Arquivo da categoria: outono/inverno

Confira duas receitas para aproveitar o outono em casa

As marcas Wickbold e Seven Boys apresentam dois preparos práticos e aconchegantes, que são ideais para o tempo seco e frio desta estação

Com um clima mais frio, o outono é ideal para os consumidores aproveitarem a quarentena com receitas saborosas e momentos aconchegantes em família. Diante disso, a Wickbold, que detém a marca de mesmo nome e a Seven Boys, apresenta dois preparos para o período.

Com um tempo médio de apenas 20 minutos para ficar pronto, o primeiro é o Brie dentro do pão, que é feito com o Fermentação Natural Wickbold e mais dois ingredientes somente. Enquanto isso, o segundo é o mini Sanduíche de Outono, que traz as Bisnaguinhas Seven Boys recheadas com salada fria de carne desfiada.

Confira tudo abaixo

Brie dentro do pão (Wickbold)

Ingredientes:
1 pão Fermentação Natural Wickbold
1 queijo brie
Alecrim fresco a gosto

Modo de Preparo:
Retire a tampa do pão Fermentação Natural Wickbold. Reserve. Corte o queijo brie ao meio e recheie o pão. Leve ao forno a 180ºC por 15 minutos ou até o queijo dourar e derreter. Corte a tampa do do pão em cubinhos e asse até ficarem crocantes e douradas. Finalize com alecrim e sirva em seguida!

Rendimento: 6 porções
Tempo médio: 20 minutos
Dificuldade: fácil

Sanduíche de Outono (Seven Boys)

Ingredientes:
Bisnaguinhas Seven Boys
1 quilo de músculo (limpo e em cubos grandes)
2 cebolas
2 dentes de alho picados
4 colheres (sopa) de azeite
2 colheres (sopa) de vinagre
Óleo para refogar
Cheiro verde
Sal a gosto
Pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo:
Tempere os pedaços de músculo com sal, pimenta-do-reino e alho. Pique 1 cebola em cubinhos e reserve. Em uma panela de pressão com um fio de óleo, refogue os pedaços de músculo com a cebola em cubos. Cubra com água (2 dedos acima da carne) e cozinhe por 25 minutos (a contar da pressão) ou até que a carne fique macia. Espere esfriar e desfie os pedaços. Guarde este caldo para outros preparos que desejar (pois ele tem muito sabor). Tempere a carne desfiada, com 1 cebola cortada em lâminas finas, o azeite, o vinagre e cheiro verde. Caso ache necessário, ajuste o sal. Conserve em geladeira.

Montagem:
Corte as bisnaguinhas ao meio, sem separá-las totalmente. Recheie cada uma com uma porção de salada fria.

Rendimento: 3 porções
Tempo médio: 30 minutos
Dificuldade: fácil

Fonte: Wickbold

Receita para aproveitar o outono

Adria ensina como fazer creme de abóbora, um prato delicioso e aromático com a cara da estação e o melhor: fica pronto em apenas 30 minutos

O outono, que se estende até 21 de junho, é marcado pelas temperaturas amenas, portanto, é ideal para o consumo de pratos quentes. Com sabores marcantes, o cardápio costuma ser composto por cremes, sopas, além de frutas e verduras da época, como abóbora, pepino, beterraba e laranja.

No clima da estação, a Adria, uma das principais marcas de massas, torradas e biscoitos do País, ensina como fazer um delicioso Creme de Abóbora, uma receita repleta de sabor, com modo de preparo fácil e que fica pronta em apenas trinta minutos.

Confira abaixo a receita completa:

Creme de Abóbora

Ingredientes:
½ embalagem de Macarrão Conchinha Adria (250 g)
2 colheres (sopa) de margarina
2 dentes de alho, picados
½ kg de abóbora, moranga ou paulista, em cubos
2 tabletes de caldo de legumes
3 ovos
1 xícara (chá) de creme de leite
½ xícara (chá) de leite
Sal, noz-moscada e cebolinha picada a gosto

Modo de Preparo:
Em uma panela grande, aqueça a margarina e refogue o alho. Acrescente a abóbora e deixe cozinhar até formar um purê. Junte 2 ½ litros de água fervente, o caldo de legumes e mexa até desmanchar. Deixe cozinhar em fogo baixo por cerca de 15 minutos. Retire do fogo, bata no liquidificador e retorne para a panela. Acerte o sal. Junte a massa e deixe cozinhar por cerca de 6 minutos ou até que fique “al dente”, ou seja, macia, porém resistente à mordida. Em uma tigela pequena, coloque 3 gemas peneiradas, o creme de leite, o leite e bata até envolver bem. Acrescente ao creme de abóbora, mexa delicadamente e deixe cozinhar por mais 3 minutos. Retire do fogo, tempere com a noz-moscada, polvilhe a cebolinha e sirva a seguir.

Variação: se preferir, substitua a abóbora por mandioca.
Rendimento: 8 porções
Tempo de preparo: 30 minutos

Fonte: Adria

Sopa Eslava: aprenda uma receita prática para aproveitar o outono

Estação do ano traz baixas temperaturas e pratos quentes são uma boa pedida para serem degustados durante a temporada

Recentemente, os brasileiros se despediram do calor do verão e agora começam a sentir os primeiros sinais da transição para o clima mais fresco que antecede o inverno. É a hora de tirar os casacos do armário e apostar em refeições mais aconchegantes para as quedas de temperatura.

Pensando nisso, a Sacciali, linha de alimentos focada na gastronomia italiana, preparou uma receia de Sopa Eslava com ingredientes da marca. Confira o passo a passo:

Sopa Eslava

Ingredientes
1 cebola picada
4 colheres de sopa de óleo de soja
2 dentes de alho picados
500g de alcatra em tiras
50ml de conhaque
5 colheres de sopa de molho inglês
2 colheres de sopa de Ketchup Gourmet Sacciali
2 colheres de sopa de Mostarda Gourmet Sacciali
1 Molho de Tomate Encorpado Sacciali
2kg de batata
1 creme de leite
Sal, pimenta do reino e cheiro verde

Modo de preparo
Em uma panela média, refogue o alho e a cebola no óleo de soja. Acrescente a carne e refogue. Flambe com o conhaque e tempere a carne com o sal e a pimenta do reino. Acrescente o Ketchup Gourmet Sacciali, a Mostarda Gourmet Sacciali, o molho inglês e o Molho de Tomate Encorpado Sacciali. Mexa bem e cozinhe por dois minutos e desligue o fogo. Descasque as batatas e cozinhe na panela de pressão em água salgada até que fiquem bem macias. Pegue as batatas, com parte da água de cozimento e bata no liquidificador até que fique um creme bem liso. Coloque o creme de batata na panela com a carne refogada e mexa bem. Acrescente o creme de leite, acerte o sal e a pimenta do reino e adicione o cheiro verde picado. Está pronta!

Fonte: Sacciali

Dicas para manter a pele saudável no outono

Profissional de estética cadastrada no GetNinjas ensina cuidados simples para manter em dia a saúde da pele durante a estação

O outono é o período do ano marcado pelas temperaturas amenas e pela queda da umidade relativa do ar. A mudança de estação é sentida no corpo, sobretudo na pele, que demanda alguns cuidados especiais para se manter hidratada durante o período. Pensando nisso, Vanessa de Almeida, fisioterapeuta especializada em dermatofuncional e estética que atende no Rio de Janeiro, cadastrada no GetNinjas, aplicativo de contratação de serviços, selecionou algumas dicas simples e práticas para manter a saúde da pele em dia durante a estação. Confira abaixo quais são elas:

Limpe a pele e use filtro solar diariamente

Essa é uma das dicas mais importantes. Você pode apostar em sabonetes específicos para o seu tipo de pele (mista, oleosa, seca ou normal). No entanto, para reunir várias funções em uma só e fazer uma limpeza suave e ao mesmo tempo profunda, uma boa opção é utilizar água micelar com algodão e após a higienização, uma esfoliação. Depois, para finalizar, aplique o protetor solar (FPS acima de 30), mesmo se o dia estiver nublado ou chuvoso, ou até mesmo se estiver dentro de casa na frente da tela de um computador, ele cria uma barreira de proteção contra os raios UVA e UVB, impede o surgimento de áreas escurecidas no rosto, evita o envelhecimento precoce e previne contra problemas mais sérios, como o melasma, por exemplo.

Hora do banho, que hora mais feliz

O banho é um dos momentos ideais para cuidar da pele. Isso porque o calor do chuveiro deixa os poros abertos e prontos para uma limpeza rápida e prática. Para isso, utilize sabonetes específicos para o rosto, mas lembre-se: evite passar a água quente diretamente na face.

Faça esfoliação

Pinterest

Essa dica é bem importante. A técnica remove as células mortas, desobstrui os poros e deixa a derme mais jovem. O passo a passo é bem simples: aplique o esfoliante na pele limpa e úmida, fazendo movimentos leves e circulares com a pontinha dos dedos até que o produto seque. Para saber quantas vezes deve-se investir nesse tratamento, considere o seu tipo de pele. As oleosas podem ser esfoliadas até duas vezes na semana; as secas, de 15 em 15 dias; e as normais e mistas uma única vez, a cada sete dias.

Durma com máscara de hidratação

Escolha uma máscara específica para o seu tipo de pele e a aplique massageando todo o rosto com a ponta dos dedos. Depois, se prepare para o sono de beleza e deixe o produto agir. Pela manhã, você já vai sentir sua pele bem mais hidratada, sedosa e com uma luminosidade natural que vai deixar sua maquiagem básica do dia a dia ainda mais bonita.

Atenção à região dos olhos

Uma ótima dica para evitar olheiras e inchaços na região dos olhos é fazer uso de um gel ou sérum em roll-on. Por causa da esfera metálica na ponta, ele cria uma sensação gelada que melhora as bolsas da região imediatamente, além de também contar com uma fórmula rica em ativos que tratam as linhas finas da idade e eliminam o aspecto escurecido. O passo a passo é o seguinte: aplique o produto pela manhã, depois de higienizar o rosto, passando sua esfera metálica delicadamente por toda a região dos olhos. Depois, aguarde a total absorção do gel para seguir com as demais etapas da sua rotina de cuidados.

Cuide dos lábios

Foto: BeautyLish

Não é só a pele que precisa de esfoliação: o procedimento também é indispensável para deixar os lábios livres de ressecamento e das “pelinhas” que comprometem o acabamento do batom. Reserve um domingo a cada 15 dias para investir nessa técnica com esfoliante labial. Faça leves movimentos circulares para que a boca não acabe arranhada pelas pequenas esferas esfoliantes, depois, é só finalizar com um hidratante labial e arrasar na selfie.

Informações sobre a contratação de serviços, acesse o site ou aplicativo do GetNinjas.

Início do outono chama atenção para doenças do trato respiratório

Com a pandemia da Covid-19, os cuidados com a saúde devem ser redobrados

As doenças do trato respiratório são enfermidades que demandam atenção, principalmente, pela complexidade e a forma em que podem se apresentar nos seres humanos. Todo este cenário pode ser ainda mais forte com o início do Outono, estação iniciada no dia 20 de março. O período dura até o dia 20 de junho e é caracterizado por ser a estação do ano que sucede o verão e antecede o inverno. Além disso, nas regiões de clima temperado ou subtropical, o outono apresenta uma queda gradativa na temperatura e, além do amarelar, é início da frequente queda das folhas das árvores, considerado como principal indicador de início da estação.

Nesse sentido, as doenças do trato respiratório, tais como rinite, bronquite, sinusite, asma, resfriado, gripe, pneumonia e, neste momento pandêmico, o novo coronavírus, tornaram-se enfermidades que recebem grande atenção, pois, muitas delas, se não tratadas devidamente, são capazes de levar uma pessoa a óbito.

Um dos principais agravamentos para estas doenças durante a estação do outono se dá, principalmente, pela mudança de temperatura e pela chegada do frio que, por si só, é prejudicial às vias aéreas. Além disso, também é um período marcado pela redução da umidade do ar, ocasionando um grande acúmulo de poluentes na atmosfera e, assim, o aumento de casos destas doenças no período.

As doenças mais comuns neste período

As principais doenças respiratórias que podem se manifestar neste período do outono são:

Rinite: caracterizada pela inflamação interna do nariz e estruturas próximas, ocasionada pela exposição aos agentes alérgicos, tais como poeira e mofo, principalmente. Seus principais sintomas são: obstrução nasal, coriza, espirros, irritação ocular e coceira nasal.
Bronquite: é a inflamação dos brônquios – dutos que levam o oxigênio aos pulmões. Os principais sintomas são falta de ar, chiado no peito, dor no peito, tosse seca e febre.
Sinusite: é uma inflamação das mucosas da face, localizadas ao redor do nariz. Possui sintomas similares à rinite, especificamente, dor de cabeça, congestão nasal, coriza, tosse e, em alguns casos, pode apresentar febre.


Asma: geralmente, ocorre quando os pequenos dutos pulmonares, chamados bronquíolos, são estreitados por um processo inflamatório, dificultando a respiração.
Resfriado: é uma infecção viral que afeta o sistema respiratório, podendo ser causada por diversos tipos de vírus. Um ser humano infectado por um vírus que lhe provoque resfriado, geralmente, se recupera em um período de 7 a 10 dias após o início dos sintomas.
Gripe: assim como o resfriado, a gripe é causada por um vírus, o Influenza. Neste caso, os sintomas se apresentam de forma mais intensa, tais como: tosse, dor de garganta, febre, indisposição e dores nas articulações.
Pneumonia: é uma infecção no pulmão causada por um vírus ou bactéria, normalmente desencadeada por uma gripe ou um resfriado mal cuidado. Os sintomas que se apresentam frequentemente em um quadro de pneumonia são dor no peito para respirar, tosse com catarro, fadiga, febre, calafrios, náusea e dificuldade para respirar.

Pinterest


Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica: considerada como um problema progressivo e irreversível, a DPOC afeta diretamente os pulmões, destruindo os alvéolos pulmonares.

Vale destacar que os sintomas apresentados em um resfriado e, principalmente, na gripe são muito parecidos com os da Covid-19, por isso, é muito importante que o paciente busque o tratamento médico mais adequado possível. “Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a febre, tosse seca, dor de garganta e a falta de ar foram considerados os principais indicadores de que uma pessoa possa estar contaminada pela Covid-19. Porém, os sintomas são semelhantes nos casos de gripe e resfriado, por isso, buscar ajuda médica nestes casos é fundamental”, afirma Milton Monteiro Júnior, enfermeiro infectologista SCIH do Hospital HSANP.

As principais formas de tratamento

Sick Asian woman using a tissue to sneeze and blowing her nose in winter at home. Her getting sick with flu and cold.

Após o atendimento médico adequado, grande parte das doenças respiratórias podem ser tratadas por meio de medicamentos como antibióticos, corticoides e broncodilatadores, além de fisioterapia. Lavar bem as mãos, não fumar, ingerir bastante água e ter uma boa alimentação também podem auxiliar no tratamento. Importante saber que, no caso da gripe, principalmente, já existem vacinas capazes de imunizar e proteger o ser humano contra o vírus Influenza.

A vacinação pode ajudar?

iStock

A vacinação pode ser uma grande aliada na prevenção e imunização para doenças como gripe e, atualmente, o novo coronavírus. Na última semana, o Governo Federal anunciou o início da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe), entre o período de 12 de abril a 9 de julho. Entretanto, vale destacar que, por se tratar de uma campanha a ser realizada simultaneamente à de imunização da Covid-19, o indivíduo precisa se atentar ao tomar as vacinas. Segundo recomendações do Ministério da Saúde, o cidadão brasileiro precisa priorizar a vacinação da Covid-19 e, além disso, respeitar um intervalo mínimo de 14 dias entre tomar a vacina do novo coronavírus e a de gripe, devido à falta de estudos sobre a coadministração dos imunizantes. “É muito importante que as pessoas se conscientizem da importância das vacinas e, principalmente, quanto ela pode salvar vidas. Respeitar esse período apresentado pelo Ministério da Saúde é essencial para a imunização em massa da população diante do cenário tão grave que o nosso país se encontra”, conclui Milton.

Fonte: HSANP

Inverno: dicas de alimentos ideais + receita de sopa

Com a proximidade da chegada do inverno, no próximo dia 20, a nutricionista clínica e esportiva Renata Pigliasco Branco dá algumas dicas para fortalecer o sistema imunológico em dias frios. “Devemos ter alguns cuidados com a alimentação, pois existem alguns alimentos que contribuem com nutrientes e compostos bioativos que podem nos ajudar”, conta ela.

A seguir, uma lista feita pela nutricionista:

repolho pixabay
– Repolho: fonte de glutationa, um poderoso antioxidante que melhora a função das células imunes.

purple Garlic in a bowl
Depositphotos

– Alho: tem função imunoprotetora, além de fornecer selênio e zinco, nutrientes importantes para evitar gripes, resfriados e outras doenças.

leite amendoas 2
– Amêndoas: ricas em vitamina E e vitaminas do complexo B, ajudam a proteger o sistema imune da oxidação, principalmente em situações de estresse.

batata doce amazon
– Batata doce: rica em betacaroteno, precursor de vitamina A, um nutriente fundamental para o sistema imunológico. Pode ser usada no lugar do pão no café da manhã, cozida, ou em purê e sopas.

shitake cogumelo dissolve
Dissolve

– Shitake: rico em vitaminas do complexo B que ajudam na proteção do corpo, também oferece efeitos antivirais e antibacterianos, dando um super-reforço à imunidade.

oregano pixabay
Foto: Pixabay

– Orégano: ótimo contra intoxicações alimentares, contém carvacrol, que ativa as defesas do corpo. Para garantir os seus benefícios, deixe para salpicá-lo só depois do pronto já pronto.

gengibre
– Gengibre: rico em vitaminas C, B6 e com ação bactericida, ajuda a tratar inflamações da garganta e auxilia nas defesas do organismo.
– Erva Dente de Leão: aumenta a resposta imune e a produção de óxido nítrico, melhorando a oxigenação dos tecidos. Utilize na forma de infusão, com 1 colher chá para 1 xícara de água aquecida.

frutas-citricas-limao-laranja
– Frutas cítricas: fontes de vitamina C, são responsáveis pela cicatrização de feridas, fraturas e contusões. Atuam no processo inflamatório e na integridade das mucosas. Consuma em forma de sucos ou frutas in natura.

propolis
– Própolis: contém proteínas e compostos com capacidade de alterar e regular o sistema imunológico, além dos benefícios de ser antibacteriano e estimular receptores específicos e a produção de citocinas, que modulam os mecanismos da imunidade.

oleo de coco pixabay
Pixabay

– Óleo de coco: o ácido láurico e o ácido cáprico, presentes no óleo de coco tem propriedade de modular o sistema imunológico, agindo contra fungos, vírus e bactérias. Além disso, uma forma indireta de ele contribuir com a imunidade está na melhora do trabalho do intestino ao eliminar as bactérias ruins.

Não consuma

Evite sopas instantâneas e macarrões instantâneos, muito utilizados no inverno devido à praticidade. Mas esses alimentos podem aumentar a pressão arterial, causando problemas cardiovasculares. Esse tipo de refeições não traz nenhum benefício ao sistema imunológico, uma vez que a quantidade de nutrientes é mínima, pois são alimentos ricos em glutamato monossódico, que é um realçador de sabor e aditivo nada saudável.

Vale a pena perdeu um tempinho para fazer umas sopinhas e congelar para o seu dia ficar mais pratico. Utilize legumes e verduras frescas, carne magra ou frango e temperos naturais. Abaixo, a nutricionista ensina a preparar uma sopa saudável.

Sopa de inverno

sopa caras cravings
Imagem meramente ilustrativa/Cara’s Cravings

Ingredientes:
*150g de shitake
*2 colheres (sopa) de óleo de coco
*1 cebola picada
*4 dentes de alho picados
*1 colher (sopa) de gengibre picado
*2 tomates maduros em cubos
*1 cenoura em cubos
*2l de água fervente
*1 abobrinha em cubos
*1 chuchu em cubos
*1 xícara (chá) de repolho em tiras
*1 xícara (chá) de folhas de espinafre
*1 xícara (chá) de couve em tiras
*Sal a gosto
*Farinha de linhaça a gosto para polvilhar

Modo de preparo
Em uma panela grande, aqueça o óleo em fogo médio e refogue a cebola e o alho. Acrescente gengibre, tomate, cenoura e shitake; refogue por dois minutos. Adicione a água fervente, a abobrinha e o chuchu. Deixe cozinhar até ficar macio. Junte o repolho, deixe cozinhar por dois minutos. Desligue o fogo, misture o espinafre e a couve, tampe a panela e deixe descansar por 10 minutos. Acerte o sal e sirva em seguida, polvilhada com farinha de linhaça.

O que fazer para evitar crises de rinite

A rinite tem como principais sintomas o nariz tampado, coriza, espirros e coceira. Estes sintomas ocorrem em maior ou menor intensidade além de poderem ou não estar presentes durante as crises.

Maura Neves, otorrinolaringologista da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial – ABORL-CCF, explica que o tratamento das rinites é feito por meio do uso de medicações. Porém, usar o remédio e não evitar a causa da alergia possivelmente não resolverá os sintomas da rinite.

São necessárias, além dos medicamentos, mudanças de comportamento e mudanças em casa. Este conjunto de medidas é chamado de Higiene Ambiental e ajuda bastante o controle da rinite.

A médica cita dicas para manter o ambiente limpo e evitar a rinite:

Sono Bom
Para o sono ser bom nada como respirar bem. Dessa maneira, o quarto de quem tem rinite deve:

CAM100815771 quarto

• Ser bem ventilado e ensolarado;
• Não usar travesseiro e colchão de pena: prefira os de espuma, fibra ou látex, sempre que possível envoltos em material plástico (vinil) ou em capas impermeáveis aos ácaros;
• Limpar o estrado da cama ao menos duas vezes por mês;
• Trocar e lavar roupas de cama e cobertores regularmente com detergente e a altas temperaturas (>55ºC). Secá-las ao sol ou ar quente;

janela persiana StockSnap por Pixabay
StockSnap/Pixabay

• Evitar tapetes, carpetes, cortinas e almofadões. Dar preferência a pisos laváveis (cerâmica, vinil e madeira) e cortinas do tipo persianas ou de material que possa ser limpo com pano úmido;
• Deixar camas e berços afastados da parede. Caso não seja possível, coloque-a junto à parede sem marcas de umidade ou a mais ensolarada;
• Evitar bichos de pelúcia, estantes de livros, revistas, caixas de papelão ou qualquer outro local onde possam ocorrer acumulo de poeira e ácaros. Substitua-os por brinquedos de tecido para que possam ser lavados com frequência;

mofo parede pinterest
Pinterest

• Não ter mofo e umidade: solução diluída de água sanitária pode ser aplicada nos locais mofados até a resolução do problema.

Faxina na casa!
A limpeza da casa pode se tornar um fator causal de crises de rinite. Para que isso não aconteça o ideal é:

limpeza2

• Evitar o uso de vassouras, espanadores e aspiradores de pó comuns. Isto faz com que o pó se espalhe no ar o que piora a rinite;
• Utilize pano úmido diariamente na casa ou use aspiradores de pó com filtros especiais (HEPA) 2x/semana. Além disso, o alérgico não deve estar em casa enquanto se faz a limpeza;
• Dar preferência às pastas e sabões em pó para limpeza de banheiro e cozinha. Evitar talcos, perfumes, desodorantes, principalmente na forma de sprays.

Animais de estimação
Não é rara a rinite ser causada por pelos de animais como cães e gatos. Nestes casos o melhor é:

purificador de ar com hepa silentnight
Silentnight

• Evitar que os animais entrem no quarto do alérgico (especialmente na cama);
• Se for impossível, restringir o animal a uma única área da casa e utilizar purificadores HEPA no quarto.

Outras dicas para reduzir a rinite

cigarro2

• Não fumar e nem deixar que fumem dentro da casa e do automóvel;
• Evite banhos extremamente quentes e oscilação brusca de temperatura;
• Pratique esportes ao ar livre, evitando-se dias com alta exposição aos poluentes em determinadas áreas;
• Manter os filtros dos aparelhos de ar condicionado sempre limpos ( de casa e do carro!) Se possível limpe-os mensalmente. Lembrar que o ar condicionado é seco e pode ser irritante;
• Lave sempre o nariz com solução fisiológica 0,9%: a lavagem deve ser feita ao menos duas vezes ao dia para prevenir as crises de rinite.

maura neves

Fonte: Maura Neves é otorrinolaringologista pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Residência médica em Otorrinolaringologia no Hospital das Clinicas Faculdade de Medicina da USP . Fellowship em Cirurgia Endoscópica Nasal no Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da USP. Título de especialista pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial – ABORL-CCF
Doutorado pelo Departamento de Otorrinolaringologia do Hospital das Clinicas. Atende na Clínica Medprimus

 

Continental Shopping promove Campanha e Cãopanha do Agasalho

Arrecadação de agasalhos e cobertores acontece diariamente das 12 às 18 horas

O Continental Shopping em parceria com o Rotary Parque Continental promove Campanha do Agasalho. Na ação serão arrecadas roupas e acessórios de inverno, cobertores e mantas que serão doados para instituições da região.

Em parceria com a Avama (Ação animal Pró Vida Animal e Meio Ambiente) o empreendimento também receberá doações para a Cãopanha do Agasalho. O objetivo dessa ação é receber roupas e mantas para os animais e ração para cães e gatos que estão na instituição à procura de um novo lar.

A contribuição pode ser feita presencialmente, de segunda a domingo, das 12 às 18 horas, diretamente no estacionamento do shopping próximo à Drogasil.

morador de rua e cachorro

Campanha do Agasalho e Cãopamanha do Agasalho Continental Shopping
Horário: de segunda a domingo das 12h às 18h
Local: estacionamento (Rua Eva Terpins)
Endereço: Avenida Leão Machado, 100 – Jaguaré – São Paulo – SP
Mais informações: (11) 4040-4981

Sete maneiras de manter sua pele hidratada nas estações mais frias

Você não precisa acreditar que passará as temporadas de outono e inverno com a pele ressecada

Se você ainda acha que frio, outono e inverno são sinônimos de pele ressecada, é melhor voltar a consultar seu dermatologista. “À medida que as temperaturas caem durante os meses mais frios, a umidade do ar também cai e isso deixa a pele mais seca, o que se agrava mais com alguns hábitos como banho quente, falta de uma rotina de cuidados e má alimentação”, diz a dermatologista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Mas, já está mais do que na hora de entender: esse problema tem jeito e abaixo a médica lista sete dicas práticas para fugir do ressecamento da pele no inverno:

De olho na rotina de cuidados

mulher comendo salada de frutas botswana youth
Botswanayouth

“A ingestão de frutas e vegetais ricos em água pode ajudar a hidratar a pele, pois eles fornecem hidratação a todas as células do seu corpo, mas aplicar um creme ou gel hidratante é uma forma mais direta de impactar a pele. Ele confere alívio imediato”, diz a médica. É muito importante que as peles mais secas apostem em cremes mais ricos e nutritivos, com ômegas em associação a ingredientes clássicos como ácido hialurônico; enquanto isso, as peles oleosas devem usar produtos que confiram hidratação prolongada, mas controle do brilho, geralmente em versões oil-free. Quanto aos ativos, aposte no ácido hialurônico de baixo peso molecular Hyaxel, arct-alg, progenitrix, aquaporine active aqp3, DSH CN e nutriomega 3, 6, 7 e 9.

Cuidados no banho

mulher corpo creme hidratação pinterest
Pinterest

Tomar um banho longo e quente é bom quando você está com frio, mas vai deixar sua pele ainda mais seca. É melhor que seja curto e aposte em uma temperatura mais intermediária. “Depois do banho, aplique uma camada leve de óleo corporal, seguida por um creme ou loção para o corpo. É importante fazer isso enquanto a pele ainda está um pouco úmida para ajudar os hidratantes a penetrar”, explica ela.

Adicione uma máscara ao seu mix de cuidados com a pele

mascara facial beleza bridgesward pixabay
Bridgesward/Pixabay

Uma máscara profundamente hidratante é boa para a sua pele e pode servir como um ritual semanal que o ajudará a relaxar. “As máscaras são úteis porque são oclusivas, o que significa que introduzem vigorosamente os ingredientes hidratantes na pele”, diz a dermatologista. Para transformar seu tempo com a máscara em uma experiência relaxante, sente-se e faça uma respiração profunda por dez minutos enquanto o produto está em seu rosto.

Reabilite as peles rachadas

pés cremes hidratacao

Há uma solução fácil para as mãos e pés ásperos no inverno. “O grande segredo é, após a esfoliação realizada durante o banho, aplicar um creme rico em dexpantenol, ureia, nutriomega 3, 6, 7 e 9, óleos como o de abacate, macadâmia, amêndoas, maracujá ou uvas conjuntamente, lanolina ou manteigas como a de karité, cupuaçu ou manga e, então, colocar meia de algodão por trinta minutos para aumentar a absorção dos ativos e potencializar a ação de hidratação, regeneração e nutrição local”, afirma a dermatologista. Nas mãos, a luva pode ser uma opção para fazer a oclusão e potencializar a ação dos ativos.

Resista ao desejo de lamber seus lábios

labios rachados secos healthgrades
Healthgrades

Se o seu lábio está ressecado, pode ser tentador passar a língua, mas isso deve ser evitado. “A saliva tem um pH mais ácido e isso leva uma dermatite constante que piora ainda mais o ressecamento. Há aquela sensação imediata que houve um umedecimento da região, mas logo depois acontece a formação de microfissuras, de ardência e vermelhidão local”, afirma a médica. Ela recomenda usar hidratantes à base de aveia coloidal, vitamina E, pró-vitamina B5, de manteigas de karitê, de óleos como o de girassol, óleo de macadâmia, e a própria presença de zinco, cobre, mandanês, magnésio, que auxiliam no processo de cicatrização, devem estar presentes nas formulações. “Portanto, devem ser formulações ricas em vitaminas e antioxidantes que ajudam no reparo no sentido de evitar a inflamação”, afirma.

Invista nas vitaminas orais

suplementos vitaminas Jeltovski
Foto: Jeltovski

Manter a pele hidratada também tem relação com a ingestão de suplementos orientados pelo dermatologista, sendo dois dos mais importantes FC Oral e Bio-Arct. “FC Oral contém um componente importante, o ômega 3 vetorizado pelo fosfolipídeo, que possui uma identidade com a membrana celular. Dessa forma, o ativo promove uma hidratação de dentro para fora, restaurando os danos dessa membrana e também melhora da fluidez, isto é, permite que os nutrientes sejam absorvidos de uma forma mais plena, o que também traz resultados para a hidratação. Já Bio-Arct age para melhorar o funcionamento celular, fornecendo energia e melhorando o aporte de nutrientes para a células”, afirma a médica.

Melhore o ar do seu quarto

umidificador 2

Juntamente com o ar seco do inverno, o calor do aquecedor é um dos principais fatores para diminuir a hidratação. Para resolver esse problema, coloque um umidificador de ar no seu quarto. Sua pele vai agradecer de manhã.

Fonte: Claudia Marçal é médica dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), da American Academy Of Dermatology (AAD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Speaker Internacional da Lumenis, e palestrante da Dermatologic Aesthetic Surgery International League (Dasil). Possui especialização pela AMB e Continuing Medical Education na Harvard Medical School. É proprietária do Espaço Cariz, em Campinas – SP.

As dez frutas mais ricas em vitamina C e os benefícios deste nutriente

Fontes naturais são mais eficientes no aporte da vitamina, que ajuda a fortalecer a imunidade e a reforçar a absorção de outros minerais no organismo, segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Cuidar da imunidade é importante em todas as épocas do ano. Mas, durante as estações mais frias, como o outono e o inverno, alguns cuidados extras são necessários, já que o organismo fica mais suscetível a infecções e doenças respiratórias comuns dessas épocas.

Quando o assunto é fortalecer o sistema imune, uma vitamina em especial sempre ganha as atenções: a vitamina C. Segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, de fato esse nutriente contribui para que as defesas do corpo sejam reforçadas, uma vez que a principal função da vitamina C é auxiliar os mecanismos antioxidantes dos quais o organismo precisa. Consequentemente, essa ação tem influência no sistema imunológico.

E as vantagens da vitamina C não param por aí. O nutriente ainda ajuda na prevenção de doenças crônicas, no retardo do envelhecimento celular, na absorção de minerais importantes, como o ferro e o cálcio, e também auxilia na produção natural de colágeno – o que, por sua vez, contribui para a saúde dos tecidos da pele, unha, cabelos, músculos, ossos e articulações.

Mas, antes que você pense em investir nas pastilhas efervescentes vendidas em farmácias, a nutricionista alerta: a absorção do corpo é muito melhor quando a vitamina C vem de fontes naturais, como as frutas.

De acordo com Renata: “uma pessoa adulta precisa de cerca de 75mg de vitamina C por dia. Isso é facilmente atingido com 1 porção diária de fruta rica nessa vitamina ou duas porções de frutas de modo geral, considerando que quase todos os alimentos desse grupo contém pelo menos uma pequena quantidade de vitamina C”.

No ranking das frutas mais ricas nessa vitamina, estão:

frutas-citricas

1 acerola – 150mg de vitamina C
1 goiaba – 120mg de vitamina C
Suco de 4 limões – 110mg de vitamina C
2 tangerinas – 110mg de vitamina C
5 morangos – 100mg de vitamina C
2 kiwis – 100mg de vitamina C
1 fatia de abacaxi – 95mg de vitamina C
1 caju – 95mg de vitamina C
1 laranja – 90mg de vitamina C
1 manga média – 90mg de vitamina C

Na hora de consumir as frutas, pensando no aporte da vitamina, Renata ressalta que vale ter atenção em dois pontos: evite aquecer ou usar esses alimentos em preparos quentes, e deixe para descascar as frutas apenas no momento em que for comê-las.

“A vitamina C é sensível ao calor. É como se evaporasse em contato com temperaturas altas. Quando temperamos uma carne com limão e em seguida levamos ao forno para assar, aproveitaremos o sabor do limão, mas não a vitamina C inicialmente nele contida. Já quando acrescentarmos limão na carne após assada e em temperatura mais baixa, no momento da refeição, aí sim teremos o benefício nutricional e o do sabor”, orienta.

Como a vitamina C também sofre alterações em contato com o ar, caso precise preparar sucos ou guardar os alimentos já descascados na geladeira, a dica da profissional é utilizar um recipiente hermético, que vai preservar a polpa da fruta e as qualidades nutricionais.

Por fim, Renata ensina o passo a passo de receitas práticas e saborosas não deixar a vitamina C faltar na rotina. Anote:

Molho para saladas cruas

Molho cítrico para saladas (002)

Ingredientes:
4 col de sopa de azeite extravirgem
2 col de sopa de água
Suco de 1 limão
Suco de 1/2 laranja pera
1 col de café de sal

Modo de preparo:
Misture tudo delicadamente e use para regar saladas cruas.

Suco de carambola com maracujá e gengibre

Suco de carambola maracujá e gengibre (002)

Ingredientes

Polpa de 1 maracujá
1 carambola sem sementes
1 col de chá de gengibre picado
1 xícara de gelo
300 ml de água

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador, coe e beba em seguida.

Tigela de frutas

Tigela de Frutas (002)

Ingredientes
Suco de 1 laranja
1 kiwi fatiado
30 mL de leite de aveia
1 xícara de morangos congelados
1 col de sopa de semente de linhaça dourada
5 amêndoas
1 col de sopa de mel

Modo de preparo:
Bata no mixer o suco de laranja com os morangos congelados, o mel e o leite de aveia.
Coloque em uma taça e cubra com o kiwi fatiado e as amêndoas. Consuma em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti