Arquivo da categoria: Alimentação

Wickbold lança wrap com vegetais na formulação

Feito com cenoura, batata-doce e tomate, o novo Tá Pronto! une saudabilidade e praticidade em forma de tortilha, duas tendências do setor de alimentação que ganharam ainda mais destaque na quarentena

O isolamento social faz com que os consumidores cozinhem mais e, na hora de preparar as receitas, eles buscam alimentos mais nutritivos e práticos. De olho nessa tendência, a Wickbold , que já é a líder brasileira no segmento de pães especiais e saudáveis, acaba de anunciar mais um lançamento que reforça a missão de nutrir e inspirar pessoas para uma vida equilibrada. É o novo Tá Pronto Vegetais, que chega para oferecer uma refeição rápida, saudável e saborosa.

O lançamento atende às principais tendências do setor de alimentação: Inovação, já que é inédito e possui vegetais de verdade na formulação; saudabilidade, ao reunir a cenoura, o tomate e a batata-doce para garantir saciedade e menor índice calórico; versatilidade, com um sabor coringa que combina com qualquer recheio e possibilita diversas receitas; experiência de consumo diferenciada, com textura de massa fininha, leve e crocante; e praticidade, pois é só esquentar e rechear.

“Estudamos de forma permanente o mercado e vemos uma demanda cada vez maior por produtos que ajudem o consumidor a ter uma alimentação saudável, mas que seja também descomplicada, isso tudo sem abrir mão do sabor. O wrap se adapta bem a essa realidade, pois pode ser preparado de forma rápida e com infinitas possibilidades de combinações”, explica Denise Pacheco, coordenadora de marketing da companhia.

O tamanho da tortilha também merece destaque, já que ela é maior em relação a outros produtos similares oferecidos nas gôndolas, permitindo a produção de sanduíches bem recheados sem que a massa do wrap quebre ao ser manuseada.

“Nossa expertise de mais de 80 anos no mercado brasileiro de pães colaborou para o desenvolvimento de um produto único, que promete agradar e fazer sucesso. Temos grandes expectativas nesse sentido”, conta a executiva.

Embalagens e mercado

O lançamento da linha de wraps Tá pronto! marcou a entrada da Wickbold na categoria de massas tipo tortilhas. Além da novidade Vegetais, os consumidores podem encontrar dois sabores: Original, feito à base de massa branca tradicional; e 100% Integral, inédito no mercado brasileiro nessa divisão de produtos. Todas as embalagens foram elaboradas para ajudar a rotina do consumidor. Além de oferecer proteção ao produto, o fechamento em sistema zip torna mais fácil de manusear e de guardar.

A versão Vegetais pode ser encontrada nas principais gôndolas do País por um preço médio de R$ 5,99.

Informações: Wickbold

Macarrão: conheça mitos e verdades

Ontem (25) foi comemorado o Dia Mundial do Macarrão, e nada melhor do que um bom prato de massa para saborear com prazer. Pode ser espaguete, penne, fusilli, talharim, conchiglione, farfalle, entre tantos outros formatos. Não importa qual o tipo ou a combinação do molho, uma coisa é certa: a famosa macarronada é um dos pratos mais tradicionais na mesa das famílias.

Para você se entregar sem culpa às delícias de uma boa massa, Maria Julia Coto, consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi), desvenda alguns mitos e mostra diversas curiosidades sobre o alimento.

Macarrão engorda

Mito – Um dos maiores enganos sobre o alimento é que ele engorda por ser rico em carboidrato. Considerando que a alimentação diária é dividida em cinco refeições – café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e jantar – uma porção de macarrão, equivalente a quatro colheres de sopa (105g), pode estar presente no almoço ou no jantar e fornece aproximadamente 180kcal. Os acompanhamentos consumidos com a massa é que podem acrescentar muitas calorias, portanto, é importante ficar atento ao tipo de molho utilizado. Evite os que são à base de queijo e creme de leite, prefira os molhos de tomate.

