Arquivo da categoria: Gastronomia

Bar Carrasco: uma maneira singular de enaltecer a coquetelaria

Atrás do Guilhotina, no Baixo Pinheiros, um conceito trendy que mistura os códigos de bar e bistrô, sem esquizofrenia

Um bar é um estado de espírito, uma faceta boêmia da alma. E o que seria um neo-bar? Para além da junção de dois termos, em parte, o conceito vanguardista implica convívio, boa coquetelaria, cozinha sincera e preços honestos. Em parte, a abertura oficial do Carrasco o explica por si só.

Detrás das cortinas do festivo Guilhotina, o espaço não adere ao rótulo de speakeasy. Contudo, a passagem pela escada e pelo jardim de inverno dá acesso a um universo reservado, que se contrapõe à personalidade transbordante do premiado irmão mais velho e que concede privacidade a outras vivências.

A aposta na qualidade e na generosidade das receitas, seja de drinques, seja de pratinhos, destaca a autenticidade de seu estilo etílico-gastronômico. Nessa direção, o menu permite diferentes caminhos que, sem confrontos, podem se cruzar à mesa.

A ala coqueteleira é assinada por Spencer Amereno. Repetidamente eleito melhor bartender da cidade, a bagagem acumulada ao longo de 21 anos se reflete em 21 drinques — sendo 9 criações inéditas, que expõem seu respeito aos clássicos, sua criatividade e, ao mesmo tempo, inspiração pela sazonalidade de ingredientes brasileiros e pelo garimpo de acessórios e guarnições para atuais as montagens.

Sob o preço único de R$ 43, elas são ecléticas e incluem o Fix (bourbon, fruta da época, abacaxi e solução ácida), o refrescante Income (gim, vermute de jasmim, mel de agave, limão-siciliano e amargos aromáticos da casa), o irreverente Collins (Aperol, shochu, palma de coco, limão-siciliano, hortelã bicolor, vinho espumante e spray de aquavit) e o encorpado Negroni alla Fragola (gim, marsala seco, vermute tinto, Campari com morango e tintura de imbiriba).

Drinque jardim Elétrico, leva gim, mel de agave, limão siciliano, hortelã, folha de gergelim, kinkan e nigauri – Foto: Rodolfo Regini

A vocação gastronômica dos novos coquetéis, por sua vez, evidencia-se com os lúdicos Waffle Cocktail (com waffle bourbon, calda de bordo e amargos aromáticos de chocolate e laranja, guarnecido por um mini-waffle) e Buck (gim, folha de limão-kaffir, licor de cupuaçu e ginger beer com mini-rocambole de matcha e pérola comestível). E mais ainda quando se combina livremente com as criações da cozinha.

Couve-flor assada com especiarias e tahini – Foto: Rodolfo Regini

Cabe dizer: no Carrasco, a ideia é não pensar em entrada, principal e sobremesa, mas percorrer sabores líquidos e comestíveis. No caso desses, há hommus com legumes assados, toque de mel e de zaatar; patê de campagne com pão de fermentação natural e mostarda l’ancienne; atum ao missô com arroz negro; t-bone de cordeiro com vinagrete de banana da terra; couve-flor ou endívias assadas tanto para serem servidos com calma ou de uma só vez.

Aliás, é exatamente o serviço outro grande trunfo do neo-bar. Mais do que sobre o balcão, onde apenas duas pessoas se acomodam, é o atendimento no salão, às mesinhas e ao sofazão, que estabelece uma atmosfera de confiança e, a partir dela, ajuda o comensal a construir as próprias experiências.

Quanto à atmosfera, ela se complementa pelo visual bohemian noir, intimista e atemporal. Como consequência, às vezes é possível se sentir num bar saído do set de Casablanca; às vezes, na sala de um amigo. Privacidade com descontração, aconchego com sofisticação. Como com as bebidas e comidas, no Carrasco as inspirações se misturam, sem esquizofrenia. A chave é fazer uma reserva e descortiná-lo sem preconceitos.

