Arquivo da categoria: Mulheres

Quatro dicas para desenvolver autocompaixão durante a menopausa

A autocompaixão é uma postura calorosa e receptiva que a mulher precisa ter de si mesma e de toda a sua trajetória de vida

Durante a menopausa a mulher pode vivenciar alguns conflitos e não se considerar merecedora de tudo o que ela pode vir a conquistar. Nesta fase, ela tem – ou deveria – ter mais tempo para se cuidar e fazer tudo o que deseja, no entanto, se sente culpada em ter “tempo” para si. Acostumada com uma vida polivalente, nem sempre a mulher compreende que a autoestima, muitas vezes, é comprometida no aspecto autoaceitação, uma vez que durante toda a sua vida não olhou para si como deveria.

“Mesmo, após tantos anos, a mulher se culpa por erros que os filhos possam estar fazendo, ou ainda, se cobra pelos erros que nem cometeu. Ela não consegue aceitar tudo isso de uma maneira tranquila, sem estresse. Isso, faz com que a autoestima fique baixa,” explica Eliana Louzada, Doutora em Nutrição Aplicada Humana, coordenadora e professora de Pós-Graduação da Universidade Candido Mendes.

mulher meia idade praia chapeu

A autocompaixão é um importante componente para melhorar a autoaceitação e a autoestima. É a postura calorosa e receptiva que a mulher tem de si mesma, e de toda a sua trajetória de vida. Ela pode ser baseada em dois aspectos principais:

  • A gentileza e a compreensão consigo. Quando a mulher consegue entender que a dor e fracasso são inevitáveis para a construção da sabedoria e experiência em todos os setores da sua vida;
  • A consciência das emoções. Isso faz com que a mulher tenha a capacidade de enfrentar os seus erros ou fracassos, e não apenas evitá-los. Esse enfrentamento de maneira positiva diminui a dor e torna a mulher mais complacente, feliz consigo e com os outros ao seu redor.

Os estudos mostram que a autocompaixão pode ser um preditor de saúde uma vez que é associada negativamente à autocritica, depressão e ansiedade. No entanto, ela também é positivamente associada à satisfação com a vida e com a conexão social saudável. Quando a mulher se depara com problemas potencialmente difíceis, por meio da autocompaixão, consegue ter uma mentalidade positiva e otimista em relação a si e à vida.

mulher-meia-idade

Aqui vão algumas dicas para desenvolver a autocompaixão:

-Evite pensar ou falar palavras negativas em relação a você;
-Pense e fale alto palavras positivas, elogie-se ao menos uma vez ao dia;
-Seja gentil consigo, mesmo quando fizer algo errado;
-Analise o que você considera errado e encontre uma maneira de fazer diferente para que o resultado seja positivo. Se, ainda sim, tudo acontecer de maneira diferente do que você espera, seja compreensiva e considere tudo como um aprendizado.
-Que tal começar agora? Qual o seu autoelogio?

Fonte: Eliana Louzada é coordenadora do curso de pós-graduação em Atendimento Nutricional no Envelhecimento e professora de diversos cursos de especialização pela Universidade Candido Mendes. Doutora em Nutrição Aplicada Humana pela Universidade de São Paulo, Mestre em Educação Física, Especialista em Fisiologia do Exercício, Nutrição Desportiva, Atividade Física Personalizada e Licenciada para atuação como coach.

Dia Mundial do Coração: dicas para as mulheres cuidarem melhor dele

Ontem, 29 de setembro, foi comemorado o Dia Mundial do Coração. Pensando na data, o laboratório Salomão Zoppi, com a consultoria da médica especialista Rica Buchler, preparou um infográfico com foco no Coração da Mulher.

Dentre as muitas informações relevantes, os fatores de risco não habituais, pois muitas mulheres podem se enquadrar no perfil de maior risco para doença cardíaca e nem saber disso. Confira:

info coração1info coração2info coração3info coração4info coração5

Mulheres são mais vulneráveis à perda dentária do que os homens

Flutuações hormonais são fatores de risco que podem ocasionar prejuízos irreversíveis ao sorriso. Veja aqui quais as causas e tratamento, segundo a especialista Bruna Ghiraldini

Por conta de condição hormonal, que varia muito ao longo da vida, as mulheres, são muito mais suscetíveis do que os homens a apresentarem problemas dentários e, em especial, a perda dos dentes.

