Arquivo da categoria: Alimentação saudável

Vittadely lança novo PopLev sabor queijo vegano

Sempre em busca de novidades para o mercado nutricional, a Vittadely lança seu novo sabor da linha POPLev, o Queijo Vegano. O produto alia equilíbrio, praticidade e crocância em um único snack e é ideal para veganos, celíacos e pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável.

Composto por extrato de levedura nutricional e farinhas integrais (arroz, ervilha, sorgo e grão de bico), o novo PopLev Queijo Vegano é rico em fibras e com alta qualidade de micronutrientes. Assim como todos os outros sabores da linha, o produto é fonte de proteínas, não possui adição de lactose ou açúcar e é livre de glúten.

Indicado para qualquer momento do dia, é considerado um lanche intermediário nutricionalmente completo e equilibrado.

Sobre o mercado vegano

De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira e a pesquisa Ibope mais recente, o vegetarianismo está deixando de ser uma escolha restrita de parte da população, para ocupar posição central na mesa dos brasileiros. Essa pesquisa, realizada em 2018, levantou um crescimento rápido no interesse das pessoas por produtos livres de qualquer ingrediente de origem animal, onde mais da metade dos entrevistados declarou o consumo frequente de itens veganos na alimentação.

Os produtos isentos de ingredientes de origem animal são normalmente compostos por uma diversidade de ingredientes advindos da natureza, como grãos, sementes e vegetais. Um componente que está cada vez mais presente na composição de alimentos veganos é a levedura nutricional. As leveduras são importantes na elaboração de alimentos fermentados.

Além disso, estão presentes na microbiota do sistema gastrointestinal, desempenhando papel protetor e regulador no organismo. A Levedura Nutricional é o nome dado ao suplemento com o fungo Saccharomyces cerevisiae inativado, microrganismo que se prolifera em ambiente contendo uma concentração suficiente de carboidratos para atuar como seu substrato energético.

Como principal característica, a levedura nutricional promove um sabor azedinho aos alimentos, semelhante ao queijo.

Em relação à sua composição nutricional, Karla Maciel, nutricionista consultora da Vittadely, destaca alto teor de fibras, capazes de auxiliar no funcionamento intestinal, e também seu baixo teor de sódio. Para os adeptos ao vegetarianismo e veganismo, além de promover um sabor semelhante ao queijo, é considerado um complemento vitamínico, graças à alta concentração de vitaminas, especialmente a B12. Ainda, conta com proporção diferenciada de proteínas por ser um componente de origem vegetal, oferecendo em torno de 7,0 gramas em uma porção de 15g gramas da levedura.

popleve

 PopLev Queijo Vegano – Preço Sugerido: R$ 5,49

Informações: Vittadely

Como aproveitar o comfort food sem prejudicar sua saúde

“Quanto mais o ‘comer emocional’ estiver presente na alimentação, maiores as chances de isso afetar negativamente sua saúde física e mental”, diz especialista

Comfort food, ou comida afetiva, é um termo utilizado para definir um tipo de alimento que desperta reações emocionais nas pessoas, como uma lembrança do passado ou sensação de conforto imediato. A psicóloga do Grupo São Cristóvão Saúde, Aline Melo, explica que isso ocorre porque a mente humana relaciona alguns ingredientes, devido aos seus sabores e aromas, a situações e experiências de vida.

Dessa forma, a busca por determinados alimentos pode não estar apenas atrelada à questão nutricional. Segundo a psicóloga, devido a esse “poder” da comida afetiva, as pessoas podem recorrer a essa fonte de prazer quando se sentem estressadas, desmotivadas ou deprimidas. “É nesse ponto que a relação com a comida afetiva pode deixar de ser saudável”, alerta.

Alimentos considerados comfort food

Segundo a psicóloga, podemos classificar como comfort food alimentos de quatro categorias distintas:

– Nostalgia

bolo de fubá
Grupo de alimentos que são buscados por remeterem a um período vivenciado no passado, pode ser de uma região específica onde o indivíduo vivia quando criança ou, por exemplo, a refeição preferida feita pela mãe. “Ao ativar nossos sentidos, esse tipo de comida nos reconecta com o passado”, explica a psicóloga do São Cristóvão.

– Indulgência

mulher comendo sorvete na cama
Quando a pessoa busca por um alimento específico, geralmente rico em gorduras, como uma forma de recompensar uma situação negativa, por exemplo, problemas no trabalho, uma briga no casamento etc.

