Todos os posts de carmenguaresemin

Sobre carmenguaresemin

Libriana, jornalista, escritora, assessora de imprensa, amante da natureza, em especial dos animais e, mais especialmente ainda, de gatos. Criei um blog em agosto de 2015: E De Repente 50. Pensei em um espaço onde poderia dar dicas de beleza, saúde, alimentação, gastronomia, moda e comportamento. Já em junho de 2018, pensei em separar deste primeiro os posts sobre animais. Assim, nasceu o Se Meu Pet Falasse. A intenção é compartilhar experiências, falar de saúde, alimentação, comportamento, adoção e direito animal. Além de falar do meu dia a dia com meus sete gatos. E, agora, em julho, nasce meu terceiro blog: Vivendo com a SII e a Intolerância à Lactose, voltado para quem tem esses problemas. Espero que gostem e que os textos ajudem a quem precisar. Obrigada!

The Body Shop aumenta a linha Tea Tree com novo hidratante facial

Coleção best seller da marca tem novidades

A The Body Shop, marca reconhecida mundialmente pela sustentabilidade, ativismo em prol da diversidade e ética, traz um lançamento para a sua linha mais vendida mundialmente – e aqui no Brasil também.

Os produtos Tea Tree, voltados para peles mistas e oleosas, contam com óleo de Tea Tree da comunidade do Quênia. Conhecido no país como melaleuca, o óleo possui propriedades purificantes, antibacterianas e cicatrizantes.

E a novidade vem para agregar o ritual de pele dos fãs desse cult-favorite: um hidratante facial matificante, ideal para peles oleosas. Chega do mito de que este tipo de pele não precisa de hidratação! O Hidratante Facial Tea Tree (R$ 79,90) conta com ação profunda por 24 horas, ajudando a equilibrar a produção natural de oleosidade da pele. Sua fórmula exclusiva é super leve e não oleosa, se espalha perfeitamente na pele.

Modo de usar: Aplique na ponta dos dedos uma quantidade do tamanho de uma ervilha e massageie suavemente no rosto e pescoço limpos, em movimentos para cima. Adequado para aplicações diurnas e noturnas.

Além disso, duas novas volumetrias da linha chegam às lojas The Body Shop. Os queridinhos Gel de Limpeza Facial (R$ 79,90) e Tônico de Limpeza Facial (R$ 89,90) aparecem nas versões de 400ml, perfeitas para quem faz uso diário dos produtos.

O ritual perfeito

Para completar o ritual perfeito de pele de Tea Tree, aposte em outros produtos da linha – que podem ser usados diariamente! O Sérum Facial Anti-imperfeições (R$ 119,10) tem absorção rápida e melhora a textura e oleosidade da pele. Ele pode ser aplicado na palma da mão e espalhado na pele.

Para ocasionais pontos de inflamação, o ideal é correr para o Óleo de Tea Tree (R$ 59,90). Com um algodão, aplique o óleo diretamente na espinha e em 48 horas o seu rosto estará uniforme. É um best-seller da The Body Shop: a cada 8 segundos um item é vendido no mundo!

A Máscara de Tratamento Noturno Tea Tree (R$ 119,90) proporciona refrescância, redução da oleosidade e minimiza as imperfeições da pele. Formulada com ácido salicílico e óleo de Tea Tree, esta máscara com textura em gel, deixará sua pele mais saudável e suave, com uma aparência renovada.

Informações: The Body Shop

Praticidade e sabor: sorvetes são a sobremesa perfeita para todas as refeições

Escolher o sorvete como grande personagem principal das sobremesas vale para qualquer ocasião, seja após as refeições do dia a dia ou do final de semana. Além de já vir pronto para servir, agregando praticidade quando já temos outros pratos para elaborar, são tantos sabores e opções deliciosas que fica muito mais fácil agradar o paladar de todos. Por isso, a Perfetto, uma das maiores indústrias de sorvete do Brasil, selecionou algumas opções para que você eleja a sua preferida.

