Arquivo da categoria: exercícios físicos

Detox no frio: dicas de como manter o corpo aquecido e em forma

Durante as épocas mais frias do ano, a briga com a preguiça e a vontade de fazer gordices são inevitáveis. Pensar em dieta é uma tortura. Mas, de acordo com Renata de Abreu, ao aderirmos uma filosofia de vida com a qual nos identificamos, a mudança se torna mais fácil, orgânica e consciente, inclusive nas temporadas mais geladas.

“Dietas mirabolantes que podem até levar à depressão tem curto prazo e efeitos colaterais que marcam para sempre”, conta a especialista em spas Renata de Abreu. Ela explica que a medicina ayurvédica acredita que a saúde é algo holístico, uma ligação estreita entre corpo e mente que começa na alimentação. Ou seja, saúde, beleza e vitalidade começam de dentro para fora.

Um dos princípios da Ayurveda é a alimentação limpa, que inibe processos inflamatórios e o estresse do organismo. A medicina ayurvédica oferece uma abordagem simples para perder peso, fácil de seguir e incrivelmente eficaz. O foco está no todo e ao seguir os conhecimentos da Ayurveda você também recuperará um senso de saúde e bem-estar que age fisicamente, mentalmente e emocionalmente.

Com isso tudo, emagrecer será apenas uma consequência de um estilo de vida que é, acima de tudo, sustentável, especialmente porque trata corpo e mente, independente da estação do ano. Afinal, sabe-se que existe um fator psicológico importantíssimo no sobrepeso.

Dicas de como manter o corpo aquecido no frio

Que tal um chá?

chá.jpg

Comece o dia com um chá de cúrcuma e limão. É alcalino, desintoxicante e anti-inflamatório. Prepare uma caneca de água quente, com uma colher de chá de cúrcuma e suco de meio limão. Tome uma xícara 15 minutos antes do café da manhã. Não utilize açúcar ou adoçante. Isso impulsiona todo o sistema digestivo, limpa as toxinas e ajuda a eliminar gordura.

Mexa-se

treino corrida inverno

Além de ser saudável e auxiliar na perda de calorias, fazer exercícios é um bom escape para fugir do frio e manter o corpo quente. Exercite-se o suficiente para suar pela manhã para ter perda saudável do peso. Uma média de 45 a 60 minutos é o tempo ideal, mas, mesmo 30 minutinhos já mostram resultados. Tente encontrar uma atividade que você realmente goste.

Prefira alimentos da estação

organicos

Coma produtos da estação e regionais. No outono e no inverno temos uma oferta maior de vegetais, raízes, nozes, sementes e frutas, carnes mais pesadas e queijos para nos isolar do frio. Quando comemos alimentos orgânicos, locais e sazonais, nossos corpos naturalmente digerem e assimilam os nutrientes. Faça três refeições por dia, sem lanches. A comida é um combustível de queima rápida, e quando seu corpo recebe combustível constantemente, se esquece de como queimar gordura. Que tal uma sopa? Evite o utilizar ou não exagere no creme de leite e queijos. Prefira os vegetais, abuse dos temperos naturais. Para a experiência ficar ainda melhor, que tal bater a sopa no liquidificador.

Mexa-se novamente

escadas mulher

Que tal chegar ao escritório de escada, ao invés de pegar o elevador? Exercite-se um pouco depois de cada refeição. Fazer caminhadas curtas após cada refeição estimula o movimento peristáltico e a digestão, especialmente após o almoço, de preferência por 10 a 20 minutos a um ritmo moderado. Se possível, deite-se no seu lado esquerdo depois de caminhar por 10 minutos para ajudar ainda mais na digestão.

Para um sono mais leve

mulher insonia sono horario de verao

Deite-se com o sol e levante-se com o sol. Olhar para as telas do computador, TV e smartphone à noite estimula o cérebro a nos manter acordados e conectados quando nosso corpo naturalmente quer diminuir a velocidade. Durma de sete a nove horas por noite. Isso dá ao corpo tempo para desintoxicar e redefinir a “programação” para o dia seguinte, além de manter níveis saudáveis de cortisol, um hormônio de resposta ao estresse que é decisivo para o ganho de peso.

renata de abreu

Fonte: Renata de Abreu é ex-triatleta e maratonista, carrega em seu currículo uma vasta imersão de estudos na área de terapias de tratamento corporal, incluindo o The Chopra Centre, escola de Depak Chopra, médico indiano reconhecido mundialmente por trazer para o ocidente os conhecimentos milenares da Ayurveda.