– Conveniência

fast-food-burger-400x400
Getty Images

Neste grupo estão os alimentos que podem ser consumidos de forma mais prática e acessível, como os industrializados de preparo instantâneo e os fast foods. “A intenção aqui é obter a satisfação e o prazer de forma rápida e simples, o que pode ser bastante prejudicial para a saúde em médio e longo prazo”, comenta a nutricionista do Grupo São Cristóvão Saúde, Ana Paula Gonçalves.

– Conforto físico

mulher comendo chocolate
Alimentos que geram sensações boas devido a ação química comprovada no cérebro. Podem ser alimentos ricos em açúcar, café, bebidas alcoólicas entre outros.

Quando o comfort food pode ser prejudicial

Aline ressalta que, quando a pessoa recorre à comida em busca dessa sensação de prazer instantânea, o ato de comer passa a significar algo que vai além do fornecimento de nutrientes para o funcionamento do corpo. “Nesse caso, o ato de comer se torna uma maneira de depositar e compensar sentimentos e emoções, como a ansiedade, o que pode gerar um hábito nocivo ao organismo”, comenta.

A busca frequente por essa sensação que o comfort food provoca pode levar a uma compulsão alimentar, que ocorre quando a pessoa ingere altas quantidades de comida em um pequeno intervalo de tempo. “Quanto mais o ‘comer emocional’ estiver presente na alimentação, maiores as chances de isso afetar negativamente sua saúde física e mental”, diz a psicóloga.

Além disso, conforme explica a nutricionista, é muito comum fazer essa associação afetiva a comidas gordurosas, como uma pizza ou lasanha. “É importante ter consciência sobre o consumo desses alimentos, que geralmente possuem teor mais elevado de carboidratos e calorias”, lembra.

hamburguer

Um exemplo disso são os fast foods, que também são alvos nesses momentos por proporcionarem satisfação imediata. “Muitas pessoas justificam o fast food como um ‘presente’ em meio a um dia desgastante, por exemplo, e essa atitude quando se torna frequente pode ser prejudicial, uma vez que lanches rápidos são mais calóricos e possuem baixo valor nutricional”, reforça a nutricionista.

A especialista alega que alimentos reconfortantes, em geral, são ricos em gordura saturada, que fazem com que o cérebro demore mais tempo para perceber o grau de saciedade, e nutrientes que agem como estimulantes na produção de hormônios ligados à sensação de prazer. “Normalmente, esses alimentos são consumidos sem maiores reflexões e assumem a característica de apenas proporcionar o prazer imediato”, completa a psicóloga do São Cristóvão.

Como ficar somente com o “lado bom” do comfort food

A maioria das comidas afetivas nos remetem à infância, refeições em família com receitas caseiras. Assim, a nutricionista aproveita esse aspecto para recomendar o uso de ingredientes naturais e menos calóricos que têm grande poder de instigar os sentidos humanos, como:

molho de tomate catkin pixabay
Foto: Catkin/Pixabay

alecrim
tomilho
manjericão
cúrcuma
salsinha
alho
molho de tomate caseiro
adoçantes naturais (stevia ou xilitol)
massas integrais

Ingredientes como esses possuem aromas e sabores característicos que aguçam os sentidos e podem ser associados a refeições mais saudáveis, com menos condimentos e ingredientes industrializados, conforme explica Ana Paula Gonçalves.

“O prazer de se sentir bem não deve ter como única e exclusiva fonte uma refeição”, afirma a nutricionista, que recomenda incluir outras atividades na rotina diária para evitar o consumo excessivo de comida afetiva. Entretanto, mudar esse comportamento é um “processo muito importante e complexo, que exige um comprometimento do paciente em se conhecer e entender suas tensões emocionais, podendo contar com apoio profissional nessa jornada”, finaliza a psicóloga.

Fonte: Grupo São Cristóvão Saúde

Life Cacao: achocolatado saudável e com baixa caloria

Que tal um achocolatado em pó, saudável e super antioxidante? Essa é a proposta do Life Cacao, novidade que a Vitafor – marca brasileira de suplementos nutricionais de alta qualidade – apresentou  na feira Arnold Classic Brasil 2019, em abril.

