Arquivo da categoria: doação

Alerta: coronavírus e doação de sangue

Estima-se que, se a população não se mobilizar doando sangue, o déficit de doações pode chegar a mais de 50%, o que comprometerá o atendimento de inúmeros pacientes em tratamento

Com o receio da população em sair de casa, os bancos de sangue de todo o país já estão sofrendo queda significativa nas doações. Porém, é importante salientar que as pessoas saudáveis devem sair de suas casas para doar sangue, assim como fazem para ir à farmácia, ao mercado e outras atividades essenciais.

A doação de sangue é essencial à vida de inúmeros pacientes internados nos hospitais. “Se as pessoas pararem de doar sangue, além da crise que o Brasil enfrenta com o surto do coronavírus, poderemos enfrentar também grande crise de desabastecimento de sangue”, explica Sandra de Paula, coordenadora de captação do Banco de Sangue de São Paulo.

O ato da doação de sangue não oferece riscos de contaminação pelo Covid-19, informa a coordenadora de captação. “As estruturas dos locais de doação estão adequadas e preparadas para receber os doadores. As precauções de contágio devem ser mantidas, mas o ato solidário não pode parar”.

sangue juralmin pixabay

No Banco de Sangue de São Paulo há motivos de sobra para que a população possa ir doar com tranquilidade, pois a unidade fica fora de um ambiente hospitalar, com acesso exclusivo a doadores. E ainda reforçou várias medidas de segurança:

• Agendamento de doadores para evitar horários com grandes aglomerações;
• Disponibilização de transporte para doadores;
• Maior distanciamento entre as cadeiras de espera na recepção;
• Maior distanciamento entre as cadeiras na sala de doação;
• Equipe treinada e orientada para lidar com a situação atual;
• Assepsia dos colaboradores, doadores, equipamentos e área física com álcool gel 70% em todas as etapas do processo de doação;
• Utilização de materiais e insumos estéreis e descartáveis;
• Dispensers com álcool gel 70% à disposição nas dependências do banco de sangue;
• O ambiente do banco de sangue é composto por profissionais e doadores em bom estado de saúde.

Novas regras de triagem:

• Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 30 dias após cessarem os sintomas para realizar doação de sangue;
• Candidatos que viajaram para o exterior devem aguardar 30 dias após a data de retorno para realizar doação de sangue;
• Candidatos à doação de sangue, que tenham se deslocado ou que sejam procedentes de fora do país, deverão ser considerados inaptos por 30 dias após o retorno destas áreas.
• Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, bem como aqueles que tiveram contato com casos suspeitos em avaliação, deverão ser considerados inaptos pelo período de 30 dias após o último contato com essas pessoas;
• Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, após diagnóstico clínico e/ou laboratorial, deverão ser considerados inaptos por um período de 90 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindique a doação).

“Convocamos todas as pessoas saudáveis a comparecerem aos bancos de sangue para realizar suas doações e garantir aos pacientes necessitados maior esperança de vida”, conclui Sandra.

doação de sangue pixabay
Pixabay

Banco de Sangue de São Paulo

Unidade Brigadeiro Endereço: Av. Brigadeiro Luis Antonio , 2533 – 4º. Andar – Jardim Paulista – Tel.: (11) 3373-2000. Atendimento: segunda a sexta das 7h às 17h e sábado das 7h às 16h – estacionamento gratuito.

Unidade Hospital Edmundo Vasconcelos: Rua Borges Lagoa, 1450 – Vila Clementino – Tel.: (11) 5080-4435. Atendimento: segunda a sexta das 7h às 17h e sábado das 7h às 16h – estacionamento gratuito.

Shoppings da Multiplan em São Paulo arrecadam doações para Baixada Santista

Para ajudar as vítimas das tragédias causadas pela chuva na Baixada Santista, o MorumbiShopping, Shopping Anália Franco, Shopping Vila Olímpia e ParkShoppingSãoCaetano estão arrecadando doações que serão entregues para o Fundo Social de Solidariedade das cidades de São Vicente, Guarujá e Cubatão.

