Especialista dá dicas de como emagrecer depois dos 50 anos

Você sabia que é possível emagrecer depois dos 50? Confira algumas dicas para entrar em forma sem abrir mão da saúde

Se perder peso parece que ficou mais difícil com o passar dos anos, saiba que você não está só. Com o avanço da idade, é natural que o organismo perca massa muscular mais facilmente, diminuindo o gasto energético diário. A desaceleração associada a hábitos inadequados, influencia o resultado na balança.

Contudo, com algumas mudanças, é possível entrar em forma com saúde em qualquer etapa da vida. Há 35 anos à frente da Emagrecentro, rede especializada em emagrecimento saudável, o médico Edson Ramuth separou as principais estratégias para obter resultados positivos.

Nada de receitas milagrosas

Durante o processo de emagrecimento, é comum receber dicas e receitas milagrosas de outras pessoas. Algumas são inofensivas e podem ajudar, mas nada de automedicação, mesmo que seja natural. “Uma dica que funciona é ‘descascar mais alimentos e abrir menos pacotes’, já que a alimentação real, sem alimentos processados e ultraprocessados, é a base de qualquer processo de emagrecimento que leve em conta a saúde”, explica Ramuth.

Cuidado com as calorias líquidas

Luisa Sancelean/EyeEm/Getty Images

Além de focar no que está no prato, é preciso olhar o que está no copo. Algumas bebidas, sobretudo refrigerantes e drinques alcoólicos, podem agregar carboidratos e calorias extras que tendem a sabotar os resultados sem, necessariamente, agregar nutrientes e fibras que dariam mais saciedade, por exemplo.

Busque um programa

Pinterest

Perder peso não precisa ser um processo solitário. Os programas de emagrecimento ajudam a manter a motivação porque combinam uma equipe de profissionais com outras pessoas passando pelos mesmos desafios. Mas, atenção, é preciso buscar profissionais habilitados: “Para ter ideia, o método que desenvolvi, de quatro fases, foi baseado em mais de 100 trabalhos científicos. Nossa metodologia leva, no mínimo, cinco semanas de acompanhamento com check-ups semanais. É uma mudança de vida e, por isso, é preciso buscar locais com respaldo para evitar danos à saúde”, explica o fundador.

Mova-se!

Luis Alvarez/Getty Images

Por que não aproveitar a mudança de hábitos para começar um novo esporte ou aprender a dançar depois dos 50? O fato é que sair do sedentarismo não é apenas um aliado para perder peso, mas para a longevidade. Incluir a musculação também é uma boa pedida para ajudar no ganho de massa muscular e massa óssea. A longo prazo, adotar uma rotina saudável em qualquer idade é um bônus para a qualidade de vida.

Fonte: Emagrecentro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s