Arquivo da categoria: reciclagem

Produtos feitos com ingredientes descartados pela indústria alimentícia pela aparência

Novos itens de beleza da The Body Shop estimulam ainda mais a sustentabilidade

Com o objetivo de evidenciar a vida real, a The Body Shop lança produtos que representam a beleza imperfeita. A marca inglesa foi buscar os melhores ingredientes naturais que parecem ser “feios” à primeira vista, mas que no fundo, são muito mais do que os olhos podem ver.

Três novas linhas, que utilizam alimentos descartados pela indústria alimentícia por terem a aparência considerada fora dos padrões, garantem cuidados essenciais para o corpo e rosto. O formato estranho da banana nutre a pele enquanto a raiz diferente do gengibre energiza a rotina de beleza corporal e a cenoura diferente do formato padrão ajuda a manter a pele do rosto radiante.

A linha de Gengibre, de edição limitada, apresenta uma fragrância refrescante e é enriquecida com extrato da raiz de Gengibre proveniente da Índia, que deixa a pele energizada. Composta por esfoliante corporal, que remove as impurezas suavemente, é enriquecido com grãos de açúcar do Comércio com Comunidades da Cana de Açúcar do Paraguai.

Para complementar o ritual, o Shower Gel limpa enquanto mantém a pele perfumada e o Body Yogurt, 100% vegano, contém leite de amêndoas do Comércio com Comunidades da Espanha e ácido hialurônico, que fornecem a hidratação necessária para manter a pele macia durante o dia todo e ainda apresenta absorção ultrarrápida de 15 segundos!

A linha de banana também é uma edição especial, que estará à venda por tempo limitado, 100% vegana, tem como principal ativo o purê de bananas do comércio com comunidades do Equador, que garante aos produtos uma fragrância gourmand. As notas frutadas e exóticas se complementam e deixam a pele mais hidratada e com um aroma vibrante.

Apresenta notas de topo de bananas maduras e folhas de bananeira; notas de coração de purê de banana e acorde de leite e notas de base de Coco e almíscar branco (white musk). Ela também é composta por três itens: esfoliante corporal, shower gel e body yogurt.

banner_1_ginger_banana_UK20191

Devido a grande procura dos consumidores mundialmente, a primeira linha facial de cenoura está de volta para cuidar da pele com itens super naturais de formulação simples. Com antioxidantes conhecidos por neutralizar os efeitos dos agentes externos, apresenta efeito protetor, além de reforçar as camadas de hidratação por até 72h e proteger a pele das agressões externas.

Indicada para todos os tipos de pele, contém cenouras orgânicas do Reino Unido, que também seriam descartadas pela indústria alimentícia por sua aparência, já que tem um aspecto retorcido. Esses alimentos provêm de um negócio familiar britânico, que garante produtos de primeira linha. Outro ingrediente presente na composição é o Aloe Vera do Comércio com Comuniades do México. A linha ainda conta com Gel de Limpeza, que desobstruí os poros e Loção Hidratante que hidrata e realça a luminosidade.

Saiba mais sobre essas novidades sustentáveis:

Esfoliante Corporal Gengibre – 250ml – Preço: R$ 119,00

esfoliante gengibre

Edição limitada. Remove as células mortas da pele, deixando-a macia e suave. Possui extrato da raiz de gengibre proveniente da Índia e grãos de açúcar do Comércio com Comunidades de cana de açúcar do Paraguai.

Shower Gel Gengibre – 250ml – Preço: R$ 45,00

shower gel gengibre.png

Sabonete líquido em gel, para banho, de edição limitada que limpa e deixa a pele suave e levemente perfumada com fragrância refrescante de gengibre. Possui extrato da raiz do gengibre proveniente da Índia na sua formulação.

Body Yogurt Gengibre – 200ml – Preço: R$ 62,00

body iogurte gengibre.png

Deliciosa loção corporal, com aparência de iogurte, que possui uma textura super leve e de rápida absorção, oferecendo até 48h de hidratação. Fórmula 100% vegana e não pegajosa, enriquecido com extrato da raiz do gengibre proveniente da Índia e leite de amêndoas orgânico do Comércio com Comunidades da Espanha.

Esfoliante Corporal Banana – 200ml – Preço: R$ 109,00

esfoliante body banana.png

Edição limitada. Enriquecido com purê de bananas orgânicas que são descartadas pela indústria alimentícia devido aos seus formatos não convencionais, deixa a pele macia, suave e com uma fragrância deliciosamente de banana gourmand.

Shower Cream Banana – 250ml – Preço: R$ 45,00

shower cream banana.png

Sabonete líquido cremoso para banho, 100% vegano e de edição limitada que limpa e deixa a pele suave e levemente perfumada com fragrância gourmand de banana. Enriquecido com purê de bananas orgânicas que são descartadas pela indústria alimentícia devido aos seus formatos não convencionais.