Sete atitudes para fugir dos bad-habits que ajudam a envelhecer sua pele

Diariamente, somos expostos a diversos agressores ambientais como os raios ultravioleta, a poluição, a fumaça e, além disso, alguns bad-habits como dormir pouco e fumar também colaboram para o envelhecimento precoce da pele.

“Alguns marcadores do processo de envelhecimento levam à desnaturação celular e aceleram o envelhecimento cronológico. Mas a partir do momento em que você diminui a exposição a esses agressores, mantém uma rotina skin-care adequada ao seu tipo de pele e modifica alguns hábitos, há uma profunda mudança na qualidade da pele”, afirma Valéria Marcondes, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. A médica propõe sete atitudes para renovar a pele:

Use filtro solar

protetor -solar- rosto

A exposição solar sem fotoproteção é o mais importante agressor da pele, que leva a um dano cumulativo, inclusive com a formação de dímeros de pirimidina, relacionados com mudança nas bases do DNA e que provocam reações de mutação celular, com consequente fotoenvelhecimento precoce, inflamação, melasma e um aumento do risco de cancerização, segundo a dermatologista. “O filtro deve ter proteção eficiente contra as radiações UVA e UVB, mas também deve proteger da luz visível e da Infrared – o filtro precisa fornecer uma proteção de amplo espectro”, explica a médica. “Esse protetor deve contar com filtros físicos, como o óxido de zinco e dióxido de titânio, associado a filtros químicos para aumentar o grau de fotoproteção. A exposição direta ao sol deve ser feita preferencialmente antes das 10 horas da manhã e após as 16 horas, para evitar o dano oxidativo e a produção de enzimas que degradam colágeno, resultando em uma pele mais flácida, com rugas e manchas”, diz a médica.

Crie uma rotina de cuidados com a pele

mulher lavando o rosto

Ter uma rotina de cuidados diários é muito importante para a beleza e saúde da pele. Os passos de limpeza, com higienização complementar com tônicos ou águas micelares, assim como hidratação e fotoproteção são essenciais para manter a pele cuidada e saudável. “Consulte sempre um dermatologista, para prescrição de substâncias rejuvenescedoras como alfa e poli-hidroxiácidos, retinoides, vitamina C, ácido ferúlico, Vitamina E, peptídeos, antioxidantes e fatores de crescimento”, explica. “Eles colaboram muito para a hidratação, luminosidade e textura da pele.”

Diminua o açúcar

chocolates doces bombons sweetlouise pixabay
Foto: SweetLouise/Pixabay

A ingestão de açúcar em excesso na dieta colabora para um processo de glicação, que é quando as fibras de colágeno e elastina endurecem por reagirem com esses açúcares. “Com isso, elas perdem a questão da maleabilidade, da flexibilidade, da sustentação e ancoragem da pele. O açúcar também está ligado, segundo estudos, ao aparecimento de manchas”, explica a dermatologista Dra Valéria. O acúmulo de AGEs (espécies avançadas de glicação) gera ação inflamatória e envelhecimento precoce de todo o sistema. “Para reverter esse quadro, é necessária a aplicação tópica e o uso de produtos via oral com ação antiglicante e desglicante. Mas a diminuição do açúcar na dieta é necessária”, explica. Atenção também aos carboidratos, que viram açúcar no fim da digestão!

Controle o estresse

mulher estresse trabalho

O estresse também afeta nossa pele de maneira importante, segundo a dermatologista, na medida em que descargas constantes de adrenalina e outros hormônios (como cortisol e prolactina) potencializam o estado inflamatório persistente no tecido cutâneo e reduz o tempo de vida e a atividade das células. “A acne também é uma manifestação comum que tem relação com pacientes que sofrem com o estresse”, afirma a médica.

Pratique exercícios físicos

Outdoor Running Series

Durante a atividade física, toda a circulação é estimulada. “O sistema arterial (sangue que “alimenta” os músculos em movimento, por exemplo) aumenta seu fluxo, e consequentemente, o aporte de nutrientes e oxigênio para todos os tecidos, inclusive a pele. Os sistemas venoso e linfático também aumentam a velocidade de drenagem, retirando toxinas e diminuindo a retenção de líquidos. Isso se reverte na pele deixando-a mais hidratada, corada e mais viçosa”, explica a médica. “Com a melhora da oxigenação das células, isso contribui também para uma aparência mais saudável da pele”, completa.

