Arquivo da categoria: Sem categoria

Vinícola Góes oferece promoções especiais na semana da Black Friday

A temporada de descontos “Black Week Vinícola Góes” vai até 29 de novembro, tanto na loja física quanto no e-commerce

A Black Friday, com o passar dos anos, tem se tornado cada vez mais esperada e desejada pelos brasileiros. Mesmo com a abertura restrita do comércio, o mercado buscou alternativas para que seus clientes não fiquem sem os descontos mais aguardados do ano.

Respeitando os protocolos de saúde e visando uma experiência com segurança para seus consumidores, além das atrativas promoções em sua loja virtual, a Vinícola Góes também oferecerá descontos em sua loja física (São Roque – SP).

As compras online podem ser feitas na loja virtual, na qual os descontos em produtos variam de 20% a 50% e o cliente ainda pode ganhar um brinde adicional, dependendo de seu volume de compras.

“Além dos descontos e brindes, uma das novidades que estamos trazendo para a ‘Black Week Vinícola Góes’ de 2020 é que os clientes que efetuam compras na loja física em São Roque ganham benefício exclusivo para suas compras na loja virtual. Com essa integração de canais, queremos estar cada vez mais disponíveis e presentes nos lares dos nossos consumidores”, comenta Luciano Lopreto, Diretor Comercial da empresa.

Nos canais de comunicação da empresa você pode acessar mais detalhes sobre as promoções e benefícios desta ação.

Informações: Vinícola Góes

Dailus aposta em esquenta para sua primeira Black Week

Em novembro, a Dailus, empresa nacional de cosméticos, iniciou o primeiro esquenta da Black Week de seu recém-lançado e-commerce. Durante todo o mês serão diversos itens com preços imperdíveis e descontos de até 60%.

Segundo Carolina Bertelli, diretora de marketing da Dailus, a expectativa para a primeira Black Week da empresa é alta: “Essa será a primeira Black Friday do nosso e-commerce. Nossos consumidores já aguardam ansiosamente e a expectativa é de um crescimento de 60% no faturamento em relação a setembro, melhor mês desde o lançamento”.

Para quem está ávido para renovar as maquiagens, a dica de Carolina é ficar antenado ao dinamismo das ofertas, uma vez que, cada semana de novembro trará uma nova categoria em promoção no site. Já na Black Week, entre 21 e 30 de novembro, a promoção é geral e o descontos variam de 5 a 60%.

Confira mais no e-commerce da DAILUS com entrega para todo o Brasil e condições especiais. Para as regiões Sudeste, Sul e Centro Oeste, nas compras acima de R$ 99,00 o frete é grátis.

Entenda os tipos de cirurgias indicados ao tratamento de enxaqueca

Desenvolvida em 2000 e respaldada por vários estudos científicos, cirurgia é pouco invasiva e tem o objetivo de descomprimir e liberar os ramos dos nervos trigêmeo e occipital, envolvidos nos pontos de dor.

A enxaqueca afeta 15% da população brasileira, segundo estatísticas, e já existe uma forma mais eficaz de lidar com o problema: a cirurgia. Hoje realizada por diversos grupos de cirurgiões plásticos ao redor do mundo e em mais de uma dezena das principais universidades americanas, como Harvard, o procedimento tem resultados muito positivos e semelhantes.

“As publicações dos diferentes grupos comprovam a eficácia e a reprodutibilidade do tratamento”, afirma o cirurgião plástico Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e especialista em Cirurgia de Enxaqueca pela Case Western University.

Mas afinal, por que investir em uma cirurgia para enxaqueca? De acordo Rubez, a enxaqueca tem sido associada à compressão e irritação dos principais nervos sensitivos do rosto e da cabeça. “Em pessoas com predisposição genética para a enxaqueca os nervos podem sofrer compressões ao longo de seus trajetos e desencadear a cascata de sintomas da doença. O alívio cirúrgico da compressão nos nervos pode reduzir a frequência, a intensidade e a duração das dores de cabeça ou até mesmo eliminá-las”, destaca.

Da mesma forma, a cirurgia é uma opção muito vantajosa para pacientes que sofrem com efeitos colaterais das medicações para dor ou que tenham intolerância a essas medicações. Todos os tipos de cirurgia de enxaqueca são pouco invasivos, de forma que a cirurgia tem o objetivo de descomprimir e liberar os ramos dos nervos trigêmeo e occipital envolvidos nos pontos de dor.

