Arquivo da categoria: peixe

Três salgados deliciosos que levam atum

E mais um fim de semana chegou. Vai fazer uma festa junina ou participar de uma e quer receitas diferentes? A Gomes da Costa ensina a fazer três deliciosos salgados nos quais o ingrediente principal é o atum. Confira:

Bolinho de Colher de Atum

bolinho-de-colher-de-atum-desktop

Ingredientes:
1 ovo
4 colheres (sopa) de leite
1 lata de Atum em Pedaços em Óleo Gomes da Costa (170g)
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de cheiro verde picado
Sal e pimenta do reino a gosto
1 colher (sopa) de fermento em pó
Óleo para fritar

Modo de preparo:
Numa tigela junte o ovo, o leite e o óleo do Atum. Misture bem. Acrescente a farinha de trigo e misture até obter uma massa homogênea. Acrescente o atum e o cheiro verde. Tempere com sal e pimenta a gosto. Junte o fermento e misture bem. Com o auxílio de uma colher de sopa medida, porcione a massa e frite em óleo abundante quente.
Escorra em papel toalha. Sirva quente.

Dica de chef
Se o óleo estiver muito quente, abaixe um pouco o fogo para que durante a fritura o bolinho cozinhe por dentro.

Variação
Acrescente azeitona verde picada à massa.

Coxinhas de Atum

coxinhas-de-atum-desktop

Ingredientes:

Massa:
1 xícara (chá) de água (240ml)
1 tablete de caldo de galinha (9,5g)
2 xícaras (chá) de leite (480ml)
½ xícara (chá) de margarina sem sal (100g)
½ colher (sopa) de sal (10g)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo (300g)
2 batatas médias cozidas (cerca de 300g) passadas quentes pelo espremedor
Óleo para fritar

Recheio:
4 colheres (sopa) do óleo do Atum Gomes da Costa (60ml)
4 colheres (sopa) de cebola picada (40g)
4 latas de Atum Pedaços em Óleo Gomes da Costa (170g) , sem o óleo (480g)
4 colheres (sopa) de azeitonas pretas picadas (44g)
4 colheres (sopa) de azeitonas verdes picadas (44g)
2 colheres (sopa) de salsa picada (10g)
Orégano a gosto

Para empanar:
Leite
Farinha de rosca

Modo de preparo:
Numa panela média, coloque a água para ferver e dissolva o tablete de caldo de galinha, em fogo médio. Acrescente o leite, a margarina e o sal. Quando voltar a ferver, junte de uma só vez a farinha de trigo e mexa em movimentos circulares até a farinha dissolver completamente e formar um angu. Acrescente a batata passada pelo espremedor. Continue cozinhando, mexendo sempre, até a massa soltar do fundo da panela (cerca de 5 minutos). Despeje a massa numa travessa e espere esfriar.

Recheio:
Enquanto a massa esfria, prepare o recheio: refogue a cebola no óleo do Atum Gomes da Costa. Junte a Atum e continue refogando. Acrescente as azeitonas, a salsa e o orégano. Misture.

Montagem:
Porcione cerca de 1 colher (sopa) (cerca de 20g) de massa para cada coxinha. Abra uma porção de massa na palma da mão. Coloque cerca de 1 colher (chá) (cerca de 8g) do recheio no centro da massa. Feche a massa pelas pontas e enrole dando o formato de uma coxinha. Passe a coxinha no leite e depois na farinha de rosca. Preencha metade da capacidade de uma panela média com óleo e leve ao fogo para aquecer.
Frite as coxinhas aos poucos, virando de vez em quando, até ficarem douradas por igual. Retire as coxinhas do óleo e escorra em papel toalha.

Dica de chef
O recheio deve ficar concentrado no centro, para não umedecer a massa, dificultando no momento de enrolar.

Variação
Acrescente 2 a 3 colheres de requeijão ao recheio.

Tortinhas de Atum

tortinhas-de-atum-desktop

Ingredientes:
· 1 xícara (chá) de leite (240ml)
· 1 ovo (60g)
· 1 colher (sopa) de creme de leite (15g)
· 4 colheres (sopa) de farinha de trigo (40g)
· 1 colher (chá) de orégano (0,5g)
· Sal a gosto
· 1 lata de Atum em Pedaços em Óleo Gomes da Costa (170g)
· 1 tomate médio, maduro e firme picado (80g)
· 1 e meia xícara (chá) de mozarela cortada em cubos (200g)
· 1 pacote de massa de pastel (200g)

Modo de preparo:
Bata no liquidificador o leite, o ovo, o creme leite, a farinha de trigo, o orégano e o sal. Reserve. Numa tigela junte o Atum Gomes da Costa com seu óleo, o tomate e a mozarela. Forre o fundo e as laterais de 12 forminhas com cerca de 7,5cm de diâmetro
Coloque a massa de pastel em forminhas com cerca de 10cm de diâmetro (com a massa de pastel). Recheie as tortinhas com a mistura de creme de leite e ovos. Distribua sobre o recheio de ovos a mistura de atum. Coloque as forminhas numa assadeira e leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 25 minutos ou até a superfície cozinhar e dourar levemente. Desenforme com o auxílio de uma ponta da faca e sirva quente.

Fonte: Gomes da Costa

Receitas especiais com filés de atum e sardinha Coqueiro

Coqueiro lançou no fim de 2018 quatro novos sabores: filé de sardinha com azeite, filé de sardinha com azeitonas verdes, filé de atum em azeite extravirgem e filé de atum em azeite com alcaparras. Produtos oferecem sabores exclusivos e são ideais para garantir sofisticação aos pratos. Sem conservantes, são ricos em ômega 3, vitamina D e proteínas.

Para destacar toda a versatilidade dos produtos, a Cozinha Experimental Coqueiro elaborou três deliciosas receitas.

Filé de atum ao forno com batatas e alecrim

file de atum com batata e alecrim

Ingredientes:
1 lata de Filé de Atum em Azeite Extra Virgem Coqueiro
1 batata média cortada em gomos finos
4 aspargos frescos cortados ao meio
4 dentes de alho inteiros e com casca
2 ramos de tomilho fresco
sal a gosto
páprica picante a gosto
pimenta-do-reino a gosto
1 colher (sopa) de azeite de oliva
Alecrim a gosto

Modo de preparo:
Preaqueça o forno em temperatura alta (200°C). Escorra e reserve o óleo da lata de Filé de Atum em Azeite Extra Virgem Coqueiro e reserve.Em assadeira, coloque a batata, os aspargos, o alho, o tomilho, o sal, a páprica, a pimenta do reino e o azeite reservado da lata e misture. Leve ao forno por 30 minutos ou até as batatas estarem cozidas e levemente douradas. Retire do forno, acrescente os Filés de Atum em Azeite Extra Virgem Coqueiro, regue com azeite e adicione o alecrim. Misture delicadamente e sirva a seguir.

Tempo de preparo: 10 minutos
Tempo de forno: 30 minutos
Tempo total: 40 minutos
Rendimento: 2 porções

Filé de sardinha ao molho thai

file de sardinha

Ingredientes:
1 lata de Filé de Sardinha com Azeite Coqueiro
1 dente de alho picado
meia cebola pequena picada
1 colher (chá) de curry
1 colher (chá) de gengibre fresco ralado
1 vidro de leite de coco (200 ml)
meia colher (chá) de sal
1 colher (chá) de raspas de limão

Para servir:
Arroz Basmati Camil cozido

Para acompanhar
amendoim picado a gosto

Modo de preparo:
Escorra e reserve o azeite da lata do Filés Sardinhas em Azeite Coqueiro. Reserve.
Em uma panela, aqueça em fogo médio 2 colheres (sopa) do azeite da lata reservado, coloque o alho, a cebola e frite até dourar levemente. Adicione o curry, o gengibre, o leite de coco e cozinhe, mexendo sempre, por 1 minuto. Acrescente os Filés de Sardinhas em Azeite Coqueiro reservados, o sal, as raspas de limão e misture delicadamente. Sirva com Arroz Basmati Camil, acompanhado com o amendoim.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 2 porções

Macarrão à putanesca com filé de sardinha

macarrão a putanesca

Ingredientes:
100 g de macarrão tipo linguine
1 lata de Filé de Sardinha com azeitonas Coqueiro
1 colher (sopa) de azeite da lata
2 dentes de alho picados
meia cebola pequena picada
2 tomates sem sementes picados
1 colher (sopa) de alcaparras
manjericão fresco picado a gosto

Modo de preparo:
Cozinhe o macarrão conforme instruções da embalagem. Reserve em local aquecido.
Escorra e reserve o azeite da lata de Filé de Sardinha com azeitonas Coqueiro e reserve. Em uma panela aqueça o azeite da lata em fogo médio, coloque o alho, a cebola e frite até dourar levemente. Adicione os tomates, as alcaparras, o manjericão e o macarrão reservado. Acrescente os Filé de Sardinha com azeitonas Coqueiro reservados e misture delicadamente. Sirva a seguir.

Tempo de preparo: 25 minutos
Rendimento: 2 porções

Fonte: Coqueiro

Dicas de receitas para o Dia das Mães

O Dia das Mães é domingo e é bom já ir preparando o cardápio para esse dia tão importante para a pessoa que você mais ama. Para te ajudar a preparar uma comidinha deliciosa para a mãezona, três receitas maravilhosas, saudáveis e que cabem no seu bolso. Bom apetite.

Bruschetta de Feijão Branco e Sardinha

brusqueta de feijao branco.jpg
Ingredientes:
1 minibaguete com cerca de 20cm
1 dente de alho cortado ao meio (2g)
1 lata de Sardinha em Óleo Sabor Defumada Gomes da Costa (125g)
1 xícara (chá) de feijão branco cozido (200g)
Sal a gosto
Mini rúcula a gosto
Pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:
Corte a minibaguete ao meio no sentido do comprimento. Corte cada metade em 4 pedaços. Esfregue o dente de alho sobre a superfície de cada pedaço de pão. Distribua os pães numa assadeira. Reserve o alho. Regue os pães com um pouco do óleo da Sardinha Gomes da Costa e leve ao forno médio (180ºC) preaquecido, por cerca de 15 minutos ou até os pães ficarem ligeiramente crocantes. Enquanto os pães estão no forno, amasse grosseiramente o feijão com o auxílio de um garfo até obter um purê pedaçudo (se necessário acrescente um pouco do óleo da Sardinha). Junte o alho reservado, espremido. Tempere com sal a gosto.

Monte a bruschetta:
Sobre um pedaço de pão quente, espalhe cerca de 2 colheres (sopa) de purê de feijão.
Distribua a rúcula, a Sardinha Gomes da Costa e salpique pimenta do reino moída na hora. Sirva em seguida.

Dicas de chef
=Para se obter 1 xícara (chá) de feijão branco cozido, cozinhe cerca de meia xícara chá de feijão cru.
=Como esfregar o alho sobre o pão: corte o dente de alho ao meio e esfregue-o com a parte cortada voltada para o miolo do pão. Esta técnica “perfuma” o pão.

Variação
Substitua a rúcula por escarola picada grosseiramente.

Salada de Feijão Branco, Atum, Rúcula e Coentro
salada de feijão branco.jpg

Ingredientes:
2 xícaras (chá) de feijão branco cozido e escorrido (400g)
1 lata de Atum Sólido em Óleo Baixo em Sódio Gomes da Costa (170g)
2 xícaras (chá) de rúcula rasgada
Coentro fresco picado a gosto

Modo de preparo:
Numa tigela junte o feijão e o Atum Gomes da Costa com seu óleo. Misture bem e deixe tomando gosto por cerca de 1 hora.
No momento de servir acrescente a rúcula e o coentro. Misture bem.

Dicas de Chef
A rúcula deve ser acrescentada à salada no momento de servir para que não murche.
Duas xícaras (chá) de feijão branco cozido correspondem a uma xícara (chá) de feijão branco cru. De véspera, deixe o feijão de molho em água. No dia seguinte escorra e cozinhe em água fervente abundante.

Variação
O coentro pode ser substituído por hortelã.

Sardinha Mediterrânea

sardinha mediterranea

Ingredientes:
Meia cenoura pequena cortada em cubos de 1cm(60g)
1 abobrinha tipo italiana pequena cortada em pedaços de 1cm(120g)
1 batata pequena cortada em pedaços de 0,5cm (100g)
Sal a gosto
2 latas de Sardinha em Óleo Gomes da Costa (250g)
1 cebola média cortada em rodelas (80g)
3 colheres (sopa) de vinho branco seco (45ml)
4 colheres (sopa) de caldo de legumes (60ml)
1 colher (chá) de ervas finas seca (2g)
Pimenta do reino a gosto
2 colheres (sopa) de azeitonas verdes picadas (26g)
2 colheres (sopa) de Cogumelos fatiados Gomes da Costa (20g)

Modo de Preparo:
Cozinhe em água fervente temperada com sal, primeiro a cenoura, depois coloque a abobrinha e a batata. Cozinhe os legumes até ficarem al dente. Abra as Sardinhas Gomes da Costa e reserve o óleo de 1 lata das Sardinhas Gomes da Costa. Numa panela média, coloque o óleo de uma lata de Sardinha Gomes da Costa. Cubra a superfície da panela com uma camada de rodelas de cebola. Disponha as Sardinhas Gomes da Costa lado a lado, ocupando todo o fundo da panela. No centro coloque os legumes pré-cozidos. Regue com uma mistura de vinho branco e caldo de legumes. Salpique a superfície com as ervas finas e a pimenta. Leve ao fogo baixo e cozinhe por cerca de 15 minutos, com a panela aberta. Distribua as azeitonas e os Cogumelos Gomes da Costa. Mantenha no fogo por cerca de 5 minutos ou até aquecer. Sirva em seguida.

Fonte: Gomes da Costa

Receita de moqueca de peixe

O chef Ivan Lopes, do Mukeka Cozinha Brasileira, de Curitiba (PR), preparou uma receita especial e saborosa de moqueca de peixe. Confira:

Moqueca de Peixe pelo Chef Ivan Lopes

Ingredientes
1 kg de peixe de carne firme (exemplo: cação, badejo, garoupa e pescada amarela)
2 tomates sem semente cortados em cubos
1 cebola roxa costada em cubos
1 pimentão verde cortado em cubos
1 pimentão vermelho cortado em cubos
300 ml de leite de coco
sal e pimenta-do-reino a gosto
óleo de milho ou soja a gosto
folhas de coentro picada grosseira a gosto
cebolinha bem picada a gosto

Ingredientes base da Moqueca
2 litros de caldo de peixe
1 pimentão vermelho sem semente bem picado
1 cebola cortada em cubos
1 pimentão verde sem semente bem picado
3 dentes de alho bem picados
1 Pimenta dedo-de-moça bem picada
4 tomates bem picados
200 ml de azeite de dendê
raiz de coentro bem picada a gosto

Modo de preparo da base da moqueca:
aqueça uma panela e adicione o azeite de dendê. Refogue a cebola, o alho e a raiz de coentro durante 5 minutos. Adicione os demais legumes e deixe refogar mais um pouco. Coloque o caldo de peixe e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Bata tudo liquidificador e reserve.

Modo de preparo da moqueca:
Aqueça bem uma panela de barro. Coloque um fio de óleo e adicione os legumes (menos o tomate). Tempere o peixe com sal e pimenta, e coloque por cima dos legumes. Cubra com a base da moqueca e deixe o peixe cozinhar. Finalize com os tomates, coentro e leite de coco. Ajuste o sal e sirva com arroz branco, farofa e pirão.

moqueca de peixe.jpg

Rendimento: 8 pessoas

Fonte: Mukeka Cozinha Brasileira

Receitas deliciosas com atum, salmão e sardinha

Quer aprender a fazer deliciosas receitas com peixes como atum, salmão e sardinha? A Gomes da Costa ensina três delas, confira abaixo o passo a passo:

Sanduíche de Atum, Ricota e Nozes

sanduiche-de-atum-ricota-e-nozes-desktop-1.jpg

Ingredientes:
· 1 xícara (chá) de ricota amassada (160g)
· 1 embalagem de Atum Sólido em Óleo Gomes da Costa (170g)
· 2 colheres (sopa) de talo de salsão picado (20g)
· 3 colheres (sopa) de nozes torradas e picadas (30g)
· Sal e pimenta do reino a gosto
· 2 pacotes de pão de forma sem casca (700g – cerca de 32 fatias)

Modo de Preparo:
Numa tigela junte a ricota, o Atum Gomes da Costa com seu óleo, o salsão e as nozes. Misture bem. Tempere a pasta com sal e pimenta a gosto. Reserve. Com o auxílio de um cortador redondo (com cerca de 8cm de diâmetro ou que ocupe quase toda a superfície da fatia), corte os círculos nas fatias de pão. Recheie cada círculo com cerca de 1 colher (chá) do recheio de atum e cubra com outro círculo de pão. Com os dedos polegar e indicador, aperte as bordas do pão de maneira que o sanduíche fique totalmente fechado. Reforce com a ponta de um garfo. Monte todos os sanduíches e sirva frio.

Dica de chef: se o sanduíche abrir, umedeça a borda com um pouco de água e feche novamente. É importante que o pão esteja fresquinho. Se o pão estiver seco, ele rachará ao ser apertado.

Variação: este sanduíche pode ser servido quente, neste caso, depois de pronto, pincele a superfície com manteiga ou margarina amolecida e leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 20 minutos ou até dourar.
Substitua as nozes por azeitona verde picada.

Panqueca de Sardinha com Molho de Manjericão

panqueca-de-sardinha-com-molho-de-manjericao-desktop.jpg

Ingredientes:

Molho de Tomate:
· 2 latas de Sardinha Óleo Gomes da Costa
· 1 cebola picada (80g)
· 2 dentes de alho amassados (4g)
· 1kg de tomates maduros, picados
· Meia colher (sopa) de açúcar (5g)
· Sal a gosto
· 1 galho pequeno de manjericão fresco
· Queijo parmesão ralado a gosto

Panqueca:
· 1 xícara (chá) de leite (240ml)
· 1 ovo (60g)
· 1 colher (chá) de margarina (5g)
· 1 xícara (chá) de farinha de trigo (150g)
· Sal a gosto

Recheio:
· Meio vidro de palmito, picado (150g)
· 1 lata de ervilha (200g)
· 1 tomate picado (80g)
· 1 cebola picada (80g)
· 1 copo de requeijão (200g)
· 2 latas de Sardinha com Óleo Gomes da Costa (250g)
· 1 colher (sopa) de salsa picada (5g)
· Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo:

Molho de Tomate:
Leve ao fogo brando o óleo da Sardinha Gomes da Costa, a cebola e o alho. Refogue até dourar levemente. Junte o tomate, o açúcar, o sal e o galho de manjericão. Misture.
Cozinhe em fogo baixo, panela tampada, mexendo de vez em quando até os tomates desmancharem por completo e o molho ficar encorpado. Reserve.

Panqueca:
Junte no copo do liquidificador todos os ingredientes. Bata em velocidade média por cerca de 1 minuto ou até a massa ficar homogênea. Unte com margarina uma frigideira antiaderente com 22 cm de diâmetro. Espalhe cerca de 3 colheres (sopa) de massa por todo o fundo e leve ao fogo brando. Cozinhe a massa, até começar a formar uma casquinha nas bordas. Vire o disco de massa com a ajuda de uma espátula, para que cozinhe e doure do outro lado. A medida que for fazendo as panquecas, empilhe os discos. Reserve.

Recheio:
Numa tigela junte o palmito, a ervilha escorrida, o tomate e a cebola. Misture. Junte o requeijão e a Sardinha Gomes da Costa. Acrescente a salsa e tempere com sal e pimenta a gosto. Reserve.

Montagem:
Recheie cada disco de massa com cerca de 2 a 3 colheres (sopa) do recheio de sardinha. Enrole como uma panqueca. Monte 10 panquecas. Distribua as panquecas num refratário lado a lado. Despeje por cima o molho bem quente. Salpique com parmesão e sirva em seguida.

Talharim de Pupunha com Salmão, Tomate e Rúcula

talharim-de-pupunha-com-salmao-tomate-e-rucula-desktop.jpg

Ingredientes:
· 350g de miolo de palmito tipo pupunha
· 1 lata de Filé de Salmão em Azeite de Oliva Extra Virgem Gomes da Costa (125g)
· 1 xícara (chá) de tomate cereja cortado ao meio ( 170g)
· 1 e meia xícara (chá) de rúcula fatiada grosseiramente ( 45g)
· Sal a gosto
· Azeite para regar

Modo de Preparo:
Rale o palmito na parte grossa do ralador. Reserve. Cozinhe o macarrão tipo pupunha em água fervente temperada com sal a gosto, por cerca de 5 minutos. Escorra e reserve. Numa frigideira grande (cerca de 25cm), aqueça o azeite do Filé de Salmão e junte o tomate. Frite em fogo alto muito rapidamente, somente até começar a murchar. Junte a pupunha, o Filé de Salmão Gomes da Costa e refogue de maneira que os ingredientes fiquem bem envolvidos. Retire do fogo, junte a rúcula e envolva novamente. Tempere com sal se necessário. Sirva em seguida regado com azeite.

Dica de chef: a pupunha é uma palmeira da Amazônia, a pupunheira. O fruto é grande, de casca amarela ou vermelha, com polpa branca.

Variação: acrescente 2 a 3 colheres (sopa) de azeitonas picadas.

Fonte: Gomes da Costa

Receitinhas para comemorar o Dia de São Jorge

Hoje é o Dia de São Jorge, mas você não vai precisar matar nenhum dragão para preparar a janta de hoje. Nessa batalha, o Santo Guerreiro tem a ajuda da Gomes da Costa para sair vencedor. Para te ajudar a preparar uma comidinha deliciosa para o Santo,  três receitas maravilhosas, saudáveis e que cabem no seu bolso.

Batata Assada com Atum

batata assada

Ingredientes:
· 4 batatas médias (cerca de 600g)
· 1 cabeça média de alho
· Sal a gosto
· 1 lata de atum sólido em óleo Gomes da Costa (170g)
· 2 ovos cozidos cortados em 4

Modo de Preparo:
Distribua as batatas e a cabeça de alho numa assadeira. Leve ao forno médio (180ºc) preaquecido, por cerca de 60 minutos ou até que enfiando-se um garfo na batata, este entre sem dificuldade. O alho fica pronto mais rápido (cerca de 30 minutos ou até começar a ficar murcho).Corte cada batata ao meio, sem chegar até o fim, salpique sal no seu interior e distribua o atum Gomes da Costa com seu óleo. Sirva acompanhado dos ovos cozidos e dos dentes de alho assados.

Fish N’Chips Empanados de Peixe

fish

Ingredientes

Peixe:
1 lata de Filé de Atum em Azeite Gomes da Costa (125g)
Meia xícara (chá) de farinha de rosca (80g)
Meia xícara (chá) de cerveja clara (120ml)
1 clara batida em neve (cerca de 30g)
Sal a gosto
Óleo para fritar

Para acompanhar:
6 batatas pequenas com casca (cerca de 200g)
Sal a gosto
Azeite do Filé de Atum Gomes da Costa
1 xícara (chá) de maionese (250g)

Modo de Preparo

Peixe:
Com uma faca bem afiada, corte cada Filé de Atum Gomes da Costa em cerca de 5 pedaços. Reserve. Numa tigela junte a farinha e a cerveja. Acrescente a clara, o sal e misture. Na base de uma colher coloque um pouco da mistura, no centro coloque um pedaço do Filé de Atum Gomes da Costa e com o auxílio de outra colher coloque mais um pouco da mistura. Modele. Frite os pedaços em imersão em óleo quente, até dourar.
Retire do óleo com a ajuda de uma escumadeira e escorra em papel toalha.

Batata:
Cozinhe as batatas: coloque-as submersas em água fria temperada com sal. Leve ao fogo, panela tampada, até a água ferver e as batatas ficarem macias. Corte as batatas em gomos. Numa frigideira antiaderente, aqueça o azeite do Filé de Atum Gomes da Costa. Junte os gomos de batata e frite-os virando de vez em quando até dourarem. Reserve. Sirva o peixe com a batata acompanhados pela maionese.

Dica de chef: se você preferir fazer a maionese em casa: numa tigela coloque 1 gema e misture com o auxílio de um batedor de arame .Tempere com sal e pimenta do reino a gosto e bata até ficar lisa e clara (cerca de 3 minutos). Junte aos poucos cerca de 2 colheres (sopa) de suco de suco de limão, sem parar de bater. Acrescente 180ml de óleo aos poucos em fio fino sempre batendo até atingir a consistência de maionese.

Variação: tempere a maionese com picles picados.

Suflê Couve-Flor e Sardinha com Azeite

soufle

Ingredientes:
1 lata de Filé de Sardinha em Azeite Gomes da Costa (125g)
1 colher (sopa) de margarina
1 cebola média picada
2 xícaras (chá) de couve-flor cozida e picada grosseiramente (250g)
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
1 e meia xícara (chá) de leite
2 ovos
Sal a gosto
1 colher (sopa) de queijo tipo parmesão ralado

Modo de Preparo
Numa panela, aqueça o óleo da Sardinha e doure aí a cebola. Junte a couve-flor e refogue demoradamente, para que fique com bastante sabor do refogado. Acrescente a farinha dissolvida no leite e as gemas. Cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre, até obter um creme encorpado. Retire do fogo, acrescente os filés de sardinha e espere amornar. Junte as claras batidas em neve, mexendo delicadamente para que não percam volume. Despeje a preparação num refratário alto (com cerca de 18cm de diâmetro e 15 cm de altura) untado. Salpique a preparação com o queijo parmesão.
Leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 40 minutos ou até que a superfície esteja dourada e a preparação firme. Sirva em seguida.

Dica de chef: as gemas devem cozinhar em fogo baixo, para não se coagularem.Leia mais

Variação: substitua a couve-flor por brócolis.

Fonte: Gomes da Costa

 

Páscoa e vinhos: uma combinação perfeita

Saiba como harmonizar pratos típicos do feriado com vinhos selecionados

Páscoa é um dos feriados favoritos do ano para reunir a família em torno de uma bela mesa para o almoço. Os pratos típicos a base de frutos do mar e o celebrado chocolate pedem bons vinhos para a harmonização perfeita durante a refeição. Cada vez mais difundidos no Brasil, os vinhos passaram a fazer parte das mais variadas comemorações.

A mais famosa e aclamada opção na mesa dos brasileiros durante a Páscoa é o Bacalhau à Gomes de Sá, versão da receita onde o peixe é acompanhado por batatas, ovos e azeitonas. A harmonização perfeita para o prato é um vinho branco, seco e com boa acidez.

Verão_ Vinho branco

Uma excelente escolha é o Pionero Mundi, rótulo espanhol da vinícola Viña Almirante, feito com a emblemática uva Albariño tradicional da região Rías Baixas. “O Pionero Mundi traz complexidade nos aromas e no paladar, e isso é o resultado do contato das cascas da uva com o líquido”, explica Nicole Negrão Gomes, sommelière da Garage Vinhos, loja conceito da Bodegas Wine na cidade de Curitiba.

vinho taça rose.jpg

O Risoto de Camarão é um dos principais acompanhamentos escolhidos para compor a mesa durante o almoço do feriado. A receita prática e saborosa harmoniza muito bem com vinhos brancos e rosé. “O BIS Rosé, rótulo da vinícola portuguesa Encostas de Estremoz, é leve, frutado e com um bom final e acompanha perfeitamente um risoto de camarão, bem como saladas e mariscos”, complementa a especialista.

vinho tinto

Como não poderia faltar, a troca de chocolates é o momento mais aguardado da Páscoa e muito se engana quem acha que bons vinhos não fazem parte desse momento. Para Nicole, o Insensato, vinho tinto da Bodegas D. Mateos, harmoniza perfeitamente com chocolates amargos. “O rótulo é saboroso, com taninos macios, frutado e elegante. Além disso, ele harmoniza muito bem com um mix de queijos curados”, completa a especialista.

Fonte: Garage Vinhos

Especialistas orientam como escolher bem o pescado para a Páscoa

Médicos-veterinários alertam sobre cuidados com temperatura, aparência, conservação e manipulação de peixes e moluscos

O período que antecede a Páscoa é normalmente acompanhado por um aumento na compra e consumo de peixes em todo o país. Devido a essa tendência é importante orientar a população para a adoção de boas práticas para se selecionar, comprar e conservar o peixe ou fruto do mar, tendo em vista que as doenças transmitidas por alimentos (DTA) são uma importante causa de morbidade no Brasil. Em 2018, segundo o Ministério da Saúde (MS), ocorreram 503 surtos com quase 7 mil doentes, 731 hospitalizados e nove óbitos.

Na hora da compra em um mercado ou feira, o consumidor deve se preocupar com a procedência dos produtos, garantindo que só chegue à mesa de Páscoa itens inspecionados por um médico-veterinário. Nas peixarias, a origem dos pescados frescos comercializados deve estar disponível. No caso dos peixes embalados, o selo de inspeção deve estar visível na embalagem.

peixe

“É importante saber se o produto passou pela inspeção oficial, para garantir a segurança do pescado”, ressalta o presidente da Comissão Técnica de Alimentos (CTA) do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP), Ricardo Calil.

Segundo o médico-veterinário, o processo de conservação ideal do pescado começa muito antes de chegar ao consumidor final. “A carne do pescado fresco, pela sua constituição, exige temperatura próxima de zero (0°C). E no caso da carne congelada, a dezoito graus negativos (-18°C), para que a durabilidade seja a maior possível”, afirma.

Para avaliar se o peixe fresco está em boas condições, o consumidor precisa fazer uma avaliação criteriosa, conforme orienta Camila Hirai, médica-veterinária integrante da CTA e responsável técnica pela central de distribuição de uma importante rede de supermercados.

“O peixe deve estar com pele, escamas e olhos brilhantes, com tonalidade viva e ausência de muco espesso. As escamas devem estar, ainda, bem aderidas, os olhos ocupando toda a órbita e salientes, as brânquias úmidas e avermelhadas, a carne firme e elástica, e o odor suave e característico.”

Já os peixes congelados devem estar em embalagem íntegra, com data em que foi embalado e, quando comercializados em pedaços, não devem estar em blocos. “Através da embalagem que é possível identificar a origem do produto, a faixa de temperatura para manter o alimento seguro, como também a validade”, destaca Calil.

“O pescado deve ser a última coisa a ser colocada no carrinho de compras”, completa a médica-veterinária.

Bacalhau

Gadus morhua, o tipo mais tradicional e mais consumido_ Créditos Divulgação
Gadus morhua, o tipo mais tradicional e mais consumido – Foto: Banca da Ramon

Tradicional iguaria consumida na Páscoa, o bacalhau tem características particulares a serem observadas pelo consumidor no momento da compra. “O bacalhau deve apresentar a superfície devidamente seca, não pode estar pegajoso e apresentar limosidade ou bolor”, alerta Camila.

Calil orienta os consumidores quanto à procedência do peixe e o cuidado para escolher entre o bacalhau e os peixes salgados secos. “É preciso tomar alguns cuidados para pagar pelo que o bacalhau vale. O verdadeiro é o Gadus morhua (Cod), também denominado Porto. O Gadus macrocephalus tem semelhança com o verdadeiro, porém não se desfaz em lascas e tem uma carne fibrosa, por isso, costuma ter um preço abaixo do morhua. As demais espécies comercializadas, como ling, zarbo ou saithe, não são bacalhau, mas peixes salgados secos, e, portanto, devem ser comercializadas adequadamente”, alerta o presidente da CTA do CRMV-SP.

Fonte: CRMV-SP

 

14ª Santa Feira do Peixe na Ceagesp

Até o dia 18 de abril será realizada a 14ª Santa Feira do Peixe, no Pátio do Pescado da Ceagesp, das 12h às 21h, com produtos a preços promocionais. Por exemplo, o cação será comercializado a R$ 18,90/kg, e a tainha a R$ 11,90/kg. O camarão também será comercializado a um valor mais em conta do que o praticado no varejo. Para este ano, os comerciantes esperam vender cerca de 150 toneladas de pescados e frutos do mar durante o evento.

Além das barracas de pescados, frutos do mar e o tradicional bacalhau – que será vendido tanto em postas como desfiado-, haverá ainda uma grande praça de alimentação, venda de panelas de barro, ovos de Páscoa, doces, licores, de verduras, legumes, frutas e temperos e minifeira de flores.

ceagesp.JPG

A Santa Feira do Peixe é uma festa tradicional que já faz parte do calendário de eventos que antecedem a Páscoa na cidade de São Paulo, atraindo centenas de pessoas durante os quatro dias de comercialização. É uma ótima opção para a preparação do almoço de Páscoa, pois o consumidor poderá encontrar em um único espaço tudo o que ele precisa para comemorar essa data cristã de maneira saudável e saborosa, a preços promocionais e mais em conta do que os praticados no mercado.

ceagesp peixe

Outro atrativo é a praça de alimentação, que este ano contará com barracas de paella e porções de camarão, acarajé, bolinho de bacalhau, pastéis, macarrão com camarão no queijo grana padano, moqueca de cação, comida japonesa, bicicleta de brigadeiro, bicicleta de vinhos e venda de doces como ovo de colher, palha italiana, bolos, coxinhas de morango e pizza brownie, bebidas e um cardápio específico com os produtos em promoção.

Os atacadistas estarão trazendo uma mostra da oferta de pescados que podem ser encontrados diariamente na Feira de Pescados e Frutos do Mar que ocorre no Frigorífico São Paulo, dentro do Entreposto Terminal São Paulo, de terça a sábado, das 2h às 6h, no mesmo espaço onde ocorrerá a Santa Feira do Peixe.

O evento tem entrada gratuita e o estacionamento no local também será gratuito durante todo o evento. Para facilitar os motoristas, a localização já está marcada inclusive no Google Mapas, basta teclar “Santa Feira Do Peixe” que na hora o aplicativo dará as coordenadas e rotas de acesso.

A iniciativa tem apoio da Associação dos Comerciantes Atacadistas de Pescados do Estado de São Paulo (Acapesp), dos permissionários do Frigorífico de São Paulo (Frisp) e da Sampa Foods.

14a santa feira do peixe.jpg

14ª Santa Feira do Peixe da Ceagesp
De 15 a 18 de abril de 2019, das 12h às 21h
Entrada pelo portão 15 da Rua Xavier Kraus (esquina com Avenida Nações Unidas – Marginal Pinheiros).
Entrada e estacionamento gratuitos.

Little Tokyo traz tendências da cozinha japonesa para São Caetano do Sul

Restaurante localizado no ParkShoppingSãoCaetano reformula menu e apresenta pratos com proposta fusion, além de opções vegetarianas

O Little Tokyo traz uma proposta contemporânea de gastronomia japonesa em seu novo menu, já disponível na unidade do ParkShoppingSãoCaetano, em São Caetano do Sul. Inspirado pela cultura de Tóquio e mesclando técnicas orientais e ocidentais, o cardápio revela ingredientes sofisticados, frescos e cheios de novos sabores.

Entre as principais novidades estão o arroz crocante com tartar de salmão e azeite trufado; uramaki de camarão a milanesa e maionese spicy, e o tempurá de folha de shissô, uma erva aromática usada na China e Japão, com tartar de salmão ou atum.

O novo menu conta também com pratos vegetarianos para atender cada vez mais os clientes que não abrem mão da gastronomia japonesa, mas não comem peixes ou carnes. Entre as opções está o domburi vegetariano de moyashi e cogumelo shitake e o uramaki vegetariano, composto por uma fina fatia de avocado, arroz gohan e recheado com shimeji, farinha panko e cream cheese, entre outros pratos, entradas e acompanhamentos.

“Chegamos nesse cardápio para atender com mais qualidade e opções os nossos clientes. O Little Tokyo trabalha apenas no sistema a la carte e traz ingredientes de primeira linha, peixes frescos, muito sabor e opções com valores acessíveis”, conta Chen Rue sócio-proprietário do restaurante. A inspiração da cozinha fusion vem de grandes mestres, como o chef japonês Nobuyuki Matsuhisa, e de pesquisas por restaurantes ao redor do mundo.

Festivais Little Tokyo

www.tbfoto.com.br
LITTLE TOKYO - SP/SP - 16/10/2018
Foto: Tadeuwww.tbfoto.com.br
LITTLE TOKYO - SP/SP - 16/10/2018
Foto: Tadeuwww.tbfoto.com.br
LITTLE TOKYO - SP/SP - 26/03/2018
Foto: Tadeu

Além dos diversos pratos disponíveis, o Little Tokyo oferece três opções de festivais: Individual, Completo e Especial – esse último serve duas pessoas. Na escolha de um dos festivais, o cliente consome os principais pratos da casa, algumas novidades do cardápio, além dos tradicionais shimeji, sushis e temakis. As opções dentro de cada festival são variadas, fartas e servem como ótima opção para quem quer comer muito bem, com variedade e ótimo preço.

Bebidas e Sobremesas

www.tbfoto.com.br
LITTLE TOKYO - SP/SP - 18/10/2018
Foto: Tadeu
O cardápio de bebidas do Little Tokyo é amplo. Os clientes podem escolher entre água, refrigerantes, sucos e o chá verde gelado aromatizado com essências e também frutas frescas, destaque na categoria sem álcool. Cervejas, caipirinhas de frutas com vodka ou saquê (nacionais e importados), ou cachaça, além de doses de diversas variedades de bebidas. Para os clientes que não abrem mão de um doce após a refeição, o restaurante conta com deliciosas sobremesas: o Volcano, Petit Gateau, Harumaki de Nutella e sorvetes completam o cardápio da casa.

Little Tokyo – ParkShoppingSãoCaetano – Alameda Terracota, 545, 1002, 1002 / 1002A / 1003 – Cerâmica, São Caetano do Sul – Horário de funcionamento: de segundas a sexta-feira: almoço das 12h às 15h / jantar 18h às 22h30. Sábados e feriados – das 12h às 23h. Domingo – das 12h às 21h30