Feito com cacau premium 70%, Life Caco é uma ótima opção para substituir os achocolatados tradicionais, sem perder o sabor e com muito mais saúde. Além dos benéficos antioxidantes do cacau, a novidade reúne 15 vitaminas e 12 minerais importantes para um bom funcionamento do organismo.

Life Cacao é vegano e sua fórmula prioriza ingredientes naturais. Por isso, a bebida não possui corante, conservante e nem gordura trans. Também é zero açúcar e usa apenas adoçantes naturais, como a estévia e o xilitol.

Cada porção de Life Cacao possui 32 kcal, o que torna a bebida uma boa opção para quem quer perder peso e também para quem busca qualidade de vida. O lançamento faz parte da linha Healthy Lifestyle Vitafor e já pode ser encontrado em diversas lojas no Brasil e no site da marca.

life cacao

Life Cacao – preço sugerido R$ 42,00

Informações: Vitafor

Dicas para consumir alimentos ácidos sem prejudicar os dentes

Você sabia que hábitos como bochechar uma bebida ácida antes de engolir e consumir ácidos antes de dormir aceleram a degradação do dente?

Os ácidos presentes em comidas e bebidas, como sucos cítricos, refrigerantes, álcool e comida processada/refinada são um dos principais tipos de fontes responsáveis pela biocorrosão dos dentes, que é a perda da estrutura dental provocada por um processo químico de dissolução do esmalte por ácido, sem envolvimento de bactérias.

De acordo com Luis Calicchio, odontologista e sócio-diretor da Clínica Ateliê Oral, em São Paulo, a deficiência na produção de saliva, conhecida como xerostomia, é outro fator que predispõe pacientes à corrosão, pois ela tem um papel importante na proteção contra os agentes ácidos.

O especialista ainda alerta: “a biocorrosão, aliada à fricção e à tensão colocada na mordida, principalmente à noite durante o sono, período em que não existe um controle dos mecanismos conscientes, pode causar micro trincas na região cervical (próxima da gengiva e do esmalte dos dentes) e provocar, em pouco tempo, as chamadas lesões cervicais não cariosas (espécie de depressão no esmalte do dente) e a hipersensibilidade dentinária, que são, hoje, as doenças de maior incidência na boca do ser humano, chamadas de ‘mal do século’, com cerca de 80% da prevalência em pessoas jovens e de meia idade”, diz Calicchio.

sorriso

Para controlar a erosão, é indicado esperar 30 minutos para escovar os dentes depois de consumir ácidos, evitando, assim, a ação abrasiva das pastas dentais na superfície ainda amolecida do dente.

Outras recomendações para evitar a degradação são: evitar bochechar a bebida antes de engolir e também evitar consumir bebidas ácidas antes de dormir, quando os efeitos protetores da saliva estão reduzidos.

Para você não sofrer esse desgaste, o que pode ocorrer sem perceber, os especialistas do Ateliê Oral reuniram nove recomendações fáceis de adotar no dia a dia:

1. Evitar deixar bebidas ácidas por longo tempo na boca. Quando possível utilizar canudo.
2. Evitar escovar os dentes imediatamente após a ingestão de alimentos e bebidas ácidas e enxaguar a boca com água após a ingestão.
3. Encerrar as refeições com alimentos ricos em cálcio, como queijo, após a ingestão de alimentos ácidos.

frutas-citricas.jpg
4. Evitar alimentos ácidos tarde da noite, período de diminuição do fluxo salivar.
5. Evitar jejum prolongado, a fim de manter o pH da saliva.
6. Beber água durante o dia para contribuir com a diluição de alimentos na boca.

dieta-fibras-e-probioticos
7. Evitar ingestão de frutas ácidas e fontes de fibras, barra de cereal, sem ingestão de água subsequente.
8. Evitar ingestão diária de gomas de mascar não cariogênica devido aos seus ingredientes ácidos.

banana
9. Ao comer frutas, escolha as menos ácidas e aquelas com textura mais macias.