Durma melhor

dormir sono despertador relogio

A falta de sono diminui todo o metabolismo do ciclo circadiano, o que compromete o tempo necessário para que ocorra o reparo e regeneração durante o período noturno. “Então isso afeta a produção natural de melatonina que também é parte da defesa antioxidante primária do nosso organismo”, explica a Dra Valéria. Nessa questão, outro ponto também deve ser analisado: a forma como dormimos. “O fato de dormir com o rosto de lado ou de bruços ajuda a formar rugas de dinâmica importantes, e que muitas vezes nos faz envelhecer mais assimetricamente com demarcações mais profundas das linhas e das rugas. O ideal é dormir com a barriga para cima”, conta.

Pare de fumar

cigarro parar fumar tabaco pixabay

O consumo de cigarro induz ao envelhecimento, já que as substâncias tóxicas presentes estão associadas à vasoconstrição periférica por um período de dez minutos, o que diminui o fluxo sanguíneo para o tecido cutâneo e cabelos. “Isso traz consequências na perda da viço e luminosidade da pele além de favorecer o amarelamento do tecido; também há uma perda de firmeza por conta da oxigenação e nutrição diminuídas”, comenta.

Por fim, a médica lembra que a consulta com um dermatologista é sempre importante a fim de indicar os melhores produtos e tratamentos para manter a saúde da pele.

Fonte: Valéria Marcondes é dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser.

Parques de São Paulo recebem aulas gratuitas de ioga, funcional e corrida

No mês do Dia Mundial da Saúde a Central Nacional Unimed promove aulas nos parques do Povo e Ibirapuera

Desde domingo (7) até o fim do mês de abril, os parques do Povo e Ibirapuera abrigarão aulas gratuitas de ioga, funcional e corrida. A iniciativa é uma ação da Central Nacional Unimed para chamar a atenção dos paulistanos sobre os benefícios que a prática de atividade física regularmente proporciona à saúde. Os interessados podem conferir a agenda completa das atividades e se inscrever pelo aplicativo Mude Fit.

aula yogaaula

As aulas são ministradas por instrutores parceiros da Mude, plataforma digital que promove atividade física ao ar livre em diferentes cidades brasileiras. As aulas de ioga têm capacidade para 100 participantes, enquanto as aulas de corrida e funcional têm 40 vagas disponíveis, cada.

No Parque Ibirapuera, o ponto de encontro para fazer as aulas é no portão 7. Já no Parque do Povo, os interessados em se juntar ao grupo devem ir até o portão 1 pela Avenida Henrique Chamma. A agenda completa das aulas oferecidas pela Central Nacional Unimed, com os horários, datas e local de cada modalidade, está disponível no aplicativo.

Para participar, os interessados devem baixar o app MUDE Fit, se cadastrar, selecionar a cidade de São Paulo e se inscrever na atividade desejada

Essa iniciativa faz parte campanha institucional da Unimed Mude 1 Hábito, que convida as pessoas a identificarem qual hábito poderiam adotar para terem mais qualidade de vida. E por “hábito” pode-se entender fazer mais exercícios, mas não só. Entra na lista de novas atitudes qualquer atividade que promova o bem-estar, tais como ler, fazer algo beneficente, dançar, dormir melhor, beber mais água, comer fruta e por aí vai.

“Adotar hábitos saudáveis é indispensável para manter a saúde em dia e prolongar a qualidade de vida. Por mais que a medicina avance, investir em cuidados preventivos é sempre a melhor recomendação que um médico pode dar aos seus pacientes”, explica Alexandre Ruschi, presidente da Central Nacional Unimed.

tabela.jpg

*Confira a agenda completa no App do Mude Fit

Pilates ajuda a aliviar os sintomas da menopausa

Sintomas da menopausa podem variar de mulher para mulher e nem todas apresentam sintomas no decorrer desse período. Praticar atividades físicas é o mais indicado

A menopausa é uma ocorrência natural no ciclo da vida feminina e acontece por volta dos 45 aos 55 anos – fase em que o corpo da mulher começa a sofrer alterações. Os sintomas vão desde o aumento de ondas de calor acompanhadas de transpiração, ansiedade, irritabilidade e cansaço, além do surgimento de suor noturno, diminuição da libido, redução da elasticidade da pele e ainda fragilidade dos ossos causada pelo aumento de porosidade.

A fisioterapeuta Fernanda Affonso explica que a boa notícia nestes casos é que existem tratamentos que aliviam estes incômodos, através da reposição hormonal, ou seja, a reposição do estrogênio – um hormônio importante para várias funções no organismo feminino. A profissional indica ainda, principalmente neste período, a prática constante de exercícios.