Body Yogurt Banana – 200ml – Preço: R$ 62,00

body iogurte banana.png

Deliciosa loção corporal, com aparência de iogurte, que possui uma textura super leve e de rápida absorção, oferecendo até 48h de hidratação. Fórmula não pegajosa e enriquecido com purê de bananas orgânicas que são descartadas pela indústria alimentícia devido aos seus formatos não convencionais.

Gel de Limpeza Facial Cenoura – 100ml – Preço: R$ 72,00

gel limpeza facial cenoura.png

100% vegano, que limpa a pele deixando-a suave e refrescante, livre das impurezas diárias. Enriquecido com cenouras orgânicas que são descartadas pela indústria alimentícia, devido ao seu formato não convencional. Modo de uso: Aplique na face e pescoço com movimentos circulares e enxague em seguida.

Loção Hidratante Facial Cenoura – 50ml – Preço: R$ 88,00

creme hidratante cenoura.png

100% vegana, que hidrata a pele deixando-a macia, suave e com aspecto saudável, proporcionando até 72h de hidratação. Enriquecido com cenouras orgânicas que são descartadas pela indústria alimentícia, devido ao seu formato não convencional. Modo de uso: Aplique na face e pescoço com a ponta dos dedos em movimentos ascendentes. O seu uso diário ajuda a manter a pele hidratada.

Informações: The Body Shop

Coco N.U.D.E apresenta novo conceito para consumo de água de coco

Opção alia praticidade, desperdício zero e iniciativas sustentáveis em embalagem 100% orgânica, com água de coco in natura e polpa

A Coco N.U.D.E, empresa de bebida saudável, traz aos consumidores mais exigentes, nos quesitos qualidade e benefícios dos alimentos, uma nova mentalidade para consumir água de coco in natura e polpa da fruta, aliando tecnologia, dispositivos para maior praticidade, conceito de segurança alimentar, uso inteligente de recursos na cadeia produtiva e iniciativas sustentáveis que geram menor impacto no meio ambiente.

Para beber, comer e criar:

minihorta.jpg

Coco N.U.D.E é a água de coco comprovadamente natural, pois permanece em sua embalagem original, o próprio coco verde, que passa por um processo de descascamento total das fibras para se tornar um produto final, no qual o consumidor aproveita tudo: água de coco, polpa e casca fina que envolve a parte comestível. A ideia é dar nova utilização para essa casca como, por exemplo, transformá-la em um recipiente para cultivar mini-hortas, criar um bowl para refeições ou utilizá-la como matéria-prima para artesanato. O produto tem peso mínimo de 400 g e contém 350 ml ou mais de água de coco.

Lacre do tipo ring pull:

coconude

Traz o design do anel de abertura igual das latinhas de alumínio, fixado diretamente na casca fina do coco sem tocar na parte comestível, mantendo polpa e água livres de qualquer contaminação externa. Basta puxar, retirar o lacre e inserir o canudo, que acompanha o produto, ou o de uso individual reutilizável em aço inox, perfurar a polpa e beber a água de coco. Feito em fibra vegetal, o lacre é reciclável e ecologicamente correto.

Copo:

Fabricado em papel reciclável com certificação FSC® (Forestry Stewardship Council – Conselho de Manejo Florestral), selo verde para conservação ambiental e desenvolvimento sustentável de florestas do mundo inteiro. O copo, além de sustentar o Coco N.U.D.E, serve de recipiente para a polpa retirada depois de quebrar o coco.

Qualidade da água de coco e polpa:

img-produto-divulgacao-peq

Foram investidos três anos em pesquisa e desenvolvimento para obter um fruto com qualidade superior ao do mercado em geral e valor nutricionais desejados, atendendo assim consumidores que prezam por boas escolhas de alimentos. O coco verde da marca Coco N.U.D.E é uma variedade específica cultivado em fazendas próprias, que seguem rigorosos processos e técnicas de plantio, além de controles criteriosos monitorados por equipe de agrônomos, para obter frutos com a doçura da água muito mais saborosa e polpa na espessura ideal, mais consistente, tanto para consumir diretamente quanto para utilizar em diferentes preparos: leite de coco, sucos, smoothies, refeições e sobremesas.

Propósito e Atitude Verde:

coconude22

O Coco N.U.D.E foi criado com o propósito de levar água de coco e polpa com garantia de alta qualidade para consumidores de todas as regiões, principalmente, para aqueles de grandes centros urbanos, que no dia a dia agitado tendem a buscar facilidades para manter uma boa alimentação sem abrir mão dos benefícios e vantagens do valor nutritivo que os alimentos naturais proporcionam para melhor saúde e qualidade de vida.

Além de estimular o estilo de vida saudável, a marca Coco N.U.D.E é engajada ao movimento para preservação do meio ambiente. Todo o processo de cultivo é zero resíduo. O excedente da casca é triturado e transformado em cobertura verde e adubo orgânico para utilização nas áreas de plantação. Isso gera não apenas economia com produtos para controle de ervas daninhas, como também promove a estruturação do solo e, consequentemente, a redução do consumo de água para irrigação, por exemplo.

