Arquivo da categoria: outono/inverno

Campanha do Agasalho: Pão de Açúcar, Extra, Assaí e CompreBem arrecadam doações

Cobertores e roupas em bom estado podem ser levados às lojas do GPA

O Pão de Açúcar, Extra, Assaí e CompreBem, por meio do Instituto GPA, junto às organizações Rotary, Cruz Vermelha, Exército da Salvação, Legião da Boa Vontade, Instituto SOS Gente, entre outras, anunciam a Campanha do Agasalho 2019, que será realizada até o dia 9 de junho (domingo).

A arrecadação de agasalhos faz parte da Agenda Solidária promovida anualmente, com o objetivo de mobilizar colaboradores(as) do GPA, clientes, fornecedores e organizações sociais, para atuarem como agentes de transformação social. Em 2018, cerca de 40 toneladas de roupas foram recolhidas em todo o Brasil, beneficiando mais de 29 mil pessoas vinculadas às instituições parceiras. Para este ano, a estimativa é arrecadar 50 toneladas. As doações podem ser realizadas no horário de funcionamento das lojas do Pão de Açúcar, Extra, Assaí e CompreBem de todo o Brasil.

GPA.png

“Essa é mais uma ação que une colaboradores e clientes do GPA em prol da solidariedade, com números surpreendentes de arrecadações de roupas e cobertores que melhoram a cada ano. É importante nos espelharmos em práticas positivas, aumentando o nível de conscientização coletiva”, afirma Thatiana Pereira Zukas, Gerente de Investimento Social.

Casinha Mineira aposta em feijoada durante o outono & inverno

Com temperaturas mais amenas e o inverno chegando, a feijoada acaba se tornando uma das primeiras opções para o almoço. O prato, queridinho dos brasileiros, é a recomendação do restaurante Casinha Mineira. Servida todas as quartas-feiras e sábados, na unidade Bela Vista, a Feijoada (com lombo, costelinha, carne seca, e paio) acompanha arroz, couve, farofa, torresmo, banana à milanesa e laranja. A porção individual, sai por R$ 42,00. Já na unidade Vila Olímpia, ela é oferecida apenas na quarta-feira e sai por 40,00.

Para acompanhar, a sugestão da casa é a tradicional caipirinha. A mais pedida é a de limão (R$ 20,00), mas também há diversas opções de frutas para compor a bebida, como abacaxi, lima da Pérsia, limão taiti e maracujá.

casinha mineira.jpg

Casinha Mineira

O Casinha Mineira se apresenta como um restaurante com cardápio de pratos clássicos, ingredientes e segredos da culinária mineira. Com duas unidades na capital paulistana, a casa oferece pratos com preços acessíveis, que são ótimas opções para os frequentadores dos bairros Vila Olímpia e Bela Vista.

Endereços:

Casinha Mineira  – Unidade Bela Vista: Rua São Carlos do Pinhal, 445 – Bela Vista – São Paulo – SP. Horário de funcionamento: Almoço – segunda a sexta: 11h30 às 15h; sábado: às 12h às 16h.

Casinha Mineira – Unidade Vila Olímpia: Av. Dr. Cardoso de Melo, 1727 – Vila Olímpia – São Paulo – SP. Horário de funcionamento: Almoço – Segunda a sexta das 11h30 às 15h.

Outono no Suri tem pratos para aquecer os paladares

Ainda que timidamente, caem as temperaturas lá fora, e entram em cena ingredientes que aquecem paladares outonais, sem contudo perder-se o encanto que ronda a cozinha latino-americana e suas ricas vertentes. No Suri Ceviche Bar, os ceviches cedem a vez a preparos mais robustos e substanciais como os arrozes, a parrillada e seus acompanhamentos, entre outros.

A proposta culinária da casa continua farta e saborosa, com receitas que remetem à cozinha conforto – aquelas preparadas de geração em geração e que suscitam lembranças afetivas capazes de provocar saudades e vontade de voltar no tempo para provar tudo outra vez.

