Arquivo da categoria: chá

Aprenda a preparar chá gelado na hora e se refrescar no verão

Versátil, a bebida pode ser preparada de modo concentrado e receber generosas porções de gelo, sem perder o sabor e as propriedades

Dias quentes de verão pedem uma bebida refrescante, e uma boa pedida para adultos e crianças é o chá – ideal para ficar longe dos açúcares e conservantes presentes em refrigerantes, sucos e outras opções industrializadas. E você sabe como gelar o seu chá na hora, sem ficar esperando por muito tempo? A Tea Shop, maior e mais especializada rede de chás do país com 39 lojas, preparou um passo a passo para você ter um chá geladinho em poucos minutos.

“Muita gente associa o chá a uma bebida que se consome quente, mas a verdade é que ele também pode perfeitamente ser bebido gelado, conservando as propriedades e o sabor”, explica o CEO da rede, Michel Bitencourt, que também é tea sommelier. “A versatilidade, aliás, é uma das características mais marcantes do chá. Ele também pode dar personalidade a drinques gelados, kombuchas, smoothies e outras bebidas”, acrescenta.

Para beber gelado, as infusões e também os chás leves, cítricos e frutados são os mais indicados.

Confira estas dicas refrescantes:

Para uma jarra de 1 litro:
Coloque para infusão 8 medidas de chá (16g) em 300 ml de água (preferencialmente em uma Tea Maker), respeitando o tempo de cada variedade.
Encha uma jarra com 700 ml de água gelada ou gelo.
Quando o chá ou infusão estiver pronto, vire o líquido na jarra.
Mexa bem e pronto!

Para uma mug de 450ml:
Coloque em infusão 3 medidas de chá (6g) em meia xícara de água (220ml), respeitando a temperatura e o tempo de cada variedade.
Retire o filtro, encha a xícara de gelo ou água gelada e pronto.

Fonte: Tea Shop

Rótulos: entenda os ingredientes presentes em chás e sucos

Você sabe ler as informações dos rótulos? A engenheira de desenvolvimento de produtos, Camila Garrett, explica de forma simples os ingredientes utilizados na produção de bebidas e como eles aparecem nos rótulos

É muito comum consumidores terem dúvida sobre os ingredientes descritos nos rótulos das embalagens. No caso de chás e sucos, por exemplo, é importante entender os ingredientes utilizados para ter certeza de que a bebida é realmente saudável. Por isso, a engenheira de desenvolvimento de produtos da Campo Largo, Camila Garrett, explica o significado dos principais componentes indicados nas embalagens de bebidas consideradas saudáveis a fim de auxiliar o consumidor para uma compra mais consciente. Confira:

Para entender

Pinterest

Ácido ascórbico: alguns ácidos, dependendo da quantidade de consumo, podem trazer problemas gastrointestinais e até desgastar o esmalte dos dentes, mas este não é o caso do ácido ascórbico, mais popularmente conhecido como vitamina C. “Esse ingrediente auxilia na imunidade, processo de cicatrização e é antioxidante” explica Camila.

Acidulante ácido cítrico: “Popular, o ácido cítrico é encontrado em frutas como limão e laranja, mas muitas vezes confunde os consumidores quando adicionado o ‘acidulante’ na frente. Porém, a nomenclatura química permanece com o mesmo significado. Acidulante ácido cítrico é o ingrediente responsável pela acidez encontrada em alimentos e bebidas mais refrescantes. Assim como o ácido ascórbico, o ingrediente só apresenta perigo quando consumido de forma excessiva”.

Edulcorante glicosídeos de esteviol: “Este ingrediente é extraído da folha de Stevia rebaudiana e são adoçantes com baixo valor energético. Por serem não calóricos, são muito utilizados como substitutivos de açúcares comuns”, enfatiza.

Estabilizante goma gelana: “É um polissacarídeo produzido a partir da fermentação de carboidratos. Os géis da gelana promovem a liberação de sabor das frutas e são utilizados na produção de molhos, sorvetes, geleias e recheios de confeitos”, revela.

Metabissulfito de potássio: “O nome é mais complicado do que o seu significado. Metabissulfito de potássio é um conservante e antioxidante usado para eliminar bactérias e leveduras. Ele é muito usado na fabricação de bebidas à base de frutas ou para conservá-las”, pontua a engenheira da Campo Largo.

Atenção a estes nomes

Pinterest

Açúcar invertido: “Por ser um xarope químico produzido a partir do açúcar comum (sacarose), o açúcar invertido está muito presente nos alimentos ultraprocessados e que contém um alto nível de açúcar, trazendo danos para a saúde e consecutivamente sendo considerado o menos saudável de todos os tipos disponíveis no mercado”, explica a especialista da Campo Largo.

Benzoato de sódio: “É extremamente importante ficar atento a quantidade de sódio presente nas bebidas e evitá-lo sempre que possível. Produzido sinteticamente em laboratório, o benzoato de sódio é utilizado como conservante, agente antimicrobiano e agente antifúngico, muito comum em alimentos industrializados. Mas o que poucos consumidores sabem, é que existe um limite de utilização dessa substância em alimentos, capaz de danificar o sistema imunológico”, alerta a especialista.

Ciclamato de sódio: “Fique atento sempre que encontrar essa substância na lista de ingredientes dos produtos! O ciclamato de sódio é um adoçante/edulcorante utilizado em refrigerantes, sucos e suplementos alimentares, que possui efeitos cancerígeno quando consumidor em altas quantidades. A ingestão deve ser feita com cautela e em pequena quantidade”, comenta.

Dióxido de silício: “Encontrado em uma série de produtos, desde pasta de dente, sucos e até mesmo vidros, o dióxido de silício também é encontrado naturalmente em alimentos de origem vegetal e na água potável. Na indústria, a substância é utilizada como aditivo alimentar, mais conhecido como antiumectante, apresentando perigo apenas quando inalada em formato em pó”.

Pinterest

Edulcorante sucralose: “Essa substância serve para adoçar os alimentos processados, reduzindo a quantidade de açúcar comum que pode ser adicionada ao alimento ou bebida durante seu processamento. Apesar de ser indicada como opção para quem tem diabetes e não pode ingerir o açúcar comum, o edulcorante sucralose divide a comunidade científica quando à toxicidade da substância quando ingerida frequentemente”, explica Camila.

Espessante goma xantana: a goma xantana, assim como as outras substâncias apresentadas pela especialista, está presente em produtos industrializados e é utilizada em receitas. “Esse ingrediente é um polissacarídeo (carboidrato). Apesar de não engordar, quando consumido em excesso, pode causar dor no estômago e cólica intestinal”.

Metabissulfito de sódio: “Utilizado como conservante e esterilizante, esse composto inorgânico, quando usado como aditivo alimentar, pode causar alergias e irritação gástrica”, comenta Camila, que não recomenda o consumo principalmente por crianças.

Tartrazina: “O nome é estranho, mas tartrazina é simplesmente um corante utilizado para pigmentar alimentos de forma artificial. Todas as marcas que utilizam essa substância na composição dos seus produtos são obrigadas por lei a informar a presença do corante nos alimentos. Além disso, a tartrazina pode causar urticária e inchaços”, finaliza Camila.

5 hábitos saudáveis para equilibrar a alimentação após o exagero das festas

Retomar a rotina pode gerar grandes resultados ao longo do ano

Retomar a rotina de alimentação saudável após as festas de fim de ano muitas vezes emendadas com férias nem sempre é tarefa fácil. Com tantos excessos que incluem comidas típicas, sobremesas diversas e bebidas alcoólicas, muitas pessoas têm a impressão de que chutaram o balde longe demais e por isso vão protelando o compromisso que fizeram a si mesmas de se cuidarem melhor no novo ano.

Mas, se engana quem pensa que é preciso muito sacrifício para conquistar grandes resultados. Na verdade, as pequenas mudanças de hábitos são as principais aliadas para quem não quer esperar passar o Carnaval para voltar aos trilhos e se alimentar de forma mais saudável.

Pensando nisso, a enfermeira esteta e diretora da Clínica Chiquetá, Mariane De Chiara, separou algumas dicas que ajudam nessa retomada:

=Priorizar a ingestão de água realizando o seguinte cálculo diário: 35 ml x peso = quantidade ideal de água para o dia.
=Introduzir alimentos ricos em fibras e fontes de proteína nas refeições, são eles que promovem saciedade
=Reduzir o intervalo entre as refeições e se alimentar a cada três horas
=Comer devagar e mastigar bem os alimentos
=Praticar exercícios físicos

“É preciso focar em mudar hábitos, pois dieta oferece resultados temporários e conquistar novos hábitos promove mudanças para toda a vida”, acrescenta a especialista.