O produto Coco N.U.D.E, por meio desse processo ambientalmente responsável, contribui também para a redução de resíduos sólidos no meio ambiente, sobretudo das grandes cidades e regiões litorâneas, eliminando a utilização de garrafinhas plásticas para beber água de coco e sendo uma solução ao descarte incorreto da casca do coco, que leva em média mais oito anos para a natureza decompor. Nos lixões, a casca de coco verde causa, ainda, cheiro forte e foco de mosquitos.

Todos os materiais utilizados nos acessórios do produto final são renováveis. A Coco N.U.D.E, compromissada com o meio ambiente, investe no aperfeiçoamento constante do produto, buscando por inovações para alcançar um alto nível de sustentabilidade. A empresa é certificada pelo selo “eureciclo”, que faz a compensação ambiental de embalagem colocada no mercado. No caso, o fino filme tecnológico e reciclável que envolve todo o produto, essencial para garantir a conservação do coco por mais tempo em refrigeração.

Informações: Coco N.U.D.E

Iniciativas da Simple Organic que impactam positivamente a beleza sustentável

Pioneira na não utilização de caixas, marca brasileira utiliza somente ingredientes orgânicos certificados e investe constantemente em ações em prol da causa ambiental

Muito além dos rótulos, há empresas e marcas verdadeiramente engajadas na causa ambiental. É o caso da Simple Organic, marca brasileira ativista de cosméticos certificados por organismos internacionais, que tem em seu manifesto ações e projetos de sustentabilidade e de impacto positivo. Formulada com ingredientes orgânicos, veganos e naturais, toda a cadeia produtiva da marca está atenta aos princípios éticos, como bem-estar animal, respeito ao período de plantio, ou seja, seguindo práticas agroecológicas de cultivo.

“A produção de cosméticos orgânicos e veganos exige muito mais que a eliminação de agrotóxicos. Nossas fórmulas são livres de óleo mineral, silicones, corantes artificiais, conservantes e fragrâncias sintéticas, além de demais substâncias que podem prejudicar a saúde e a natureza, e muito menos são testadas em animais. Ser orgânico e vegano está diretamente ligado à preservação do meio ambiente”, destaca Patricia Lima, fundadora da marca.

Na semana em comemoração ao Meio Ambiente, seja na escolha pela não adoção de caixas para abrigar seus produtos até o recolhimento de embalagens para destinação correta do lixo, há uma série de iniciativas desenvolvidas pela marca a fim de contribuir com a preservação da natureza e a conscientização sobre pequenas escolhas do dia a dia.

Conheça as principais delas:

saquinhos organicos.jpgbag pac.jpg

1. Não a caixas e embalagens secundárias como as previstas pela Anvisa: pioneira na não utilização de caixas e embalagens como alternativa para diminuir a geração de lixo. A alternativa adotada pela Simple Organic foi a criação de saquinhos ecológicos para serem ressignificados da maneira que desejar.

batons embalagem reciclavel.jpg

2. Menos plástico: grande parte do portfólio da marca utiliza vidro e papelão reciclado para abrigar os produtos. As poucas embalagens feitas com plástico são PET, que apresentam um valor comercial muito maior se comparado ao comum para as cooperativas de reciclagem.

embalagem papelao reciclavel.jpg

3. Logística reversa – “Eu Reciclo”: engajada na luta pela minimização da produção de lixo, a Simple Organic investe na logística reversa em um processo semelhante à compensação de carbono. Na prática funciona da seguinte forma: os clientes vão até as lojas da Simple Organic para realizar o descarte correto das embalagens, ganham um voucher de desconto e a marca se encarrega de destinar corretamente os itens para as cooperativas de reciclagem de cada cidade.

loja simple.jpg

4. Construção com baixo impacto:  lojas da Simple Organic pelo país contam com personalidade e identidade próprias, mas sempre levando o conceito da marca. Entre os destaques do projeto está a sustentabilidade, que pode ser vista em diversos aspectos: da iluminação aos materiais utilizados nela, com destaque para iluminação LED, revestimentos de piso e parede reciclados, reutilizados ou de baixo impacto para produção, tintas à base de água, lonas de back light com produto PET, torneiras com economizadores de água, espelhos especiais com baixo teor de material poluente.

5. Ação social – Projeto Anajás: a comunidade Anajás, localizada na Ilha de Marajó, no Pará, é amparada por uma parceria firmada entre Simple Organic e Instituto Beraca em prol de comunidades vulneráveis. É lá onde é extraída parte do óleo de Pracaxi, matéria-prima utilizada na fabricação do BBA e do BBCream. Desde novembro de 2018, $1,00 de cada um dos produtos que utilizam o ingrediente em sua composição vendido em lojas físicas e online da marca é destinado para a comunidade.

