Arquivo da categoria: queijo

Palmirinha lança linha de pães de queijo aos 90 anos

Receitas exclusivas incluem sabores tradicional, calabresa e alho-poró

Aos 90 anos de idade, Palmirinha acaba de lançar uma linha exclusiva de pães de queijo. A novidade traz três opções de sabores em versão congelada de rápido preparo. Além do pão de queijo tradicional, os apaixonados pela iguaria mineira podem saborear também o pão de queijo de calabresa ou alho-poró. “Sempre pensei na oportunidade de dividir com meus amiguinhos e amiguinhas uma das receitas que mais gosto de fazer”, diz Palmirinha.

A receita, desenvolvida com ingredientes selecionados e especialmente preparados, conta com a produção de renomado fabricante de produtos alimentícios e pode ser encontrada em embalagens de 400 gramas e um quilo.

A vovó mais amada do Brasil quer manter a veia empreendedora em constante evolução e não pensa em estacionar as atividades por aí. Após esse grande lançamento, o próximo passo é ampliar a linha de produtos com receitas exclusivas, que também estarão disponíveis para venda. “Cada vez mais, quero dividir com vocês minhas receitas preferidas, produzidas com muito amor e carinho, aliadas à comodidade de preparo em casa”, completa.

A linha completa dos pães de queijo da Vovó Palmirinha está disponível pelo site, nos valores que variam entre R$ 9,90 e R$ 19,99 . As entregas para pessoas físicas são realizadas na região metropolitana de São Paulo, no ABC Paulista, Campinas, Guarulhos, Osasco, Barueri e Alphaville.

Para quem tem comércio e deseja adquirir os produtos da linha, basta preencher um formulário disponível no site e receber as condições especiais. Neste caso, as entregas são feitas por todo país.

Pão de Queijo Vovó Palmirinha – Preços entre R$ 9,90 e R$ 19,99
Sabores: Tradicional, Calabresa e Alho-Poró
Vendas e mais informações: Vovó Palmirinha

Confira três receitas de tapioca com queijo

Sempre é importante preparar refeições equilibradas e se forem rápidas de fazer, melhor ainda. Assim, a tapioca é a pedida certa para o cardápio. Originado da mandioca, esse item é bem versátil na culinária, possui baixo teor de sódio e gordura.

Combinar a tapioca com queijos é uma ótima dica para balancear a alimentação, pois os lácteos são ricos em proteína, vitaminas e cálcio. Outra sugestão é acrescentar uma porção de frutas, que pode ser ingerida em sua forma natural e até mesmo acompanhada de mel e granola.

Para ajudar a diversificar o menu, a Tirolez separou três receitas deliciosas: Bolinhos de Tapioca com Queijo Mussarela; Tapioca Cartola com Queijo Minas Frescal e Tapioca de Queijo Coalho com Frango e Pesto. Aproveite com muita alegria.

Bolinhos de Tapioca com Queijo Mussarela

Ingredientes:
1 xícara de chá de farinha de tapioca
1 xícara de chá de leite desnatado quente
100 g de Queijo Mussarela Light Tirolez cortado em cubos bem pequenos
1 colher de café de sal
Pimenta calabresa a gosto
1 colher de sobremesa de óleo vegetal

Modo de preparo:
Em um recipiente, coloque a farinha de tapioca e o leite quente, misture bem. Junte os cubos de Queijo Mussarela Light Tirolez, tempere com sal e pimenta. Despeje a massa em uma assadeira, em uma camada uniforme, compactando-a bem com as mãos. Leve para a geladeira por aproximadamente 2 horas. Corte a massa em cubos grandes e reserve. Unte uma assadeira com óleo e coloque os cubos, leve ao forno médio por 30 minutos, virando os cubos na metade do tempo de forno. Sirva.

Tempo de preparo: 2h40m
Rendimento: 6 porções

Tapioca Cartola com Queijo Minas Frescal

Ingredientes:
2 colheres de sopa de manteiga (28 g)
4 bananas nanicas maduras cortadas em fatias no sentido do comprimento (360 g)
2 colheres de sopa de açúcar mascavo (24 g)
2 colheres de chá de canela em pó (2 g)
1 xícara de chá de goma de tapioca (150 g)
8 fatias de Queijo Minas Frescal Tirolez (150 g)

Modo de preparo:
Aqueça a manteiga e doure as fatias de banana. Polvilhe o açúcar e a canela, e desligue o fogo. Enquanto isso, leve ao fogo baixo uma frigideira pequena (15 cm de diâmetro) e antiaderente. Com uma peneira, polvilhe a goma sobre a frigideira até que cubra o fundo (como panqueca), e aqueça por 1 minuto ou até que a goma se firme, formando um disco. Vire e deixe dourar levemente. Retire a tapioca e, na mesma frigideira, aqueça ligeiramente 2 fatias do queijo. Recheie a tapioca com o queijo e algumas fatias da banana com a canela. Dobre e sirva ainda quente. Repita o processo com o restante dos ingredientes.

Tempo de preparo: 10 minutos
Rendimento: 4 porções

Tapioca de Queijo Coalho com Frango e Pesto

Ingredientes:
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de chá de manjericão
8 castanhas de caju
Sal e pimenta-do-reino a gosto
4 colheres de sopa de frango desfiado
120 g de goma de tapioca
150 g de Queijo Coalho Lanche Abre Fácil Tirolez

Modo de preparo:
Em um mixer bata o azeite com o manjericão, as castanhas, o sal e a pimenta-do-reino. Coloque essa mistura no frango desfiado e reserve. Em uma frigideira faça, individualmente, os discos de tapioca, em fogo baixo. Quando as massas de tapioca estiverem quase prontas, coloque as fatias de queijo e por cima o frango desfiado com o pesto. Dobre ao meio e deixe por mais alguns minutos até que o queijo esteja levemente derretido. Sirva em seguida.

Tempo de preparo: 15 minutos
Rendimento: 2 porções

Gosto umami: três receitas saborosas para incluir o quinto gosto nas refeições

O quinto gosto pode ser encontrado em diversos alimentos e em realçadores de sabor que contenham glutamato monossódico

Ao consumir algum alimento conseguimos identificar se é doce, salgado, azedo ou amargo. E quando ingerirmos um prato e não conseguimos “encaixá-lo” em nenhuma dessas opções que estamos saboreando? Nesses momentos é provável que o gosto percebido seja o umami.

Descoberto há 114 anos no Japão, pelo professor e pesquisador Kikunae Ikeda, o quinto gosto básico do paladar humano recebeu o nome umami, que significa “delicioso” ou “saboroso”, e foi reconhecido cientificamente nos anos 2000.

A nutricionista do Comitê Umami, Mariana Rosa, conta que os alimentos que conferem o gosto umami estão presentes nos pratos do dia a dia e colocá-los nas receitas é simples, além de promover benefícios à saúde.

“Os alimentos ricos em umami estão presentes na mesa dos brasileiros, como: tomate, alho, cebola, cenoura, brócolis, cogumelos, ovos, carnes (bovina e suína), frango, milho, queijos, peixes – entre outros. Além da facilidade da inserção nos pratos, os alimentos ricos em gosto umami podem contribuir para a saúde bucal por meio do estímulo no aumento da salivação, proporcionando uma melhora na mastigação e ampla sensibilidade ao sabor do que está sendo ingerido, aproveitando assim a riqueza de nutrientes para o organismo”, destaca a nutricionista.

Para ajudar a incluir alguns desses alimentos na rotina, a nutricionista separou três receitas para acompanhar as principais refeições do seu dia: café da manhã com um delicioso pão de queijo crocante, almoço com o saboroso talharim ao sugo e o jantar com uma apetitosa batata rosti.

Confira as receitas e adicione deliciosidade ao seu paladar:

Pão de Queijo Crocante

Ingredientes
4 xícaras (chá) de polvilho doce (400 g)
1 e meia xícara (chá) de leite (300 ml)
meia xícara (chá) de óleo (100 ml)
1 ovo (50 g)
1 colher (chá) de sal (5 g)
meia xícara (chá) de queijo parmesão ralado (50 g)
1 xícara (chá) de queijo tipo minas padrão ralado (100 g)

Modo de preparo
Em uma tigela grande, coloque o polvilho e reserve. Em uma panela média, coloque o leite e o óleo, e leve ao fogo médio até ferver. Transfira para a tigela com o polvilho e misture bem com o auxílio de uma colher. Espere a massa esfriar um pouco e amasse com as mãos até amornar. Acrescente o ovo e incorpore-o à massa. Adicione o sal e os queijos, e continue mexendo até obter uma massa lisa e homogênea. Modele pequenas esferas e disponha-as em uma assadeira untada. Leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por 20 minutos, ou até dourarem.
Retire do forno e sirva em seguida.

Tempo de preparo: 30 minutos (+20 minutos de forno)
Serve: 42 unidades

Talharim ao Sugo

Ingredientes
500 g de tomates maduros, sem pele e sem sementes, picados
2 colheres (sopa) de azeite de oliva (30 ml)
1 cebola média picada (150 g)
2 dentes de alho picados (10 g)
meia colher (chá) de sal (2,5 g)
meia colher (chá) de glutamato monossódico Aji-No-Moto (2 g)
meio pacote de macarrão tipo talharim, cozido (250 g)

Modo de preparo
No copo do liquidificador, coloque metade do tomate e bata até obter um suco. Reserve.
Em uma panela média, coloque o azeite e leve ao fogo alto para aquecer. Junte a cebola e o alho, e refogue por 3 minutos, ou até que dourem ligeiramente. Acrescente o tomate restante e deixe cozinhar em fogo baixo, com a panela semitampada, por 10 minutos, ou até desmanchar parcialmente. Adicione o tomate batido, o sal e o glutamato monossódico, e cozinhe em fogo médio, por 5 minutos. Retire do fogo, regue o macarrão e sirva em seguida.

Dica: Se preferir um molho mais encorpado, acrescente 2 colheres (sopa) de extrato de tomate.
Tempo de preparo: 30 minutos
Serve: 4 porções

Batata Rosti

Ingredientes
3 batatas asterix médias com casca (600 g)
1 colher (chá) de sal (5 g)
4 colheres (sopa) de azeite de oliva (60 ml)
1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado (100 g)

Modo de preparo
Em uma panela grande, coloque as batatas, cubra com água e leve ao fogo alto para cozinhar por 10 minutos, contados após o início da fervura, ou até ficar al dente. Retire do fogo, escorra e mergulhe as batatas em um recipiente com água e gelo para interromper o cozimento. Quando esfriarem por completo, escorra novamente e remova a casca. Com um auxílio de um ralador, rale-as no ralo grosso, junte o sal, e reserve. Em uma frigideira média e antiaderente, coloque metade do azeite e leve ao fogo médio para aquecer. Cubra o fundo da frigideira com metade da batata reservada e pressione levemente com uma espátula. Distribua o queijo ralado e, por cima, espalhe o restante da batata. Regue com o azeite restante e pressione novamente com a espátula, para compactar. Abaixe o fogo e cozinhe por 10 minutos, virando na metade do tempo, ou até dourar dos dois lados. Retire do fogo e sirva em seguida.

Dica: a batata asterix é mais sequinha e, por isso, é a variedade ideal para o preparo desta receita.
Tempo de preparo: 30 minutos
Serve: 4 porções

Fonte: Umami

Queijo Parmesão Reserva Especial em edição limitada é novidade da Tirolez

Com sabor extraordinário para ocasiões especiais, a versão premium do queijo Parmesão Tirolez chega ao mercado para complementar a linha de queijos especiais da Tirolez, uma das principais marcas de laticínios do País. O Queijo Parmesão Reserva Especial possui 12 meses de maturação, o dobro do tempo da versão tradicional, o que garante características sensoriais exclusivas e experiência única de sabor.

Rodrigo Mainieri, Head de Marketing da Tirolez, explica que o Queijo Parmesão Reserva Especial apresenta textura que dissolve na boca, em que ao degustar, é possível sentir os grânulos de tirosina, que promovem sabor intenso. “É uma versão ainda melhor em relação ao Queijo Parmesão Tirolez de 6 meses de maturação que o consumidor já conhece”, ressalta.

Originário do norte da Itália, do Vale do Pó, o Queijo Parmesão é produzido com leite de vaca e deve ter, no mínimo, seis meses de maturação. O grande diferencial do Reserva Especial Tirolez é o seu longo período de maturação de 12 meses. Durante o ano em que o queijo está maturando e submetido às condições favoráveis de umidade e temperatura, a proteína forma pequenos Cristais de Tirosina, o que resulta em uma leve crocância e na transformação da textura do produto.

Em edição limitada, o Queijo Parmesão Reserva Especial Tirolez é apresentado em embalagem exclusiva, com faixas e letras douradas acima do fundo vermelho, tradicional da marca, e uma foto do produto no centro.

Mainieri acrescenta que, inicialmente, o Parmesão Reserva Especial será comercializado na versão de 7 kg. No ponto de venda o produto poderá ser fracionado em porções menores. “Os consumidores têm buscado experiências indulgentes e estamos confiantes com o sucesso da novidade no varejo”, conclui.

Informações: Tirolez

Receita de cuscuz na cumbuca: acompanhado de queijo e manteiga

A Verde Campo, empresa de lácteos saudáveis da Coca-Cola Company, separou uma receita saborosa de cuscuz. O prato vem acompanhado de manteiga, queijo e é super fácil de fazer no seu dia a dia.

Veja abaixo como preparar esta receita:

Cuscuz de Cumbuca

Ingredientes:
4 colheres sopa de farinha flocada de milho para cuscuz
1/2 colher café de gengibre em pó
1/2 colher café de cúrcuma em pó Pimenta preta moída a gosto
Sal rosa a gosto
7 colher sopa de leite de coco
Queijo mussarela Lacfree
Manteiga Lacfree

Modo de preparo:
Em uma tigela, misture a farinha de cuscuz com os temperos. Adicione o leite de coco e hidrate. Deixe descansar por 5 minutos. Unte uma cumbuca e faça uma camada de queijo, depois uma camada de cuscuz, outra de queijo e finalize com cuscuz. Tampe com um pratinho de xícara e leve ao micro-ondas por 1 minuto e 10 segundos. Desenforme e sirva.

Fonte: Verde Campo

Aprenda como fazer uma deliciosa Crepioca Caprese

Tirolez sugere opção leve e saudável para o verão

Há quem diga que os dias são mais felizes no verão. Com o aumento da temperatura, o clima fica mais alegre e perfeito para passeios ao ar livre ou viagens que envolvam as belezas naturais do nosso país, como praias, rios ou cachoeiras.Durante a estação, para amenizar o calor, também é preciso pensar em pratos leves e refrescantes no dia a dia. Pensando nisso, a Tirolez, uma das mais tradicionais marcas de laticínios do País, trouxe uma sugestão saudável e muito saborosa: a Crepioca Caprese.

A receita é feita com o Queijo Minas Frescal Tirolez, que contribui para uma dieta equilibrada e é bastante leve e suave, assim como a estação. O rendimento é de, aproximadamente, quatro porções e o tempo de preparo leva cerca de 1 hora e 30 minutos.

Confira abaixo o modo de preparo. Bom apetite.

Crepioca Caprese

Ingredientes

Para a massa:
4 ovos
8 colheres (sopa) de tapioca
Sal a gosto
Manteiga Com Sal Tirolez para untar a frigideira

Para o recheio:
1 xícara (chá) de azeitona preta sem caroço
2 xícaras (chá) de Queijo Minas Frescal Tirolez cortado em cubos
2 xícaras (chá) de tomate-cereja cortado ao meio
Azeite de oliva extravirgem a gosto
Folhas de manjericão frescas para decorar

Modo de Preparo
Numa tigela, misture todos os ingredientes para a massa das crepiocas. Em uma frigideira bem quente untada com manteiga, coloque uma concha e faça a primeira crepioca. Repita o processo para as outras três restantes. No liquidificador ou processador, coloque as azeitonas e bata até virar um pesto, reserve. Recheie as crepiocas com o queijo em cubos e os tomates-cerejas. Tempere com o pesto de azeitonas e decore com as folhas de manjericão e um fio de azeite.

Tempo de Preparo: 30 minutos
Rendimento: 4 porções

Fonte: Tirolez

Quiche de Presunto com Queijo: receita da Piraquê

A receita é original e leva biscoito Água e Sal na massa, garantindo sabor único e consistência perfeita

Para incrementar o cardápio do fim de semana, a Piraquê, marca de snacks, biscoitos e massas da M. Dias Branco, sugere a Quiche de Presunto com Queijo. Feita com o Biscoito Água e Sal da Piraquê, a receita é original e surpreende a todos com sabor único e marcante.

Para aprender como fazer, confira o modo de preparo abaixo:

Quiche de Presunto com Queijo

Ingredientes:

Massa
½ embalagem de Biscoito Água e Sal Piraquê
1 ½ xícara (chá) de margarina em temperatura ambiente

Recheio de Presunto e Queijo
2 tomates sem pele e sem sementes, em cubinhos
200 g de muçarela em cubinhos
200g de presunto em cubinhos
Azeite, sal e orégano a gosto

Cobertura
3 ovos batidos
½ xícara (chá) de creme de leite
3 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado

Modo de Preparo:

Comece preparando a massa. Leve ao processador o biscoito e bata até obter uma farofa. Despeje em uma tigela funda com a margarina e amasse bem com os dedos para ligar tudo. Forre o fundo e as laterais de uma fôrma desmontável própria para quiche (22 cm de diâmetro) e leve ao forno médio (180 ºC) por cerca de 10 minutos ou até que as beiradas comecem a dourar. Reserve. Prepare o recheio de presunto com queijo. Em uma tigela média, junte os tomates, a muçarela, o presunto e tempere com azeite e orégano. Acerte o sal, mexa delicadamente e reserve. Prepare a cobertura. Em uma tigela pequena, junte o creme de leite, o queijo parmesão, bata até envolver bem e reserve. Despeje o recheio de presunto com queijo sobre a massa, acomode por cima a cobertura e leve ao forno médio preaquecido (180 ºC) por cerca de 30 minutos ou até dourar. Retire do forno, deixe amornar, desenforme e sirva a seguir.

Fonte: Piraquê

Dia Mundial do Queijo: Wine seleciona vinhos especiais para celebrar

Uma dupla é uma dupla! Pão com manteiga, arroz com feijão, café com leite… são tantos duetos que a gente ama na vida, não é? Mas quando se fala em queijo, não dá pra negar que sua principal companhia é um bom vinho. Agora, no Dia Mundial do Queijo, comemorado em 20 de janeiro, a Wine, maior clube de assinatura de vinhos do mundo, preparou dicas especiais para você aproveitar os famosos e tão desejados queijos e vinhos. 

A primeira dica é do tradicional Mac & Cheese, um clássico macarrão americano conhecido por ser regado a muito queijo. Historicamente, esta receita leva parmesão, cheddar, manteiga e leite em sua composição para ficar bem cremoso. Como é um prato mais gorduroso, o ideal é um vinho branco com acidez vibrante para ajudar a limpar a untuosidade no paladar. A dica é o delicioso Nattitude Gran Reserva Sauvignon Blanc 2020 , um vinho com acidez viva, frutado em aromas e sabores e super refrescante. 

Para um almoço de domingo pensado com muito carinho, uma lasanha aos quatro queijos é uma ótima pedida. Esta receita traz um mix de queijos, em que é possível escolher o de sua preferência, unidos à massa da lasanha, um prato com média estrutura e com muita untuosidade proveniente dos queijos. A dica é investir no espumante, um vinho que tem acidez e frescor que harmoniza muito bem com a maioria dos queijos, uma combinação democrática e saborosa. O Espumante Dancing Flame D.O. Colchagua Costa Brut é certeiro: leve, frutado, com acidez vibrante, refrescante e com final muito agradável. 

Sabe aqueles dias que o melhor mesmo é um prato mais fácil de ser feito sem abrir mão do sabor? Pois bem, a batata recheada com queijo e bacon cumpre muito bem esse papel com maestria! A receita permite brincar e trazer mais de um tipo de queijo, e também fica muito interessante ao adicionar requeijão na base do recheio para deixar mais cremoso. Um vinho rosé mais frutado e com acidez mais vibrante vai muito bem com este prato que tem a estrutura da batata, proteína e gordura do bacon e untuosidade do queijo. Aposte no La Combe Dor I.G.P. Pays dOc Grenache 2020 , um vinho com marcantes notas de frutas vermelhas no aroma e paladar, em boca tem leveza, acidez presente e muito frescor, uma combinação que é sucesso!

E um jantar especial é sempre bem-vindo e para isso nada como um risoto de Parmesão acompanhado com Filé Mignon! Um prato saboroso, estruturado e requintado que pede um vinho à altura, e o Esteban Martín Reserva D.O.P. Cariñena Garnacha Cabernet Sauvignon 2017 é uma excelente opção. Este exemplar passa 14 meses em barricas de carvalho, o que agrega maior complexidade em aromas e sabores, além de deixar os taninos mais macios. A Garnacha traz notas frutadas e a vibração de sua acidez, o que proporciona um vinho suculento em seu blend com a Cabernet Sauvignon.

“Para uma harmonização de sucesso é importante estar atento à variedade de leite que produziu o queijo, o processo de produção, estrutura, o tempo de maturação e também estar atento às características do vinho. No geral, o espumante tem acidez e frescor para a maioria dos queijos, com exceção dos azuis, os rosés são vinhos coringas que vão bem com qualquer tipo de queijo, os de cor clara com queijos mais leves e os mais escuros com mais estruturados. Os vinhos brancos são excelentes parceiros dos queijos, pois tem uma grande variedade de estilos e boa acidez. Os vinhos tintos vão melhor com queijos mais maturados e estruturados, caso contrário, haverá uma sobreposição de sabores”, explica a sommèliere da Wine, Thamirys Schneider.

A história do queijo é milenar e está presente até os dias de hoje em diversas culturas, além, claro, de compor excelentes pratos. Aproveite as dicas de harmonização e desbrave o vasto portfólio da Wine para fazer suas harmonizações de queijos com vinhos. Tim-tim e saúde! 

Dia Mundial do Queijo: receita da Cepêra e onde encontrar as versões veganas

Que tal um receita saborosa e superprática para a ocasião? Hoje, 20 de janeiro, é a data desse lácteo amado por muitos e a Cepêra te ajuda com uma versão de dar água na boca

Ele é versátil e agrada aos mais diferentes tipos de paladares por sua variedade de tipos, texturas e sabores. Vai bem quente, frio, acompanhando receitas e até mesmo como a estrela principal. Hoje, 20 de janeiro, se comemora o Dia do Queijo, considerado um dos lácteos mais consumidos em todo o mundo.

E para comemorar a data em grande estilo, a Cepêra traz uma receita fácil de preparar, diferente e deliciosa, que vai bem com a maionese saborizada Cheddar da Cepêra, as Batatas recheadas com Maionese Cheddar, preparada pelo chef Lucas Vicenzzo (@chefluvicenzzo), apresentador da TV Gazeta e chef de cozinha. Se preferir, acompanhe o vídeo do preparo clicando aqui.

Anote:

Batatas Recheadas com Maionese Cheddar

Ingredientes
• 4 batatas grandes cozidas ao dente;
• 2 xícaras de peito de frango desfiado;
• 1/2 cebola picada;
• 1 Tomate picado;
• 2 colheres de sopa de salsinha picada;
• Sal a gosto;
• pimenta-do-reino a gosto;
• 1 xícara de Maionese Cheddar Sabores Cepêra;
• 2 xícaras de muçarela ralada;

Modo de preparo
Corte as batatas ao meio e retire parte da polpa formando uma espécie de canoa.
Reserve as batatas e o purê. Em uma panela refogue a cebola e o alho até que fiquem dourados, junte o tomate e refogue por 3 minutos. Acrescente o frango e o purê de batatas misture bem e logo após junte a Maionese Cheddar Sabores Cepêra. Tempere com sal, pimenta e a salsinha picada. Recheie as batatas com a mistura e finalize com a muçarela ralada. Leve ao forno até que doure e sirva quente.

Dicas: se ainda quiser aquela dose extra de queijo, adicione o molho 4 queijos da Cepêra à sua receita! Sucesso garantido e sabor também, claro!

Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 45 minutos

Baskets oferece produtos veganos

Itens veganos ganham destaque no empório de produtos artesanais

Poucos sabem, mas hoje, 20 de janeiro, é comemorado o Dia Mundial do Queijo. Acompanhando uma mudança expressiva de consumo e buscando ampliar o portfólio, a Baskets, empório de produtos artesanais de alta qualidade, destaca os queijos veganos. Atendendo uma demanda cada vez maior os queijos veganos são uma deliciosa alternativa aos queijos lácteos e não ficam nem um pouco atrás em qualidade e sabor. Ecozy é uma linha de produtos com base vegetal, no conceito “Clean Label” (poucos ingredientes e de altíssima qualidade).

“A Ecozy tem como objetivo oferecer uma alternativa ‘plant based’ a produtos lácteos, compatíveis não somente com vegetarianos, veganos, intolerantes à lactose e ao glúten, mas também preocupados com uma alimentação mais saudável! Temos alguns diferenciais, dentre eles o conceito ‘rótulo limpo’, poucos ingredientes e de alta qualidade, sem a utilização de itens químicos e conservantes. Nossos produtos são feitos com castanha-de-caju orgânica certificada, sal marinho integral, agua e culturas. Temos 2 ‘queijos’ tipo Camembert, Tradicional e Trufado, maturados por aproximadamente três semanas e 2 ‘queijos’ com sabor Alho com Ervas e Cúrcuma com Kümmel, maturados por aproximadamente 10 dias” afirma Tacyana Salomão, responsável pela Ecozy. Na plataforma já estão disponíveis: queijo vegetal tipo Camembert (normal ou trufado), fresco com alho e ervas ou de Cúrcuma com Kummel.

A Viveg traz os queijos no pote (tradicional e defumado), produzidos artesanalmente, feitos com ingredientes nobres e orgânicos, que trazem inúmeros benefícios à saúde. Ricos em vitaminas, minerais e gorduras saudáveis. É um alimento probiótico e possui baixo teor de sódio. É 100% natural, vegano, saboroso e saudável..

A Queijaria Vegana também tem espaço garantido na Baskets: “A Queijaria produz queijos vegetais e manteigas, tudo feito com castanhas de caju e culturas veganas especiais para fermentação, temos queijos afinados tipo Gorgonzola e Brie inoculados com fungos de verdade que levam até dois meses para ficarem prontos , mas temos também queijos menos complexos mas tão saborosos quanto como o cremoso que fica pronto logo após o processo de fermentação”, afirma Michelle Souza responsável pela marca.

Criada por Kim Machlup, a Baskets contribui para uma nova realidade dentro desse universo, participando ativamente de um processo de aproximar os consumidores dos melhores produtores do Brasil, além de praticar preços mais justos tanto para o cliente final, quanto para os produtores, se comparado a modelos varejistas tradicionais.

A curadoria de produtos é feita por Kim e uma equipe. Tudo o que vai ao ar é provado por eles para um rigoroso controle de qualidade, que leva em conta o sabor, a história daquele alimento, a apresentação – como ele vai chegar ao consumidor final – e os processos de produção.

Todas as compras podem ser feitas pelo site, e as entregas são feitas nas regiões de SP, ABC e Alphaville ou por retirada na loja física, situada na Rua Pascoal Vita, 415, Vila Madalena, São Paulo.

Frutas podem ser aliadas no combate ao diabetes

Pera e pêssego são exemplos de alimentos que ajudam a minimizar efeitos da doença, que atinge cerca de 12 milhões de brasileiros; Renata Guirau, nutricionista do Oba Hortifruti, ensina receitas que garantem uma nutrição saudável sem alterar os níveis de açúcar no sangue

O diabetes é uma das doenças crônicas que mais acometem as pessoas ao redor do mundo na atualidade – e no Brasil não é diferente. No País, segundo censo do IBGE de 2010, cerca de 6% da população é portadora desse mal, ou mais de 12 milhões de pessoas. As causas do diabetes estão associadas a alguns fatores, como ela ser autoimune, e devido à hereditariedade – no tipo 1. Mas, 90% da população sofre com o tipo 2 da doença, que é causada principalmente, por maus hábitos, como sedentarismo, má alimentação, excesso de peso e estresse. Por isso, atividades físicas constantes e nutrição saudável são fundamentais para prevenir e, quando o diabetes já se manifestou, controlá-lo para manter uma vida totalmente normal.

O próximo dia 14 de novembro é o Dia Nacional de Combate ao Diabetes e, inspirada nesta data, a nutricionista da Rede Oba Hortifruti, Renata Guirau, ensina duas receitas contendo pera e pêssego. Mas, e a frutose presente nesses alimentos? Renata explica que, ao contrário do que se pensa, “todas as frutas podem ser consumidas, porém existem maneiras mais interessantes para esse consumo”, assegura. “Na forma de sobremesa nas principais refeições (almoço e jantar), geralmente as frutas vão interferir menos no aumento da glicemia, quando comparado com o consumo no meio da tarde, de forma isolada, por exemplo”, explica Renata.

Já para o consumo das frutas entre as refeições menores ou para serem consumidas sozinhas, as melhores são as que contêm menor teor de carboidratos, como abacate, coco, morango, kiwi, maracujá e as frutas vermelhas.

Outra sugestão dada pela nutricionista é misturar a fruta com uma fonte de gordura (como a pasta de amendoim, sementes ou castanhas e nozes), ou de proteína (como iogurte, queijo, leite). “Isso porque a mistura da fruta, que é fonte de carboidrato, com esses nutrientes favorece oscilações de glicemia menos bruscas. Claro que a quantidade é sempre importante, pois mesmo as frutas, quando em excesso, podem fazer mal à saúde”, afirma.

Benefícios da pera e do pêssego

Pezibear/Pixabay

No caso da pera, uma das estrelas da receita especificada abaixo – assim como outras que se come com casca, como a maçã, a goiaba, a ameixa etc – é uma boa opção para quem precisa fazer um controle mais rigoroso da glicemia. “Isso porque as fibras contidas nos vegetais em geral e em grande quantidade nas cascas das frutas ajudam a melhorar o índice glicêmico dos alimentos e, consequentemente, seu impacto na glicemia de quem os consome”, diz Renata.

No caso do pêssego, assim como a pera, é uma fruta que pode ser consumida com casca, mantendo o teor de fibras mais alto. O ideal é que seja consumido junto com uma fonte de proteína ou gordura ou como sobremesa no almoço e jantar. O seu sabor doce pode ajudar a saciar a vontade de comer sobremesas, sem que seja necessária a ingestão de alimentos com açúcar adicionado. “O ideal é que seja consumido in natura, já que o pêssego em calda é rico em açúcar e causa grandes oscilações na glicemia de pessoas com diagnóstico de diabetes” recomenda a nutricionista.

Erros e mitos sobre o diabetes

Renata acredita que é preciso desmistificar alguns pontos acerca da doença, especialmente um erro muito frequente, que é a não aferição da glicemia, pois a pessoa, por “achismo”, crê que, devido ao sintoma apresentado, adivinha se o nível glicêmico está alto ou baixo. “Muito paciente erra nessa avaliação e acaba tendo um pior controle da glicemia ao longo do tratamento”, observa a nutricionista.

Em relação aos mitos, Renata lista alguns que levam as pessoas a, muitas vezes, não ingerir nada de açúcar como forma de prevenção da doença. “Não consumir nada de açúcar ao longo da vida previne diabetes? Isso não é verdade, já que a origem pode ser autoimune e tem uma forte influência genética. Porém, é claro que um bom estilo de vida ajuda muito a reduzir a incidência, sobretudo do diabetes tipo 2”, esclarece.

Outro mito em torno do diabetes é que o consumo de açúcar é proibido. “A ideia é que o consumo seja realmente bem esporádico, mas isso não impede que pacientes com bom controle da doença participem de refeições contendo açúcar, desde que tudo seja avaliado e adaptado pelo nutricionista que acompanha o paciente”, revela.

Por fim, um hábito muito bastante popular é a substituição de todos os alimentos pela versão diet, como garantia de que essa modalidade de alimentos é saudável. “Não é! Muitos alimentos, mesmo não contendo açúcar, podem fazer mal à saúde por serem ultraprocessados e, portanto, mesmo os alimentos dietéticos devem ser consumidos com moderação”, alerta.

Assim, para incorporar um pouco mais de saúde às refeições, a nutricionista criou duas receitas com pera e pêssego que são fáceis de fazer, rápidas, saudáveis e com baixíssimo teor de açúcar. Delicie-se:

Salada com pera e queijo

Ingredientes
2 xícaras de alface roxa fatiada
2 xícaras de alface crespa fatiada
1 pera fatiada
½ xícara de queijo (brie, gorgonzola)
½ xícara de castanhas (nozes, amêndoas)

Modo de fazer:
Monte a salada, acomodando primeiro as folhas e finalizando com a pera, o queijo e as amêndoas. Tempere com o molho da receita abaixo.

Molho

Ingredientes
2 colheres de sopa de vinagre
2 colheres de sopa de azeite
2 colheres de sopa de água
Sal a gosto

Pêssego cozido com canela e manjericão

Ingredientes
1 xícara de água
2 colheres de suco de limão
1 pedaço de canela em pau
3 pêssegos médios, cortados ao meio e sem caroço
½ xícara de folhas de manjericão frescas picadas

Modo de preparo
Em uma panela, misture a água, o limão e a canela. Leve para ferver, em fogo baixo, mexendo sempre. Adicione os pêssegos, tampe a panela e deixe cozinhando por cerca de 15 a 20 minutos. Retire do fogo e adicione o manjericão ao pêssego cozido com o caldo. Deixe descansando por mais 15 minutos, com a panela tampada.

Fonte: Oba Hortifruti