Arquivo da categoria: exercícios físicos

Incontinência urinária: exercícios para fazer em qualquer lugar e hora do dia

Tratamento e prevenção de disfunções pélvicas necessitam de poucos minutos diários de exercícios; problema atinge 10% da população brasileira

Exercícios pélvicos são essenciais nos tratamentos e prevenção da incontinência urinária, prolapsos, incontinência fecal e disfunções sexuais. Uma das facilidades é que esses exercícios podem ser feitos em qualquer lugar ou hora do dia.

Poucos exercícios feitos por alguns minutos – em casa, no carro, no trabalho ou na academia – ajudam a prevenir e a reduzir o distúrbio que é causado pelo enfraquecimento da musculatura pélvica – que fica entre o púbis e o cóccix.

“Como os exercícios pélvicos trabalham muito com contração e respiração, é possível fazê-los no trânsito no carro, por exemplo, ou mesmo enquanto de se digita um texto no computador e ainda usando o celular”, explica Maura Seleme, PhD em fisioterapia pélvica e criadora do iPelvis, aplicativo de fisioterapia pélvica totalmente individualizado, com conteúdo em vídeos e imagens exclusivas , propõe exercícios, dissemina informações e abre espaço para interação entre paciente e a equipe multidisciplinar.

Maura lembra que hoje estima-se que 20 milhões de brasileiros, ou 10% da população, sofrem de problemas pélvicos. As incontinências urinárias atingem uma a cada três mulheres, um a cada cinco homens e mais de 40% dos idosos (homens e mulheres acima dos 60 anos).

“A incontinência urinária pode trazer problemas psicológicos e sociais, como diminuição da autoestima, queda no rendimento profissional e dificuldades de relacionamento conjugal e sexual. Também é considerada o primeiro fator de exclusão de idosos do convívio familiar. Causa de queda e fratura de colo de fêmur no idoso”, ressalta a criadora do aplicativo.

Além dos exercícios, beba água

mulher bebendo agua pixabay
Pixabay

Além dos exercícios diários, para evitar a incontinência e outras disfunções pélvicas é importante beber água, que previne infecções urinárias e favorece a continência; evitar ficar sentado o dia todo (e se ficar, exercitar a musculatura), caminhar três vezes por semana e em boa postura por 30 minutos.

iPelvis

Ipelvis_imagem

O iPelvis é o único aplicativo de fisioterapia pélvica do mundo que é totalmente individualizado, com conteúdo em vídeos e imagens exclusivas desenvolvidas por um time de renomados especialistas no assunto composto pela médica Maura Seleme, PhD em fisioterapia pélvica; pelo epidemiologista holandês Bary Berghmans e pela ajuda de fisioterapeutas e médicos que desenvolvem teses e artigos como Cláudia Mueller, Gustavo Latorre, Rogério de Fraga. O App está disponível para download para os sistemas operacionais em iOS e Android a um valor de R$ 29,90 por ano.

Saiba os sete passos para fortalecer a musculatura pélvica

perineo-feminino-.jpg

1. Identifique o períneo: é a musculatura que contrai quando você prende o xixi ao urinar

2. Sente-se em uma cadeira dura. Incline-se para frente, apoiando os antebraços nos joelhos

4. Afaste as coxas e pés

5. Faça 5 séries de 10 contrações perineais bem fortes de 5 segundos e relaxe 5 segundos

6. Faça 5 séries de 10 contrações de 1 segundo e relaxe 1 segundo

7. Faça uma série de 10 contrações leves de 15 segundos e relaxe 15 segundos

Confira vídeo com exercícios clicando aqui.

Fonte: Maura Seleme, fisioterapeuta e palestrante internacional Maura Seleme é doutora pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, fisioterapeuta especialista em Uroginecologia, Urologia e Saúde da mulher – Brasil e fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Pélvica na Holanda, com diploma reconhecido na França, Brasil e Holanda, professora e coordenadora do curso de Fisioterapia Pélvica Modular Internacional- Faculdade Inspirar Curitiba e São Paulo Santo – Brasil. Além de embaixadora do Setor de Fisioterapia da Associação Internacional de Uroginecologia e autora de diversos artigos e publicações internacionais.