Carrasco: Rua Costa Carvalho, 84 — Pinheiros — São Paulo/SP | Horário de funcionamento: de terça a sábado das 19h às 24h | Reservas por DM — Instagram | @ocarrascobar

Hoje é o Dia da Coxinha e a Ragazzo celebra com promoções exclusivas

Todo 18 de maio é comemorado no Brasil o Dia da Coxinha. O produto, que foi inventado no período colonial por uma cozinheira que decidiu desfiar partes do frango e envolver em uma massa para dar de almoço para o filho da Princesa Isabel, se tornou muito famoso entre os brasileiros que, ao longo dos anos, inventaram novos sabores e variações para o salgado.

E o Ragazzo não poderia ficar fora dessa comemoração! Rede de fast-food famosa pelas suas coxinhas, a marca já ganhou o prêmio de Melhor Coxinha de São Paulo, da Folha de S. Paulo, na categoria comidas e guloseimas. Segundo a publicação, as coxinhas foram descritas como incrivelmente gostosas, com farinha premium produzida exclusivamente para a marca com uma incrível crocância.

Segundo Filipe Leonardos, head de Comunicação & Branding da marca, outro fator que engaja os consumidores de Ragazzo é a conveniência. “Além dos preços acessíveis, nós trabalhamos com a comodidade e praticidade para o que chamamos de “momento da fominha”. Seja no Delivery ou na loja, o cliente tem acesso a um produto saboroso e rápido. São inúmeros sabores, incluindo o famoso sabor Frango com Cremely e opções vegetarianas, como a de quatro queijos”, destaca o executivo.

E, para celebrar esse produto tão icônico do paladar brasileiro, o Ragazzo apresenta promoções em homenagem aos “coxinha lovers”, para que a quarta-feira não passe em branco. Os cupons podem ser ativados no app do Ragazzo e usados na loja ou no Delivery.

Confira as promoções:

No dia 18/5:
Coxinha de Frango por R$ 1,49
Coxinha de Calabresa por R$ 1,49
12 Coxinhas Clássicas + 8 Minichurros por R$ 24,90
50 Minicoxinhas de Frango por R$ 28,90
25 Minicoxinhas de Calabresa por R$ 10,90

De 18 a 22/05
Coxinha de Carne por 1,79
12 Coxinhas Qualquer Sabor + 8 Minichurros por R$ 37,90
12 Coxinhas Qualquer Sabor + 2 Sucos 300 ML por R$ 38,90
25 Minicoxinhas Clássicas + 15 Minichurros por R$ 26,90
10 Minicoxinhas 4 Queijos por R$ 6,50
Combo 50 Minicoxinhas por R$ 32,90

Informações: Ragazzo

Alimentos artesanais com sabor e cultura das Gerais chegam a São Paulo

Integrante do Trilhas para São Paulo a Concentra traz para o mercado paulista produtos diferenciados como os antepastos em vários sabores: de jiló, de coração de banana, de berinjela, de tomatinho confit e de quiabo , além de geleias de umbu, mélis,molho de tomate, farinha de mandioca, café orgânico, cachaça entre outros

Portfólio de produtos da Concentra

Lançamentos no Trilhas para São Paulo: Linha de Antepastos da Concentra, produzidos em Minas Gerais

Concentra – Cooperativa Camponesa Central de Minas Gerais está entre os doze Negócios Comunitários participantes do Trilhas para São Paulo, iniciativa criada pelo Instituto Conexsus – Conexões Sustentáveis para promover e facilitar a comercialização de produtos oriundos de quatro biomas brasileiros — Amazônia, Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica – para o Estado de São Paulo, com enfoque na região Metropolitana. O projeto oferece uma série de vantagens para aproximar os produtores de produtos agroecológicos, feitos de forma artesanal, do mercado paulista.