Informações: Simple Organic

Cinco coisas que talvez você não saiba sobre os produtos Natura

Além do uso de ingredientes da biodiversidade e de produtos com cheirinho e textura envolventes, a Natura também oferece produtos que fazem bem ao planeta. Confira:

Perfumes com longa durabilidade, hidratantes refrescantes e tons marcantes. Por esses e outros motivos a Natura é a marca de cosméticos queridinha entre as consumidoras. Mas, além da funcionalidade e qualidade dos produtos, a empresa tem políticas sustentáveis e de respeito com a natureza. Veja o Top 5 de curiosidades sobre os produtos Natura.

1. Política de refis

Há 35 anos a Natura foi pioneira na utilização de refil de produtos cosméticos no Brasil. Mais de 110 itens da marca, em linhas como Ekos, Erva Doce, Tododia, Plant e Sève, contam com refis, e a economia dessa opção representa entre 20% e 30% em comparação com o valor do produto regular. A iniciativa reforça um dos pilares de sustentabilidade da empresa, o “Mais beleza, menos lixo”. A emissão relativa de carbono de um refil da Natura é, em média, 47% menor do que um item regular do portfólio e contribui para retirar do meio ambiente 1,6 mil toneladas de plástico anualmente, o equivalente ao volume de lixo gerado por 3 milhões de pessoas em um único dia. Veja uma opção de produto:

tododia refil natura

Refil Desodorante Hidratante Corporal: nutrição essencial com textura suave e aveludada, que nutre e hidrata imediatamente, protegendo, restaurando e revigorando a pele. Ideal para pele normal a seca. A versão em refil é feita com 85% menos plástico do que a embalagem original. Preço sugerido: R$ 31,50 (400 ml)

2. Embalagens recicladas

Nas linhas Ekos e Sève as embalagens são 100% feitas de PET reciclado pós-consumo, iniciativa que contribui para evitar o descarte de plástico em oceanos ou aterros sanitários. Esses materiais, que seriam descartados como resíduos, passam por um processo de transformação que permite reutilizá-lo em embalagens, prolongando sua vida útil. Além do uso de materiais reciclados pós-consumo, a Natura também investe no aumento do uso de polietileno verde (PE verde), plástico produzido a partir do etanol de cana-de-açúcar, uma matéria-prima renovável, enquanto os polietilenos tradicionais utilizam matérias-primas de fonte fóssil, como petróleo. O PE verde apresenta mesmo potencial de reciclagem que o PE tradicional, com o benefício de impactar menos na emissão de gases do efeito estufa, que causam mudanças climáticas. Em 2017, 21% das embalagens produzidas pela companhia no Brasil foram ecoeficientes – ou seja, têm 50% a menos de plástico na sua composição ou mais da metade dos materiais são reciclados pós-consumo ou renováveis. Veja uma opção de produto:

manteiga ucuuba

Manteiga reparadora para corpo e áreas ressecadas: possui alta concentração de manteiga de ucuuba, estimulando a produção natural de colágeno e elastina. Textura inovadora: ultraleve e hidratante. Garante reparação profunda para as áreas mais ressecadas do corpo. Preço sugerido: R$ 60,50 (200g)

3. Álcool orgânico

A Natura, a Casa de Perfumaria do Brasil, passou a incluir, já em 2006, um percentual de álcool orgânico na formulação de seus perfumes. Hoje, todos os perfumes da Natura são totalmente formulados com álcool orgânico, contribuindo para a recuperação da vegetação nativa e retorno de mais de 340 espécies ao seu habitat natural, além de reduzirem a emissão de gases causadores do aquecimento global e aumentarem em 30% o volume de água dos córregos e rios na região de cultivo. Veja uma opção de produto:

kaiak ultra natura

Kaiak Ultra Feminino: combinação dos acordes ultrarrefrescantes de anis com o estoraque, envolvidos pela feminilidade do jasmim e pela delicadeza da lavanda. Coloque a fragrância na geladeira antes de usar para uma sensação ainda mais refrescante. Preço Sugerido: R$ 121,90 (100ml)

4. Produtos Veganos

A Natura sempre buscou a vegetalização dos seus produtos, lançando o primeiro sabonete em barra do mercado com óleos 100% vegetais. Além disso, prioriza o uso de ingredientes de origem vegetal e aqueles obtidos por processos industriais verdes em todas as categorias de produtos. Como um dos resultados desse compromisso, hoje grande parte do portfólio possui produtos que podem ser consumidos por vegetarianos ou veganos. Hidratante para o corpo, demaquilante de rosto, desodorante colônia e variadas cores de batons estão entre os produtos que não possuem nenhum ingrediente animal em sua composição. Veja uma opção de produto:

mamae e bebe natura

Mamãe e Bebê Água de Colônia sem álcool: cítrico leve. Aconchego e cuidado em uma fragrância que combina suaves flores de lavanda com notas levemente adocicadas. Preço sugerido: R$ 72,90 (100 ml)

