5 dicas de saúde bucal para celebrar o Dia dos Namorados com muitos beijos

Para comemorar o amor entre os casais com muitos beijos, o ideal é prestar muita atenção à saúde bucal, à higienização da boca e ao cuidado com os dentes

12 de junho é um dia dedicado aos apaixonados. A data é especial para comemorar o amor entre os casais com muitos beijos. E, como nada pode dar errado, o ideal é prestar muita atenção à saúde bucal, à higienização da boca e ao cuidado com os dentes.

Confira as dicas:

Capriche na higiene bucal – na hora do namoro, ninguém quer saber de mau hálito. A higiene bucal é um dos principais fatores que contribuem para a manutenção da saúde da boca, além de evitar situações e sensações desagradáveis como a halitose, presença de resíduos alimentares entre os dentes e gengivas e compartilhamento de gostos que podem, definitivamente, “azedar” o beijo.

De acordo com a cirurgiã-dentista Sofia Takeda Uemura, mestre em Odontologia e doutora em Ensino de Ciências, a halitose ou mau hálito pode ter várias causas, como doenças da cavidade bucal, problemas otorrinolaringológicos e respiratórios, doenças gastrointestinais, diabetes e insuficiência renal. “Na maioria das vezes a halitose está relacionada a problemas na cavidade bucal, como cárie, doenças gengivais, próteses porosas ou mal adaptadas, impacção alimentar (quando o alimento colide repetidamente contra a gengiva durante a mastigação por falta de contato entre os dentes), saburra lingual, focos de infecção, restaurações mal adaptadas e diminuição de fluxo salivar”.

Sofia explica, ainda, que a cárie não é transmitida pelo beijo, como se pensava antigamente. “A cárie não é uma doença transmissível, mas é um dos fatores que levam a alterações no hálito ou halitose. A presença da halitose pode indicar a existência de doenças que requerem diagnóstico e tratamento”. Assim, segundo ela, é importante a consulta ao cirurgião-dentista para verificar se há problemas. Vale lembrar que a higiene bucal proporciona um hálito fresco e agradável, que deixa o beijo ainda melhor. Então, capriche na escovação e no uso do fio dental. Estratégias como uso de enxaguantes bucais, balas e chicletes podem ajudar a dar aquele refresh, além de tornar o beijo mais saboroso. No entanto, existem restrições quanto ao uso.

Use enxaguantes bucais sob orientação – é um recurso muitas vezes utilizado por fumantes ou mesmo por pessoas que querem reforçar os cuidados com higiene bucal e com o hálito. No entanto, o enxaguante bucal é um recurso coadjuvante da higiene bucal em algumas situações, como pacientes com dificuldades motoras para a realização da escovação ou que se submeteram a algum procedimento cirúrgico. De qualquer modo, ele não substitui a escovação. “O enxaguante não promove a remoção da placa bacteriana. Eles têm diferentes tipos de antissépticos que podem levar a alterações no paladar e manchamento dos dentes com o uso contínuo. Devem ser utilizados sob prescrição do cirurgião-dentista, que indicará o tipo apropriado e o tempo de utilização”, alerta Sofia.

Consuma balas e chicletes com moderação – o sabor ou refrescância encontrado em balas e chicletes também é utilizado como artifício para um hálito mais agradável na hora do beijo. No entanto, a cirurgiã–dentista faz algumas observações. Segundo ela, o que é prejudicial aos dentes é o açúcar contido nas balas e chicletes. No caso dessas guloseimas, há o agravante de que elas permanecem durante um tempo maior na cavidade bucal, o que torna o ataque ácido aos dentes maior. “O que poderia amenizar o problema seria optar pelo ‘zero açúcar’. A mastigação de um chiclete sem açúcar pode aumentar o fluxo salivar, o que favorece a autolimpeza, porém é importante lembrar que também promove a liberação de ácidos estomacais e, como não há alimento ingerido, pode levar a problemas gástricos”.

Consulte sempre um cirurgião dentista – as consultas regulares ao cirurgião-dentista são indispensáveis para o bem-estar geral, afinal, a saúde da boca desempenha um papel determinante no organismo e isso se reflete na qualidade de vida – e, claro, no sorriso saudável e envolvente. Além de prevenir doenças como a cárie e periodontite, as visitas ao cirurgião-dentista são uma ótima oportunidade para esclarecer dúvidas e se informar sobre os riscos de transmissão de doenças odontológicas e sexualmente transmissíveis (DST) como a herpes bucal e a mononucleose infecciosa (doença do beijo, infecção causada pelo vírus Epstein-Barr), transmitidas pelo beijo.

Cultive bons hábitos – o Dia dos Namorados está chegando, mas esperar pela aproximação da data para caprichar não vale. Os cuidados devem ser constantes para garantir “aquele beijo”. Alimentar-se de maneira saudável, evitar o tabagismo e beber moderadamente são costumes que também vão contribuir para o seu bem-estar geral.

Fonte: Crosp

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s