 

BRUNA-GHIRALDINI--3-
A cirurgiã-dentista Bruna Ghiraldini

O período da gravidez, por exemplo, é especialmente delicado para a saúde bucal, segundo a cirurgiã-dentista Bruna Ghiraldini, especialista em periodontia e coordenadora do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento de Produtos da S.I.N. Implant System, referência global na área de implantes.

Nessa fase, o organismo recebe uma carga intensa de hormônios estrogênio e progesterona, substâncias que promovem modificações vasculares, facilitando o ataque de bactérias nas gengivas. “Pessoas mais suscetíveis podem desenvolver gengivite que, caso não seja tratada adequadamente, leva à perda dentária”, alerta.

Também na idade madura, conforme Bruna, com a modificação hormonal que reflete em todo o organismo, a incidência de danos à saúde bucal aumenta. Desde a proximidade do final do ciclo menstrual – o chamado climatério, que acontece a partir dos 45 anos – a cavidade oral se ressente sob muitos aspectos. “A gengiva, por exemplo, diminui de volume e se retrai, situação que se intensifica com a chegada da menopausa, o que pode afetar a sustentação dos dentes e aumentar as chances de perda”, explica.

Outros fatores de risco são osteoporose (frequente na menopausa), tabagismo, diabetes, mordida inadequada, hábito de ranger os dentes, estresse e até mesmo a anatomia da boca. “Isso porque os homens, em geral, apresentam maior diâmetro dos dentes, comparado com os das mulheres. Isso os torna, também, mais blindados contra os problemas dentários”, afirma a especialista.

“Para enfrentar essa perda óssea nos dentes, que muitas vezes ocorre a partir de uma aparentemente inocente inflamação da gengiva – e isso pode acontecer em qualquer idade, com agravante no envelhecimento –, existem algumas formas de cuidado que auxiliam na prevenção”, alerta a dentista. “Contudo, se a inflamação não for tratada corretamente, já no início, pode levar à perda dos dentes, pois o que ocorre é que irá faltar osso para apoiá-los”, pontua.

Solução: implante dentário, tratamento cada vez mais acessível

implante

Bruna adianta, ainda, que é muito difícil um tecido ósseo perdido vir a crescer novamente, independentemente do que ocasionou sua perda. A alternativa, quando isso não acontece, é a pessoa passar pelo procedimento de um implante dentário. “Felizmente a tecnologia hoje oferece possibilidades seguras, com custo acessível e bastante eficientes de tratamento”, diz.

Sorriso e mastigação preservados

Ela ressalta, ainda, que um implante adequado contribui para a estética da boca, mas esse não é o único motivo que deve levar alguém a procurar tratamento. “O implante garante a reabilitação da atividade mastigatória, com forte influência na saúde física e psíquica da pessoa que sofreu a perda óssea.”

Entre os produtos considerados de ponta no mercado hoje, existem implantes dentários produzidos no Brasil, com excelente performance de custo-benefício. Um desses exemplos é o Strong SW Plus, implante fabricado pela S.I.N. Implant System e que já começa a ser exportado para todo o mundo. Seu diferencial principal, entre outros, está na superfície revestida de nanocristais de hidroxiapatita, material desenvolvido a partir de nanotecnologia, capaz de otimizar a formação óssea.

Sobre perda óssea dos dentes em mulheres

kate-kozyrka- mulher sorrindo dentes
Foto: Kate Kozyrka

Causas:
=Flutuações hormonais;
=Osteoporose;
=Tabagismo;
=Diabetes;
=Mordida inadequada;
=Inflamações na cavidade bucal;
=Hábito de ranger os dentes;
=Estresse
=Anatomia da boca.

Como evitar:
=Fazer uma boa higiene bucal, com escovação e uso de fio dental;
=Visitar o dentista com frequência, especialmente durante o período de gestação e quando se aproxima a menopausa;
=Ter uma alimentação saudável e evitar os fatores de risco;
=Manter sob controle o estresse e doenças metabólicas;
=Caso o problema apareça, é possível restaurar a autoestima e a saúde bucal com um implante dentário, que substitui satisfatoriamente a raiz dos dentes e tem excelente durabilidade.