5. Sem testes em animais

Além do compromisso da vegetalização que se estende por seu portfólio, desde 2006 a Natura não realiza testes em animais no processo de desenvolvimento de seus produtos e ingredientes. Ano passado, conquistou o selo Leaping Bunny, certificação da Cruelty Free International contra testes em animais e da Peta (People for the Ethical Treatment of Animals), outra organização que apoia e atesta que nenhum produto ou ingrediente da Natura (ou de seus fornecedores) foi testado em animais. Veja uma opção de produto:

desodorante gel detox natura

Desodorante Gel Creme Detox: proporciona hidratação imediata, proteção e purificação da pele, pois possui a inovadora Ação Detox Antipoluição e Antioxidante: o produto forma uma barreira protetora contra partículas poluentes que podem agredir a pele, além de combater os radicais livres, moléculas produzidas no organismo que podem danificar as células e provocar o envelhecimento precoce da pele. Sua textura leve como um gel e ao mesmo tempo deliciosamente cremosa, é ideal para a automassagem, que além de promover um momento de conexão com o próprio corpo, também potencializa a ação detox do produto, por aumentar a circulação sanguínea. Preço sugerido: R$ 31,90 (200 ml)

Onde encontrar: por meio de uma Consultora Natura, na Rede Natura ou nas Lojas próprias da Natura, em São Paulo, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Alphaville São Paulo, Campinas, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Campo Grande, Curitiba e no Rio de Janeiro.

 

Campanha da Univali troca tampinhas por ração para animais de rua

Iniciativa do Colégio de Aplicação do Campus Tijucas também recolhe latas, lacres e esponjas

Sabe aquelas tampinhas de plástico (de garrafas pet, produtos de higiene, remédios, sucos, leite e iogurtes) que teriam como destino o lixo? Elas podem trocadas por ração animal e beneficiar cães de rua. É isso que está acontecendo no Colégio de Aplicação do Campus da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em Tijucas (SC).

crianças reciclagem.png

Apenas na última semana, na Unidade de Ensino, foram recolhidas e encaminhadas, ao Abrigo de Animas Tijucas, mais de 70 quilos de tampinhas. Depois a organização se encarrega de vender o material para empresas de reciclagem e, com o dinheiro arrecadado, comprar ração para os animais abandonados.

Jonas Cadorin, diretor do Colégio de Aplicação da Univali em Tijucas, explica que a arrecadação de tampinhas elimina parte da dificuldade logística de armazenar garrafas. Além disso, existe a relevância comercial, uma vez que a tampinha é feita de polipropileno, um plástico que tem muita utilidade no mercado:

“O ganho com a ação vai além do financeiro. Há uma forte integração gerada pelo projeto que gera, também, uma grande consciência socioambiental. Em casa as crianças ficam de olho para que os pais não coloquem as tampinhas no lixo e isso tem um efeito multiplicador incrível”, resume Jonas Cadorin.

Lacres de alumínio, latas e esponjas também são reciclados

As tampinhas de plástico não são alvo exclusivo das ações de reciclagem no Colégio de Aplicação da Univali em Tijucas. Na unidade educacional também são arrecadadas esponjas de cozinha usadas e lacres e latas de alumínio. Cada 140 garrafas pet de dois litros cheia de lacres podem ser trocadas por uma cadeira de rodas.

latas.png

As latas também não deixam de ser aproveitadas. Elas são recolhidas, amassadas, vendidas e, nesse caso, o recurso é utilizado, inclusive, para a manutenção de outras campanhas de conscientização sobre reciclagem no Campus.

Já o recolhimento das esponjas de cozinha faz parte de uma campanha institucional da Univali que integra Programa Nacional de Reciclagem de Esponjas Scotch-Brite. A iniciativa proporciona destino adequado às esponjas descartadas. Para cada esponja arrecadada pelo Programa, R$0,02 são doados para o Hospital Infantil Pequeno Anjo, de Itajaí.

Para realizar a doação, basta entregar a esponja usada em um dos diversos pontos de coletas distribuídos pelos campi da Univali. É importante, no entanto, para evitar a proliferação de insetos e mau cheiro, que a esponja esteja limpa e seca antes de ser depositada nos coletores.

Todos os tipos de esponjas de uso doméstico são aceitos, independentemente da marca, cor ou tamanho. Após o envio para reciclagem, elas são reintroduzidas na cadeia produtiva como matéria prima e podem virar baldes, lixeiras, pás de lixo e outros materiais.

Fonte: Univali

 

Campanha de reutilização de óleo de cozinha tem mais de 1.400 pontos de entrega no estado de SP

Óleo usado não deve ser jogado na pia, banheiro ou lixo, e pode ser reaproveitado para fabricação de combustível e até sabão

Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais), em parceria com as empresas de alimentos ADM, Bunge, Cargill, Imcopa e Louis Dreyfus e com o Sindicato da Indústria de Óleos Vegetais (Sindoleo), lança um novo site com informações sobre reutilização de óleo de cozinha.

