Prevenção à obesidade, médica lista 10 alimentos que não parecem, mas engordam

Alguns alimentos podem até serem saudáveis, mas têm calorias altas e podem representar uma verdadeira cilada para as dietas se consumidos em alta frequência e quantidade. O alerta é da médica nutróloga Ana Luisa Vilela, de São Paulo, especialista em emagrecimento. Ela lista os dez vilões da balança, que enganam muita gente.

Mingau de aveia: ele se tornou o queridinho das dietas por ser rico em fibras e garantir saciedade e assim fica mais fácil controlar a compulsão, mas o sabor de infância que muita gente atribui ao prato pode descontrolar a quantidade. A dica é substituir por um iogurte natural.

Purê de batata-doce: “Apesar da batata-doce conter baixo índice glicêmico, uma boa saída para cair ainda mais este índice é trocar pela abóbora, que é mais magrinha”, fala Ana.

Suco de laranja ou uva: não é porque é suco natural de fruta que está liberado. A médica revela que opções como limão ou maracujá apresentam bem menos calorias.

Abacate, manga ou uva: ”A preferência deve ser por pera, maçã ou morango, que possuem índice glicêmico bem mais baixo”, avisa a especialista.

George Hicks/Pixabay

Arroz integral ou macarrão integral: não é porque são integrais que são a melhor escolha. “Eles podem ser trocados por arroz de couve-flor, macarrão de abobrinha ou de palmito pupunha — bem mais nutritivos e saudáveis, além de mais enxutos nas calorias”.

Açaí: apesar de ser rico em antioxidante e anti-inflamatório e fibras, é calórico principalmente quando adicionado de xarope, leite em pó, granola e outros. Por isso pode ser substituído por frutas congeladas e batidas no liquidificador.

Foto: Max Straeten / Morguefile

Mel ou açúcar mascavo: uma colher de sopa de mel tem, em média, 61 calorias. Já o açúcar mascavo é fonte de ferro e cálcio, mas também é bastante calórico e não deve ser consumido em excesso (73 calorias em uma colher de sopa) a troca pode ser por adoçantes naturais de xiliton ou estévia.

Óleo de coco ou azeite: “Apesar de serem considerados gorduras boas a médica lembra que as quantidades não devem ser exageradas. “Um pequeno fio é suficiente para temperar um prato cheio de salada, por exemplo”, fala a médica.

Chocolate 70% cacau: pode ser trocado por alfarrobas já que enquanto o cacau possui até 23% de gordura, o mesmo índice na alfarroba é de apenas 0,7%, o que faz dessa vagem uma boa opção para quem está em processo de emagrecimento.

Refrigerantes e sucos diet: sempre que possível devem ser trocados por água com limão ou aromatizada. “Um refrigerante diet pode até apresentar menos calorias, mas possuem ingredientes artificiais, aromas e sódio e nenhum benefício nutricional. Por isso não devem ser consumidos de forma abusiva”, finaliza a nutróloga.

Fonte: Ana Luisa Vilela é graduada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Itajubá — MG, especialista pelo Instituto Garrido de Obesidade e Gastroenterologia (Beneficência Portuguesa de São Paulo) e pós-graduada em Nutrição Médica pelo Instituto Ganep de Nutrição Humana também na Beneficência Portuguesa de São Paulo e estágio concluído pelo Hospital das Clinicas de São Paulo — HCFMUSP. Hoje, está à frente da rede da Clínica Slim Form.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s