Para os fãs de frutas

Aos apaixonados por abacaxi, a Perfetto disponibiliza opções da linha Variatta como o Abacaxi Francês, com pedaços da fruta ao vinho e uma deliciosa calda de uva. Preço sugerido: R$ 18,90

Outra opção da linha Variatta, para quem gosta de sabores mais cítricos, é o Mousse de Maracujá, que vem com muita calda da fruta, elaborada na própria fábrica da marca, com a polpa in natura. Além de ser uma sobremesa deliciosa, o processo de produção preserva os nutrientes do maracujá. Preço sugerido: R$ 18,90

Para agradar os paladares que gostam de um sorvete bem cremoso e de sabor único, a linha Variatta conta também com o Banana com Açaí, feito com bananas in natura e calda de açaí, elaborada a partir da própria polpa pasteurizada do açaí. Preço sugerido: R$ 18,90

Loucos por chocolate

Aos que não abrem mão do chocolate, entre as opções da Perfetto estão o Speciale Fantástico 3 Chocolates, um sorvete cremoso de chocolate meio amargo, com flocos de chocolate branco e uma irresistível calda de chocolate trufado. Impossível não se apaixonar. Preço sugerido: R$ 16,90

Além das opções com frutas, a linha Variatta apresenta o Leite Trufado, um cremoso sorvete de leite com cobertura de chocolate trufado, especialmente desenvolvida pela marca. Preço sugerido: R$ 18,90

Agora, se é somente o puro e verdadeiro chocolate que te alegra, pode apostar no Variatta Chocolate, com massa e calda trufada, elaboradas com o exclusivo chocolate da marca. Preço sugerido: R$ 18,90

Para alegrar a todos

Como não poderia faltar, a Perfetto oferece também opções deliciosas em picolés. Na linha Fazendo a Festa, com kits em multipacks de 8 unidades, o sabor clássico combina sorvete cremoso de baunilha com cobertura de chocolate. Os outros sabores são sorvete de coco coberto com chocolate e sorvete de chocolate com cobertura também. Preço sugerido: R$ 13,90

Fonte: Perfetto Alimentos

Menopausa: como cuidar da alimentação nesta fase

A nutricionista e especialista em saúde da mulher, Angela Federau, dá dicas importantes de alimentos que podem amenizar os sintomas do climatério e menopausa

Segundo a OMS, o climatério corresponde ao período final da fase reprodutiva, sendo dividido em três fases: pré-menopausa, perimenopausa e pós-menopausa.

O climatério consiste no declínio progressivo e fisiológico da fertilidade da mulher. Tais alterações levam a inúmeras mudanças físicas, metabólicas e emocionais na mulher, pois representa a transição da vida reprodutiva para a não reprodutiva.

Os sinais e sintomas do climatério atingem entre 60 a 80% das mulheres. O início, a duração e a intensidade dos sintomas variam, porém são alvos de queixas frequentes, que afetam diretamente a sua qualidade de vida, como: fogachos, sudorese noturna, secura vaginal, alterações de libido, insônia e alterações de humor.

A nutrição pode ser grande aliada para ajudar as mulheres a atravessarem essa fase da vida. Pensando nisso, Angela Federau, nutricionista e especialista em saúde da mulher sugere três opções nutricionais que podem ajudar no combate às queixas do climatério.

Soja

As isoflavonas presentes na leguminosa podem auxiliar na redução da sintomatologia climatérica, principalmente nos episódios de fogachos, pela sua estrutura molecular e propriedades similares aos estrógenos humanos. Na pós-menopausa, a ação estrogênica das isoflavonas, atuam compensando a queda do nível de estrogênio, o que contribui para melhora dos sintomas.

Amoreira-preta

A amoreira-preta é conhecida popularmente pelas suas propriedades medicinais. Contém uma variedade de compostos fenólicos, incluindo flavonas, isoflavonas, isoprenilados, estilbenos, cumarinas, cromonas e xantonas. Esses compostos apresentam efeito anti-inflamatório, antioxidante, diurético, hipotensor e atuam também como fitoestrógenos.

