Todos os posts de carmenguaresemin

Sobre carmenguaresemin

Libriana, jornalista, escritora, assessora de imprensa, amante da natureza, em especial dos animais e, mais especialmente ainda, de gatos. Criei um blog em agosto de 2015: E De Repente 50. Pensei em um espaço onde poderia dar dicas de beleza, saúde, alimentação, gastronomia, moda e comportamento. Já em junho de 2018, pensei em separar deste primeiro os posts sobre animais. Assim, nasceu o Se Meu Pet Falasse. A intenção é compartilhar experiências, falar de saúde, alimentação, comportamento, adoção e direito animal. Além de falar do meu dia a dia com meus sete gatos. E, agora, em julho, nasce meu terceiro blog: Vivendo com a SII e a Intolerância à Lactose, voltado para quem tem esses problemas. Espero que gostem e que os textos ajudem a quem precisar. Obrigada!

Cabernet Sauvignon ícone de Puente Alto alcança 100 pontos no James Suckling

Safra 2018 expressa a emoção única dos grandes vinhos, graças a uma colheita sem precedentes e a condições meteorológicas ideais. Em breve, estará disponível em todo país, para alegria dos fãs desse emblemático vinho

Uma das mais grandiosas da história de Don Melchor, com condições de vindima praticamente ideais, a safra 2018 conquistou a mais perfeita pontuação que um vinho pode receber: 100 pontos conferidos pelo crítico norte-americano James Suckling, um marco para o setor vitivinícola chileno. Com a obtenção deste marco histórico, Don Melchor consolida sua posição como um dos grandes Cabernet Sauvignon de alta gama no mundo.

Enrique Tirado

“Sem dúvida, a qualidade excepcional do Don Melchor não seria possível sem o terroir de Puente Alto, seu vinhedo, solo e clima, que nos permitem produzir um vinho único em cada safra”, explica Enrique Tirado, enólogo e diretor técnico da Viña Don Melchor.

A expressão da fruta e a qualidade das texturas obtidas no vinhedo, com presença marcada de frutas vermelhas – expressão clara de um Cabernet Sauvignon de Puente Alto, aliás- , taninos suaves e elegantes, resultam em um vinho de grande elegância e densidade, com diferentes camadas de aromas e sabores, além de um nariz prolongado e persistente.

“Isto é alucinante. A vitalidade e a energia neste vinho são deslumbrantes. A complexidade dos aromas é impressionante, com flores, cassis, framboesa e pêssego. Corpo amplo, ainda que muito refinado e polido, com uma beleza e textura impecável. A permanência é maravilhosa. Este é um testemunho do equilíbrio, da harmonia e da transparência em um grande tinto”, afirma James Suckling.

Esta pontuação máxima posiciona o terroir de Puente Alto entre os melhores do mundo, um lugar com condições únicas, capaz de mostrar ao mundo o potencial que o Chile tem para produzir grandes vinhos, e a origem que vem impulsionando há mais de 30 anos a viticultura e enologia de alta qualidade no país. O trabalho rigoroso por trás da elaboração do Don Melchor se infunde na obsessão da equipe enológica e agrícola por compreender cada detalhe do vinhedo, estudando minuciosamente seus solos, entendendo a expressão do terroir e respeitando a essência do vinhedo em cada processo do vinho.

“A perseverança na busca pela melhor expressão e qualidade nos permitiu obter na safra 2018 o que chamamos de safra perfeita. Os vinhos são muito expressivos, com a maturação exata, resgatando toda a expressão da fruta do Cabernet Sauvignon e do Cabernet Franc”, afirma o enólogo.

A safra 2018

A safra 2018 é uma das grandes safras na história do vinho Don Melchor, na qual a vindima transcorreu em condições praticamente ideais. A primeira parte da temporada se desenvolveu com boa quantidade e concentração de precipitação, acumulando 338,2 mm entre os meses de maio e outubro de 2017. O período posterior foi mais seco, atingindo um total acumulado de 343,8 mm no final da vindima, em abril de 2018. Isto permitiu aos solos manter uma reserva hídrica muito boa, favorecendo o bom crescimento dos brotos.

