Arquivo da categoria: decoração

Cinema em casa: conheça essa tendência

Ambiente de lazer pode ser espaço curinga no décor

Projeto Andrea Benthien | Foto: Rodrigo Ramirez.

Para os cinéfilos de plantão, ter uma sala de cinema em casa pode ser a realização de um sonho. Definir um espaço de lazer como esse pode mudar a experiência dos moradores no lar – podendo proporcionar grandes momentos de diversão em frente à telona. Mas para ter um espaço que atenda as necessidades é de suma importância pensar na tecnologia, isolamento acústico e decor.

O primeiro passo para uma experiência completa na sala de cinema é pensar no projeto de áudio e vídeo. Marcelo Fogaça, proprietário da Live Max, empresa especializada no segmento, explica a importância dos equipamentos nesse tipo de ambiente. “Eles proporcionam uma experiência sensorial aos moradores e investir em produtos de qualidade pode transportar o usuário para dentro do filme sem sair do sofá. É um investimento que vale a pena”. E complementa, “hoje é possível transformar 12 controles remotos em apenas um clique no celular, com o aplicativo desenvolvido exclusivamente para cada cliente”.

Projeto Alessandra Gandolfi| Foto: Marcelo Stammer.

Além da tecnologia para oferecer experiências únicas de imersão, é preciso também um projeto de isolamento acústico. Para o engenheiro Jocinei Portes, da Construtora Portes, o tratamento acústico é o principal fator na hora de construir uma sala de cinema. “O isolamento otimiza a entrega sonora, melhorando a experiência do morador. Esse tipo de serviço isola tanto os ruídos externos, como os internos”, revela o engenheiro. Existem diferentes tipos de isolamento, em alguns casos, apenas uma janela com proteção acústica pode resolver o problema. Mas em outros casos, é necessário um isolamento mais elaborado, que necessita de um projeto adequado. Portes ainda lembra que “o pensamento estratégico para atender a necessidade do cliente pode mudar a acústica no ambiente, sem grandes modificações estruturais”, aponta.

Luz é Tudo

Projeto Andrea Benthien | Foto: R. R. Rufino.

Outro fator que contribui para uma experiência completa é o projeto luminotécnico do espaço. Oferecer diferentes cenas com a iluminação e desenvolver a menor interferência de luz externa pode trazer a sensação de um verdadeiro cinema. “Para sair do tradicional e criar um projeto cênico na sala, é necessário ousar na automação e na dimerização da luz. Atendendo a diferentes momentos no ambiente”, relata a arquiteta Andrea Benthien.

Andrea ainda lembra do perigo que alguns elementos do decor podem trazer ao cinema em casa: “É importantíssimo fugir dos móveis e elementos refletivos como espelhos e laca, que aumentam a luminosidade do espaço, o que prejudica na hora de assistir a um filme”, revela a arquiteta.

Conforto é um dos principais sinônimos de uma sala de cinema, por isso comprar moveis pensados para essa finalidade são elementos curinga no ambiente. A arquiteta pontua a possibilidade de desenvolver móveis exclusivos para o ambiente: “Não adianta ter uma superestrutura tecnológica e se esquecer do conforto, por isso, escolher sofás e poltronas que cumprem esse papel traz mais aconchego aos moradores”, afirma.

Sugestões de produtos para esquentar a casa neste inverno

Com a chegada do inverno e das temperaturas mais baixas, bate aquela vontade de deixar a casa mais aconchegante, não é mesmo? Em tempos de pandemia, quando muitas pessoas continuam na quarentena e trabalhando em esquema home office, a vontade pode até se tornar necessidade.

Confira algumas sugestões de produtos para aquecer sua casa:

Slide3Slide4Slide5Slide6Slide7Slide8Slide9Slide10Slide11

Informações: Breton Casa /Estúdio Mula Preta / St. James / Tapetah

Cuidar de plantas vira passatempo para milhões de brasileiros durante quarentena

Especialista aponta os benefícios da presença de plantas e flores no ambiente e indica espécies ideais para cultivar em casa

Plantas_Ornamentais (002)

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, autoridades de saúde do mundo inteiro apontaram o distanciamento social como a mais importante medida preventiva para combater sua disseminação. Neste momento de afastamento das atividades sociais e familiares, é preciso manter ou criar hábitos para que o tempo em casa não se torne maçante, excessivamente ocioso ou um fator de estresse e ansiedade.