Os clientes que desejarem ajudar podem contribuir doando alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal e produtos de limpeza. A arrecadação segue até dia 15, domingo, nos quatro pontos:

MorumbiShopping
Local de arrecadação: SAC, piso G2
Endereço: Av. Roque Petroni Jr., 1089 – São Paulo/SP

Shopping Anália Franco
Local de arrecadação: SAC, piso Jasmim
Endereço: Avenida Regente Feijó, 1739 – Tatuapé, São Paulo/SP

analiafranco

Shopping Vila Olímpia
Local de arrecadação: SAC – Mezanino do Piso Térreo
Endereço: R. Olimpíadas, 360 – Vila Olímpia, São Paulo/SP

ParkShoppingSãoCaetano
Local de arrecadação: Piso São Caetano L1 – entrada A
Endereço: ParkShoppingSãoCaetano – Alameda Terracota, 545, Espaço Cerâmica, São Caetano do Sul/SP

Campanha social arrecada chocolate para crianças carentes

Sempre preocupado com os menos favorecidos, o Colégio Singular iniciou a tradicional Campanha de Páscoa e, até o dia 3 de abril (sexta-feira), todas as suas unidades, inclusive do cursinho pré-vestibular, receberão doações de chocolates, ovos de Páscoa, bombons e colomba pascal – os quais serão entregues para crianças atendidas por creches, orfanatos e demais entidades beneficentes do Grande ABC.

A iniciativa faz parte do projeto Singular Social, que beneficia mais de 50 instituições do Grande ABC em datas comemorativas como Natal, Dia dos Pais, Mães ou em épocas do ano específicas como volta às aulas e inverno.

aa_páscoa_manhã_arrecadação1

Os endereços das unidades do Singular, para entrega da doação, podem ser conferidos no portal clicando aqui.

Em janeiro, cada prato consumido no Reverso equivale a doação de uma refeição

Quem vai a Brasília em Janeiro, seja a turismo ou negócios, e deseja ter uma boa experiência gastronômica ao mesmo tempo em que ajuda uma causa social, deve aproveitar para conhecer a boa cozinha do restaurante Reverso, no Blue Tree Jade, comandado pelo Chef Marcelo Petrarca.

À frente de outros três negócios na cidade – restaurantes Lago e Bloco C, e o Bufê Bloco C em casa, o chef lançou a campanha “Consuma e Doe”, que prevê a doação de um prato de comida para moradores de rua, a cada refeição consumida por clientes no restaurante.

Não é de hoje que o chef se engaja em causas sociais, mas já há algum tempo, desde que abraçou o projeto “Chefs Especiais”, do qual participa, seja preparando quitutes para alunos especiais portadores de Síndrome de Down, ou dando aulas práticas para as crianças de um modo divertido, pelo menos duas a três vezes ao ano.

BlocoC-file-#769-ao-molho-roti-co-rapadura-e-risoto-grana-padano2019-07-300847
Filé ao molho rôti com rapadura e risoto grana padano

“A comida tem esse poder de unir pessoas em propósitos diversos, e pode ser um importante agente de inclusão social e engajamento em diferentes causas, seja tanto para menos favorecidos quanto para crianças e adultos em situação de vulnerabilidade”, comenta o chef.

Sobre o Chef

-RWS9614

Gaúcho de Pelotas, Marcelo Petrarca chegou em Brasília com 10 dias de idade. Formou-se em gastronomia pelo IESB e depois de graduado mudou-se para a Espanha, onde cursou a Escola de Hotelaria de Sevilha e atuou na cozinha do grande Martín Berasategui em seu restaurante homônimo, um dos melhores do mundo. Em seguida, foi para Milão, na Itália, onde trabalhou com Carlo Cracco.

De volta a Brasília, retornou ao Zuu, onde já havia atuado, para comandar a casa por cerca de dois anos. Em 2015 abriu o restaurante Bloco C, e um ano depois, o bufê Bloco C em casa, destinado a eventos. No mesmo ano, inaugurou o Reverso, restaurante dentro do hotel Blue Tree Premium Jade, e em 2018, o restaurante Lago, todos em Brasilia. Todas os seus três restaurantes são detentores de prêmios importantes da gastronomia, assim como o próprio Chef, várias vezes apontado como o Melhor do Ano.

Restaurante Reverso: SGCV Nº 15, Zona Industrial – Guará – DF – Horário de funcionamento: aberto 24 horas

Campanha Natal sem Fome: Pátio Paulista e Golden Square são pontos de arrecadação

A meta será a maior dos últimos anos e os alimentos não perecíveis serão enviados à ONG Ação da Cidadania

Quem passar pelos Shoppings Pátio Paulista e Golden Square até o dia 20 de dezembro, poderá contribuir com o combate à fome no Brasil com doações de alimentos não perecíveis. Os empreendimentos serão pontos de coletas oficiais da campanha Natal Sem Fome, da ONG Ação Cidadania, e têm como meta arrecadar 6 toneladas de alimentos cada.