Na primavera, a partir do mês de novembro, a temperatura subiu significativamente, permitindo no final de janeiro e princípio de fevereiro, que os cachos se desenvolvessem rapidamente e de maneira mais concentrada, antecipando uma boa homogeneidade no seu amadurecimento. Posteriormente, na segunda metade do período de amadurecimento, as baixas temperaturas noturnas em março e abril ajudaram a atingir um ótimo amadurecimento na época da colheita, conservando toda a expressão de fruta e uma excelente maturação dos taninos.

A colheita decorreu principalmente no mês de abril, terminando na primeira semana de maio, com praticamente ausência de precipitação, temperaturas quentes durante o dia, mas noites bastante frias, condições ideais para a colheita e que permitiram acompanhar muito de perto cada lote do vinhedo e colher a uva em seu momento exato. Don Melchor 2018 possui o caráter único dos grandes vinhos e das grandes safras. É composto por 91% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc, 3% Merlot, 1% Petit Verdot e passou 15 meses em barris de carvalho francês, sendo 67% de primeiro uso e 33% de segundo uso.

Don Melchor 2018 é um vinho que ressalta a expressão da fruta e a qualidade das texturas obtidas no vinhedo de Don Melchor – apresenta este caráter único de vinhos e safras grandiosas. É composto por 91% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc, 3% Merlot, 1% Petit Verdot e envelheceu durante 15 meses em barris de carvalho francês, dos quais 67% eram de

O Terroir

O Vale do Maipo constitui a região vitivinícola de maior prestígio do Chile e é neste lugar onde, precisamente, está localizado o vinhedo Don Melchor. Localizado aos pés da Cordilheira dos Andes, na ribeira norte do Rio Maipo – a 650 metros acima do nível do mar – o vinhedo Don Melchor desempenhou um importante papel na história moderna do vinho chileno. Situado em uma das zonas mais frias dentro do Vale do Alto Maipo, marcada por um clima mediterrâneo semiárido, com uma temperatura média anual de 14,4 °C e uma pluviometria média de 350 mm., o vinhedo está plantado com variedades francesas pré-filoxera que foram importadas da França em meados do século XIX.

Uma das qualidades mais importantes do vinhedo corresponde às características de seu solo: pobre em nutrientes e de uma constituição diversa, está composto por argila, limo, areia, cascalho e pedras arredondadas produto da erosão milenar causada pelas geleiras que avançaram desde as montanhas em direção ao vale, arrastando material que logo deu origem aos terraços. Estes solos garantem uma boa drenagem e uma baixa fertilidade, o que ocasiona uma restrição no crescimento vegetativo das plantas, favorecendo a concentração e o amadurecimento natural dos cachos.

A majestosa Cordilheira dos Andes constitui outro elemento crucial neste extraordinário terroir. Devido à influência fria, que se manifesta na forma de brisas frescas e de uma grande amplitude térmica entre o dia e a noite durante o período de amadurecimento, a maturação ocorre de forma lenta e homogênea junto com a conservação de uma acidez precisa, fruta vermelha fresca e uma maior concentração de cor, aromas e sabores nos cachos.

O vinhedo está formado por 127 hectares, dos quais 90 % correspondem a Cabernet Sauvignon, 7,1 % a Cabernet Franc, 1,9 % a Merlot e 1 % a Petit Verdot.

O Vinho

A cada ano, o enólogo Enrique Tirado percorre o vinhedo, provando fileira por fileira e checando a maturação dos cachos para definir o momento exato no qual a uva deve ser colhida. A vindima de Don Melchor é determinada após a degustação e a realização de análises específicas na uva. As frutas são colhidas manualmente, entre meados de abril e princípio de maio e apenas aquelas bagas de uva maduras, intactas e saudáveis são selecionadas para a fermentação em tanques de aço inoxidável.