A história e a cultura de Minas Gerais apresentada aos paulistas em forma de alimentos

Cachaça Veredas da Terra — lançamento da Concentra no Trilhas para São Paulo

Fundada há 3 anos, a Concentra agrega nove cooperativas parceiras, organizadas por regiões de Minas Gerais, dos assentamentos do MST- Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, e produção da Agricultura Familiar.

A Concentra traz para São Paulo sua história, a luta da agricultura familiar, os diversos produtos que a Cooperativa tem em Minas Gerais, principalmente produtos que sempre tiveram um diferencial na cultura mineira, como Goiabada, Cachaça e claro que não poderia faltar o tradicional café de Minas Gerais. Os paulistas terão acesso a alimentos produzidos de forma artesanal e ações de degustação e divulgação tem como um dos objetivos a aproximação dos produtos dos consumidores.

Lançamento da Concentra em São Paulo: Geleias de Umbu

Café Popular Guaií — nas versões em grãos e em pó – Produto direto das Gerais para o Trilhas para São Paulo

Para Paula Ribeiro Guimarães, Coordenadora Técnica da Cooperativa Camponesa Central de Minas Gerais — Concentra: “Sempre buscamos o crescimento e expansão da marca, temos o compromisso de levar nossos produtos para todos os cantos do Brasil. Contar com a parceria do Trilhas para São Paulo irá potencializar este objetivo. Manter um ponto comercial em São Paulo irá nos auxiliar em logística e divulgação dos diversos produtos comercializados pela Concentra. Em curto prazo, temos como principal ponto a logística para vendas em pequenos comércios locais, assim os produtos já estarão nas prateleiras, para propaganda. Em médio prazo, visamos a solidificação desta parceria para ampliar a comercialização e o números de parceiros com nossos produtos. Na escala de longo prazo, visamos mais um ponto para entregas em todo território nacional, focando principalmente nas regiões do sul e centro oeste. A preservação e o respeito à terra sempre foi uma questão presente nas cooperativas parceiras e na Concentra, temos nossos valores e para seguirmos no caminho que estamos trilhando, é necessário conhecer sempre as variedades e os produtos que temos à disposição neste país tão rico de sabores”, destaca.

O passo a passo para o Trilhas para São Paulo

O Instituto AUÁ por meio do Armazém Biomas, (sede do Auá), situado em Osasco, região estratégica para a logística, é responsável pelo armazenamento, comercialização e distribuição dos produtos da Concentra e dos outros Negócios Comunitários integrantes do Trilhas para São Paulo para o canal varejo.

Para Gabriel Menezes, presidente do Instituto Auá, “o Trilhas para São Paulo é uma excelente oportunidade de expansão do trabalho que o Instituto já realiza com os produtores artesanais do Bioma Mata Atlântica, alcançando agora os demais biomas brasileiros, a abertura de novos canais de vendas para os produtos da sociobiodiversidade brasileira, fortalecendo as organizações integrantes da Iniciativa proporcionando aos consumidores o acesso a alimentos saudáveis, sustentáveis e de origem”. 

Uma das primeiras ações foi a realização de uma conversa de alinhamento das expectativas com cada um dos negócios comunitários com a solicitação de um levantamento da disponibilidade. A ideia era entender a capacidade de produção e quais produtos poderiam ser comercializados no mercado paulista. “Precisávamos conhecer os negócios comunitários selecionados, a capacidade produtiva e de infraestrutura de cada um e o funcionamento da logística de cada um deles para São Paulo, visando o atendimento dos pedidos agenciados e de distribuição via Instituto Auá”, comenta Maurício Santos, Coordenador de Gestão do Instituto Auá. 

Pedro Frizo, Líder de Assessoria a Negócios Comunitários da Conexsus, destaca: “Temos grandes expectativas quanto aos futuros resultados e aprendizados do Trilhas para São Paulo, uma vez que entendemos que a iniciativa vai muito além da comercialização em si. Esperamos que ela contribua para a formação de uma rede de parceria comercial entre negócios comunitários e estabelecimentos comerciais e industriais em São Paulo, promovendo a diversificação de mercados para cooperativas e associações e reduzindo os custos de acesso destes negócios à maior metrópole brasileira. Por outro lado, esperamos que essa iniciativa contribua também para ampliar o acesso a alimentos saudáveis no município, de produção sustentável e que tenham impacto positivo sobre a conservação dos biomas. Vale ressaltar que acreditamos que ações como essa podem ser escalonadas e aplicadas em outros contextos urbanos como solução possível para uma melhor conexão de empreendedores e empreendimentos do campo e da floresta com a cidade”.