Melissa

Foto: Ivabalk/Pixabay

A melissa, também conhecida como erva-cidreira, cidreira, capim-cidreira e citronete, reduz sintomas de irritabilidade, ansiedade, e tensão. O ácido rosmarínico da melissa é um dos principais componentes responsável pelo efeito sedativo leve e ação calmante. A infusão de melissa pode auxiliar no combate à insônia. Porém, pessoas com hipotireoidismo e com uso de medicamentos sedativos ou calmantes devem evitar o consumo desta planta.

Fonte: Angela Federau é nutricionista clínica, pós-graduada em fitoterapia aplicada à nutrição, especializada em nutrição funcional, pediátrica e escolar. Participa como convidada de pesquisas científicas e genéticas da UFPR como o mapeamento e estudo genético da comunidade Menonita e é revisora de artigos científicos e textos para sites médicos. Palestrante, escritora de livros, artigos e colunas em jornais e revistas. Nutricionista responsável pela APSAM – Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele. Empresária do segmento alimentício e atua como parceira da Polícia Militar do Paraná e de clínicas de fertilidade.

Os estigmas do TDAH: por que ainda existe muito preconceito sobre essa doença?

Comportamentos do ator e cantor Fiuk no BBB 21 colocam no holofote os problemas ocasionados pela falta de informação e tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade

O BBB 21 vem chamando a atenção do público pelo comportamento de alguns de seus confinados desde o início do programa. Um deles é o ator e cantor Fiuk. Dias atrás, ele teve dificuldade em compreender as informações da Prova do Anjo, entre outras atitudes, e virou motivo de meme na internet, além de várias manifestações, tanto dos próprios participantes que estão na casa, quanto da audiência nas redes sociais.

Inconformada com a repercussão, sua equipe resolveu se pronunciar, dizendo que parte das dificuldades de relacionamento e até de entendimento se dão justamente porque ele é portador de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade) e está sem medicação.

“Fiuk sofre de TDAH, depressão e ansiedade. O principal sintoma é a desatenção extrema, que pode resultar na impercepção de coisas ditas como óbvias por muitos do tribunal da internet que o julgaram ignorantemente após a prova do Anjo”, afirma o comunicado. Mas, de fato, o que é o TDAH?

Segundo o médico psiquiatra e fundador do canal Saúde da Mente, Marco Antonio Abud, existem três esferas que caracterizam o transtorno: a desatenção, a hiperatividade e a impulsividade. “Esse problema, se não tratado, pode levar a vários prejuízos pessoais, profissionais e a um nível de sofrimento gigantesco para o portador. Dificuldades extremas coma execução de tarefas simples do dia a dia, por exemplo. Se as pessoas que estão em volta não têm ciência do problema, muitas vezes surgem julgamentos como preguiçoso, não comprometido, desinteressado, falta de força de vontade, ou até mesmo caracterizado como uma pessoa incompetente”.

O psiquiatra lista dez características comuns de comportamentos do dia a dia que podem caracterizar a presença do TDAH em um adulto:

=Ocorrência de atrasos constantes;
=Direção impulsiva no trânsito (com mais infrações, multas e maior risco de acidentes);
=Falta de foco ao participar de reuniões longas, distraindo-se com outros pensamentos;

Freelik

=Cansaço intenso e distraibilidade ao ter que fazer tarefas não estimulantes;
=Grande dificuldade com relacionamentos, pela dificuldade de escutar o outro e de se lembrar de compromissos;
=Excesso de procrastinação para atividades consideradas chatas ou repetitivas;
=Sensação de não conseguir relaxar, parecendo estar com o motor ligado o tempo todo;

=Dificuldade para priorizar tarefas;
=Explosões de raiva intensas e repentinas, que passam em minutos, agindo, depois, como se nada tivesse acontecido;

=Desorganização extrema de objetos, roupas e outros itens do dia a dia.