Além disso, Mariane indica duas receitas de bebidas geladas e refrescantes que aumentam a energia e ajudam na desintoxicação do organismo, selecionadas pela nutricionista Geovanna Tita, da Clínica Chiquetá.

Ice Tea Refrescante

Ingredientes:
3 sachês de chá mate natural
4 fatias de gengibre
1 limão fatiado
1 laranja fatiada
Cravo e canela a gosto

Modo de Preparo:
Faça o chá em infusão fria (basta colocar os sachês em meio litro de água em uma jarra e levar a geladeira por 12 horas). Depois junte o chá pronto com os demais ingredientes e sirva.

Drink vermelho Frisante

Ingredientes:
400g de melancia picada
Suco de 2 limões
1 maçã vermelha ou verde sem casca
200 ml de água com gás
Folhas de hortelã

Modo de preparo:
Bata no liquidificador a melancia, com o suco do limão, a maçã e alguns cubos de gelo a gosto. Depois de batido acrescente a água com gás e sirva.

Fonte: Mariane De Chiara é formada em enfermagem, com experiência no setor público de saúde. Com especialidade voltada a Estética fundou a Clínica Chiquetá em 2012, no ABC Paulista.

Cinco motivos para dar chá de presente no Natal

O Natal está aí e sempre vem a dúvida: o que dar de presente? Se você quer expressar carinho, surpreender e ao mesmo tempo proporcionar um momento de reconexão a quem recebe, a resposta é chá. A segunda bebida mais consumida no mundo – perde só para a água – é apreciada há milênios pelas propriedades e pelo simbolismo do seu ritual. E você pode presentear com as folhas das mesclas e com acessórios para deixar a hora do chá mais agradável.

Maior e mais especializada rede de chás do país, a Tea Shop reuniu cinco argumentos para ajudar na escolha. Confira:

É saudável
Além das propriedades, as mesclas têm a vantagem de não conter açúcares ou conservantes, comuns nas bebidas industrializadas. E você pode escolher opções com ou sem teína, a substância estimulante do chá. Dependendo da escolha, que já mostra o quanto você está conectado com quem vai receber o presente, o chá pode ser consumido a qualquer hora do dia: antes ou depois do treino, junto com as refeições, durante o trabalho no escritório e até antes de dormir.

Demonstra cuidado
Quem presenteia com chá, dá também um recado de natureza afetiva: eu me preocupo e cuido de você. E a gente sabe que o cuidado é uma forma de demonstrar amor. Se existem muitas maneiras de dizer “eu te amo”, uma boa mescla pode expressar mil recados: desacelere, tire um momento para si, fique ligado e outros tantos.

É original
Cá pra nós, não há nada melhor do que arrancar uma expressão de surpresa de quem recebe o presente, não é mesmo? É por isso que a gente aposta no chá. Tudo indica que você subirá um degrau no quesito originalidade junto ao seu parente ou amigo presenteado.

É acessível
Ah, mas presentear com um bom chá é caro, certo? Errado! Ao olhar para o preço de toda e qualquer bebida, fique de olho no rendimento. E aí o chá é imbatível: 50 gramas de chá a granel rendem 25 xícaras a um custo médio de R$ 1,47 por xícara. É mais barato do que café, refrigerante ou suco de frutas, só fazendo algumas comparações.

É gostoso
Bom, esta é a característica mais marcante da bebida que os chineses legaram ao mundo: todo mundo tem o seu chá favorito. Cada xícara é uma verdadeira explosão de sabores para todos os tipos de paladares. Versátil, pode ser consumido quente ou gelado, cai bem em drinques com ou sem álcool ou naquela receita especial na cozinha. Ao botar uma mescla em infusão você estimula ainda o olfato e a visão numa experiência multissensorial.

Tea Shop

Na Tea Shop, as mesclas são vendidas a granel – mais sustentáveis por não passarem pelo processo de industrialização do sachê, por exemplo – e expostas em latas para manter o aroma e o frescor, compondo prateleiras douradas que dão um aspecto visual único à loja. As folhas vêm das principais regiões produtoras do mundo e contêm selos internacionais que identificam a procedência e a adoção de técnicas sustentáveis de cultivo nos países de origem.
As 39 lojas no Brasil ficam em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Salvador, Fortaleza, Recife, Goiânia, Cuiabá, Vitória, Florianópolis, Maceió, João Pessoa, Santos, Gramado, Balneário Camboriú, Niterói, Vila Velha, Londrina, Caxias do Sul e Canoas.

O site da marca disponibiliza uma vitrine de mesclas à escolha do consumidor, com opções para saborear em diferentes momentos do dia (manhã, após as refeições, antes de dormir, no pré e pós-treino etc.) e para harmonizar com todos os tipos de comida e bebida.

O potencial terapêutico dos chás para tratar insônia

A insônia é uma condição de quantidade e ou qualidade insatisfatória do sono, que persiste por um período considerável, incluindo dificuldade em adormecer, em permanecer dormindo e despertar precoce.

O sono é uma das necessidades humanas mais básicas e qualquer alteração em seu curso natural pode causar problemas de saúde, pois ele tem papel importante na restauração da energia cerebral, saúde física e mental culminando em uma sensação de bem-estar diurno.

Estudos mostraram que dormir o suficiente tem um risco menor de desenvolver doenças cardíacas, diabetes e obesidade. A desordem da estrutura do sono, mesmo em uma única semana, expõe as pessoas ao risco de doenças, especialmente hipertensão, distúrbios endócrinos, especialmente diabetes e problemas imunológicos. A continuação do sono anormal (insônia crônica) leva a distúrbios cognitivos-comportamentais, redução do pensamento criativo, menor aprendizado, déficit de memória, dificuldade de tomada de decisões e menor interação social.

Segundo a nutricionista Adriana Stavro, causas mais comuns de insônia incluem dor, uso de medicamentos, estresse, ansiedade e depressão.Ansiedade, estresse, depressão e insônia costumam exacerbar-se mutuamente. Pessoas com insônia podem sentir mais ansiedade, estresse, depressão por não dormir, e não dormir por sentir ansiedade, estresse, depressão. Sem contar que a falta de sono pode levar a sentimentos intensificados de nervosismo, irritabilidade e inquietação.

Lembre-se, que um bom sono começa com boas práticas e hábitos de vida diários. Evitar café, alguns tipos de chá (preto, verde) e chocolate por conter cafeína após as 14h00, assim como álcool à noite, já que as desvantagens incluem ir ao banheiro e interrupções nos estágios mais profundos do sono, é importante.No entanto, para alguns, isso não é suficiente.Por isso se você precisar de uma ajudinha extra, considere estas 5 ervas terapêuticas para ajudar a melhorar a qualidade do sono.

Camomila: uma erva suave, que tem sido amplamente utilizada para tratar problemas, incluindo insônia, depressão, estresse e ansiedade. Ela é rica em apigenina, um composto químico com efeito tranquilizante, uma vez que se liga aos receptores GABA no cérebro.É possível usá-la de algumas maneiras:
-Flores de camomila secas para fazer chá em infusão
-Saquinhos de chá preparados e vendidos
-Óleo essencial
-Tintura

Ginger

Valeriana (Valeriana officinalis) – tem sido utilizada como um tratamento natural para ajudar a melhorar o sono, promover relaxamento e reduzir a ansiedade. A raiz de valeriana contém vários compostos que incluem ácido valerênico, ácido isovalérico e os antioxidantes hesperidina e linarina, que parecem ter propriedades sedativas e estimulantes do sono. Estes ativos também têm recebido atenção por sua interação com o ácido gama-aminobutírico (GABA), um mensageiro químico que ajuda a regular os impulsos nervosos no cérebro.

Passiflora – também conhecida como Passiflora incarnata, é um sedativo à base de plantas, utilizado para o tratamento da ansiedade e popular auxiliar nos distúrbios do sono. Estudos sugerem que o chá atua aumentando o ácido gama-aminobutírico (GABA) no cérebro, aminoácido que reduz a atividade no sistema nervoso central, o que resulta em relaxamento, melhora do humor e do sono, diminui ansiedade, depressão e estresse.

Lavanda – poucas pessoas sabem que podem beber um chá de lavanda, para uma rotina noturna mais relaxante com efeito benéfico na insônia e depressão. Você pode usar lavanda das seguintes maneiras:
-Coloque algumas gotas de óleo essencial a um difusor em seu quarto
-Massageie óleo essencial na testa, mãos e em volta do nariz
-Coloque algumas gotas de óleo essencial em seu travesseiro
-Use lavanda seca para fazer chá

Erva-cidreira – também conhecida como Melissa officinalis, é um membro da família da hortelã e tem um cheiro ligeiramente adocicado e cítrico. As formas mais comuns da erva são o chá e o óleo essencial. Historicamente tem sido usada como um medicamento antiviral, antibacteriano e para alívio dos sintomas de ansiedade, depressão, insônia, melhora do humor, função cognitiva e da qualidade do sono.