Veja abaixo uma lista de alimentos e bebidas ácidas em ordem decrescente de acidez*

1- Refrigerante
2. Bebidas energéticas
3. Álcool
4. Açúcar
5. Bebidas gaseificadas
6. Comida processada/refinada

suco contra ressaca
7. Sucos Cítricos
8. Sorvete
9. Pipoca
10. Carne
11. Café
12. Queijo Amarelo
13. Chá

xicara açucar adoçante cafe cha pixabay
Pixabay

14. Adoçantes artificiais
15. Massa
16. Pão
17. Suco de fruta pasteurizado
18. Ovos

peixe robalo tarasov pixabay
Foto: Tarasov/Pixabay

19. Peixe
20. Arroz
21. Leite de soja
22. Aveia

*Livro “Lesões cervicais não Cariosas e Hibersensibilidade dentária” – autor: Prof. Paulo Vinicius Soares e John Grippo (2017)

Fonte: Ateliê Oral

 

Feira de Orgânicos Lar Center terá workshop de receitas orgânicas com chef Rodrigo Einsfeld

No próximo domingo, 19 de maio, o Lar Center promoverá um workshop com o chef Rodrigo Einsfeld em comemoração ao primeiro ano da Feira de Orgânicos, que acontece todos os domingos, a partir das 8h, em uma área reservada do estacionamento do Shopping. Ex-participante do MasterChef Profissionais, Rodrigo dará dicas gastronômicas e ensinará três saborosas receitas feitas exclusivamente com ingredientes orgânicos.

Realizada em parceria com a AAO – Associação de Agricultura Orgânica, a Feira de Orgânicos Lar Center reúne pequenos produtores que comercializam uma ampla variedade de alimentos saudáveis e altamente nutritivos. A feira dispõe de uma barraca com diversificado cardápio orgânico para o café da manhã, espaços para refeição e convivência, uma área para as crianças brincarem, além de bicicletário e bebedouros para pets.

Fabiana Teixeira, gerente de marketing do Shopping Lar Center, ressalta que a Feira de Orgânicos tem sido um grande sucesso, reunindo diversos públicos todos os domingos pela manhã.

“Temos o compromisso de sempre promover experiências completas e diferenciadas para os nossos clientes, atendendo toda a família. Na Feira de Orgânicos, além de comprar e consumir produtos de alta qualidade, os frequentadores têm a oportunidade de tomar café da manhã, participar de várias atividades, oficinas e bate-papos conduzidos por renomados profissionais, que abordam a importância da alimentação saudável e como a produção de alimentos orgânicos beneficia o meio ambiente e a biodiversidade e fortalece a economia”, afirma.

Fabiana reforça que aqueles que forem à Feira de Orgânicos no próximo domingo também poderão participar das aulas gratuitas de pilates que a Decathlon, em parceria com o M. Marques Estúdio de Pilates, promoverá às 9 e às 10 horas. Além disso, a partir das 11h, os frequentadores irão curtir o som da Emblues Beer Band, banda itinerante que mescla ritmos variados como folk, blues, jazz e a música regional brasileira em suas apresentações.

Chef Rodrigo Einsfeld

Rodrigo começou a cozinhar por necessidade enquanto trabalhava como ator. Antes de abrir o Barê, em São Paulo, onde ficou por quatro anos no comando da cozinha, passou pelos restaurantes Stuzzi, no Rio de Janeiro, e pelo Arola Vintetres, em São Paulo. O chef também participou da primeira edição do MasterChef Profissionais no Brasil, em 2016, e, em seguida, trabalhou por um período no restaurante – três estrelas Michelin – Atelier Crenn, em São Francisco, na Califórnia. Hoje, Rodrigo integra o Grupo 8+ como Chef Executivo da Tartuferia San Paolo e sócio da Tartuferia Giapponese, além de prestar consultoria para diversos restaurantes em todo o país.

larcenter.jpg

Workshop com Rodrigo Einsfeld
Data: 19 de maio de 2019
Horário: das 11h30 às 12h30
Entrada: gratuita
Capacidade: 20 pessoas
Local: Feira de Orgânicos Lar Center (estacionamento do Shopping Lar Center)
Endereço: Av. Otto Baumgart, 500 – Vila Guilherme – São Paulo/SP

Greenpeople apresenta Cracker de Maçã

Presente em grandes sucessos da Greenpeople, a maçã ganha agora sua versão snack. A fruta é destaque no novo Cracker de Maçã, opção ao mesmo tempo saudável, crocante e docinha feita a partir da combinação com amêndoas, tâmaras, banana, agave, limão e cardamomo. A base vem do excedente da produção dos sucos, como um incentivo ao aproveitamento do alimento por completo.