Até bem pouco tempo atrás, de acordo com Abud, os especialistas apontavam que o TDAH só existia na infância. Mas, hoje, estudos já levaram essa teoria por terra. “Existem casos de TDAH que vão se manifestar mais tarde. É necessário que os sintomas estejam presentes desde antes dos 12 anos de idade, mas, em alguns casos, a criança e o adolescente usava a inteligência para superar os problemas de atenção. Mas, quando a pessoa se depara com as diversas tarefas e demandas da vida adulta, o diagnóstico fica mais evidente”

O médico destaca ainda outras atitudes que podem sinalizar a presença do TDAH em um adulto. “Existem vários adultos que só conseguem cumprir , com excelências, tarefas com prazo apertado, ‘na última hora’, o que leva a um gigantesco gasto de energia e sofrimento. Outros, terminam relacionamentos abruptamente, de forma impulsiva. Ou trocam de emprego sem planejamento devido a dificuldade em gerenciar emoções negativas e frustrações. Normalmente são pessoas inteligentes, muito capacitadas, mas sentem que não conseguem conquistar o sucesso e reconhecimento compatíveis com seu nível intelectual.”

O TDAH não tratado gera diversos prejuízos para o portador da doença, que são exacerbados com os estigmas e estereótipos presentes na nossa sociedade, como o que está ocorrendo com Fiuk. “A maneira como a sociedade sente prazer em brincar com a dor do próximo é devastadora. Os transtornos psíquicos e seus estigmas jamais devem ser motivos de zombaria”, reforça o comunicado da equipe.

Existem várias personalidades mundiais que assumiram publicamente que têm o transtorno e estão em tratamento. Celebridades como os cantores Adam Levine (Maroon 5) e Justin Timberlake e o nadador Michael Phelps mostram que o TDAH nada tem a ver com falta de capacidade. “Eles são exemplos claros de que pessoas com TDAH podem alcançar eficiência, prestígio e reconhecimento caso tenham tratamento”, conclui Abud.

SYN Kiwi ICE é o novo lançamento da Arbor Brasil

A bebida chega para competir no crescente mercado de ‘ready to drink’

A vodca gaseificada da Arbor Brasil ganha um novo sabor. Atendendo ao pedido dos consumidores, neste mês, chega às gôndolas de varejistas, bares e distribuidoras o SYN Kiwi ICE. A “space ice”, como a bebida é chamada, agora ganhou uma versão de kiwi com sabor doce e único.

Promovendo experiências de outro mundo, SYN Ice ganha o seu quinto sabor. As bebidas são reconhecidas por serem refrescantes e prezam pela explosão de sabores de cada versão: limão, apple, berry, açaí e, agora, kiwi.

“Temos um estreito relacionamento com os nossos consumidores em nossas mídias sociais, tendo um SAC eficiente. Isso cria oportunidades para atender as vontades deles e ficar ainda mais próximos. Em relação ao mercado, criamos um sabor competitivo dentro da categoria de ready to drink, que só tem crescido no país”, diz Carla Soares, gerente de marketing da Arbor Brasil.

De acordo com dados divulgados em uma pesquisa, no setor de bebidas alcoólicas, o aumento foi de 960% de março a outubro de 2020, e de 195% em relação ao mesmo período de 2019. Na lista das cinco bebidas mais compradas nesse período, estão cerveja, uísque, ice, vinho e outros destilados.

Fonte: Arbor Brasil

Segunda sem carne: aprenda receita de talharim especial da Água Doce

Muitas pessoas têm levado a sério a campanha “Segunda Sem Carne” e optando por pratos com legumes, verduras, massas e frutas. E a Água Doce Sabores do Brasil ensina a preparar um talharim especial. Confira o passo a passo:

Talharim Especial

Ingredientes para o talharim
800ml de água
1 colher (chá) de sal
300g de macarrão talharim

Ingredientes para o refogado
100ml de azeite
150g de tomates cereja inteiros
10 folhas de manjericão
100g de azeitonas pretas inteiras
100g de palmito picado
50g de queijo parmesão ralado

Molho de preparo do talharim
Coloque em uma panela a água, o sal e, em seguida, o talharim. Cozinhe, por aproximadamente, 8 minutos. Escorra e reserve.