Cada seção homogênea é vinificada separadamente, com especial cuidado com a temperatura e as remontagens de cada tanque. A cor e os taninos são extraídos do bagaço e das sementes da uva através de uma delicada maceração. Após a fermentação, o bagaço juntamente com as sementes é prensado para preservar a máxima qualidade dos taninos da uva. Uma nova safra de Don Melchor nasce quando é definida a proporção dos distintos Cabernet Sauvignon, provenientes dos diversos lotes do vinhedo, que formarão o blend final, podendo chegar a representar 60 a 70% do vinho total.

Alguns anos, pequenas porcentagens de Cabernet Franc, Merlot e Petit Verdot são adicionadas para entregar complexidade e elegância ao blend final. Assim, todos os anos no povoado de Lamarque, Bordeaux, na França, o enólogo Enrique Tirado se reúne com Eric Boissenot – filho do renomado consultor bordalês Jacques Boissenot – para degustar em torno de 150 lotes do vinhedo, selecionando apenas aqueles que, na proporção exata, definirão uma nova safra de Don Melchor.

Uma vez definida a mescla, a nova safra de Don Melchor é transferida para barris de carvalho francês dos bosques de Allier, Tronçais e Nevers. Cerca de dois terços dos barris são novos e o terço restante já foi usado anteriormente. Após um período de 14 a 15 meses, o vinho é engarrafado e continua seu envelhecimento por mais um ano, desenvolvendo assim a complexidade e a elegância próprias de Don Melchor.

Burger Fest, em formato presencial, delivery e take out, vai até 15 de dezembro

Festival é apresentado por Santander – o Banco da Gastronomia, e Heinz – a marca de ketchup nº 1 do mundo, além de contar com o apoio de Goose Island, Getnet, Ben e Esfera

São Paulo – e outras cinco capitais brasileiras – sediam simultaneamente a edição 2020 do Burger Fest, maior festival do mundo a celebrar a cultura do hambúrguer. Até 15 de dezembro, restaurantes, bares e hamburguerias promovem receitas exclusivas e criativas de hamburguer em seus menus.

Com patrocínio Santander e Heinz, a 15ª edição está sendo realizada na capital paulista, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis, Porto Alegre e Curitiba. Desta vez, adequando-se ao momento atual, o Burger Fest promove o formato presencial, mas também opções de delivery e take out. Claudio Baran, criador do festival, explica que o Burger Fest foi criado para fomentar negócios, inspirar e trazer novas experiências para o público, valorizando ingredientes premium e, neste momento, visa também auxiliar o segmento na recuperação da atividade econômica.

“Depois de nove anos, o festival se mantém como o principal incentivador do cenário de casas que servem hambúrguer em seu melhor momento, e nesta edição, com um propósito ainda maior – o apoio à retomada da economia”, reforça.

Cada participante teve a liberdade de assinar uma receita exclusiva, sem limite de preço ou ingredientes. Além disso, as casas podem optar pela criação de um “Combo Santander”, com hambúrguer + acompanhamento + bebida, pelo preço fechado de R$ 25. Em São Paulo o Burger Fest contará nesta edição especial com participantes como: Fat Cow, Johnnys, Holy Burger, Z Deli, Ruella, Frank & Charles, Bullger, Forneria San Paolo, Lanchonete da Cidade, Tradi, Pobre Juan, Matilda Lanches, C6 Burger, San Do It, Quintal DeBetti, Meats, Vinil Burger, Goose Island BrewHouse, General Prime Burger JK, The Bear Burger, Taverna Medieval, Varal 87, Condimento Café, entre outros.

Em nove anos de existência, o Burger Fest já atingiu a marca de mais de 1,5 milhão de hambúrgueres consumidos, em aproximadamente mil restaurantes espalhados pelo Brasil, gerando mais de R$ 150 milhões em vendas. Nesta edição, o festival é apresentado por Santander – o Banco da Gastronomia, e Heinz – a marca de ketchup nº 1 do mundo, além de contar com o apoio de Goose Island, Getnet, Ben e Esfera.

Confira a lista completa de casas e burgers participantes no site, que apresenta, também nesta edição, uma nova plataforma digital disponível a partir do primeiro dia do evento, como botões para pedidos de delivery, reservas e opções para “favoritar” restaurantes.