“Eles podem ajudar a aliviar estes sintomas. Pilates é uma destas atividades que podem ajudar a diminuir os sintomas da menopausa. Uma boa dica é a pratica semanal”, comenta.

Segundo a fisioterapeuta que também é instrutora de Pilates, o método ajuda fortalecer a musculatura, principalmente abdominal, aliviando as dores nas costas e no quadril e ainda prevenindo fraturas e deformidades na coluna.

“Pilates ajuda na redução do estresse, combate a irritabilidade e ansiedade, pois libera endorfina, responsável pela sensação de bem-estar. Ele também ajuda a enrijecer os tecidos musculares, alongando e fortalecendo a musculatura”, acrescenta. Outro benefício é que ele colabora com o aumento da massa óssea, pois estimula a produção de cálcio. “O método também ajuda no tratamento da incontinência urinária, pois fortalece a região de períneo”, explica Fernanda.

pilates.jpg

Os sintomas da menopausa podem variar de mulher para mulher e nem todas apresentam sintomas no decorrer desse período – algumas podem, inclusive, desenvolver em intensidades diferentes. Além dos exercícios e reposição do estrogênio, é muito indicado a mudança de hábito na alimentação, incluindo vitaminas E, C e D3, zinco, ácido fólico, cálcio, magnésio, selênio, ômega 3, carboidratos integrais, para auxiliar na carência de estrógenos e progesterona.

“Nesta fase é de extrema importância evitar bebidas alcoólicas e cigarro e incluir, principalmente, atividade física na rotina, pois o sedentarismo agrava os sintomas”, conclui Fernanda.

Fonte: Studio Pilates Fernanda Affonso

Cinco movimentos para transformar o corpo

Dia Mundial da Atividade Física será comemorado amanhã, 6 de abril: conheça exercícios poderosos que podem ajudar a melhorar a sua saúde

O sedentarismo é um dos principais fatores para doenças vasculares, obesidade, diabetes e doenças crônicas. Segundo dados recentes divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), um a cada quatro adultos no mundo são sedentários e o compromisso da instituição é diminuir esse número em 15% até 2030.

A prática esportiva é importante não só para os benefícios físicos do corpo, mas também é fundamental para a sociabilidade e mente – já que fazer exercícios libera a serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de prazer e bem-estar. Para incentivar aqueles que ainda não praticam nenhuma atividade, o Master Trainer de Strong By Zumba, Giuliano Cangiani, elencou cinco exercícios que trabalham o sistema cardiovascular e tonificam a musculatura do corpo todo.

“O objetivo desse treino, que usa apenas o peso do próprio corpo, é manter o batimento cardíaco elevado, otimizando a queima de calorias. Ele também gera o efeito EPOC, quando o organismo continua queimando calorias após a atividade, por conta da alta intensidade. Tudo isso em apenas 60 minutos de treino, ideal para aqueles que possuem uma rotina agitada. Não tem mais desculpa!”.

1. Squat ou agachamento

zumba1

O exercício é muito eficaz para trabalhar os membros inferiores, em especial coxas e bumbum. “É importante atenção na execução: pés alinhados com os ombros, tronco reto ao agachar, sempre olhando para a frente, mantendo o peso nos calcanhares sem deixar que os joelhos ultrapassem a linha do pé”, explica Giuliano.

2. Lunge ou avanço

zumba2

Também é focado nos membros inferiores. É um exercício intensivo para quadríceps, gémeos, glúteos e bíceps femorais. “Erros comuns são quando o aluno leva o joelho à frente do pé, curva a coluna e traz o joelho para dentro”, alerta o Master Trainer.

3. Plank ou Prancha

zumba3

Focado na concentração de força isométrica – sem movimentos – que envolve manter-se em uma posição por um longo período. “Esse é um dos exercícios mais eficazes para quem deseja definir o abdômen. É importante sempre ter em mente durante a execução, que o esforço deve estar todo concentrado nessa região”, explica Giuliano.

4. Pushup ou flexão de braços

zumba4

Nada mais é do que o simples movimento de se empurrar do chão. Giuliano explica a importância do exercício “ele é um dos mais completos pois trabalhamos além da parte superior – braços, peito e ombros – a musculatura do abdômen”.