Carboidrato é sinônimo de saúde

Verdade – O macarrão é fonte de carboidratos e deve fazer parte de uma dieta equilibrada. Segundo a recomendação do Guia Alimentar para População Brasileira, do Ministério da Saúde, de 55% a 75% do total de calorias ingeridas diariamente devem ser provenientes do carboidrato, ou seja, de cinco a seis porções diárias.

Faz parte da dieta equilibrada

Dreamstime

Verdade – O macarrão é o perfeito aliado de alimentos fundamentais para uma dieta equilibrada, como legumes e verduras. Esfriou o tempo? Coloque o macarrão na sopa de legumes junto com uma proteína magra e aproveite a refeição. Esquentou e não quer comida quente? Uma salada de macarrão com frango desfiado também é muito saborosa. Seja o chef, use a criatividade e crie sua própria receita.

É fonte de energia

Verdade – O carboidrato é a principal fonte de energia para o organismo humano em todas as fases da vida. Para quem pratica atividades físicas, recomenda-se o consumo de macarrão antes e após os treinos para dar força ou repor o gasto calórico.

Massa integral engorda menos que a tradicional

George Hicks/Pixabay

Mito – O macarrão integral tem as mesmas calorias que o tradicional. O lado bom é que, pelo fato de possuir fibras, contribui para a saciedade. Além disso, a ingestão diária de fibras ajuda a reduzir os riscos de câncer de mama e de próstata, diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares.

FramePool

Vale ressaltar que por ser um alimento universal, o macarrão agrada desde as crianças até pessoas mais velhas. Basta adaptar o tipo de massa, o formato e o molho aos diversos públicos que a receita certamente vai agradar. Além das formas em si – cerca de 600 formatos diferentes – as massas também se diferenciam pelos tipos e ingredientes: secas, de grano duro, à base de ovos ou não, integrais, coloridas com adição de vegetais, frescas e instantâneas. Com tantas opções é impossível cair na monotonia alimentar.

Fonte: Abimapi

Dia Mundial do Macarrão: Sodexo faz parceria com supermercados e restaurantes

Usuários do Sodexo Club passam a ter descontos especiais no momento de suas compras

De origem chinesa, a massa ou pasta, como chamam os italianos, é um dos pratos preferidos do brasileiro, estando presente em 99,3% dos lares, segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi).

E para comemorar o Dia Mundial do Macarrão, comemorado em 25 de outubro, a Sodexo Benefícios e Incentivos traz promoções exclusivas junto a supermercados e restaurantes de todo o país. Usuários Sodexo participantes do Sodexo Club têm vantagens exclusivas no momento da compra.

Para não perder essa oportunidade e se deliciar com essa culinária que é tão versátil, acesse a página promocional do Sodexo Club e confira os parceiros desta ação. Segundo a Organização Mundial de Pasta (IPO), o Brasil é o terceiro maior produtor mundial de macarrão. com consumo de cerca de 6 kg do alimento por pessoa. A Itália, é o maior produtor e consumidor do mundo, em 2013 cada italiano consumiu em média 25,3kg de macarrão no Brasil o consumo médio é de 6kg por pessoa.

Sodexo Club

Lançado em agosto de 2018, o aplicativo disponibiliza informações que ajudam na gestão diária dos benefícios, como: consulta de saldo e extrato; gasto médio no período; busca de rede credenciada; acesso a festivais gastronômicos; e promoções que aumentam o poder de compra dos consumidores.

Piracanjuba Whey ganha novos sabores

Produto também pode ser encontrado nos sabores Batata Doce com Gengibre e Pasta de Amendoim, com 23g de proteínas e 5g de BCAAs

Logo após o lançamento, em 2018, o Piracanjuba Whey passou a fazer parte da rotina de muitos consumidores que, além de apostar em uma vida saudável, buscam praticidade e sabor. Com 23g de proteínas e 5g de BCAAs, o produto contém colágeno, é rico em cálcio, fonte de fibras, baixo em gorduras, zero açúcar e ainda, zero lactose.