Além de seguir todas as recomendações tradicionais para combater a Covid-19, entre elas adotar práticas de higiene, manter uma alimentação saudável e praticar exercícios, uma ótima alternativa para garantir que os momentos entre lazer e repouso não sejam inativos é incluir o cultivo de plantas ornamentais na rotina.

Mais do que acrescentar um toque especial na decoração de ambientes, dando vida a um espaço e deixando o lar mais elegante e acolhedor, cultivar plantas em casa é sem dúvida alguma uma das formas mais interessantes e agradáveis de aliviar as tensões do dia a dia, relaxar e garantir a saúde física e, também, emocional.

“É uma atividade prazerosa, que envolve, distrai, e sempre percebemos que também ajuda a as pessoas a desenvolverem um senso maior de cuidado e responsabilidade”, comenta Elizeu de Almeida, florista da Esalflores, maior rede de floriculturas do país. “Além disso, o convívio com plantas e flores colabora com a qualidade do ar no ambiente e ajuda a evitar desconfortos ligados a falta de umidade”, complementa o especialista.

plantas ornamentais

Para a curitibana Camila Borba, de 26 anos, que há alguns meses adotou o cultivo de plantas e flores como hobby, o contato com a natureza traz benefícios diários, além de mudar a atmosfera de casa. “Ter plantinhas em casa chega a ser terapêutico. O espaço fica mais leve e convidativo. Além de agregar de forma decorativa, cria uma ligação com a natureza que é transformadora, principalmente para quem mora em apartamentos ou locais muito urbanos e sem quintais”, conta.

Desde que passou a cultivar plantas em casa, a jornalista notou também que elas podem alterar o humor. “É relaxante. O tempo que passo regando e checando a evolução das minhas plantinhas é com certeza um dos momentos mais tranquilos do meu dia, e quando vejo que elas estão crescendo e se desenvolvendo é realmente satisfatório”, completa.

Para os iniciantes

Para quem decidiu incluir a convivência com flores durante a quarentena, mas não tem muita habilidade, o ideal é buscar espécies que se adaptam bem a espaços internos. Plantas que não demandam muita luz e nem uma frequência grande de regas são uma ótima opção para quem deseja trazer um pouco mais de natureza para dentro de casa.

“Há diversos gêneros de flores e plantas que se ajustam bem em locais fechados, mesmo em ambientes mais escuros e úmidos”, comenta Almeida. “No geral, elas são mais descomplicadas de manter e ótimas alternativas para os iniciantes no mundo das plantas”, acrescenta o profissional.

pacová Philodendron martianum

Uma boa sugestão é a planta conhecida como pacová. “Ideais para casas e apartamentos, ela precisa de claridade, mas sem luz direta e pode ser regada apenas umas duas vezes por semana”, explica o florista.

lilio da paz pixabay
Pixabay

O Lírio da Paz também é uma opção a ser considerada. “Se adapta bem a sombra e não exige mais do que regas esporádicas de acordo com a umidade da terra”, complementa.

Maranta

Outra sugestão são as marantas. “Perfeitas para serem cultivadas em locais com sombra, elas podem ser submetidas a luz do sol apenas no período da manhã com regas de pouca água, dia sim e dia não”, explica.

orquidea

As orquídeas também ficam muito bem em ambientes internos com claridade. “No inverno, as orquídeas devem ser molhadas a cada 15 dias, encharcando e deixando escorrer, e no verão uma vez por semana. Importante lembrar que elas não podem ser expostas diretamente ao sol quando não houver flores e adubar com substrato específico uma vez ao mês”, detalha o florista.

Lucky_bamboo bambu da sorte
Bambu da sorte

Há ainda opções como o Bambu da Sorte e a Avenca, perfeitas para ambientes internos. “Além de se adaptar bem ao interior das casas, elas podem ser mantidas nos vasos com terra ou podem ser transferidas para recipientes somente com água”, esclarece. O profissional ainda lembra que é sempre importante estar atento ao aspecto da planta e observar a reação dela às condições do ambiente.

