Aprenda a preparar drinques com rum

O rum pode ser feito de duas formas distintas: a agrícola, obtido diretamente do caldo de cana fermentado, ou industrial, obtido a partir do melaço

Em 16 de agosto foi comemorado o Dia Internacional do Rum. A história da bebida começa no ano de 1433, quando a cana-de-açúcar começou a ser cultivada na região de Caraíbas, no período de Cristóvão Colombo. A cana era levada pelas esquadras de Colombo a partir das Ilhas Canárias.

Sendo assim, no começo do século XVI, foi produzido o primeiro rum destilado a partir da cana-de-açúcar. O rum pode ser feito de duas formas distintas: a agrícola, obtido diretamente do caldo de cana fermentado, ou industrial, obtido a partir do melaço. A destilação pode ser feita em uma coluna de destilação ou em um alambique.

Com o passar dos anos, a história do rum acabou sendo associada com a história dos piratas. “Acontece que muita gente diz que eles bebiam o rum antes de batalhas, como uma forma deles se sentirem mais corajosos e valentes, então isso acabou criando essa relação entre a bebida e os saqueadores do mar”, explica Joseph Van Sebroeck, criador do Cavendish Rum. O empreendedor decidiu batizar a bebida com esse nome por conta do pirata inglês Thomas Cavendish, que fez história quando usou a região de Ilhabela, litoral de São Paulo, como base por cinco anos.

“Meu pai sempre me contava essa história quando eu era criança, então o rum foi uma forma de manter o seu legado vivo”, diz Sebroeck. Para quem quiser saborear um drinque, Soham Bello, bartender parceiro da Cavendish Rum, explica como preparar dois diferenciados, confira:

Bacurau

Ingredientes
60 ml de rum
10 ml suco de limão Tahiti
10 ml suco de limão siciliano
5 ml xarope simples
80 ml caldo de cana
Uma pequena quantia de Bitter Angostura

Modo de preparo
Juntar tudo na coqueteleira e bater com gelo. Coar em um copo baixo.

Mai Tai

Ingredientes
40ml de rum
15 ml de Falernum
10ml de suco de limão
Ingredientes para produzir o Falernum
180 ml de rum
420 ml de xarope de açúcar
40 unidades de cravo-da-índia
200 g de amêndoas laminadas
10 ml de extrato de amêndoas
140 g de fatias de gengibre sem pele
130 ml de suco de limão tahiti coado
Casca de 9 limões tahiti (sem a parte branca)

Modo de preparo do Falernum
Em um recipiente, coloque o gengibre, o rum, os cravos-da-índia, a pele de limão e as amêndoas laminadas e deixe descansando por aproximadamente 24 horas. Depois, coe e misture com o xarope de açúcar, o extrato de amêndoas e o suco de limão.

Modo de preparo Mai Tai
Coloque todos os ingredientes em um copo longo e sirva com pedras de gelo. Decore com algumas folhas da fruta.

Fonte: Cavendish Rum

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s