“Os ramos periféricos destes nervos, responsáveis pela sensibilidade da face, pescoço e couro cabeludo, podem sofrer compressões das estruturas ao seu redor, como músculos, vasos, ossos e fáscias. Isto gera a liberação de substâncias (neurotoxinas) que desencadeiam uma cascata de eventos responsável pela inflamação dos nervos e membranas ao redor do cérebro, que irão causar os sintomas de dor intensa, náuseas, vômitos, sensibilidade à luz a ao som”, diz o médico.

A cirurgia para enxaqueca pode ser feita em qualquer paciente que tenha diagnóstico de migrânea (enxaqueca) feito por um neurologista, e que sofra com duas ou mais crises severas de dor por mês que não consigam ser controladas por medicações; pacientes que tenham muitos efeitos colaterais com as medicações; ou ainda em pacientes que desejam realizar o procedimento devido ao grande comprometimento que as dores causam em sua vida pessoal e profissional.

Segundo o especialista, são sete os tipos de cirurgia, pois para cada um dos tipos de dor existe um acesso diferente para tratar os ramos dos nervos, sendo todos nas áreas superficiais da face ou couro cabeludo, ou ainda na cavidade nasal. O cirurgião explica que cada cirurgia foi desenvolvida para gerar a menor alteração possível na fisiologia local. “Em todos estes tipos o princípio é o mesmo: descomprimir e liberar os ramos do nervo trigêmeo ou occipital, que são irritados pelas estruturas adjacentes ao longo de seu trajeto”.

Conheça abaixo cada um deles:

Frontal – um dos tipos mais comum e é realizado para os pacientes que têm o início das dores na região dos supercílios, segundo o médico. “Esta cirurgia é feita a partir de incisões nas pálpebras superiores, como nas blefaroplastias, ou incisões no couro cabeludo. As cicatrizes, portanto, ficam imperceptíveis. Nesta cirurgia, é realizada a remoção dos músculos corrugadores do supercílio, depressores do supercílio e próceros, além de artérias locais, que causam irritação aos ramos supraorbital e supratroclear do nervo trigêmeo”, afirma o médico. Além de tratar a enxaqueca, o paciente desse tipo de cirurgia, como consequência do procedimento, diminui a formação de rugas nestas áreas, contribuindo para um efeito rejuvenescedor da face.

Temporal – “Neste procedimento as incisões são realizadas no couro cabeludo, e tem como objetivo descomprimir ou ressecar parte do nervo zigomático-temporal, o qual é rotineiramente lesado em cirurgias estéticas para a face”, afirma o médico. A perda parcial de sensibilidade na região temporal pode ser temporária ou definitiva e nesta cirurgia também ocorre efeito rejuvenescedor da face, uma vez que os tecidos da região são levemente tracionados para lateral, causando elevação discreta da sobrancelha.

Aurículo-temporal – pacientes que apresentem dores na lateral da cabeça, ou seja, nas têmporas, podem se submeter a cirurgia para o nervo aurículo-temporal. “Assim como as demais, fará a descompressão dos nervos localizados na região temporal — bem próximo à orelha—, minimizando os sintomas da enxaqueca. Em alguns casos, a condição pode ser eliminada por completo. Esta cirurgia pode ser feita sob anestesia local, com duração de cerca de 15 minutos”, afirma o médico.

Numular – trata-se de um procedimento realizado sob anestesia local, com duração em torno de 15 minutos. “As dores são na região do couro cabeludo, mais comumente nas laterais da cabeça. O paciente em geral consegue identificar pontualmente o local de maior dor, que é confirmado com a utilização de um doppler. Através de pequena incisão é realizada a neurotomia de pequenos ramos nervosos, sendo que a cicatriz fica disfarçada pelo cabelo”, explica Rubez.

Rinogênico – trata-se de cirurgia realizada toda por dentro do nariz, e destinada para os pacientes que apresentam dores que se iniciam atrás dos olhos, por exemplo, causadas por variações do clima. “Os contatos entre o septo desviado e os cornetos (ou carne esponjosa) ativam a cascata de dores neste caso. O intuito da cirurgia, portanto, é corrigir eventuais desvios ou esporões do septo, hipertrofias de cornetos ou conchas bulhosas. Esta cirurgia vai promover um pós-operatório com melhora da respiração”, conta o especialista.

Occipital – este tipo é correspondente às dores atrás da cabeça ou na nuca, que podem ser causadas pela irritação de diversos nervos, sendo o principal o nervo occipital maior. “A compressão do nervo pode ser feita por músculos ou vasos. Realiza-se, então, a remoção de parte do músculo semiespinal e descompressão do nervo em todo seu trajeto”, afirma.

Occipital Menor – o nervo occipital menor, quando apresenta compressão, faz com que o paciente tenha dores na região lateral da nuca, semelhantes a uma dor muscular. “Para melhorar a condição clínica, a cirurgia realiza a neurotomia (secção) do nervo. A incisão é pequena e no couro cabeludo do paciente, não resultando em cicatriz visível, e com melhora significativa do quadro de enxaqueca na grande maioria dos casos”, enfatiza o especialista.

Rubez enfatiza que as cirurgias são realizadas em ambiente hospitalar e sob anestesia geral e em alguns casos sob anestesia local. “A duração da cirurgia, para cada nervo, é de cerca de uma a duas horas, e o paciente tem alta no mesmo dia, ou no dia seguinte, para casa”, explica.

Como surgiu a cirurgia para enxaqueca

Adobe Stock

A Cirurgia para Enxaqueca foi criada e desenvolvida, a partir de 2000, pelo cirurgião plástico Dr. Bahman Guyuron, em Cleveland nos EUA. Desde então, diversas equipes ao redor de todo o mundo vêm realizando este tipo de cirurgia com sucesso. Único médico a realizar a cirurgia em São Paulo, Rubez aprendeu detalhes das técnicas cirúrgicas desse procedimento com o médico Bahman Guyuron, por meio de sete estágios entre os anos de 2014 e 2019.

Segundo Rubez, o procedimento foi criado a partir de cirurgias estéticas para a região frontal ou superior da face, de forma que Guyuron notou que seus pacientes melhoravam das dores de enxaqueca, quando sofriam com o problema. Em 2005, Guyuron e sua equipe publicaram um estudo prospectivo com randomização entre um grupo tratado e um controle sem cirurgia, envolvendo no total 125 pacientes.

Do grupo tratado 92% dos pacientes obtiveram sucesso com a cirurgia, sendo que 35% apresentaram eliminação completa dos quadros de Enxaqueca. “Nos trabalhos científicos sobre a Cirurgia de Enxaqueca, o sucesso do procedimento é definido como uma melhora de no mínimo 50% na intensidade, duração e frequência das crises. Este mesmo grupo de pacientes foi acompanhado por cinco anos e, em nova publicação de 2011, comprovou-se a manutenção da melhora dos pacientes operados”, finaliza.

Fonte: Paolo Rubez é cirurgião plástico, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS) e da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), mestre em Cirurgia Plástica pela Escola Paulista de Medicina da Unifesp. O médico é especialista em Cirurgia de Enxaqueca pela Case Western University, com Bahman Guyuron (em Cleveland – EUA) e em Rinoplastia Estética e Reparadora, pela mesma Universidade e pela Escola Paulista de Medicina/Unifesp.

Terraço Itália está na 9ª Settimana Della Cucina Regionale Italiana

Lançada em São Paulo, e agora na agenda internacional de mais de 120 países, a Settimana della Cucina Regionale Italiana realiza a sua nona edição na capital paulista entre os dias 23 e 29 de novembro. O evento traz menus das 20 regiões italianas. No Terraço Itália, a Lombardia está presente com um menu em três tempos.

O Terraço Itália integra os 20 restaurantes da nona edição da Settimana della Cucina Regionale Italiana, com um menu da Lombardia, de 23 a 29 de novembro, servido no almoço e no jantar, para uma saborosa viagem pela rica cozinha desta conhecida região. O chef do Terraço Italia Pasquale Mancini, responsável pela execução do menu e sua equipe, prometem agradar aos mais exigentes paladares em fiel interpretação à legítima culinária desta parte da bota e suas receitas clássicas. O almoço em 3 tempos, a R$ 176,00 por pessoa, inclui antipasto, primo ou secondo piatto e dolce (sobremesa). Já o jantar, a R$ 285,00, inclui o menu completo em quatro tempos. Em ambos, bebidas e serviço cobrados à parte.