Ótima pedida de lanche para comer em qualquer lugar, a novidade é rica em fibras, minerais e antioxidantes. É também vegana, sem glúten ou lactose, além do diferencial do processo de desidratação.

greenpeople_cracker_de_maA_AGBP_f03

Informações: Greenpeople

Remédios naturais: alimentos que nutrem e auxiliam no combate de doenças

Ana Lucia Hoefel, Professora do curso de Nutrição da FSG, listou 18 alimentos que servem como remédios naturais para o organismo

Em meio a rotina tão corrida que milhões de brasileiros levam todos os dias, ter uma alimentação rica em frutas, verduras, plantas, cereais e saladas está se tornando algo raro, resultando em diversos problemas de saúde, como a obesidade, diabetes, doença renal crônica, retinopatia, doenças neurológicas e até mesmo psiquiátricas.

A adoção de hábitos saudáveis no dia a dia é capaz de prevenir doenças e promover a saúde, fazendo dos alimentos o próprio remédio para o corpo. Pensando nisso, a professora Ana Lucia Hoefel, do curso de Nutrição do Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG), listou 18 alimentos cuja capacidade é promover saúde ao corpo e a mente. Confira:

maçã

Maçã: alimento riquíssimo em nutrientes, possui polifenóis, flavonoides, procianidinas, antocianinas, chalconas e taninos. Tem ação diurética, atua protegendo o aparelho digestivo e regulando o intestino, é anti-inflamatória e antioxidante.

aRomã: está entre os frutos mais saudáveis da terra, que contém centenas de sementes comestíveis. Rica em fibras, vitaminas, minerais e compostos bioativos ou fitoquímicos com efeitos anti-inflamatórios e antioxidantes que os cientistas afirmam que são únicos na romã.

Abacate: incrivelmente nutritivo, contêm mais potássio do que bananas. Também é rico em ácidos graxos monoinsaturados, que auxiliam a manter os níveis de colesterol dentro das faixas adequadas.

azeite-oliva

Azeite de oliva: outro alimento que contém gordura monoinsaturada, sendo também amigo do coração. Além disso, o azeite de oliva extra virgem, prensado a frio, contém mais de 800 substâncias com capacidade antioxidante. Ele apresenta potente propriedades anti-inflamatórias. Pode auxiliar na prevenção de acidentes vasculares cerebrais.

Canela: é uma das especiarias mais deliciosas e saudáveis do planeta. Estudos mostraram que ela é capaz de auxiliar no controle da glicemia. Além de possuir efeito termogênico podendo auxiliar no controle do peso corporal.

Cravo da Índia: tempero bastante utilizado na culinária popular, tem ação antimicrobiana e antifúngica. Pode ser usado para prevenção de cáries e também melhora o hálito.

farinha-sementes-linhaça
GreenMe

Linhaça:  possui quantidade apreciáveis de ácido graxo poli-insaturado do tipo W3, chamada gordura “boa”, que demonstraram ter efeitos saudáveis para o coração. Cada colher de sopa de semente de linhaça moída contém cerca de 1,8 gramas de ômega-3. Além disso, a linhaça possui lignanas, substâncias que podem ser convertidas, dentro no nosso organismo, em substâncias muito semelhantes ao estrogênio, hormônio feminino.

Cranberry: uma das mais importantes fontes dos fitoquímicos quercetina e miricetina da natureza, ambos são potentes antioxidantes e melhoram a circulação sanguínea. Auxilia como coadjuvante no tratamento de infecções do trato urinário, principalmente se causados pela bactéria Escherichia coli.

Uva: riquíssima em nutrientes, a uva é um alimento que deveria ser consumido diariamente. Riquíssima em vitamina C e potássio, sua casca possui ação antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, protege contra certos tipos de câncer e doenças crônicas.

couve
Foto: Jorgeyu / Morguefile

Couve:  está entre os alimentos mais nutritivos da terra. Tem antioxidantes poderosos como a quercetina e Kempferol, fonte de vitamina C e potássio.

Gengibre: muito utilizado na atualidade, principalmente por sua ação termogênica. O gengibre tem ação anti-hemética, ou seja, auxilia na melhora de náuseas.

Alho: consumir alho diariamente ajuda a baixar os níveis de colesterol devido às propriedades anti-oxidantes do fitoquímico alicina. Estudos mostraram que o alho é imensamente benéfico para regular a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangue.

curcuma pixabay
Foto: Pixabay

Açafrão da terra (cúrcuma longa): tem ação antidepressiva, estudos científicos mostraram que o uso de suplementos de cúrcuma, promove melhora nos sintomas depressivos. Além disso, tem ação antioxidante, anti-inflamatória e imunoestimulatória.