5. Jumping Jacks ou polichinelos

zumba5

Os polichinelos são extremamente importantes para aquecer o corpo. “Muitos costumam subestimar a importância desse exercício e o relacionam a uma atividade puramente aeróbica. Eles aumentam a frequência cardíaca e fazem os músculos trabalharem bastante”, finaliza o Master Trainer.

Informações: Strong By Zumba

Dicas para continuar a rotina de treinos após o verão

Há quem diga que o ano só começa após o carnaval. Depois da maratona de festas, férias, feriados e folias nos bloquinhos, recuperar a rotina fitness pode ser uma tarefa desafiadora.

Dependendo dos exageros, pode ser que alguns quilinhos tenham sido acrescentados na balança. Para quem deseja espantar a preguiça e continuar a rotina de treinos e hábitos saudáveis, o Master Trainer de Strong By Zumba, Giuliano Cangiani, dá algumas dicas:

Xô preguiça!

insonia cama mulher sono cansaço pixabay
“Recomece o quanto antes. Não vale a pena ficar lamentando os dias que não treinou, os quilos que engordou. O importante é o que você vai fazer a partir de hoje”, afirma Giuliano.

Pegue leve

corrida shutterstock
Foto: Shutterstock

Não é porque você já treinava antes da folia e das férias, que você deve voltar do ponto em que parou. É preciso respeitar o seu corpo. Giuliano recomenda “no começo é sempre bom começar mais leve, e a intensidade vai aumentando gradativamente. É possível encontrar aulas nas academias que, em um mesmo exercício, podemos dar diferentes tipos de intensidade: leve, moderada ou intensa”.

Desafie-se

getty_rm_photo_of_woman_running_with_dog
Um novo desafio ou meta, é sempre estimulante para criar uma rotina de treinos. “Aposte em um treino novo, estipule uma meta de mudança no corpo e não desista. Essas atitudes aliadas a uma alimentação saudável, darão resultados”, afirma o Master Trainer.

Treine em grupo

corrida
Se está se sentindo desmotivado e treinar sozinho não está funcionando, aposte em aulas em grupo. Os treinos com esse perfil motivam os praticantes. Giuliano explica: “um aluno se sente desafiado quando vê um colega tendo as mesmas dificuldades, porém conseguindo superar os seus limites”.

Treine com música

shutterstock mulher corrida inverno
Shutterstock

Uma boa playlist pode salvar o seu treino. Estudo publicado recentemente no Internacional Journal of Psychophysiology revela que uma trilha sonora adequada na hora do treino ativa uma parte do cérebro responsável por retardar a fadiga causada pelo exercício intenso. “As músicas de Strong By Zumba® foram desenvolvidas a partir dos movimentos já criados, ou seja, cada mínimo detalhe da aula foi estrategicamente pensando para que o aluno tenha uma boa experiência e bons resultados na prática dessa modalidade. Temos parceria com DJs e produtores como Steve Aoki e Timbaland”, revela Cangiani.

strong by zumba.png

Strong by Zumba não é uma aula de dança, mas sim uma aula de treinamento intervalado de alta intensidade conduzida pela música, que reúne exercícios de peso corporal, condicionamento muscular, cardio e movimentos pliométricos. As sequências foram criadas primeiro e as músicas passaram por um processo de engenharia reversa para acompanhar perfeitamente cada movimento, garantindo um treino exclusivo que ajuda o praticante a ultrapassar seus limites. Com esse novo conceito, que usa a música como principal fator motivacional, é possível queimar mais calorias enquanto tonifica os braços, glúteos, pernas e abdômen. Roupas esportiva e tênis complementam o treino de Strong by Zumba. Os instrutores podem optar por receber músicas exclusivas, materiais de marketing e suporte afiliando-se à SYNC Network, comunidade do Strong by Zumba.

Informações: Strong By Zumba, Facebook e Instagram

Parque do Ibirapuera recebe treino coletivo guiado por IA no domingo

Megatreino organizado pelo aplicativo Freeletics, que ocorre domingo (10) no Parque do Ibirapuera, receberá Atleta Livre alemã e reunirá influenciadores digitais do universo fitness de todo o Brasil

No próximo domingo, 10 de março, a partir das 8h30, o Parque do Ibirapuera será palco de um treino coletivo, especial para celebrar o Dia Internacional da Mulher, guiado por uma figura inusitada: um personal trainer 100% digital. O Megatreino Freeletics vai reunir paulistanos em uma manhã de atividades físicas comandadas pela Inteligência Artificial do aplicativo que já reúne uma comunidade de 2.5 milhões de usuários no Brasil.

