Arquivo da categoria: bem-estar

Menopausa: saiba como reduzir sintomas e evitar problemas mais graves

Comum a todas as mulheres, a menopausa é uma fase hormonal que pode variar de acordo com cada organismo

O período que marca o fim do ciclo menstrual das mulheres costuma ser temido por estar diretamente relacionado a uma série de desconfortos e desequilíbrios no organismo. Os sintomas, no entanto, podem ser amenos ou excessivos, e cada mulher tem seu início sintomático próprio, tento como base a data de início do ciclo menstrual.

Os primeiros indícios gerais do climatério, que são comuns a todas as mulheres, começam pela queda ou encerramento da produção dos óvulos, isto é, os períodos menstruais ficam cada vez mais escassos e espaçados, até atingir o fim da menstruação. Segundo Talitha Melo, ginecologista da clínica Penchel, os sinais básicos da menopausa são as ondas de calor, sudorese noturna, perda da menstruação, ressecamento vaginal e queda da libido.

menopausa - reprodução internet fogacho

A saúde da mulher nessa fase fica fragilizada pelas sinapses difusas na conexão com o próprio organismo. Logo, a parte psicológica é uma das mais afetadas na saúde feminina, por estar diretamente ligada à produção de hormônios. O climatério acontece em duas etapas, a pré-menopausa e a pós-menopausa, e em cada uma delas é necessária uma maior atenção às carências psicofisiológicas.

“No início dos sintomas, aliado aos instáveis níveis de testosterona, progesterona e estrogênio no organismo, as mulheres podem ter oscilações no humor e desequilíbrios neurológicos, como crises de ansiedade, depressão e irritabilidade. Algumas mulheres também se queixam de perda do sono, cansaço, fraqueza e diminuição da libido”, afirma Talitha.

mulher tomando remedio probiotico suplemento

Durante a busca por soluções para os sintomas do climatério, em alguns casos pode ser indicado a terapia de reposição hormonal, que funciona como um inibidor geral de sintomas. Porém, a terapia é contraindicada em casos de já ter havido doenças hormonais ou provenientes de células debilitadas, como o câncer de mama. A terapia de reposição hormonal só deve ser realizada uma vez que haja acompanhamento médico, pois, com o organismo desfalcado na pré-menopausa, não pode receber uma sobrecarga abrupta de hormônios.

Nos períodos de pré e pós-menopausa é de suma importância que as mulheres se atentem ao peso. Por conta da perda da função ovariana, o déficit dos hormônios femininos pode fazer com que a mulher aumente sua gordura visceral.

“Esse ganho de peso, principalmente da adiposidade visceral, preocupa, pois tem relação direta com o desenvolvimento de doenças como: Acidente Vascular Cerebral (AVC), hipertensão, diabetes, alguns cânceres, doenças coronarianas e neurodegenerativas”, alerta Lucas Penchel, médico nutrólogo e diretor da clínica Penchel. Segundo ele, a queda do hormônio estradiol afeta, também, a perda de massa muscular e óssea.

quiabo peonia
Foto: Peonia/MorgueFile

Do início até o final da menopausa é essencial que as mulheres reforcem seus níveis de cálcio, ferro, fibras, vitamina D e B12 e magnésio, pois, isso irá reforçar o sistema imune, endócrino e reprodutor. Os alimentos que contêm maiores níveis de cálcio e auxiliam no fortalecimento ósseo, de acordo com Penchel, são peixes, leite desnatado, espinafre, quiabo e ameixa. Já as fibras, as qualidades nutritivas podem ser encontradas em alimentos integrais, nozes, castanhas, banana e hortaliças.

espinafre

Como nessa fase é comum a queda substancial de ferro no sangue é indicado que se insira na alimentação alimentos como açúcar mascavo, uvas e damascos secos, algas, cereais integrais e vegetais escuros, como espinafre e couve. “É de extrema importância investigar se há a necessidade de repor nutrientes e qual. Contudo, com o acompanhamento correto, não há restrições de consumo e as melhorias dos sintomas da menopausa são garantidas”, afirma Lucas.