Confira o Menu:
Antipasto/ entrada: Fagottino di ricotta, crema di peperone rosso e provolone dolce (Pacotinho de ricota, creme de pimentão vermelho e provolone doce) ouPolentina con fonduta di taleggio e tartufo nero (Polentinha com fondue de queijo taleggio e trufa negra);
Primo piatto/primeiro prato: Risottino carnaroli mantecato ai pistilli di zafferano,polvere di porcini, Taleggio e nocciole(Risoto com estigmas de açafrão, pó de funghi porcini, queijo taleggio e avelãs) ou Tortelli alla mantovana (Massa recheada com abóbora, amaretti e mostarda de fruta picante, com manteiga e sálvia);


Secondo piatto/segundo prato: Bocconcini di ossobuco (receita clássica de Milão revisitada, servida com gremolata e arroz crocante) ou Costoletta alla milanese impanata ai grissini (Lombada de vitelo empanada com grissinos, servida com salada da estação)


Dolce/sobremesa: Semifreddo al panettone (Bolo gelado de panetone com creme zabaione) ouTartara milanese con composta ai frutti di bosco (Creme de caramelo com compota de frutas do bosque)

Sobre o evento

Neste ano, esta iniciativa do Consulado Geral da Itália em São Paulo, com apoio da Accademia Italiana della Cucina, ocorre simultaneamente com a Settimana della Cucina Italiana nel Mondo que envolve mais de 120 países. Dentre as diversas propostas da Settimana está a de levar ao público uma experiência gastronômica emoldurada pelo modo de comer italiano (uma sequência de antipasto, primo piatto, secondo piatto e dolce), utilizando-se de um rico intercâmbio entre chefs para apresentar uma grande amostra da culinária italiana contemporânea.

Ela também pretende ser uma janela aberta para se deliciar com a evolução da cozinha de bandeira tricolor, desde a época em que centenas de milhares de italianos emigraram para São Paulo, trazendo com eles suas tradições culinárias. Espera-se, ainda, que ela seja uma preciosa oportunidade para as cerca de 13 mil pessoas que marcaram presença na edição de 2019 e para quem ainda não viveu esse grande roteiro de sabores.

Terraço Itália: Avenida Ipiranga, n°344 – 41° – Centro – São Paulo – SP
Jantar – todos os dias (inclusive domingos) das 18h às 22h. Reservas: 18h – 19h – 20h30
Almoço – todos os dias das 12h às 16h. Reservas: 12:00 – 13h30 – 14h30

Black Friday na Riachuelo traz descontos de até 70%

Marca antecipa promoções com o “Esquenta Black Friday” e traz os itens mais desejados para a campanha promocional

Seguindo novamente a tradição da Black Friday, a Riachuelo desta vez antecipa a campanha com o “Esquenta Black Friday”. Válido para as lojas físicas e site, a promoção está com produtos em até 70% de desconto. Os destaques estão nas categorias de perfumaria, maquiagem, relógios, sapatos, acessórios, e também em itens para a casa, como tapetes, colchas de cama e linhas de banho.

De acordo com a pesquisa realizada em agosto de 2020 pela Ipsos Covid Pulse Survey, como pesquisa qualitativa encomendada pelo Google à Kyra, 64% das pessoas ainda estão comprando ou procurando itens que gostam de ter, mas fazendo isso online. Com a pandemia e o distanciamento social, aceleraram as buscas por categorias do varejo online e as buscas no Google cresceram quase duas vezes mais.

“A Riachuelo vem se preparando para este momento para atender as necessidades de nossos clientes e apresentar soluções fáceis e acessíveis com descontos variados em produtos de qualidade. Entendemos que a Black Friday é uma oportunidade única de compra e nosso objetivo para este ano é trazer inovação e praticidade aos nossos clientes”, afirma Elio Silva, Diretor Executivo de Canais e Marketing.

Confira abaixo algumas apostas da marca:

Eternity Flame Calvin Klein Feminino Eau de Parfum 50ml
De R$ 399,90 por R$ 239,90 – desconto de 40%

CH L’Carolina Herrera Feminino Eau de Toilette 50 ml
De R$ 399,90 por R$ 249,90 – desconto de 38%

Relógio Unissex 5ATM Skmei – Preto
De R$ 199,90 por R$ 115,90 – desconto de 42%

Bolsa Tote Basics Pro – Bege
De R$ 109,90 por R$ 59,90 – desconto de 45%

Chinelo Slide Dakar Cartago – Preto
De R$ 49,90 por R$ 29,90 – desconto de 40%

Tapete Sisal Like Josh AK Home 100x150cm Bege
De R$ 179,90 por R$ 89,90 – desconto de 50%

As promoções da marca estão disponíveis nas lojas físicas, site e aplicativo. Comprando pelo App Riachuelo em novembro, a marca traz a ação cashback, em que se ganha descontos para usar em dezembro.