Todas essas prerrogativas reunidas em uma dose de 250ml e em quatro versões: Banana, Baunilha, Cacau e Frutas Vermelhas. Atendendo a inúmeros pedidos e, para ofertar ainda mais opções aos consumidores, a Piracanjuba apresenta dois novos sabores: Batata Doce com Gengibre e Pasta de Amendoim.

“O Piracanjuba Whey se tornou o queridinho do mundo fitness. Além da rotina de treinos, os consumidores estão conscientes da importância da alimentação adequada e, especialmente, da ingestão de proteínas. Afinal, elas são fundamentais para o bom funcionamento do organismo e contribuem para a formação dos músculos. Por isso, fizemos questão de aumentar a família, oferecendo novos sabores e mantendo todos os benefícios”, explica a Gerente de Marketing, Lisiane Guimarães.

Os consumidores do Piracanjuba Whey apostam no aumento da massa magra e, ao mesmo tempo, na redução do percentual de gordura, afinal, o produto não tem adição de açúcares e possui baixos índices de gorduras. Pode ser consumido antes ou após a atividade física e ainda, no lanche da tarde e ao acordar, a fim de obter mais energia.

A Gerente de Marketing conta ainda que, “as interações com o público renderam ao Piracanjuba Whey uma página exclusiva no Instagram: o @pirawhey. Hoje, o perfil conta com milhares de seguidores e, em 2019, teve o ator Caio Castro como embaixador oficial nas redes sociais”.

A linha de produtos, somando agora seis sabores, possui embalagem moderna, chamada prisma, que facilita a ingestão até a última gota do conteúdo. A tecnologia é da Tetra Pak, que leva a sério a questão de acondicionamento do conteúdo, sem perda de propriedades, e ainda, tem responsabilidade ambiental.

As duas novas opções de sabores já estão disponíveis nos supermercados, hipermercados, padarias, farmácias, lojas de conveniência, academias e empórios de todo o Brasil. Além das opções de compra pelos sites de e-commerce parceiros da Piracanjuba.

Fonte: Piracanjuba

Macarrão: você sabe diferenciar as variedades de composição de cada tipo de massa?

Dia 25 de outubro é o Dia Mundial do Macarrão, um dos alimentos mais tradicionais dos almoços em família e também daqueles que buscam praticidade e versatilidade na cozinha. Criado pelos chineses e popularizado no Brasil pelos italianos no século 19, o macarrão tem muitas variedades, tanto em seus formatos (mais de 60) quanto em suas composições.

Este é um dos principais alimentos fonte de carboidrato, nutriente responsável por gerar energia ao cérebro e ao corpo humano. De acordo com Maria Julia Couto, nutricionista e consultora da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi), o macarrão tem baixos níveis glicêmicos, pois leva mais tempo para ser digerido pelo organismo. “Ele colabora para prolongar a sensação de saciedade e manter os níveis de glicemia estáveis no sangue no período após a refeição”, explica.

Cada tipo de massa tem seus ingredientes específicos na composição, ainda que seja basicamente água e farinha de trigo. Os benefícios do alimento original (à base de trigo) são preservados e não há adição de açucares e gorduras. Conheça cada variedade:


Macarrão de Sêmola

Pixabay

Elaborado com farinha de trigo especial, denominada tipo 1, de cor mais clara que o comum.

Macarrão com Ovos

Elias Sch./Pixabay

Além de farinha e água, são adicionados ovos à massa.

Massas secas

Produzidas com farinha de trigo e água, passam por um processo de secagem que permite um longo período de estocagem antes do consumo.

Massas instantâneas

Pré-cozidas durante o processo de fabricação, podem ser preparadas em poucos minutos.

Massas Frescas

Feitas com farinha de trigo, passam por um processo parcial de secagem. São comercializadas sob refrigeração.

Macarrão grano duro

Jan Vašek/Pixabay

É feito com um trigo especial denominado trigo durum. Após o cozimento, resulta em uma massa mais solta e al dente.

Macarrão integral

Foto: Nudnik/Pìxabay

Elaborado com farinha de trigo integral, contém mais fibras em sua composição.

Encontre diversas receitas elaboradas com todos estes tipos de massas no site da Abimapi.