Para homenagear a força das mulheres e celebrar a igualdade, a sessão terá a presença da Atleta Livre alemã Vanessa Gebhardt, especialista em corridas de obstáculos e pioneira mundial na propagação do estilo de prática esportivo com apoio da tecnologia. Vanessa participou de suas primeiras corridas de obstáculos em 2016, conquistando pódio em todas as que disputou no ano. Depois das corridas de obstáculos, Vanessa começou a disputar corridas de sobrevivência ao redor do mundo, com cerca de 24 horas de duração, e foi a primeira mulher a vencer uma corrida deste tipo na Nicarágua, em 2018. Atleta Livre é o termo que define a comunidade mundial que usa a mobilidade da tecnologia para treinar a qualquer hora e em qualquer lugar.

vanessa
Vanessa Gebhardt, primeira mulher a vencer corrida de sobrevivência de 24 horas na Nicarágua, vem a São Paulo para megatreino guiado por tecnologia

Além de Vanessa, outros Atletas Livres que criaram comunidades na internet em volta de suas histórias de superação ao redor do Brasil estarão presentes para ajudar os interessados a começarem a desenvolver uma rotina mais saudável. Uma das participantes, por exemplo, será Ana Agostini, mãe e psicóloga, que emagreceu 40kg com a ajuda do Freeletics, e hoje tem quase 20 mil seguidores no perfil que compartilha dicas fitness e motivacionais.

O evento é totalmente gratuito e destinado a homens e mulheres interessados em conhecer um novo formato de atividade física, que usa apenas o peso do próprio corpo e é comandado por Inteligência Artificial. Para se exercitar e conhecer histórias de vida interessante basta comparecer no Parque do Ibirapuera, a partir das 8h30, levar um colchonete, garrafinha d’água e o celular com o aplicativo Freeletics instalado.

Megatreino Freeletics
Dia: 10 de março, domingo
Horário: 8h30
Local: Parque do Ibirapuera – Portão 7
Participação gratuita

Fonte: Freeletics

Dez dicas para o pós-carnaval, por Giulliano Esperança

O diretor técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Giulliano Esperança, dá dez dicas de pós-carnaval para voltar à rotina de exercícios físicos e manter a forma. Confira:

1. Inicie com atividades leves:

Walking in nature
Quantas vezes você iniciou um programa de treinamento físico e, após uns dias, ficou resfriado, com gripe ou dor de garganta? Esse efeito é devido ao impacto negativo que a intensidade alta do exercício físico exerce sobre o sistema imunológico, exercícios de alta intensidade deprimem o sistema imunológico. Inicie com exercícios leves e moderados, que ao contrário do exercício de alta intensidade, eles melhoram o sistema imunológico. Por isso, comece após o carnaval literalmente de leve.

2. Mantenha o foco na hidratação:

Pouring water from bottle into glass on blue background
Estou falando sobre o elemento mais abundante em nosso corpo, água. Uma pessoa pode ter de 60% a 75% de água pelo corpo, que exerce funções primordiais em nosso corpo. Vamos para o extremo, a desidratação pode levar a graves efeitos sobre o corpo, como o mau funcionamento dos órgãos, principalmente do rim. E se tratando de uma desidratação leve, comprometemos o sistema circulatório, a queda de desempenho físico e até o aumento de risco de lesões musculares.

3. Evite o consumo de bebidas alcoólicas:

Friends toasting with beer
Bom, é muito provável que o consumo de muitas pessoas em relação ao álcool, foi alto. O corpo precisa se recuperar desse desgaste, o álcool afeta o funcionamento pleno do organismo, também atrapalhando muito a hidratação, além das toxinas que exigem o funcionamento saudável do fígado.

4. Escolhas alimentares saudáveis:

Frutas_Frescas181112_160641
Os músculo precisa de energia e suas células de nutrientes que são fornecidos pelos alimentos, assim sendo, calorias vazias, alimentos sem nutrientes construtores, prejudicam a desempenho e execução durante o exercício.

5. Defina uma meta:

seta alvo meta
Definir uma meta, alcançável, ajustada a sua vida pessoal e de trabalho, contribui para o seu sucesso diário, principalmente nos momentos decisivos que envolvem os hábitos de autocontrole alimentar e autogestão de estresse e ansiedade, pois com uma meta clara em mente, aumentamos de ter escolhas mais saudáveis.