Instituto Auá

É uma ONG, criada em 1º de maio de 1997, como um movimento para reconhecer a reserva da biosfera do cinturão verde de São Paulo. Inicialmente com o nome de Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica (AHPCE). 

Em 2014, passou a se chamar Instituto AUÁ de Empreendedorismo Socioambiental, mantendo o compromisso da mobilização comunitária para o desenvolvimento sustentável, em especial com a conservação da Mata Atlântica pela agroecologia.

O Instituto AUÁ, que em Tupi significa Gente, é reconhecido por suas ações por diferentes organizações internacionais, como UNESCO, Banco Mundial, Slow Food e WWF – World Wild Foundation.

Instagram: Facebook

Informações: Trilhas para São Paulo

Varanda abre temporada anual de feijoada

Receita remonta ao Morro da Mangueira, no Rio de Janeiro, tendo sido aperfeiçoada por Sylvio Lazzarini há 25 anos

O Varanda Jardins iniciou a temporada anual de sua tradicional feijoada. O prato será servido aos sábados, no almoço, durante as estações mais frias do ano. A receita da feijoada do Varanda remonta à fundação do restaurante, em 1996. Sylvio Lazzarini, diretor do grupo, amava visitar o da Morro da Mangueira, para apreciar uma saborosa feijoada. Foi lá que aprendeu a receita e, ao fundar o Varanda, deu seu toque pessoal e a incorporou ao cardápio.

Como toda feijoada que se preze, o prato vem acompanhado de arroz branco,banana à milanesa, torresmo, farofa de banana e couve manteiga refogada. O toque particular de Lazzarini está na escolha dos ingredientes de primeira e no tempo de cozimento. “A grande diferença é a antecedência no preparo: nossa feijoada passa por um lento processo de cocção, ficando de 10 a 12 horas em grelha de carvão”, explica. Para harmonizar, o prato vem acompanhado de uma dose de caipirinha.

A casa tem capacidade para 205 pessoas. O prato também pode ser pedido pelo serviço de delivery do Varanda ou pelo iFood.

Feijoada do Varanda – acompanhamentos: arroz branco, farofa de banana, couve manteiga refogada e caipirinha. Somente aos sábados, no almoço (12h às 17h), durante o outono e inverno. Preço: R$ 105.00

Varanda Jardins – Rua General Mena Barreto, 793 | Jardim Paulista – São Paulo/SP
Delivery: 11 3887-8870, 11 99973-1238 e também pelo iFood

Novo menu do Terraço Itália aposta em receitas clássicas com sutis toques contemporâneos

Massas, risotos, sopas e pratos que aquecem os paladares integram as novidades do menu outono-inverno do tradicional restaurante italiano

A mesa de outono e inverno no Terraço Itália vem cheia de novidades da cozinha toscana do chef Pasquale Mancini, que caprichou na escolha de entradas, principais e sobremesas, inspirando-se em diferentes regiões italianas, mas com forte sotaque toscano nas receitas e preparos deste novo menu. Os pratos chegam em generosas e belas apresentações, apostando em ingredientes seletos e importados. A ideia é valorizar as receitas tradicionais italianas em interpretações contemporâneas de Pasquale Mancini, que aliás foi o chef escolhido para cuidar da cozinha do Papa Francisco quando ele visitou o Brasil.