 

Projeto verão: ainda dá tempo de entrar em forma

Confira dicas fitness poderosas para eliminar os quilinhos e aproveitar a estação mais esperada do ano

Faltam pouco mais de 30 dias para o verão chegar. Há quem esteja satisfeito com os resultados que têm obtido durante meses de treino e alimentação regrada. Mas, para aqueles que não conseguiram inserir no dia a dia uma rotina fitness, nem tudo está perdido. Um mês é tempo o para correr atrás dos seus objetivos.

Giuliano Cangiani, Master Trainer da modalidade fitness Strong by Zumba, tem uma boa notícia para aqueles que querem mudar seus hábitos. “Ainda dá tempo para dar adeus àqueles quilos indesejados e definir o corpo para aproveitar a estação mais quente do ano sem culpa. O jeito é investir em uma modalidade de alta intensidade, que em até 60 minutos de treino, três vezes por semana, é possível ter o corpo mais definido em 28 dias”, ressalta.

O segredo para obter resultados satisfatórios em pouco tempo está na combinação de alimentação regrada e treino adequado. Escolher uma atividade física completa é fundamental. “O objetivo de um treino de HITT, por exemplo, é manter o batimento cardíaco elevado, otimizando a queima de calorias durante e após o treino — chamado de efeito EPOC, quando o organismo continua trabalhando após a atividade física, por conta da alta intensidade”, explica o especialista.

Giuliano Cangiani listou algumas dicas para quem quer dar o start no Projeto Verão e entrar em forma em poucos dias:

1. Comece 

corrida caminhada inverno
Não perca tempo lamentando que não começou a rotina de vida saudável no início do ano. Foque no que é possível fazer agora. Nunca é tarde para adotar hábitos saudáveis que irão beneficiar a sua saúde.

2. Escolha uma atividade física que combine com você

exercicio academia ginastica
Optar por um treino completo é fundamental, mas é essencial que seja prazeroso. Só assim o “projeto verão” vira uma rotina. Analise quais exercícios têm mais a ver com você. Eles vão te estimular a sair de casa para treinar.

3. Preze pelos exercícios de alta intensidade

agachamento - pop sugar
Foto: Pop Sugar

Os treinamentos funcionais, que utilizam o peso do próprio corpo, podem auxiliar no processo de definição e emagrecimento em curto prazo. Agachamentos com explosões e saltos, por exemplo, são exercícios que ativam o sistema cardiorrespiratório, melhorando a resistência do corpo e mantendo o metabolismo acelerado, proporcionando a queima de gordura.

4. Treinamento completo

divulgação strong by zumba.jpg
Foto: Strong by Zumba

Na correria do dia a dia, é natural não encontrar tanto tempo livre na agenda para treinar, especialmente no final do ano. Não é todo mundo que consegue passar horas na academia diariamente. Se você quer resultados rápidos, é importante pensar em uma modalidade que exercite o corpo todo em poucos minutos. Assim, é possível ter todos os grupos musculares trabalhados em uma única aula.

5. Não dispense os especialistas

fitnees ginástica exercicio academia
Treinar sozinho ou seguir uma dieta sem ter o auxílio de profissionais adequados não é o melhor caminho. É fundamental ser acompanhado por um nutricionista e outros médicos que possam avaliar a evolução do praticante de esportes, evitando qualquer lesão. O instrutor nas academias também tem papel importante, uma vez que está acompanhando de perto o aluno, desde a postura para executar os movimentos — evitando lesões – e toda a sua evolução.

Fonte: Strong by Zumba 

Atividades físicas podem ser aliadas no tratamento de doenças respiratórias

Muitos pacientes de doenças respiratórias evitam praticar qualquer atividade física pelo medo de trazer à tona sintomas como tosse e falta de ar. Mas pesquisas apontam os benefícios da prática regular de atividades físicas para pacientes de asma e de DPOC. Com tratamento contínuo e acompanhamento de um pneumologista, é possível levar uma vida sem limitações.

A asma geralmente surge na infância, apresenta crises repetitivas de falta de ar e chiado no peito e é frequentemente chamada, erroneamente, como a bronquite. A DPOC é mais frequente em pessoas com mais de 40 anos, é causada principalmente pelo cigarro e popularmente pode ser entendida como bronquite com enfisema no pulmão, e se agrava progressivamente. Ambas são extremamente comuns no Brasil e são caracterizadas principalmente pela inflamação crônica dos brônquios e obstrução das vias aéreas. Outro aspecto em comum são os sintomas, como chiado no peito, falta de ar e tosse, que se manifestam com mais frequência quando a doença não está controlada.

asma mulher praia

Para mantê-las sob controle, especialistas recomendam então evitar a exposição a determinados alérgenos como ácaros, mofo e cigarro. Além disso, a prática frequente de esportes pode afastar reduzir as crises de asma e os sintomas da DPOC. O pneumologista e diretor da Comissão de Infecções Respiratórias da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia, Mauro Gomes, desmistifica a crença de que pacientes de doenças respiratórias não podem realizar esportes.