Plantas_Ornamentais_2 (002)

“Aos poucos é possível perceber qual a frequência ideal de regas e o local perfeito para a planta dentro da residência, fazendo com que a manutenção da planta se torne ainda mais fácil”, completa Almeida.

Fonte: Esalflores

Como a pandemia pode mudar a decoração e arquitetura das casas

Simonetto indica possíveis tendências para o período pós-coronavírus

Com proporções mundiais, a epidemia do coronavírus causou uma mudança significativa em nossos hábitos e costumes. Cuidados que antes passavam despercebidos e que não faziam parte da rotina – como trocar o calçado usado para caminhar nas ruas por um par de chinelos ao entrar em casa – começaram a fazer parte dessa nova realidade. E é muito provável que com o tempo essas mudanças deixem de ser apenas comportamentais e comecem a se refletir em outras áreas, como na arquitetura e decoração das casas, por exemplo.

Você sabia que as casas modernas, com janelas e entradas de ar em todos os cômodos, como as que estamos acostumados a ver hoje, só se tornaram padrão depois de grandes epidemias, como a gripe espanhola e a tuberculose? Antes disso, era muito comum a existência de quartos sem janelas. Quando foi constatado que esse tipo de local aumentava as chances de propagação de doenças, esses cômodos passaram a ser proibidos.

Foi nesta época, por volta do século XIX, que as pessoas entenderam que a contaminação estava associada à higiene. Outras mudanças como a instalação de azulejos para facilitar a limpeza da cozinha, começaram a ser observadas.

Refletindo sobre o assunto, já podemos começar a nos questionar sobre quais serão as possíveis modificações que poderemos observar nas residências depois da Covid-19. E a Simonetto, empresa de móveis planejados especialista quando o assunto é arquitetura e decoração, traçou um panorama com algumas possibilidades. Confira:

movel para guardar sapatos site Conexão Decor
Foto: Site Conexão Decor

– Móvel para guardar sapatos nas entradas das casas. Muito comum na decoração de residências em países asiáticos, a presença de uma sapateira ou móvel para guardar os sapatos dos visitantes antes de entrarem em casa pode ser uma das tendências no coronavírus. Além de higiênico, é uma forma de deixar as energias ruins fora do lar, segundo a tradição oriental.

lavabo Nenad Radovanovic, projeto assinado por Monica Pajewski
Nenad Radovanovic, projeto assinado por Monica Pajewski

– Maior presença de lavabos. Outra tendência possível é a da instalação de lavabos, para facilitar a higienização das mãos logo quando as pessoas entrarem em casa.

janelas iluminacao projeto assinado por Ed Vasco
Projeto assinado por Ed Vasco

– Mais entradas de sol e janelas. Como já foi comprovado, manter a casa arejada ajuda a evitar a proliferação de vírus e bactérias. Por isso é muito importante que todos os cômodos tenham janelas ou entradas de ar.

cantinho das atividades fisicas
Site Casa de Valentina

– Cantinho das atividades físicas. Sempre em pauta, a importância dos exercícios físicos ficou ainda mais evidente com o coronavírus. Exercitar-se é superimportante para o condicionamento físico e a manutenção da imunidade. É por isso que separar um espaço especial para a prática deve se tornar recorrente nos projetos residenciais daqui para frente.

home office Nenad Radovanovic, projeto assinado por Monica Pajewski
Nenad Radovanovic, projeto assinado por Monica Pajewski

– Home office. Trabalhar em casa, que já era realidade para algumas pessoas, pegou outras desprevenidas e essas se viram obrigadas a criar um espaço de trabalho em casa de um dia para o outro. Momentos como esse em que vivemos mostram a importância de ter um local dedicado ao trabalho e estudo dentro de casa. É provável que as pessoas busquem cada vez mais projetos de home office, para otimizar o espaço e ter um local confortável e funcional.