Fontes
Lucas Penchel é diretor técnico da Clínica Penchel. Nutrologia – Faculdade de Medicina da Santa Casa- SP. Medicina Esportiva – Universidade Católica de Petrópolis.
Pós-Graduando em Endocrinologia – Ipemed. Mestre em Biotecnologia da saúde. Nutrição – Faculdade Universo.
Talitha Mello: Ginecologista e obstetra. Membro da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Membro da Sociedade Mineira de Ginecologia e Obstetrícia.
Membro da Associação Brasileira de Cosmetoginecologia.

Quatro passos para diminuir a oleosidade da pele no verão

Cuidados na rotina garantem uma cútis sequinha nos dias mais quentes

O verão está chegando e as temperaturas mais altas podem causar algumas alterações na pele. Uma das queixas mais comuns dessa época é o brilho excessivo no rosto. “O calor estimula as glândulas sebáceas e intensifica a produção de sebo, que atua como uma proteção devido a maior exposição solar. Assim, a geração dessa oleosidade é uma forma de defesa do organismo, que funciona como uma barreira para proteger a pele da exposição aos raios solares, e também para preservar a hidratação, já que durante essa estação há um aumento de suor”, explica Thaís Carvalho fisioterapeuta dermatofuncional da Onodera Estética.

Pensando na saúde cutânea, a especialista indica cuidados rápidos que devem ser inseridos na rotina a fim de aproveitar os dias ensolarados sem preocupação. Confira:

maquiagem limpeza olhos beautynstyle
Foto: Beautynstyle

Não deixe de limpar o rosto – devido a maior produção de sebo, é preciso se atentar a higiene da pele, pois o acúmulo de impurezas pode obstruir os poros e causar acne. “Vale ressaltar que a limpeza em excesso pode causar efeito contrário e aumentar a oleosidade. Dessa forma, realize duas limpezas ao dia e escolha produtos específicos para o seu tipo de pele”, alerta.

mulher meia idade creme

Redobre a hidratação – a pele ressecada estimula a produção das glândulas sebáceas, por isso é importante manter a hidratação. “Escolha hidratantes livres de óleo e com textura leve, como sérum ou gel. Uma dica é deixar a hidratação para fazer durante a noite, porque a pele está descansando das agressões sofridas pelos raios solares”.

mulher usando protetor solar

Intensifique a proteção solar – a exposição aos raios ultravioletas sem proteção pode causam manchas, câncer de pele, além de deixar a pele mais ressecada. Para evitar esses problemas, use filtro solar especifico para pele oleosa, pois o produto possui ação antiumidade e ajuda a controlar a o brilho em excesso.

demaquilante limpeza pele mulher

Diminua o uso de maquiagem – usar muita maquiagem e não fazer a remoção correta obstrui os poros e provoca aumento de oleosidade. “Durante o verão, opte por produtos mais leves e priorize o protetor solar com cor, que além de proteger a pele e cobre manchas e imperfeições”, finaliza.

Fonte: Onodera Estética

Cinco passos para dormir bem no verão

Elevação das frequências cardíaca e respiratória atrapalham o descanso durante essa época do ano

Um sono de qualidade nem sempre é fácil quando os termômetros marcam altas temperaturas. As noites quentes dificultam a tarefa de dormir oito horas diárias e isso se deve, dentre diversos aspectos, à queda da melatonina – hormônio que induz à sonolência – relacionada à elevação da exposição solar. O resultado é irritabilidade e indisposição no dia seguinte.

Para evitar esses desconfortos, a Consultora do Sono da Duoflex, Renata Federighi, dá algumas orientações para recuperar a qualidade do sono nesse período do ano. “Pequenas mudanças na rotina já são suficientes para promover bem-estar e descanso completo”, explica a especialista.

A consultora destaca cinco dicas para deixar as noites mais agradáveis durante o clima quente. Confira:

Atente-se às condições do ambiente

janela quarto.jpg

Um lugar arejado e fresco é ideal para o momento de repouso. Ar-condicionado e umidificadores podem ser grandes aliados, a temperatura adequada para estimular o sono é entre 21°C e 24°C. Outra alternativa viável é o ventilador. “Ligar o ventilador em cima do corpo não é o mais recomendado, uma vez que provoca o ressecamento das mucosas e comprometem a respiração. Direcionar o vento para as janelas é uma opção mais inteligente porque auxilia na expulsão do ar quente”, sugere.