“Sintomas como tosse e falta de ar podem, sim, ser desencadeados por esforço físico, mas isso não deve ser uma desculpa para não os realizar. Ao fazer algum tipo de atividade aeróbica três vezes por semana, como corrida, natação ou ciclismo, você ajuda a fortalecer a musculatura do tórax e das pernas, melhora o condicionamento cardiorrespiratório e minimiza a sensação de falta de ar, que se torna se menos frequente” explica.

Gomes oferece algumas dicas de atividades e esporte que auxiliam no controle e tratamento das doenças. “A prática de qualquer atividade aeróbica é benéfica, seja caminhada, corrida, ciclismo ou outro esporte”

No caso da asma, 90% dos pacientes não têm controle sobre a doença no Brasil. O que é um dado muito preocupante, pois de acordo com o nível da gravidade, a asma pode provocar sérios impactos na vida do paciente, tais como insônia, fadiga, diminuição do nível de atividades. Para que os pacientes tenham um controle pessoal sobre a gravidade da asma, a Iniciativa Global para Asma (Gina) disponibiliza algumas perguntas de autoavaliação. Se nas últimas quatro semanas o paciente tiver sintomas diurnos mais de duas vezes por semana, despertares noturnos devido à asma, se fez uso do medicamento de alívio mais de duas vezes por semana e/ou se possui qualquer limitação de atividade devido à asma, é considerado que a doença não está sob controle.

Já a DPOC é causada principalmente pelo consumo de cigarro. Essa condição atinge cerca de 14,9% da população brasileira com idade superior a 40 anos e ainda assim 50% dos pacientes são diagnosticados quando a doença já está em estágio moderado. Assim como a Gina, a Iniciativa Global para a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (Gold) também possui indicadores chave para considerar o diagnóstico de DPOC e existem cinco perguntas básicas (Gold) que ajudam a identificar pacientes que podem ter a doença, a qual pode ser confundida com sinais do processo de envelhecimento:

• Ter mais de 40 anos;
• Ser fumante ou ex-fumante;
• Ter tosse frequente;
• Apresentar expectoração ou “catarro” constante
• Cansaço ou falta de ar ao fazer esforço, como subir escadas ou caminhar.

Gomes ressalta que aos primeiros sinais de cansaço, tosse, pigarro e falta de ar contínuos é recomendável buscar ajuda de um especialista, “No caso da DPOC, a prevenção é a melhor escolha para não desenvolver a doença, enquanto pacientes de asma devem estar sempre em alerta para os riscos de crises”.

Outdoor Running Series

O tratamento contínuo com medicamentos apropriados de prevenção, melhoram significativamente a função pulmonar dos pacientes e minimizam o risco de crises. Tratamentos complementares como a prática de atividade física regular e vacinação também contribuem para uma melhor qualidade de vida.

Fonte: Boehringer Ingelheim

Especialista aponta os benefícios do frio para as atividades físicas

O inverno traz aquela vontade tentadora de ficar debaixo das cobertas nas horas vagas. As baixas temperaturas estão sempre acompanhadas por duas tentações que são inimigas da saúde e da boa forma: a vontade de comer e a preguiça de se exercitar. Mas, quem tiver coragem de “sair da toca” não vai se arrepender, já que o frio traz uma série de benefícios para os resultados dos treinos.

“O clima frio pode ser um grande aliado nos efeitos da atividade física, pois o corpo tem um aumento na queima de calorias para que consiga manter a temperatura adequada para a prática de exercícios, o que auxilia o emagrecimento. Além disso, no frio o cansaço demora mais a aparecer, e a pessoa consegue treinar com mais intensidade”, explica Daniel Campos, professor da Ecofit, primeira academia ecológica do Brasil.

corrida caminhada inverno

Segundo o especialista, por mais que treinar no frio aumente o gasto energético, se tornando uma ótima opção para quem deseja queimar gordura, o ideal é fazer as atividades em um ambiente controlado, como o das academias. Isso porque o frio extremo traz riscos de lesão e pode gerar desconfortos respiratórios.

