Como harmonizar bebidas e raclette além do tradicional vinho

Prato de origem suíça é destaque no Inverno brasileiro

Com pouco mais de um mês de temperaturas baixas pela frente, você está atento às tendências gastronômicas do Inverno 2022? Entre as mais procuradas está a raclette. O prato, que compartilha das mesmas origens do fondue, tem como base um grande pedaço de queijo aquecido até derreter aos poucos. Quando estiver no ponto, o ingrediente principal é derramado sobre as guarnições, que costumam variar entre carnes, vegetais e pães.  

Ainda dá tempo de aproveitar a iguaria no frio deste ano. Com mais de 400 anos de história, a raclette saiu da região dos Alpes Suíços diretamente para o cardápio do Indaiá, restaurante especializado em fondue, de Itapema (SC). E para quem busca uma experiência ainda mais completa, não há nada melhor do que harmonizar o prato com a sua bebida preferida. “O vinho é a escolha ideal para quem não quer errar. Mas, que tal inovar ou provar sabores diferentes? Você também consegue uma harmonização perfeita com outras bebidas, como espumantes, cervejas e até drinks com ou sem álcool”, sugere Gustavo Piffer, chef e sócio do Indaiá. 

Confira abaixo as dicas que o chef separou para harmonizar bebidas e raclette além do tradicional vinho.

  1. Ouse com moderação: com os mesmos ingredientes, o espumante é um vinho que passa por uma segunda fermentação. Logo, para quem procura algo diferente, mas ainda simples de harmonizar, essa é a escolha ideal. Com queijos, a dica é o brut rosé. “Bruts são versáteis, sendo uma escolha mais fácil. O rosé, por exemplo, conta com um sabor que complementa a receita e a acidez apropriada para limpar as papilas da gordura do queijo. Se você gostar, é uma ótima opção”, sugere Gustavo. 
  1. Para os amantes da cerveja: não é comum acompanhar cerveja com pratos que levam o queijo como base, mas você não precisa deixar a sua bebida preferida de lado. O chef explica que para essa harmonização, a principal dica é igualar a potência de sabores dos ingredientes. “Quanto mais forte for o queijo, mais potente deve ser a cerveja. Por isso, sempre escolha a bebida após decidir o ingrediente principal. Se a raclette levar os queijos mais tradicionais, como o gruyère e o emmental, o ideal é optar por cervejas leves, como a pilsen”. 
  1. Álcool não é obrigatório: quando o assunto é harmonização de bebidas, logo surgem diversas opções alcoólicas. Se você prefere drinques sem álcool, saiba que também é possível encontrar uma harmonização perfeita. “Na combinação com queijos, opte pelas bebidas mais cítricas, com limão ou laranja na composição, por exemplo. O cítrico é uma ótima opção para acompanhar alimentos mais gordurosos, já que amenizam o forte sabor desses produtos”, explica o chef.

Sobre o Grupo Indaiá Inaugurado em 2007, o Restaurante Indaiá, em Itapema, é considerado a realização do sonho de levar o que há de melhor e mais saboroso na gastronomia. Entre tantos reconhecimentos, o espaço é destaque pelo menu diferenciado de fondues e localização inusitada, com vista panorâmica para uma das mais belas paisagens de Santa Catarina. Atualmente, o Indaiá expandiu e atende também com restaurante e ambientes para a realização de eventos em Florianópolis e Joinville. Em breve, estará também em Itajaí e, em Blumenau, no histórico Froshinn

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s