Especialista ensina como armazenar as sobras das festas no final do ano

Nutricionista esclarece que o congelamento deve considerar as características e tempo de preparo de cada alimento

Preparar uma mesa farta é uma tradição nas festas de final de ano, mas é preciso ter responsabilidade e evitar o desperdício. Para isso, o congelamento de alimentos é uma boa opção para reutilizar as sobras.

O coordenador do curso de Nutrição da Faculdade Anhanguera, Denis Zanotto, informa que, em geral, o congelamento retarda significativamente todos os processos químicos e microbiológicos que deterioram os alimentos. No entanto, ela alerta que congelar sobras é exige atenção.

“O mais recomendado é servir apenas o que será consumido na hora e deixar o restante na geladeira e aquecer apenas quando for servido à mesa. Mas caso não haja essa possibilidade, quase todos os alimentos suportam o processo de congelamento, que pode ser feito em porções individuais ou familiares, para uso em uma única refeição, mas não exponha alimentos por mais de uma hora em temperatura ambiente”, alerta.

De acordo com Zanotto, antes de colocar refeições prontas no congelador, algumas condições devem ser observadas. “Os utensílios utilizados devem estar limpos e o aspecto dos ingredientes precisam estar bons, assim é possível evitar intoxicação alimenta e os alimentos precisam estar em condições adequadas de consumo, e para isso, o ideal é que o seu preparo siga as regras de higiene”, orienta o nutricionista.

As exceções são as folhas cruas usadas no preparo de saladas, a maionese, os cremes à base de amido e de leite e ovos inteiros com casca. “Nunca se deve ‘recongelar’ o alimento que foi descongelado. A porção deve ficar na geladeira por até 12 horas e, depois, aquecida no micro-ondas. Em casos de preparos feitos no fogão, o processo pode ser feito diretamente no fogo”, esclarece.

A organização é um passo fundamental no processo e a validade do alimento congelado depende das características diversas, podendo variar entre um e 12 meses. “Uma boa dica é fazer etiquetas de identificação para cada produto ou porção, com sua respectiva data de validade”, indica.

Foto: foodsafetysuperhero

Confira algumas dicas de tempo para conservação dos alimentos no congelador:

=Frutas oleaginosas: 12 meses
=Bolo simples: 6 meses

=Bolo recheado: 1 mês
=Pernil: 2 meses
=Tender: 4 meses
=Chantilly: de 2 a 4 meses

Fonte: Anhanguera

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s