Arquivo da categoria: música

Janis Joplin: biografia definitiva chega no ano em que se completa 50 anos de sua morte 

Livro relembra a carreira meteórica da cantora símbolo de independência feminina e cuja importância para a cena musical internacional permanece viva

O peso na letra unida à rouquidão e a emoção na voz de Janis Joplin dão o tom da carreira da maior e mais influente cantora de rock da história. Mas, por trás da figura mítica da artista, há uma vida carregada de transgressões, quebras de paradigmas, frustrações amorosas e dissabores familiares. Escrita por Holly George-Warren, jornalista e uma das mais respeitadas cronistas da história da música norte-americana, “Janis Joplin: Sua Vida, Sua Música”, lançamento da Editora Seoman, chega ao Brasil para nos fazer rememorar sua trajetória, no momento em que se marca o cinquentenário de sua morte.

Para relatar a vida da cantora, a autora, que também é especialista em biografias de rock, recorreu a familiares da cantora, amigos, colegas de banda, pesquisou arquivos, diários, cartas e entrevistas há muito perdidas. Ela faz, sobretudo, um perfil minucioso detalhando os passos de Janis até a overdose acidental de heroína, que lhe ceifou a vida em 4 de outubro de 1970.

Por meio de um estilo radiante e intimista, esta biografia consolida Janis como vanguardista musical. Uma mulher rebelde, dona de grande astúcia e personalidade complexa, que rompeu regras e desafiou todas as convenções de gênero em sua época, abrindo caminho para as mulheres poderem extravasar suas dores e revolta no cenário artístico sem serem tão oprimidas pelo universo machista existente no meio musical. Este livro também foi celebrado pela grande mídia nos estados Unidos – The New York Times e The Washington Post, entre outros – como a biografia que revela, de forma definitiva, a “verdadeira Janis Joplin”, além de ser elogiado no site oficial da cantora.

Janis se notabilizou com o rock, mas transitava com facilidade por outros ritmos, como blues, o soul e o folk-rock. Sua carreira solo teve poucos anos de existência, mas foi capaz de notabilizar canções como “Mercedes Benz”, “Get It While You Can” e “Me and Bobby McGee”. Entretanto, sua erudição, empenho e talento combinados não transformaram a cantora no símbolo que representa. “Por sua influência e por seu próprio trabalho perene, Janis Joplin permanece no coração de nossa música e de nossa cultura”, afirma a autora.

“Uma descrição magnífica e muito interessante de Janis. Holly George-Warren tem um estilo de escrita atraente e cativante, e fiquei impressionada com a profundidade de suas novas entrevistas e informações” – Laura Joplin, irmã de Janis Joplin.

Responsável por dar fim à tônica de opressão e machismo que pairavam no mundo àquela época, Janis Joplin expunha sem medo suas convicções sobre temas como sexualidade e a psicodelia. Por essa vertente também tem entre suas fãs, a compositora e ativista Rosanne Cash e outras emblemáticas cantoras como Brandi Carlile, Margo Price e Courtney Marie Andrews. Além disso, diversas artistas vivenciaram a luta de Janis contra o sexismo do mundo do rock, entre elas, Patti Smith, Debbie Harry (Blondie), Cyndi Lauper, Chrissie Hynde (The Pretenders), Kate Pierson (B-52’s) e Ann e Nancy Wilson (Heart), que foram diretamente influenciadas por sua música, atitude e coragem.

“Antes da passagem um tanto breve de Janis Joplin pelo sucesso, teria sido difícil para essas artistas encontrarem um modelo feminino comparável à beatnik de Port Arthur, Texas. A mistura de musicalidade confiante, sexualidade impetuosa e exuberância natural, que produziu a primeira mulher estrela do rock dos Estados Unidos, mudou tudo”, conta a autora na introdução da obra.

“Magistralmente bem pesquisada, esta biografia revela definitivamente a verdadeira Janis Joplin” – The New York Times

A forma como Janis transmitia emoção, em um canto que ia da melancolia à rebeldia, era e sempre será único. Sua voz rouca, que todos conhecem, revela uma alma que sofria e buscava refúgio na heroína. Outro fator que marcou sua vida, também retratado no livro, foi a busca incessante pelo amor. Ela que nunca foi capaz de ter um relacionamento sólido e duradouro, e dessa forma buscou uma maneira de aliar a sua carreira com o sonho de constituir uma família, levando-a ao seu triste fim: sua morte precoce, aos 27 anos, por overdose acidental de heroína.

Sobre a autora:

Holly George-Warren foi indicada duas vezes ao Grammy e é autora premiada de 16 livros, entre eles duas biografias: A Man Called Destruction: The Life and Music of Alex Chilton e Public Cowboy #1: The Life and Times of Gene Autry, além do best-seller do New York Times: A Estrada para Woodstock (com Michael Lang). Ela já escreveu para diversas publicações, incluindo The New York Times, Rolling Stone e Entertainment Weekly, tendo atuado também como consultora em documentários como Muscle Shoals, Nashville 2.0 e Hitmakers. Holly faz parte da comissão de indicação do Rock & Roll Hall of Fame e leciona na Universidade Estadual de Nova York, em New Paltz.

Livro: Janis Joplin: Sua Vida, Sua Música
Autora: Holly George-Warren
Editora: Seoman
Páginas: 432
Preço: R$ 69,90

Lenny Kravitz é a nova estrela de Yves Saint Laurent Beauté

Yves Saint Laurent Beauté anuncia o ator e músico de rock considerado um dos mais proeminente do nosso tempo, Lenny Kravitz, como embaixador e porta-voz da marca. O cantor, compositor, produtor, instrumentista, ator, ícone da moda, fotógrafo e designer compartilha os mesmos valores de Yves Saint Laurent Beauté, com seu espírito jovem e sua constante busca pela autorrealização sempre pronto para enfrentar qualquer desafio com a mente aberta.

“Sempre fui fã de Yves Saint Laurent e de seu trabalho, sua estética, seu estilo de vida, sua ousadia. Ele era super eclético e desenhava de muitos lugares. Eu também sempre usei muito Saint Laurent. Isso não foi algo que eu tive que me encaixar ou pensar sobre, faz parte do meu estilo de vida há tantos anos. É uma colaboração muito orgânica”, diz Kravitz, que completou 56 anos em maio.

Informações: Yves Saint Laurent – SAC: 0800 727 5626 / Instagram: @yslbeauty

Projeto Músicas Para Relaxar é focado em meditação e relaxamento

Formado por 3 álbuns, o intuito é diminuir a ansiedade e estresse, potencializados neste momento de pandemia

A Sony Music disponibilizou o projeto “Músicas Para Relaxar”, formado por um pack de três álbuns para ajudar a diminuir a ansiedade e estresse, potencializados neste momento pela pandemia do coronavírus.

O projeto seguiu um estudo da gravadora, que identificou o aumento pela procura de músicas neste perfil. Todas as 50 faixas foram compostas pelo maestro Ricardo Itaborahy Soares, de Minas Gerais. Foram usados sons reais da natureza com linhas melódicas para a composição de cada canção.

O primeiro álbum, que conta com 20 faixas, é todo em inglês e recebeu o nome de “Meditate And Relax To The Sounds Of Nature”. Já o segundo disco, “Música Pra Dormir Relaxar e Meditar”, traz 15 músicas. Para fechar, mais 15 canções com o título de “Barulho da Natureza”.

mulher ouvindo musica na cama fone de ouvido

Tracklist (para acessar clique no nome do álbum):

Meditate and Relax to the Sounds of Nature
1) Forest Blue – 3:04
2) Whales in the sea – 3:08
3) Free Birds – 3:01
4) Light Wind – 3:25
5) Bright Forest – 2:55
6) Sea Shore – 2:50
7) Calm River – 3:02
8) Tree and Birds – 3:16
9) Rainning – 3:03
10) Beach and nature – 3:11
11) Small waterfall – 3:06
12) The Coast Wind – 3:25
13) Rain in the Forest – 2:58
14) Waterfall Green – 3:33
15) Crickets in the Silence – 3:07
16) Rainning in the ocean – 2:58
17) Live Nature – 2:35
18) Gentles Birds – 3:23
19) Red Beach – 3:07
20) Beatifull River – 3:06

Música Pra Dormir Relaxar e Meditar
21) Natureza Calma – 2:59
22) Flauta na Floresta – 3:14
23) Recanto – 3:00
24) Sinfonia de Pássaros – 2:22
25) Sossego das Águas – 3:14
26) Passarinho no Rio – 3:16
27) Pássaros da Noite – 3:24
28) Manha na Roça – 3:17
29) Mar dos Passarinhos – 3:50
30) Gaivotas – 3:24
31) Maré – 3:17
32) Mar Tranquilo – 3:20
33) Descanso dos Pássaros– 3:35
34) Dentro das Roças – 3:42
35) Floresta Clara – 2:56

Barulho da Natureza
36) Esperança das Águas – 3:22
37) Pássaros na Gruta – 3:13
38) Um Rio na Gruta 2:31
39) Chovendo na Floresta – 3:14
40) Chove na Cachoeira – 3:21
41) Maré Doce – 3:29
42) Silêncio no Pier – 3:16
43) Som da Mata – 3:17
44) Ambiente Natural – 2:57
45) Barulho da Natureza – 3:28
46) Vento na Floresta – 3:06
47) Ventando no Oceano – 3:00
48) De noite no Rio – 3:26
49) Cachoeirinha – 3:05
50) Beleza Natural – 3:02

 

CarnaRock Cervejaria Madalena: cerveja artesanal, gastronomia e muita música

Carnaval também é dia de rock bebê! Quem quer fugir da folia das ruas mas não abre mão de curtir o feriadão em grande estilo, a Cervejaria Madalena promove cinco dias de festa embalados com muito rock and roll regado a muita cerveja e uma divertida experiência para toda a família na ampla fábrica-bar.

No dia 21 de fevereiro, sexta-feira, a festa começa às 18 horas e segue até às 23 horas ao som da banda Beer Rock. Quem chegar até as 21 horas garante ainda double chope de Lager.

Nos dias 22, 23, 24 e 25 de fevereiro o público pode curtir o som de bandas covers com clássicos do rock nacional e internacional, música brasileira com repertório variado e cover dos Mamonas Assassinas.

Nos dias de festa, as mais de vinte torneiras de chope da fábrica-bar oferecem a bebida com estilos que vão dos clássicos aos sazonais, como a Lager Premium, Bohemian Pilsen, Amber Ale, American Pale Ale, India Pale Ale, Double IPA, Weiss e Stout entre outras.

Cerveja-Garrafa

Confira a programação:

Sexta-feira – 21/02

Banda Beer Rock – Banda de covers dos clássicos do Rock nacional e internacional – 18h às 23h
Double de chope estilo Lager até as 21h
Entrada Livre

Sábado – 22/02

Banda Rockfuzz – Clássicos do Rock
13h às 23h
Entrada 1 kg de alimento ou R$ 10,00 para doação

Domingo – 23/02

Banda Cracklin’Groove– Clássicos do Rock
Banda Mamonas Diet Music – Cover do Mamonas Assassinas
13h às 19h
Entrada livre

Carnaval mulher cerveja

Segunda-Feira – 24/02

Banda Prece Cósmica – Música Brasileira – No repertório, Secos e Molhados, Mutantes, Novos Baianos, Tim Maia, Roberto Carlos, Erasmo Carlos, Alceu Valença, Belchior, Raul Seixas, Caetano Veloso, Gilberto Gil, Clube da Esquina entre outros.
13h às 19h
Entrada livre

Terça-Feira – 25/02

Banda Banda Beer Rock – Banda de covers dos clássicos do Rock nacional e internacional
13h às 19h
Entrada livre

Cervejaria Madalena: Rua Araçatuba,137, Santa Maria, Santo André.

Ribeirão Pires terá 6º Festival do Cambuci neste fim de semana

Nos dias 29 e 30 de novembro e 1º de dezembro, Complexo Ayrton Senna sediará programação com atrações culturais e gastronômicas com fruta sensação do momento

Neste fim de semana, Ribeirão Pires recebe o 6º Festival do Cambuci, no Complexo Ayrton Senna. O evento reúne produtores do fruto para exposição e comercialização de itens variados. Além de Ribeirão Pires, o Festival conta com participantes de cidades como Bertioga, São Paulo, São Bernardo do Campo, Santo André, Salesópolis, Rio Grande da Serra e São Lourenço.

Entre os produtos oferecidos, será possível encontrar doces, licores, cachaças, geleias, mousses, sucos, xaropes, cerveja, sorvete, bolo de pote, antepastos e muitas outras delícias derivadas do fruto.

Originário da Mata Atlântica, o cambuci é a fruta sensação entre os produtores. No estado de São Paulo, a produção tem aumentado a cada ano e, em 2019, a expectativa é de colher 80 toneladas. Para o plantio, é preciso apenas roçar o terreno para controlar o mato. Além disso, o gado não come e nenhuma praga consegue atacar a fruta.

Origem tupi-guarani

cambuci

A palavra cambuci vem do tupi guarani kãmu-sí, que significa “pote de água”. O formato da fruta lembra o de um vaso de cerâmica. Por dentro, ela tem bastante polpa, mas o ideal não é consumir a fruta desse modo, já que ele é bastante cítrica e azeda.

Uma das possibilidades é consumir em forma de geleia, mergulhado na cachaça ou transformado em suco. O suco tem o sabor semelhante ao de goiaba verde e, no final, pode ficar com gosto de caju.

O evento realizado Festival Sabor do Brasil tem o apoio da Prefeitura da estância turística de Ribeirão Pires, por meio de parceria entre a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico e a Rota do Cambuci. O 6º Festival do Cambuci ocorre na sexta-feira (29/11) – das 19h às 22h; sábado (30/11), das 12h às 22h; e domingo (1º/12), das 12h às 22h, na Tenda Multicultural do Complexo Ayrton Senna – Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193, Centro. A entrada é gratuita.

Diversas opções gastronômicas

cambuci_2

A 6ª edição do Festival do Cambuci também contará com diversas opções de lanches – pernil, calabresa, hambúrguer artesanal, fondue no pote, pipoca gourmet, milk-shake, churros, entre outros, disponíveis em foodtrucks.

Valorização de artistas locais

O evento também promove a valorização dos artistas locais. Todas as atrações são de Ribeirão Pires. Estão confirmados “On The Vibe”, “Ricardo Reis”, “Siderais” “Aya”, “Paulo Barbosa”, “Carol Melo”, “Luana Giampietro e Junior Gomes”, “Hosana Anjos”, “Steve Sill” e apresentações de Dança da Escola Municipal (confira a programação artística completa).

Confira a programação artística:

29/11/19 – Sexta
19h – On the Vibe
20h – Ricardo Reis
21h – Siderais

30/11/19 – Sábado
12h – Abertura
13h – Workshop / Palestra
15h – Escola Municipal de Dança
16h30 – Aya
19h – Paulo Barbosa
21h – Carol Melo

1º/12/19 – Domingo
12h – Abertura
13h – Workshop/Palestra
15h – Escola Municipal de Dança
16h30 – Luana Giampietro e Junior Gomes
19h – Hosana Anjos
21h – Steve Sill

Festival_Cambuci.jpg

6º Festival do Cambuci
Sexta-feira (29/11) – das 19h às 22h
Sábado (30/11), das 12h às 22h
Domingo (1/12), das 12h às 22h
Local: Tenda Multicultural do Complexo Ayrton Senna
Endereço: Av. Prefeito Valdírio Prisco, 193, Centro, Ribeirão Preto (SP) 
Entrada gratuita

Feriadão com rodízio de petiscos, open chope, feijoada e música ao vivo no Pátio SP

Feriado prolongado e quem estiver em São Paulo não pode perder a programação do Pátio SP – bar de música brasileira localizado na boêmia Vila Madalena. De happy hour com rodízio de petiscos, drinques, open chope à feijoada com música de qualidade: serão 11 apresentações, durante os quatro dias.

O “esquenta” começa hoje (14), véspera de feriado, com o projeto “Samba no Pátio”, comandado pelo grupo Desejo Maior, que receberá os grupos Art Popular e Tudo de Novo.

Vale lembrar que das 17 às 21h30 tem happy hour, com drinques a preço especial, rodízio de petiscos e open chope, disponíveis de terça, quarta e quinta. A seleção de drinques inclui opções tradicionais e especialidades da casa, todos a R$ 19,90 cada. Entre os clássicos, Gim tônica tradicional – Gim Gordon’s, água tônica e limão (preço normal R$ 30) e Mó Agito (como foi batizado o Mojito) – Rum, folhas de hortelã, suco de limão, xarope de açúcar e água gaseificada (preço normal R$ 28).

Os que levam a assinatura do bar, estão o Cardeal Arcoverde – Gim Bombay Sapphire com água tônica aromatizada com angostura, twist de limão siciliano, limão taiti e canela em pau (preço normal R$ 32), Pátio do Colégio – Vodca com infusão de amoras, purê de morangos, lichia, aipo e bitter de laranja (preço normal R$ 28) e capirinha Morena – Cachaça leblon, limão taiti, suco de limão siciliano e rapadura (preço normal R$ 25).

chope

O Open Chope sai a R$ 44,90 por pessoa e rodízio de petiscos por R$ 24,90 por pessoa: batata rústica, polenta frita, pastel (carne queijo), coxinha de frango e sanduba de carne louca.

No feriado (15), a música ao vivo começa mais cedo, a partir das 15h30 com Ton Marques, grupos Quintal Nova Cor e MBM – Melhor Banda do Mundo, com uma animada roda de samba retrô dos anos 80 e 90.

feijoada 2feijoada

Sábado (16) é dia de feijoada – servida em buffet e no sistema coma à vontade por R$ 50 – acompanhada por quatro apresentações musicais: Bruna Volpi, Dose Certa, MR2 e Blá.

Para o último dia de feriado prolongado – domingo (17) – o bar receberá o cantor Blá e Lucas e Gustavo.

Pátio SP Bar: Rua Mourato Coelho, 1.272, Vila Madalena, São Paulo. Horário de funcionamento: segunda, das 11h30 às 15h; terça a sexta das 11h30 às 15h e das 17h às 24h; sábado das 12h à 1h e domingo das 12h às 23h

Feliz Dia das Crianças

Bola de Meia, Bola de Gude

Há um menino, há um moleque, morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança ele vem pra me dar a mão
Há um passado no meu presente, o sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assombra o menino me dá a mão
Me fala de coisas bonitas que eu acredito que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito, caráter, bondade, alegria e amor
Pois não posso, não devo, não quero viver como toda essa gente insiste em viver
E não posso aceitar sossegado qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de meia, bola de gude, o solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me alcança o menino me dá a mão
Há um menino, há um moleque morando sempre no meu coração
toda vez que o adulto balança ele vem pra me dar a mão
Há um menino, há um moleque morando sempre no meu coração
Toda vez que o adulto balança ele vem pra me dar a mão
Há um passado, no meu presente, um Sol bem quente lá no meu quintal
Toda vez que a bruxa me assusta o menino me dá a mão

Ele fala de coisas bonitas que eu acredito que não deixarão de existir
Amizade, palavra, respeito, caráter, bondade, alegria e amor
Pois não posso, não devo, não quero viver como toda essa gente insiste em viver
E não posso aceitar sossegado qualquer sacanagem ser coisa normal

Bola de Meia, Bola de gude, o solidário não quer solidão
Toda vez que a tristeza me alcança o menino me dá a mão
Há um menino, há um moleque morando sempre no meu coração
toda vez que o adulto fraqueja ele vem pra me dar a mão

 

crianças brincando pixabay

Composição: Milton Nascimento e Fernando Brant

Dia das Crianças terá Festival de Batata e do Milk-Shake com entrada gratuita

Para celebrar uma data tão mágica, que é o Dia das Crianças, o Memorial da América Latina recebe o Festival de Batata e do Milk-Shake, nos dias 12 e 13 de outubro

Todo mundo tem uma eterna criança dentro de si, todo mundo gosta de se divertir, de dar boas risadas e quer levar a vida de uma forma mais leve e descontraída, até porque ser criança é bom demais! E tem como ser mais feliz que estar no Festival de Batata e do Milk-Shake, nos dias 12 e 13 de outubro, sábado e domingo, das 11h às 21h, com entrada gratuita para toda família e amigos, no Memorial da América Latina?

Festival_Batata_Milkshake_Outubro_2016-17Festival_Batata_Milkshake_Outubro_2016-55FRITAS

Para os amantes de batata, o evento tem ótimas opções, que podem ser incrementadas com ketchup, mostarda, cream cheese, bacon extra, queijo, creme de cebola, cheddar e várias outras combinações que ficam a critério da criatividade e do bom gosto de cada um. É possível encontrar cones de batata a partir de (R$ 10,00); batata rústica a partir de (R$ 15,00); escondidinho de batata a partir de (R$ 16,00); batata no prato a partir de (R$ 17,00); bolinho de batata recheado a partir de (R$ 25,00); batata gratina a (R$ 25,00); batata com carne a partir de (R$ 28,00), torre de batata frita a (R$ 35,00); balde grande de batata a (R$ 48,00); dentre outras delícias do festival.

milkshake rafa guirro
Foto: Rafael Guirro
Milkshake = shutterstock
Shutterstock

Agora, quando o assunto é milk-shake, é difícil tomar somente um, são tantos sabores, que o melhor a se fazer é provar as diversas opções mesmo. As novidades são o shake de pudim de leite condensado, que vem um delicioso pudim de cobertura (R$ 25,00), o shake unicórnio (R$ 25,00), Brownie Shake (R$ 25,00); além desses, tem também os sabores tradicionais de chocolate, morango, ovomaltine, nutella, brigadeiro branco de leite ninho, pina colada, cookies e cream, frutas vermelhas, paçoca, torta de limão siciliano, oreo e mousse de maracujá a partir de (R$13,00); tamanhos maiores a partir de (R$ 18,00); dentre outros sabores incríveis.

Como é dia das crianças, o evento tem parque de diversões com brinquedos e barracas de jogos para a garotada, porque, como a gente sabe, criança gosta mesmo é de brincar. Tem tiro ao alvo, pescaria, chute ao gol, cama elástica, tobogã, cavalaria, chapeu mexicano, kid play, big jump, bazuca, quadra de futebol, motinho e muito mais a partir de (R$8,00).

Para chegar até o Memorial não tem muito segredo, não. Se liga no trajeto: ele fica bem do lado da estação Barra Funda, linha 3 vermelha do metrô (a 500 metros do local do evento), e, além disso, conta com vários pontos de ônibus nas proximidades, ciclofaixa para quem for de bike e um bicicletário no portão 09 e estacionamentos pagos nos portões 04 e 15.

No local há também fraldário para que os pequenos possam ser trocados com conforto e comodidade, e área de minisshopping com produtos diversos e boa música no projeto Talentos do Memorial. Se tiver algum animalzinho de estimação, pode trazer também, pois será muito bem-vindo.

crianças pulando.jpg

A música ao vivo começa a partir das 13 horas. Confira a programação para não perder nenhum dos shows que irão acontecer nos dois dias:

Sábado – 12/10:
13h:00 – Clei Shaft
15h:00 – Alma Livre
17h:00 – Wilian Metlei
19h:00 – Matuta

Domingo – 13/10:
13h:00 – Guga Pine
15h:00 – Zona Western
17h:00 – Music Motion
19h:00 – Douglas Dakombi

Os Festivais de Batata e do Milk-Shake, são uma realização da Art Shine Promoções e Eventos com apoio cultural da Fundação Memorial da América Latina, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

Se você não quer ficar de fora do rolê, clique aqui para confirmar presença no evento do facebook.

– Festival da Batata
– Festival Do Milk-Shake
Data: 12 e 13 de outubro
Horário: das 11h às 21h.
Local: Memorial da América Latina.
Endereço: Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664.
Estacionamento: portões 4 e 15 (pago)
Bicicletário: ao lado do portão 9
Classificação: livre

Aprenda a preparar o drinque de Vanilla do Alma Jazz Club

Com toque adocicado, bebida é um dos destaques da casa de jazz da cidade de Campinas

Localizado no Cambuí, bairro conhecido pela agitada vida noturna da cidade de Campinas (SP), o Alma Jazz Club traz todas as semanas diversos artistas do mundo do jazz para se apresentarem no palco da casa e também recebe o público da região com um cardápio variado de drinques, como o Vanilla Alma.

Preparado pelo bartender Daniel Claudino, o drinque é prático e traz um toque adocicado, criado para harmonizar com o clima da casa. Confira a receita:

Vanilla Alma

Ingredientes
50ml de vodca
50 ml de água de coco
50ml de Vanilla Syrup
50ml de limão siciliano
50 ml de caldo de amora
Amoras

Modo de preparo
Junte tudo em uma coqueteleira e bata por alguns minutos. Despeje em uma taça, decore com as amores e folhas de hortelã. Já pode ser consumido.

drinque vanilla alma jazz

E não se preocupe: para aqueles que vêm de fora da cidade ou querem beber durante a noite, o Alma Jazz Club possui uma estrutura de hostel, pensada justamente para atender esse público que quer desfrutar da noite na cidade sem a preocupação em dirigir. O hotel hospeda até 18 pessoas e ainda oferece café da manhã.

Alma Jazz Club: Rua Santo Antonio, 452, Cambuí, Campinas-SP. Horário de funcionamento: quarta a sexta, das 18 às 24h; sábado, das 10h às 24h e
domingo, das 10 às 17h

Holi Vegan Festival celebra a primavera, o veganismo e ajuda os animais

É com muito orgulho que festejaremos o início da primavera com um colorido festival Holi no Centro de Tradições Veganas, onde a renda será revertida a três ONGs de proteção animal. Um dia de autoconhecimento, música, meditação, yoga, beleza e alegria, a programação será voltada ao desenvolvimento da percepção e a espiritualidade.

O ingresso solidário inclui um saquinho de pó para o esperado e emocionante momento do Holi (lembrando que o pó é biodegradável e lavável). A renda do evento será revertida às instituições Move Institute (educação, conscientização e ativismo focado na transformação de hábitos e formação de pensamento crítico); Santuário Vale da Rainha (resgate de animais vítimas da indústria pecuária) e Canto Da Terra (resgate de animais, campanhas de castração, atendimento veterinário solidário).

feijoada veganaholi33vegano

Teremos em anexo às práticas descritas na programação principal, uma feira de Produtos Místicos, Naturais, de ONGs, Gastronomia Vegana, entre outros, além disso Flash Tattoo solidário, Reiki gratuito em animais e Maquiagem Criativa serão outros conteúdos que farão o dia especial.

Programação

holi2

=10h às 10h30 Pranayama e Meditação com Ka Caires Scandolo;
(Pranayama é o conhecimento e controle do Prana. Para o Yôga antigo, é a expansão da bioenergia no corpo humano através de movimentos respiratórios conscientes e estruturados).
=11h às 12h30 Prática de Hatha Yoga com Rodrigo Selmo e Vinyasa Yoga com Carol Costa – ao som de cítara pelo músico Bião
=12h30 às 14h – intervalo
=14h às 16h Kirtan (processo milenar no qual trabalhamos nossa espiritualidade por meio do cantar em processo devocional ) – realizado pelo grupo do Templo Hare Krishna Bhakti Yoga
=16h às 18h Performance artística com Imaginarium Artes
(Companhia de circo, dança e teatro reconhecida em festivais da America Latina, que fará duas performances artísticas. “Mama Índia”, com uma honrosa e respeitosa representação de Shiva e Kali e “ Ritual Dance”, dança do feminino sagrado).
=18h – fechamento do festival com os pós coloridos.

Holi é um festival indiano, originalmente chamado de Holika, com início muitos séculos antes de Cristo, o evento celebra a chegada da primavera. O festival homenageia o deus Krishna e teve início como uma festa do triunfo do bem sobre o mal. Também promove a renovação dos relacionamentos de todas as castas e classes.

holi

Holi Vegan Festival
Data: 28 de setembro, sábado
Ingresso: R$ 35,00 venda pelo Sympla
Local: Centro de Tradições Veganas
Endereço: Praça Campo de Bagatelle, 300 – próximo ao metrô Tietê
Horário: abertura dos portões 9h30 às 18h