“Quando inspiramos ar gelado, ficamos mais propensos a pegar uma gripe ou resfriado. Em contrapartida, a atividade física ajuda a melhorar o sistema imunológico. Logo, ela não deve deixar de ser praticada, bastando apenas que se procure um ambiente com a temperatura controlada”, diz Campos.

Para o professor, o exercício em temperaturas extremas sempre requer cuidado. O calor, por exemplo, pode causar queda de pressão, cãibras e indisposição. No frio, atividades aeróbias, esportes coletivos, treinamento funcional e aulas de ginástica são boas opções para manter uma frequência cardíaca mais alta e a circulação nas extremidades menos prejudicada, distribuindo oxigênio e nutrientes pelo corpo todo.

“Nas baixas temperaturas, um bom aquecimento é ainda mais fundamental. Ele lubrifica as articulações e aumenta o fluxo sanguíneo nos músculos em movimento, diminuindo a rigidez e permitindo que eles se contraiam mais rápido e com mais força. Desta forma, há uma melhora na amplitude dos movimentos, o que diminui o risco de lesões”, explica o especialista.

Algumas dicas são importantes para esta época do ano:

mulher exercicio agua

– No frio, é normal sentir menos sede, mas é fundamental não diminuir a hidratação, que ajuda o corpo a manter a sua temperatura e as suas funções fisiológicas.

YOOY- roupa termica exercicio
Foto: YOOY

– Sobre a roupa, é importante manter-se aquecido, mas recomenda-se maneirar no casaco durante o exercício em ambiente interno. Hoje, é possível encontrar roupas que ajudam a manter o aquecimento e contribuem na absorção da transpiração, como camisetas, calças e shorts térmicos.

correndo no inverno.jpeg

– Pessoas que correm e treinam em ambientes externos, como ruas e praças, devem manter as extremidades do corpo bem aquecidas.

“Cada pessoa se adapta de uma maneira diferente ao clima, por isso é sempre importante a atividade ser acompanhada por um profissional de educação física, preparado para ajudar nesta adaptação”, finaliza Campos.

Fonte: Ecofit

Hábitos de fácil introdução no cotidiano reduzem chances de doenças no coração

Atualmente, cerca de 300 mil pessoas morrem no Brasil todos os anos vítimas de arritmias cardíacas, segundo pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde em parceria com a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac). “A prevenção é a melhor maneira para manter o coração fora de riscos e alguns hábitos simples inseridos no dia a dia podem evitar problemas futuros”, afirma Diego Gaia, coordenador de cardiologia do Hospital Santa Catarina.

Abaixo, o especialista elenca cinco hábitos de fácil introdução no cotidiano que podem reduzir consideravelmente as doenças cardiológicas:

Controle os fatores de risco

hipertensao coração pressao alta pixabay

A maior parte das mortes por doenças cardíacas poderiam ser evitadas se a pessoa controlasse o colesterol ruim (LDL) do corpo. Portadores ou pessoas com histórico familiar de diabetes e hipertensão devem redobrar a atenção.

Faça exames preventivos

exame ciencia equipamento

Principalmente após os 40 anos, é importante realizar exames de rotina para o coração. Um possível problema pode ser evitado ou minimizado, se descoberto com antecedência. Antes dessa idade, a pessoa deve procurar um cardiologista se perceber algum sinal atípico.

Pratique exercícios com regularidade e mantenha o peso sob controle

musculacao

Fazer atividades físicas regularmente é benéfico para a saúde no geral. Porém, se tratando do coração, é ainda mais: hormônios como a endorfina liberados pelo organismo após o exercício relaxam a parede das artérias. Com a queda da pressão arterial, a taxa de glicose diminui e o índice do colesterol bom aumenta. A recomendação é praticar 30 minutos de qualquer atividade física (ex: corrida, musculação, esportes com bola etc.), no mínimo três vezes por semana.

Não fume

o-cigarro-pode-levar-a-infertilidade

O tabagismo é um dos maiores potencializadores de doenças no coração. Entre as mais comuns causadas pelo fumo estão pressão alta, infarto e Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Priorize alimentos saudáveis

alimentos-frutas-mel-pixabay

A alimentação saudável é um dos principais fatores para evitar doenças cardiovasculares. O ideal é investir em frutas e verduras e é primordial evitar o excesso de sal e açúcar. Frituras e alimentos processados devem ser consumidos com moderação. Esses alimentos são verdadeiros vilões, já que podem elevar o colesterol ruim (LDL), um dos responsáveis por depositar gordura na parede das artérias.