Por meio do site Óleo Sustentável, o cidadão tem acesso a informações de caráter educativo sobre o armazenamento e o descarte correto do óleo usado, como o passo a passo para a coleta, os pontos de entrega, publicações de conscientização para o consumidor e esclarecimentos sobre os benefícios da reciclagem do óleo para o meio ambiente e o bem-estar da população.

A página também traz boletins informativos sobre as ações ambientais das empresas que participam da iniciativa, além de curiosidades a respeito do uso do óleo de cozinha, vídeos educativos e reportagens sobre os destinos do óleo usado. No primeiro vídeo, a dona de casa Regina ensina como fazer a coleta do óleo usado, assista clicando aqui.

oleo 3

Passo a passo do descarte e entrega do óleo de cozinha após o uso:

1° – Deixe o óleo esfriar por pelo menos 30 minutos
2° – Passe o óleo usado em uma peneira e funil, para tirar resíduos de alimentos, e armazene em garrafa pet
3° – Feche a garrafa para evitar odores e insetos
4° – Limpe a panela com um guardanapo de papel e descarte-o no lixo orgânico
5° – Leve ao ponto de entrega (conheça os endereços no estado de SP clicando aqui)

Ao todo, já são 1.423 pontos de entrega no estado de São Paulo. O óleo coletado é levado para cooperativas de catadores e indústrias de reciclagem, e é destinado para a produção de biodiesel e como insumo para outras aplicações, incluindo a fabricação de tintas e sabão ecológico.

Cindy Moreira, coordenadora de sustentabilidade da Abiove, informa que há diversos benefícios em descartar corretamente o óleo. “Nosso intuito é preservar a natureza e fazer dessa ação um hábito da população para que não joguem o óleo no ralo da pia, do banheiro ou no lixo. Além disso, as embalagens de plástico, geralmente PET, são enviadas para cooperativas de catadores credenciadas, onde são separadas e destinadas para as indústrias recicladoras”, explica.

oleo

Ação na praia de Guarujá-SP tem até revistinha infantil

Em parceria com a prefeitura de Guarujá–SP e com as empresas de alimentos, a Abiove lançou a “Campanha Óleo Sustentável no Verão”. Foram inaugurados na cidade sete pontos de recolhimento de óleo de cozinha, além dos cinco já existentes, e, aos fins de semana, promotores realizam atividades de educação ambiental na praia da Enseada, uma das mais movimentadas, e em redes de supermercados.

Na ação, são distribuídos brindes como um funil, para facilitar a separação do resíduo nas residências, e um gibi para as crianças com uma personagem criada especialmente para a campanha, a “capitã Recicla”. Também estão sendo entregues sacolas biodegradáveis contendo informações dos pontos de entrega de óleo. A meta é recolher 1.000 litros do resíduo até o final de janeiro.

Segundo a Abiove, a ação é pioneira e inaugura os projetos setoriais no âmbito do Óleo Sustentável. “Queremos ampliar as parcerias público-privadas e contribuir para aumentar a conscientização ambiental e o volume de óleo coletado no estado de São Paulo”, afirma Cindy.

No Guarujá, o óleo de cozinha usado pode ser entregue nos endereços a seguir:

1) Supermercado Krill Caiçara (Avenida dos Caiçaras s/n) – novo
2) Supermercado Krill Guarujá (Av. Presidente Tancredo Neves, nº 100) – novo
3) Supermercado Krill Vicente (Via Santos Dumont, nº 1.503) – novo
4) Roldão Atacadista (Rua Valdomiro Macário, nº 59) – novo
5) Vencedor Atacadista (Avenida Adhemar de Barros, nº 1.660) – novo
6) Mercadão Perequê (Avenida Bidu Sayão, nº 619) – novo
7) Mercadão Guarujá (Avenida Santos Dumont, nº 619) – novo
8) Revenda Ultragaz (Praça das Bandeiras, nº 31, Jd. Enseada)
9) Revenda Ultragaz (Via Santos Dumont, nº 135, Vila Santo Antônio)
10) Revenda Ultragaz (Marginal Piaçaguera, nº 239, Vila Áurea)
11) Sabesp (Av. Leomil, nº 1.055, Barra Funda)
12) Sabesp (Av. Thiago Ferreira, nº 435, Vila Alice)

São Paulo ganha seis novos pontos de coleta de recicláveis em 2018

Capital paulista é a maior produtora de resíduos no Brasil e vê, em pequenas iniciativas, o motor para a mudança

Em 2018, a cidade de São Paulo ganhou seis pontos de entrega de recicláveis como parte da iniciativa da Molécoola, startup que trabalha com a logística reversa de recicláveis pós consumo. Os pontos foram instalados em locais de grande circulação e em pouco mais de três meses de funcionamento integral recolheram mais de 40 toneladas de recicláveis entre papel, plástico, metal, vidro e eletrônico.

A iniciativa surgiu com o objetivo de ajudar com um problema comum nas grandes cidades: o grande volume de lixo. De acordo com a prefeitura, só em São Paulo, a produção diária é de 20 mil toneladas, sendo os resíduos domésticos a maioria, com 12 mil toneladas recolhidas. Essa grande produção acaba gerando problemas de saúde pública, ambientais, além de logística para o poder público.

molecoola 1

“Percebemos que precisávamos fazer alguma coisa para lidar com o lixo nas cidades. Em um primeiro momento de pesquisa nos deparamos com números alarmantes sobre a produção de lixo e o quanto de perda econômica e social isso representava para todos”, diz Rodrigo Jobim, fundador da Molécoola.

A ideia do programa é simples: o usuário leva o reciclável limpo e separado em uma das lojas contêineres da Molécoola onde será pesado e o peso revertido em pontos pelo aplicativo. Esses pontos, quando acumulados, podem ser trocados por bens de consumo e serviços na própria loja. As opções de resgate vão de cabo para celular e crédito para x-box, até produtos de limpeza e utilidades sustentáveis como canudos de metal e copos de silicone.

“Uma pesquisa do IBOPE aponta que 66% dos brasileiros sabem pouco sobre coleta seletiva, o que nos mostra que a falta de informação é um dos principais desafios. Por isso, desenvolvemos um modelo baseado no incentivo em que a pessoa não acostumada a reciclar, chegue até nós por meio de benefícios que ela possa ganhar. Uma vez na nossa loja, ela será recepcionada por um dos nossos colaboradores, que mais do que operar a loja, são uma interface com o público para que ele tire dúvidas e entenda um pouco mais do processo”, explica Jobim.

Além de beneficiar o meio ambiente, a prefeitura e o cidadão, a iniciativa ainda auxilia as empresas a cumprirem metas internas de sustentabilidade e as metas do Plano Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que determina que a indústria também é responsável pelo retorno das embalagens pós consumo para a cadeia produtiva. De acordo com Jobim, “garantimos que todo o material que coletamos seja reciclado, além de permitirmos a rastreabilidade da cadeia e controle sobre o tipo de resíduo que recolhemos”.

molecoola 2

Para completar o ciclo sustentável, a Molécoola também trabalha para o desenvolvimento social. Seus colaboradores, em sua maioria são ex-catadores ou ex-cooperados, que tem seu trabalho formalizado, além de terem a oportunidade de virarem empreendedores, já que a startup baseia sua expansão em um sistema de franquias, auxiliando na busca por crédito para a abertura de uma loja Molécoola.

Fonte: Molécoola

Molécoola inaugura primeira loja de recicláveis do varejo brasileiro

A abertura da terceira unidade ocorreu na manhã de hoje (12) no Shopping Center Norte, em São Paulo, e a expectativa é atingir mil lojas em cinco anos

Em uma parceria inédita no Brasil, a Molécoola e Shopping Center Norte, de São Paulo, inauguraram, na manhã de hoje (12/9), a primeira loja de recicláveis do varejo brasileiro. Implantada no Estacionamento C e funcionando no horário regular do empreendimento, a lojacontainer atua com base na logística reversa de recicláveis pós-consumo, por meio de um programa de fidelidade que transforma os recicláveis em benefícios.

A proposta desenvolvida pela Molécoola é integrada por um sistema de acúmulo de pontos no aplicativo – disponível para Android e IOS. Ao entregar seus resíduos em uma das lojacontainer, o usuário passa a somar pontos que, acumulados, são revertidos em premiações, com mais de 50 opções de resgates.

“Inaugurar a primeira loja de recicláveis do varejo no Shopping Center Norte é muito importante para nós, tanto pela relevância que o Shopping tem em São Paulo quanto pela proximidade que conseguimos ter com o público, permitindo que reciclagem se torne parte do cotidiano das pessoas. Essa parceria é um passo muito importante para a promoção da educação ambiental e consequente mudança de comportamento dos cidadãos”, diz Rodrigo Jobim, sócio da Molécoola.

Entre os benefícios apresentados, a Molécoola contribui para a diminuição do extrativismo. A indústria é beneficiada, entre outros, pela logística reversa, uma vez que há rastreabilidade da cadeia. Já o reciclador ganha com o custo competitivo e com o recebimento de material de qualidade, selecionado e limpo. A iniciativa pública é beneficiada diretamente pela diminuição do impacto ambiental local e pela economia na gestão de resíduos, enquanto o varejo tem a oportunidade de se associar a um programa de fidelidade sólido.