Os itens podem ser depositados nas caixas disponíveis nos próprios empreendimentos, ou por meio dos sites (para o Golden Square Shopping e para o Shopping Pátio Paulista).

Segundo Diego Marcondes, Head de Marketing da Ancar Ivanhoe, uma das cinco maiores empreendedoras da indústria no país, o movimento tem o objetivo de reforçar o senso de coletividade e promover a solidariedade.

“Quisemos usar a força do grupo para promover o bem e fazer a diferença em nossa sociedade pelo terceiro ano consecutivo. Temos ciência da capacidade instalada de nossos shoppings de atuar como agentes transformadores da realidade e não medimos esforços para mobilizarmos, conscientizarmos e fazermos a diferença. Para esse ano, a meta nacional será a maior dos últimos tempos (160 toneladas) e temos certeza que vamos alcançá-la”, afirma.

Além da arrecadação de alimentos não perecíveis, os shoppings ainda incentivam o Troco Solidário, ação que permite que os clientes doem a quantia excedente dos pagamentos dos estacionamentos e dos brindes atrelados às campanhas promocionais de Natal para o movimento idealizado pelo sociólogo Herbert de Souza, o Betinho.

Com a maior meta dos últimos anos, o objetivo é unir forças com os demais centros de compras da Ancar Ivanhoe para atender mais de 120 mil famílias cadastradas nos comitês da Ação Cidadania nos 18 estados do Brasil, doando as cestas básicas arrecadadas durante todo o período da campanha.

NATLASEMFOME.jpg

Ação da Cidadania

Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Um movimento social que nasceu em 1993 baseado em um conceito simples: solidariedade, todos nós podemos. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias.

Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país. Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida se transformou no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Shoppings de São Paulo incentivam doação e promovem Natal solidário

Mooca Plaza Shopping, Shopping Metrô Santa Cruz, Shopping Jardim Sul e Shopping Tamboré presenteiam dez instituições de crianças e adolescentes neste Natal

Hoje, três de dezembro é comemorado o Dia de Doar. A data foi criada pela organização social Belfer Center for Innovation & Social Impact, nos Estados Unidos, em 2012. O Objetivo foi comemorar eventos e ações de filantropia ocorridos ao longo do ano após as celebrações do Dia de Ações de Graça, a Black Friday e a Cyber Monday. A data, que estimula a solidariedade e empatia, é comemorada também no Brasil.

E para tornar este Natal ainda mais mágico e feliz para crianças e adolescentes de São Paulo, o Shopping Metrô Santa Cruz, Shopping Jardim Sul, Mooca Plaza Shopping e Shopping Tamboré estão promovendo a árvore solidária em parceria com instituições sociais.

Para aqueles que pretendem contribuir com doações, a dinâmica da ação é simples. Basta se dirigir até uma das árvores solidárias nos respectivos shoppings, retirar uma cartinha escrita por uma das crianças das instituições parceiras, comprar o presente desejado e fazer a doação no ponto de entrega do shopping. Os pedidos incluem presentes como: jogos de tabuleiro, bola, boneca e livros para ler ou colorir.

Assim como no ano passado, o objetivo será presentear a todas as crianças das instituições parceiras, proporcionando a todos um natal cheio de sorrisos e alegrias.

Confira abaixo as instituições participantes e as informações sobre as árvores solidárias de cada shopping:

Árvore Solidária - Mooca  Plaza.jpg

Mooca Plaza Shopping
Instituições parceiras: Creche Maria Thereza de Mello Mororó e Gerando Falcões
Local: Piso L1, em frente a Zara
Data: até 15 de dezembro de 2019
End: R. Cap. Pacheco e Chaves, 313 – Vila Prudente, São Paulo – SP

Shopping Metrô Santa Cruz
Instituições parceiras: Maesp, Formando Cidadão, Santa Fé e Lalec
Local: Piso Térreo
Data: até 15 de dezembro de 2019
End: R. Domingos de Morais, 2564 – Vila Mariana, São Paulo – SP
Shopping Jardim Sul
Instituições parceiras: Asas Solidárias, Becei Paraisópolis, Saica Irmã Dulce
Local: Piso 2, próximo ao SAC
Data: até 13 de dezembro de 2019
End: R. Itacaiúna, 61 – Vila Andrade, São Paulo – SP