Opte por uma alimentação leve

mulher frutas alimentos FreeGreatPicture 3

Alguns hábitos alimentares noturnos aumentam a chance da insônia aparecer, como as refeições pesadas e gordurosas, cafeína, carnes em grande quantidade e consumo de álcool. O indicado é ter uma alimentação leve e que facilite a digestão. Frutas, legumes e verduras são sempre uma boa pedida. “E não se esqueça da água. Hidratação é fundamental para regular a temperatura corpórea. Outra recomendação é fazer a última refeição três horas antes de se deitar”, pontua a especialista.

Um banho refrescante pode ajudar

banho mulher 2

Por mais que a água gelada seja tentadora em dias quentes, o efeito de uma chuveirada muito fria trará resultados opostos ao que se espera. Isso porque na tentativa de manter os 36°C, o corpo aumentará a própria temperatura. “Uma ducha levemente morna, além de aliviar a tensão, evitará o efeito rebote”, comenta Renata. Já na escolha da roupa de dormir, tecidos de algodão ou linho são as melhores opções, pois facilitam a transpiração.

Evite alguns hábitos

mulher celular cama

Fazer exercícios físicos ou ficar no celular são exemplos simples de atividades que, quando feitas perto do momento de deitar, tornam-se inimigas do bom repouso. Eles mantêm o metabolismo e o cérebro ativados, enquanto deveriam relaxar. A falta de um horário regular para dormir e acordar também pode atrapalhar o sono. “Criar e manter uma rotina é eficiente para dormir tranquilamente sem deixar de fazer todas as tarefas diárias. O corpo também se habitua aos horários, o que facilita o processo de adormecer também no verão”, acrescenta.

Bons travesseiros e colchão são fundamentais

dormir sono cama mulher

Mesmo seguindo todos os passos anteriores, sem uma cama confortável é impossível ter uma noite bem dormida. “A escolha de um colchão adequado, que mantenha a coluna alinhada, e um travesseiro que acomode e dê o suporte necessário para a cabeça é indispensável”. Lençóis e fronhas devem seguir a mesma linha dos pijamas e serem feitos de tecidos leves e finos. Manter a saúde do travesseiro é essencial para ter boas noites de sono. O ideal é sempre arejá-lo e ventilá-lo, sempre protegido por uma fronha e sob luz indireta (nunca diretamente ao sol). “Também é aconselhável o uso de uma capa impermeável, para evitar que o suor e outras secreções migrem para o travesseiro e sirvam de alimento para os ácaros, ocasionando um aumento da sua proliferação”, finaliza a consultora.

Fonte: Duoflex

Técnicas para evitar desgaste físico e emocional durante longos voos

As cidades do Rio de Janeiro, Florianópolis e Recife são os destinos nacionais com as melhores ofertas para celebrar o Natal e o Réveillon neste ano, de acordo com levantamento realizado pela Almundo – empresa de tecnologia para viagens e agência omnichannel. A expectativa da companhia é que as viagens para o período representem 20% dos pedidos realizados no último trimestre do ano, um crescimento de 10% em relação ao mesmo período de 2018.

Considerando as compras realizadas de 1º de junho a 30 de novembro, com datas para embarques e retornos compreendidas entre 20 de dezembro e 10 de janeiro, os destinos nacionais mais buscados em 2019 foram São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Fortaleza, Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Florianópolis, Porto Seguro e Jericoacoara. Na categoria dos internacionais, se destacaram Santiago Do Chile, Buenos Aires, Cusco (Peru), Paris, Miami, Roma, Joanesburgo, El Calafate (Argentina), Lisboa e Madrid, respectivamente.

Voos longos: como torná-los menos cansativo

trombose-aviao

Ainda que viajar seja um dos maiores prazeres da vida, enfrentar longos voos é estressante. Chega um momento em que permanecer muitas horas dentro de um avião se torna desagradável, sem falar que pode afetar a saúde física e mental.

“Nossa energia e motivação atingem o nível mais baixo durante a segunda metade do voo, quando já nos alimentamos, assistimos a alguns filmes e ainda não conseguimos dormir”, afirma Vivian Wolff, especialista em desenvolvimento humano e mindfulness pelo Integrated Coaching Institute (ICI).

