Vinhos e espumantes ideais para o verão

O sommelier Sidney Lucas mostra que as bebidas podem ser consumidas em qualquer estação.

Sol, praia, piscina, férias, calor… o verão chegou! E esta é uma estação tipicamente quente em todas as regiões do Brasil, muito propícia para apreciar bebidas geladas, como vinhos brancos, espumantes e, porque não, alguns tintos adequados à estação.

Várias pessoas dizem sentir uma certa dificuldade em consumir vinhos durante esta época do ano, pois acreditam não ser uma bebida muito refrescante. Porém, o sommelier da Decanter, Sidney Lucas, separou algumas opções que vão bem não apenas no verão, mas em qualquer estação ou ocasião.

Muito consumido, principalmente, em períodos festivos, os espumantes são aqueles que agradam a maioria dos paladares e a indicação de Lucas para o Verão é o Lírica Brut Magnum, da vinícola Hermann, com características de cor palha de média intensidade, brilhante, com bolhas muito finas e persistentes. Os aromas estão focados na fruta citrina, na pêra fresca, nas flores brancas delicadas e no leve toque de pão. “Ataque gustativo de ótima cremosidade, fresco, com final limpo e refrescante”, descreve o especialista, que recomenda que a bebida seja servida a 8°C.

Uma dica para acompanhar o Lírica Brut Magnum é servi-lo com aperitivos e canapés à base de pescados; frutos do mar tempurados; truta assada ao forno. Assim como com sashimis de peixes gordos como atum, salmão, tambaqui, e pirarucu; escalopes suínos grelhados, servidos ao creme delicado de cogumelos frescos, também são uma ótima opção.

Para os amantes de vinho rosé, o sommelier recomenda Château Lauriga Jardin de Roses, um vinho de caráter floral permeado por toranja, cereja, morango e cativante mineralidade. “Na boca, é muito leve, de acidez crocante, final limpo, suculento e duradouro, um legítimo vinho de verão”, descreve o sommelier. A temperatura ideal sugerida para servi-lo é 10°C.

Para acompanhar o Château Lauriga Jardin de Roses, uma boa paella com frutos do mar; filé de linguado grelhado servido sobre musselina de camarões rosa; ou até mesmo um ravioli com lagostins, abobrinha e cogumelos ao “jus de mer”.

Porém, para aqueles que não conseguem deixar de lado um bom vinho tinto, mas achavam que não era uma boa ideia consumi-lo no calor, Lucas desmistifica esse pensamento. “O vinho tinto não só pode como deve ser consumido em qualquer época do ano, seja no frio ou no calor, o que vai comandar isso, é a vontade e o gosto de cada um, além do estilo do tinto a ser escolhido, que deverá ser leve e com pouco tanino, o que permite ser servido a temperatura um pouco mais baixa”, diz. E sua recomendação é um Rioja tinto de Año, com características que enfatizam notas de frutas frescas (ameixas, amoras) sobre tons herbáceos e florais. “Macio, ótima polpa e prazeroso frescor, sendo indicado servi-lo a 14°C”, descreve Lucas.

O sommelier comenta que a bebida é perfeita para um piquenique ou refeições informais; jamón serrano (tipo de presunto); embutidos em geral; aves e carne de porco assados e tapas. Segundo Lucas, é ótimo também para acompanhar pescados em preparações simples.

“Não importa se é espumante, vinho branco, rosé ou tinto, o que importa é apreciar, claro, com moderação, esta bebida tão gostosa que reúne amigos e família em um clima festivo”, comenta o sommelier.

Informações: Decanter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s