6. Fique de olho na qualidade do seu sono:

dormir sono despertador relogio
Em meu trabalho, com meus alunos, monitoro diariamente a qualidade do sono. Como você acorda interfere diretamente em seu desempenho diário, tanto no esforço físico, como também na redução do estresse e ansiedade.

7. Monitore a sua disposição física:

mulher triste cansada
Ao final do dia, verifique como está a sua disposição física. Se você finaliza o dia esgotado, é importante verificar seu nível de aptidão física, se suas escolhas alimentares promovem disposição, se você está com um programa de treino compatível com o seu estilo de vida permitindo uma recuperação completa entre as sessões de treino.

8. Mensure a sua circunferência abdominal:

cintura abdomen cinta métrica emagrecer
A obesidade abdominal, é um promotor de um estado de inflamação crônica de baixo, traduzindo, é berço praticamente de todas as doenças. Para homens, a cintura abdominal deve estar abaixo de 102 cm e mulheres abaixo de 88 cm. Mais importante que o peso corporal, é reduzir a gordura abdominal, indicador fiel de resultado em relação ao emagrecimento.

9. Desafie-se:

guarda roupa duvida
Escolha uma roupa que você sonha usar, mas que não está servindo, algo que está ao seu alcance e que agora não está nem um pouco confortável. O desconforto é um ponto importante de mudança, afinal nada é pior que a sensação de colocar uma roupa e não ficar legal, é uma dor emocional que vai lá na alma. Uma dica: quando ficar em dúvida e sem força para treinar, lembre desse momento e dessa roupa.

10.É um excelente momento para agendar um check-up:

medico shutt
Foto: Shutterstock

Realmente aqui no Brasil, o ano começa após o carnaval, então é hora de blindar a nossa saúde. É o momento de preparar o planejamento pessoal para agendar as consultas preventivas, cardiologista, urologistas, ginecologista, endócrino, dentista e especialistas que fazem parte da sua necessidade para construir uma saúde 100%.

giuliano esperança

Giulliano Esperança é Professional Trainer, Diretor Técnico da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Personal Trainer e Diretor Executivo do Instituto do Bem-Estar em Rio Claro/SP, Bacharel em Educação Física UNESP/Rio Claro, Especialistas em Fisiologia do Exercício Unifesp/SP, Especialista em Marketing – Madia Marketing School, Master Coach Sociedade Latino Americana de Coaching, Conselheiro Executivo da Sociedade Brasileira de Personal Trainers, Premiado pela Sociedade Brasileira de Personal Trainers em Excelência pelos serviços prestados como Personal Trainer.

Coloque o seu ‘pet’ para se exercitar

Especialista dá dicas de como o tutor pode auxiliar na manutenção do peso dos animais

O verão não é apenas uma boa época para a prática de atividade física para as pessoas, mas também para os nossos animais de companhia, principalmente os que precisam manter ou perder peso. Para a professora do curso de Medicina Veterinária da Anhanguera de Niterói, Ursula Raquel da Silva, não é incomum nos dias de hoje observar cães e gatos obesos em função de um manejo inadequado e da falta de tempo de seus tutores para eventuais atividades físicas e brincadeiras.

“É de fundamental importância que o tutor venha a zelar pelo controle do peso em seus animais, pois existem várias doenças metabólicas que se desenvolvem pela obesidade”, afirma a professora.

A docente explica que para os cães, os passeios devem se tornar uma rotina diária, onde o animal pode ser levado a dois ou três passeios curtos por dia, e a duração de cada um pode ser aumentada gradualmente à medida que o cão se acostume ao exercício e que a perda de peso comece a ocorrer.

Woman and dog running on beach at sunset

“As caminhadas são muito adequadas para os animais de menor porte. O tempo pode variar, mas o limite máximo é de 45 minutos, normalmente iniciando com 20 minutos. É sempre importante levar recipiente com água, sacos para recolher as fezes e focinheira para cães de grande porte. Não esquecendo que em dias de muito calor, deve-se evitar os horários mais quentes, com risco inclusive de ocorrer queimaduras nos coxins”, ensina.

cachorro com frisbee

Cat with ball of yarn

Outra atividade bastante indicada é o lançamento de objetos, que une exercício e brincadeira, e é de grande auxílio para queimar calorias. “É importante analisar sempre um tempo apropriado para não sobrecarregar o “pet”. Esse tipo de atividade poderá ser realizada tanto para cães como para gatos, que gostam muito, por exemplo, de perseguir bolinhas de pingue-pongue”, destaca Ursula.