Pensando no conforto de quem enfrentará horas de voo neste final de ano, Vivian formulou técnicas simples para você praticar ao longo da viagem, proporcionando bem-estar e evitando desgaste físico e emocional:

– Fique de pé no corredor. Se possível, tire os sapatos. Esse exercício aumenta o fluxo sanguíneo para os pés e, finalmente, para o resto do corpo. Enquanto inspira, levante os calcanhares. Ao expirar, solte os calcanhares e levante os dedos dos pés. Balance para frente e para trás por cinco respirações, focando toda sua atenção nesse vai e vem.

– Mexer o tronco para cima alonga e revigora. Fique de pé. Faça uma respiração profunda e coloque os braços esticados acima de sua cabeça, como se fosse tocar o teto do avião. Ao inspirar, estique um pouco mais o braço direito acima da cabeça, como se fosse colher uma fruta bem no alto de uma árvore. Exale e traga o braço de volta. Inale e faça o mesmo com o braço esquerdo sempre com consciência e presença. Repita por 5 respirações.

– Lembre-se de respirar, levando sua atenção para o movimento do ar entrando e saindo de seu corpo. Chamar nossa atenção para a respiração regula nossa resposta ao estresse e melhora o humor. Antes de entrar no voo, você pode baixar alguma meditação guiada que te ajude a relaxar, sem criar expectativas ou pressa para chegar.

Gift Card é opção da Doctor Feet para presente de Natal

Com valores a partir de 87 reais, rede oferece serviços de podologia para adultos e crianças, além de produtos para tratamento de beleza dos pés

Cuidar de quem a gente ama é sempre o melhor presente, inclusive se for no natal. Pensando nisso, a Doctor Feet, maior rede de podologia do país, apresenta para a data o seu cartão presente, que oferece os serviços e produtos da rede para pessoas de todas as idades.

O valor inicial dos preços é de R$ 87,00, podendo chegar até R$246,00, com opções para o tratamento tradicional completo, que envolve corte das unhas, desbaste de calos, assepsia e finalização com creme hidratante, mais reflexologia, somando o valor de R$201,00. Confira abaixo outras opções de tratamento para presentear:

Doctor-Feet-Divulgacao

– Tratamento Tradicional Completo + Reflexologia = R$ 201,00
– Tratamento Tradicional Completo + Argiloterapia = R$ 208,00
– Tratamento Tradicional Completo + Hidratação = R$ 191,00
– Reflexologia = R$ 105,00
– Argiloterapia = R$ 112,00
– Hidratação = R$ 94,00

*Preços válidos até dia 31/12/19 para o estado de São Paulo. Para outras cidades e regiões, favor consultar a assessoria de imprensa. O cartão presente da rede pode ser encontrado em todas as unidades e a validade é de um ano.

Informações: Doctor Feet

Buddha Spa oferece pacotes promocionais especiais para o Natal

Companha “Alguns presentes são mais do que presentes” terá mais de 20 combos e terapias com 15% de desconto na loja on-line e nas unidades físicas

Com o slogan “Alguns presentes são mais do que presentes”, o Buddha Spa preparou uma campanha especial para o Natal. São mais de 20 combos e terapias com 15% de desconto na loja on-line e nas unidades físicas – 34 ao todo, espalhadas em 7 cidades do país: São Paulo, Piracicaba, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Vitória, Goiânia e Curitiba.

buddha spa.jpg

Entre as terapias em oferta estão diversas opções de Day Spa (individual e para casais) e a Experiência Ayurveda, que reúne a milenar massagem indiana ayurvédica (de 60 ou 90 minutos) e a Indian Head, uma massagem feita no crânio com 20 minutos de duração extremamente relaxante e renovadora.

Os combos e terapias em promoção neste Natal são uma excelente oportunidade de presentear alguém que se ama, com algo que vá além de um presente comum. Os vouchers do Buddha Spa presenteiam com um momento de bem-estar e relaxamento, permitindo que a pessoa se permita fazer uma pausa no meio da vida corrida e descansar a mente e o corpo.

A essência do Buddha Spa é despertar em seus clientes os cinco sentidos, para que se sintam bem em todos os aspectos, de forma completa. Para isso, a entrega vai muito além do atendimento técnico de cada serviço. Passa por uma infraestrutura de alto padrão totalmente voltada para o bem-estar, com sons, aromas e chás que complementam o toque profissional dos mais de 300 terapeutas que trabalham na rede.