Para começar, uma vistosa Insalate di Tonno com patate aromatizatte alle erbe ( Salada de atum com batatas aromatizadas com ervas finas, R$ 88). O camarão é um dos ingredientes carros-chefe e está presente em várias pratos, como no Gamberoni alla crema di pomodoro fresco e risoto di zafferano ( Camarão ao molho de tomate fresco ao risoto de açafrão,R$ 188), no Gamberoni com cuore di Palma in salsa di menta (Camarão com palmito pupunha desfiado em salsa de hortelã, R$ 91), no Ravioli di Zucca ai gamberi e mandorle ( Massa fresca recheada com abóbora com molho de camarão e amêndoas, R$ 151), como também no Risoto al nero di sépia, crema di burrata e gamberi ( Arroz italiano com tinha de lula, creme de burrata e camarão, R$ 174)

Para os dias mais frios, a clássica Minestrone de verdure com crocante di parmigiano (Minestrone de legumes com crocante de parmesão, R$ 89) e o Crema di asparagi con pancetta crocante (creme de aspargos com pancetta crocante, R$ 94) aquecem as noites do clássico restaurante italiano. Massas chegam à mesa em apresentações caprichadas, como o Spaghetti a la Carbonara (Massa seca à Carbonara, R$ 142) e o Mezzelune di taleggio in crema di noci (Massa fresca recheada com queijo taleggio e nozes, R$ 142). Já no capítulo dos risotos, destaque para o clássico alla gorgonzola, R$ 148, e o vistoso Risoto al Salmone Fresco al Profumo di Prosecco com Pistacchi (Arroz italiano com salmão fresco ao molho de Prosecco, com Pistache, R$ 165). Quem prefere pratos à base de carne, o Brasato ripieno de verdure com polenta alla grillia(Brasato de filé mignon recheado com legumes e acompanhado de polenta, R$ 162), é uma boa pedida.

Três novas sobremesas fazem a alegria dos amantes de doces com a medida certa de açúcar, muito comum na Europa e na Itália, principalmente, de modo a não eclipsar outros ingredientes, caso do Sablé con crema all’essenza di limone, cioccolato bianco e gelato al pistacchio (Sablé com creme ao perfume de limão, chocolate branco e sorvete de pistache, R$47), do Crema al caffé, goccia di cioccolato e crocante (Creme ao Café, gotas de chocolate e crocante, R$ 47) e da Spuma al pistacchio com biscoto al cacao e gelato di gianduia (Mousse de Pistache com biscoito e cacau e sorvete de gianduia, R$ 47).

Terraço Itália: Avenida Ipiranga n°344 – 41° e 42° – Centro – São Paulo – SP

Água Doce Sabores do Brasil lança combinações focadas no outono e inverno

Consumidores podem degustar de diferentes opções de combos que são destinados ao delivery

Para entrar no clima de outono e inverno, com os dias mais frios se aproximando, a Água Doce Sabores do Brasil lança opções de combos, pratos, caldos, sobremesas e coquetéis para essa época do ano focado no delivery. A lista para esse ano conta com 15 itens e duas opções de combinações para agradar os paladares de todos os clientes. Com 80 restaurantes em sete estados brasileiros, a marca é referência em gastronomia brasileira e oferece aos consumidores porções e receitas fartas para toda família. O cardápio destinado aos meses mais gelados será implementado em locais que já esperam a chegada do frio. Dessa forma, o cliente deverá entrar em contato com a unidade mais próxima para verificar a disponibilidade dos itens.

Na seção de pratos, o cardápio deste ano conta a receita de Mignon ao Molho de Queijo, com bastante cremosidade e com o sabor acentuado da carne; o tradicional Feijão Tropeiro, prato típico de Minas Gerais e região Sudeste; e com a Parmegiana Água Doce, um prato que leva de frango e queijo. Já os combos são divididos em duas opções: o combo Inverno em Campos do Jordão composto por Iscas de Frango, Salada Refrescante e a Carne de Sol cremosa, com queijo gratinado por cima e o combo Inverno em Monte Verde, que leva Bolinhos de Carne de Sol, Salada Refrescante e o Filé Divino, filé mignon suíno coberto com molho branco e mussarela gratinada.