Modo de preparo do refogado
Em uma panela, coloque o azeite, o tomate cereja, o manjericão, as azeitonas pretas e o palmito. Misture o talharim com os demais ingredientes, em seguida, transfira para um recipiente. Adicione o queijo parmesão e sirva.

Rendimento: 2 porções

Fonte: Água Doce Sabores do Brasil

Três a cada cinco mulheres já viveram um relacionamento abusivo; saiba se está em um

Médica psiquiatra e psicoterapeuta explica como agir diante desta situação

Estudos relatam que três a cada cinco mulheres já viveram um relacionamento abusivo, mas não é só na relação homem mulher que isso acontece. O abuso pode ocorrer de diversas formas: de pai pra filha, de filho pra pai, de filha pra mãe, entre casais homoafetivos…

E o que são relacionamentos abusivos?

São aqueles em que há vítima e agressor. Acontece a partir do momento em que alguém tenta dominar o outro fisicamente ou por artifícios psicológicos e emocionais. Neste momento, o relacionamento deixa de ser saudável e pode inclusive evoluir para um relacionamento doentio e perigoso, resultando em crimes passionais, por exemplo.

O agressor tende a querer dominar tudo o que for possível na vida da outra pessoa; tentando controlar as amizades, o modo de vestir, o uso do celular e das redes sociais. O abuso dentro de um relacionamento, não se restringe à violência física, mais fácil de ser detectada, seja no meio familiar ou social, mas ele existe sempre que há a violência psicológica, mais difícil de identificar e cujo manejo é bem mais complexo e demorado.

Em qualquer situação, mas principalmente pelo abuso psicológico, o agressor obtém poder sobre a outra pessoa, usando de controle e manipulação emocional.

Segundo Aline Machado Oliveira, psiquiatra e psicoterapeuta junguiana, uma das primeiras coisas que um agressor faz em um relacionamento abusivo é destruir a autoestima da outra pessoa. Ela explica que a autoestima da vítima é afetada drasticamente e pode ser destruída quando o agressor usa de jogos psicológicos com frases de acusação como: “ela faz isso porque quer” ou “ela sempre foi assim, só está se fazendo de vítima”, a fim de manipular a realidade.

A vítima torna-se a culpada pela agressão sofrida e aceita isso como verdade. Desta maneira, a vítima passa a ter uma percepção distorcida de si. Quanto mais oprimida, mais passiva a pessoa pode ficar, até se tornar completamente impotente, pois foi convencida pelo agressor de que ela está errada e é a culpada pelos problemas no relacionamento.

Chantagem e culpa

A chantagem emocional é um artifício muito usado para a manipulação e, geralmente, é de difícil identificação. O chantagista conhece os pontos fracos da vítima e se utiliza de sentimentos como o medo e a culpa para manipular as pessoas e alcançar os seus objetivos, embora nem sempre o manipulador tenha consciência de que pratica a chantagem emocional.

Outros tipos de vítimas

Embora sejam mais conhecidos e tratados, os relacionamentos abusivos em que a vítima é a mulher e o agressor o homem, esse tipo de situação vai muito além e envolve pais e filhos, relacionamentos homoafetivos, relacionamentos entre patrões e empregados, relações de amizades etc.

Violência doméstica

Hoje em dia é bem mais comum a violência doméstica quando a mãe ou o pai é a vítima de filhos adolescentes que, muitas vezes, usam de agressão física. Mas não para por aí. Além das agressões físicas o abuso psicológico e a manipulação também se fazem presentes nestes casos. Ocorrem comumente a chantagem emocional e a agressão verbal. Acusações como: “você acabou com a minha vida” ou “você só me faz passar vergonha” entre outras, são apelativas e até teatrais.

A falta de imposição de limites nos filhos desde a infância, levam os pais a sofrerem esse tipo de problema doméstico, e não sabendo como agir, acabam cedendo.

“Desde a infância, o papel de autoridade dos pais se perde pela dominação dos filhos. A situação mais conhecida e explorada é a inversa, o abuso dos pais contra os filhos, e nesse caso, a violência física acaba sendo a mais comum” – explica Aline.