É nessa toada que chegam à mesa do Suri pratos como a Parrillada Altamar, a tainha Galápagos, e as Costellitas de porco.

parrila

A Parrillada Altamar (R$ 107) leva polvo, lula e salmão ou corvina, grelhados com batatas, salada quente de espinafre e molho de coalhada seca.

galapagos

A tainha batizada de “Galapagos” é servida grelhada com vinagrete de manga e pimenta biquinho, acompanhada de farofa crocante de banana e bacon, batatas assadas e coentro (R$ 46,50).

costillitas

Já as Costillitas Cuira (R$ 44), no capítulo das carnes, dão nome à costelinhas de porco com calda de figo, arroz criollo e mandioca frita.

Para acompanhar, uma vasta seleção de drinques autorais ou a boa carta de vinhos da casa, com rótulos variados, entre branco, tintos e rosés de ótima relação preço / qualidade.

Muito além de um novo cardápio

Ainda mais atrativo, o Suri passou recentemente por um processo de ampla renovação que vai além das novidades em pratos. Os ambientes foram repaginados e concebidos de forma a trazer mais autenticidade para esta que é considerada a “queridinha” das cevicherias da cidade.

Assim, o vermelho de antes dá lugar a uma nova paleta de cores que traz mais leveza e frescor. Na área externa, foram adicionados mais lugares para o desfrute de uma atmosfera agradável e convidativa. No segundo andar, foi criado um novo espaço exclusivo para amigos se reunirem em atmosfera charmosa e intimista.

suri ceviche

Suri Ceviche Bar: Rua Mateus Grou, 488 – Pinheiros. Horário de funcionamento: terça a sábado, das 19h às 24h e de sexta a domingo, das 11h às 16h

Campanhas de inverno começam a movimentar vaquinhas na Internet

· ONG´s e grupos de apoio buscam doações para poder proteger moradores de rua e animais do frio
· Arrecadações virtuais são oportunidade para qualquer pessoa ajudar a diminuir o sofrimento e até salvar vidas
· Para escolher qual campanha ajudar, basta fazer uma busca com as palavras “frio” ou “inverno” no site Vakinha

Com a proximidade inverno, começam a surgir na internet vaquinhas virtuais que visam arrecadar dinheiro para poder ajudar a proteger cidadãos em situação de rua e animais do frio, que além de aumentar o sofrimento também é a causa de muitas mortes.

No site Vakinha, maior plataforma do país de vaquinhas online, ONG´s e grupos de apoio de várias cidades buscam recursos para comprar desde água e cobertores até luvas e kits de higiene para populações de rua.

“Essa é uma grande oportunidade de ajudar a quem ajuda, viabilizando ações de solidariedade capazes de salvar vidas e ainda poder acompanhar a chegada da doação ao seu destino por meio das redes sociais”, explica Cristiano Meditsh, diretor de marketing do Vakinha.

É o caso da Organização Bem da Madrugada, de São Paulo, que se define como uma ação social, dividida em equipes responsáveis por alimentos, bebidas, roupas, sapatos, higiene pessoal e rações para animais, destinadas a atender a população em situação de rua. Em sua campanha no Vakinha, o valor arrecadado será totalmente usado para a compra de água e cobertores a serem distribuídos nas ações de inverno.

Também para ajudar moradores de rua de São Paulo, o grupo Anjos da Leste, busca doações para a compra de itens como luvas, meias e kits de higiene. E a vaquinha do Família do Bem visa doar cobertor, casaco e um kit higiene a 250 pessoas atendidas pelo projeto no centro da capital paulista.

Moradores de rua também são o foco da campanha “São Sebá sem frio”, que pretende arrecadar dinheiro para comprar cobertores e alimentos para os moradores de rua de São Sebastião, no litoral de São Paulo, que se compromete a divulgar e comprovar todo a compra e entrega de todo o material.

Morte de animais por frio

cachorro de rua abandonado barkpost
BarkPost

Para ajudar animais, a campanha da ONG AuMigos pede doações para comprar cobertores para mais de 250 animais, que se encontram à espera de adoção em 120 canis localizados em Juquitiba, cidade do interior do Estado de São Paulo, conhecida por temperaturas muito baixas no inverno. Em sua página da campanha, a ONG explica que o objetivo é evitar que o frio mate os animais, algo que infelizmente já aconteceu.