Sem enrolação: tricologista esclarece dúvidas sobre cabelos cacheados e crespos

O Brasil é uma nação de diversidades. E isso se traduz também nos cabelos, sendo o país com mais tipos no mundo. Entre eles, os fios cacheados e crespos são maioria, representando 70% deles, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Beleza Natural, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB).

Mas se antes as madeixas encaracoladas eram motivo (desnecessário) de vergonha, hoje elas ganham cada vez mais visibilidade, com produtos e tratamentos específicos. Um “carinho” merecido, na opinião da médica especializada em Dermatologia clínica e cirúrgica e tricologista, Carla Bortoloto, professora da Pós-Graduação em Dermatologia das Faculdades BWS, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC) e da American Academy of Dermatology (AAD).

“As madeixas crespas e cacheadas necessitam de cuidados especiais, já que devido ao formato espiralado do fio, a oleosidade natural do cabelo, produzida na raiz, enfrenta dificuldades para chegar às pontas, tornando-os mais frágeis e ressecados”, explica.

Daí a importância em se manter os cuidados com a higiene e hidratação dos fios, além de procurar se alimentar de forma balanceada para manter os fios longe de problemas como frizz, quebra e queda.

A seguir, a médica esclarece algumas das principais dúvidas sobre a saúde e a beleza dos cabelos crespos e cacheados:

O cabelo crespo cresce menos?
Na verdade, os fios cacheados e crespos crescem na velocidade normal, mas devido à sua textura, eles enrolam, causando a impressão de “encolhimento”. Para “aumentar” a velocidade de crescimento dos cachos o ideal é manter uma alimentação equilibrada, com frutas, vegetais, proteínas e minerais. Usar suplementos orais também pode ajudar, mas essas vitaminas devem sempre ser prescritas por um especialista.

Foto: GoodHousekeeping

Os cabelos crespos caem mais?
Perde-se, em média, de 100 a 120 fios de cabelo por dia. Os cabelos crespos são mais frágeis, por isso quebram mais, mas caem na mesma quantidade que os outros tipos de fios. O que causa a impressão de que os cabelos crespos caem mais é o fato de que às vezes, os fios se soltam da raiz, mas ficam enrolados nos outros cachos e vão se acumulando ali ao longo do dia. Então, na hora de pentear ou de lavar, a quantidade de cabelos “em queda” parece maior. Para evitar a queda, invista na alimentação balanceada e saudável, incluindo no cardápio frutas, legumes, vegetais, grãos e outros alimentos in natura (de origem vegetal e animal). Além disso, mantenha os cuidados gerais com a higiene e evite processos químicos muito agressivos.

Cabelos crespos e cacheados têm mais pontas duplas?
As pontas duplas são causadas por agressões à cutícula do cabelo (parte externa do fio) e podem surgir em qualquer tipo de fio. Entretanto, o problema é mais recorrente nos crespos e cacheados, não apenas devido à sua fragilidade natural, mas, principalmente, aos excessos térmicos, como o uso de chapinha e secador, e químicos, como tinturas, progressivas e relaxamentos. Para prevenir o problema, o ideal é reforçar a hidratação dos fios. Além disso, tratamentos como queratinização e cauterização auxiliam na reposição da massa dos cabelos.

Realizar hidratações caseiras é o suficiente para manter a saúde e beleza dos fios cacheados e crespos?
Não. As mechas cacheadas e crespas possuem características e necessidades próprias, em especial precisar de uma maior hidratação. As hidratações caseiras não conseguem penetrar integralmente na fibra capilar, tornando o cabelo quebradiço, com frizz e pontas ressecadas. Além disso, alguns ingredientes utilizados nessas receitas, como as frutas cítricas, podem manchar a pele e, em casos mais graves, ocasionar queimaduras no couro cabeludo.

Os danos causados pelo uso de química são mais fortes nos cabelos crespos?
De maneira geral, todos os tipos de cabelo sofrem com a ação das químicas, seja coloração, alisamento, relaxamento. No entanto, o cabelo crespo tem uma estrutura mais frágil que o torna mais propenso à quebra. Por isso, os cuidados com esse tipo de fio devem ser redobrados. Da escolha dos produtos às técnicas empregadas, tudo deve levar em consideração a textura original das mechas.