Fonte: Simonetto

Quarentena com plantas: ótima opção para desestressar e energizar a casa

Florista da Esalflores, maior rede de floriculturas do Brasil, indica espécies adaptáveis e de fácil cultivo para quem quer trazer um pouco de natureza para dentro de casa durante o período de afastamento social

Decor sala com plantas

Desde que a disseminação do novo coronavírus se tornou uma pandemia global, governantes e autoridades da saúde de todo o mundo têm sugerido uma série de medidas preventivas para minimizar o processo de circulação do novo coronavírus, diminuindo os riscos de contágio. Além das orientações básicas, como lavar cuidadosamente as mãos, adotar o uso frequente de álcool gel, higienizar objetos e evitar levar as mãos ao rosto, a principal orientação é distanciar-se de aglomerações e passar o maior tempo possível em casa.

Neste contexto de quarentena, é preciso adaptar a rotina e incluir atividades estimulantes e desestressantes para que o isolamento social não se torne maçante. Muitas são alternativas para espantar a monotonia, e uma boa dica é acrescentar o cultivo de plantas as práticas do dia a dia.

Além de deixar o lar mais bonito, tranquilizante e acolhedor, tirar um tempo para realizar a manutenção de plantas e flores em casa é sem dúvida alguma uma das formas mais agradáveis de relaxar e entrar em contato com a natureza. Para quem quer incluir a convivência com flores no dia a dia durante a quarentena, o ideal é buscar espécies que se adaptam bem a espaços internos.

Decor plantas 2

Plantas que não demandam muita luz são sem dúvida uma ótima opção para quem deseja trazer um pouco mais de verde para dentro de casa. “Há diversos gêneros de flores e plantas que se ajustam bem em locais fechados, mesmo em ambientes mais escuros e úmidos”, comenta Erivaldo Miúdo, florista da curitibana Esalflores, maior rede de floriculturas do país. “No geral, elas são mais descomplicadas de manter e ótimas alternativas para os iniciantes no mundo das plantas”, acrescenta o profissional. Uma boa sugestão para ambientes internos é a planta conhecida como pacová.

pacová Philodendron martianum

“Ela é perfeita para casas e apartamentos. Precisa de claridade, mas sem luz direta e pode ser regada apenas umas duas vezes por semana”, explica o florista.

lilio da paz pixabay
Pixabay

O lírio da paz também é uma opção a ser considerada, pois ele gosta de sombra e não exige mais do que regas esporádicas de acordo com a umidade da terra”, complementa.

Lucky_bamboo bambu da sorte
Bambu da sorte

adiantum-pedatum- avenca planta pixabay
Avenca – Pixabay

Há ainda opções como o bambu da sorte e a avenca, perfeitas para deixar os ambientes internos ainda mais aconchegantes. “Além de se adaptar bem ao interior das casas, elas podem ser mantidas nos vasos com terra ou podem ser transferidas para recipientes somente com água”, explica o florista. O profissional ainda lembra que é sempre importante estar atento ao aspecto da planta e observar a reação dela às condições do ambiente.

Processed with VSCO with j1 presetDecor plantas

“Aos poucos, é possível perceber qual a frequência ideal de regas e o local perfeito para a planta dentro da residência, fazendo com que a manutenção da planta se torne ainda mais fácil. Por falar em facilidade, as suculentas também são ótimas opções para quem quer deixar a casa mais viva”, completa o florista.

Fonte: Esalflores

Confira vantagens de ter um jardim vertical e quais plantas são indicadas para criar o seu

Cultive plantas e hortaliças em casa e no trabalho e sinta o bem-estar

­Os jardins verticais são conhecidos por possibilitar o cultivo de plantas e hortaliças em pequenos espaços. Além de embelezar varandas, sacadas e fachadas, reduzem a temperatura do ambiente, funcionam como isolante acústico e minimizam as ilhas de calor nas cidades. Têm se revelado uma solução para inserir o verde nos centros urbanos e proporcionar bem-estar às pessoas.

As paredes verdes podem ser instaladas em qualquer parede ensolarada ou bem iluminada artificialmente. Cada floreira tem 0,45 largura X 0,10 de altura e 0,12 de profundidade e pode receber diversos tipos de vegetação, temperos naturais e flores.

“Para ambientes externos com boa incidência de sol, podemos usar aspargos, bulbine, lambari roxo, dólar e outras plantas. Já para internos, devemos eleger plantas resistentes a pouca luminosidade e também restringir a rega para evitar apodrecimento de raízes”, explica João Manuel Feijó, engenheiro agrônomo da Ecotelhado, empresa especialista em projetos de infraestrutura verde e design biofílico.