Informações: Burger Fest

Uber prorroga parceria com Fundação Pró-Sangue para oferecer viagens gratuitas a doadores em SP

A parceria entre a Uber e a Fundação Pró-Sangue, que oferece corridas gratuitas a quem doar sangue em São Paulo, foi prorrogada até o próximo sábado (5/12). A campanha, iniciada no último dia 23, visa apoiar a manutenção dos estoques dos hemocentros da região metropolitana.

Com a prorrogação, por mais uma semana a Uber vai custear a viagem de doadores que queriam se deslocar aos postos de coleta Clínicas, Dante Pazzanese, Mandaqui, Osasco, Barueri e Stella Maris (Guarulhos).

De acordo com a Fundação Pró-Sangue, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, por conta da pandemia de Covid-19 foram registradas fortes quedas nas doações neste ano, impactando no nível das reservas e deixando os estoques em estado crítico. A situação é ainda mais preocupante considerando que as cirurgias eletivas foram retomadas, aumentado a demanda.

A Fundação já emitiu um alerta sobre a necessidade urgente de doações. Atualmente o estoque opera com cerca de 30% das bolsas necessárias para dar atendimento a mais de 100 instituições de saúde da rede pública da região metropolitana.

Os postos de coleta reforçaram medidas de higiene e prevenção ao coronavírus e orientam aos doadores agendar previamente a doação pelo site clicando aqui.

Ilustração: Kalhh/Pixabay

Após o agendamento, as doações de sangue podem ser feitas nos postos:

=Clínicas (Av. Dr. Enéas Carvalho de Aguiar, 155, São Paulo)
Segunda a sexta, das 8h às 18h; sábado, das 8 às 17h

=Dante Pazzanese (Av. Dr. Dante Pazzanese, 500, São Paulo)
Segunda, terça, quinta e sexta, das 8h às 13h

=Mandaqui (R. Voluntários da Pátria, 4227, São Paulo)
Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30

=Osasco (R. Ari Barroso, 355, Osasco)
Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30; sábados, das 8h às 16h

=Barueri (R. Angela Mirella, 354, Barueri)
Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h

=Stella Maris (R. Maria Cândida Pereira, 568, Guarulhos)
Segunda a sexta-feira, das 8h às 16h

Confira no site da Fundação os requisitos para fazer a doação de sangue e dúvidas sobre o procedimento.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Uber tem atuado em parceria com hemocentros em todo o país para ajudar a manter os níveis dos estoques de sangue. Durante a pandemia, as doações chegaram a ter queda de até 50% em algumas regiões do Brasil. Todas as iniciativas anunciadas pela Uber durante a pandemia podem ser encontradas no site clicando aqui.

Como ativar o código de desconto da Uber:

  1. Antes de definir a viagem, inclua o código promocional na aba “Pagamento”, no canto superior esquerdo do app da Uber
  2. No item “Promoções”, selecione a opção “Adicionar código promocional”
  3. Insira o código UBERPROSANGUENOV
  4. Por último, clique em “Adicionar”
  5. Escolha a sua viagem no app da Uber
  6. Não esqueça de deixar sua doação agendada pelo site.

O código é válido para duas viagens por usuário, tendo um dos postos definido como origem ou destino, com desconto limitado a R$ 20,00 por viagem e sujeito à disponibilidade. Promoção válida para viagens realizadas entre 23/11/20 e 05/12/20.

Urban Decay lança paleta de sombras Naked Ultraviolet no Brasil

Cruelty-free, a novidade com 12 cores é inspirada nos anos 1990 e no tom de roxo que faz parte do DNA da marca para olhos coloridos com longa duração

A marca californiana e cruelty-free Urban Decay lança a paleta de sombras Naked Ultraviolet para somar à família Naked. A novidade é inspirada na nostalgia dos anos 90 e no tom de roxo que faz parte do DNA da marca, trazendo uma gama de tonalidades e possibilitando a criação de looks discretos até os mais ousados e coloridos.

