Arquivo da categoria: outono/inverno

As dez frutas mais ricas em vitamina C e os benefícios deste nutriente

Fontes naturais são mais eficientes no aporte da vitamina, que ajuda a fortalecer a imunidade e a reforçar a absorção de outros minerais no organismo, segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau

Cuidar da imunidade é importante em todas as épocas do ano. Mas, durante as estações mais frias, como o outono e o inverno, alguns cuidados extras são necessários, já que o organismo fica mais suscetível a infecções e doenças respiratórias comuns dessas épocas.

Quando o assunto é fortalecer o sistema imune, uma vitamina em especial sempre ganha as atenções: a vitamina C. Segundo a nutricionista do Oba Hortifruti, Renata Guirau, de fato esse nutriente contribui para que as defesas do corpo sejam reforçadas, uma vez que a principal função da vitamina C é auxiliar os mecanismos antioxidantes dos quais o organismo precisa. Consequentemente, essa ação tem influência no sistema imunológico.

E as vantagens da vitamina C não param por aí. O nutriente ainda ajuda na prevenção de doenças crônicas, no retardo do envelhecimento celular, na absorção de minerais importantes, como o ferro e o cálcio, e também auxilia na produção natural de colágeno – o que, por sua vez, contribui para a saúde dos tecidos da pele, unha, cabelos, músculos, ossos e articulações.

Mas, antes que você pense em investir nas pastilhas efervescentes vendidas em farmácias, a nutricionista alerta: a absorção do corpo é muito melhor quando a vitamina C vem de fontes naturais, como as frutas.

De acordo com Renata: “uma pessoa adulta precisa de cerca de 75mg de vitamina C por dia. Isso é facilmente atingido com 1 porção diária de fruta rica nessa vitamina ou duas porções de frutas de modo geral, considerando que quase todos os alimentos desse grupo contém pelo menos uma pequena quantidade de vitamina C”.

No ranking das frutas mais ricas nessa vitamina, estão:

frutas-citricas

1 acerola – 150mg de vitamina C
1 goiaba – 120mg de vitamina C
Suco de 4 limões – 110mg de vitamina C
2 tangerinas – 110mg de vitamina C
5 morangos – 100mg de vitamina C
2 kiwis – 100mg de vitamina C
1 fatia de abacaxi – 95mg de vitamina C
1 caju – 95mg de vitamina C
1 laranja – 90mg de vitamina C
1 manga média – 90mg de vitamina C

Na hora de consumir as frutas, pensando no aporte da vitamina, Renata ressalta que vale ter atenção em dois pontos: evite aquecer ou usar esses alimentos em preparos quentes, e deixe para descascar as frutas apenas no momento em que for comê-las.

“A vitamina C é sensível ao calor. É como se evaporasse em contato com temperaturas altas. Quando temperamos uma carne com limão e em seguida levamos ao forno para assar, aproveitaremos o sabor do limão, mas não a vitamina C inicialmente nele contida. Já quando acrescentarmos limão na carne após assada e em temperatura mais baixa, no momento da refeição, aí sim teremos o benefício nutricional e o do sabor”, orienta.

Como a vitamina C também sofre alterações em contato com o ar, caso precise preparar sucos ou guardar os alimentos já descascados na geladeira, a dica da profissional é utilizar um recipiente hermético, que vai preservar a polpa da fruta e as qualidades nutricionais.

Por fim, Renata ensina o passo a passo de receitas práticas e saborosas não deixar a vitamina C faltar na rotina. Anote:

Molho para saladas cruas

Molho cítrico para saladas (002)

Ingredientes:
4 col de sopa de azeite extravirgem
2 col de sopa de água
Suco de 1 limão
Suco de 1/2 laranja pera
1 col de café de sal

Modo de preparo:
Misture tudo delicadamente e use para regar saladas cruas.

Suco de carambola com maracujá e gengibre

Suco de carambola maracujá e gengibre (002)

Ingredientes

Polpa de 1 maracujá
1 carambola sem sementes
1 col de chá de gengibre picado
1 xícara de gelo
300 ml de água

Modo de preparo:
Bata tudo no liquidificador, coe e beba em seguida.

Tigela de frutas

Tigela de Frutas (002)

Ingredientes
Suco de 1 laranja
1 kiwi fatiado
30 mL de leite de aveia
1 xícara de morangos congelados
1 col de sopa de semente de linhaça dourada
5 amêndoas
1 col de sopa de mel

Modo de preparo:
Bata no mixer o suco de laranja com os morangos congelados, o mel e o leite de aveia.
Coloque em uma taça e cubra com o kiwi fatiado e as amêndoas. Consuma em seguida.

Fonte: Oba Hortifruti

Por que no outono os cabelos caem mais?

Não é só na natureza que outono é tempo de renovação. Na fisiologia humana isso também acontece, especialmente com os cabelos. Acordar e ver vários fios no travesseiro, perceber a enorme quantidade de cabelo que cai durante o banho ou simplesmente constatar os fios que caíram após pentear o cabelo são situações que assustam e tiram o sono de qualquer um.

Segundo Fabíola Cruz, bioquímica, é normal perder até 150 fios durante o dia, mas em épocas como outono, esse número aumenta para cerca de 600 fios por dia.

Com a chegada do outono/inverno, cai a incidência de luminosidade e as temperaturas ficam cada vez mais baixas. Com menos horas de sol as células produtoras de melanina produzem menos deste pigmento, diminuindo a cor e o brilho dos cabelos. Além disso, as pessoas tendem a se proteger do frio e acabam ficando mais dentro dos ambientes.

Foi com a busca incessante por complexos vitamínicos que apoiassem as mulheres, que Aryane Garcia desenvolveu, com biomédicas e nutricionistas, a Gliti Hair. O lançamento é um suplemento alimentar em cápsulas com fórmula ultraconcentrada de vitaminas e minerais que atuam diretamente na qualidade de vida e acentua resultados no tratamento para queda de cabelo, estímulo de colágeno e fortalecimento das unhas.

“No outono, há também um aumento da temperatura da água do chuveiro e isso promove alterações tanto na estrutura dos fios de cabelos como no couro cabeludo. Os cabelos se tornam mais frágeis e quebradiços e a couro cabeludo fica mais oleoso”, completa Fabíola.

cabelo queda

A queda dos fios é parte natural do ciclo de vida dos cabelos, que tem fases de crescimento. Mulheres com cabelos longos percebem com mais frequência esse fenômeno, mas os homens também sofrem com a perda dos fios. Muitas mulheres, inclusive, ficam com receio de lavar o cabelo com a mesma frequência com medo de aumentar a queda dos fios. “Lavar os cabelos continua sendo muito importante nesse período. E isso, aliado a uma suplementação de nutricosmético regular, auxilia o nascimento de novos fios”, afirma Aryane.

Conheça Gliti Hair

Em sua composição, Gliti Hair conta com biotina, ou vitamina B7, muito importante para o metabolismo, e que atua na formação e fortalecimento de unhas, pele e cabelos. Utilizando hidratos de carbono e síntese de ácidos graxos, a Biotina ajuda a absorver todas as vitaminas do Gliti Hair corretamente, sem exageros e na medida que o corpo precisa.

Além da biotina, há um complexo vitamínico que soma as vitaminas A, B, C, D e E e que ajuda a equilibrar os efeitos positivos em seu organismo. A Vitamina A é responsável pela renovação celular e criação de novas fibras de colágeno na pele. Já o complexo de vitaminas B é cheio de ativos que aumentam a resistência natural e controlam a pele oleosa.

A Vitamina C é o mais poderoso antioxidante, combate o envelhecimento, ajuda a clarear, iluminar e estimular a produção de colágeno. Vitamina D faz seus dias mais felizes, pois é importante para todo o organismo. Vitamina E é fundamental, pois potencializa a hidratação do corpo.

GLITI-HAIR

Por último, a soma de ferro, selênio e zinco finalizam o nutricosmético. O ferro é fundamental, produz a hemoglobina que transporta o oxigênio para as células. Ótimo para quem precisa de uma forcinha extra na rotina. Zinco faz a proteção celular e a síntese da dopamina e da serotonina. Selênio atua em enzimas que diminuem o estresse oxidativo do cérebro, prevenindo o envelhecimento e colaborando na eliminação de toxinas.

Gliti Hair – Preço: R$ 99.90

Informações: Gliti

Wickbold apresenta receita ideal para saborear no outono

Prática, rápida e quentinha, preparo de Maçã Grelhada com Caramelo é uma ótima opção para apreciar nos dias frios que estão por vir

Com o outono chegam os dias com temperaturas mais baixas. Para aqueles que estão no conforto de casa durante a quarentena, que tal se aventurar na cozinha? Para contribuir com os consumidores dispostos a encarar o delicioso desafio, a Wickbold apresenta a receita Maçã Grelhada com Caramelo, perfeita para esta época do ano.

Para a elaboração do passo a passo, utilize o pão de forma Grão Sabor Maçã, Canela e Passas Wickbold, que traz um sabor diferenciado para o dia a dia dos consumidores. O produto tem a combinação perfeita da maçã com uvas-passas e sementes de girassol, além de um toque especial de canela. Juntos, os ingredientes são uma ótima maneira de deixar o preparo com um gostinho único.

Com rendimento de uma porção, essa receita prática fica pronta em apenas 15 minutos. Ela é ideal para quem quer um lanche rápido, doce e quentinho. Vale lembrar que também é ótima para ser compartilhada.

Maçã Grelhada com Caramelo

Ingredientes:
● 2 fatias de pão de forma Grão Sabor Wickbold Maçã, Canela e Passas
● 1 maçã cortada em cubos
● 1 xícara (chá) de açúcar refinado
● ¼ xícara (chá) de água
● 1 xícara (chá) de creme de leite
● 3 colheres (sopa) de manteiga
● Tomilho (opcional)

Modo de preparo:
Passe manteiga nas fatias do pão de forma Grão Sabor Wickbold Maçã, Canela e Passas Wickbold e toste-as em uma frigideira. Na mesma, junte o restante da manteiga e grelhe as maçãs até ganharem cor e ficarem macias. Reserve. Em uma panela pequena, junte o açúcar e a água, leve à fervura até que fique um caramelo. Acrescente aos poucos o creme de leite, mexendo para que fique homogêneo. Deixe esfriar. Coloque a maçã grelhada por cima da fatia e despeje o caramelo por cima. Feche o sanduíche e sirva.

maçã-grelhada2

Tempo de preparo: 15 minutos
Rendimento: 1 porção

Fonte:Wickbold

Conheça os tubérculos, verduras e legumes que estão na época

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo desenvolve, por meio da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), um trabalho de incentivo ao consumo de alimentos da época, os quais estão mais maduros, nutritivos e apresentam um melhor custo-benefício.

Saiba quais são os tubérculos, verduras e legumes que estão na época em maio:

batata doce szafirek
Foto: Szafirek/Morguefile

Batata-doce: possui um carboidrato complexo de baixo índice glicêmico, o que significa que sua absorção é mais lenta, ou seja, não eleva rapidamente os níveis de glicose no sangue. Dessa forma, fornece uma energia prolongada ao organismo, o que é bastante vantajoso, principalmente para praticantes de atividades físicas. Rica em fibras, ela também é fonte de ferro e potássio, além de conter vitaminas E, C e A.

leite_inhame

Cará e inhame: são tubérculos que, além de serem uma excelente fonte de energia, contêm proteínas e são ricos em fibras e minerais, como fósforo e potássio. Destacam-se ainda por apresentar vitaminas do complexo B. Alguns estudos apontam que o inhame é um alimento com diversas propriedades funcionais, podendo agir como antioxidante, anti-inflamatório, regulador hormonal e estimulante do sistema imunológico.

mandioca

Mandioca: é uma excelente fonte de carboidratos, rica em amido, tornando-se assim um alimento altamente energético, contendo ainda razoáveis quantidades de vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio e fósforo. É um alimento muito reconhecido no Brasil por representar sua cultura, principalmente no Nordeste, e é usada como farinha, polvilho e tapioca, além de marcar presença em algumas preparações como baião de dois.

mandioquinha

Mandioquinha: é um alimento fonte de energia, por conter carboidratos. Apresenta alto teor de vitaminas do complexo B e vitamina C, o que auxilia no fortalecimento do sistema imune. Na culinária, tem grande versatilidade, podendo ser assada ou cozida e, ainda, utilizada em preparações como bolos, pães, caldos, entre outros.

alface pixabay
Pixabay

Alface: é cultivada no mundo inteiro e apresenta diversas variedades de folhas, cores, formas e texturas. É uma das verduras mais consumidas devido à suavidade no sabor. Entre as variedades mais comuns, encontram-se a alface-crespa e a alface-americana. Dentre os nutrientes mais abundantes neste vegetal, encontram-se o potássio, cálcio, fósforo e vitaminas do complexo B.

chicoria pixabay
Pixabay

Chicória: rica em antioxidantes, que combatem o envelhecimento precoce, a chicória ainda é rica em vitamina K e minerais como o zinco, que auxiliam no sistema imune.

espinafre

Espinafre: é uma verdura de cor verde-escura, muito rica em minerais como ferro, fósforo e cálcio e em vitamina A, além de apresentar algumas vitaminas do complexo B e uma grande quantidade de fibras, que são responsáveis por melhorar o trânsito intestinal. Dessa forma, seu consumo é bastante recomendado para idosos.

salada de repolho

Repolho: é bastante utilizado em saladas, refogados e assados. É rico em vitaminas no complexo B, vitaminas A e C, que auxiliam na saúde da visão e do sistema imune, respectivamente, além de ser fonte abundante de fibras, que ajudam no bom funcionamento intestinal.

abobora

Abóbora: é rica em betacaroteno, um precursor da vitamina A, importante antioxidante, que tem como função neutralizar radicais livres, prevenir doenças cardíacas e reforçar o sistema imunológico. Além disso, suas sementes são boas fontes de fibras; proteínas; vitaminas do complexo B; magnésio, que regula as contrações musculares; e ômega 3 e 9, ácidos graxos monoinsaturados, que ajudam a controlar os níveis de colesterol no sangue e previnem doenças cardiovasculares.

chuchu
Pixabay

Chuchu: é rico em água, ajuda na reposição de líquidos corporais, além de conter minerais como cálcio, que favorece a saúde dos ossos e dentes, e ferro, que atua no combate à anemia ferropriva.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Como manter a região íntima feminina saudável durante outono e inverno

Clima frio favorece proliferação de microrganismos e queda da imunidade, fatores que podem levar ao surgimento de infecções vaginais. Ginecologista dá dicas para prevenir o problema

Com a chegada das estações frias, como outono e inverno, todos nós devemos nos atentar à saúde. Porém, mulheres devem tomar cuidados redobrados, principalmente no que diz respeito à higiene íntima. “Isso por que o clima frio é propício para a proliferação de microrganismos nocivos aos genitais. Além disso, durante o outono e o inverno, sofremos com queda da imunidade, o que nos torna mais suscetíveis a infecções bacterianas, fúngicas e até virais”, afirma Ana Carolina Lúcio Pereira, ginecologista membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia).

Para ajudar a evitar doenças e infecções genitais nesse período, a especialista listou quatro cuidados que as mulheres devem tomar para manter a saúde íntima em dia. Confira:

sabonete liquido

Faça uma boa higienização: é comum que durante o inverno, por suarmos e nos sujarmos menos, algumas pessoas não tomem banho diariamente. Porém, a higiene diária da região íntima é indispensável, principalmente no inverno. “O ideal é limpar a região no mínimo uma vez por dia para controlar a quantidade de fungos e bactérias causadores de corrimentos, coceiras e doenças do trato vaginal, como candidíase e vaginose”, destaca a médica. “Para isso, utilize sabonetes neutros, sem cor, sem perfume e ginecologicamente testados, que vão manter o pH vaginal equilibrado. Além disso, dê preferência aos sabonetes líquidos, que não ficam expostos a bactérias que podem estar presentes no ar”, recomenda. Mas tome cuidado para não higienizar a região íntima com muita frequência, pois o hábito, quando em excesso, pode causar o ressecamento da região. “Por fim, não se esqueça de secar bem o local para prevenir o crescimento de fungos.”

agua copo

Beba água: no frio, sentimos menos sede e, consequentemente, bebemos menos água. Porém, a água é fundamental para o bom funcionamento do organismo, visto que estimula a circulação de sangue e ajuda a prevenir a infecção urinária. “Então procure ingerir, no mínimo, dois litros de água por dia para permanecer hidratada e saudável”, diz a ginecologista. Durante o clima frio, uma boa dica é apostar nos chás, que, além de hidratar, também ajudam a aquecer.

 

Female bottom in tight jeans

Evite roupas apertadas: com a chegada das estações mais frias, começamos a utilizar roupas mais robustas para manter o corpo quente, como calças abafadas. O problema é que essas peças de roupas são inimigas da boa saúde íntima. “Isso porque abafam a região íntima e favorecem a proliferação de fungos e bactérias que podem causar infecções vaginais, como a candidíase”, alerta a especialista. “Por isso, evite usar calças muito apertadas com frequência e dê preferência aos tecidos mais leves e que permitem que o ar circule adequadamente. Se não for possível durante o dia, uma boa solução é usar peças mais leves na hora de dormir. Por exemplo, pijamas largos de algodão são uma boa substituição para o moletom.”

shutterstock calcinha regiao intima
Shutterstock

Opte por calcinhas de algodão: pode não parecer, mas a escolha da calcinha é fundamental para garantir uma região íntima saudável, visto que a peça está em contato direto com o local. “Geralmente, opta-se por calcinhas de tecidos sintéticos, já que tendem a ser mais baratas. Porém, esse tipo de tecido pode ser prejudicial para a genitália feminina, pois abafa a região, aumentando a transpiração e a umidade do local, o que, além de causar desconforto, favorece a proliferação de microrganismos responsáveis pelas infecções vaginais”, explica Ana. Por isso, dê preferência às calcinhas de algodão, tecido natural que permite que a região íntima respire adequadamente.

Por fim, caso você note algum tipo de alteração na região genital,  Ana Carolina recomenda que você consulte um ginecologista. “Apenas ele poderá realizar uma avaliação do quadro e dar um diagnóstico correto, indicando o melhor tratamento e as recomendações mais adequadas para lidar com cada caso”, finaliza a médica.

Fonte: Ana Carolina Lúcio Pereira é ginecologista, membro da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), especialista em Ginecologia Obstetrícia pela Associação Médica Brasileira e graduada em Medicina pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro em 2005. Especialista em Medicina do Tráfego pela Abramet, a médica realiza consultas ginecológicas, obstétricas e cirurgias, atuando na prevenção e tratamento de doenças gineco-obstétricas com foco em gestação de alto risco.

Colorama lança linha Cores do Oriente para o outono/inverno 2020

Inspirada nas paisagens e nas lendas do Oriente Médio, coleção traz esmaltes em tons terrosos, arroxeados e esverdeados

Há mais de 70 anos presente nas mãos das mulheres brasileiras com esmaltes de cores que vão do clássico ao moderno, Colorama apresenta a coleção Cores do Oriente para a temporada outono inverno. Seguindo a tendência vista nas passarelas internacionais, a cartela traz tons quentes, terrosos e arroxeados, e um esverdeado.

A coleção de esmaltes de longa duração ganha seis cores inéditas: Dunas de Areia, Sol do Oriente, Terracota do Deserto, Arabescos, Sherazade e Mil e Uma Noites, inspiradas nas tonalidades mais características dos principais pontos turísticos e lendas do Oriente Médio.

Assim como todos os produtos da marca, a nova coleção foi testada dermatologicamente e conta com fórmula livre dos principais ingredientes potencialmente alergênicos: formaldeído, dibutilftalato, resina de formaldeído e cânfora.

colorama

Preço sugerido: R$ 5,20

Informações: Colorama – SAC 0800 701 0114

Festivais Gastronômicos Ceagesp adotam o sistema de delivery

Um dos eventos mais tradicionais da cidade aderiu ao sistema de entregas em domicílio para atender aos seus milhares de fãs. Quem quiser receber em casa pratos dos Festivais Gastronômicos Ceagesp pode fazer pedidos pelo iFood, por telefone ou WhatsApp.

Pelo iFood, basta procurar por Festival de Sopas Ceagesp, Festival do Pescado e Frutos do Mar e Salada Online. Também dá para ligar para o 11-3675-0219 ou pedir pelo WhatsApp 11-94081-2910. Os pedidos de sopas também podem ser feitos pelo site Cia. das Sopas.

Por enquanto, a área de entregas de pratos quentes, pelo iFood, está restrita a bairros da zona oeste, próximos à Ceagesp (ver lista abaixo). Em breve, a cobertura vai atingir mais regiões da cidade. Porém, pelo site Cia. das Sopas , é possível encomendar a entrega de sopas congeladas para toda a região metropolitana de São Paulo.

Enquanto estiver valendo a recomendação de distanciamento social, esta será a forma de as atrações dos Festivais Gastronômicos Ceagesp chegarem até o público. É possível pedir para entrega as famosas sopas do tradicional Festival de Sopas Ceagesp. Também dá para encomendar pratos do Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp, do Festival de Camarão e Massas, além de uma variada seleção de saladas.

Sopa de Cebola Gratinada Saco (Divulgacao)

A Sopa de Cebola Gratinada, por exemplo, chega quentinha, em embalagem de 500 ml, por R$ 26,00 (mais taxa de entrega).

Delivery Pescado Paella

A porção de 600 g de Paella à Marinera, que serve bem duas pessoas, pode ser encomendada por R$ 64,90.

Delivery Pescado Camarão Rosa

Seis Camarões Rosa, os mesmos do famoso Espeto servido nos Festivais, saem por R$ 99,00 pelo delivery.

Todos os pratos dos Festivais Gastronômicos Ceagesp chegam até a casa dos fãs com a mesma qualidade de sempre. Os ingredientes fresquinhos, direto do maior entreposto de alimentos da América Latina, a Ceagesp, da Vila Leopoldina.

Caldinho de Feijão com aroma de cachaça_(Divulgação).4Caldo verde (Divulgação)r1Canja com Galinha20190425_0006Sopa de Cebola_sem gratinar (Divulgacao)Delivery Pescado Casquinha

Alguns dos bairros atendidos pelo iFood:

Vila Leopoldina, Lapa, Alto da Lapa, Alto de Pinheiros, Pinheiros, Vila Leopoldina, Vila Romana, Perdizes, Água Branca, Vila Anastácio, Vila Jaguara, Vila Ipojuca, Jaguaré, Butantã, Cidade Universitária, entre outros bairros da zona oeste.

Festivais Gastronômicos Ceagesp – Delivery
• Pelo iFood: (procurar por Festival de Sopas Ceagesp, Festival do Pescado e Frutos do Mar e Salada Online)
• Pelo telefone: 11-3675-0219
• Pelo WhatsApp: 11-94081-2910
• Pelo site: Cia. das Sopas

Vinhos: saiba como escolher os rótulos para o clima ameno

Durante o verão, os amantes do vinho preferem rótulos com aromas de frutas, de características ácidas e refrescantes. O inverno requer vinhos mais intensos, para acompanhar pratos mais pesados e consistentes. E para o outono? Qual vinho perfeito para harmonizar com a meia estação?

Como estamos entrando no inverno hoje, os dias ainda não estão gelados, mas, sim, frescos e agradáveis. Para os amantes do vinho, este clima ameno é ideal para apreciar os tintos, brancos e espumantes, harmonizando com pratos leves e saborosos.

A redução de temperatura na maioria dos estados brasileiros permite que escolher vinhos mais encorpados. O sommelier da Decanter, Sidney Lucas, explica que os tintos de médio corpo são a escolha certa para a estação. “As uvas, Garnacha, Syrah, Carménère e Merlot são as mais indicadas, já que, além de características mais fortes e marcantes, também são macias, com taninos discretos”, comenta.

INTIS_SHIRAZ_LAS_MORAS_2016_750ML_

A primeira sugestão do sommelier é o tinto Las Moras Intis Shiraz 2018. Ele explica que o vinho é equilibrado no paladar, com taninos discretos, bom frescor os e boa persistência na boca. “Para acompanhar a bebida, a dica é apostar em um delicioso rosbife ao molho barbecue, pato assado com batatas rústicas ou uma incrível seleção de queijos”, acrescenta.

terranoble

Os brancos encorpados com madeira, também fazem parte da seleção de vinhos para a estação. Atendendo a estes requisitos, o Terranoble Estate Chardonnay 2018 é macio e prazeroso no paladar. A indicação do sommelier é optar por pratos que contenham carnes brancas, como um linguado grelhado ao molho de alcaparras ou uma deliciosa massa envolvida com iscas de frango salteadas no azeite e sálvia.

Seja como aperitivo ou acompanhamento de algum prato, os espumantes vão desde opções para elegantes e charmosas festas e recepções até pequenas reuniões em casa, como aperitivo para noites agradáveis, rodeadas de boas conversas e amigos.

ophicus

A dica do sommelier é apostar em vinhos aromáticos, com aromas de frutas e especiarias. O espumante Bodegas Lozano Ophicus Brut Cuvée, por exemplo, atende aos requisitos para a meia estação. “Com aromas de flores brancas, pera e maçã verde, o rótulo é perfeito para festas e recepções, acompanhadas de saladas e entradas delicadas à base de peixes e frutos-do-mar”, observa Sidney.

bella conchi

Já para os que preferem degustar aperitivos aliados a um bom espumante, o Bellaconchi Brut Seleccion é perfeito para a ocasião. O sommelier sugere pratos como as tapas espanholas variadas ou um filé de linguado frito, servido com maionese cítrica.

Fonte: Decanter

 

Campanha do Agasalho: Pão de Açúcar, Extra, Assaí e CompreBem arrecadam doações

Cobertores e roupas em bom estado podem ser levados às lojas do GPA

O Pão de Açúcar, Extra, Assaí e CompreBem, por meio do Instituto GPA, junto às organizações Rotary, Cruz Vermelha, Exército da Salvação, Legião da Boa Vontade, Instituto SOS Gente, entre outras, anunciam a Campanha do Agasalho 2019, que será realizada até o dia 9 de junho (domingo).

A arrecadação de agasalhos faz parte da Agenda Solidária promovida anualmente, com o objetivo de mobilizar colaboradores(as) do GPA, clientes, fornecedores e organizações sociais, para atuarem como agentes de transformação social. Em 2018, cerca de 40 toneladas de roupas foram recolhidas em todo o Brasil, beneficiando mais de 29 mil pessoas vinculadas às instituições parceiras. Para este ano, a estimativa é arrecadar 50 toneladas. As doações podem ser realizadas no horário de funcionamento das lojas do Pão de Açúcar, Extra, Assaí e CompreBem de todo o Brasil.

GPA.png

“Essa é mais uma ação que une colaboradores e clientes do GPA em prol da solidariedade, com números surpreendentes de arrecadações de roupas e cobertores que melhoram a cada ano. É importante nos espelharmos em práticas positivas, aumentando o nível de conscientização coletiva”, afirma Thatiana Pereira Zukas, Gerente de Investimento Social.