Fonte: S.I.N. Implant System

ESPM, Revista Vogue e Suzana Pires fazem curso sobre empreendedorismo feminino

Curso apresentará técnicas para empreendedoras alcançarem objetivos pessoais e profissionais

Com o objetivo de estimular o protagonismo feminino com técnicas de marketing pessoal e empreendedorismo, a ESPM, escola de negócios referência nas áreas de Publicidade, Marketing, Consumo, Comunicação e Economia Criativa, realiza em 27 de setembro, o curso Dona de Si: Empreendedorismo e Marketing Pessoal para Mulheres. O curso é uma parceria entre a ESPM, a revista Vogue Brasil e a coluna Dona de Si, assinada pela atriz Suzana Pires.

O programa está dividido em cinco tópicos batizados de Tornando-se Dona de Si, Eu Sou Empreendedora de Mim Mesma, Eu não Quero Mais Minhas Crenças Limitantes, Eu me Conheço, Eu me Supero e Eu Assino um Compromisso Comigo Mesma, o workshop é ministrado pela atriz Suzana Pires, autora da coluna Dona de Si, publicada no site da Vogue e fundadora do Instituto Dona de Si, cujo objetivo é estimular, por meio de projetos regionais, o aumento do número de mulheres em cargos e carreiras nas quais são minoria.

sao-palestrante-suzana-pires

Para participar do workshop, que também conta com módulos sobre empreendedorismo e marketing pessoal, as interessadas devem se inscrever clicando aqui.

Curso de empreendedorismo e marketing pessoal para mulheres
Quando: sexta, 27 de setembro – a data limite de inscrições é 26 de setembro
Onde: Rua Joaquim Távora, 1240, Vila Mariana, São Paulo – São Paulo
Horário: das 9h às 17h30
Preço: R$ 699,00 ou 10 x R$ 69,90 (pode ser pago no boleto ou cartão)

Mulheres já representam 43% dos cargos de liderança no Brasil

Cerca de 70% do quadro de funcionários da Fundação Pró-Renal são mulheres

Atualmente no Brasil há 9,3 milhões de mulheres empreendedoras, segundo a Agência Sebrae de Notícias, o que representa 34% de todos os negócios formais e informais do país. A busca pela independência financeira ou ter uma outra fonte de renda são os principais motivos que levam as mulheres a se tornarem empreendedoras.

O número de mulheres que são chefes de família também é um número considerável. “Antes as mulheres não lutavam por espaço, era apenas um complemento para a renda. Em torno de 43% atualmente são chefes de domicílio, é um número bastante significativo. Antes a mulher buscava por condições diferentes. Hoje, não há mais motivos para ganhar menos”, afirma Juliana Bacilla de Souza, consultora de negócios do Sebrae-PR. Segundo a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2017, dos 2,6 milhões de empregos em cargos de chefia, 1.143.821 eram ocupados por mulheres.

mulher executiva celular
Pexels

Um estudo chamado Mulheres, Empresas e Direito 2019, feito pelo Banco Mundial, mostra que o Brasil, se comparado a outros países, encontra-se em uma boa posição no que diz respeito à liberdade das mulheres em se deslocar, iniciar em um emprego, trabalhar sem a permissão do marido e ter autonomia de gerenciar.

Mas as mulheres empreendedoras ainda encontram outra dificuldade: as linhas de financiamentos. O valor de crédito disponibilizado para empréstimos para elas em instituições bancárias é de R$ 13 mil a menos do que para os homens e a taxa de juros é de 3,5% a mais — mesmo que o público feminino represente uma taxa de inadimplência menor que o público masculino, sendo 3,7% para 4,2%.

“Hoje mais de 50% dos negócios iniciais são liderados por mulheres, em diversas áreas. O empreendedorismo por oportunidade voltou a crescer. As mulheres estudaram, voltaram a crescer, foram atrás e fizeram diferente do empreendedorismo por necessidade”, explica a consultora do Sebrae-PR.