Chá de erva-cidreira

Foto: Rickyy Sanne/Morguefile

Ingredientes
• 1 colher de sopa da erva (em média 5g) ou um saquinho de chá
• 1 xícara (250ml) de água quente

Modo de preparo:
Esquente a água até formar pequenas bolhas (o ideal é não ferver). Coloque a erva, feche a caneca e aguarde 10 minutos. Coe ou retire o saquinho da água. Beba em seguida.

Dosagem: beba uma xícara (250ml), à noite, 30 minutos antes de deitar-se.

Fonte: Adriana Stavro é nutricionista mestre pelo Centro Universitário São Camilo. Curso de formação em Medicina do Estilo de Vida pela Universidade de Harvard Medical School
Especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) pelo Hospital Israelita Albert Einstein. Pós-graduada em Nutrição Clínica Funcional pelo Instituto Valéria Pascoal (VP) Pós-graduada EM Fitoterapia pela Courses4U.

Casa Madeira lança chás em sachê Libertea Dia e Noite

Acompanhando as tendências de consumo com pessoas em busca de uma alimentação saudável e mais qualidade de vida, a Casa Madeira, delicatessen do Grupo Famiglia Valduga,apresenta Libertea Dia e Noite, chás em sachê, 100% naturais, compostos por blends exclusivos de diversas ervas, sem adição de açúcares e conservantes.

O Libertea Dia é elaborado com chá verde, hortelã, carqueja, limão, guaraná com gengibre e alecrim. Essa seleção exclusiva de ingredientes resulta em uma bebida de aroma e sabor intenso, sendo ideal para trazer mais energia e disposição para o dia.

Já para relaxar no final do dia e ajudar a ter uma noite de sono mais tranquila, o Libertea Noite é composto por sete ingredientes com propriedades calmantes, como melissa, camomila, jasmim, erva-doce, capim cidreira, maracujá e laranjeira.

As novidades estão disponíveis em caixas individuais com 30 sachês e outra versão com 60 unidades, sendo 30 de cada sabor, e podem ser encontrados na loja virtual.

Informações: Casa Madeira

Especialista desvenda mitos e verdades sobre a kombucha

A expert Ju Fuscaldo, da Experiências do Chá, empresa especializada na produção de kombuchas artesanais, esclarece as principais dúvidas sobre a bebida probiótica que ajuda a saúde

De origem chinesa, kombucha é uma bebida que vem se popularizando entre as pessoas que buscam uma vida mais saudável. A Experiências do Chá, empresa brasileira especializada na cultura do chá e na fabricação de kombucha, aposta em uma base de chás importados da Europa que, junto com a fermentação feita pelo S.C.O.B.Y, colônia de bactérias e leveduras, traz uma saborização única.

A bebida probiótica fermentada é feita de forma artesanal, sem nenhum aditivo químico e com muitos benefícios para o organismo. Dentre os principais estão: a ajuda na regulação do intestino; o auxílio no processo de emagrecimento; a colaboração com o sistema imunológico, melhorando a absorção de nutrientes, entre outros.

De acordo com Ju Fuscaldo, especialista em chás e fundadora da Experiências do Chá, existem muitas incertezas sobre essa bebida, que devem ser explicadas de forma clara. “Para esclarecer as dúvidas sobre a kombucha, reuni as questões que mais surgem quando se trata dos benefícios para aqueles que buscam perder peso, melhorar a saúde ou até mesmo um substituto saudável para o refrigerante”.

Foto: iStock

A bebida é realmente probiótica
Verdade.
De acordo com a Anvisa, para uma bebida ser probiótica, ela precisa ser fermentada por bactérias probióticas. É o que acontece com a kombucha, fermentada pelo SCOBY, conjunto de leveduras e bactérias. É uma bebida perfeita para o equilíbrio microbiano intestinal, produzindo efeitos benéficos à saúde do indivíduo.

Kombucha traz muitos benefícios para a saúde
Verdade.
A kombucha tem diversos benefícios para a saúde. Dentre os principais estão: ajuda a regular o intestino, ajuda no processo de emagrecimento, ajuda no sistema imunológico, melhora a absorção de nutrientes, entre outros.

Pixabay

A Kombucha possui teor alcoólico
Mito.
A bebida possui um teor bem leve de açúcar, o que sobrou e não foi ingerido pelo SCOBY. A kombucha artesanal não possui teor alcoólico se produzida de forma controlada, mas atenção nos rótulos, pois alguns produtores menos especializados não conseguem ter esse controle já que estamos falando de uma bebida viva e pode acabar contendo traço de álcool.

