farinha de amêndoas, cacau em pó, xilitol e uma pitada de sal marinho, misture. Adicione o creme de ovos com as farinhas misturando bem, ao final adicione o chocolate picado. Unte uma assadeira com o óleo de coco ou manteiga e polvilhe cacau em pó nela. Coloque a massa e leve ao forno 200C por 15 minutos. O interior deve ficar molhadinho.

Lanche do bem: boas opções para comer entre as refeições

Renata Guirau, especialista em nutrição do Oba Hortifruti, lista opções fáceis e saudáveis para incluir em uma rotina corrida e também ensina receitas para diversificar o cardápio da semana

Manter o funcionamento do organismo, controlar o apetite e a glicemia, dar energia e até minimizar sintomas de refluxo e gastrite. Esses são alguns dos benefícios de incluir os lanches entre as refeições principais. Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, esclarece que comer pequenas porções antes do almoço e do jantar pode ser a chave do sucesso para ter uma alimentação equilibrada, a saúde em dia e o corpo em forma.

“Os lanches são uma boa estratégia para garantir o fracionamento da alimentação, evitando que se coma demais em refeições após longos períodos em jejum. Também podem ser interessantes para pessoas com problemas gástricos, que precisam comer aos poucos, ao longo do dia”, ressalta Renata.

Entretanto, um cuidado importante é na escolha do que consumir. Priorizando a praticidade, muitas pessoas acabam recorrendo aos produtos industrializados que, na grande maioria das vezes, apresentam alto valor calórico e são ricos em gorduras e açúcares – o que pode pôr em xeque todas as vantagens dos snacks.

Para quem sente aquela fominha bater nos intervalos entre refeições principais, a nutricionista do Oba Hortifruti listou cinco escolhas mais saudáveis e que também são fáceis de serem incluídas na rotina:

Freepik

=Frutas em geral: são boas fontes de fibras, vitaminas e minerais, além de baixas em calorias. (Exceto o abacate e o coco, que possuem valor calórico mais alto).

Foto: Goshadron/Pixabay

=Frutas secas: além das propriedades das frutas em si, são opções fáceis de carregar na bolsa e que não precisam de refrigeração.

Pixabay

=Oleaginosas: castanhas, nozes, amêndoas, avelãs são ótimos snacks para matar a fome e também são fontes de fibras, minerais e gorduras boas que ajudam a prevenir doenças.

=Iogurte e queijos: são escolhas ricas em proteínas em vitaminas do complexo B. Para o transporte e armazenamento, vale apostar em uma bolsa térmica.

=Vegetais: pode parecer estranho, mas vegetais também são excelentes opções.

“Palitinhos de cenoura e de pepino, tomate cereja, brócolis cozido, podem e devem fazer parte do lanche da manhã ou lanche da tarde. São ótimos por serem de baixa calorias e boas fontes de nutrientes”, salienta Renata.

Não sinto fome, e agora?

Renata esclarece que para pessoas saudáveis, não há prejuízo em pular os lanchinhos. O mais indicado é sempre respeitar a fome. “Uma dica é se manter organizado e com boas opções à mão. Com consciência de que, se sentir fome, existem opções saudáveis, mas também que, para a maioria das pessoas, tudo bem não realizar os lanches todos os dias”.

Além das indicações anteriores, a nutricionista também sugere receitas simples e nutritivas para incrementar o cardápio:

Bolo integral de banana

Ingredientes
2 xícaras de farinha de aveia
4 bananas nanicas maduras
4 ovos
1 xícara de uvas passas
1 xícara de leite desnatado ou leite vegetal
1 col de sopa de canela
1 col de sopa de fermento em pó

Modo de preparo
Deixe as uvas passas hidratando no leite por 20 minutos. Bata tudo no liquidificador, deixando 2 bananas para decoração. Corte as bananas restantes em rodelas e coloque por cima da massa. Leve ao forno por cerca de 30 minutos.

Barrinha de cereal caseira

Ingredientes
1 xícara de aveia em flocos
1/4 xícara de semente de linhaça
1/4 de xícara de coco ralado
1/2 xícara de castanha do Pará picadas
1/4 xícara de nozes picadas
1/2 xícara de ameixas secas sem caroço
1/2 xícara de uvas passas
6 col de sopa de mel
1 pitada de canela em pó

Modo de preparo
Hidrate as ameixas e bata no mixer com o mel.Misture os demais ingredientes em uma vasilha separada e, após bater o mel com a ameixa, misture com a parte seca da receita. Acomode em uma forma coberta com papel manteiga. Leve ao forno, em fogo baixo, por cerca de 15 minutos. Retire do forno e deixe esfriar bem antes de cortar.

Vegetais com patê

Ingredientes
1 lata de atum (opcional)
3 col de sopa de creme de ricota
2 col de sopa de cheiro verde picadinho
1 cenoura ou 1 pepino cortado em formato palito

Modo de preparo
Misture o creme de ricota e o cheiro verde. Quem desejar, pode acrescentar a lata de atum. Acrescente sal e pimenta (ou o tempero que você preferir). Consuma os palitos de cenoura e/ou pepino com o patê.

Fonte: Oba Hortifruti