gato brinquedo pelucia pixabay

De uma maneira geral, os gatos preferem as atividades dentro de casa, com brinquedos próprios. “Escolha sempre brinquedos resistentes, livres de peças pequenas que possam ser engolidas e descarte qualquer brinquedo quebrado. Escolha jogos que direcionem a energia brincalhona de seu gato para outros focos que não você. Por exemplo, caixas de papelão com buracos recortados, lençóis velhos, uma varinha com tiras de papel penduradas na ponta ou uma simples bolinha de papel, tudo pode virar brincadeira! Colocar algum alimento seco dentro de caixas com pequenos buracos também vai estimular e entreter seu gatinho por um bom tempo”, afirma Ursula.

cachorro piscina

A professora da Anhanguera complementa que no verão existem várias atividades físicas desenvolvidas na água, como natação, hidroesteira, Stand Up Paddle etc. “É importante manter a vigilância durante todo o tempo que o animal estiver na água e, caso ele não se sinta confortável, não é adequado colocá-lo a força na água, sendo melhor optar por outro exercício (como ocorre mais frequentemente com alguns gatos). Além disso, deve-se ter muito cuidado com a pelagem e os ouvidos, evitando o aparecimento de alguns problemas dermatológicos”, ressalta.

Ursula finaliza explicando que, caso o animal apresente obesidade, o indicado é que ele passe por uma consulta com o médico veterinário a fim de verificar as condições de saúde e com isso, desenvolver um plano de atividades físicas que poderão ser realizadas. “Os exercícios físicos em animais obesos e com problemas de saúde podem acarretar problemas ósseos, musculares, cardíacos e, até, provocar mais malefícios que benefícios”.

Fonte: Anhanguera

Atividade física na prevenção e melhora do Alzheimer

Recentemente, cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) estabeleceram uma relação entre os níveis de irisina – hormônio produzido pelos músculos durante o exercício físico – e uma possível forma de estabilizar o avanço da doença de Alzheimer.

O teste, que foi feito em camundongos com a doença, comprovou que os níveis de irisina presentes no cérebro de pessoas com Alzheimer é baixo. Além disso, provou-se que a reposição do hormônio, seja por atividades físicas ou por doses manipuladas, foi capaz de reverter, em partes, a perda de memória.

 

alzheimer

Segundo Paulo Bertolucci, chefe do setor de Neurologia do Comportamento da Escola Paulista de Medicina (EPM)/Unifesp, desde que começaram a investigações sobre os aspectos que poderiam vir a proteger o cérebro do Alzheimer, o exercício físico foi identificado como um dos principais fatores. Isso porque ele é capaz de adiar o início da instalação da doença e, uma vez que o Alzheimer já tenha se instalado, pode estabilizar o avanço e até melhorar parcialmente o estado do paciente.

Além da atual descoberta, Bertolucci, que também é professor titular da disciplina de Neurologia da EPM/Unifesp, acrescenta que “o exercício é eficaz em diminuir a atividade inflamatória no cérebro e promover a atividade do fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), que mantém a viabilidade dos neurônios. Ele ainda exerce importante trabalho estimulando a produção da enzima neprilisina, que inibe a deposição da proteína beta-amiloide, principal constituinte das placas de amiloide observadas em pacientes com Alzheimer, no cérebro”.

Com presença confirmada no XII Congresso Paulista de Neurologia, Bertolucci conta que assuntos como a fase primária da doença, o Comprometimento Cognitivo Leve (CCL) e o uso de novas tecnologias nos tratamentos devem ser abordados durante o evento. O professor da EPM ainda acredita que, para os próximos anos, o Brasil deve fazer sua “lição de casa” quando se fala em Alzheimer.

“A descoberta tardia ainda é um problema vigente no país. Precisamos ser mais eficientes no diagnóstico precoce para que seja possível adiar a instalação completa da doença. O ideal é descobrir antes mesmo do Comprometimento Cognitivo Leve, quando o paciente ainda nem apresenta lapsos de memória, e começar com a medicação. Assim, a pessoa poderá viver até idades bem avançadas sem ter desenvolvido a demência. Por isso digo que o Brasil deve fazer a lição de casa: precisamos educar os profissionais da saúde e a população sobre o que é envelhecimento normal e o que não é”, explica o especialista.

idosos

Ele ainda pontua que a cura está longe, mas deve se trabalhar no sentido da prevenção. Atividade física e intelectual socializadas, bom controle da diabetes e da hipertensão são grandes ações para precaução. “A prevenção deve estar em primeiríssimo lugar”, conclui Bertolucci.