Nozes: são excepcionalmente nutritivas, possuem atividade antioxidante e ácidos graxos ômega-3. Esta riqueza de nutrientes contribui para os efeitos benéficos das nozes para a saúde, entre eles a redução da inflamação e a melhora dos fatores de risco para doenças cardíacas.

Salsa: possui ação anti-inflamatória e é riquíssima em vitamina C. Podemos destacar, que a vitamina C é uma vitamina capaz de deter radicais livres, além de ajudar na imunidade.

Manjericão: um tempero que não pode faltar à mesa, possui propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Como antioxidante ajuda a combater radicais livres, que são sustâncias que estão por trás do surgimento de diversas patologias.

salvia creative commons
Foto: CreativeCommons

Sálvia: tempero muito utilizado no Sul para temperar frango. Possui propriedades incríveis tais como reduzir flatulência gástrica e intestinal, efeito anti-inflamatório, antimicrobiano, anticarcinogênico. Estudos científicos já mostraram que, em pacientes com depressão auxilia na melhora do humor e também melhora a função cognitiva.

Orégano: tem efeito antifúngico, antioxidante, antimicrobiano e bactericida. No entanto, alguns cuidados devem ser tomados ao usá-lo em preparações. Ele deve ser sempre adicionado no final da preparação, não deve ser fervido e nem levado ao forno, pois, suas propriedades antioxidantes são perdidas.

Fonte: FSG é o Centro Universitário da Serra Gaúcha. Reconhecida há 20 anos pelo seu protagonismo no desenvolvimento de propostas educacionais instigadoras, é referência no cenário da educação superior.

Cinco benefícios das frutas vermelhas

Especialista fala sobre as propriedades desses alimentos e elenca as vantagens de inclui-los na dieta

Amora, morango, framboesa, mirtilo e cereja. Além dos tons avermelhados e o sabor marcante, essas frutas têm em comum algumas propriedades nutritivas como vitaminas, minerais e fitoquímicos, que desempenham funções antioxidantes para organismo, fortalecendo o sistema imunológico.

Também conhecidas como berries, essas frutas podem fazer parte das refeições diárias por meio de receitas, sucos, geleias ou in natura, trazendo benefícios para a saúde e praticidade para o dia a dia. Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, lista cinco benefícios das frutas vermelhas:

Beneficiam a visão

frutas vermelhas
Foto: Max Straeten

Por terem grandes quantidades de vitamina C, fósforo, cálcio e vitaminas do complexo B, as frutas vermelhas são aliadas à saúde dos olhos, melhorando a capacidade visual diurna e noturna.

Têm ação anticancerígena e desintoxicante

frutas-vermelhas

Essas frutas são ricas em antocianinas, substância responsável pela coloração avermelhada/arroxeada desses alimentos, que combatem a inflamação e a ação dos radicais livres, sendo, portanto, anticancerígenas e antioxidantes. “Elas proporcionam maior proteção aos órgãos e aos tecidos do corpo, retardando a temida ação do tempo sobre todas as células, como as da pele, por exemplo“, conta.

São ricas em fibras

frutas vermelhas skyangel

A grande quantidade de fibras presente nas berries é ótima para quem procura melhorar o trabalho do sistema digestório. “É bom lembrar que além de beneficiar o intestino, as fibras são aliadas de quem quer reduzir os níveis de colesterol e glicose no sangue”, destaca.

Aumentam a saciedade

frutas vermelhas pixabay
Mais uma vez as fibras desses alimentos caem no gosto de quem quer ficar em dia com a balança. A alta quantidade da substância nas frutas vermelhas dá uma sensação de maior saciedade quando elas são ingeridas, diminuindo a vontade por doces ou snacks pouco saudáveis nos intervalos das refeições principais.

Combatem a anemia

frutas vermelhas

Frutas desse grupo quando consumidas com algum alimento rico em ferro, auxiliam e promovem uma maior absorção do mineral no organismo. “Por apresentarem bastante vitamina C, que facilita a assimilação do ferro no corpo, são ideais para quem sofre de anemia ou ainda para quem quer evitá-la”, pontua.

Sugestão de produtos

Geleias

geleia superbom

As geleias da Superbom são saborosas e ricas em nutrientes como vitaminas D, E, ferro e cálcio, opção ideal para rechear pães e torradas. Disponíveis nos sabores: morango com chia, amora, frutas vermelhas com chia, e uva.

