Dicas de saúde que as nutricionistas gostariam que você soubesse

Zelo ao corpo, planejamentos e organização são pontos cruciais para quem deseja elevar o bem-estar no dia a dia

Um estilo de vida saudável requer um conjunto de cuidados contínuos. De modo a reunir valiosas dicas para quem pretende implementar mudanças e novos hábitos cotidianos, a supervisora de nutrição e dietética do São Cristóvão Saúde, Cintya Bassi, revela o que todo profissional da saúde quer que você saiba:

Alimentação a cada 3 horas: segundo Cintya, esse hábito favorece o bom funcionamento do organismo e evita que sejam cometidos exageros nos horários das refeições principais;

Busca por opções saudáveis: nos intervalos das refeições, são indicadas frutas de baixa caloria e ricas em fibras, como ameixa, pera, goiaba e mexerica, sucos diluídos e sem açúcar, chás gelados e iogurtes desnatados;

Equilibre as porções: “Temos a tendência natural de comer tudo o que está na embalagem, fomos educados assim; porém, é importante escolher porções menores e aprender a comer até estar satisfeito e não ‘cheio’”, destaca a especialista;

Ingestão de água: além da necessidade de hidratação, ela deve ser concentrada no período de intervalo entre as refeições. Assim, “mantemos o organismo hidratado e diminuímos o apetite”, aconselha a supervisora. Tenha sempre uma garrafinha por perto! ;

Consuma alimentos ricos em fibras: eles formam uma espécie de gel no estômago, diminuindo o espaço gástrico e aumentando a saciedade: aveia, pães e biscoitos integrais, soja e barras de cereal light são alguns exemplos desses alimentos;

Consuma oleaginosas: castanha, nozes e avelã, em pequenas porções (cerca de 3 unidades ao dia), são o recomendadas: “Além de fornecer uma boa dose de gordura poli e monoinsaturada, consideradas boas para o organismo, elas são lentamente digeridas, aumentando a saciedade”, esclarece a especialista;

Não exagere no café: um cafezinho faz parte da rotina da maioria dos brasileiros. Porém, a dica é consumir até 3 xícaras pequenas ao longo do dia. “O excesso pode causar irritabilidade e falta de concentração”, pondera Cintya;

Sempre questione se está mesmo com fome: por vezes, a ansiedade e pressão do dia a dia incitam o consumo de guloseimas. Nesses momentos, a busca por lanches saudáveis e pouco calóricos pode ajudar;

Reduza o sal da dieta: “Os alimentos possuem uma quantidade de sal intrínseco e, embora o sal não seja fonte de calorias, favorece a retenção de líquidos, o que pode aumentar o inchaço e até o peso na balança”, explica a nutricionista do São Cristóvão Saúde;

Alguns alimentos devem ser evitados: é o caso daqueles que são ricos em gordura saturada e açúcares, pois além de serem fonte de muitas calorias, em geral trazem poucos nutrientes e benefícios ao organismo. Como exemplos, os alimentos embutidos, frituras, pele de aves, refrigerantes, doces e industrializados.

Anotou as recomendações? Lembre-se de que essas dicas não substituem uma visita periódica a um profissional da saúde, pois apenas em consulta individual é possível saber o que seu organismo necessita para uma vida plena e saudável.

Fonte: Grupo São Cristóvão Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s