Produtos com queratina fazem bem aos cabelos crespos?
A queratina (proteína responsável por dar rigidez ao fio) é o principal componente do cabelo, mas ela vai se desgastando aos poucos devido a agressões externas, como a exposição ao sol, por conta da radiação e do calor, a poluição, o excesso de produtos químicos. Tratamentos como a queratinização ou o uso de produtos que apresentem queratina em sua formulação podem ajudar a reconstruir a fibra e acabar com a porosidade, entretanto é preciso estar atento, pois o excesso da proteína pode tonar a haste capilar rígida demais, tornando o fio mais fácil de quebrar. Por isso é importante sempre contar com a avaliação de um profissional para saber se essa reposição é de fato necessária.

O cobre presente na água faz mal aos cabelos crespos?
O cobre presente na água do chuveiro vai acumulando nos fios a cada lavagem, tornando os cabelos mais frágeis e sensíveis aos raios UV emitidos pelo sol e também aos tratamentos químicos, como alisamentos e colorações. Uma forma de prevenir o problema é usar no chuveiro um filtro para barrar o cobre, encontrado em loja de materiais de construção.
Vale lembrar, no entanto, que na alimentação, o cobre desempenha papel fundamental. Alimentos como fígado, lentilha e semente de girassol e chocolate, auxiliam na composição celular e para cabelos o cobre fundamental para o crescimento, tanto em velocidade quanto em volume.

Pinterest

Por que o cabelo crespo sofre com a ação a água do mar?
Em contato com a água do mar, os cabelos sofrem um processo de desidratação. Resultado: fios opacos, com eletricidade estática (frizz) e, em alguns casos, mais quebradiços e “elásticos”. Para curtir o mar sem estresse, capriche nas hidratações durante o período. Fios hidratados possuem escamas mais fechadas e ficam menos suscetíveis aos danos. E a recuperação também é mais fácil.

Fonte: Carla Bortoloto é médica especializada em Dermatologia Clínica e Cirúrgica, tricologista, professora da Pós-Graduação em Dermatologia das Faculdades BWS, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC) e da American Academy of Dermatology (AAD).

Konjac: conheça a massa zero carboidrato que vem conquistando cada vez mais adeptos

Famoso por ser um substituto com zero carboidratos de arroz e massas, o konjac começou a se popularizar nos países ocidentais em 2012, principalmente na Europa. Desde então,tem sido inserido frequentemente em dietas low-carb, gluten free e veganas, o produto da culinária asiática milenar se tornou o queridinho de médicos e nutricionistas por seus nutrientes, sendo rico em fibras e, ao mesmo tempo, garantindo saciedade e uma alimentação afetiva, fugindo dos moldes restritivos de diversas dietas de emagrecimento. Mas o que de fato é a massa konjac?

Nativa da Ásia, é a planta konjac, do gênero Amorphophallus, que dá origem ao tubérculo de onde a farinha para o preparo da massa é extraída. Presente na raiz do vegetal, a fibra solúvel Glucomanan – principal ingrediente dos produtos fabricados a partir da raiz – é responsável, entre muitos benefícios, pela diminuição do colesterol e por retardar a digestão, formando uma película de proteção na parede do intestino e reduzindo a absorção da glicose.

“Muito além de seus benefícios nutricionais, um de nossos principais objetivos com a Konjac Massa MF é oferecer às pessoas uma alimentação que foge das restrições de dietas. Nosso lema é embasado em ser saudável, comer bem e emagrecer de forma natural, mas sem se privar dos seus pratos de massas e arroz favoritos, devendo apenas acrescentar ao preparo ingredientes e nutrientes de sua escolha ou conforme indicação médica para uma alimentação balanceada”, declara Thamara Gama, diretora executiva da marca.

Com sete diferentes tipos de massa em seu catálogo de produtos, sendo eles fettuccine, cabelo de anjo, espaguete, penne, noodles, lasanha e arroz, a Konjac Massa MF possui um sabor neutro e textura “al dente”. Quando adicionado a molhos e alimentos como verduras, temperos e ervas aromáticas, a massa absorve o sabor desses ingredientes, tornando-se então uma alternativa eficaz na substituição de massas e risotos tradicionais, ricos em carboidratos.

Registrado pelo Ministério da Saúde/Anvisa, o produto possui todos os controles de qualidade e aprovação exigidos nacionalmente, assim como os selos de demais registros fora do país. “A fabricação dos nossos produtos se mantém em instalações internacionais para garantirmos o mesmo padrão de qualidade para os consumidores” comenta Thamara.