Suco Antiox

Suco-Antiox-1L

Suco 100% fruta com misto de maçã, blueberry, cranberry, romã e cenoura roxa, frutas com alto poder antioxidante. São diversos flavonoides e polifenóis que auxiliam na prevenção do envelhecimento celular causado pela oxidação natural do organismo.

Fonte: Superbom

Os benefícios dos iogurtes vegetais

A procura por alimentos mais saudáveis e que substituem os de origem animal têm sido cada vez maior. A população brasileira está mais consciente da necessidade da diminuição da exploração dos animais e dos benefícios que uma alimentação vegana traz à saúde e ao meio ambiente.

Entre os alimentos mais consumidos quando falamos de alimentação de origem animal, estão o leite e seus derivados. Felizmente o mercado vegano para esses produtos também está crescendo e é possível achá-los com facilidade.

Além dos vegetarianos e veganos, que fazem suas escolhas com base em uma visão que vai além da saúde, existe o grupo de pessoas que não consomem leite nem seus derivados devido à intolerância à lactose e alergia à proteína do leite.

A qualidade dos nutrientes presentes em iogurtes vegetais é muito grande e são sim, muito saborosos, nutritivos e benéficos para a sua saúde.

O que o iogurte vegetal tem de bom?

Os Iogurtes Vida Veg, por exemplo, tem como base em sua composição, o coco, amêndoa e soja. Cada um deles tem características específicas carregados de nutrientes que só fazem bem ao nosso corpo, prezando pelo uso de ingredientes naturais, saudáveis e agradáveis ao paladar.

Iogurte vegetal de coco

iogurte coco

=Rico em vitaminas (c, b, a) e minerais (sódio, potássio, cálcio, manganês, magnésio, fósforo, cobre e ferro).
=Aumento dos níveis do considerado “bom colesterol” (HDL) e redução do “mau colesterol” (LDL), auxiliando assim na prevenção de doenças cardiovasculares.
=Exerce função antioxidante prevenindo contra a ação dos radicais livres.
=Possui ação diurética, evitando retenção de líquidos e inchaço.
=Fonte de energia rápida. Importante na dieta de praticantes de atividade física, pois a polpa concentra um aporte maior de potássio (principal mineral perdido no suor) que participa da contração e relaxamento dos músculos.

Iogurte vegetal de amêndoa

iogurte amendoa

=Aumento dos níveis do considerado “bom colesterol” (HDL) e redução do “mau colesterol” (LDL), auxiliando assim na prevenção de doenças cardiovasculares.
=Alto teor de antioxidantes, Vitamina E e B2.
=Boa quantidade de magnésio e potássio.

Iogurte vegetal de soja

iogurte soja

=Rico em proteínas e boa fonte de minerais (cálcio, magnésio, zinco, potássio e fósforo);
=Ajuda a elevar os níveis do “bom colesterol” (HDL) e a reduzir o “mau colesterol” (LDL), atuando na prevenção de doenças cardiovasculares;
=Possui isoflavonas, substâncias que ajudam a atenuar os efeitos da menopausa nas mulheres;
=Ajuda a fortalecer os ossos e aumentar a densidade óssea;
=Rico em ômega-3 e ômega-6;
=No iogurte da Vida Veg a soja é fermentada e não transgênica, forma indicada para o consumo. Para se obter a matéria-prima, a soja é submetida a um tratamento térmico adequado para inativação dos fatores antinutricionais e microbiológicos, tornando-se um ingrediente funcional, de alto valor nutritivos.

Os iogurtes vegetais são ricos em nutrientes e muito importantes na manutenção da saúde do corpo. Não é preciso consumir produtos de origem animal para se manter saudável. Os vegetais oferecem tudo que nosso organismo precisa, basta manter a dieta equilibrada e o prato bem colorido.

Fonte: Vida Veg

Salvar

Quibes, lasanha e pizzas veganos são novidades da Mr. Veggy

Prato tradicional da gastronomia italiana, lasanha ganha nova versão à base de soja e queijo de castanha

Para quem não resiste a uma deliciosa lasanha, a Mr. Veggy está lançando a sua primeira Lasanha Bolonhesa 100% vegana no mercado, criando uma versão cheia de sabor e com poucas calorias desse prato tradicional italiano.