Graças a qualidade dos atendimentos e a sua expertise, a rede Buddha Spa realiza cerca de 500 tratamentos por dia e atingiu recentemente a marca de 1 milhão de massagens realizadas.

buddha spa 2.jpg

Lista completa de terapias em promoção no Natal Buddha Spa

2955184373.png4226410939.png

 

Informações: Buddha Spa

 

Incontinência urinária: exercícios para fazer em qualquer lugar e hora do dia

Tratamento e prevenção de disfunções pélvicas necessitam de poucos minutos diários de exercícios; problema atinge 10% da população brasileira

Exercícios pélvicos são essenciais nos tratamentos e prevenção da incontinência urinária, prolapsos, incontinência fecal e disfunções sexuais. Uma das facilidades é que esses exercícios podem ser feitos em qualquer lugar ou hora do dia.

Poucos exercícios feitos por alguns minutos – em casa, no carro, no trabalho ou na academia – ajudam a prevenir e a reduzir o distúrbio que é causado pelo enfraquecimento da musculatura pélvica – que fica entre o púbis e o cóccix.

“Como os exercícios pélvicos trabalham muito com contração e respiração, é possível fazê-los no trânsito no carro, por exemplo, ou mesmo enquanto de se digita um texto no computador e ainda usando o celular”, explica Maura Seleme, PhD em fisioterapia pélvica e criadora do iPelvis, aplicativo de fisioterapia pélvica totalmente individualizado, com conteúdo em vídeos e imagens exclusivas , propõe exercícios, dissemina informações e abre espaço para interação entre paciente e a equipe multidisciplinar.

Maura lembra que hoje estima-se que 20 milhões de brasileiros, ou 10% da população, sofrem de problemas pélvicos. As incontinências urinárias atingem uma a cada três mulheres, um a cada cinco homens e mais de 40% dos idosos (homens e mulheres acima dos 60 anos).

“A incontinência urinária pode trazer problemas psicológicos e sociais, como diminuição da autoestima, queda no rendimento profissional e dificuldades de relacionamento conjugal e sexual. Também é considerada o primeiro fator de exclusão de idosos do convívio familiar. Causa de queda e fratura de colo de fêmur no idoso”, ressalta a criadora do aplicativo.

Além dos exercícios, beba água

mulher bebendo agua pixabay
Pixabay

Além dos exercícios diários, para evitar a incontinência e outras disfunções pélvicas é importante beber água, que previne infecções urinárias e favorece a continência; evitar ficar sentado o dia todo (e se ficar, exercitar a musculatura), caminhar três vezes por semana e em boa postura por 30 minutos.

iPelvis

Ipelvis_imagem

O iPelvis é o único aplicativo de fisioterapia pélvica do mundo que é totalmente individualizado, com conteúdo em vídeos e imagens exclusivas desenvolvidas por um time de renomados especialistas no assunto composto pela médica Maura Seleme, PhD em fisioterapia pélvica; pelo epidemiologista holandês Bary Berghmans e pela ajuda de fisioterapeutas e médicos que desenvolvem teses e artigos como Cláudia Mueller, Gustavo Latorre, Rogério de Fraga. O App está disponível para download para os sistemas operacionais em iOS e Android a um valor de R$ 29,90 por ano.

Saiba os sete passos para fortalecer a musculatura pélvica

perineo-feminino-.jpg

1. Identifique o períneo: é a musculatura que contrai quando você prende o xixi ao urinar

2. Sente-se em uma cadeira dura. Incline-se para frente, apoiando os antebraços nos joelhos

4. Afaste as coxas e pés

5. Faça 5 séries de 10 contrações perineais bem fortes de 5 segundos e relaxe 5 segundos

6. Faça 5 séries de 10 contrações de 1 segundo e relaxe 1 segundo

7. Faça uma série de 10 contrações leves de 15 segundos e relaxe 15 segundos

Confira vídeo com exercícios clicando aqui.

Fonte: Maura Seleme, fisioterapeuta e palestrante internacional Maura Seleme é doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, fisioterapeuta especialista em Uroginecologia, Urologia e Saúde da mulher – Brasil e fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Pélvica na Holanda, com diploma reconhecido na França, Brasil e Holanda, professora e coordenadora do curso de Fisioterapia Pélvica Modular Internacional- Faculdade Inspirar Curitiba e São Paulo Santo – Brasil. Além de embaixadora do Setor de Fisioterapia da Associação Internacional de Uroginecologia e autora de diversos artigos e publicações internacionais.