“Não é fácil sair de um relacionamento abusivo, ainda mais quando já é de longa data. A pessoa que é vítima de um relacionamento abusivo precisa de ajuda profissional que possa auxiliá-la a identificar o problema e superá-lo, principalmente quando esses relacionamentos deixam traumas mais profundos e que afetam uma ou mais áreas da vida”, completa a psiquiatra.

A especialista lembra que relacionamentos são sempre um desafio e, para termos relacionamentos saudáveis, é preciso impor limites ao outro e entendermos que nós também precisamos de limites. Isto implica inclusive saber lidar com as relações quando detemos alguma posição de poder.

Foto: Unsplash

“Aprender a dizer ‘não’ é necessário, e saber aceitá-lo também. Se você se identificou com as situações citadas, procure ajuda profissional. Não desista de você”, finaliza Aline.

Não se iluda: bronzeado saudável não existe

Dermatologistas alertam sobre riscos da exposição solar e sobre a importância da proteção solar eficaz;

Infelizmente aquele bronze dourado e saudável não existe. Esse que é o desejo de muitas pessoas pode representar um perigo para a saúde da pele.

“Classificamos os tipos de pele de I a VI, de acordo com a capacidade de resposta à radiação ultravioleta (UV), sendo chamado fototipo I aquele que sempre se queima e nunca se bronzeia, até o VI, pele negra, totalmente pigmentada, com grande resistência à radiação UV. A pigmentação constitutiva – cor natural da pele – é definida geneticamente. A cor facultativa – bronzeado – é induzida pela exposição solar e é reversível quando cessa a exposição”, explica a dermatologista Ana Paula Fucci, Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

O chamado “bronzeado dourado” é observado nas peles mais claras e, para ocorrer, ocasiona danos no DNA das células. “As consequências serão vistas anos mais tarde, em forma de fotoenvelhecimento, manchas ou lesões cutâneas malignas. O ideal é respeitar seu tipo de pele e sua sensibilidade ao sol. Nunca queimar a ponto de ‘descascar’. Importante: evite se expor ao sol entre dez e 16 horas”, detalha a dermatologista.

Ana Paula alerta ainda sobre os riscos de bronzeamento artificial, por meio das câmaras de bronzeamento: “Este é ainda mais prejudicial para a pele do que a exposição ao sol. A radiação é entregue de forma concentrada e direta, sem nenhum tipo de filtro ou proteção”.

A médica ressalta que filtro solar não é uma permissão para a exposição ao sol. “Ele é um grande aliado, desde que sejam seguidas as orientações de horário, evitar exposição exagerada e usar complementos como bonés, chapéus, óculos etc.”, reforça.

Proteção solar eficaz

A rotina de proteção solar é muito importante em qualquer época do ano, sobretudo agora no verão. “Não deixe para aplicar o filtro quando chegar na praia ou piscina, por exemplo. O ideal é aplicá-lo cerca de 20 minutos antes de se expor ao sol, para dar tempo de ser absorvido e começar a agir. Também devemos reaplicar o filtro solar a cada 2 horas, ou após se molhar ou suar muito”, destaca a dermatologista Fabiana Seidl, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

Fabiana apresenta cinco dicas para uma proteção solar eficaz:

-“Utilize a quantidade correta de filtro: 2g/cm2, o que equivale a uma colher de chá cheia para rosto e pescoço. Para o corpo: uma colher de chá para o braço e antebraço, uma colher de chá para a frente do tronco e outra colher para as costas, duas colheres de chá para coxa e perna ( uma para parte da frente e outra para parte de trás);

Foto: InspiredMagazine

-“Use filtro com FPS 30 ou maior; e para as crianças ou pessoas que possuem pele mais sensível, FPS de no mínimo 50”;

-“Cuidado para não esquecer determinadas partes do corpo. As regiões mais esquecidas são: pálpebras, lábios, ponta e cantinhos do nariz, orelhas, nuca, mãos e pés. E é claro, para os homens calvos é fundamental aplicar nas áreas sem cabelos”;