“O tubérculo konjac é composto, em grande parte, por fibras solúveis. E é justamente devido ao alto teor de água (96%) e a presença da fibra do Glucomanan (4%) que faz com que os produtos da Konjac Massa MF sejam zero carboidratos”, complementa David Lee, Chefe de Laboratório da marca na Ásia.

Com apenas três ingredientes (água purificada, fibra de aveia biológica e a farinha biológica do konjac), os produtos da marca contam apenas com 9 calorias em cada 100 gramas, sendo livres de glúten, sódio, açúcar, lactose e conservantes. Dra. Linda Suzan, responsável técnica da marca no Brasil, comenta que a composição dos alimentos os torna ideais para dietas low-carb, cetogênica, dukan, kosher, veganas e vegetarianas, sendo indicada também para celíacos, atletas profissionais, praticantes de esportes e dietas de manutenção de peso.

“Além de seus benefícios alimentares, o Konjac pode desempenhar também um importante papel na dieta de pessoas epiléticas e diabéticas. Devido à sua composição, ele proporciona a esses pacientes uma alimentação com menos restrições, trazendo muitas vezes de volta o prazer de comer um prato de arroz ou massa. É importante, no entanto, que elas sempre adaptem os preparos das refeições de acordo com suas necessidades médicas”, comenta a nutricionista.

No caso de pessoas com diabetes tipo 2 (DM2), o alimento proporciona efeitos que melhoram a sensibilidade à insulina e inibem o aumento do nível de açúcar no sangue. Já os pacientes epiléticos, que muitas vezes adotam a dieta cetogênica (constituída principalmente por frutas, legumes, verduras, carnes, queijos, ovos e oleaginosas) por recomendação médica, também são beneficiados, sendo que a diminuição na ingestão de carboidratos pode contribuir diretamente na redução de episódios epiléticos.

“Queremos, ao proporcionar uma alimentação saborosa para as pessoas, fazer com que elas entendam que o prazer da comida pode estar diretamente ligado à saúde e o bem-estar, caminhando lado a lado. Somos muito gratos pela aceitação que temos de clientes e em como nossos produtos foram inseridos em suas rotinas como sinônimo de prazer, e não restrição. Essa é principal mensagem que queremos passar como empresa”, finaliza Thamara.

Informações: Konjac Massa MF

Invista em alimentos anti-inflamatórios para melhorar a saúde do corpo até o verão

Além da prática de exercícios, a alimentação deve ser o foco para quem quer chegar em forma no verão. Especialistas comprovam que uma dieta rica em frutas, vegetais, grãos integrais e gorduras saudáveis pode ajudar a proteger o corpo contra a inflamação e uma série de outros problemas de saúde.

A má alimentação gera a inflamação sistêmica do corpo, como explica a médica da Clínica Leger, Simone Henriques, pós-graduada em nutrição, metabolismo e exercício físico.

“Vários estudos mostram que a inflamação cerebral pode provocar Alzheimer e doenças neurodegenerativas. No coração, a alimentação inflamatória causa entupimento dos vasos sanguíneos. E na pele, o maior órgão do nosso corpo, as celulites são consequência desse processo”, pontua.

Pesquisas sugerem que alimentos processados como carboidratos refinados, refrigerantes, gorduras trans e carnes vermelhas podem promover a inflamação crônica. Para quem está de olho no verão e quer eliminar as celulites, vale apostar em uma alimentação menos inflamatória.

“Quando o paciente consegue ter uma alimentação balanceada e redução do acúmulo de gordura corporal, ele consegue não só amenizar o aspecto de casca de laranja na pele, mas também ter menor pressão subcutânea. Com isso, é possível melhorar a circulação de micro e macro nutrientes, diminuir a retenção hídrica, melhorar a drenagem linfática e, consequentemente, o aspecto geral da pele”, diz o cirurgião Roberto Chacur, especialista no combate às celulites.

Aumentar o consumo de fibras, frutas vermelhas, oleaginosas, sementes, peixes ricos em ômega 3, vinho e água é uma estratégia para quem quer diminuir o grau das celulites e melhorar o aspecto da pele até o verão. Para a médica Simone Henriques, a melhor forma de reduzir a inflamação do corpo é a mudança dos hábitos alimentares.