 

Projeto verão: ainda dá tempo de entrar em forma

Confira dicas fitness poderosas para eliminar os quilinhos e aproveitar a estação mais esperada do ano

Faltam pouco mais de 30 dias para o verão chegar. Há quem esteja satisfeito com os resultados que têm obtido durante meses de treino e alimentação regrada. Mas, para aqueles que não conseguiram inserir no dia a dia uma rotina fitness, nem tudo está perdido. Um mês é tempo o para correr atrás dos seus objetivos.

Giuliano Cangiani, Master Trainer da modalidade fitness Strong by Zumba, tem uma boa notícia para aqueles que querem mudar seus hábitos. “Ainda dá tempo para dar adeus àqueles quilos indesejados e definir o corpo para aproveitar a estação mais quente do ano sem culpa. O jeito é investir em uma modalidade de alta intensidade, que em até 60 minutos de treino, três vezes por semana, é possível ter o corpo mais definido em 28 dias”, ressalta.

O segredo para obter resultados satisfatórios em pouco tempo está na combinação de alimentação regrada e treino adequado. Escolher uma atividade física completa é fundamental. “O objetivo de um treino de HITT, por exemplo, é manter o batimento cardíaco elevado, otimizando a queima de calorias durante e após o treino — chamado de efeito EPOC, quando o organismo continua trabalhando após a atividade física, por conta da alta intensidade”, explica o especialista.

Giuliano Cangiani listou algumas dicas para quem quer dar o start no Projeto Verão e entrar em forma em poucos dias:

1. Comece 

corrida caminhada inverno
Não perca tempo lamentando que não começou a rotina de vida saudável no início do ano. Foque no que é possível fazer agora. Nunca é tarde para adotar hábitos saudáveis que irão beneficiar a sua saúde.

2. Escolha uma atividade física que combine com você

exercicio academia ginastica
Optar por um treino completo é fundamental, mas é essencial que seja prazeroso. Só assim o “projeto verão” vira uma rotina. Analise quais exercícios têm mais a ver com você. Eles vão te estimular a sair de casa para treinar.

3. Preze pelos exercícios de alta intensidade

agachamento - pop sugar
Foto: Pop Sugar

Os treinamentos funcionais, que utilizam o peso do próprio corpo, podem auxiliar no processo de definição e emagrecimento em curto prazo. Agachamentos com explosões e saltos, por exemplo, são exercícios que ativam o sistema cardiorrespiratório, melhorando a resistência do corpo e mantendo o metabolismo acelerado, proporcionando a queima de gordura.

4. Treinamento completo

divulgação strong by zumba.jpg
Foto: Strong by Zumba

Na correria do dia a dia, é natural não encontrar tanto tempo livre na agenda para treinar, especialmente no final do ano. Não é todo mundo que consegue passar horas na academia diariamente. Se você quer resultados rápidos, é importante pensar em uma modalidade que exercite o corpo todo em poucos minutos. Assim, é possível ter todos os grupos musculares trabalhados em uma única aula.

5. Não dispense os especialistas

fitnees ginástica exercicio academia
Treinar sozinho ou seguir uma dieta sem ter o auxílio de profissionais adequados não é o melhor caminho. É fundamental ser acompanhado por um nutricionista e outros médicos que possam avaliar a evolução do praticante de esportes, evitando qualquer lesão. O instrutor nas academias também tem papel importante, uma vez que está acompanhando de perto o aluno, desde a postura para executar os movimentos — evitando lesões – e toda a sua evolução.

Fonte: Strong by Zumba 

Qual é a melhor escolha para fortalecer o assoalho pélvico?

Você sabia que a perda involuntária de urina é uma das maiores queixas de mulheres, especialmente na fase pós-menopausa? A chamada incontinência urinária, associada ou não ao esforço, atinge cerca de 20% delas em algum momento da vida. Isso acontece em decorrência de alterações no assoalho pélvico, região formada por músculos que sustentam útero, vagina, bexiga e reto.

