Saúde da pele: por que a vitamina C tópica é tão importante

A vitamina C tópica é um dos ingredientes favoritos dos dermatologistas. Ela tem respaldo científico e pode ajudar a retardar o envelhecimento precoce da pele, prevenir os danos do sol e melhorar a aparência de rugas, manchas escuras e textura da pele. “A vitamina C é um antioxidante, o que significa que combate os radicais livres prejudiciais (toxinas) que entram em contato com a pele de fontes externas, como a poluição do ar, ou de dentro do corpo como resultado de processos normais, como o metabolismo. Os radicais livres podem causar danos à pele e a aplicação de vitamina C tópica pode combater os radicais livres e melhorar sua aparência geral”, explica a dermatologista Patrícia Mafra, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Alguns estudos clínicos demonstraram que a vitamina C pode melhorar as rugas. Um estudo da Nova Zelândia mostrou que o uso diário de uma formulação de vitamina C por pelo menos três meses melhorou a aparência de rugas finas e grossas do rosto e pescoço, bem como melhorou a textura e aparência geral da pele. “Isso acontece porque a Vitamina C é cofator para a produção de colágeno. Então ela ajuda a estimular a síntese dessa proteína que ajuda a dar sustentação à pele”, completa Patrícia.

A vitamina C também pode ajudar a proteger a pele dos raios ultravioleta prejudiciais quando usada em combinação com um filtro solar de amplo espectro. Estudos clínicos publicados no JAAD, um periódico da Academia Americana de Dermatologia, demonstraram que combinar vitamina C com ácido ferúlico e vitamina E, pode diminuir a vermelhidão e ajudar a proteger a pele dos danos a longo prazo causados pelos nocivos raios solares. “Como um antioxidante poderoso, a Vitamina C oferece uma proteção também biológica ao reparar a pele depois de sofrida uma agressão solar; com isso, ela consegue diminuir o número de radicais livres, diminuindo os danos”, diz a médica.

Além disso, a vitamina C também pode reduzir o aparecimento de manchas escuras, bloqueando a produção de pigmento em nossa pele. Em ensaios clínicos do JAAD, a maioria dos participantes que aplicaram vitamina C tópica apresentaram melhora em suas manchas escuras com muito pouca irritação ou efeitos colaterais. “Essa ação se deve ao mecanismo de inibir a tirosinase, que é uma enzima que produz a pigmentação causadora de manchas escuras, dessa forma a Vitamina C tópica pode ser usada para uniformizar a pele e clarear as manchas do sol e do melasma”, explica Patrícia.

Segundo a farmacêutica Patrícia França, gerente científica da Biotec Dermocosméticos, para clarear as manchas, ainda existem ativos que potencializam a ação da Vitamina C, com o destaque para o SuperOx-C. “Esse ativo botânico extraído da mais rica fonte de vitamina C do mundo, uma super fruta australiana Kakadu plum (ameixa australiana), além de atuar no estímulo do SVCT-1 (transportador da vitamina C nos queratinócitos), promove luminosidade cutânea, reduz o fator angiogênico (vermelhidão) e melhora a uniformidade do tom da pele”, explica. “Também podemos citar que SuperOx-C traz propriedades super antioxidantes e proporciona efeito glow à pele”, completa a farmacêutica Maria Eugênia Ayres, gestora técnica da Biotec Dermocosméticos.

Além dele, há o Ascorbosilane C, uma Vitamina C vetorizada pelo Silício Orgânico. “Ela garante ação antiaging, de reestruturação da derme com ação antioxidante global e estímulo da síntese de colágeno, além de ação despigmentante”, diz Maria Eugênia. A estratégia de vetorizar a Vitamina C em silício orgânico foi usada no produto Derm Deep C, o sérum clareador da Be Belle. O produto é antioxidante e rejuvenescedor, formulado com Vitamina C encapsulada em permeadores biocompatíveis de Silício Orgânico. “Dessa forma, o Derm Deep C é capaz de fazer com que os ativos penetrem profundamente na pele, conferindo assim ação hidratante, antioxidante, clareadora, preenchedora, protetora e rejuvenescedora. Além disso, por ser encapsulada em Sílicio Orgânico, a Vitamina C presente no produto não oxida, o que garante eficácia prolongada e resultados mais rápidos”, explica a cosmiatra Ludmila Bonelli, especialista em dermatocosmética e diretora científica da Be Belle.

Além disso, a vitamina C tópica pode ajudar com a acne por meio de suas propriedades anti-inflamatórias que ajudam a controlar a produção de sebo (óleo) na pele. Em ensaios clínicos, a aplicação de vitamina C duas vezes ao dia reduziu as lesões de acne em comparação com o placebo. Também por isso o Gel Complex Antioleosidade, da Età Cosmetics, conta com um complexo das Vitaminas A, C e E nanoencapsuladas, que são liberadas na pele de maneira mais potente para conferir efeito antienvelhecimento, antioxidante, clareador, protetor e regenerador.

A dermatologista destaca que a vitamina C pode ser encontrada em diversos produtos para a pele, incluindo cremes, géis e séruns. “Mas é importante que a indicação seja feita por um médico, uma vez que existem muitas fórmulas que não garantem a estabilidade do ativo, que oxida facilmente. Outra informação importante é a concentração. Existem produtos no mercado que contam com 5% e outros 40%. Mas nem sempre a maior concentração é a melhor para a pele do paciente”, diz a médica.

A vitamina C é indicada para ser usada a partir dos 20 anos. Ela foi estudada apenas em adultos e não é recomendada para crianças. “Além disso, sempre leia a lista de ingredientes antes de comprar um produto com vitamina C. Se você tem sensibilidade ou uma alergia conhecida a qualquer um dos ingredientes, considere um teste de contato ou consulte seu médico antes de usar. Se você tem pele acneica ou oleosa, considere o uso de uma formulação que também combata a oleosidade ou contenha ingredientes como ácido salicílico, que combatem as erupções acneicas”, explica. Se sentir desconforto ou irritação substancial, pare de usar vitamina C e consulte seu médico.

Por fim, quanto ao modo de uso, a dermatologista afirma que é fundamental usar um limpador suave antes de aplicar o produto com Vitamina C. “Se ele for em sérum, algumas gostar podem ser usadas no rosto e pescoço, antes do hidratante e protetor solar. Existem cremes hidratantes que já contam com a Vitamina C, então os benefícios estão concentrados em um único produto. Mas sempre use protetor solar. A vitamina C não substitui o uso de protetor solar ou o uso de roupas que protejam. Certifique-se de usar protetor solar de amplo espectro diariamente e limitar a exposição ao sol durante os horários de pico”, finaliza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s