Shopping Tamboré
Instituições parceiras: Pipa a Voar
Local: Balcão de Trocas de Natal, ao lado da Forever 21
Data: até 13 de dezembro de 2019
End: Av. Piracema, 669 – Tamboré, Barueri – SP

“MerMayday” doará 30% do valor de cada fish n’chips vendido pela rede Sirène no Brasil

Maior rede de fish n’chips do país promove Black Friday em prol de associação que faz coleta de manchas de óleo na costa brasileira

sirene 2.jpg

Nas últimas semanas, todo país tem ficado com os olhos ligados nas manchas de óleo que apareceram na Costa do Nordeste e que, aos poucos, se alastram para o Sudeste. O mais recente balanço divulgado pelo Ibama mostra que mais de 500 locais já foram atingidos pelas manchas, e milhares de voluntários têm realizado mutirões com objetivo de coletar e retirar o petróleo da costa.

Impactada por esse problema que assusta o Brasil, o Sirène, maior rede de fish n’chips do país, resolveu entrar na corrente de bem em prol da preservação ambiental e da sustentabilidade. Aproveitando as tradicionais ações de Black Friday, a rede, que conta com oito unidades no país, vai promover uma ação social que visa auxiliar projetos que estão ajudando na coleta e retirada das manchas de óleo da costa brasileira. O “Mermaiday” vai acontecer no dia 29 de novembro, e terá 30% do valor de cada fish n’chips vendido pela rede no Brasil destinado aos “Guardiões do Litoral”.

“MerMaiday” é a junção das palavras “mermaid” e “mayday”, em tradução literal “sereia” e “socorro”. Então, o “Mermaiday” é um pedido de ajuda dos mares que foram afetados pelo óleo. “O principal produto do Sirène é o peixe, isso já é um motivo de muita importância para uma ação voltada para a costa das áreas afetadas pelo óleo, já que os impactos e danos ao ecossistema foram de longa escala, com efeitos a curto e longo prazo”, destaca Afonso Natal Neto, sócio-fundador da rede Sirène.

fish n chips sirène

A associação “Guardiões do Litoral” é formada por um grupo de voluntários que estão fazendo mutirões e, também, arrecadando doações de equipamentos para ajudar na retirada de óleo da costa. Criada pelo surfista, engenheiro civil e técnico ambiental Arthur Sehbe, a associação atua em diversas regiões do país e se consolidou como uma das organizações mais respeitadas quando o assunto é despoluição do litoral brasileiro.

A rede Sirène Fish & Chips conta com oito unidades espelhadas pelas cidades de Curitiba (PR), Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), Balneário Camboriú (SC) e Florianópolis (SC).

Sirene_.jpeg

O “MerMaiday” será realizado no dia 29 de novembro, durante todo horário de funcionamento das lojas.

Informações: Siréne

Outubro Rosa: Ikesaki lança campanha de doação de cabelos para conscientização

As lojas Ikesaki receberão doações de cabelos durante todo o mês de outubro. Os cabelos recebidos serão doados para instituição que os transformará em perucas destinadas a pessoas em tratamento de câncer de mama
A Ikesaki, rede de hiperlojas de beleza profissional, lança neste mês de outubro uma campanha inédita, Fios que dão Vida, de incentivo à doação de cabelos. Ao final da campanha, eles serão encaminhados para uma instituição que recebe cabelos e os transforma em perucas para pessoas em tratamento de câncer de mama. A ação da Ikesaki acontece em apoio ao Outubro Rosa, criado na década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure, com o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença.

“Entre os diversos aspectos do tratamento desta doença, as mulheres também se preocupam com os cabelos, que refletem autoestima, revelam personalidade e denotam vaidade e sensualidade”, declara Vivian Appezzato, do Marketing da Ikesaki. “As perucas confeccionadas serão entregues para mulheres que não podem custear a confecção de uma peruca de fios naturais. É um presente que resgata a autoestima”, ela afirma.