“Há muitas mulheres que associam esse quadro à maturidade, como se ele fosse natural após determinada idade. No entanto, isso não é fato. É preciso buscar um especialista que solicitará exames específicos para diagnosticar o problema e orientar sobre a melhor de tratamento”, constata o médico Luiz Gustavo Oliveira Brito, vice-presidente da Comissão Nacional Especializada em Uroginecologia e Cirurgia Vaginal, da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

Há outros problemas relacionados à fragilidade do assoalho pélvico, como prolapso genital, popularmente conhecido como bexiga caída ou bola na vagina (é caracterizado pela perda de sustentação dos órgãos da região pélvica), incontinência fecal, ou perda de fezes de forma não voluntária (é decorrente principalmente do estiramento de um músculo específico no momento do parto) e dor pélvica crônica (dor na base da barriga quando ocorre por mais de seis meses). Há tratamentos eficientes para melhorar o quadro e oferecer mais qualidade de vida à paciente.

Conheça as indicações de cada um:

Dieta alimentar

FreeGreatPicture MULHER PESO BALANÇA

“Estudos comprovam que ao eliminar 5% do peso corporal há uma redução de 40% a 50% de episódios de perda não desejada de urina. A melhora é significativa e interessante principalmente para mulheres idosas que acreditam que isso não seria um problema, mas sim uma questão natural relacionada ao envelhecimento. Nós gostamos de deixar bem claro que, na verdade, perder urina não é normal em nenhuma idade e necessita de tratamento”, avisa o médico.

Cirurgia

Na verdade, não existe um método que seja 100% eficaz para qualquer tipo de incontinência. Mesmo a melhor das cirurgias (a escolha da técnica dependerá da gravidade do problema, do tipo de incontinência, bem como da experiência do médico e da concordância da paciente) promete uma taxa de cura de 90 a 95%, mas não mais do que isso. “Quando a mulher se submete a uma cirurgia para aquele tipo de perda urinária, à qual chamamos de incontinência urinária de esforço, ela precisa estar ciente de que existe uma taxa de falha. E com o passar do tempo, esse risco pode aumentar, pois alguns fatores influenciam o retorno do problema, como ganho de peso ou algumas doenças que afetam o sistema urinário”, alerta o Dr. Luiz Gustavo Oliveira Brito.

Laser

É uma técnica razoavelmente nova e pesquisas mostram mais benefícios nos casos de atrofia genital. Isso ocorre na menopausa e a mulher percebe ressecamento vaginal que pode gerar coceira, falta de lubrificação no momento do sexo, ardência, incômodo e incontinência urinária. De acordo com o especialista, neste caso, para pacientes que não podem utilizar terapia hormonal de nenhuma forma, incluindo a tópica, o laser é uma opção. “No entanto, se o problema for perda de urina, especificamente, há poucos trabalhos já realizados comprovando que essa tecnologia funciona. Os resultados apontam para uma alternativa interessante, porém ela ainda carece de um número maior de estudos”, afirma.

Exercício

exercises-healthyandnaturalworld33
Desenho: healthyandnaturalworld

A fisioterapia é indicada para mulheres que apresentam alteração na condição muscular local. A avaliação é feita pelo exame de toque e mostra o quanto a mulher contrai e segura essa musculatura. Caso ela não tenha força de contração adequada, alguns exercícios podem ser realizados em casa para fortalecimento da região. Os mais comuns são chamados de exercícios de Kegel. A técnica consiste basicamente em uma série de contrações que podem ser realizadas pela mulher em qualquer local ou momento do dia.

Medicamento

Auxilia no combate da incontinência de urgência (perda de urina depois de uma vontade subida de urinar) ou apenas a urgência urinária – as duas formas são conhecidas como bexiga hiperativa. A medicação atua bloqueando a contração muscular involuntária. É bom salientar que esse problema pode ser agravado pelo frio, consumo de cigarro, bebida gasosa, café e por situações estressantes.

Injeção de toxina botulínica

Vials and Syringe
iStock

Indicada para bexiga hiperativa, a substância é aplicada nos músculos da parede da bexiga, paralisando-os e impedindo que se contraiam involuntariamente. Os efeitos duram, em média, nove meses. Depois é necessário refazer a aplicação. Apresenta ótimos resultados.