Kombucha não pode ser consumida por crianças
Mito. Crianças podem consumir a kombucha, mas de forma controlada e iniciando aos poucos. Já gestantes, lactantes e pessoas que têm doenças crônicas devem consultar seus respectivos médicos antes de iniciar o consumo. Para os adultos, sem essas restrições, o indicado é consumir inicialmente em média 200 ml por dia da kombucha, porém após o organismo estar acostumado o consumo é livre e quanto mais melhor.

Getty Images

Dá para fazer kombucha em casa?
Verdade.
Existem muitas pessoas que preparam a própria kombucha em casa. Mas é necessário estar atento aos processos e estudar bastante sobre como preparar corretamente, pois como são bactérias que têm fácil contaminação na hora da fabricação, se não usada a assepsia correta. O sabor pode ficar avinagrado, e isso é normal para quem não tem experiência na produção, mas é uma delícia realizar todo esse processo de descobrimento.

Foto: BenefitsHeader

Kombucha é uma bebida sem conservantes?
Verdade.
A autêntica kombucha não possui conservantes. Porém fique atento a quem a produz pois dependendo da forma como é preparada, algumas indústrias utilizam. As produzidas no Experiências do Chá não adicionam nenhum tipo de conservante em suas bebidas. Elas são totalmente naturais e respeitam o processo milenar de fabricação.

Kombucha não é indicada para quem pratica atividade física?
Mito.
É comum entre os atletas a busca por terapias alternativas e saudáveis para encontrar novas propostas de soluções para suas lesões e limitações, seja massagem ou terapia com óleos essenciais. Por isso, cada vez mais atletas descobriram e estão consumindo a kombucha. Um dos maiores atrativos de seus benefícios para esse grupo de pessoas está na capacidade energizante da kombucha. Que é atribuída à formação de ferro, libertado durante a fermentação do chá e de uma pequena quantidade de cafeína naturalmente presente. Além da absorção de nutrientes que aumenta no organismo de quem a consome.

Fonte: Experiências do Chá

Constipação: alguns chás podem impulsionar o funcionamento do intestino

A dificuldade de evacuar é um daqueles problemas supercomuns que vez ou outra insiste em atormentar alguém. A boa notícia é que há meios menos agressivos ao organismo para combater a prisão de ventre do que recorrer, por exemplo, a supositórios e laxantes mais potentes, encontrados nas farmácias.

Recorrer a uma xícara de chá, além de ser mais saudável no reequilíbrio da flora intestinal, também proporciona outros benefícios ao organismo. Com a vantagem de que dá pra casá-lo muito bem com qualquer dieta saudável – requisito importante para quem busca formas de manter a digestão regulada.

Outra vantagem dos chás como reguladores é a quantidade de opções disponíveis. A começar pelos estimulantes, como o chá-verde e o chá-preto. O fato de terem cafeína faz ocasionar uma digestão mais rápida, que inibe a prisão de ventre.

“Além disso, o chá-verde tem um efeito relaxante que ajuda a combater o estresse, que é exatamente uma das causas para a prisão de ventre”, explica o médico e speaker da Soulchá, Lucas Penchel.

“Embora tenha o mesmo efeito, o chá-preto é diurético, o que significa que tem um poder maior de eliminar água do organismo. Por isso, seu consumo deve ser um pouco mais moderado para evitar o ressecamento, que também provoca a constipação”, acrescenta o médico.

Foto: chamomileteaonline

Outro chá que Lucas Penchel indica para quem sofre de prisão de ventre é o de camomila. “Ela tem um efeito relaxante que age diretamente na musculatura do trato digestivo, facilitando a evacuação”, esclarece.

Blend na medida certa

O speaker explica que há boas formas de conciliar chás com efeitos específicos. “Os blends de plantas e ervas podem potencializar esses efeitos. A união de alguns chás para momentos específicos do dia, como oferece a carta da Soulchá, é excelente para a saúde, porque permite equilibrar o corpo de maneira geral. Vale apostar nessas produções, associando a uma alimentação saudável”, avalia.