Outubro Rosa: um cardápio saudável contribui para prevenção do câncer de mama

Bio Mundo apresenta cinco alimentos para incluir no menu do dia a dia que ajudam no combate à doença e melhoram a qualidade de vida

De acordo com o Inca (Instituto Nacional do Câncer), o tipo que mais afeta as mulheres no Brasil é o câncer de mama, e cerca de 30% desses casos poderiam ser evitados com a adoção de hábitos alimentares saudáveis. Por isso, a Bio Mundo aponta os benefícios de manter um cardápio balanceado a favor da saúde feminina neste Outubro Rosa.

Uma dieta equilibrada é essencial para quem deseja maior qualidade de vida e seguir um menu rico em nutrientes, como os encontrados em legumes, verduras, frutas e cereais, é benéfico para o corpo. Mas lembre-se que é fundamental fracionar as refeições a cada três horas para que sejam feitas 5 ou 6 vezes diariamente.

É importante também não ficar sem comer por períodos prolongados, bem como fazer as refeições sem pressa, mastigar bem os alimentos, priorizar alimentos naturais e ingerir bastante líquido, pois todas essas dicas colaboram para a saúde da mulher. Em média, o ideal é beber ao menos dois litros de água por dia e evitar refrigerantes e bebidas alcoólicas.

Como cada pessoa possui necessidades específicas, a recomendação é consultar um nutricionista para ajudar a montar um cardápio completo e personalizado para refeições mais equilibradas e ricas em nutrientes. E seguir algumas dicas da Bio Mundo que, além de contribuírem para a prevenção do câncer de mama, deixam qualquer menu ainda mais saudável e gostoso, além de auxiliar na melhora da qualidade do sono, do sistema imunológico e no aumento da disposição e da qualidade de vida. Para receber novas dicas sobre o assunto, é só acessar as redes sociais da Bio Mundo.

• Frutas vermelhas

Possuem antocianina, um nutriente que retarda o desenvolvimento de células malignas. Incluir amora, morango, framboesa ou cranberry é uma ótima escolha para compor um cardápio saudável e que ajuda no combate do câncer de mama.

• Chia

Por ser rica em ômega 3, possui nutrientes antioxidantes e anti-inflamatórios, e é também rica em fibras, que auxiliam na redução e absorção de gorduras, evitando a formação de moléculas cancerígenas no intestino da mulher.

• Linhaça

Destaca-se por conter lignana, uma espécie de fitoestrógeno que auxilia no combate ao câncer, já que atua diretamente no combate às células cancerígenas. Por ser rica em fibras e ômega 3, a linhaça ainda oferece um importante componente nutricional para o corpo que evita o surgimento desordenado de células estranhas no organismo.

• Chá Verde

Possui uma quantidade considerável de antioxidantes e, por isso, é um excelente aliado na prevenção do câncer de mama, já que as vitaminas B, C e E dos chás verde, além da cafeína, magnésio, zinco e ferro, aumentam a imunidade.

• Aveia

Pixabay

Carregada de fibras, gera saciedade, melhora o funcionamento do intestino e protege do câncer nesse órgão e previne tumores nas mamas. O cereal pode ser consumido todos os dias com frutas, em vitaminas, tortas e bolos para fortalecer seus benefícios.

Fonte: Bio Mundo

Por que café harmoniza tão bem com queijo?

Já parou para pensar por que é tão gostoso fazer um intervalo no meio da tarde e tomar uma xícara de café com um pão de queijo recém-saído do forno? Protagonistas entre os ingredientes queridinhos dos brasileiros, o café e o queijo possuem sabores peculiares, que, quando misturados, oferecem uma inusitada e deliciosa harmonização gastronômica. A combinação faz parte do cotidiano de muitas culturas ao redor do mundo, inclusive dos brasileiros.

“Em Minas Gerais, por exemplo, existe o costume de se comer queijos meia-cura ou curados com café em alguns momentos do dia, principalmente no café da manhã e no meio da tarde”, pontua Hellen Maluly, doutora em Ciência de Alimentos e consultora do Comitê Umami, organização responsável pela divulgação do quinto gosto do paladar humano no Brasil.