Tradicionais durante o Inverno, os caldos também fazem parte do Festival de Inverno da Água Doce. Os clientes podem optar pelas versões de Feijão à Mineira, Palmito, Verde, Mandioquinha e Mandioca com Carne de Sol. Para os coquetéis, a marca traz para o cardápio ingredientes que combinam bem com essa época do ano, como o chocolate, o mel e a canela.

O coquetel Canela é composto por conhaque, canela e leite; Petrópolis conta com whisky, gengibre e mel; Monte Verde com whisky, café e creme de leite; o drinque Campos do Jordão é criado com conhaque, chocolate e leite; o coquetel Holambra conta com conhaque, licor de cacau e creme de leite e o Choco-Lamour, formado por whisky, leite e chocolate.

Sem deixar a sobremesa de fora, o cardápio de outono e inverno oferece aos consumidores Minichurros de Doce de Leite.

“As estações do ano e o clima mais frio é a oportunidade perfeita para adaptarmos o cardápio da marca de forma temática. Esse tipo de ação aproxima ainda mais o consumidor e traz opções ideais para manter o conforto, além da praticidade de consumir os pratos e drinques em casa. Além disso, o cardápio permite ao franqueado aumentar o tíquete médio, já que oferece combos, receitas exclusivas, drinques e caldos, que são perfeitos para montar uma refeição saborosa, de qualidade e variedade. Sempre buscamos oferecer ao cliente opções diversificadas e combinadas com as estações do ano ou datas comemorativas. Dessa forma, a Água Doce se faz presente tanto nos restaurantes de forma presencial, como na residência dos clientes, sem perder o sabor característico dos pratos da marca”, finaliza o diretor de franquias da rede, Julio Bertolucci.

Informações: Água Doce

12 Burger and Beer muda cardápio para atender vegetarianos

Com o “monte o seu vegetariano” é possível substituir as 8 (oito) opções de Burguers de carne da casa pelo hambúrguer de abóbora

Com o objetivo de reunir para uma refeição todas as tribos e famílias independentemente de suas preferências gastronômicas, o 12 Burger and Beer acaba de colocar em seu cardápio mais essa novidade. Trata-se do hambúrguer vegetariano à base de abóbora, que pode substituir o hambúrguer de carne em qualquer lanche do restaurante. De acordo com Giovanni Avilla, sócio proprietário, a novidade abre um leque de sabores e opções para os frequentadores da casa. O hambúrguer vegetariano servido no o 12 Burger and Beer é composto por 120 gramas de burguer de abóbora, lascas de queijo parmesão, agrião, cebola roxa, chutney de tomate e maionese.

“Resolvemos substituir a carne bovina por um hambúrguer de abóbora para atender famílias e grupos de amigos, que têm entre os membros pessoas vegetarianas. As 8 (oito) opções de Burguers do cardápio podem ser substituídas pelo delicioso hambúrguer de abóbora. Esta novidade chama-se ‘monte o seu vegetariano’ ”, explica Giovanni.

Além dos hambúrgueres, o 12 Burguer and Beer também oferece entradas sofisticadas como a coxinha de rabada servidas com molho de agrião, o bolovo (ícone da comida de boteco) com maionese de curry, entre outras delícias. A casa tem ainda o chope Pilsen e as cervejas IPA nas versões tradicional e com notas de Maracujá, todos artesanais, ou drinques como o Cranberry Vodka, feito com suco de cranbery, limão siciliano, laranja e vodca.

O restaurante serve ainda sobremesas como a Mousse de Chocolate com Crocante de Macadâmia e o Pudim da Vovó (pudim de pão com creme inglês, sorvete de baunilha, açúcar, canela e laranja), que juntamente com uma xícara de café, podem fechar todas as refeições.

Foto: Gianluca Avilla

O 12 Burger and Beer fica entre os bairros de Pinheiros e Vila Madalena e recebe famílias e grupos de amigos de quarta-feira a domingo para o almoço, happy hour e jantar. A casa também é dog friendly e tem espaço bike friendly.

12 Burger and Beer: Rua Simão Álvares, 1018 – Pinheiros – São Paulo. Horário de atendimento: quarta e quinta-feira, das 12h às 21h, sexta-feira e sábado, das 12h às 23h; aos domingos, das 12h às 22h.

Ca’d’Oro São Paulo abre Sky Bar

Bar contemporâneo com drinques clássicos está localizado no rooftop de um dos primeiros hotéis cinco estrelas da capital paulista

O vigésimo sétimo andar do Ca’d’Oro São Paulo recebe uma nova atração: o Sky Bar. Um bar contemporâneo aberto aos hóspedes e público geral, no rooftop, com um visual deslumbrante da cidade, e que desfila uma carta de drinques clássicos, para agradar a todos os gostos.

Este novo ponto de encontro busca promover a união dos frequentadores da região central da cidade para degustar o drinque favorito de John Lennon, o Alexander (R$ 38), a tradicional Caipirinha feita com cachaça Yaguara (R$ 32), o Fitzgerald – criado por Dale Degroff no Rainbow Room durante os anos 90 ou ainda um Long Island Iced Tea – como aqueles dos tempos de Grey Garden, entre outros que remetem às mais diferentes memórias.

Já a cozinha vai trabalhar apenas com aperitivos para acompanhar um bom papo, entre eles: Canapés de Carpaccio, o clássico com molho de alcaparras e parmesão (R$ 46), Arancini de Ossobuco (R$ 48), Buffalo Wings em molho picante (R$ 48), além de trazer a tradicional Batata Frita com aroma de trufas negras (R$ 49). Para fechar a noite, um Espresso Martini (variação do Martini com espresso e licor de café, R$ 38).

Fundado por Fabrizio Guzzoni em 1956, o Ca’d’Oro São Paulo, hoje revitalizado, é administrado pelo seu neto, que além de levar o legado da família ao futuro, também tem a responsabilidade de carregar o nome do avô. Por isso, na decoração do Sky Bar, Guzzoni fez questão de manter objetos exclusivos usados no hotel antes da revitalização, que remetem à sua memória afetiva, que é parte da história de São Paulo e de diversas famílias que passaram por lá, como: uma antiga chave dos quartos, placas decorativas, cofre e relógio da época.

O projeto contemporâneo foi criado pela dupla de arquitetos Camila Oliveira e Diego Katsurayama. Na decoração ainda há um mural desenhado a mão pelo designer e artista visual brasileiro especialista no abstrato e monocromático, Giuliano Martinuzzo.

Sky Bar no Ca’d’Oro São Paulo: Rua Augusta, 129 27º andar – Horário de funcionamento: 17h às 23h de quarta a sábado.

Vitória Lúcia, o ícone em homenagem às nonas da família

Espumante Nature, Ícone das borbulhas elaborado pela Vinícola Cave do Sol, no Vale dos Vinhedos, é a estrela do mês das Mães

Passam gerações, amadurecem novas safras e o maior valor preservado pela Cave do Sol continua sendo a família. O diretor Arnaldo Passarin, neto de Giuseppe, que veio do Vêneto em 1888, sempre diz que tem duas paixões: a família e o vinho, mas o melhor da vida é a família. E assim, a vinícola eternizou parte dessa história de amor engarrafando seu espumante ícone, o Vitória Lúcia, em homenagem as saudosas nonas da família. E neste mês das Mães, o rótulo é o protagonista de uma ação que tem o propósito de homenagear muitas mães. Durante o mês, comprando duas garrafas, o cliente ganha uma champanheira.

A força dessas mulheres – Vitória e Lúcia – está representado no nome e no estilo do espumante, elaborado com um corte das variedades Chardonnay e Pinot Noir. “Únicas, elas são exemplos de bravura e determinação para nossa família”, destaca Passarin, filho de Lúcia. A escolha das variedades traduz a personalidade que cada uma delas deixou como legado para a vinícola, seus filhos e netos. Ele explica que a mãe de sua esposa Arlete, Vitória também não poderia deixar de ser homenageada.

Pedidos abençoados

E para reverenciar ainda mais o respeito e a admiração em relação as nonas, a Cave do Sol criou uma nova experiência apoiada na fé e religiosidade que elas tinham. Entre o rico acervo preservado pela família e que está exposto na vinícola estão duas Capelinhas, uma de Nossa Senhora Aparecida, que era da avó Lúcia, e outra da Nossa Senhora de Caravaggio, adorada pela avó Vitória. A partir de agora, as pessoas poderão depositar as rolhas das garrafas que forem abertas, acompanhadas de um pedido, a fim de serem abençoados pelas Santas e pelas avós.

O espumante

Elaborado com uvas Chardonnay e Pinot Noir cultivadas na Serra Gaúcha, este espumante foi elaborado pelo método tradicional. Tem 36 meses de autólise em cave antes do degorgement, com parte do vinho Chardonnay com passagem por barrica de carvalho. De coloração amarelo-dourado, o espumante Vitória Lúcia tem perlage fino e persistente. No nariz, frutas como limão siciliano e abacaxi maduro com notas delicadas de frutos secos e castanhas. Também traz aromas que lembram pão e tostados, resultado de uma maturação prolongada sobre as borras. Na boca, acidez refrescante, excelente equilíbrio com a fruta e agradável cremosidade. Harmoniza muito bem com peixes grelhados, massas com molhos de queijos, risotos leves, bolinho de bacalhau, sendo ideal ser apreciado com temperatura entre 6°C a 8°C.

Informações: Cave do Sol

TGI Fridays celebra o Dia das Mães com experiências exclusivas

No domingo, 8 de maio, todas as convidadas serão recebidas com um drinque exclusivo da casa e ganharão uma experiência em sua próxima visita aos restaurantes da marca

Celebrado em boa parte do mundo, o Dia das Mães é uma homenagem às mulheres que guiam as trajetórias familiares e estão presentes nos momentos mais importantes da vida de seus filhos. Para comemorar a data, o TGI Fridays preparou novidades para receber seus convidados (como a marca chama os clientes) com toda a diversão e descontração que somente o Fridays poderia oferecer! No próximo domingo, 8 de maio, cada convidada (mãe) será recebida com um drink especial da casa (alcoólico ou não) e receberá de presente uma experiência especial em sua próxima visita aos restaurantes da rede.

O TGI Fridays tem como missão elevar o ânimo ao redor do mundo, celebrando a diversão em cada momento e a personalidade de cada um que passa pelas suas portas. Em seus mais de 50 anos de história, a marca tem trabalhado para ser a anfitriã das experiências mais desejadas e dos momentos mais especiais, sempre oferecendo o clima incomparável da sexta-feira, em qualquer dia da semana, em qualquer horário.

No próximo fim de semana não será diferente. Além da atmosfera perfeita para curtir os encontros em família, o TGI Fridays receberá seus convidados com opções no menu para todos os gostos e preferências – dos suculentos steaks e top seller Fridays Signature Whiskey-Glaze Ribs, às famosas opções Tex-Mex tão características da marca e entradas para compartilhar. Para completar, o bar & grill possui em seu time de partners (colaboradores) talentosos bartenders que são os responsáveis por transformar o preparo de cada drinque em um show, por meio das técnicas do working flair e do flair bartending – artes de preparar os drinks de maneira criativa, com malabarismos de garrafas e copos. Conheça os drinques do Fridays aqui.

No dia, cada convidada mãe receberá um voucher para uma nova experiência no restaurante, com direito a um dos pratos do menu lunch (cardápio de almoço), que poderá ser usado por 30 dias após o recebimento, de segunda a sexta-feira, das 12 às 15h. Os endereços, horários de funcionamento e o cardápio completo de comidas e bebidas de cada unidade também podem ser conferidos no site da TGI Fridays Brasil.