-“Use roupas leves, claras e chapéu e óculos de proteção UV. Quem costuma ficar muito tempo no sol tem que redobrar os cuidados e investir em roupas com proteção ultravioleta. As roupas normais ajudam a impedir o bronzeado, mas não impedem que a radiação chegue até a pele, portanto roupas específicas com proteção UV são ideais”;

-“Cuidado com o guarda-sol! Os modelos de nylon devem ser evitados, pois deixam passar 90% da radiação ultravioleta. Opte por modelos de cor escura, feitos de algodão, lona ou fibras sintéticas. Também existem modelos com tecido com proteção UV”, finaliza Fabiana.

Fontes:
Ana Paula Fucci é dermatologista formada em Medicina pela Universidade Federal Fluminense(UFF). Residência em Clinica Médica na UFF e Dermatologia na UFRJ.
Título de especialista em Dermatologia. Membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD) e Academia Europeia de Dermatologia (EADV). Professora convidada do ambulatório de Dermatologia Estética (Cosmiatria) do Serviço de Dermatologia da UFRJ de 2012 a 2016.
Fabiana Seidl é dermatologista, com residência médica em clínica médica pela UERJ. Título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Título de especialista em clínica médica.

Cabelos brancos: como passar pela transição de forma tranquila?

Muitas mulheres vêm assumindo os fios grisalhos para valorizar suas características naturais e obter um visual mais elegante, maduro e, por vezes, bem moderno. Este é um movimento que está ganhando cada vez mais adeptas e requer dedicação e atenção para que a nova estrutura dos fios receba os cuidados necessários e se mantenha saudável, forte e bonita.

Getty Images

De acordo com a hairstylist, visagista e proprietária do salão de beleza Maison Rocha, Rosângela Rocha, à medida que as pessoas envelhecem, o estresse oxidativo do organismo eleva a produção e desenvolvimento de radicais livres que fazem com que os fios percam melanina e deem espaço a formação da canice ou cabelo branco.

“Quem optou pelo estilo grisalho e ainda está passando pela transição, deve, antes de tudo, procurar pelo acompanhamento de um bom profissional, pois somente ele saberá analisar a estrutura natural dos fios e indicar os procedimentos e tratamentos que tornarão esse processo de transformação mais tranquilo e menos conflituoso. Esse período de mudança exige paciência, pois o embranquecimento dos fios tem início na raiz e pode levar em torno de cinco anos para atingir todas as extremidades da haste capilar, dependendo do tamanho dos cabelos de cada pessoa. Além disso, os fios brancos são mais grossos, menos flexíveis e tendem a ser ressecados”, explica.

Existem diversas formas de acelerar a transição, uma delas é bem simples: cortar as madeixas. “É uma opção que garante um aspecto mais uniforme e harmonioso durante o processo de crescimento dos fios brancos. Outra alternativa é a realização de luzes até dois tons mais claros que a cor original dos cabelos junto da aplicação de um tonalizante louro médio com fundo acinzentado no restante dos fios. As pessoas que já têm mais da metade dos fios embranquecidos também podem apostar na elaboração de mechas em um tom o mais próximo possível ao natural dos cabelos”, recomenda.

Para combater o ressecamento e a porosidade dos fios brancos é interessante que as pessoas invistam na realização semanal de hidratações profundas com ingredientes emolientes e aminoácidos.

Pinterest

“Também é importante fazer uso de um condicionador sem enxágue para fechar as cutículas dos cabelos e de óleos vegetais para aumentar o brilho e a sedosidade. Com o tempo, os cabelos brancos ainda podem ficar amarelados devido a exposição a poluição, sol e produtos químicos, por isso é essencial a utilização de shampoos com pigmento violeta, uma ou duas vezes por semana”, conclui.

Fonte: Maison Rocha

Dez receitas de bebidas saudáveis e refrescantes para o verão

Freeletics Nutrition reuniu ideias de bebidas para quem quer aproveitar a estação de forma mais saudável

No verão, não há nada melhor do que aproveitar as tardes de sol e as noites mais quentes com bebidas leves e refrescantes. De acordo com um levantamento realizado pela GoomerGo, plataforma de delivery que não cobra taxa de comissão, os pedidos de sucos e açaí cresceram 24% em janeiro em relação ao mês de dezembro. A pesquisa levou em consideração o comportamento de consumo dos clientes em mais de 90 mil restaurantes, lojas de conveniência, mercearias, lanchonetes e bares cadastrados no país.

Para ajudar quem quer curtir a estação sem tirar o foco de uma alimentação saudável, o Freeletics Nutrition, aplicativo líder em exercícios físicos e nutrição com uso de inteligência artificial, reuniu dez receitas de bebidas leves e nutritivas.

Lassi de manga

Ingredientes
1 manga
400ml de leite desnatado
200g de iogurte desnatado
2 vagens de cardamomo

Modo de preparo
Descasque e corte a manga em cubos. Coloque todos os ingredientes em um liquidificador e bata até que atinja uma textura suave. Sirva gelado.

Milk-shake de banana com cereja

Ingredientes
100g de cerejas congeladas
½ banana
250ml de leite desnatado
Opcional: baunilha fresca

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes em um liquidificador até que esteja homogêneo. Coloque a baunilha e sirva gelado.

Shake de avocado

Ingredientes
½ avocado ou abacate
5 tâmaras secas
300ml de leite de arroz
½ suco de limão

Modo de preparo
Descasque e corte o abacate em cubos. Bata todos os ingredientes em um liquidificador até que atinja uma textura suave. Sirva gelado.

Shake de banana com canela

Ingredientes
300ml de leite de amêndoas
400g de iogurte de soja
1 banana
2 colheres de chá de manteiga de amêndoas natural
1 colher de chá de canela em pó

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes em um liquidificador até que fique cremoso

Shake de avelã e aveia

Ingredientes
30g de aveia
½ banana
100g de iogurte de soja
250ml de suco de laranja sem açúcar
25g de avelã
Opcional: baunilha fresca

Modo de preparo
É só bater tudo em potência alta até ficar homogêneo

Shake de chocolate com menta

Ingredientes
250ml de leite de amêndoas
1 banana
½ avocado ou abacate
3 tâmaras
2 colheres de chá de cacau em pó
¼ hortelã fresco

Modo de preparo
Corte a banana e o abacate, então coloque todos os ingredientes no liquidificador em alta velocidade, até que fique cremoso. Sirva com gelo

Shake de proteína com frutas vermelhas

Ingredientes
250g de queijo quark desnatado
100g de frutas vermelhas
50ml de leite desnatado
250ml de água

Modo de preparo
Bata todos os ingredientes em um liquidificador até que fique cremoso

Shake energético de aveia

Ingredientes
400ml de leite de amêndoas
50g de aveia em flocos finos
4 castanhas-do-pará
2 tâmaras
2 colheres de chá de xarope de bordo ou mel
½ colher de chá de canela em pó

Modo de preparo
Coloque todos os ingredientes em um liquidificador e bata até obter uma textura suave

Smoothie verde de abacaxi na tigela

Ingredientes
150ml de leite de amêndoas
200g de abacaxi
50g de espinafre
1 kiwi
½ banana
½ avocado ou abacate
1 colher de chá de xarope de bordo ou mel
1 colher de chá de sopa de semente de chia
¼ de hortelã fresco

Modo de preparo
Fatie o kiwi e pique o abacaxi, a banana e o abacate. Bata no liquidificador o leite de amêndoas, o espinafre, o xarope/mel e metade do kiwi. Bata até que esteja uma textura suave, então transfira para uma tigela. Coloque o restante das fatias de kiwi em cima e salpique com sementes de chia e folhas de hortelã.

Smoothie de manga com abacaxi

Ingredientes
½ manga
200g de abacaxi fresco
240ml de água de coco
80ml de leite de coco light
1 colher de sopa de manteiga de castanha-de-caju

Modo de preparo
Pique a manga e o abacaxi e bata tudo no liquidificador. Sirva com gelo

Fonte: Freeletics