Fonte: Hospital Santa Catarina

Compulsão alimentar no inverno

É comum que o apetite aumente durante a estação mais fria do ano, assim como a vontade de ingerir alimentos mais calóricos e quentes

Durante o inverno, é recorrente escutar comentários de que se come mais que o normal, ou até mesmo que o frio engorda. E os comentários são verdadeiros. Nessa época do ano é comum que o apetite aumente, assim como a vontade de ingerir alimentos mais calóricos e quentes, a exemplo de massas, caldos e doces.

Isso acontece porque no frio, o organismo tem maior gasto energético e a tendência é que carecemos de mais energia para manter a temperatura do corpo, provenientes dos alimentos. Além de nos sentirmos mais aquecidos e predispostos ao nos alimentar, é importante estar atento também quanto à reposição de nutrientes.

mousse chocolate

“O inverno é uma época do ano em que o nosso corpo precisa de vitaminas e minerais para aumentar nossas defesas e prevenir gripe, resfriados e demais enfermidades típicas da época de frio”, explica Henrique Eloy, médico especialista em cirurgia, endoscopia bariátrica e gastroenterologia.

Mas mesmo que tenhamos a necessidade de comer mais nesse período, é preciso ficar atento às calorias extras que estamos ingerindo. Muitas vezes, o aumento no consumo de alimentos ocorre de forma exagerada, o que pode trazer consequências sérias e prejudiciais à nossa saúde, incluindo o sobrepeso. É preciso estar vigilante aos alimentos ingeridos que irão proporcionar energia e aquecer o corpo, sem ganhar quilos a mais.

Por isso, de acordo com Eloy, é imprescindível seguir uma alimentação equilibrada também no inverno. O ideal é apostar em alimentos que dão maior saciedade durante as refeições, com preferência para os alimentos sazonais, que possuem menos pesticidas e são nutricionalmente mais ricos. Além disso, alguns alimentos típicos da estação mais fria do ano têm o poder de fortalecer o sistema imunológico e aliviar os principais incômodos que atacam nessa época, como doenças respiratórias, alergias, dores musculares e até cólicas menstruais.

chá quente pixabay
Pixabay

“Privilegiar as sopas de legumes e queijos ‘magros’ como a mussarela, ingerir alimentos ricos em fibras, como aveia, pão e arroz integral, devido a maior saciedade que eles proporcionam, e consumir chás sempre bem quentes são boas dicas para manter o equilíbrio alimentar no frio”, aconselha o médico.

esteira-exercicio-academia-1400x1000-0517

Outro agravante do inverno é o desânimo por conta do frio. Normalmente, a frequência dos exercícios físicos diminui ou até mesmo são interrompidos nessa época do ano, o que não pode acontecer de forma alguma, segundo Eloy. “A atividade física aquece o corpo, melhora a disposição e contribui para prevenção e cura de muitas doenças. Por fim, a vontade de comer não está atrelada apenas à necessidade fisiológica, mas também nas nossas cabeças”, finaliza o médico.

Fisiologista do HCor aponta benefícios da atividade física em dias frios

Queda das temperaturas aumenta a queima de calorias, pois acelera o metabolismo para manter o corpo aquecido

Com a queda das temperaturas nas estações de outono e inverno muitas pessoas deixam a atividade física de lado, seja pelo clima mais gelado ou pela falta de motivação para encarar o frio. O que poucos sabem é que estas estações são ideais para se exercitar, pois há um aumento da queima de calorias para que o corpo fique aquecido.

“Para manter a temperatura do organismo o metabolismo acelera seu funcionamento o que, consequentemente, aumenta também o apetite. É importante destacar que os resultados podem variar muito de acordo com cada pessoa, pois dependem da quantidade e da intensidade dos exercícios”, explica o fisiologista do esporte do HCor, Diego Leite de Barros.

Outros fatores importantes são a alimentação adequada e também as roupas utilizadas. “Mesmo na prática de atividades ao ar livre é importante usar roupas leves de tecido como a poliamida, por exemplo. Muitas roupas podem abafar o corpo o que irá acarretar na perda de sais minerais em excesso, o que não é recomendado”, salienta o fisiologista do HCor.

Sem parar

Em média, a aptidão cardiorrespiratória diminui cerca de 20%, entre um e dois meses, caso seja interrompida a frequência da prática de atividade física. Para evitar que isso aconteça o fisiologista do HCor tem algumas dicas.