Agasalhos novos para crianças

campanha-agasalho-122222

Com o título “inverno mais quentinho”, a vaquinha criada por Rossana Bruksch, de Porto Alegre (RS), pretende fazer agasalhos para crianças carentes. Segundo a criadora da campanha, essas peças são as menos doadas. “Estou aprendendo a costurar com o objetivo principal de fazer roupas de criança para doação (…). Gostaria de poder contar com a sua colaboração para confeccioná-las”, explica Rossana, que colocou a foto de um conjuntinho de blusa e calça feitos por ela, em malha colegial ao custo de R$ 35,00 de material.

Conheça as campanhas (clique sobre o nome):

Organização Bem da Madrugada

Anjos da Leste

Família do Bem

São Sebá sem frio

Aumigos

Inverno mais quentinho

Outras vaquinhas de inverno também podem ser encontradas clicando aqui.

209.png

Sobre o Vakinha

Criado em 2009 por empreendedores gaúchos, o Vakinha é o primeiro site de arrecadações online do país, inaugurando o sistema de crowdfunding, que só despontou no exterior meses depois. Ao longo de uma década se tornou líder no segmento de campanhas ligadas a solidariedade e causas sociais. Hoje ele é um diário de histórias contadas por milhares de pessoas que se juntam para salvar vidas e transformar sonhos em realidade.

Chegada do outono pode favorecer tratamentos estéticos para a pele

A chegada das baixas temperaturas também significa a aproximação da época que mais beneficia os tratamentos estéticos para a pele e a recuperação da derme, que na maioria das vezes se encontra manchada, lesionada ou mesmo desidratada pela alta exposição aos raios solares durante o verão.

No outono, a temperatura mais amena e com menos sol faz com que a pele exposta fique menos frágil e oleosa. De acordo com a dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), Teresa Noviello, um outro benefício da diminuição da incidência solar é a menor exposição aos raios ultravioletas. Essa mudança climática oferece melhores condições para a realização de procedimentos de pele.

laser estetica rosto mulher

“Nessa época também são reduzidos os riscos de surgimento de manchas ou lesões ao longo e após os tratamentos. Este fator faz com que o outono seja o melhor momento para quem quer iniciar ou retomar terapêuticas estéticas na pele do corpo e da face”, ressalta.

Antes de tudo, é preciso deixar claro que alguns tratamentos não são recomendados para todas as pessoas nesse período. “Algumas carregam resquícios do bronzeado ainda no começo do outono. Essa resposta fisiológica à exposição solar pode deixar a pele fina e sensível e, assim, a aplicação de métodos como o uso de lasers e luz pulsada, pode não ser o mais recomendado”, explica.

Para cuidar da pele no outono, o ideal é que, primeiramente, as pessoas procurem pelas orientações de um dermatologista para saber qual é o seu tipo de pele e quais são as suas necessidades terapêuticas. Tendo essas informações, o profissional poderá indicar os produtos adequados e definir o método de tratamento indicado para o tipo de pele do paciente.

microagulhamento-pele

Segundo Teresa, os tratamentos estéticos que são bastante favorecidos pela estação são os peelings químicos, as depilações definitivas, a realização de sessões com o uso do laser de CO² fracionado e microagulhamento, dentre outros que atingem as camadas mais profundas da pele.

Para quem já faz uso de cremes faciais, a temporada de outono é um ótimo momento para introduzir produtos que tenham ácidos noturnos em suas fórmulas, pois os mesmos irão ajudar na renovação das células da pele. “Quando esses cosméticos são associados a clareadores, a combinação proporciona a remoção e suavização de manchas, também ajudando no preparo da pele para a realização de procedimentos futuros. Em casos de manchas mais severas, ainda pode ser incluído o tratamento com o uso de lasers”, aconselha.

Por fim, é necessário lembrar que cada estação do ano tem suas particularidades e peculiaridades, mas para se obter uma pele viçosa e saudável, é essencial que ela receba cuidados o ano todo.

Shopping Penha faz campanhas de doação de sangue e arrecadação de agasalho

O mês de maio está repleto de ações voltadas para a comunidade no Shopping Penha. Desde o 20, entrou no ar a Campanha do Agasalho. Ano passado, o Shopping recolheu mais de 6 mil itens entre roupas, sapatos, agasalhos e cobertores que foram doados para 8 instituições distintas.

Hoje, dia 28, entre 8h30 e 11h30, o Shopping Penha se une a uma campanha solidária de doação de sangue em parceria com a Fundação Pró-Sangue do Hemocentro de São Paulo. O ponto de recolhimento será no Piso 1 e tem capacidade para atender até 70 doadores nas 3 horas de funcionamento.

Para doar é importante observar alguns requisitos, entre eles estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 69 anos, pesar no mínimo 50kg e apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial. Além desses é preciso respeitar os intervalos para doação – homens: 60 dias e mulheres: 90 dias.

doação de sangue pixabay
Pixabay

“Fazer parte de uma campanha como esta reforça o compromisso do Shopping de estar próximo da sua comunidade participando e oferecendo ações solidárias”, conclui Débora Blanco, superintendente do Shopping Penha.

Doação de Sangue no Shopping Penha
Data: 28 de maio
Horário: das 8h30 às 11h30
Local: Shopping Penha – Piso 1 – próximo ao banheiro feminino
Endereço: Rua Dr. João Ribeiro, nº 304 – Penha‎ – São Paulo, SP

Creme de Ervilha com Linguiça Blumenau

Friozinho pede caldo e pede bebidas quentes. Além de saborosas, as receitas são reconfortantes. Ajudam a espantar o frio e manter a temperatura do corpo mais agradável. Como resistir?

Para deixar o preparo dessas receitas ainda mais prático, a Predilecta apresenta receita do Creme de Ervilha com linguiça Blumenau. A Ervilha Livre Predilecta, como o nome sugere, é livre de adição de açúcar, sal e conservantes.

Creme de Ervilha com linguiça Blumenau

Ingredientes

½ xícara de chá de ervilha enlatada Livre Predilecta
1 xícara de chá de linguiça Blumenau picada
½ cebola média
1 colher de sopa de azeite de oliva
1 ½ xícara de chá de água
Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Corte a cebola em cubos ou, se preferir, passe pela parte grossa do ralador. Reserve. Leve uma panela ao fogo médio, quando estiver quente, acrescente a linguiça picada. Vá mexendo até que fique dourada e crocante. Com um garfo, tire a linguiça e despeje-a em um prato forrado com papel toalha. Na mesma panela coloque a cebola picada e refogue, mexendo sempre, até ficar transparente. Junte a ervilha, mexa bem e coloque a 1 ½ xícara de chá de água. Tempere com sal e pimenta-do-reino e deixe cozinhar por 15 minutos, mexendo de vez em quando. Na própria panela, ou no copo do mixer, bata a sopa (com o mixer), até que fique lisa. Se preferir, deixe a sopa esfriar um pouco, transfira-a para um liquidificador e bata, segurando firmemente a tampa (o vapor a faz saltar). Volte para a panela, aqueça novamente e sirva com as rodelinhas de linguiça.

creme de ervilha e bacon.jpg

Porções: 2 pessoas
Tempo: 30 minutos
Dificuldade: Fácil

Fonte: Grupo Predilecta

Cinco alimentos que comemos mais no tempo frio e envelhecem a pele

Cuidado com os alimentos calóricos e fáceis demais nesse inverno. Além dos grandes problemas para o organismo, a pele também pode sofrer

Quando a temperatura começa a diminuir, é comum atacar a geladeira e desregular a alimentação. Afinal, quem não gosta de comer um brigadeiro de colher assistindo filmes e séries em um friozinho com chuva? “As pessoas sentem mais fome e desejo de alimentos com mais calorias no inverno, porque o nosso metabolismo fica naturalmente mais rápido pela tentativa de regular a temperatura corporal. O problema é que muitos desses alimentos que ingerimos mais no inverno podem acelerar o processo de envelhecimento cutâneo”, explica a dermatologista Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. Abaixo, a especialista cita os grandes vilões:

doces mulher chocolate

Doces – apesar de importante para conferir energia ao corpo, o carboidrato (ou açúcar) em excesso pode interagir com as proteínas e gorduras para causar os AGEs (Agentes avançados de glicação) que alteram as estruturas e funções do colágeno e elastina, causando desordens na pele, com aparecimento de rugas, flacidez e manchas. E o problema é que os doces são justamente muito ricos em açúcar. “A glicose em excesso pode causar desregulação dos genes pró-longevidade e aumentar a concentração de AGEs”, afirma a médica.

pag06_microondas_op2_v2

Refeições rápidas de micro-ondas – para quem tem preguiça de cozinhar no frio, os alimentos rápidos e ultraprocessados, esquentados no micro-ondas, podem ser um perigo. “Além de vários aditivos químicos, há alta concentração de sódio e carboidratos nesses produtos. Com o alto consumo de sal, o corpo retém mais líquido e a pele sofre com isso, ficando desidratada e muitas vezes com sinais de inchaço e cansaço”, afirma a dermatologista. O sal em excesso prejudica ainda a circulação de sangue, o que tem influência direta na nutrição da pele.

cozido_de_carne_com_legumes_15_baixa160620_150634

Carne vermelha – um bom ensopado de carne é capaz de nos deixar saciados por horas, mas a junção de carne vermelha com batata, molhos e sal em excesso podem cair como uma ‘bomba’ no nosso organismo, acabando por limitar a ação antioxidante. “A carne vermelha, rica em gordura saturada, aumenta o colesterol ruim e pode inibir a atividade da SIRT1 (proteína que estimula à longevidade celular) levando a uma vida útil celular reduzida. Isso tem relação direta com o processo de envelhecimento”, afirma a médica.

batata frita

Frituras – se a batata frita, um pastel quentinho e outros tipos de frituras como salgadinhos estão no seu cardápio de inverno, saiba que o óleo utilizado em altas temperaturas se torna uma gordura saturada, diminuindo a vida celular, além de adicionar muito sal à alimentação.

queijos tabua vinho3333333333

Queijos “amarelos” – além do alto teor de gordura, os queijos prato, coalho, emental, brie, cheddar, mussarela, parmesão, entre outros, como são derivados de leite podem aumentar a expressão do hormônio IGF-1, que tem relação com a produção exacerbada de sebo e acne. “Se não tratada adequadamente, a acne pode deixar manchas e cicatrizes que deixam a pele com aspecto envelhecido”, afirma a médica.

Cardápio do bem

legumes cozidos

Para fugir dos problemas de inverno e ter uma alimentação que influencia beneficamente a pele, a dermatologista recomenda o consumo balanceado de proteínas, conjuntamente com verduras, legumes, frutas e oleaginosas. “Além disso, podemos prescrever suplementos com vitaminas e minerais com ação antioxidante e anti-inflamatória para atuar de maneira endógena contra os agressores ambientais que levam ao envelhecimento”, finaliza a médica.

Fonte: Valéria Marcondes é dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser.

A temperatura baixou, que tal preparar uma canja?

O outono até que demorou um pouco para aparecer neste ano, mas chegou. E com ele, as temperaturas mais amenas, propícias para uma alimentação mais reconfortante. Pensando nisso, a rede Divino Fogão ensina a preparar uma canja bem gostosa. Confira:

Canja

Ingredientes:
500g de filé de frango cozido e desfiado
2 dentes de alho picados
½ cebola picada
2 colheres de sopa azeite
1 litro de água
Colorau a gosto
1 tablete de caldo de galinha
1 xícara de arroz cru
1 cenoura ralada
Salsa ou cebolinha a gosto

Modo de Preparo:
Em uma panela coloque o azeite e doure o alho e a cebola. Acrescente o frango desfiado e mexa. Em seguida, junte a cenoura ralada e mexa. Misture o arroz cru e mexa, em seguida o caldo de galinha, o colorau e a água. Deixe ferver até o arroz ficar cozido.

canja.jpg

Rendimento: 8 pessoas

Fonte: Divino Fogão