As doações poderão ser depositadas nas urnas disponibilizadas em qualquer loja da Ikesaki, de 5 a 31 de outubro. Os cabelos doados precisam estar limpos e secos, e ter pelo menos 15 centímetros. Eles podem ter qualquer cor ou já ter passado por químicas, e devem ser entregues presos por um elástico, dentro de um saco fechado.

Mobilização de cortes de cabelos gratuitos – Em 28 de outubro, das 9h às 18h, quem quiser doar cabelos para a campanha Fios que dão Vida pode comparecer a qualquer loja Ikesaki (ver endereços abaixo) e ganhar o corte de cabelo. Na sequência do corte, os fios serão doados para a campanha.

Convite aos profissionais cabeleireiros para aderirem à campanha nos salões – A Ikesaki convida os cabeleireiros e cabeleireiras dos salões de beleza a fazerem um corte gratuito para doação de fios para a Fios que Dão Vida em 28 de outubro. Os salões e profissionais que aderirem à campanha, postarem “Eu vou doar” e marcarem @Ikesaki nas redes sociais no dia 28 de outubro, serão repostados nas redes sociais da Ikesaki. Eles também podem acessar aqui para confirmar a participação.

“A intenção é criar uma grande mobilização, uma corrente do bem junto aos salões de beleza de todo o Brasil, em prol de uma grande causa”, diz Vivian Appezzato.

A Fios que Dão Vida já tem o apoio das seguintes personalidades do mundo da beleza e da arte: hair stylists Sylvio Rezende, Guilherme Plastina, Mauricio Pina, Jô Nascimento, Mari Nicácio, Sylvio Rezende, Roberto Capelli, Alisson Fernandes e Adriano Gomes; a manicure e youtuber Ana Paula Villar; a Miss São Paulo Karen Porfiro; a influencer Adriana Félix, do @blogsearrumamenina e as cantoras Aline Barros, Pepê e Neném. Clique aqui para assistir ao vídeo com as celebridades apoiadoras da campanha.

Endereços das hiperlojas da Ikesaki participantes da campanha Fios que dão Vida:

Ikesaki Galvão Bueno: Rua Galvão Bueno 37, São Paulo
Ikesaki Praça da Liberdade: Av. Liberdade, 146 – São Paulo
Ikesaki Santo Amaro: Praça Floriano Peixoto, 132 – São Paulo
Ikesaki São Miguel: Av. Marechal Tito, 1.015 – São Paulo
Ikesaki Shopping Metrô Tucuruvi: Avenida Doutor Antônio Maria Laet, 566 – São Paulo
Ikesaki Campinas: Rodovia D. Pedro I, km 137 – loja LO 10ª/11/12/13 Campinas
Ikesaki Osasco: Rua Antônio Agú, 800 – Osasco
Ikesaki Santo André: R. Luís Pinto Fláquer, 521 – Santo André

 

Evento beneficente em São Paulo tem rock e oficina de música

Rock, crianças e brinquedos: 5 de outubro será realizada mais uma edição do Vapor Rock Fest. O evento, que será na Avenida Santa Catarina, na Vila Mascote, em São Paulo, vem crescendo a cada ano em público e em doações de brinquedos.

O objetivo é promover uma festa com música ao vivo e coletar brinquedos que serão doados para crianças carentes. No ano passado foram doados mais de 400 brinquedos e a expectativa é que o número aumente neste ano.

Nesta edição as crianças e jovens também poderão participar de uma oficina de música: “A ideia é mostrar um pouco de alguns instrumentos, bateria, guitarra e contrabaixo, e colocar a galera pra tocar” – explica Marcel Bioni, diretor da U4M Music School, uma das empresas parceiras.

Além da oficina de música, mais de dez bandas irão tocar no evento. A diversão é garantida para os mais velhos também, com vendas de drinques e lanches. O evento é aberto ao público geral mediante a doação de um brinquedo novo ou usado em bom estado.

caixa brinquedo.jpg

Vapor Rock Fest
Endereço: Av. Santa Catarina, 382 – São Paulo
Horário de início: 12:00 (oficina de música)

Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos

Brasil ocupa o 2º lugar mundial em cirurgias de transplantes de órgãos e de tecidos e os rins foram os órgãos mais doados até agosto deste ano

Continuar vivendo por meio de outra pessoa pode parecer romantizado e é uma frase um tanto quanto clichê, mas é fato que a doação de órgãos pode salvar vidas. Hoje, 27 de setembro, é Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos, e milhares de pessoas esperam ansiosamente, em uma fila unificada e informatizada, pelo procedimento de transplante de um órgão. Até o mês de agosto de 2019, de acordo com os dados da Central Estadual de Transplantes do Paraná (CET/PR), foram realizados 581 procedimentos, o que representa 87,83% de cirurgias realizadas por milhão de população (pmp).

