Ceia de Natal: cuidados para quem tem diabetes, hipertensão e obesidade

Nutricionista parceira da WinSocial aponta dicas para aproveitar as tradicionais receitas da época, comemorando sem descuidar da saúde

Com a chegada do final do ano, vem também a ansiedade pelas comemorações, reencontros e, certamente, as tão amadas comidas de Natal. Porém, pessoas que convivem com diabetes, câncer ou HIV, por exemplo, precisam ter atenção extra à alimentação, sem deixar de se deliciar com as receitas que esperamos o ano todo para apreciar.

Por isso, a nutricionista Déborah Gapanowicz, parceira da WinSocial, plataforma digital de seguro de vida para pessoas com condições crônicas, levantou dicas especiais para que ninguém fique de fora desse momento tão especial.

Diabetes

Imagem meramente ilustrativa – Foto: APrettyLife

Caracterizada pela elevação da glicose no sangue (hiperglicemia), a diabetes é uma doença que exige atenção especial com a alimentação. Nas comemorações de final de ano, é imprescindível estar atento ao teor de açúcar nas sobremesas e aos alimentos gordurosos como o tradicional pernil, além do excesso de carboidrato em alimentos como arroz, batata e farofa, por exemplo. Saladas com mix de folhas e temperos naturais, como azeite e limão, podem ser uma ótima opção de entrada, pois ajudam a saciar e evitar excessos. Em alguns casos, a bebida alcoólica pode ser incluída dando preferência a uma pequena dose de vinho seco, tinto ou branco com menor concentração de açúcar.

Hipertensão

Para pessoas hipertensas, ou seja, aquelas que tem a pressão arterial elevada, é importante realizar algumas trocas durante as refeições. Nas receitas, o leite integral deve ser trocado pelo desnatado e é importante ter atenção ao excesso de sal, principalmente no uso de temperos prontos os substituindo por ervas e especiarias. O pernil também deve ser evitado nesse caso, podendo optar por carnes como chester ou bacalhau desde que esteja bastante dessalgado a fim de não alterar a pressão. Medicamentos não devem ser suspendidos nesse período e bebidas alcoólicas precisam ser evitadas. Já alimentos como nozes e castanhas são muito calóricos e devem ser evitados, porém frutas e legumes estão liberados para o consumo à vontade.

Obesidade

Foto: Pixabay

Algumas comidas são consideradas campeãs de calorias, sobretudo para quem sofre de obesidade, que consiste no acúmulo anormal ou excessivo de gordura no corpo. Pratos tradicionais, como rabanadas, panetones/chocotones e até mesmo farofas, estão entre os alimentos mais calóricos. Durante as festas, o consumo deve ser de apenas um deles e em quantidades reduzidas. As carnes processadas e embutidas, principalmente a carne de porco, devem ser evitadas e substituídas por carnes leves e assadas, com temperos naturais.

“Não só nesta época festiva de final de ano, mas durante toda a alimentação, é fundamental que as pessoas que convivem com diabetes, hipertensão e obesidade equilibrem seus nutrientes. O ideal não é se privar de várias delícias, mas adequar a dieta e curtir de forma saudável. São dicas importantes e que farão a diferença no dia a dia destas pessoas”, comenta Débora.

Fonte: WinSocial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s