Mês da Mulher: 69% das mulheres são a principal provedora de renda do lar

Levantamento da Provu mostra o comportamento financeiro das mulheres e quais são suas prioridades

No dia 8 de março comemoramos o Dia Internacional da Mulher. A data foi oficializada nos anos 1970 pela ONU como símbolo da luta histórica das mulheres pela igualdade de direitos em relação aos homens. Muitos avanços aconteceram de lá pra cá e a mulher vem assumindo cada vez mais o protagonismo de suas vidas.

Ilustração: Pete Linforth/Pixabay

Exemplo disso, são os dados de uma uma pesquisa quantitativa online realizada com mais de 950 clientes de empréstimo da Provu, fintech especializada em meios de pagamento e crédito pessoal, que mostram que 69,3% das respondentes são a principal fonte de renda do lar.

Quanto às 30,7% que responderam não ser fonte de renda principal, 69% têm o marido como principal provedor; 8,8% indicam o pai e 8,5% apontam a mãe como fonte financeira primordial.

A Provu também perguntou às entrevistadas sobre prioridades financeiras: 69,4% responderam que é manter as contas pagas e em dia; para 11,6% é evitar entrar em dívidas; e para 6,8% é aumentar a renda mensal. A organização financeira também é um ponto importante para manter as prioridades mensais e 74,3% delas anotam os gastos e entradas de dinheiro, seja em planilhas ou caderninho; e 15,3% utilizam aplicativos para gerir as finanças.

Para entender um pouco mais sobre o comportamento da mulher depois de honrar suas contas e despesas mensais, a Provu ainda perguntou sobre reservas financeiras e investimentos. Atualmente, 59,6% das respondentes não têm reserva emergencial; 68% dizem que já tiveram, mas precisaram utilizar e 30% não tem sobra na renda mensal para guardar dinheiro. Apenas 34,1% das mulheres fazem algum tipo de investimento mensal – 48,3% utilizam poupança; 14% fazem CDB; e 12,8% disseram que investem em Fundos de Renda Fixa.

“Ainda precisamos de muitos avanços no que diz respeito à equidade de gênero, mas, assim como a pesquisa mostra, é inegável que cada vez mais as mulheres estão independentes e, quando se trata de conquistas financeiras, ter essa autonomia é fundamental para realizar sonhos e sair de situações de dependência”, comenta Bianca Sidoti, CCO da Provu.

Fonte: Provu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s