Stocksy mulher exercicio inverno

1- Preparação – é preciso redobrar atenção. Aquecimento e alongamento devem ser mais demorados, pois o corpo levará mais tempo para atingir a temperatura ideal para a atividade física.

mulher meia idade tomando agua

2- Hidratação – fundamental antes, durante e depois dos exercícios, pois o corpo perde líquido com a transpiração, mesmo em dias mais frios.

treino corrida inverno3333333

3- Proteção – use roupas e calçados adequados e confortáveis para o clima frio, que não prejudiquem a mobilidade e consigam manter o corpo aquecido. Uma das grandes preocupações é evitar a hipotermia, quando o corpo perde calor em excesso.

shutterstock mulher corrida inverno
Shutterstock

4- Ar livre – verifique as condições do vento e temperatura antes de sair para um ambiente externo. O ideal é escolher um horário com sol e se não for possível quando a temperatura do dia estiver mais quente para estimular os músculos durante o exercício.

corrida caminhada inverno

5- Escolha – cada pessoa tem preferência por uma determinada atividade, mas o ideal é manter a regularidade. Nos dias frios, caminhada, corrida e futebol são ótimas opções.

Fonte: HCor

Mooca Plaza Shopping recebe Caminhada do Coração

A 20ª edição do evento será dia 02 de junho e tem realização do Rotary Club de São Paulo – Alto da Mooca e Hospital São Cristóvão

Com a preocupação em manter a qualidade de vida das pessoas, o Mooca Plaza Shopping, em parceria com o Rotary Club de São Paulo – Alto da Mooca e o Hospital São Cristóvão, recebe a 20ª Caminhada do Coração, no dia 2 de junho, das 8 às 12 horaas. Mais de duas mil pessoas são esperadas no evento.

Diversos serviços gratuitos serão oferecidos no local, como aulas de ginástica fit dance, testes de glicemia, pisada, bioimpedância, aferição da pressão arterial, entre outros. As inscrições podem ser feitas pelo site, e os dois mil primeiros participantes que chegarem no evento receberão um kit com camiseta e acessórios, e concorrerão a brindes.

Além das ações que visam o bem-estar, a saúde, e o lazer dos moradores da Mooca, o evento arrecadará alimentos não-perecíveis para doação a cinco instituições filantrópicas da Mooca – Escola Nova 4E, Cenha, Lar da Redenção, Creche Mororó e Lar de Maria.

Algis Waldemar Zuccas, médico idealizador e realizador da Caminhada, sempre dizia: “Quem não anda, o coração desanda”.

Caminhada do Coração.jpeg

Caminhada do Coração
Data: 2 de junho
Horário: das 8h às 12h
Inscrições: https://caminhadadocoracao.eventbrite.com.br
Local: Estacionamento aberto do Mooca Plaza Shopping
Endereço: R. Cap. Pacheco e Chaves, 313 – Mooca

 

Detox no frio: dicas de como manter o corpo aquecido e em forma

Durante as épocas mais frias do ano, a briga com a preguiça e a vontade de fazer gordices são inevitáveis. Pensar em dieta é uma tortura. Mas, de acordo com Renata de Abreu, ao aderirmos uma filosofia de vida com a qual nos identificamos, a mudança se torna mais fácil, orgânica e consciente, inclusive nas temporadas mais geladas.

“Dietas mirabolantes que podem até levar à depressão tem curto prazo e efeitos colaterais que marcam para sempre”, conta a especialista em spas Renata de Abreu. Ela explica que a medicina ayurvédica acredita que a saúde é algo holístico, uma ligação estreita entre corpo e mente que começa na alimentação. Ou seja, saúde, beleza e vitalidade começam de dentro para fora.

Um dos princípios da Ayurveda é a alimentação limpa, que inibe processos inflamatórios e o estresse do organismo. A medicina ayurvédica oferece uma abordagem simples para perder peso, fácil de seguir e incrivelmente eficaz. O foco está no todo e ao seguir os conhecimentos da Ayurveda você também recuperará um senso de saúde e bem-estar que age fisicamente, mentalmente e emocionalmente.

Com isso tudo, emagrecer será apenas uma consequência de um estilo de vida que é, acima de tudo, sustentável, especialmente porque trata corpo e mente, independente da estação do ano. Afinal, sabe-se que existe um fator psicológico importantíssimo no sobrepeso.