A paleta Naked Ultraviolet possui 12 cores exclusivas que vão do lilás, magenta, violeta até o coral e conta com 3 tons holográficos e super brilhantes que transformam seu look (cores: Dazed, Lucid e Euphoric). Com 5 acabamentos diferentes, matte, metálico, brilhante, holográfico e cintilante, a sua fórmula “wet or dry” conta com a exclusiva tecnologia Urban Decay de infusão de pigmentos, garantindo mais pigmentação, maciez, duração e zero sujeira.

Para auxiliar na hora de aplicar a sombra, a paleta Naked Ultraviolet inclui um exclusivo pincel duplo vegano, feito de fibra de garrafa pet e alumínio reciclável. De um lado, um pincel cônico com cerdas alongadas, ideal para esfumar, e do outro, cerdas mais curtas e densas, perfeito para depositar a sombra e aplicações mais precisas.

A makeup artist oficial de Urban Decay no Brasil, Gabi Pinheiro, dá dicas para combinar a sombra: “Experimente os sete primeiros tons da paleta, da esquerda para a direita, para um look rápido e fácil, ou aplique em camadas para criar uma aparência suave e multidimensional nos olhos. Outra dica é usar os cinco tons mais intensos à direita da paleta para criar um look mais ousado e um olho super esfumado”.

As cores da paleta são: Trippin’ (bege aveludado), Mind Slip (coral matte), Dazed (coral brilhante), Hacked (rosa claro matte), VR (marrom arroxeado holográfico), Lucid (menta holográfico), Optimized (lilás aveludado), Warning (rosa magenta brilhante), Cyber Punk (roxo brilhante), Euphoric (violeta holográfico), Purple Dust (roxo acinzentado brilhante) e Digital (cinza escuro metálico).

A paleta de sombra Naked Ultraviolet de Urban Decay está disponível com exclusividade em todas as lojas e pelo site Sephora.

Beauty Monday Sephora traz mais um dia de descontos para os Beauty Lovers

Todas as lojas, studios e site oferecem, no mínimo, 15% OFF no dia 30 de novembro, oportunidade ideal para os apaixonados por beleza rechearem o nécessaire

A Sephora, maior e mais visionária rede de produtos de beleza do mundo, surpreende com mais um dia de descontos imperdíveis para os beauty lovers ampliarem seu acervo de beleza, com os melhores produtos do mercado.

Preços especiais permanecem no e-commerce, nas lojas e studios de todo o país – a marca oferece, em 30 de novembro, mais um dia inteiro de descontos com a Beauty Monday e seus 15% OFF em todos os produtos.

A iniciativa encerra a programação de descontos especiais que marcou o mês de novembro com a Sephora Beauty Friday.

Sephora Beauty Monday
30/11: 15% OFF em todas as lojas, studios e e-commerce.
*Os descontos permanecem em vigor enquanto durarem os estoques.

A Tal da Castanha ensina a preparar Cocada de Colher

Aprenda como fazer cocada de colher sem leite de origem animal. A receita é da chef Paula Almeida que participou do Festival Culinário Digital promovido recentemente pela A Tal da Castanha.

Nos ingredientes, ela utiliza o leite Caju + Coco da A Tal da Castanha. A bebida apresenta apenas três ingredientes, sendo castanha-de-caju, água e leite de coco. A mistura tropical de coco e castanhas é naturalmente rica em ômega 9, vitaminas e minerais, é orgânica e não adoçada. Confira a receita a seguir:

Cocada de Colher

Ingredientes:
• 1 xícara de coco seco ralado sem açúcar;
• 1 xícara de leite de vegetal de Caju + Coco da A Tal da Castanha;
• 2 colheres de sopa de óleo de coco;
• 1 colher de sopa de leite de coco em pó;
• Açúcar de coco ou xilitol – quanto baste.

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes em uma panela e mexa até ficar na consistência cremosa. O açúcar de coco além de adoçar, vai dar essa cor linda para a cocada, mas não precisa de muito. Se usar o xilitol a cocada vai ficar branca, mas igualmente gostosa.

Fonte: A Tal da Castanha

Conheça algumas fake news da nutrição

Nutricionista do Órion Complex desmistifica notícias relacionadas ao poder dos alimentos e quais seus reais benefícios em tempos de pandemia

Quando se pensa em nutricionista o que logo vem à mente é dieta. Mas o papel desse profissional vai muito além de calcular calorias, como explica a nutricionista Laura Filmari, que atende no centro clínico do Órion Complex.

Segundo ela, o ato de comer ultrapassa as necessidades físicas e biológicas, pois, além de prazeroso, comer envolve multifatores, como questões emocionais, culturais e religiosas e o nutricionista pode contribuir com todo o processo ao estabelecer um cardápio que atenda essas necessidades. Em tempos de pandemia, por exemplo, muito se falou em como evitar contrair o novo coronavírus através da alimentação, entretanto, ela explica que isso não é possível.

De acordo com Laura, o objetivo de uma boa alimentação em tempos de pandemia, é fortalecer o sistema imunológico, mas segundo ela não é somente isso. “O organismo é complexo e ter uma boa imunidade reúne um conjunto de fatores como qualidade de sono, níveis de estresse, uso ou não de medicamentos, doenças crônicas e alimentação saudável. Ou seja, a alimentação não é exclusivamente o único fator que contribui para uma boa imunidade”, pontua.

Laura lembra que muitas notícias falsas, as fakes news, foram dissipadas, principalmente no início da pandemia induzindo as pessoas a realizarem suplementação com o intuito de se protegerem do vírus. Para sanar as dúvidas, ela listou as quatro que mais impactam a população e desmistifica seus efeitos. Confira:

Foto: Nicole Franzen

Suplementar vitamina C: vitamina C, ou ácido ascórbico, é um dos nutrientes mais fáceis de obter através da alimentação. Ela está presente em frutas como laranja, mexerica, morango, kiwi, acerola, limão, manga, goiaba, caju, mamão papaia, e em hortaliças como brócolis, couve, pimentão amarelo, salsa. “O consumo de duas laranjas ou uma fatia fina de mamão ou até mesmo uma colher de servir de couve crua já garante a quantidade diária de vitamina C. Por isso suplementar esse nutriente, quando se consegue atingir os níveis recomendados pela alimentação, é um desperdício de dinheiro e pode até elevar o risco de cálculo renal”, alerta.

Suplementar vitamina D: vitamina D, que na verdade é um hormônio, é muito importante para o organismo. Além de suas funções mais conhecidas relacionadas à saúde dos ossos, contribui com o crescimento, sistema imunológico, cardiovascular, músculos, metabolismo e produção de insulina. Laura explica que é muito importante manter os níveis adequados para a saúde como um todo. Porém, fazer suplementação sem a indicação de um profissional e a comprovação de exames bioquímicos é extremamente perigoso. “O resultado pode ser o aumento de cálcio na urina e no sangue causando cálculos renais e até mesmo arritmia”.

Livestrong

Beber água com limão em jejum: ao contrário do que se fala, a água com limão em jejum não tem o poder de detoxificar o nosso organismo. “Ao ingerir esse líquido, você estará ingerindo água rica em vitamina C, que é um poderoso nutriente antioxidante. Então, tomar água com limão, seja ela em jejum ou não, pode te ajudar a atingir os níveis de diários recomendado de vitamina C”, conta Laura, que lembra ainda que existem benefícios para a digestão ao ser ingerida junto ou após as refeições. Entretanto, isso nada tem a ver com prevenção do novo coronavírus.

Suplementar óleo de alho: apesar de o alho ser um ótimo antioxidante e ser uma boa fonte de nutrientes como manganês, vitamina B6 e vitamina C, Laura ressalta que não existe nenhuma comprovação científica de que a suplementação do óleo de alho ajuda no combate do coronavírus. “O consumo em excesso pode desencadear uma série de problemas, como por exemplo mulheres que possuem o fluxo menstrual intenso podem ter o quadro agravado. Quem sofre de hipotensão pode ficar com a pressão arterial mais baixa ainda, e quando administrado juntamente com medicamento anticoagulantes orais podem aumentar a biodisponibilidade do medicamento, provocando hemorragias”, finaliza.

Fonte: Órion Complex

Menopausa: entenda o que é este fenômeno fisiológico e as mudanças que ele traz

Processo natural do organismo feminino, menopausa causa diversas modificações no corpo da mulher, que vão desde ressecamento da pele, cabelos e genitais até instabilidade emocional. Ginecologista explica a causa desse evento e aponta métodos para diminuir os sintomas

Conforme envelhecemos, nosso organismo passa por uma série de alterações que afetam o corpo. Na mulher, uma dessas alterações é a menopausa, caracterizada pela suspensão definitiva da menstruação.

“A condição é diagnosticada após um ano do último evento de sangramento menstrual da mulher, podendo ser subdividida em períodos a partir desta fase. Durante a menopausa, algumas mulheres são assintomáticas e não se queixam de nenhuma intercorrência. Porém, a grande maioria pode apresentar sintomas físicos, comportamentais, emocionais e psicológicos causados pela queda hormonal”, explica Ana Carolina Lúcio Pereira, ginecologista membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

A mulher pode identificar que entrou na menopausa ao notar sintomas como ganho de peso, principalmente na região abdominal, insônia, ondas de calor, sudorese noturna e alteração do humor com instabilidade emocional.

“Geralmente ocorrendo após os 50 anos, mas podendo acontecer antes em casos de falência ovariana prematura, ou seja, quando a mulher deixa de ovular precocemente, a menopausa gera uma série de modificações no organismo da mulher, que acontecem principalmente devido à queda na produção de estrogênio, incluindo perda de massa óssea e massa magra, cansaço, diminuição do colágeno e ressecamento da pele e cabelos, com consequente acentuação dos sinais de envelhecimento. Além disso, o emocional da mulher tende a ficar extremamente abalado, visto que deixa de apresentar a mesma aparência e feminilidade que tinha anteriormente”, destaca a médica.

A queda de estrogênio na menopausa afeta principalmente a região íntima da mulher e, consequentemente, sua vida sexual. “A diminuição dos hormônios femininos leva à atrofia vaginal e redução da libido e da lubrificação do genital, fatores que afetam diretamente o bem-estar da mulher, visto que, na região íntima, uma mucosa atrofiada e sem lubrificação pode causar dor e desconforto durante a relação sexual, sangramento, ardência, corrimentos e até mesmo infecções urinárias de repetição”, explica a ginecologista.

De acordo com a especialista, com a diminuição hormonal e desconhecimento de sua nova identidade física devido à menopausa, a mulher também pode perceber o envelhecimento de uma forma mais conturbada, transferindo essa insatisfação para seu relacionamento sexual. “A falência ovariana também faz com que a mulher se torne incapaz de engravidar, salvo em casos em que se tenha realizado ovodoação prévia ou congelamento dos óvulos.”

A má notícia é que não existem métodos para se prevenir ou retardar a menopausa, visto que é definida geneticamente. Porém, esse processo de alterações hormonais tem fim, o que ocorre por volta 65 anos, quando a mulher entra no período senil e os sintomas e desconfortos consequentes da baixa hormonal se encerram.

Além disso, para as mulheres que sofrem demais com a queda hormonal é possível reduzir os sintomas da menopausa por meio da reposição de estrogênio em baixas doses por administração local (vaginal) ou sistêmica (oral e transdérmica). “A reposição hormonal restabelece a função orgânica, melhorando a sintomatologia da menopausa e, consequentemente, a adaptação da mulher a essa nova fase de sua vida”, ressalta Ana.

“Porém, o tratamento com hormônios é contraindicado para pacientes oncológicas ou com histórico de câncer, com patologias que não permitem associação hormonal ou que sofrem de alterações mamográficas e bioquímicas. O medo e o desejo da paciente também possuem grande influência na hora do médico prescrever a reposição hormonal.”