De acordo com a especialista, o motivo para tanto sucesso pode estar diretamente relacionado ao queijo, sendo um dos ingredientes em que o gosto umami – quinto gosto do paladar humano – está presente. “O umami é evidente em muitos alimentos do cotidiano, como tomates, carnes, cogumelos e, principalmente, queijos, tendo um papel fundamental para que a harmonização aconteça”, explica Hellen.

“Quando misturado ao café, o quinto gosto ameniza sensações de alguns tipos de café de torra mais intensa, como o amargor, ou a acidez de cafés que passam por processos de fermentação mais longos. Outros compostos presentes naturalmente nos grãos, como polifenóis, também podem provocar certa adstringência, mas isto irá depender das suas concentrações. No entanto, o fato mais interessante está relacionado ao aumento da salivação provocado pelo gosto umami. A saliva faz com que os aromas, tanto do queijo como do café, possam se diluir com mais facilidade, oferecendo continuidade ao sabor na boca e uma harmonização perfeita entre o café e o queijo”, complementa.

Para ter uma experiência mais acentuada, vale escolher cafés e queijos de boa qualidade para melhorar ainda mais essa combinação. Hellen ainda dá algumas dicas: “Alguns blends, feitos com Coffea arabica e Coffea robusta, podem ser mais amargos pelo aumento do teor de cafeína e são excelentes escolhas para queijos mais fortes. Já queijos mais leves, como brie, camembert ou mesmo queijos frescos, combinam bem com cafés da variedade arábica, pois são mais leves e realçam o dulçor, principalmente se forem servidos com geleias aromáticas, feitas com cascas de laranja e especiarias, por exemplo.

Umami

É o quinto gosto básico do paladar humano, descoberto em 1908 pelo cientista japonês Kikunae Ikeda. Foi reconhecido cientificamente no ano 2000, quando pesquisadores da Universidade de Miami constataram a existência de receptores específicos para este gosto nas papilas gustativas. O aminoácido ácido glutâmico e os nucleotídeos inosinato e guanilato são as principais substâncias umami. As duas principais características do umami são o aumento da salivação e a continuidade do gosto por alguns minutos após a ingestão do alimento.

Informações: Portal Umami

Pular refeições: entenda como o hábito afeta sua saúde

Nutricionista explica como a falta de horário para comer prejudica o organismo

Com a rotina cheia de atividades e compromissos, muitas pessoas acabam não tendo horário certo para comer e até deixam de fazer algumas refeições do dia. Apesar de comum, Jessica Santos, nutricionista da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, informa que o hábito pode trazer efeitos negativos para a saúde. Para esclarecer, a especialista pontua abaixo os principais:

Fraqueza: a consequência mais imediata ao pular refeições é a falta de energia para realizar todas as atividades. Isso acontece porque sem nutrientes o organismo aumenta a produção de insulina e provoca a hipoglicemia (falta de açúcar no sangue), resultando em fraqueza e tontura.

Treinos esportivos perdem o efeito: a especialista pontua que as refeições são uma parte importante para quem pratica exercícios físicos, uma vez que a alimentação equilibrada ajuda na aceleração do metabolismo e da recuperação muscular. Por isso, ficar sem comer pode atrapalhar os resultados dos treinos.

Ilustração: Formaliti

Controle da fome: ao ficar um período prolongado sem comer, fica mais difícil de controlar a quantidade e a qualidade de comida ingerida na próxima refeição, fazendo com que a pessoa “coma o que vê pela frente”. A comilança pode causar dor no estômago e ganho de peso.

Mau humor: a falta de açúcar no sangue também contribui na sensação de irritabilidade . “A glicose ajuda o cérebro a produzir endorfina, hormônio responsável pelo bem-estar, por isso pular refeições também causa o mau humor”, esclarece.

Deficiência de nutrientes: em longo prazo, o hábito de pular refeições, seja o café da manhã, almoço ou jantar, pode causar um déficit de nutrientes no organismo, podendo causar uma série de problemas como baixa imunidade, anemia e muitos outros.

“Para criar uma rotina de alimentação saudável, as pessoas podem preparar marmitas para todas as refeições da semana, congelar e levar para o trabalho conforme for consumindo. A dica é montar opções saudáveis com porções de proteínas vegetais, carboidrato e frutas de sobremesa”, indica.

Sugestão de produtos de produtos para eliminar o hábito de pular refeição:

Proteínas vegetais – Superbom

As proteínas 100% plant-based da Superbom são livres de aditivos químicos e com baixo teor de sódio, perfeitas para refeições mais leves, práticas e saudáveis. As opções de carnes 100% plant-based feitas a partir da proteína da ervilha da Superbom estão disponíveis nas versões: Frango, Coxinha, Steak sabor Peixe e Burger Gourmet.

Dia Mundial da Osteoporose – confira como a nutrição pode ajudar a prevenir

Nutricionista Adriana Stavro dá algumas sugestões para construir e manter ossos saudáveis

A osteoporose é uma doença crônica que atinge milhões de pessoas em todo o mundo. É uma doença esquelética caracterizada por baixa massa óssea e arquitetura óssea interrompida que aumenta a fragilidade e o risco de fratura. A perda de massa óssea muitas vezes passa despercebida, pois é um processo contínuo, lento e assintomático. A mineralização óssea é afetada pelo metabolismo do cálcio e do fósforo, que é controlado pela vitamina D, paratormônio e calcitonina.

Até recentemente, acreditava-se que a osteoporose atingia principalmente mulheres na pós-menopausa e idosos. Porém,resultados de pesquisas atuais, indicam que esta doença pode ocorrer em indivíduos por volta dos 40 anos, bem como em jovens.

Os fatores de risco que causam o desenvolvimento da osteoporose incluem a insuficiência do pico de massa óssea, o que é particularmente importante em crianças pois cerca de 90% do pico é alcançado antes do término do processo de maturação. Nas meninas sua densidade óssea máxima é por volta dos 18 anos e nos meninos aos 20. Ao longo da vida, é importante manter a densidade óssea e tentar diminuir a perda óssea.

Por isso todos os fatores de risco: intrínsecos (genéticos, raça, sexo, idade), extrínsecos (medicamentos recebidos, influência de doenças crônicas) e aqueles que podem ser potencialmente modificáveis como, baixo peso corporal, tabagismo, consumo excessivo de álcool e de café, sedentarismo e os fatores de risco dietéticos tais como deficiência de cálcio, vitamina D e baixa ingestão proteica devem ser evitados desde o início da vida até a senescência.

Ter uma alimentação saudável e balanceada, evitar cigarro e álcool, manter-se fisicamente ativo e ingerir quantidades adequadas de cálcio, é um passo importante para construir e manter ossos fortes e saudáveis ao longo de toda a vida. Aqui estão algumas sugestões para construir e manter ossos saudáveis.

Vitamina D

É bem conhecido que a vitamina D promove a absorção de cálcio no intestino e ajuda a manter as concentrações de cálcio sérico adequadas para permitir a mineralização normal dos ossos. Assim, o cálcio e a vitamina D trabalham juntos de forma sinérgica.Você pode obter vitamina D por meio da exposição à luz solar e em pequenas quantidades em alimentos como: peixes gordurosos (salmão, arenque, cavala), fígado, ovos.

Cálcio

Os produtos lácteos são uma excelente fonte de cálcio e boa fonte de proteína. Se você é intolerante a laticínios ou se prefere evitar, existem outras fontes alternativas de alimentos com alto teor de cálcio. Esses incluem: espinafre, sardinha, grão-de-bico, brócolis, aveia, semente de gergelim, ovos, amêndoas.

Vitaminas e Minerais


Embora o cálcio e a vitamina D tenham sido o foco principal da prevenção nutricional da osteoporose, pesquisas recentes esclareceram a importância de vários nutrientes adicionais. Além de laticínios, a ingestão de frutas e vegetais emergiu como um importante fator de proteção modificável para a saúde óssea. Vários nutrientes, incluindo magnésio, potássio, vitamina C, vitamina K, complexo B e carotenoides, mostraram ser importantes aos ossos. Boas fontes incluem: abóbora, beterraba, cenoura, couve, damasco seco, melão, ervilha, acerola, brócolis, caju, couve, espinafre, kiwi, laranja, limão, manga, melão, morango, papaia, tomate, arroz integral, amêndoa, amendoim, castanha-do-pará, gema de ovo, gérmen de trigo, milho, óleos vegetais, semente de girassol, aves, cereais integrais, feijões, leite, carne branca, atum, lentilhas, feijões, cebola e alho.

Proteína e atividade física


A ingestão de proteínas de boa qualidade e a atividade física adequada são os principais estímulos anabólicos para a síntese de proteínas musculares. O treinamento físico leva ao aumento da massa e força muscular, e a combinação de ambos produz maior aumento de proteína muscular que qualquer intervenção isolada. Boas fontes de proteína: frango, carne, peixe, ovos, tofu, soja. Pessoas com diagnóstico de osteoporose precisam ter cuidado com exercícios de alto impacto e certos alongamentos. O seu médico poderá aconselhá-lo melhor.

Cálcio e fósforo


A proporção de cálcio para fósforo também é uma consideração importante, mas a dieta moderna raramente garante o equilíbrio certo entre esses nutrientes. A presença de fosfatos em produtos alimentícios (emulsificantes e estabilizadores de pH) aumenta as concentrações de fósforo na dieta, levando à acidificação dos tecidos corporais e à intensificação da atividade da paratireoide. As glândulas paratireoides produzem paratormônio, que promove a perda de cálcio dos dentes e ossos. A vitamina D é essencial para manter o equilíbrio cálcio-fósforo no corpo e mineralizar a matriz óssea. A deficiência de vitamina D pode ter um efeito prejudicial na qualidade óssea e na absorção de cálcio dos alimentos.

Tabaco

O tabagismo é bem conhecido por ter um efeito adverso na saúde geral e demonstrou retardar o trabalho das células de construção óssea. Fumar também pode resultar em menopausa precoce nas mulheres e aumentar o risco de fratura do quadril. A boa notícia é que o risco de fratura é reduzido naqueles que param de fumar.

Álcool


O consumo excessivo de álcool parece ser um fator de risco significativo para osteoporose e fraturas. Se você for mais velho, mesmo uma pequena intoxicação está associada a um aumento nas quedas, o que pode resultar em fraturas.

Peso corporal

Procure manter um peso corporal saudável , pois estar abaixo ou acima pode aumentar o risco de osteoporose e fraturas. Mesmo após a menopausa, as mulheres com peso saudável podem continuar a produzir pequenas quantidades de estrogênio protetor dos ossos nas camadas de gordura sob a pele. Garantir que você não está muito magro também ajuda a fornecer alguma proteção aos ossos. No entanto, o excesso de peso não ajuda, aumenta o risco de fratura e de desenvolver muitas outras doenças.

Fonte: Adriana Stavro é nutricionista funcional e fitoterapeuta, especialista em doenças crônicas não transmissíveis, mestre do nascimento a adolescência pelo Centro Universitário São Camilo.

Bauducco e Matilda Lanches anunciam parceria

Receita inédita foi preparada especialmente para a data, com vendas ativas na loja física e pelo iFood a partir de hoje, 16 de outubro

Em ação especial com o Matilda Lanches, restaurante da chefe Renata Vanzetto, em comemoração ao Dia Mundial do Pão, comemorado ontem (16), a Bauducco lança um lanche especial feito com Pães Fermentação Natural. A opção de lanche com queijo e agrião é acompanhada de molho de tomate picante.

O sandubinha é feito com o Pão Bauducco Fermentação Natural (versão Tradicional), que é delicioso, fofinho e macio.

A receita exclusiva está disponível no iFood, entre as opções de entrada, e na unidade Matilda Lanches do Itaim, sendo comercializada até o dia 23 de outubro.