Dicas de como manter o corpo aquecido no frio

Que tal um chá?

chá.jpg

Comece o dia com um chá de cúrcuma e limão. É alcalino, desintoxicante e anti-inflamatório. Prepare uma caneca de água quente, com uma colher de chá de cúrcuma e suco de meio limão. Tome uma xícara 15 minutos antes do café da manhã. Não utilize açúcar ou adoçante. Isso impulsiona todo o sistema digestivo, limpa as toxinas e ajuda a eliminar gordura.

Mexa-se

treino corrida inverno

Além de ser saudável e auxiliar na perda de calorias, fazer exercícios é um bom escape para fugir do frio e manter o corpo quente. Exercite-se o suficiente para suar pela manhã para ter perda saudável do peso. Uma média de 45 a 60 minutos é o tempo ideal, mas, mesmo 30 minutinhos já mostram resultados. Tente encontrar uma atividade que você realmente goste.

Prefira alimentos da estação

organicos

Coma produtos da estação e regionais. No outono e no inverno temos uma oferta maior de vegetais, raízes, nozes, sementes e frutas, carnes mais pesadas e queijos para nos isolar do frio. Quando comemos alimentos orgânicos, locais e sazonais, nossos corpos naturalmente digerem e assimilam os nutrientes. Faça três refeições por dia, sem lanches. A comida é um combustível de queima rápida, e quando seu corpo recebe combustível constantemente, se esquece de como queimar gordura. Que tal uma sopa? Evite o utilizar ou não exagere no creme de leite e queijos. Prefira os vegetais, abuse dos temperos naturais. Para a experiência ficar ainda melhor, que tal bater a sopa no liquidificador.

Mexa-se novamente

escadas mulher

Que tal chegar ao escritório de escada, ao invés de pegar o elevador? Exercite-se um pouco depois de cada refeição. Fazer caminhadas curtas após cada refeição estimula o movimento peristáltico e a digestão, especialmente após o almoço, de preferência por 10 a 20 minutos a um ritmo moderado. Se possível, deite-se no seu lado esquerdo depois de caminhar por 10 minutos para ajudar ainda mais na digestão.

Para um sono mais leve

mulher insonia sono horario de verao

Deite-se com o sol e levante-se com o sol. Olhar para as telas do computador, TV e smartphone à noite estimula o cérebro a nos manter acordados e conectados quando nosso corpo naturalmente quer diminuir a velocidade. Durma de sete a nove horas por noite. Isso dá ao corpo tempo para desintoxicar e redefinir a “programação” para o dia seguinte, além de manter níveis saudáveis de cortisol, um hormônio de resposta ao estresse que é decisivo para o ganho de peso.

renata de abreu

Fonte: Renata de Abreu é ex-triatleta e maratonista, carrega em seu currículo uma vasta imersão de estudos na área de terapias de tratamento corporal, incluindo o The Chopra Centre, escola de Depak Chopra, médico indiano reconhecido mundialmente por trazer para o ocidente os conhecimentos milenares da Ayurveda.

Sete atitudes para fugir dos bad-habits que ajudam a envelhecer sua pele

Diariamente, somos expostos a diversos agressores ambientais como os raios ultravioleta, a poluição, a fumaça e, além disso, alguns bad-habits como dormir pouco e fumar também colaboram para o envelhecimento precoce da pele.

“Alguns marcadores do processo de envelhecimento levam à desnaturação celular e aceleram o envelhecimento cronológico. Mas a partir do momento em que você diminui a exposição a esses agressores, mantém uma rotina skin-care adequada ao seu tipo de pele e modifica alguns hábitos, há uma profunda mudança na qualidade da pele”, afirma Valéria Marcondes, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. A médica propõe sete atitudes para renovar a pele:

Use filtro solar

protetor -solar- rosto

A exposição solar sem fotoproteção é o mais importante agressor da pele, que leva a um dano cumulativo, inclusive com a formação de dímeros de pirimidina, relacionados com mudança nas bases do DNA e que provocam reações de mutação celular, com consequente fotoenvelhecimento precoce, inflamação, melasma e um aumento do risco de cancerização, segundo a dermatologista. “O filtro deve ter proteção eficiente contra as radiações UVA e UVB, mas também deve proteger da luz visível e da Infrared – o filtro precisa fornecer uma proteção de amplo espectro”, explica a médica. “Esse protetor deve contar com filtros físicos, como o óxido de zinco e dióxido de titânio, associado a filtros químicos para aumentar o grau de fotoproteção. A exposição direta ao sol deve ser feita preferencialmente antes das 10 horas da manhã e após as 16 horas, para evitar o dano oxidativo e a produção de enzimas que degradam colágeno, resultando em uma pele mais flácida, com rugas e manchas”, diz a médica.