Após a montagem, Feijó ressalta a importância de não deixar faltar água e nem molhar em excesso. Uma alternativa é montar o jardim em módulos que são encaixados verticalmente junto à parede e utiliza um sistema semi-hidropônico para a manutenção da vegetação.

“Temos sistemas inovadores fáceis de instalar, como o Jardim Vertical Mamute. Não exigem muita manutenção uma vez que a irrigação computadorizada facilita o cuidado diário. Não requer impermeabilização da parede podendo ser instalada inclusive sobre gesso acartonado”, acrescenta.

Confira três vantagens de ter um jardim vertical em casa, na empresa ou no apartamento:

jardim vertical 2
Divulgação

1- Econômicas: jardins verticais, quando implementados nas fachadas, ajudam a economizar energia de climatização e a diminuir o efeito de calor urbano. Isso significa menos gastos com energia e manutenção com tintas e outros materiais.

2- Ambientais: melhora a qualidade do ar e atrai biodiversidade para a cidade.

3- Vantagens sociais: cria áreas de convívio e bem-estar em lugares antes tidos com áridos. Cria oportunidades para agricultura urbana agregadora em projetos sociais.

Veja sete tipos de plantas que podem ser usadas na parede verde

1. Zamioculcas

Zamioculcas pixabay
Pixabay

A folhagem é uma das opções ideais para os jardins verticais. Bonita e fácil de cuidar, a zamioculca é recomendada para cultivar dentro de casa.

2. Vinca Pendente Variegata

vinca-major fazfacil
FazFácil

Quando plantadas em jardineiras ou vasos suspensos, suas flores delicadas e suas folhagens ficam penduradas. A planta se adapta melhor ao clima mediterrâneo, subtropical.

3. Trapoeraba Roxa

1trapoeraba-roxa-tradescantia-pallida-purpurea-flores
FloreseFolhagens

É muito comum nos lares brasileiros. Possui flores pequenas, roxas como as suas folhagens. Para que a cor das folhas seja ainda mais acentuada, é importante que fiquem ao sol.

4. Tapete Inglês

tapete ingles pinterest---cristina braga
Cristina Braga

Essa linda espécie tem uma excelente adaptação aos ambientes, tanto no sol quanto em meia sombra. Suas flores estão presentes em quase todo o ano, mas ganham maior destaque nos meses do verão e do outono.

5. Samambaia Americana

samambaia americana pinterest
Pinterest

Você sabia que existem diferentes tipos de samambaia? A Samambaia Americana é uma delas, planta que se popularizou na decoração de interiores no Brasil.

6. Russelia

russelia pixabay
Pixabay

Popularmente conhecida pelo nome “Flor de Coral”, é ideal para cultivo em vasos, floreiras e cestas. Ela prefere climas quentes e amenos, no entanto, tolera bem o frio, vento e a salinidade presente em praias.

7. Dólar

jardim vertical
Divulgação

É uma das melhores plantas para vasos suspensos. Seus galhos caem para fora e sua bela folhagem se destaca dando vida a qualquer ambiente. Ela está se saindo muito bem nesse jardim vertical do showroom da Ecotelhado em São Paulo.

Informações: Ecotelhado

Como decorar a casa para as festas de final de ano

Designer da Tok&Stok dá dicas de como preparar a decoração e transformar todos os ambientes da casa em um lugar ainda mais especial para as festas

As festas de final de ano se aproximam e ter a casa pronta para receber amigos e parentes torna a data ainda mais especial. Pensando nisso, Edson Coutinho, designer e especialista em tendências da Tok&Stok, separou algumas dicas para preparar a decoração natalina.

Iluminação – a luz valoriza os detalhes da composição. Aposte em diferentes tipos de iluminação como pisca-pisca e luminárias de piso ou mesmo de mesa. Outra dica importante é montar sua árvore próxima à luz natural, que pode vir de uma janela ou uma porta.

decor natal.jpg

Cores e materiais – clássicos, os tons verdes e vermelhos resgatam o Natal tradicional, já a madeira traz uma sensação de conforto. Se sua mesa for deste material, você pode deixá-la aparente. Esta pequena atitude dá um toque extra na decoração.

Mesa à francesa – nela, o prato deve ser a peça central. Os garfos à sua esquerda, colheres e talheres de sobremesa à frente e facas à direita. As taças devem estar na altura da ponta das facas e são posicionadas da direita para a esquerda.

Criatividade – quem quiser optar por uma decoração mais clean e moderna, pode apostar em uma árvore de Natal DIY (do inglês, do it yoursef, ou seja, feita por você!), investindo em fitas colantes ou até mesmo fazer o desenho com um pisca-pisca. A casa também ganha vida com a substituição dos itens do dia a dia por enfeites natalinos. Para o momento das festas em si, a mesa de centro pode ser utilizada como bar para apoio de taças, por exemplo.

decor natal 2.jpg

Decoração em todos os lugares – a decoração natalina pode estar em todos os ambientes da casa: salas, quartos e até lavabo. O espaço das crianças, por exemplo, vai além da árvore. Uma estante pode receber cordões decorativos e enfeites, dando um toque a mais na criatividade.

Ambientes multiuso – a ideia aqui é aproveitar todos os espaços disponíveis no cômodo, o carrinho do bar pode ser usado como buffet e servir, também, como suporte para bebidas.

Comida decorativa – utilizar as cores e as formas dos alimentos também é uma maneira de decorar. Escolha pratos e travessas que contrastem com frutas e doces e os coloque em evidência.

decor natal 3.jpg

Sobreposições – compor a mesa com sobreposições de jogos americanos, pratos e sousplats preenche o visual do espaço. Para dar uma sensação ainda maior de movimento, adicione taças de tamanhos diferentes.

A Tok&Stok oferece mais de 350 itens para montar sua de decoração de Natal com personalidade e bom gosto. Os produtos podem ser encontrados em todas as lojas da marca ou pelo site.

Bazar de arte, roupas vintage e gastronomia no fim de semana em Pinheiros

O evento terá vários artigos de arte e decoração, além comida e bebida na galeria Exílio Art

Exílio Art, galeria de arte em Pinheiros, realiza um bazar no sábado, 12 de outubro, das 12 às 19 horas, junto ao brechó Laranja Lima Vintage Shop. O evento contará com artigos de arte, decoração, acessórios, roupas, além de café, bebidas e comida.

O Exílio Art é uma galeria de arte que expõem o trabalho de vários artistas, além de receber eventos e palestras. O Laranja Lima Vintage Shop vende peças de roupa e acessórios vintage e novos.

hamburger lady gagahamburger madonna

A comida fica por conta do Burgay, que faz hambúrgueres diferentes, com glitter e em homenagem às divas pop, como Madonna e Lady Gaga.

Local: Exílio Art
Endereço: Rua Cardeal Arcoverde, 467, Pinheiros.
Data: 12/10 (sábado)
Horário: 12h às 19h

Aulas gratuitas sobre cultivo de cactos, suculentas e minijardins

Nos dias 28, 29 de setembro e 5 e 6 de outubro, paulistanos poderão participar gratuitamente de aulas sobre suculentas e cactos, com Harri Lorenzi, Carol Costa, Gerardus Olsthoorn, Randall Fidencio e Gabi Pileggi

O Shopping Garden Sul promoverá gratuitamente quatro aulas para quem buscar conhecer um pouco mais sobre cactos, suculentas, produção de minijardins, os principais gêneros e espécies, características, manuseios, como plantar, cuidados que se deve ter, poda, rega, entre outras técnicas.

A programação de aulas faz parte do 2º Festival de Cactos e Suculentas promovido pelo Shopping Garden. As plantas colecionáveis serão destaque durante dez dias no Shopping Garden Sul, em um festival que trará uma grande variedade de cactos e suculentas de diversas espécies, formatos, tamanhos e cores. Bastante funcionais, as suculentas e os cactos se adaptam em qualquer ambiente e são excelentes quando o assunto é decoração.

Os responsáveis pelo conteúdo abordarão os processos e cuidados básicos para o cultivo das plantas, mostrarão as ferramentas e vasos adequados, os tipos de substratos e adubos, e a quantidade de luz necessária para manter as plantas lindas. Também tirarão dúvidas dando dicas sobre os cuidados necessários para a recuperação das colecionáveis.

Cactos1

No dia 28 de setembro, às 10h, Carol Costa, Harri Lorenzi e Gerardus Olsthoorn, autores do livro “Cactos e outras Suculentas para decoração” marcarão presença no festival e farão um bate papo sobre o assunto com os participantes. Carol Costa além de escritora e jornalista, é colunista do quadro Jardinaria, da revista Natureza e da BandNews FM, foi apresentadora do “Mais Cor, Por Favor”, e agora tem um programa só de jardinagem, “A Louca das Plantas”, no canal GNT.

Harri Lorenzi é engenheiro agrônomo, fundador do Instituto Plantarum e autor de dezenas de artigos e livros sobre planta, e por fim, Gerardus Olsthoorn, holandês radicado em Holambra, com ampla experiência em agronomia, ênfase em floricultura, parques e jardins, consultor do Instituto Plantarum, que cultiva há 29 anos cactos e bromélias, somando mais de 900 espécies das plantas em seu sítio.

Já no dia 29 de setembro, Carol Costa volta ao Festival para ministrar duas aulas, às 10h onde abordará como decorar festas com as plantas colecionáveis e às 14h quando ensinará como plantar e montar quadros verticais com as suculentas.

Às 14h, do dia 5 de outubro, Randall Fidencio, jardineiro, paisagista e diretor da empresa Vila Nina, ensinará como cultivar cactos e suculentas, abordando sobre as espécies, floração, luminosidade, entre outras técnicas e métodos para o cultivo de minijardins.

 

A última aula gratuita ocorrerá no dia 6 de outubro, às 14h, com Gabi Pileggi que mostrará como montar arranjos de cactos e suculentas utilizando sacos de juta. Gabi foi apresentadora do programa “Meu Quintal virou Jardim”, na TV Aparecida ao lado de Claudete Troiano e atualmente é responsável pelo paisagismo do programa “Mais Cor Por Favor” do canal GNT.

As aulas ocorrerão simultaneamente ao segundo Festival de Cactos e Suculentas, projeto realizado pelo Shopping Garden Sul, aberto ao público do dia 27 de setembro até 6 de outubro, momento em que os visitantes terão acesso a uma grande diversidade de cactos e suculentas, plantas ideais para o cultivo em casa ou no escritório.

Charmosas, fáceis de manusear, possuem grande capacidade de armazenar água e chegaram para conquistar os apaixonados por plantas, que enxergam nos cactos e nas suculentas a oportunidade de criar um jardim, mesmo em pequenos ambientes e até mesmo para quem gosta de colecionar diversas espécies.

Os cactos e as suculentas são plantas que armazenam água e não precisam de regas diárias, esse é um dos motivos pelos quais elas têm se tornado tendência para quem curte jardinagem, a vida corrida não impede que a casa, apartamento e até o mesmo escritório esteja repleto de verde, completando a decoração dos ambientes.

Apesar de parecer um passatempo extremamente exótico, a infinidade de espécies e tamanhos, além do fácil cultivo têm incentivado colecionadores e também um novo caminho para quem quer empreender na área. Minijardins produzidos com cactos e suculentas estão cada vez mais em ascensão entre os presentes para homens e mulheres. As plantas também trazem um charme especial quando plantadas em xícaras.

Durante o festival também estará à venda todos os materiais necessários para quem quer produzir o seu jardim, mudas, arranjos, vasos e insumos para o cultivo. Durante os dez dias de evento, os visitantes encontrarão cactos e suculentas a partir de R$ 5,00.

suculentas

O Festival de Cactos e Suculentas, é gratuito, promovido pelo Shopping Garden Sul, de 27 de setembro até 06 de outubro, de segunda a sábado das 8h às 19h e no domingo das 9h às 19h. O estacionamento é gratuito e os visitantes também podem almoçar ou tomar um café, no restaurante local, em meio a natureza, que possui um cardápio bem elaborado com preços especiais.