O Paraná tem cumprido com louvor os transplantes de órgãos, que consiste em uma cirurgia de reposição de um órgão (coração, fígado, pulmões, pâncreas, rins) e tecido (medula óssea, ossos, córneas) doente por um órgão ou tecido saudável, podendo ser doado por um alguém falecido ou vivo. “O Paraná conseguiu através da Central de Transplantes montar um programa de potenciais doadores e houve um aumento significativo de uma maneira geral”, explana o nefrologista da Fundação Pró-Renal, Alexandre Biginelli.

Ainda segundo os dados da CET/PR, os rins foram os órgãos mais doados até agosto do ano corrente. Ao todo, foram 383, sendo 312 vindos de algum doador falecido e 71 de algum doador vivo. Estes números representam 57,90% pmp. Geralmente, a doação do rim é feita às pessoas que sofrem de hipertensão, diabetes, insuficiência renal crônica, entre outras patologias renais. Quem recebe o transplante de rim não precisa estar em diálise. “A duração de um órgão vai depender do estilo de vida do paciente e também se há compatibilidade. Um rim pode durar até 12 anos ou mais, como há casos no mundo no qual há transplantes que já duram mais de 40 anos”, explica Biginelli.

cirurgia mesa adobe stock
Adobe Stock

Brasil, referência mundial

Quando o assunto é doação de órgãos, o Brasil tem o maior sistema público de transplantes do mundo. Segundo o Ministério da Saúde (MS), hoje, 96% das cirurgias são realizadas pelo Sistema Nacional de Transplantes (SNT) do Sistema Único de Saúde (SUS), que oferece gratuitamente aos pacientes toda assistência pré e pós cirúrgica, como exames preparatórios, acompanhamentos e medicamentos.

O Brasil ocupa o 2º lugar mundial em transplante de órgãos, atrás apenas dos Estados Unidos. Em 2018, houve um aumento de 1653 para 1765 órgãos doados, o que representa um crescimento de 7% segundo o Ministério da Saúde. A expectativa, à época, era de que fossem realizados 26,4 transplantes de órgãos e tecidos.

Lista de espera 

transplantes-e-doacoes-de-orgaos.jpg

Ainda assim, o número de pacientes adultos ativos em lista de espera por um órgão no Brasil é grande. Segundo dados da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), no geral, existem 33.984 pacientes aguardando na fila para o transplante de rim, fígado, córnea, pâncreas. Destes, 22.616 aguardam por um transplante de rim. No Paraná 1.187 pessoas aguardam um transplante, e, destas, 947 aguardam pela doação de um rim.

Quero ser um doador

banner_doacao_orgaos_2019_verdades
Governo do Ceará

Qualquer pessoa pode ser um doador de órgãos e ajudar a salvar vidas. De acordo com a lei nº 10.211, de 23 de março de 2001, a retirada de órgãos de uma pessoa falecida só pode ser feita com autorização da família. Por isso, se sua vontade é ser um doador, deixe sua família avisada.

A lei nº 9.434 estabelece que a doação de órgãos só pode ser feita por morte encefálica (morte cerebral), que há perda total e irreversível das funções. Em casos de mortes por parada cardiorrespiratória pode ser realizada a doação de tecidos, como córnea, pele e musculoesquelético.

Também há doações em vida. Nestes casos, a doação é daqueles órgãos duplos, que não vão prejudicar o doador. Podem ser doados rins, pulmões e partes do fígado, do pâncreas e da medula óssea.

Sobre a Pró-Renal

Criada em 1984 por iniciativa do médico Miguel Carlos Riella, a Fundação Pró-Renal é uma entidade beneficente que assiste pacientes renais crônicos e pacientes em tratamento conservador. Atualmente, atende cerca de 15 mil pacientes por ano e desenvolve campanhas educativas nas empresas, escolas e comunidade para a prevenção das doenças renais. Também presta atendimento integral humanizado aos pacientes ambulatoriais, em diálise e em pré-transplante, fornecendo o apoio necessário para o aumento da sobrevida e melhora na qualidade de vida.