Crie uma rotina de cuidados com a pele

mulher lavando o rosto

Ter uma rotina de cuidados diários é muito importante para a beleza e saúde da pele. Os passos de limpeza, com higienização complementar com tônicos ou águas micelares, assim como hidratação e fotoproteção são essenciais para manter a pele cuidada e saudável. “Consulte sempre um dermatologista, para prescrição de substâncias rejuvenescedoras como alfa e poli-hidroxiácidos, retinoides, vitamina C, ácido ferúlico, Vitamina E, peptídeos, antioxidantes e fatores de crescimento”, explica. “Eles colaboram muito para a hidratação, luminosidade e textura da pele.”

Diminua o açúcar

chocolates doces bombons sweetlouise pixabay
Foto: SweetLouise/Pixabay

A ingestão de açúcar em excesso na dieta colabora para um processo de glicação, que é quando as fibras de colágeno e elastina endurecem por reagirem com esses açúcares. “Com isso, elas perdem a questão da maleabilidade, da flexibilidade, da sustentação e ancoragem da pele. O açúcar também está ligado, segundo estudos, ao aparecimento de manchas”, explica a dermatologista Dra Valéria. O acúmulo de AGEs (espécies avançadas de glicação) gera ação inflamatória e envelhecimento precoce de todo o sistema. “Para reverter esse quadro, é necessária a aplicação tópica e o uso de produtos via oral com ação antiglicante e desglicante. Mas a diminuição do açúcar na dieta é necessária”, explica. Atenção também aos carboidratos, que viram açúcar no fim da digestão!

Controle o estresse

mulher estresse trabalho

O estresse também afeta nossa pele de maneira importante, segundo a dermatologista, na medida em que descargas constantes de adrenalina e outros hormônios (como cortisol e prolactina) potencializam o estado inflamatório persistente no tecido cutâneo e reduz o tempo de vida e a atividade das células. “A acne também é uma manifestação comum que tem relação com pacientes que sofrem com o estresse”, afirma a médica.

Pratique exercícios físicos

Outdoor Running Series

Durante a atividade física, toda a circulação é estimulada. “O sistema arterial (sangue que “alimenta” os músculos em movimento, por exemplo) aumenta seu fluxo, e consequentemente, o aporte de nutrientes e oxigênio para todos os tecidos, inclusive a pele. Os sistemas venoso e linfático também aumentam a velocidade de drenagem, retirando toxinas e diminuindo a retenção de líquidos. Isso se reverte na pele deixando-a mais hidratada, corada e mais viçosa”, explica a médica. “Com a melhora da oxigenação das células, isso contribui também para uma aparência mais saudável da pele”, completa.

Durma melhor

dormir sono despertador relogio

A falta de sono diminui todo o metabolismo do ciclo circadiano, o que compromete o tempo necessário para que ocorra o reparo e regeneração durante o período noturno. “Então isso afeta a produção natural de melatonina que também é parte da defesa antioxidante primária do nosso organismo”, explica a Dra Valéria. Nessa questão, outro ponto também deve ser analisado: a forma como dormimos. “O fato de dormir com o rosto de lado ou de bruços ajuda a formar rugas de dinâmica importantes, e que muitas vezes nos faz envelhecer mais assimetricamente com demarcações mais profundas das linhas e das rugas. O ideal é dormir com a barriga para cima”, conta.

Pare de fumar

cigarro parar fumar tabaco pixabay

O consumo de cigarro induz ao envelhecimento, já que as substâncias tóxicas presentes estão associadas à vasoconstrição periférica por um período de dez minutos, o que diminui o fluxo sanguíneo para o tecido cutâneo e cabelos. “Isso traz consequências na perda da viço e luminosidade da pele além de favorecer o amarelamento do tecido; também há uma perda de firmeza por conta da oxigenação e nutrição diminuídas”, comenta.

Por fim, a médica lembra que a consulta com um dermatologista é sempre importante a fim de indicar os melhores produtos e tratamentos para manter a saúde da pele.

Fonte: Valéria Marcondes é dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser.