Arquivo da categoria: mitos e verdades

Os perigos escondidos por detrás dos mitos da vacinação

É preciso receber a dose bloqueio da vacina do sarampo? As reações das vacinas podem ser graves? Adultos devem ser vacinados? A vacina da gripe causa a doença. Ana Paula Moschione Castro, doutora em pediatria, especialista em alergia e imunologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e diretora da Clínica Croce, tira as dúvidas que existem em torno das vacinas.

1 – Vacinas causam autismo.

criança brinquedo autismo pixabay
Pixabay

Mito. E bem perigoso. Estudos científicos sérios foram realizados e não mostraram essa relação do espectro do transtorno autista e vacinas. Essa fake news pode gerar uma onda antivacinas perigosa, que traz consequências muito ruins, como é o caso da epidemia de sarampo que estamos acompanhando no momento.

2 – Somente as crianças devem ser vacinadas.

vacina

Mito. Adultos também devem se vacinar. É muito importante a vacinação contra o tétano, a febre amarela. E hoje ainda temos à disposição para os adultos vacinas contra o herpes zoster, hepatite A e B, ou seja, uma série de imunizações à disposição que devem ser tomadas pelos adultos. Tenha a sua carteirinha de vacinação em dia, pois isso pode garantir saúde e, consequentemente, qualidade de vida.

3 – Vacinas podem ter contraindicações.

vacina gripe milton michida gov sp
Foto: Milton Michida / Governo do Estado de S. Paulo

Verdade. Aqui vale o conceito de vacinar, para estimular o sistema imunológico a criar uma resposta de defesa contra um agente nocivo. Existem dois grupos para contraindicação: aqueles pacientes que não podem receber microrganismos vivos, que são as vacinas atenuadas (febre amarela, herpes zoster, sarampo e rubéola) estão contraindicadas. O outro grupo é o de pacientes que apresentaram reações alérgicas graves contra a vacina. Essas reações alérgicas sempre precisam ser discutidas com o médico.

4 – Sempre que me vacino contra a gripe fico gripada.

gripe mulher

Mito. A vacina contra a gripe não causa a gripe, pois é uma vacina inativada e indicada para proteger somente contra um tipo de gripe, que é a influenza. Na época do inverno existem outros vírus, como o rinovírus, que levam a quadros parecidos com gripes, mas não são. A vacina contra a gripe é segura, com uma cobertura ampla e não causa gripe.

5 – Quem está com febre não pode se vacinar.

mulher gripe doente cama

Verdade. Em parte! Ainda que a febre não seja uma contraindicação à vacina, podemos ter dois desdobramentos quando se vacina uma criança com febre: não sabemos se o pico de febre está relacionado à vacina ou ao à infecção, e nós, médicos esperamos nos quadros altos de febre, com duração de três a quatro dias, que a febre passe. Causas não conhecidas de febre também pode ser uma contraindicação. Melhor aguardar a criança melhorar.

6 – Alérgicos não devem se vacinar.

anafilaxia alergia

Mito. E grande! Pacientes alérgicos se beneficiam de vacinas contra a gripe, contra pneumococo. Precisa tomar cuidado com algum componente que está presente na vacina que desencadeia a reação alérgica, como o ovo, por exemplo. Ou se o paciente teve uma reação alérgica grave específica à aquela vacina. Mesmo para pacientes com alergia à proteína do ovo, as vacinas contra a gripe e sarampo são liberadas. Não generalize que alérgicos não devem se vacinar, pois é o contrário, há grandes benefícios.

7 – Vacina é perigoso para idoso.

vacina-portal-brasil
Foto: Portal Brasil

Mito. Muitos estudos já comprovam que vacinar idosos contra a gripe e pneumonia melhora demais a qualidade de vida desses pacientes e reduz a mortalidade. Vacinar-se contra o tétano é fundamental, a vacina de herpes zoster também é muito importante, já que minimiza uma grande complicação que é a neurite herpética, ou seja, o paciente que deseja longevidade precisa ter a carteira de vacinação em dia.

8 – Toda vacina dá reação.

medico-consulta

Mito. As vacinas são extremamente seguras. As reações mais comuns acontecem em até 10% dos vacinados, com dor local e febre, que passa em um, dois dias. A maioria não apresenta reação. Mas sempre é aconselhável tirar suas dúvidas com o seu médico.

9 – Já me vacinei contra o sarampo e não preciso mais tomar nova dose.

Prazo estendido para vacinação de Sarampo.
Foto: GESP

Mito. Infelizmente, estamos vivendo uma epidemia de sarampo. Um aumento gigantesco no número de casos. Ainda que você tenha recebido as duas doses da vacina contra o sarampo depois de um ano de idade, é necessário receber uma terceira dose caso haja alguém com a doença no seu trabalho, condomínio, escola, ou seja, perto do seu convívio. É a chamada dose de bloqueio. O sarampo é uma doença grave, pode matar e a vacina é a única forma de prevenção. Somente pacientes em tratamento de quimioterapia ou com algum comprometimento da imunidade estão contraindicados a receber a vacina do sarampo. A vacina contra o sarampo é extremamente segura.

Fonte: Clínica Croce

Mitos e verdades sobre refluxo gastroesofágico

Doença tem tratamento e deve ser acompanhada por um especialista

Mais de 50% da população brasileira diz sofrer com algum desconforto relacionado ao estômago, como azia, queimação e refluxo. O dado foi levantado pela Federação Brasileira de Gastroenterologia (FBG) e mostra que os sintomas são bem mais comuns do que se imagina. Porém, vale o alerta: o desconforto causado pela doença do refluxo gastroesofágico (DRGE) pode ser facilmente confundido com má digestão, por isso a avaliação de um especialista e tratamento adequado são tão importantes.

O tratamento para a DRGE é focado na adoção de um estilo de vida mais saudável, com hábitos alimentares adequados, além de medicações para o controle da secreção de ácido produzido pelo estômago. “Entre as medidas comportamentais estão perda de peso, dieta com restrição de alguns alimentos – como álcool, café, chocolates, sucos cítricos – e alimentar-se com porções menores de alimentos, várias vezes ao dia”, explica a médica Adriana Agnelli, cirurgiã do aparelho digestivo.

De acordo com a especialista, quando há algum tipo de complicação ocasionada pelo refluxo gastroesofágico pode ocorrer a indicação de tratamento cirúrgico. “A cirurgia é realizada por videolaparoscopia e consiste na confecção de uma válvula antirrefluxo ao redor da transição esofagogástrica. Neste momento é corrigida a hérnia de hiato, se houver, e feita uma diminuição do hiato esofágico através de uma aproximação dos músculos do pilar diafragmático, chamada crurorrafia.”

A doença, bastante comum na população, em especial em idosos e obesos, ainda gera muitas dúvidas e, por isso, a médica listou alguns mitos e verdades sobre ela:

Os únicos sintomas são azia, queimação e regurgitação?

nausea enjoo azia mulher doente md-health
Foto: MD-Health

Mito. Podem ocorrer outros sintomas como a tosse, asma, rouquidão, mau hálito e pigarro.

Gordura na região abdominal pode ocasionar o refluxo?

shutterstock_barriga gordura
Shutterstock

Verdade. A obesidade e gordura localizada no abdome provoca aumento da pressão dentro do estômago, facilitando a ocorrência de refluxo.

Café, álcool e chocolates podem aumentar o refluxo?

café

Verdade. São alimentos que podem afrouxar o esfíncter inferior do esôfago, um músculo presente na transição do esôfago para o estômago.

Pães, embutidos e outros carboidratos também aumentam os sintomas de refluxo?

Tabua de queijos e embutidos Ovo e Uva com vinho branco (Foto Marco Pinto)

Verdade. Estes alimentos estimulam uma maior produção de ácido pelo estômago e também não são recomendados.

O refluxo está relacionado com alguma doença do coração?

homem infarto dor peito geralt pixabay

Mito. Não há nenhuma relação mas doenças do coração e refluxo podem provocar dores semelhantes, na região retroesternal, no meio do tórax, e por isso estas doenças podem ser confundidas. Deste modo, com frequência é necessário realização de exames para diferenciar estas duas doenças.

Enquanto estiver dormindo jamais terei qualquer sintoma de refluxo.

depositphotos mulher cama dor doente
Depositphotos

Mito. Na maioria das pessoas o refluxo piora em posição supina (deitado com o rosto para cima), e pode haver refluxo durante o sono, principalmente quando a pessoa faz uma refeição copiosa antes de se deitar.

Dizer que tem hérnia de hiato é o mesmo que dizer que tem refluxo?

mulher dor sii

Mito. A hérnia de hiato é uma alteração anatômica que facilita a ocorrência de refluxo. Com muita frequência pessoas com refluxo apresentam hérnia de hiato mas nem todas as pessoas com hérnia de hiato apresentam refluxo.

Confira alguns mitos e verdades das alergias respiratórias

As doenças alérgicas são bastante comuns acometendo cerca de 30% da população mundial¹. Ou seja, se você não é alérgico, é muito provável que alguém muito próximo a você tem ou já teve alguma crise. Pensando nisso, gostaria de sugerir a lista abaixo com seis mitos comentados por Mariana Sasse, gerente médica da GSK, e que irão desmistificar algumas crenças e ajudarão os pacientes a entenderem melhor as crises alérgicas e como podem se prevenir.

1 – Apenas fatores novos desencadeiam alergias?

mulher espirro
Mito – É muito comum os pacientes chegarem ao consultório relacionando um quadro alérgico a algo novo utilizado, como xampu, sabonete, remédio ou roupa. A alergia é a resposta excessiva do organismo a alguma coisa que deveria ser tolerada². Pode ser um remédio que a pessoa usa há 20 anos, pode ser um sabonete que ela sempre usou e por algum motivo desenvolve a alergia. São agentes presentes na nossa rotina e bem conhecidos. No caso da alergia respiratória, normalmente são poeira, ácaros e mofo por exemplo².

2 – Rinite e asma. Uma desencadeia a outra?

asma bombinha
Depende – Existe uma relação muito frequente entre as duas doenças. Cerca de 80% das pessoas que têm asma, apresentam também rinite¹. Por outro lado, a rinite alérgica é considerada um fator de risco para a asma, sendo observado que em torno de 40% dos pacientes com rinite apresentam asma¹.

3 – O cigarro piora o quadro dos alérgicos?

cigarro
Verdade – O tabagismo causa inúmeros malefícios para a saúde. Ele é um irritante da mucosa nasal e respiratória³ e por isso é um fator que contribui para a sensibilidade da mucosa, piorando os casos alérgicos².

4 – As pessoas tendem a apresentar quadros alérgicos mais frequentes no inverno?

poeira movel sujo limpeza pano
Depende – A ocorrência da alergia se dá por sintomas sazonais ou perenes. Os sintomas sazonais estão relacionados, principalmente à sensibilização e à exposição ao pólen5. Quando a sensibilização se der por motivos perenes como, por exemplo, ácaros e poeira, os sintomas ocorrerão ao longo de todo o ano5.

5 – Todo remédio para alergia causa sono?

mulher gripe
Mito – Isso não é uma verdade. Hoje em dia, existem anti-histamínicos de várias gerações. Os de primeira geração realmente dão bastante sono, mas hoje já temos produtos que não causam sonolência, sendo bem tolerados e seguros¹.

6 – A alergia respiratória é considerada uma doença crônica?

janela
Verdade – A asma e a rinite são doenças inflamatórias crônicas das vias respiratórias, desencadeadas pela exposição frequente e repetida aos alérgenos inaláveis e agravada por poluentes ambientais¹. Por isso é fundamental que as pessoas tenham cuidados frequentes com a casa e com a saúde¹. Se você vai para uma casa de praia ou uma casa de campo, por exemplo, o ideal é que essa casa seja limpa (tirar poeira, aspirar o colchão, limpar cortinas), deixar as janelas abertas e que seja bem arejada¹.

Referências:
1 – Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia Regional do Rio de Janeiro. A doença do século XXI: alergia-perguntas e reposta. Rio de Janeiro: Revinter, 2012. 41 p.
2 – Adde, FV. et al. Asma ou bronquite? Qual o diagnóstico do meu filho? 2006 In: Sociedade de Pediatria de São Paulo.
3 – Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia. II Consenso Brasileiro sobre Rinites 2006. Rev Bras Alerg Imunopatol 2006; p 29-58.
4 – Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia. Previna-se contra as doenças alérgicas no outono. 
5 – Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial. III Consenso Brasileiro sobre Rinites. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology 2012; 75(6): 1/41.

 

Mitos e verdades sobre hidratação da pele

Pele oleosa não precisa de hidratante? Faz mal usar o mesmo hidratante de corpo no rosto? Quando se fala em hidratação da pele, não faltam dicas e, claro, muito mitos sobre o assunto. Esclarecemos a seguir nove mitos e verdades sobre o assunto. Confira:

1. É preciso dormir bem para ter a pele bonita

mulher domindo cama sono c_scott pixabay
Foto: C_Scott/Pìxabay

Verdade. Durante o sono, as células da pele se regeneram e o pH é restabelecido. O ideal é que sejam respeitadas as horas mínimas que o seu corpo precisa para descansar (em geral, oito horas por dia). Isso colabora para manter a pele hidratada e sem olheiras.

2. Pele oleosa não precisa de hidratação

mulher espelho pele

Mito. Oleosidade não é sinônimo de rosto hidratado. Todos os tipos de pele precisam de hidratação. Isso ajuda a equilibrá-las, mantendo suas características naturais e barreiras de proteção. Por isso, não descuide desse passo durante a rotina de beleza. O segredo é optar por hidratantes de textura leve, como é o caso do Chronos Aqua Biohidratante Renovador, cuja fórmula promove recarga instantânea de hidratação e estimula a pele a se auto-hidratar de forma inteligente. Ele une a fevilla, exclusivo ativo da biodiversidade brasileira, que estimula mecanismos naturais de produção de ácido hialurônico, a um potente prebiótico, ativo que ajuda a fortalecer a barreira cutânea, e ácido hialurônico-BT, que aumenta os níveis de hidratação da pele imediatamente.

3. No inverno, a hidratação deve ser mais intensa

mulher pele frio outono inverno

Verdade. Vento e aquecedores contribuem para o ressecamento da pele. Para mantê-la hidratada, é necessário caprichar ainda mais nos cuidados. Invista em hidratantes ricos em óleos, como a Polpa Desodorante Hidratante Corporal Castanha, de Ekos. Rica em ômega-6 e 9, ela nutre a pele por 30 horas, estimulando a produção de proteínas estruturantes até as camadas mais profundas. Para o rosto, o novo Chronos Acqua Biohidratante Renovador também é ótima opção, pois hidrata a pele imediatamente e ainda garante sensação fresquinha.

4. Banhos quentes fazem mal à pele

mulher chuveiro banho

Verdade. A água quente costuma retirar a proteção natural da pele do corpo. No rosto, o efeito costuma ser contrário: a pele passa a produzir mais gordura para se proteger do ressecamento. O resultado é uma pele mais oleosa nessa área.

5. Alimentação saudável colabora para a hidratação da pele

pele beleza alimentação frutas mulher

Verdade. Quanto melhor você come, mais bonita fica sua pele. Rechear sua dieta com alimentos gordurosos e frituras, por exemplo, pode levar ao aumento da oleosidade e também de espinhas.

7. A hidratação do rosto deve ser igual à do corpo

mulher usando oleo creme pernas corpo

Mito. A pele do rosto tende a ser mais oleosa que a do corpo. Os hidratantes corporais costumam ser mais densos do que os próprios para o rosto. O novo Desodorante Hidratante Corporal Tododia Folhas de Limão e Graviola nutre e hidrata imediatamente, protegendo, restaurando e revigorando a pele. Ideal para pele normal a seca. Mais delicada e sensível, a pele do rosto pede hidratantes de textura mais suave, mas ainda assim com grande poder de hidratação. Aposte no Chronos Aqua Biohidratante Renovador – leve, refrescante e ultra hidratante, que penetra rapidamente e é indicado para todos os tipos de pele.

8. O melhor momento para aplicar o hidratante no corpo é após o banho

mulher corpo creme hidratação pinterest
Pinterest

Verdade. Como o banho desidrata a pele, é muito importante que a aplicação de um bom hidratante seja feita logo após sair do chuveiro para compensar. Use o Desodorante Hidratante Corporal Tododia Folhas de Limão e Graviola ao sair do chuveiro para deixar sua pele com uma textura macia e sedosa.

Conheça melhor os produtos sugeridos pela Natura:

Chronos Acqua Biohidratante Renovador

chronos

Ideal para todos os tipos de pele, deve ser utilizado ao menos uma vez ao dia na pele limpa, pela manhã ou à noite, sempre antes do creme antissinais, protetor solar ou maquiagem. A fórmula leve, refrescante e ultra hidratante penetra rapidamente na pele e une na composição a fevillea, exclusivo ativo da biodiversidade brasileira que estimula mecanismos naturais de produção de ácido hialurônico, a um potente prebiótico, ativo que equilibra a microbiota e ajuda a fortalecer a barreira cutânea, e ácido hialurônico-BT, ativo biotecnológico que aumenta os níveis de hidratação na pele. Preço sugerido: R$ 128,50.

Desodorante Hidratante Corporal Tododia Folhas de Limão e Graviola

todo dia.png

Nutrição essencial,com textura suave e aveludada, que nutre e hidrata imediatamente, protegendo, restaurando e revigorando a pele. Ideal para pele normal a seca. Preço sugerido: R$ 44,90 (400ml).

Onde encontrar: por meio de uma Consultora Natura, na Rede Natura ou nas Lojas próprias da Natura, em São Paulo, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Alphaville São Paulo, Campinas, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Campo Grande, Curitiba e no Rio de Janeiro.

Nutricionista desvenda os mitos e verdades sobre o pão industrializado

Com manteiga, requeijão, geleia e até mesmo puro. Quente ou frio, de manhã a tarde ou a noite, o pão é um dos alimentos mais versáteis e queridos por parte das famílias. Com tanta popularidade, a consultora em nutrição da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi) Marcela Tardioli, lista algumas curiosidades e desvenda mitos e verdades sobre o alimento.

Ao contrário do que alguns pensam, por ser fonte de carboidrato o pão é nutritivo e essencial para fornecimento de energia para o corpo e a mente no dia a dia. “Nas versões industrializadas, que são ainda mais práticos e possuem maior prazo de validade, encontramos ainda mais opções com apelo de saudabilidade, como os integrais, enriquecidos com grãos, entre outros”, explica Marcela.

Vamos, então, esclarecer as principais dúvidas sobre o alimento:

Pão de forma é realmente o vilão das dietas

pao de forma
Mito. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os carboidratos devem contribuir com 60% do total de calorias ingeridas. Dentro dessa recomendação, o consumo de pão não faz mal à saúde e não contribui para o aumento do peso desde que seja consumido com moderação e em porções corretas, assim como qualquer outro alimento. Além disso, é importante se atentar ao que escolhemos para adicionar no pão como manteiga, requeijão ou queijos, que podem acabar deixando-o mais calórico.

Nem todo pão de forma dito como integral é, de fato, integral

pão integral forma

Verdade. Fique sempre atento ao rótulo. O primeiro ingrediente descrito é o que vem em maior quantidade no produto. Para o pão ser considerado integral deve vir descrito na lista dos ingredientes em primeiro lugar a farinha de trigo integral e não farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, por exemplo.

A opção de pão de forma integral é mais saudável

pao-integral-com

Verdade. O pão integral é rico em fibras, que favorecem o controle dos níveis de gordura no sangue e contribuem positivamente para melhores índices glicêmicos, principalmente após as refeições. Dessa forma, os alimentos integrais podem contribuir para redução do risco de doenças do coração e de diabetes, quando inseridos em uma dieta balanceada aliada a hábitos saudáveis de vida.

Para quem deseja perder peso, o pão não deve ser consumido nem antes e nem depois de atividades físicas.

mulher comendo pão
Mito. Uma boa alimentação para academia prevê carboidratos associados a fontes de proteína, especialmente no período pós-treino. Portanto, ingestão do alimento ajuda a recarregar a energia do corpo, favorecendo a recuperação muscular e evitando a fadiga.

O pão promove a formação de serotonina

mulher comendo pão freepik
Verdade. Alimentos ricos em carboidratos contribuem para a formação deste neurotransmissor, responsável pelo humor e sensação de bem-estar. Sendo assim, consumir pão pode ajudar a manter a disposição e alto-astral no dia a dia.

Comer pão deixa inchado

barriga inchada gezonderleven
Mito. Como já dito anteriormente, o pão, em si, não faz mal se consumido moderadamente. Um fator que pode provocar a sensação de inchaço é se a pessoa for celíaca (intolerante ao glúten). Por isso, em caso de desconforto abdominal, é importante procurar um profissional para uma melhor avaliação e orientação.

Alguns mitos e verdades sobre celulite

Cuidados com a alimentação e o uso de produtos de compressão podem atenuar sinais que aparecem consequentes do acúmulo de gordura

Ao perguntar para qualquer mulher o que é celulite e como evitá-la, as respostas serão as mais variadas possíveis. A divergência de informações sobre os sinais que aparecem consequentes do acúmulo de gordura mostra o quanto ainda existem mitos em torno do assunto e o quão as pessoas estão afastadas das verdadeiras ações que podem amenizar as celulites.

O médico Jamil Victor de Oliveira Mariúba, especialista em angiologia e cirurgia vascular, e parceiro da Sigvaris, empresa líder mundial em produtos de compressão graduada, elenca abaixo quatro mitos e quatro verdades sobre o assunto:

Mitos

Refrigerantes e bebidas gasosas agravam a celulite?

refrigerantes pixabay

Alimentos muito calóricos e gordurosos proporcionam o aumento de peso e o ganho de gordura localizada, o que pode favorecer o aparecimento das celulites. Porém, o gás, tido como o principal vilão, não é o responsável diretamente pelo surgimento das celulites.

Apenas pessoas obesas têm celulite?

Celulite 1

Outro mito muito disseminado é que apenas as pessoas obesas têm celulite. Obviamente, a gordura localizada e a flacidez irão proporcionar maior acúmulo de gordura. No entanto, pessoas magras também podem ter celulites se tiverem flacidez, gordura localizada ou predisposição genética.

Cremes possuem o poder de eliminar as celulites?

pernas_2_web_

Isoladamente, os cremes não podem tratar por completo a celulite. Eles podem servir como um complemento no tratamento, ou seja, um auxílio para acelerar o processo. Vale lembrar que as consequências na pele são fruto da alimentação.

Roupa apertada causa celulite?

shutterstock mulher calça apertada

Uma roupa justa e apertada poderá causar complicações no retorno venoso, se usada por um longo período. Neste cenário, a chance é a ocorrência de um edema nos membros inferiores – mas nenhuma relação com o aparecimento ou agravamento da celulite.

Verdades

A celulite é genética

Celulite

Essa informação, infelizmente para algumas pessoas, é uma verdade. Os fatores genéticos possuem grande influência na causa da celulite. Quando a mãe tem celulite, geralmente, a filha também irá desenvolvê-la se não seguir os atos de prevenção. O histórico familiar pode ser superado se a pessoa se comprometer com as ações de prevenção, principalmente, alimentação e exercícios.

Dieta saudável e prática de exercícios ajudam a eliminar a celulite

mulher-comendo-maca

Uma dieta equilibrada e com alimentos saudáveis fará com que o corpo funcione em seu melhor estado. Livre de gorduras e açúcares, a celulite fica com as chances muito reduzidas de acontecer. A atividade física fará com que as gorduras ingeridas se queimem e a possibilidade de ter celulites diminua ainda mais.

Uso de meias de compressão pode amenizar os sinais de celulite

sigvaris

O uso de meias de compressão específicas estimula a microcirculação local e pode aumentar a elasticidade da pele. Especializada em produtos de compressão, a empresa Sigvaris possui a linha de meias Sculptor, que foi projetada especialmente para amenizar os efeitos da celulite e modelar o corpo da mulher. As meias possuem compressão nas pernas, cintura e abdômen e são fabricadas com o fio Emana, que possui cristais bioativos que absorvem o calor do corpo e o devolve em forma de raios infravermelhos longos. A interação entre o infravermelho e o corpo estimula a microcirculação sanguínea, auxiliando no combate às celulites. Além disso, proporciona maior sustentação mecânica, promovendo maior conforto ao caminhar.

Consumo de álcool piora a celulite

mulher beber vinho

Geralmente, as bebidas alcoólicas são bastante calóricas e naturais causadoras de gordura localizada, que posteriormente podem virar celulite.

 

Dez mitos e verdades sobre a queda de cabelo

A queda capilar é hoje a sexta maior queixa de pacientes em consultórios de dermatologia. Mesmo assim, o assunto ainda é cercado de mitos relacionados às suas principais causas e tratamentos. O dermatologista Rafael Tomaz, gerente médico da Lupin, farmacêutica global que acaba de lançar no Brasil Recrexina – dermocosmético inovador que trata o afinamento e a queda capilar – esclarece 10 principais mitos e verdades relacionados ao problema, que tanto preocupa homens, quanto mulheres.

– O uso de apliques e mega hairs pode favorecer a queda capilar?

aplique de cabelo

Verdade: apliques e mega hairs, quando inseridos na raiz, pesam no fio e têm um efeito gravitacional, puxando os cabelos para baixo. Isso prejudica a saúde dos fios, que vão se destacando da raiz, podendo levar a uma queda de cabelo irreversível. No caso de pacientes que já têm uma diminuição da densidade capilar, o recomendado é deixar os fios soltos sempre que possível.

– Com o tratamento adequado, é possível perceber os resultados?

laserhairgrowtreatment-dallstx cabelo crescendo
Nu Hair

Verdade: hoje existem produtos e tecnologias que permitem resultados satisfatórios em grande parte dos pacientes. Com indicação médica, o uso de medicamentos, como a Finasterida e o Minoxidil, pode trazer benefícios no recrescimento capilar. Entretanto, alguns efeitos colaterais podem ser observados: Em alguns pacientes a Finasterida pode promover uma diminuição da libido e disfunção erétil. O Minoxidil, por outro lado, pode induzir o crescimento indesejado de pelos faciais em mulheres. Recentemente foi lançado o dermocosmético chamado Recrexina, que auxilia no aumento da densidade capilar, com resultados iniciais já observados após 2 meses de uso, tornando-se mais expressivos após quatro meses. Recrexina é uma formulação tópica inovadora e patenteada que possui resultados clínicos comprovados por meio de estudos científicos. Ela tem em sua composição moléculas capazes de estimular e ativar as células-tronco do couro cabeludo, promovendo o recrescimento e o fortalecimento do cabelo, além de potencializar a formação de queratina.

– A calvície é provocada exclusivamente pela idade e por fatores genéticos.

queda de cabelo

Mito: a herança genética e o envelhecimento são alguns dos fatores mais comuns que levam à queda capilar e até mesmo à calvície. No entanto, o problema tem diversas causas, podendo ser provocado por fatores como estresse, distúrbios hormonais, anemia, entre outros. É importante a avaliação do dermatologista para o correto diagnóstico da causa da calvície.

– O uso de anabolizantes e esteroides pode provocar queda de cabelo, favorecendo a calvície?

cabelo queda

Verdade: o excesso de testosterona é um dos principais vilões da queda de cabelo. Por isso, o uso do hormônio sexual masculino como anabolizante pode favorecer a perda dos fios. Muitos jovens procuram o consultório do dermatologista queixando-se de uma queda muito acentuada e, quando você investiga a história desse paciente, é comum que esse problema esteja associado ao uso de “bombas” de academia.

– A calvície pode ser totalmente revertida.

cabelos ao vento

Mito: não há cura para a calvície, no entanto existem tratamentos que ajudam a aumentar a quantidade de fios no couro cabeludo. É importante ressaltar que pacientes com queda capilar nos estágios inicial ou moderado responderão melhor ao tratamento. Por isso, recomenda-se tratar o quanto antes para se ter uma resposta mais expressiva.

– O uso de determinados medicamentos pode levar à queda?

remedios medicamentos pilulas

Verdade: há diversos medicamentos que têm como possível efeito colateral uma queda de cabelo transitória. Por outro lado, a dosagem errada do medicamento também pode ser prejudicial. Por isso, é importante que o paciente não faça uso de qualquer medicação sem orientação médica.

– O uso diário do secador pode ser prejudicial.

secador de cabelo

Mito: o secador não é vilão, mas é importante utilizar uma temperatura amena e manter determinada distância para não danificar o couro cabeludo. Já o uso da chapinha deve ser desencorajado como hábito, pois a temperatura elevada e o contato direto da prancha com a haste do fio podem provocar uma quebra.

– O uso de chapéus, bonés e tocas pode prejudicar os fios de cabelo.

mulher usando boina shutterstock
Shutterstock

Verdade: chapéus, boinas e bonés abafam o couro cabeludo, podendo causar a chamada dermatite seborreica e o excesso de oleosidade na raiz, que por sua vez favorecem a queda do cabelo.

– Os cabelos caem mais em determinadas estações do ano, geralmente no outono.

viver outonos

Verdade: há indícios de que os cabelos caem mais em algumas estações do ano, como no outono, porém os fatores associados a esta observação são pouco compreendidos. Em países como o Brasil, que não possui estações do ano tão marcadas, este efeito pode ser pouco expressivo.

Sobre a Lupin

A Lupin é uma companhia farmacêutica global que desenvolve e comercializa uma grande variedade de medicamentos de marca, genéricos, biotecnológicos e princípios ativos. Atua nos segmentos de dermatologia, cardiologia, saúde feminina, diabetes, asma, neurologia, gastrointestinal, anti-infectivos. A empresa atua em mais de 100 países e detém posições de liderança em diversos mercados. É o quarto maior fabricante de genéricos nos EUA em prescrições. No Brasil, a empresa possui uma unidade de negócios voltada genéricos e OTC (produtos isentos de prescrição médica), sob a marca Medquímica, e uma unidade de especialidades, com uma linha de produtos dermatológicos de prescrição médica.

Mitos e verdades sobre alimentação no verão

Nutricionista e consultora da Superbom esclarece dúvidas sobre alimentação durante os dias mais quentes do ano

O verão faz com que muitas pessoas mudem alguns hábitos alimentares naturalmente, optando por refeições mais leves e menos calóricas. De acordo com Cyntia Maureen, nutricionista e consultora da Superbom, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, as altas temperaturas exigem mesmo certos cuidados com a alimentação para evitar desconfortos e até problemas de saúde.

Para auxiliar quem busca adequar os hábitos alimentares, a profissional esclarece abaixo cinco dúvidas comuns sobre alimentação no verão:

=É necessário manter-se mais hidratado do que em outras estações.

melancia mulher foundry pixabay
Foto: Foundry/Pixabay

Verdade. Nos dias mais quentes, é importante aumentar o consumo de líquidos porque o organismo precisa de mais água para manter a temperatura corporal correta. Além disso, a desidratação pode provocar tontura, dor de cabeça e fadiga. Outra dica para manter a hidratação é incluir no cardápio alimentos que possuem bastante água em sua composição, como a melancia e o pepino.

=É permitido substituir um pouco da ingestão de água por sucos.

mulher bebendo agua pixabay
pixabay

Mito. Para garantir o maior nível de hidratação possível é fundamental beber, pelo menos, dois litros de água indicados e incluir sucos saudáveis na dieta quando puder. Entre as opções, há as bebidas naturais ou os sucos 100% fruta, que além de hidratarem são bastante refrescantes.

=Ingerir alimentos muito calóricos nos dias mais quentes traz malefícios para o organismo.

carne de porco gordura pixabay
Pixabay

Verdade. A especialista explica que durante as altas temperaturas o organismo gasta menos energia para manter o bom funcionamento, ou seja, precisa de menos calorias. Por isso, alimentos com alto nível calórico, como frituras e lanches, ricos em gorduras saturadas, podem prejudicar funções importantes do organismo, como a digestão.

=Alguns alimentos podem ajudar a proteger a pele durante a exposição solar.

mulher comendo cenoura boca dente pixabay
Pixabay

Verdade. Frutas e legumes com alta concentração de vitaminas C e A, como a laranja e a cenoura, respectivamente, auxiliam no combate aos radicais livres, evitando o envelhecimento precoce da pele mesmo com a exposição ao sol. “O protetor solar não pode ser esquecido, pois somente uma alimentação adequada não é capaz de evitar queimaduras, manchas e descamação da pele. O ideal é combinar o uso de bons produtos com uma dieta que inclua esses alimentos”, alerta.

=Os alimentos típicos do verão não trazem benefícios para a saúde.

cerejas suju pixabay
Foto: Suju/Pixabay

Mito. Encontrados por um bom custo-benefício em feiras livres, hortifrútis e supermercados, as frutas da estação são excelentes para suprir as necessidades nutricionais durante os dias mais quentes. “A manga, por exemplo, melhora a digestão e o fluxo intestinal. O melão tem bastante água em sua composição, além de possuir poucos açúcares. Já a cereja é rica em fibras alimentares, importante fonte de energia para o organismo”, completa.

Sugestão de produto

Suco-Antiox-1L.png

Sucos integrais (100% fruta) da Superbom são fonte de nutrientes como vitaminas e sais minerais, além disso não possuem adição de açúcar e nem conservantes. Disponíveis nos sabores Antiox, Maçã, Tangerina, Uva Branco e Uva Tinto.

Informações: Superbom

Dermatologista esclarece mitos e verdades mais comuns sobre câncer de pele

Dezembro Laranja é uma campanha nacional dedicada à conscientização sobre o câncer de pele. Neste período, dermatologistas e demais profissionais da saúde reforçam a importância da prevenção e diagnóstico da doença, além de esclarecer as principais dúvidas sobre o tema. Com isso, a médica dermatologista chefe da Clínica Sitonio, Renata Sitonio, esclarece os mitos e verdades mais comuns sobre o câncer de pele. Confira:

“Nos dias nublados, não há necessidade de usar filtro solar”
Mito. Mesmo nesses dias, ocorre a radiação Ultravioleta. Ela danifica o DNA das células da pele, predispondo ao câncer de pele. Estações mais frias também oferecem riscos, diferente do que alguns acreditam. Portanto, o uso do protetor solar é imprescindível e deve ser diário.

“Pessoas com olhos e cabelos claros têm mais chances de ter câncer de pele”

protetor -solar- rosto
Verdade. Por ter menos proteção pela melanina, as pessoas claras estão mais sujeitas a ter câncer de pele. Em dias de exposição solar, é recomendado que, além do protetor solar, também use acessórios para proteção, como chapéus e óculos de sol.

“Cicatriz de queimadura pode se tornar câncer de pele”

queimadura mão
Foto: Justaboutskin

Verdade. É uma ocorrência rara, mas em grandes cicatrizes pode-se ter a formação de câncer de pele. Por isso, se houver alguma mudança da pele da cicatriz, procure um dermatologista.

“Áreas não expostas ao sol não estão sujeitas ao surgimento do câncer de pele”

mulher-praia-fim-do-dia
Mito. O câncer de pele tipo melanoma, por exemplo, tem um fator genético muito importante e pode surgir também em locais como nádegas, palmas e plantas, unhas e até nos olhos. Isso pode ser determinado por fatores genéticos de cada indivíduo.

“Pessoas de pele negra não têm câncer de pele”

mulher praia negra pexels
Mito. Apesar de mais resistente, a pele negra não está imune aos efeitos da radiação UV. Além disso, um estudo apresentado no XXI Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica revelou que as pessoas de pele negra podem desenvolver com maior intensidade a forma mais grave do câncer de pele, o melanoma nos pés, mãos, braços e pernas. Esse tipo de câncer é o menos frequente entre os melanomas (de 2% a 8% dos casos), no entanto, é o mais comum entre pessoas de pele negra.

“Quem possui muitas pintas ou histórico familiar de câncer de pele corre mais riscos”

pele pinta indylasercenter
Foto: Indylasercenter

Verdade. Existem sim fatores genéticos que podem determinar a maior ou menor predisposição ao câncer de pele. Quanto às pintas, é importante considerar aspectos como quantidade, alterações na cor e formato ou se doem ou coçam, pois elas também podem ser indícios de câncer de pele.

“O protetor solar é a única forma de prevenção”

protetor solar colorido fapesp
Foto: Wikimedia

Mito. Apesar de ser o principal fator de proteção, o filtro solar deve ser aliado a outros cuidados, como o uso de acessórios de proteção, moderação na exposição solar a fim de evitar queimaduras e também por meio do autoexame. Uma dica para o autoexame é aplicar o método ABCDE (diferença na Assimetria, com Bordas desiguais, Coloridas, Diâmetro maiores que 5 mm, que Evoluem rapidamente de forma, espessura, tamanho e cor, são indicativos da doença).

Fonte: Renata Sitonio é médica dermatologista chefe da Clínica Sitonio, em São Paulo, e médica colaboradora no ambulatório de cosmiatria do Hospital do Servidor Público Municipal. Graduada pela Universidade Federal da Paraíba, Título de Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, Especialista em Dermatologia no Conselho Federal de Medicina e Associação Médica Brasileira, Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD – e regional de São Paulo e Coautora do livro IPCA sobre técnicas cirúrgicas com agulhas. 

Mitos e Verdades sobre o cuidado ao idoso

A tarefa de cuidar de um idoso nem sempre é fácil. Sentimentos de culpa, de sobrecarga e dúvidas de como cuidar bem são comuns para cônjuges, filhos, netos e sobrinhos que cuidam de seus familiares idosos. Por outro lado, cuidar com amor e compreensão pode ser também uma experiência transformadora na trajetória de vida das pessoas que buscam crescimento pessoal.

Para evitar que a rotina seja exaustiva é necessário que o familiar cuidador se mantenha bem informado. Dessa maneira, uma das fundadoras da plataforma Plug and Care e especialista na área de Gerontologia, Monica Perracini, tira dúvidas sobre dez Mitos e Verdades mais comuns no cuidado ao idoso. Confira:

1 – Idoso tem que tomar banho todo dia?

mulher tomando banho banheira
Mito! É fundamental que seja realizada uma higiene íntima frequente, de forma a evitar infecções urinárias e mau cheiro. Porém, a necessidade diária de banho é relativa. “Sabemos que as pessoas idosas, especialmente em dias frios não gostam de tomar banho. Muitos não percebem que estão cheirando mal. Cerca de 75% dos idosos com 80 anos ou mais têm um declínio importante do olfato. Mas isso não justifica a pressão dos familiares para que os idosos tomem banho todos os dias. Aqui vale o bom senso e o hábito de cada um. O importante é manter a higiene íntima, que se mal feita pode ocasionar as infecções urinárias de repetição tão comum nas mulheres idosas”, explica Monica.

2 – É mais seguro calçar o idoso com tênis para evitar quedas?

mulher andando tenis nicershoes
NicerShoes

Mito! O calçado deve ser o mais confortável ao idoso, de modo que ele sinta firmeza e segurança ao andar. Para aqueles que passaram muitos anos de sua vida utilizando outro tipo de calçado, o tênis pode não ser bem aceito, gerando constrangimento e dificuldade no caminhar. Nada de calçados largos que saiam facilmente do pé ou ainda chinelos e sandálias sem alça na parte de trás. Os familiares devem ficar atentos a sapatos com muitos anos de uso, pois além de largos podem ficar gastos na sola.

3 – Idosos não sentem tanta sede?

homem idoso agua

Verdade! A desidratação ocorre com mais frequência com pessoas de idade avançada. Isso acontece, pois com o envelhecimento há um declínio na sensação de sede, e não por esquecimento. Segundo Monica, existem algumas mudanças fisiológicas no organismo do idoso que ficam menos eficientes, deixando-o mais vulnerável a ficar desidratado rapidamente. Idosos sentem menos sede e consequentemente bebem menos água por conta própria. É importante que o familiar estimule que eles se hidratem, bebendo água, chás, café ou sucos durante o dia. A desidratação pode ser a causa de muitos problemas e o seu cuidador nem sempre se dá conta que pode ser decorrente de desidratação, como boca seca, tontura, fraqueza e até aumento dos batimentos cardíacos.

4 – É normal um idoso ficar cansado e dormir a tarde inteira?

mulher idosa dormingo.jpg

Mito! Uma soneca de 30 minutos nas primeiras horas da tarde é até recomendada, porém durante muito tempo é sinal de alerta. O excesso de tempo sentado ou deitado é totalmente prejudicial à saúde, em qualquer idade. Ficar assistindo televisão e cochilar entre um programa e outro também deve ser evitado. Dormir de dia pode significar pior sono durante à noite. Uma forma de colocar a preguiça de lado e promover uma melhora na qualidade de vida é realizar pequenas caminhadas ao ar livre, benéfica tanto ao familiar cuidador quanto ao idoso.

5 – Tomar um remédio após/antes do horário estabelecido pelo médico é prejudicial?

493ss_getty_rf_man_taking_pills

Verdade! É necessário respeitar o tempo do efeito do remédio, entre as doses recomendadas previamente pelo médico do idoso. Antecipar “somente uma hora” ou aguardar o horário da refeição para ingerir o remédio pode atrapalhar a sua absorção e o seu funcionamento. Atualmente, existem no mercado dispensadores de remédios e aplicativos que podem auxiliar na organização das tarefas relacionadas ao controle de remédios.

6 – Todo idoso com problema de equilíbrio deve usar bengala?

casal idoso bengala tumisu-pixabay
Ilustração: Tumisu/Pixabay

Mito! A bengala deve ser indicada após avaliação de um fisioterapeuta, que inclusive o ensinará a caminhar com este novo instrumento. “Muitos idosos recebem orientação para comprar uma bengala por indicação de um médico ou por palpite de familiares e conhecidos. No entanto, uma bengala mal indicada pode ser muito prejudicial para o idoso, podendo ocasionar quedas. Não só a altura da bengala e o lado de uso são importantes. Questões relacionadas ao alinhamento do corpo, eficácia das reações de equilíbrio e aspectos cognitivos como memória visual e atenção precisam ser avaliados”, alerta a especialista.

7 – Canja é uma refeição ideal para o idoso?

casal idoso comendo dailycaring
DailyCaring

Mito! Embora seja nutritiva, a tradicional canja de galinha precisa de cuidados adicionais ao ser oferecida para o idoso. Na verdade não é só a canja, mas qualquer prato que contenha muitos pedaços pequenos e diferentes consistências é perigoso. Os idosos com dificuldades de mastigação e de deglutição podem engasgar com maior frequência e com isso apresentar infecções respiratórias frequentes. O familiar deve ficar também ficar atento a pigarro e tosse durante as refeições, que também são sinais de problemas que devem ser investigados.

8 – Idoso saudável tem que fazer academia?

idosos

Mito! É necessário respeitar a individualidade de cada um, e nem todos têm o perfil para frequentar uma academia. Fazer exercícios é importante, mas respeitando seus limites e atividades que proporcionem, principalmente, satisfação. Exercícios em academia feitos sem a supervisão próxima de um profissional podem causar lesões articulares e musculares.

9 – É verdade que idoso não precisa jantar todo dia?

idosa filhos comida -inlineimage
Inlineimage

Verdade! Muitos idosos gostam de substituir o jantar por um lanche. Basta equilibrar os nutrientes que fazem parte desse lanche, evitando excesso de carboidratos e equilibrando com outros nutrientes necessários, como verduras, legumes e proteínas. O ruim é quando esse lanche é pobre em nutrientes. O idoso deve comer de forma equilibrada e saudável.

10 – Pijama é a roupa ideal para o idoso?

idosos videogame medical news today
Foto: MedicalNewsToday

Mito! O ideal são roupas confortáveis. É preciso entender que manter uma autoestima elevada é bom para saúde e importante para nosso bem-estar. O idoso deve se manter confortável e, sobretudo, feliz. “Normalmente, usamos pijama durante o dia quando estamos doentes. Essa memória é parte da experiência vivida de muitos idosos e alimenta sintomas depressivos e apatia. É importante que o familiar ajude o idoso a manter o cuidado com sua aparência e o estimule a escolher que roupa vestir-se todos os dias”, esclarece Monica.

Fonte: Plug and Care