Saúde mental no inverno: 5 práticas para melhorar o humor

Psicóloga traz dicas para afastar o desânimo e alerta que, em alguns casos, o período mais frio pode desencadear quadros depressivos

A chegada do inverno costuma ser complicada para quem associa as sensações positivas ao sol e ao calor. A pouca luminosidade, os dias cinzentos com menos interação social, e a vontade de ficar em casa podem levar ao desânimo. Nesses momentos, muitas pessoas são levadas a refletir sobre a vida e os problemas e, em alguns casos, podem chegar até mesmo à depressão.

“É normal nos sentirmos mais sonolentos no inverno, porque produzimos mais melatonina, hormônio estimulado pela ausência de luz. A energia fica mais baixa e, dependendo do momento de vida, pode se desencadear um quadro mais depressivo. Buscar atividades prazerosas e alguns outros cuidados são importantes para passar por esse período com mais alegria e saúde mental”, comenta Milene Rosenthal, psicóloga cofundadora da Telavita, clínica digital de saúde mental.

Milene traz algumas dicas para um inverno com menos desânimo:

É passageiro – a primeira coisa é não esquecer que a estação é passageira e bastante breve aqui no Brasil, se comparado aos países do hemisfério norte, principalmente. São apenas três meses e muitas vezes o clima não é tão ruim. Há dias de sol no inverno. Então, tenha paciência e mentalize que o clima deve melhorar em breve.

Busque recordações – associe também os dias frios a momentos felizes, afinal, não vivemos coisas boas somente no verão. Certamente, todo mundo tem uma memória positiva vivida em um período menos ensolarado ou quente. Quem faz os momentos felizes somos nós e não o clima.

Procure conforto – busque boas sensações, seja em um cobertor, um aconchego, uma programação que goste na TV ou comidas afetivas. Os pratos quentinhos do inverno são um ponto alto da estação e trazem sensação de conforto e bem-estar.

Exercite-se e faça o que gosta – sabemos o quanto pode ser difícil levantar-se da cama e ir à academia, mas o exercício físico aquece o corpo, deixa a cabeça mais leve e libera endorfina, conhecida como o hormônio da felicidade. Ela alivia as tensões e regula as emoções. Procure uma atividade que combine com seu estilo de vida e que você goste. No começo pode ser difícil, mas depois se torna um hábito natural e você passa a notar o quanto ele faz bem.

Atividades prazerosas, indoor ou outdoor, são importantes em qualquer época do ano. Desafie-se a sair de casa e a ver coisas novas, encontre amigos e novas formas de lazer. Descubra um novo hobby, que seja ainda melhor nesta época, fotografe as paisagens, ouça músicas que gosta e observe a natureza.

Se nada der certo, é hora de procurar ajuda profissional

“A terapia tem um papel muito importante para ajudar quem se sente sozinho e desmotivado. O diálogo com um profissional pode ser benéfico para passar por essa situação de incômodo da melhor forma e com o melhor acompanhamento”, finaliza a psicóloga.

Fonte: Telavita

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s