Hoje é dia de rock e vinho, bebê! – por Thamirys Schneider*

No Dia Mundial do Rock, a sommelière Thamirys Schneider harmoniza conhecimento musical com vinhos

O Rock’n’Roll é um gênero musical com várias vertentes que movimenta multidões há várias gerações. No Brasil, 13 de julho foi escolhido como “Dia Mundial do Rock” para homenagear este que proporcionou várias manifestações artísticas e culturais pelo mundo.

A data é uma referência devido ao evento Live Aid que foi realizado neste dia em 1985, quando foram realizados dois shows em simultâneo, um em Londres (Inglaterra), e outro na Filadélfia (Estados Unidos). O evento teve como objetivo arrecadar fundos para combater a fome na Etiópia e contou com a presença de muitos artistas famosos na época, entre eles: The Who, Led Zeppelin, Dire Straits, Madonna, Queen, David Bowie, BB King, Mick Jagger, Sting, Scorpions, U2, Paul McCartney, Eric Clapton e Black Sabbath.

O cantor Sting tomando vinho. Ele também tem uma vinícola na Toscana, Itália

Agora, uma curiosidade tipicamente brasileira: por mais que o dia 13 de julho seja considerado o “Dia Mundial do Rock”, a celebração da data acontece apenas no nosso país. A ideia teve início em meados dos anos de 1990, quando duas rádios paulistanas dedicadas ao Rock começaram a trabalhar a data em sua programação. A aceitação foi tanta pelos ouvintes que, em poucos anos, passou a ter força em todo país.

Por ser um estilo musical amplo e diverso, é impossível defini-lo de uma só forma, mas há como sentir, se identificar e curtir uma infinidade de vertentes. Assim como no mundo do vinho, no Rock’n’Roll você se propõe, conhece, aprende o seu gosto, se identifica e tem a possibilidade de expandir os seus horizontes. São muitas possibilidades e apreciações, várias experiências e sensações, por isso, separei alguns álbuns e vinhos para serem degustados juntos. Prepare seu vinil, CD ou playlist no Spotify, aumente o som, porque é hora de harmonizar vinhos com clássicos do mundo do rock!

Combinações Rock & Vinhos de sucesso

Pearl é um álbum potente que te faz sentir na pele a intensidade de Janis Joplin. Ela é considerada a “Rainha do Rock and Roll”, “a maior cantora de rock dos anos 1960” e “a maior cantora de blues e soul da sua geração”, e por isso, nada mais justo que trazer a Cabernet Sauvignon, a rainha das uvas tintas para esse momento. A dica é o vinho Nugan Estate Third Generation Cabernet Sauvignon 2019, um exemplar australiano que traz personalidade no sabor marcante de frutas, pimenta e também chocolate devido à passagem por barrica americana. Um excelente Cabernet Sauvignon adaptado em terroir australiano, expressivo e com agradáveis notas apimentadas, perfeito para acompanhar Janis Joplin.

Não pode faltar Queen nessa lista, uma banda que fez história, revolucionou ao trazer várias referências estéticas e musicais para suas composições, que marcou e ainda marca muitas gerações com suas criações vibrantes. Dentre tantos álbuns memoráveis, o escolhido é A Night at the Opera, que é empolgante, elegante, surpreendente e disruptivo. A dica é curti-lo é o Espumante Bouchon País Cinsault Extra Brut 2019, exemplar elaborado com as uvas País e Cinsault, castas patrimoniais do Chile provenientes de duas regiões chilenas, Maule, no Vale Central, e Itata, as áreas que têm a maior parte das vinhas velhas do sul do país. É um vinho que une tradição e modernidade, difícil de ser compreendido, todavia, quando captada sua essência, torna-se uma referência, um marco, um ícone, assim como Queen. Desfrute esse exemplar frutado, marcante, refrescante e vibrante com cada faixa do álbum!

Paranoid mexe com seus sentidos e te faz expurgar, mexer o corpo e a mente. Black Sabbath faz isso com a gente, é potente e intenso, não tem como não mexer a cabeça. Considerados como um dos pioneiros do heavy metal, é uma banda referência para diversos outros grupos, sendo ainda uma grande influência na atualidade. Aproveite Paranoid com Carnivor Bourbon Barrel Aged Cabernet Sauvignon 2018, um exemplar ousado, encorpado e bem estruturado que envelheceu em barris de Bourbon, um passo marcante no mundo do vinho!

The Beatles foi uma banda de rock britânica que definitivamente fez muito sucesso, foi um marco na história do rock com muitas músicas de sucesso e deixou fortes influências nas bandas que vieram depois. Cada álbum marca uma fase da banda, e o escolhido foi o Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band, um enorme sucesso comercial e crítico, aclamado pela vasta maioria dos críticos pela sua inovação na produção musical, escrita e design gráfico, uma representação musical da geração do seu tempo e a contracultura contemporânea. Um exemplar ideal para acompanhar esse álbum é o Ace Kicker Red Blend Espanha 2018, um exemplar com expressiva complexidade nos aromas e sabores, marcante e de longa persistência. Um vinho provocante e com personalidade única elaborado para cativar o paladar e te surpreender a cada gole!

Outra banda que movimenta gerações e permanece com forte presença é Pink Floyd, com várias criações fantásticas e vanguardistas. Dentre tantos álbuns, o escolhido foi o The Dark Side of the Moon, um sucesso imediato em seu ano de lançamento. Um disco que marcou uma nova fase da banda com letras mais pessoais, instrumentais menores, com complexos usos de instrumentos e efeitos sonoros. Cada faixa desse álbum te faz suspirar com sua riqueza sonora, a dica é apreciar essa criação com Manos Negras Stone Soil Malbec 2018, um exemplar concentrado, intenso e autêntico. Este tinto é feito com uvas cultivadas em uma área muito especial de Mendoza, chamada Altamira, pequeno território que possui um terroir excepcional e proporciona uvas muito concentradas e com toque mineral, devido a composição do solo pedregoso. Aprecie cada gole!

Nevermind, da banda Nirvana, se tornou um surpreendente sucesso ao final de 1991 com composições que são hits até os dias de hoje. Além de marcante, esse álbum agrada os mais exigentes ouvintes e os mais diversos públicos, até mesmo quem não é muito adepto ao rock. Sua versatilidade conquistou multidões e tornou-se uma grande referência musical! Para acompanhar tamanha versatilidade, a dica é o Apothic Rosé 2019, um exemplar californiano que agrada com facilidade, tem presença marcante de frutas no aroma e paladar, é autêntico e muito refrescante.

A lista de álbuns e vinhos é extensa. São infinitas possibilidades e muita história para contar. Mas uma coisa é certa: aproveite o dia 13 de julho, Dia Mundial do Rock, com suas músicas favoritas e uma boa taça de vinho. Um brinde aos nossos ídolos mundiais!

*Thamirys Schneider é sommelière da Wine, maior clube de assinatura de vinhos e líder no ranking de importação. Thamirys vem da graduação em Geografia e carrega consigo a paixão pelos estudos relacionados aos fatores geográficos e humanos na paisagem. Com sólida experiência com atendimento ao cliente e foco em sua experiência, tem sempre a preocupação de comunicar o vinho de forma mais didática e acessível a todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s