Mulheres no poder

anelise.jpg
Anelise Marcolin

Na Fundação Pró-Renal de Curitiba, 69,2% dos funcionários são mulheres e, dessas, 12 são líderes, representando 8,5% em relação ao número geral de funcionários. Um exemplo é Anelise Marcolin. Diretora executiva da instituição há dez anos, enfermeira de formação e pós-graduada em Nefrologia, ela conta que sua carreira foi desenvolvida sempre em empresa multinacional.

“Trabalhei em vendas e em marketing no desenvolvimento de produtos; coordenei e implantei programas de qualidade em saúde em clínicas de diálise em diferentes regiões do Brasil, também liderei equipes e participei de desenvolvimento de eventos de saúde. Meu aperfeiçoamento sempre foi voltado para gestão empresarial e liderança”, conta. Para ela, para ser diretora de uma instituição sem fins lucrativos, é necessário ter criatividade, entender as áreas de captação de recursos e é crucial diversificar inovar as fontes de receitas.

As mulheres ainda enfrentam muitas dificuldades relacionadas ao preconceito e ao machismo dentro das organizações quando o assunto é o mercado de trabalho. Um bom exemplo são os salários pagos a elas, que, segundo a RAIS, representam 69,8% do salário dos homens. “Quanto à diferença salarial acho uma grande injustiça, pois não é o gênero que define a entrega do resultado, mas, sim, o compromisso e as competências para com as metas institucionais; acredito muito na competência e habilidade feminina em liderar”, complementa Anelise.

“A ascensão das mulheres é inevitável não só na saúde, mas em diferentes áreas, inclusive as exclusivas aos homens. Acho fundamental quebrar muitos preconceitos, como fragilidade, instabilidade de humor, falta de foco; ao contrário, somos muito mais focadas, dedicadas e trabalhamos muito melhor com equipes”, defende Anelise, que acredita no poder de compartilhar das mulheres, na flexibilidade e no poder de comunicação.

autoestima mulher executiva

“Acho que as mulheres são muito preparadas para ensinar e não reter o conhecimento. Aprendemos a respeitar as diferenças e a trabalhar com a multidisciplinaridade das equipes”, finaliza a diretora da Fundação Pró-Renal.

Fonte: Fundação Pró-Renal

Um pouco da história da chef Danielle Dahoui e do Bistrô Ruella

Brasileira de coração e cidadã do mundo de alma. Nascida em Pernambuco em 1968, Danielle Dahoui cresceu entre Rio e Petrópolis, com uma rápida passada pela moda de 1987 até 1990, onde foi proprietária de uma confecção, já empreendendo.

chef-dahoui
Foto: Rogerio Voltan

O destino a levou para o sul da Bahia em 1991 e lá descobriu seu dom de cozinhar, servir e compartilhar conhecimento com sua barraca de frente para a praia. Em 1992, foi atrás de conhecimento gastronômico na França, com seu passaporte francês por parte de pai, com quem teve muito pouco contato. E lá foi ela para mais uma aventura: sem dinheiro, sem falar francês e sem conhecer ninguém, na cara e na coragem. Na França, passou por muitas histórias de superação e por vários restaurantes, nos quais aprendeu tudo da clássica cozinha francesa com a mão na massa, sem nunca ter estudado.

De volta ao Brasil em 1996, pela primeira vez em São Paulo, criou, buscou investidores e fez acontecer o seu primeiro bistrô, o Ruella, em uma época em que só existia a nouvelle-cuisine francesa no Brasil. Ela serviu uma cozinha de bistrô franco-brasileira com toques orientais.

Risoto de Pato
Risoto de Pato

Ali continuou a ter muito jogo de cintura como chef mulher, autodidata e jovem para montar uma equipe em um meio supermachista e fechado. Chegou 100% sem conhecimento e por meio de muita dedicação e investimento em estudo escolar, transformou a equipe em grandes profissionais, e muitos estão com ela até hoje. Criando líderes e uma equipe sólida e feliz.

Mignon de Avestruz
Mignon de avestruz

Na época não existiam faculdades e cursos de gastronomia, só o Senac em Campos de Jordão. Ela não parou por aí: criou, fez acontecer e comandou mais seis restaurantes de sucesso, entre São Paulo e Rio, de 1998 até 2015, criando experiências únicas aos seus clientes com seu jeito de ser, de decorar, de cozinhar e receber a todos como se estivessem em casa de amigos.

Dahoui enxergou que compartilhando seu conhecimento, poderia transformar a vida das pessoas e, há 23 anos, dá aulas, palestras de empreendedorismo e de sustentabilidade no terceiro setor. Em 2001, começou a fazer mini-wedding, sendo pioneira mais uma vez.

Além de ser mãe, chef, empreendedora, alquimista, decoradora de seus sete bistrôs, Dahoui é a única mulher no mundo a apresentar o reality show Hell’s Kitchen, em 2016, sem maltratar e, sim, criando um ambiente de troca e admiração. Desde então é jurada do BBQ Brasil, no qual usa sua criatividade em assados inusitados, mostrando que tudo pode ser feito na brasa. Ambos os programas no SBT.

Apaixonou-se pela TV e decidiu vender dois de seus restaurantes em dezembro de 2018, ficando apenas com o Ruella da Vila Olímpia, ‘seu primogênito’. Assim terá mais tempo para se dedicar a criar conteúdo para programas de TV como showrunner. Mais uma vez ousando recomeçar em uma nova profissão aos 50 anos.

_O4A8132 ©rogerio voltan
Foto: Rogerio Voltan

Em 2020, estará com um programa sobre empreendedorismo feminino, nesse como showrunner e apresentadora. Seus alicerces e dicas para criar uma experiência aos seus clientes vêm de uma equipe feliz com investimentos constantes, ajudando seus pequenos fornecedores de anos a serem responsáveis com o meio ambiente, criando assim verdadeiros parceiros.

Serve uma comida saborosa, plural e confortável sem mimimi, em ambientes inusitados, com uma gestão e RH pró-ativos, onde a equipe vem em primeiro lugar. O resultado são clientes de todas as idades e estilos felizes, e a casa lotada todos os dias há 23 anos.

A empreendedora humanista está sempre se reinventando, enfrentando as adversidades com criatividade, força e resiliência, criando laços com equipe e parceiros. “Afinal, sucesso é ser feliz, se divertir e fazer o bem sem importar a quem”, diz Danielle.

bistro-ruella

Ruella Bistrô: Rua João Cachoeira, 1507 – Vila Olímpia – São Paulo. Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 19h às 24h. Sábados e domingos, no almoço apenas para mini-wedding e eventos.

Rio: restaurante cria “Quarta de Las Mujeres” com bebidas em dobro e petisco de graça

O restaurante espanhol El Don Esquisito, no Vogue Square, na Barra da Tijuca, por meio da agência Z9 criou o “Quarta de Las Mujeres”. As mesas só com mulheres têm direito a dose dupla de Clericot Don 6 e, na compra de dois drinques, as clientes ganham petiscos da culinária espanhola, como papas rejillas ou croquetas.

A chef Heaven Delhaye, do programa MasterChef, é a responsável pela cozinha do empreendimento.

Divulgação El Don Esquisito

Restaurante El Don Exquisito – Shopping Vogue Square: Av. das Américas 8585  – Barra da Tijuca. Horário de funcionamento: domingo, terça, quarta e quinta, das 18 às 24 horas. Sexta e sábado; das 18h às 2h

Investimentos e Planejamento Financeiro: temas do próximo encontro The Women

Que lugar de mulher não é só mais dentro de casa já é fato consumado nos dias de hoje. As mulheres vêm derrubando uma cultura de décadas, na qual se fala que o homem é quem tem que sair para trabalhar e prover a família. O que se tem observado é um grande aumento do público feminino que se interessa por atividades majoritariamente ocupadas por homens, como as relacionadas a finanças e investimentos.

É isso mesmo. O mercado financeiro virou um tema atraente para as mulheres, que hoje respondem por mais de 46% da população ativa no Brasil. E é justamente para ensinar como investir o seu dinheiro de maneira adequada e inteligente que o The Women realiza o encontro: “Como investir o seu dinheiro de acordo com seus objetivos e sonhos”, no dia 15 de agosto, no IL Barista, em São Paulo.

Para conduzir a conversa sobre esse conteúdo, o The Women convidou a especialista em investimentos e mercado financeiro, Alessandra Boiani. O local escolhido para a realização desta edição é o IL Barista Cafés Especiais, referência há 11 anos em cafés sofisticados e blends especiais.

the women evento2

Cada dia mais as mulheres ganham destaque, se empoderando de espaços públicos e assumindo posições de responsabilidade, autonomamente ou dentro de corporações. E nos investimentos não é diferente. Na Bolsa de Valores, a quantidade de mulheres investidoras saltou de 15 mil em 2002 para 141,7 mil em 2017. No tesouro direto, entre 2013 e 2017, o público feminino quase dobrou, saindo de 80,5 mil para 155,5 mil, um avanço de 93,1%.

“O que mudou principalmente foram os desejos e ambições das mulheres: elas querem e sabem que podem mais. E neste novo contexto de empoderamento feminino é importante saber a como investir o seu dinheiro de acordo com seus objetivos e sonhos”, explica Alessandra.

Durante a palestra, serão abordados diferentes cenários, perfis e formatos de mercado. “Aproveitando o lugar especial que estaremos reunidas, a ideia é fazer um verdadeiro “blend de investimentos”, mostrando que não existem produtos bons ou ruins, mas sim inadequados para aquele tipo de mulher ou perfil”, completa a especialista.

O evento faz parte de mais uma experiência de autoconhecimento, networking, troca e muita descontração proporcionada para mulheres. O convite inclui um coquetel receptivo, um delicioso jantar volante preparado pela gastronomia do IL Barista – sob a curadoria da chef oficial do The Women, Luciane Cataneo – sorteios, presentes, e drinques.

Desta vez, a proprietária do IL Barista, Gelma Franco, que é uma das maiores especialistas em café do país, oferecerá a degustação de dois cafés especiais: “Estamos muito felizes em receber no nosso espaço um evento tão agregador. Escolhi dois blends super especiais para compor o encontro, que promete ser incrível”, comenta Gelma.

the women 2

“Nossos encontros reúnem de 20 a 30 mulheres, criando conexões reais e possibilitando a absorção de um conteúdo que promova o desenvolvimento pessoal e profissional para o universo feminino. Preparamos tudo com muito carinho para que o encontro seja especial e possa fazer diferença na vida das participantes”, finaliza a idealizadora do projeto, Theka Moraes.

Quem participa do ‘The Women’

O conceito inovador do “The Women” atende a mulheres que buscam ter um momento diferenciado do seu hall social e profissional.

Sobre a Palestrante

Alessandra Boiani é corretora de seguros plena, cadastrada na Susep. Tem 21 anos de experiência na área de seguros e investimentos, no Brasil e no exterior. Especializada em planejamento familiar e empresarial, sucessório, tributário e fiscal. Também é assessora de investimentos, cadastrada na CVM e planejadora financeira cadastrada na Planejar.

Sobre Theka Moraes

theka

Formada em Gestão Comercial na Anhembi Morumbi, de São Paulo, Theka Moraes possui ampla experiência no mercado de negócios e relacionamentos conquistados ao longo dos últimos 15 anos, com passagem pela área de negócios da revista Cool Magazine, da plataforma de networking Experience Club, da AEG World Wide, entre outras.

Como investir o seu dinheiro de acordo com seus objetivos e sonhos
Data: dia 15 de agosto
Horário: às 19h
Local: IL Barista
Endereço: Rua do Consórcio, 191 – Vila Nova Conceição, São Paulo.
Informações e reserva de vaga: consultar o perfil no Instagram ou clicar aqui. Valor: R$ 323,00

 

Ikesaki promove palestras em parceria com grupo Mulheres no E-commerce no VTEX DAY 2019

Nos dias 30 e 31 de maio, a rede de hiperlojas promoverá ciclo de palestras com profissionais de destaque no e-commerce. Marca também irá apresentar tecnologia de realidade aumentada xAR, exposição da Maurício de Sousa Produções e mais

A Ikesaki, rede de hiperlojas de beleza profissional, irá apresentar na 7ª edição do VTEX DAY, evento de tecnologia em e-commerce que ocorrerá nos dias 30 e 31 de maio, no São Paulo Expo, uma série de ações que destacam inovação e empoderamento. No Meeting point das Mulheres no E-commerce, a Ikesaki idealizou um espaço exclusivo para receber as profissionais do setor.

“O grupo Mulheres no E-commerce surgiu com o objetivo de auxiliar mulheres que empreendem ou trabalham com e-commerce. A iniciativa já reúne aproximadamente 4 mil mulheres e promove o crescimento das profissionais, estimula o networking, e oferece suporte às mulheres”, afirma Carolina Moreno, Diretora de Marketing na Original.io e Fundadora do Mulheres no E-commerce.

Confira a agenda de Palestras da Ikesaki no VTEX DAY 2019:

30 de maio – 14h30 – Palestra de Virginia Vieira – A Gestão das Emoções
30 de maio – 16h – Palestra de Elaine Dias – Os cuidados da saúde no dia a dia das mulheres
31 de maio – 10h – Palestra de Andrea Iorio – Relacionamento com o Cliente na Era Digital
31 de maio – 12h – Palestra de Cristiano Santos – A incrível arte de gerar negócios através do Linkedin
31 de maio – 13h – Palestra de Virgínia Vieira – A Gestão das Emoções
31 de maio – 14h – Palestra de Liliane Ferrari – Pinterest: diga-me o que pinas que te direi quem és
31 de maio – 14h40 – Palestra de Renata Melhen – Empreendedorismo Feminino

Para participar das palestras, as interessadas deverão se inscrever no estande da Ikesaki, das 12h às 14h, nos dois dias do evento.

mulher executiva

Além das palestras, a Ikesaki irá apresentar as seguintes atrações em seu estande no VTEX DAY 2019:

Área de realidade aumentada – Por meio da incorporação da solução de Realidade Aumentada xAR, desenvolvida pela xGB, a Ikesaki lançará um game que consiste em apontar o dispositivo, seja um smartphone ou tablet, para marcadores que estarão disponíveis em um painel durante o evento. Por meio de uma matriz de escolha, os jogadores avançarão até concluírem a jornada proposta. Ao final, os usuários serão premiados com brindes das marcas de beleza parceiras.

Exposição Somos Todas #donasdarua, da Maurício de Souza Produções – A exposição da empresa criada por Mauricio de Sousa, o pai da Turma da Mônica, agrega conteúdos que demonstram, por meio de histórias e exemplos, como meninas do Brasil e do mundo podem exercitar seu direito de ser o que quiserem e entender melhor conceitos como empoderamento e igualdade de oportunidades.

Espaço Empodere-se

Nesta área, a Ikesaki irá oferecer sua experiência de salão de beleza gratuitamente aos visitantes do VTEX DAY. Nos camarins, profissionais aplicarão serviços de análise capilar, de tendências em cabelos, como o corte ‘bordado’; maquiagem e esmaltação. No espaço Barber Shop, serão oferecidos serviços de corte e barba. Haverá também máquinas de fliperama e estúdio de tatuagem. As ações ocorrem em parceria com as marcas Bio Extratus, Dailus, Impala, Barba Forte, Bilhares Mercedes e Okashi San.

Entregas em 2 horas

Nos dois dias de VTEX DAY, os produtos profissionais de beleza da Ikesaki serão encontrados a preços promocionais, com brindes e opção de serviço de entrega rápida – em 2 horas – dentro do pavilhão, para compras efetuadas no totem ou no tablet no estande.

O VTEX DAY é um dos maiores eventos do mercado digital. Um público de mais de 15 mil pessoas é esperado na edição de 2019. O VTEX DAY terá mais de 24 horas de conteúdos inéditos, distribuídos em dois dias de programação e apresentados por mais de 80 especialistas em diversos assuntos. Entre os destaques de palestrantes está o criador da Turma da Mônica, Maurício de Sousa.

Ikesaki no VTEX DAY 2019
Datas: 30 e 31 de maio
Local: São Paulo Expo
Endereço: Km 1,5 da Rodovia dos Imigrantes
Horário: 30/05 (8h) e 31/05 (9h)

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher: saiba o que mais as afeta

Apesar de afastarem-se do trabalho menos que os homens por motivos de doença, a população feminina sofre com problemas de saúde que podem se apresentar de maneira crônica

Hoje, 28 de maio, é comemorado o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher. De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), dentre as principais doenças que mais atingem esse grupo populacional estão câncer de mama, endometriose, infecção urinária, câncer no colo do útero, fibromialgia, depressão e obesidade.

Em paralelo, a Gesto, health tech de corretagem de seguro saúde, baseada em ciência de dados, mapeou uma base de aproximadamente 720 mil vidas formada por beneficiários atendidos por planos de saúde empresariais e observou que o mais preocupante disso é que os problemas estão correlacionados com os motivos crônicos que se apresentam com mais frequência dentre elas.

No Brasil, a maior parte da saúde suplementar é custeada pelas empresas por meio do plano de saúde. “Ou seja, temos dois agentes corresponsáveis por cuidar do indivíduo: a própria pessoa, que deve querer seu bem maior; e o gestor da companhia, que precisa controlar a sinistralidade para manter a sustentabilidade do benefício”, explica a médica encarregada pela Gestão de Pacientes da Gesto, Lais Fieschi Braun Ferreira.

“Sabendo de maneira antecipada os principais problemas que atingem a saúde das colaboradoras de uma determinada população empresarial, temos um poderoso instrumento para melhor direcionar programas específicos de promoção de saúde e prevenção de doenças com foco em reduzir a incidência de casos crônicos, além de cuidar mais de perto e oferecer apoio médico dedicado às patologias que se concretizarem”, detalha a médica. “Contar com um atendimento focado tranquiliza o beneficiário. A empresa também se beneficia na diminuição dos reajustes do seguro saúde, na redução de ausências dos colaboradores e na melhora do desempenho do time.”

barriga intestino saude mulher

Segundo o estudo, que considerou 375 mil mulheres na amostra, dislipidemia (elevação de colesterol e triglicerídeos), diabetes, problemas reumáticos e oncológicos afetam as mulheres significativamente, assim como questões ortopédicas e infecto-contagiosas. Esse cenário, que contribui para elevar as taxas de internação no País e que se assemelha com os oficiais da ANS, demanda certa atenção para elevar a qualidade de vida delas.

As questões reumatológicas são diversas e necessitam de cuidados direcionados para cada doença. A fibromialgia, por exemplo, não tem cura, mas pode ser aliviada com um trabalho multidisciplinar que envolve a combinação de medicamento, terapia, exercícios, fisioterapia, terapia cognitivo-comportamental e medicina alternativa como acupuntura, massoterapia entre outras técnicas.

No geral, casos como diabetes e dislipidemia podem ser controlados com mudança no estilo de vida investindo em uma alimentação saudável, exercícios físicos regulares, perda de peso, além da medicação para controle dos níveis de açúcar no sangue e da lipoproteína de baixa densidade (LDL). O cuidado com essas doenças que podem se comportar como crônicas no longo prazo evita o surgimento de problemas ainda mais graves como os coronários, os cardiovasculares, a cegueira dentre outras conseqüências possíveis.

Já as pacientes oncológicas precisam de tratamentos específicos para o tipo e grau do câncer detectado, que no caso feminino é mais comum e frequente surgir nas mamas e no colo do útero. Para descobrir o problema no início e aumentar as chances de cura dessa patologia, o ideal é que as mulheres façam anualmente check-up ginecológico com mamografia e papanicolau e outros exames indicados pelos médicos, além de fazer mensalmente o autoexame de mama.

Apesar disso tudo, o mapeamento da health tech também concluiu que, diferente do que a crença popular imagina, as mulheres, excluindo os atestados médicos emitidos durante a gravidez, têm apenas 18% de ausência ao trabalho por motivos de saúde, enquanto os homens apresentam uma taxa de 59% dos documentos. Se incluirmos período da gestação, elas somam apenas 41% do total emitido pela base de vidas.

medica e paciente womansday
Foto: Woman’s Day

“O cuidado que as mulheres têm com a saúde é maior. A responsabilidade histórica com filhos, casa e trabalho pode ser uma explicação para que elas realizem seus check-ups regularmente, diminuindo a incidência de afastamento das atividades”, finaliza Lais.

Fonte: Gesto