Os sintomas da menopausa também podem ser mascarados com terapia cognitiva comportamental e hipnoterapia, métodos alternativos ao tratamento hormonal que têm se mostrado muito promissores. “Por fim, é importante ressaltar que a menopausa é um processo natural do envelhecimento que ocorrerá em todas as mulheres em algum momento da vida. Por isso, ao notar os sintomas da queda hormonal, o mais importante é que você visite um médico ginecologista, que poderá dar orientações para que você passe por essa nova fase de sua vida da forma mais tranquila possível”, finaliza.

Fonte: Ana Carolona Lúcio Pereira é ginecologista, membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), especialista em Ginecologia Obstetrícia pela Associação Médica Brasileira e graduada em Medicina pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro em 2005.

Torta Tropical Zero Açúcar: a sobremesa perfeita para dias quentes

Kiwi, Morango, Manga e Mirtilo são algumas das frutas utilizadas nesta receita criativa, saborosa e saudável

Para os consumidores que estão em busca de uma receita saudável, prática e encantadora que incremente as sobremesas de verão, a Lowçucar selecionou a Torta Tropical Zero Açúcar. Para essa sugestão a equipe utilizou o Kiwi, Morango, Manga e Mirtilo que na composição entram em perfeita harmonia de cores e sabores, mas você pode trabalhar com as frutas típicas da sua região e dar um toque especial a receita. Vamos conferir?

Torta Tropical Zero Açúcar

Ingredientes

Massa:
1 gema (15g)
7 colheres (sopa) de Adoçante Culinária Lowçucar (52g)
1½ xícara (chá) de farinha de trigo (225g)
5 colheres (sopa) de margarina culinária (100g)
3 colheres (sopa) de água

Recheio:
½ embalagem de Pó para Preparo de Sobremesa de Leite Condensado Lowçucar Zero Adição de Açúcares (110g)
½ embalagem de creme de leite light (100g)
2½ xícaras (chá) de leite desnatado (500ml)
4 colheres (sopa) de amido de milho (40g)

Geleia de brilho:
½ xícara (chá) de água (100ml)
1 colher (sopa) de amido de milho (10g)
1 colher (sopa) de Adoçante Culinária Lowçucar (8g)

Para decorar:
3 kiwis descascados e cortados em fatias (240g)
½ manga descascada e cortada em fatias (200g)
6 morangos (140g)
50g de mirtilo

Modo de preparo

Massa: em um recipiente coloque todos os ingredientes e misture bem até formar uma massa homogênea. Forre toda superfície de uma forma de aro removível de 20cm de diâmetro, fure com auxílio de um garfo e leve ao forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 20 minutos. Reserve.

Recheio: prepare o leite condensado conforme as instruções da embalagem. Em uma panela, coloque o leite condensado, o amido, o leite e leve ao fogo até engrossar. Desligue o fogo, acrescente o creme de leite e misture bem. Coloque em um refratário, cubra com filme plástico e leve à geladeira para gelar.

Geleia de brilho: em uma panela misture a água, o amido de milho, o adoçante e leve ao fogo até engrossar. Retire do fogo e deixe esfriar.

Montagem: corte as frutas em fatias e reserve. Aplique o creme sobre a massa e decore com as frutas. Em seguida espalhe a geleia de brilho e leve para gelar por aproximadamente 1 hora.

Rendimento: 30 porções de 60g
Dificuldade: Fácil
Preparo: 1 hora
Calorias: 99 por porção de 60g

Fonte: Lowçucar

Batata doce palito com ervas do Divino Fogão

Pode ser petisco ou pode ser uma deliciosa entrada ou ainda um gostoso acompanhamento. Você escolhe. A receita é da rede Divino Fogão. Confira:

Batata doce palito com ervas

Ingredientes:
2 unidades de batata doce
Sal a gosto
Ervas (orégano, manjericão, salsa, alecrim) a gosto
1 fio de azeite

Modo de preparo:
Cozinhar a batata com casca e com sal até ficar al dente. Cortar em formato palito. Em uma tigela, colocar a batata doce e temperar com as ervas e o azeite. Levar ao forno 200ºC por 20 a 25 minutos até ficar dourada e crocante. Servir.

Tempo de Preparo: 30 minutos
Rendimento: 4 pessoas

Fonte: Divino Fogão