A parceria com a Molécoola integra o Programa Elo, iniciativa da Cidade Center Norte cuja proposta é representar e engajar uma corrente em prol da adoção de práticas sustentáveis. “Estamos muito contentes com a chegada da Molécoola no nosso empreendimento. A operação está alinhada à estratégia do Programa Elo de engajar pessoas às práticas que visam contribuir para um mundo mais sustentável”, diz Ricardo Afonso, diretor Superintendente do Shopping Center Norte.

A lojacontainer da Molécoola no Shopping Center Norte funciona como um ponto de coleta que acumula os materiais. Lá eles são pesados e prensados, para serem enviados para grandes recicladores, onde são transformados em matéria-prima, voltando para a cadeia produtiva e depois para as prateleiras.

molecoola

Sobre a Molécoola

Criada em 2017 a partir dos conceitos de economia circular e fidelidade ambiental, a Molécoola atua com base na educação ambiental e na logística reversa de recicláveis pós-consumo, por meio de um programa de fidelidade que transforma os recicláveis em benefícios.

Reunindo dezenas de representantes das iniciativas pública e privada, de diversos setores econômicos, além de ONGs e da própria comunidade, o modelo de negócio adotado pela Molécoola traz benefícios a todos as partes integrantes do projeto. De consumidores, passando pelo estímulo ao microempreendedorismo, chegando até o meio ambiente.

Informações: Molécoola

Tomar um espresso em casa sem culpa é possível

Melitta inovou ao trazer para o mercado cápsulas de café recicláveis. Em parceria com a TerraCycle – empresa que trabalha com a solução de resíduos de difícil reciclabilidade, a marca lançou o Programa Nacional de Reciclagem de Cápsulas de Café Melitta, que permite aos consumidores garantirem a correta destinação desses resíduos, além de contribuir com diversas organizações sem fins lucrativos.

Por meio de uma plataforma da TerraCycle o consumidor fará um cadastro e armazenará as cápsulas usadas em uma caixa. Assim que atingir a quantidade de 50 cápsulas Melitta, basta entrar no site para imprimir uma etiqueta pré-paga e despachar a remessa em qualquer agência dos Correios, sem nenhum custo para o consumidor. Além disso, terão a oportunidade de realizar uma boa ação, pois para cada caixa com 50 cápsulas enviadas, o consumidor terá a oportunidade de doar R$1,00 a uma escola pública ou instituição de caridade de sua escolha.

capsulas melitta 1

Para participar, individualmente ou em grupo, basta se cadastrar no site da TerraCycle e inscrever-se no Programa Nacional de Cápsulas de Café Melitta. Feito isso, o participante só precisa coletar as cápsulas de café Melitta e enviar à TerraCycle gratuitamente de acordo com as instruções indicadas no site. Em parceria com a sócia da TerraCycle no Brasil, RCR ambiental, o resíduo será triado e posteriormente encaminhado para reciclagem que possibilitará a reinserção do material na cadeia produtiva, enquanto a borra de café é destinada à compostagem.

Para mais informações a respeito do Programa Nacional de Reciclagem de Cápsulas de Café Melitta, clique aqui.

Semana do Meio Ambiente tem palestras, workshops, feira de troca e espetáculo musical

A Semana Nacional do Meio Ambiente começou em 1º de junho e vai até 5 de junho, quando se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído pela ONU, esta iniciativa visa incluir a sociedade na discussão de pautas que tratem da preservação do patrimônio natural do Brasil.

Para abrir com chave de ouro, a empresa Eloin – Educação pela Experimentação, realiza no dia 5 de junho uma sessão única e exclusiva do espetáculo superpremiado, Os Recicláveis – O musical ♻, uma adaptação da obra do autor Toni Brandão. Somente para escolas e convidados.

Já nos dias 9 e 10 de junho, das 10 às 16h, acontecerá uma superfeira de troca em parceria com o Canto do Escambo. O objetivo é estimular a prática da troca, a economia solidária, e também, uma tentativa de substituir o lucro, o acúmulo e a competição por solidariedade e cooperação.

“Vamos repensar a nossa relação com o que consumimos”, frisa Carla Plannerer (Relacionamento & Marketing Eloin).

Feira de Trocas

escamboescambo2

Os interessados devem se inscrever pelo telefone: (11) 2941-7255 ou via e-mail: relacionamento@eloin.com até o dia 7 de junho. O pagamento será feito na entrada. (R$ 10,00)

Os Recicláveis – O musical
As escolas interessadas deverão entrar em contato com a equipe Eloin no tel: (11) 2941-7255 ou via e-mail: relacionamento@eloin.com

Eloin

Nascida do sonho da educadora Elisabete da Cruz, a Eloin é uma consultoria de roteiros pedagógicos personalizados e conteúdos educativos, criada com o propósito de transformar ideias em experiências enriquecedoras. Com uma equipe multidisciplinar, tornou-se referência entre clientes e parceiros com atuação em São Paulo e outros Estados brasileiros. Única no mercado de criação e elaboração de projetos que complementam os conteúdos didáticos curriculares