Mudança de estação: afinal quais são as consequências para nossa pele?

A biomédica esteta Gabriela Silveira esclarece quais são as mudanças principais em nosso skincare e os principais tratamentos estéticos para cada estação

Você já reparou que nossa pele sempre sofre com alguma mudança, por mais sutil que seja, nas trocas de tempo? Ressecamento, desidratação, descamação, oleosidade e até mesmo acne pode ocorrer. Tudo vai depender da estação do ano. Por isso a rotina de skincare deve sempre seguir a estação e condição da pele em cada uma delas. É o que explica a biomédica esteta Gabriela Silveira, proprietária da clínica Slim Santé, além de relatar sobre os tratamentos estéticos perfeitos para primavera, verão, outono e inverno.

Na primavera nossa a pele começa a ficar um pouco mais oleosa devido à próxima estação, que é o verão, no qual a exposição solar e o calor diminuem a quantidade de água na pele e, como forma de defesa, ela acaba produzindo oleosidade em excesso. Por isso é importante tomar bastante líquido e usar hidratantes mais leves, como séruns e gel creme.

“Já no outono ela tende a ficar mais ressecada devido a próxima estação que é o inverno. Com a umidade do ar mais baixa, há uma sensação de ressecamento da pele, que piora junto a hábitos como banhos quentes. Coceiras e irritações também podem ocorrer, principalmente em peles sensíveis. É importante manter-se hidratado nessa época tanto com líquidos como com hidratantes mais potentes”, relata Gabriela.

Afinal, quais são os principais cuidados?

MyMedicineBox

Segundo a médica, é importante usar sempre protetor solar em todas as estações, assim como manter-se hidratado e ter uma alimentação balanceada, pois ela também pode refletir diretamente na pele e piorar os quadros de irritação ou oleosidade, por exemplo. Além disso, evitar água muito quente para lavar a pele e saber quando utilizar cremes mais hidratantes e quando trocar por séruns mais leves. “É essencial conhecer a pele e assim conseguirá sentir a necessidade dela a cada estação do ano”, explica.

Tratamentos estéticos para cada estação

No inverno procedimentos mais ablativos, que são aqueles chegam a camadas mais profundas da pele são mais recomendados, como laser de CO2 e peelings químicos. Em épocas mais quentes procedimentos um pouco mais superficiais são melhores porque diminuem riscos de complicações como manchas, mas não são impeditivos para a realização dos procedimentos citados no inverno. Cada caso deve ser avaliado com cautela, pois tudo depende também de como o pós-procedimento será seguido.

Existem na verdade procedimentos que podem ser feitos em todas as estações, porém depende dos cuidados de cada pessoa. “Tudo pode ser feito em todas as estações, mas se uma pessoa costuma tomar sol no verão, ela vai acabar pegando sol, então não seria o ideal fazer peeling, alguns lasers ou microagulhamento, mas caso não tome sol, nada impede de fazer. Então na verdade tudo depende dos cuidados de cada um mesmo”, conclui a médica.

Sobre: Gabriela Silveira é biomédica esteta, pioneira na aplicação da técnica de Microtox no Brasil, doutoranda em Ciências Biomédicas pela IESLA (em Rosário, Argentina), pós-graduada em Biomedicina Estética pelo instituto IBECO, pós-graduada em Biortomolecular pelo ISEEC, MBA em Cosmetologia aplicada à Estética, speaker na New York University, proprietária da Clínica Slim Santé em São Paulo e do Grupo Dra. Gabriela Silveira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s