Desenvolvida para atender principalmente consumidores veganos e vegetarianos, a novidade é elaborada com proteína de soja, molho de tomate caseiro, queijo de castanha e temperos in natura, o que a torna ainda mais leve e saborosa, sendo também uma ótima opção para pessoas que buscam uma alimentação mais saudável.

Superprática, a Lasanha Mr. Veggy vem congelada em embalagens individuais com 320 gramas. Para consumir, basta aquecer em forno convencional ou micro-ondas por aproximadamente 5 minutos para ficar perfeita.

lasanha___2lasanha__mr._veggy___embalagem

Com a Lasanha Mr. Veggy, a empresa quer ampliar seu portfólio para atender um segmento de mercado que vem crescendo a cada dia. Segundo pesquisa do IBOPE Inteligência conduzida em 2018, 14% da população do país é vegetariana.

Nas regiões metropolitanas de São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro este percentual sobe para 16%, o que representa um crescimento de 75% em relação a 2012, quando a mesma pesquisa indicou que a proporção da população dessas regiões que se declarava vegetariana era de 8%. Hoje, o percentual de 14% de vegetarianos representa quase 30 milhões de brasileiros que aderiram à essa opção alimentar e buscam consumir alimentos mais saudáveis e naturais no dia a dia.

Quibes de Abóbora e de Tomate Seco com Escarola também são novidades da marca

Outros lançamentos Mr. Veggy são o Quibe Assado de Abóbora e o Quibe Assado Recheado com Tomate Seco e Escarola, duas novidades saborosas e nutritivas que irão agradar tanto veganos e vegetarianos. Congelados e de fácil preparo, os quibes podem ser servidos como opção principal de uma refeição.

quibe_de_abA3bora___versoquibe.jpg

Elaborado com abóbora japonesa, o Quibe de Abóbora leva trigo para quibe, cebola e salsa in natura, hortelã, sal marinho, alho, açúcar mascavo, painço, linhaça, especiarias, gergelim e outros ingredientes.

Disponível em caixas com 6 unidades de 50g (300g), também é oferecido em embalagens de 990 kg para o food service. Para preparar basta aquecer o produto semidescongelado em forno médio preaquecido (180ºc) por aproximadamente 15 minutos ou em forno micro-ondas por 1 a 2 minutos.

quibe_de_escarola_e_tomate_seco.png

Já a outra novidade, o Quibe Assado de Escarola com Tomate Seco, também leva trigo para quibe, proteína de soja, cebola, hortelã, alho, mix de temperos, salsa e outros ingredientes.

Oferecido em caixas com 4 unidades de 80g cada (320g) o quibe pode ser assado em forno médio (180°c) por 10 minutos ou frito imerso em óleo quente por aproximadamente 4 minutos.

Pizzas Veganas nas versões Abobrinha com Tomate Cereja e Vegetais com Queijo de Castanha são novidades para quem é fã dessa delícia italiana

O terceiro lançamento da Mr. Veggy, também com sotaque italiano, são as Pizzas Abobrinha com Tomate-Cereja e Vegetariana com Queijo de Castanha para oferecer aos veganos, vegetarianos e pessoas que buscam uma alimentação mais leve e saudável um dos pratos mais consumidos em todo o mundo.

pizza_abobrinha_2.jpg

Com receita italiana, 100% plant based e assada lentamente em forno à lenha, a Pizza de Abobrinha e Tomate-Cereja Mr. Veggy é crocante e deliciosa. Elaborada com fatias do legume, leva ainda molho de tomate caseiro, queijo vegano de castanha-de-caju, tomates-cereja frescos, folhinhas de alecrim e um toque de azeite.

pizza_legumes_3.jpg

Já, o outro lançamento, a Pizza Vegetariana com Queijo de Castanha Mr. Veggy, combina muçarela vegetal com molho de tomate preparado artesanalmente, brócolis, milho e ervilhas em conserva, lascas de azeitonas e azeite de oliva.

Fonte de fibras e proteínas e isentas de lactose, as Pizzas Mr. Veggy são oferecidas na versão brotinho, com 230 gramas, e ficam prontas em poucos minutos. É só retirar a pizza do congelador e assar em forno preaquecido a 220º C por cerca de 15 minutos.

Estes lançamentos e a linha de produtos Mr. Veggy são comercializados em mais de 800 lojas, restaurantes, lanchonetes, redes de varejo e no site com entrega restrita à região da Grande São Paulo.