Fonte: Soulchá

Dia Nacional da Saúde: chás ajudam no equilíbrio corpo e mente

Nutricionista Rodrigo Moreira explica como a bebida pode auxiliar o bem-estar

Hoje, 5 de agosto, é comemorado o Dia Nacional da Saúde, data cujo objetivo é conscientizar a população sobre a importância dos valores e cuidados com a saúde. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), o assunto vai muito além da ausência de alguma enfermidade: é o equilíbrio entre bem-estar físico, mental e social. Nessa mesma linha, a medicina integrativa enfatiza uma abordagem holística e focada no paciente, incluindo aspectos mentais, emocionais, funcionais, espirituais, sociais e comunitários.

Dentro desse contexto, o chá surge como uma peça fundamental para aliar bem-estar, saúde e espiritualidade. Segundo o nutricionista Rodrigo Moreira, a bebida traz diversos benefícios e equilibra o corpo e a mente. “Bem-estar é a busca da satisfação plena com seu corpo, mente e espírito. O consumo de chás pode trazer benefícios significativos”, explica.

Considerada uma das bebidas mais populares do mundo, as infusões têm propriedades terapêuticas e funcionais que podem atuar como estimulantes, diuréticos, digestivos, anti-inflamatórios, calmantes, entre outros. “Os benefícios são diversos para a saúde, como a possível redução na glicemia em diabéticos, do colesterol em hipercolesterolêmicos, da pressão arterial em hipertensos, além do efeito antibactericida, antifúngico e antiviral de forma geral. Camomila, Cidreira e Hortelã por exemplo, são ótimas opções para diminuir ansiedade e estresse”, conta o profissional.

Ritual de autocuidado

Mas, mais do que uma bebida com propriedades terapêuticas, o chá é um elemento cultural. Historicamente, o líquido é associado à paz e à harmonia. A Cerimônia do Chá, tradicional do Japão, é um exemplo. “Mantida até hoje, a proposta é de alcançar ‘a paz numa xícara de chá’. A ideia é deixar o mundo material e entrar em um mundo sagrado e espiritual. É inspirada em ideias budistas como: a simplicidade, a harmonia e a impermanência de todas as coisas”, explica Rodrigo.

Assim como o tradicional ritual, a bebida atualmente pode auxiliar na busca pelo equilíbrio mental. Um dos exemplos é com a prática do mindfulness. O termo ganhou popularidade nos últimos anos e se caracteriza pelo conjunto de técnicas ou práticas que auxiliam no estado de atenção plena, que é a capacidade de estar atento ao momento presente sem distrações.

“Trazer a atenção plena para atividades simples como beber chá nos treina a direcionar a atenção conscientemente. Atenção plena significa prestar atenção com os sentidos, no corpo – sentir, tocar, ver, ouvir e saborear. Criar um momento para desacelerar as atividades e/ou confraternizar com amigos com uma boa xícara de chá no meio da tarde, são rituais que produzem bem-estar”, afirma.

Confira abaixo a entrevista com Rodrigo Moreira

O que é a visão integrativa na saúde?

Moreira: A visão integrativa é focada na pessoa como em seu todo. Levando em consideração uma avaliação de corpo, mente e espírito, para proporcionar um estado de completo bem-estar físico, mental e social.

Hoje, o que define bem-estar relacionado à nutrição?

Moreira: Bem-estar é a busca da satisfação plena com seu corpo, mente e espírito. Com sensação de conforto e segurança à sua saúde, trazendo tranquilidade e bem-estar para vivê-la.

Quais questões cerimoniais do chá podem ser tratadas dentro da nutrição?

Moreira: A busca pela harmonia. Na nutrição é preciso ter um equilíbrio entre os todos os nutrientes que necessitamos. Não é porque um nutriente é bom que devessem consumi-lo em grande quantidade. É necessária uma relação de equilíbrio na composição da alimentação, considerando o consumo de chá e demais alimentos, de modo a evitar os excessos ou deficiências de nutrientes.

De modo geral, como o bem-estar das pessoas pode ser associado aos chás?

Moreira: O consumo das ervas medicinais em forma de chá tem muitos nutrientes que podem trazer benefícios significativos para o bem-estar.

O que se entende como uma questão interdisciplinar envolvendo o chá e a saúde?

Moreira: Na questão nutricional uma erva pode trazer benefícios diversos, chamamos de fito complexo, um conjunto de substância presentes em uma planta, que são extraídas ao fazer o chá, e ao consumi-las, podem agir em diferentes regiões do seu corpo.

Como o chá pode ser associado ao mindfulness? Pode explicar um pouco?