Suculentas1

Aulas Gratuitas sobre Cactos e Suculentas
Onde: Shopping Garden Sul
Endereço: Avenida dos Bandeirantes, 5.900
Telefone: (11) 5591-5555
Quando: 28 e 29 de setembro / 05 e 06 de outubro
Sábado (28): às 10h
Domingo (29): às 10h00 e 14h00
Sábado (5): às 14h
Domingo (6): às 14h
Inscrição gratuita no e-mail: festivalcactosesuculentas@gmail.com ou pelo telefone: (11) 5591-5555. As vagas são limitadas.

Suculentas2

2º Fetival de Cactos e Suculentas
Onde: Shopping Garden Sul
Data: 27 de setembro a 6 de outubro
Horário: De segunda a sábado, das 8h às 19h. Domingo das 9h às 19h
Endereço: Avenida dos Bandeirantes, 5.900
Telefone: (11) 5591-5555

Para participar das aulas gratuitas é necessário se inscrever previamente por meio do e-mail: festivalcactosesuculentas@gmail.com ou pelo telefone: (11) 5591-5555. As vagas são limitadas.

Capital paulista recebe Festival gratuito de cactos e suculentas

De 28 de junho a 7 de julho paulistanos podem escolher um programa saudável e alternativo para fazer em família. Um passeio em meio a natureza para admirar, aprender e adquirir plantas ornamentais, essa é a proposta do Festival gratuito de Cactos e Suculentas, promovido pelo Shopping Garden Tatuapé.

As plantas colecionáveis serão destaque durante dez dias no Shopping Garden Tatuapé, em um festival que trará uma grande variedade de cactos e suculentas de diversas espécies, formatos, tamanhos e cores. Bastante funcionais, as suculentas e os cactos se adaptam em qualquer ambiente e são excelentes quando o assunto é decoração.

Suculentas2

No Brasil existem cerca de 200 tipos de cactos e suculentas, ideais para o cultivo em casa ou no escritório, elas são charmosas, fáceis de manusear, possuem grande capacidade de armazenar água e chegaram para conquistar os apaixonados por plantas, que enxergam nos cactos e nas suculentas a oportunidade de criar um jardim, mesmo em pequenos ambientes e até mesmo para quem gosta de colecionar diversas espécies.

Os cactos e as suculentas são plantas que armazenam água e não precisam de regas diárias, esse é um dos motivos pelos quais elas têm se tornado tendência para quem curte jardinagem, a vida corrida não impede que a casa, apartamento e até o mesmo escritório esteja repleto de verde, completando a decoração dos ambientes.

Apesar de parecer um passatempo extremamente exótico, a infinidade de espécies e tamanhos, além do fácil cultivo têm incentivado colecionadores e também um novo caminho para quem quer empreender na área. Minijardins produzidos com cactos e suculentas estão cada vez mais em ascensão entre os presentes para homens e mulheres. As plantas também trazem um charme especial quando plantadas em xícaras.

Cactos1

Durante o festival também estará à venda todos os materiais necessários para quem quer produzir o seu jardim, mudas, arranjos, vasos e insumos para o cultivo. Durante os dez dias de evento, os visitantes encontrarão cactos e suculentas a partir de R$ 5,00.

Quem também marcará presença no festival é Carol Costa, que além de escritora e jornalista, é colunista do quadro Jardinaria, da revista Natureza e da BandNews FM, foi apresentadora do Mais Cor, Por Favor, e agora tem um programa só de jardinagem, A Louca das Plantas, do GNT. Carol ensinará para iniciantes como plantar e os cuidados básicos, como decorar festas, fazer buquês e montar quadros verticais, tudo isso com as suculentas.

Suculentas1

O Festival de Cactos e Suculentas, é gratuito, promovido pelo Shopping Garden Tatuapé, de 28 de junho até 7 de julho, de segunda a sábado das 8 às 18 horas e no domingo das 9 às 18 horas. O estacionamento é gratuito e os visitantes também podem almoçar ou tomar um café, no restaurante local, em meio a natureza, que possui um cardápio bem elaborado com preços especiais.

Festival de Cactos e Suculentas
Data: 28 de junho até 7 de Julho de 2019
Horário: de segunda a sábado das 8h às 18h / domingo das 9h às 18h
Local: Shopping Garden Tatuapé
Endereço: Avenida Salim Farah Maluf, 2211