Fonte: Febrasgo

 

Tutores que passeiam com cachorros vivem melhor

Não é exagero: quem convive com cachorros e passeia com eles têm uma vida muito melhor. Segundo um estudo realizado pela Universidade de Uppsala, na Suécia, com mais de três milhões de pessoas com idades entre 40 e 80 anos – comparando tutores e não tutores de cães -, quem é pai de cachorro apresentou uma redução de 33% no risco de morte e 11% no risco de doença cardiovascular em comparação aos que não convivem com o pet.

Além disso, a caminhada é a principal responsável pelo upgrade na saúde. “Tutores que passeiam com seus cães são mais felizes e confiáveis, menos solitários, dão às suas vidas um significado maior e têm uma sensação de pertencimento ao mundo aprimorada”, explica Renata Ragazini, passeadora da DogHero e especialista em comportamento de cães.

Ainda segundo o estudo, a presença do cachorro influenciou na redução de 20% no risco de morte e de 23% no risco de doença cardiovascular. “Esses números provam que os cachorros são um fator de proteção impactante, especialmente para a saúde de pessoas que moram sozinhas – grupo notadamente mais vulnerável a essas condições”, diz Renata.

Os benefícios ainda vão além: aumento do bem-estar e dos contatos sociais e melhoria no microbioma bacteriano (mais resistência imunológica e menos alergias); outros estudos com tutores também apontaram a redução da pressão arterial, do colesterol e dos triglicérides, além de melhores índices de sobrevivência e recuperação após ataque cardíaco.

Ser pai de cachorro já ajuda na saúde. Agora, passear com ele todos os dias aumenta ainda mais os benefícios. Renata Ragazini separou alguns benefícios. Confira:

Passear com o cachorro é bom para a sua saúde

mulher-cachorro-bicicleta

Uma pesquisa realizada na China pela Universidade de Nanjing entre 2015 e 2016, concluiu que quanto maior o tempo de convívio e de interação (brincadeiras e passeios) com o cão, menores são os riscos de desenvolver doenças coronarianas.

Passear com o cachorro te mantém em forma

A02JAA Man walking dog

A Organização Mundial de Saúde recomenda uma média de duas horas e meia de atividade física por semana para pessoas entre 18 e 64 anos. Adivinha quem tem mais chance de alcançar essa meta? Pessoas que passeiam com seus cachorros! Esse compromisso de fazer um bem ao amigo de quatro patas também ajuda a emagrecer, já que cada saída dura no mínimo 10 minutos e o ideal é que isso aconteça ao menos três vezes por dia.

Passear com o cachorro é benéfico à mente

casal  idoso  cachorro   conversa.jpg

“Quando você está com seu pet e mais ainda quando passeia com ele, os níveis de ocitocina, serotonina e dopamina se elevam no organismo”, explica Renata. “Consequentemente, seu bem-estar se eleva, você se acalma, fica menos ansioso e com a pressão arterial dentro da normalidade. Não é à toa que eles estão cada vez mais presentes nos ambientes de trabalho, trazendo mais energia, satisfação e produtividade para todos.”

Para as pessoas mais velhas, passear com o cachorro também adiciona propósito e significado ao cotidiano, afastando a solidão e reduzindo o declínio cognitivo e as doenças. Cuidar do pet é um grande motivo – baseado no amor – para seguir positivamente a rotina. Nesse aspecto, que vale para todos, a depressão também leva um “chega pra lá”.

Chame um passeador quando a agenda apertar

doghero dogwalker

Mesmo para quem está comprometido em passear regularmente com o cachorrinho, imprevistos podem acontecer. Nessas situações, a melhor saída é contar com ajuda profissional. Na DogHero, o passeador recebe orientação para lidar com as mais diversas situações que podem acontecer durante um passeio. Assim como você, o dog walker ama cachorros e vai dar ao seu pet toda a atenção que ele precisa – cada passeio é feito com apenas um cachorro (salvo quando há mais de um na mesma família). Os passeios são adaptados ao perfil e nível de energia do seu cão, que ficará satisfeito e saudável.

O passeador ideal é selecionado no aplicativo da DogHero seguindo as informações que você forneceu, como endereço e duração de passeios. Você acompanha, graças ao rastreio por GPS do aplicativo, tudo que acontece, incluindo início, término e quantos xixis ele fez. E, caso ele se machuque ou passe mal durante o passeio, a empresa reembolsa os gastos com veterinário em até R$ 5 mil.

Fonte: DogHero