Moreira: Trazer a atenção plena para atividades simples como beber chá nos treina a direcionar a atenção conscientemente. Atenção plena significa prestar atenção com os sentidos, no corpo – sentir, tocar, ver, ouvir e saborear. Criar um momento para desacelerar as atividades e/ou confraternizar com amigos com uma boa xícara de chá no meio da tarde, são rituais que produzem bem-estar.

Busca pela saúde refletida no mercado

De acordo com Marcelo Correa, Head Commercial and Business Development da Leão Alimentos e Bebidas, a procura por produtos saudáveis é uma tendência no mercado. “O brasileiro, cada vez mais, busca por produtos que atendam a aspectos de saudabilidade, que aliam bem-estar, saúde e que não tenham restrição. O chá atende a esses quesitos: é uma bebida sem açúcar, aromática e com diversas funcionalidades”, conta.

Líder do segmento com volume de 65% em market share, a Leão está atenta a esse movimento. Em 2020, a marca fez lançamentos com produtos voltados para a saúde e bem-estar em, como a linha Leão Funcionais: Reequilibra (chá verde, hortelã e limão), Recarrega (chá mate com guaraná), Reanima (chá preto com laranja e mel) e Relaxa (chá de camomila e maracujá). Pelas suas composições, eles apresentam propriedades interessantes em quatro frentes: Detox, Energia, Imunidade e Relaxamento.

Com 120 anos de história e inovação, a Leão conta hoje com um portfólio com mais de 60 produtos com propriedades que atuam nas mais diversas frentes. Entre eles o chá de Hortelã, conhecido por amenizar sintomas de gripes e resfriados; Camomila com efeito calmante e a tradicional Erva Mate cujas propriedades ajudam a acelerar o metabolismo e auxiliam na queima de gorduras.

Vale ressaltar que a Leão Alimentos e Bebidas reforça que o consumo da bebida não substitui tratamentos médicos ou outros necessários. “As infusões servem como complemento de uma dieta saudável, natural e que auxilia no bem-estar das pessoas”, finaliza Marcelo.

Fonte: Leão Alimentos e Bebidas

Sabugueiro ajuda a aliviar sintomas de gripes e resfriados

Problemas respiratórios frequentes no inverno, são muitas vezes tratados com medicamentos antivirais de venda livre. Devido a preocupações com a segurança e eficácia, há uma demanda por uma solução alternativa. Neste sentido o sabugueiro (Sambucus canadensis) tem sido usado para tratar sintomas de gripes, resfriados, tosse e coriza.

Em um estudo australiano com 312 viajantes aéreos mostrou que os que tomavam extrato de sabugueiro eram menos propensos a resfriados e apresentavam sintomas mais leves quando comparados ao grupo placebo. Em uma análise com 180 participantes que usavam suplementação de sabugueiro, os resultados mostraram uma melhora substancial dos sintomas respiratórios superiores quando comparado aos indivíduos que não usavam a suplementação. Foi estudada a atividade antiviral do extrato etanólico de Sambucus e alguns constituintes do ácido fenólico presente no sabugueiro. Os resultados revelaram forte potencial antiviral.

Esses achados apresentam as flores secas do sabugueiro como uma alternativa ao uso de medicamentos de venda livre para sintomas respiratórios superiores, devido a infecções virais comuns (tosse, coriza, gripes, resfriados, com sintomas leves)

Um concentrado caseiro de sabugueiro e especiarias, pode ser usado como um tipo de leite quente para aliviar os sintomas:

Receita:
· 1 xícara de chá de água fervente
· 3 colheres de chá (4g) de flores secas (infusão por cinco minutos)
· 1 colher de sopa de me
· 1 colher de café de canela
· 1 colher de café de pimenta da Jamaica
Preparo: coe e misture com um 2 colheres de sopa de conhaque para conservar (Não permitido para menores de 18 anos). Beba 1 colher de sopa 3 vezes ao dia.

Chá de Flores Secas – Infusão
· 1 xícara de chá de água fervente
· 2 colheres de chá (3g) de flores secas
· Infusão por cerca de cinco minutos antes de coar
· Beber imediatamente
Pode ser consumido até cinco xícaras de chá ao longo do dia até a recuperação.

Usos:
· O chá (infusão) de flores é usado para diminuir a febre provocado por sudorese. O chá deve ser bebido o mais quente possível.
· Uma infusão fria é tradicionalmente usada como gargarejo para dor de garganta.
· Pode ser usado para tratar gripes e resfriados.

Precauções:
O uso de caules, frutas verdes e folhas deve ser evitado.