“Uma dieta pobre em açúcar, carboidratos simples, frituras, alimentos processados e industrializados faz bem à saúde do corpo como um todo”, diz Simone.

Vale destacar que uma alimentação anti-inflamatória alivia e previne o cansaço excessivo, dores de cabeça, inchaços, vermelhidão, lesões em vasos sanguíneos, dores nas articulações e músculos, além de aumentar a imunidade, evitando gripes e resfriados, e ajudar no controle do peso.

Fonte: Clínica Leger

Sequilhos de Coco com Goiabada Light: receita prática e saborosa para todos os momentos

Além de ser uma sugestão prática e saudável, o custo para a produção das bolachinhas é acessível e pode até mesmo ser uma alternativa de renda extra

Sequilhos lembra muito a casa da vó, aquele cheirinho de amor e aconchego esperando os netos chegarem. Para alguns consumidores uma bolachinha irresistível e impossível de comer uma só e, para quem deseja uma sugestão menos calórica, a nutricionista da Magro desenvolveu a receita especial do Sequilho de Coco com Goiabada Light.

Nesta opção cada unidade tem apenas 36 calorias e a receita prática fica pronta em apenas uma hora. Elaborada com o Açúcar Light Magro os sequilhos tem um excelente rendimento e um custo de produção baixo, uma ótima sugestão também para quem busca uma renda extra.

Sequilhos de Coco com Goiabada Light

Ingredientes:
5 colheres (sopa) de Açúcar Light Magro (60g)
1¾ xícaras (chá) de margarina culinária (250g)
3 ovos (150g)
4½ xícaras (chá) de amido de milho (450g)
6 colheres (chá) de farinha de trigo (60g)
¾ xícara (chá) de coco ralado (50g)
1 colher (café) de fermento químico em pó (3g)

Para decorar:
70g de goiabada cortada em pedaços pequenos

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes em um recipiente e misture bem, até dar ponto para enrolar. Enrole os sequilhos no formato de nhoque e coloque sobre eles os pedaços de goiabada. Coloque em uma assadeira untada com margarina e leve para assar em forno preaquecido à 180ºC por aproximadamente 35 minutos.

Rendimento: 113 porções de 8g
Dificuldade: fácil
Preparo: 1 hora
36 calorias por porção de 8 gramas

Fonte: Magro

Cervejaria Nacional apresenta cerveja oficial do Pint of Science Brasil

Cervejaria Nacional, primeira entre as microbreweries de São Paulo, apresenta na carta uma parceria de peso. Foi lançada no dia 16 de novembro (e dia 18 no serviço de salão), a cerveja oficial 2020 do Pint of Science Brasil – Origem de espécies. O rótulo de estilo Brazillian Wild (R$ 23 – 330 ml / R$ 33 – 570 ml), foi desenvolvido por cientistas brasileiros e utilizada levedura selvagem diretamente de colmeias de abelha, uma cerveja única no quesito sensorial, e que ainda não existia no território brasileiro.

Idealizadora da cerveja, e doutora em biotecnologia, Ana Carolina de Carvalho teve a ideia de isolar as leveduras de colmeias e descobriu que essas possuíam potencial sensorial e possibilidade de extração do sabor e aroma. Por conta dessas características, decidiu utilizar as leveduras para a fabricação da primeira cerveja oficial do Pint of Science Brasil.

Guilherme Macedo, cervejeiro e sommelier da Cervejaria Nacional, também idealizou o projeto e ressalta a importância da parceria. “O objetivo também é de fomentar a ciência, envolta em um processo de produção de uma cerveja”.

Luiz Almeida, diretor nacional do Pint of Science e um dos participantes do projeto comentou: “Para aproximar ainda mais esses dois mundos, o da cerveja e o da ciência, fizemos essa parceria incrível com a Cervejaria Nacional e o Laboratório de Astrobiologia da Universidade de São Paulo. O resultado foi a “Origem das Espécies”. A produção da cerveja também teve colaboração de Rene Aduan, biólogo e cervejeiro.

Pint of Science Brasil é considerado o maior evento mundial de divulgação científica em bares e restaurantes, com183 cidades cadastradas. O Brasil é o país que concentra o maior números de participantes no mundo. Por conta da pandemia da Covid-19, os eventos presenciais foram cancelados e lives foram realizadas para o público.

A Cerveja Oficial do Pint of Science Brasil está disponível nas plataformas delivery da Cervejaria Nacional (Google Play) e nos aplicativos ifood, Uber Eats e Rappi.