Arquivo da categoria: sem glúten

Fim de semana combina com churrasco: aprenda a fazer pão de alho sem glúten

Uma boa notícia para os apaixonados por pão de alho mas que não podem consumir a proteína do trigo

Final de semana chegou e, com ele, o churrasco é uma ótima pedida. Um dos itens mais clássicos, o pão de alho, ganha sua versão sem glúten. A sugestão é ideal para aqueles que são apaixonados pela receita, mas que não podem consumir o glúten por serem celíacos ou por apresentarem sensibilidade à proteína do trigo.

Confira o passo-a-passo e anote os ingredientes:

Pão de alho sem glúten

Ingredientes

1 pacote de Pão Francês Schär
6 dentes de alho
manjericão a gosto
alecrim a gosto
1/2 xícara de maionese
1/2 xícara de queijo parmesão ralado

Modo de preparo

Pique o alho, o manjericão e o alecrim. Em seguida, misture com a maionese e o queijo parmesão. Faça delicadamente 3 cortes no sentido vertical no pão francês. Espalhe o creme de alho nos cortes e, em seguida, leve para assar em forno preaquecido (200ºC) por cerca de 10 minutos ou até dourar. Retire e sirva.

pão de alho.jpg

Dica: se desejar, salpique folhas de manjericão no momento de servir.
Tempo de preparo: 30 minutos
Tempo de descanso: 10 minutos
Dificuldade: fácil
Rendimento: 2 porções

Fonte: Schär

Glúten: cosméticos com a substância podem causar reações alérgicas em celíacos

Além dos alimentos, a proteína do trigo também está presente em muitos cosméticos e pessoas celíacas podem ter alergias, irritações e dermatites por usarem estes produtos sem saber que contém glúten.

Os portadores da doença celíaca sabem que não devem ingerir nenhum alimento que contenha glúten, pois sua ingestão causa danos à parede do intestino delgado e gera problemas como diarreia, prisão de ventre, irritabilidade, flatulência e inchaço. Porém, em alguns casos, não ingerir glúten não é o suficiente.

gluten.jpg

“Existe uma variante da doença celíaca, a dermatite herpetiforme, que é desencadeada pelo uso de cosméticos que tenham alguma substância derivada do glúten. Entre os sintomas da doença estão erupções, bolhas, escurecimento da pele, vermelhidão e coceira. Em 20% dos casos, ela vem acompanhada pelos sintomas gástricos comuns da doença celíaca, como cãibras intestinais e diarreia”, explica Márcio Accordi, biólogo geneticista e diretor da Biozenthi Laboratórios Cosméticos.

O problema é que, ao contrário do que ocorre com os alimentos, as empresas de cosméticos não são obrigadas a dizer no rótulo se o produto contém glúten ou não. Além disso, devido ao INCI Name, sistema internacional de codificação para os ingredientes de um produto, pode ser difícil identificar que componentes presentes na fórmula possuem glúten.

“Alguns nomes comuns em cosméticos e que indicam a presença de glúten são Triticum Vulgare, Avena Sativa, Hordeum Vulgare, Secale Cereale, Hydrolyzed Wheat e Wheat Germ Extract, mas existem muitos outros. Em caso de dúvida, o melhor a se fazer é entrar em contato com o fabricante do produto”, alerta o especialista.

Biozenthi

biazenthi.png

Desde dezembro de 2011, a Biozenthi abraçou a causa dos celíacos sendo a primeira empresa brasileira a fabricar e identificar cosméticos livres de glúten. A empresa certifica-se da origem das matérias-primas adquiridas com os fornecedores, evitando assim que qualquer cosmético da marca contenha glúten, seja de forma direta ou indireta, como em casos de contaminação cruzada.

“Para saber se os produtos contêm glúten pessoas celíacas precisam avaliar toda a composição do rótulo e, em muitas situações, acabam tendo que entrar em contato com o SAC do fabricante. Então, para a Biozenthi, foi um grande desafio e ao mesmo tempo um imenso prazer poder ajudar este grupo de pessoas que até então não tinham nenhuma empresa em que confiar. Por isso, todos os nossos produtos contém a informação de glúten free logo após a composição.”, afirma Accordi.

Informações: Biozenthi

 

Bisnaguinha de mandioquinha saudável para o lanche das crianças

As férias de meio de ano estão acabando. Que tal fazer um salgado para animar a meninada? E, em especial para os pequenos alérgicos, intolerantes e aqueles que estão em busca de uma alimentação saudável, a chef Paula Rosignoli, da Pra Lá de Bom Delicias Sem Glúten preparou uma receita nutritiva e saborosa: bisnaguinha de mandioquinha.

Dentre os diferenciais, a chef destaca as farinhas de painço e de amêndoas. “Esses ingredientes oferecem diversos benefícios para saúde, como, por exemplo, o bom funcionamento do intestino, a melhora do sistema digestivo e imunológico, saúde respiratória e aumento dos níveis de energia”, ressalta Paula.

Para aqueles que desejam saborear as bisnaguinhas de mandioquinha da chef Paula, elas são vendidas na Pra Lá de Bom Delicias sem Glúten, localizada em Santana (SP). Também integram o cardápio da padaria bolo de chocolate, brownies, bolo zebra (massa de cenoura mesclada com massa de chocolate), cookies de chocolate e cupcakes. Além dos doces, o público conta com diversas opções de pães, bolos, tortas, massas de pizzas, sem glúten, diet e sem alergênicos.

Os preços variam entre R$ 3,00 e R$ 200,00 e de acordo com a encomenda para serviços personalizados. Confira o passo a passo da receita a seguir:

Bisnaguinha de mandioquinha saudável

Bisnaguinha de mandioquinha

Ingredientes

Para o creme:
2 unidades pequenas de mandioquinha picada
1 ovo inteiro
1 gema de ovo
1 colher (sopa) de vinagre
4 colheres (sopa) de azeite
1 xícara (chá) de água
1 pitada de cúrcuma

Para os ingredientes secos:
3 colheres (sopa) de farinha de painço (50g)
4 colheres (sopa) de farinha de arroz (70g)
5 colheres (sopa) de polvilho doce (80g)
2 colheres (sopa) de fécula de batata (40g)
2 colheres (sopa) de farinha de amêndoas (30g)
2 colheres (chá) de goma xantana (10g)
1 colher (chá) de sal (5g)

Fermentação:
2 colheres (chá) de fermento biológico (7g)
2 colheres (chá) de açúcar demerara (10g)
5 colheres (sopa) de água morna (50g)

Para a Cobertura:
Chia a gosto
Mandioquinha crua a gosto

Modo de preparo

Fermentação:
Juntar os três ingredientes da fermentação e deixar por 5 minutos em lugar quentinho até ativar o fermento e ele espumar.

Creme:
Colocar todos os ingredientes no liquidificador e bater até formar um creme.

Secos:
Juntar todos os secos formando uma única farinha homogênea.

Juntar o creme nos secos e homogeneizar. Acrescente o fermento e misture bem.
Coloque em assadeira untada para bolinho ou cupcake. Cobrir com a chia.
Deixar fermentar por mais 15 minutos. Assar (200º) por 25 minutos.

bisnaguinha de mandioquinha 2

Fonte: Pra Lá de Bom – Rua Dona Luiza Tolle, 678, Santana (SP). Horário de funcionamento: de terça a sexta das 10h às 20h; aos sábados das 9h às 18h.

Libre lança Coxinha de Shitake e Pão de Queijo sem glúten

Especializada na produção de salgados e doces congelados, isentos de glúten e lácteos, a Libre ampliou seu mix de produtos com os lançamentos da Coxinha de Shitake e do Pão de Queijo Vegano na Naturaltech 2019, em junho, no Anhembi, em São Paulo.

Focada em promover a inclusão por meio da alimentação, oferecendo produtos saborosos e artesanais para consumidores que possuem alergias e restrições alimentares, a empresa desenvolveu a Coxinha de Shitake, uma versão 100% vegana desse salgadinho que conquistou o brasileiro.

coxinha_de_shitake_coxinha_de_shitake

Saborosa e macia, a Coxinha de Shitake Libre combina massa à base de batata e farinha de arroz com recheio feito com cogumelos shitake, temperos e um toque de azeite extra virgem. A novidade já está disponível em embalagens de 320g com 8 unidades.

pao de queijo_libre__2_2019_180_de_queijo_vegano

A empresa também lançou o Pão de Queijo Vegano Libre elaborado com batatas e polvilho azedo. Oferecido em embalagens de 400g, é isento de lactose e pode ser consumido tanto por veganos, quanto por crianças e pessoas que não podem ingerir leite e seus derivados.

 

Além dos lançamentos, a Libre apresentou em seu estande as Empadinhas Libre feitas com massa à base de farinha de arroz e fécula de batata. Produzidas nas versões Palmito, Escarola e Frango são recheadas com ingredientes 100% orgânicos e oferecidas em embalagens com 350g.

361394_881900_bolinho_de_batata_doce

Outros destaques da marca são a Coxinha de Frango e o Bolinho de Batata Doce lowcarb, ambos recheados com frango orgânico que leva o selo da Ecocert, garantindo que as aves foram criadas livres de hormônios e antibióticos. Os salgadinhos vêm em caixas com 350g.

quibe_de_abA3bora_vegano

Para quem busca uma opção deliciosa e nutritiva, a marca oferece o Kibe de Abóbora Vegano. Preparado com quinoa real e vegetais, está disponível em embalagens de 330g com 9 unidades.

librenitos

A marca também produz os Librenitos, nuggets macios feitos apenas com peito frango sustentável. Lowcarb e crocante, o produto está disponível em embalagens de 300g.

Ideais como opção de lanche, acompanhamento de refeições e para festas, os produtos Libre estão disponíveis em empórios, lojas especializadas e em redes de varejo e no site.

 

Salvar

Com ação hidratante, desodorante vegano elimina odor dos pés sem deixá-los escorregadios

Vencedor do prêmio Abihpec 2016, desodorante para os pés da Biozenthi conta com toque seco e alta eficácia contra os odores causados nos pés. Produto é livre de ingredientes de origem animal e glúten.

O desodorante para os pés Biozenthi foi formulado para eliminar de vez os odores causados nos pés. Ele contém uma carga balanceada e diferenciada de ativos, fazendo com que resolva o controle do mau odor. O desodorante para os pés Biozenthi não deixa os pés molhados ou escorregadios, ele possui toque seco e é um excelente hidratante. O produto é natural, apresenta alta eficácia e tem uso seguro para veganos e celíacos.

Com formulação livre de substâncias alergênicas, glúten ou ingredientes de origem animal, o produto foi vencedor do prêmio Abihpec 2016, a maior premiação da Indústria Cosmética do Brasil.

É indicado para pessoas cujos pés têm mau odor e sudorese. Diariamente, deve ser aplicada uma quantidade suficiente para massagear os pés até a absorção do produto.

desodorante_para_os_pes.png

Preço: R$ 21,40

Informações: Biozenthi – SAC: (48) 4102-3322

Massa sem glúten: aprenda a substituir o ingrediente sem prejudicar o sabor

Namu Cursos em parceria com a chef Renata Monteiro lança curso que ensina receitas de deliciosas massas sem glúten

O glúten é uma proteína encontrada no trigo e em alguns cereais, como a cevada, centeio, bulgur, espelta e kamut. Ele está presente em muitos alimentos do nosso dia a dia, inclusive na preparação das diferentes massas que consumimos.

Muitas pessoas, no entanto, têm optado pela sua retirada do cardápio, seja por restrições alimentares ou mesmo por estilo de vida. A doença celíaca é um dos exemplos. Ela corresponde a um distúrbio autoimune inflamatório do intestino delgado, causando uma série de desconfortos que impede a pessoa de consumi-lo.

Pensando nessas pessoas, o Namu Cursos, plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar, convidou a chef Renata Monteiro para desenvolver o curso “Massas frescas sem glúten”, no qual mostra que a vida sem glúten é possível e pode ser deliciosa.

De acordo com Renata, quando se trabalha com alimentos livres de glúten, é preciso lançar mão de estratégias, técnicas e combinações de ingredientes que proporcionem elasticidade e homogeneidade à massa. “O ideal é procurar aprender mais sobre farinhas, como usar gomas da forma correta e, sem dúvida, testar em casa diferentes receitas. A cozinha sem glúten é um laboratório, como qualquer outra. A dificuldade está na adaptação do paladar e de entender quais são os melhores ingredientes e técnicas para fazer as substituições”, explica.

Segundo a chef, para uma correta substituição, é necessário utilizar ingredientes com uma estrutura física e química semelhantes ao glúten. “É o caso das gomas xantana e guar. Quando queremos resultados mais delicados, usamos a goma xantana. Já, quando desejamos uma base mais consistente, como as de pães, massas frescas e massas que precisam ser esticadas, optamos por combinar as duas gomas. Nestes casos, os resultados finais são mais interessantes quando as gomas são misturadas e isso é comprovado quimicamente”, explica Renata.

No curso “Massas frescas sem glúten”, a professora ensina desde o conceito de restrições alimentares e a diferença entre elas até dicas de substituições, seleção farinhas sem glúten, como escolher cada uma para diferentes receitas e como evitar contaminações cruzadas. Além disso, a chef ensina receitas de diferentes tipos de massas para serem preparadas no dia a dia. O curso sai por R$ 286,00 a vista ou em até 12 parcelas de R$ 23,83 no cartão. 

E, para finalizar, o Namu Cursos separou uma receita retirada do curso para mostrar que a vida sem glúten pode ser descomplicada e muito deliciosa:

Nhoque tradicional

nhoque

Ingredientes
– 500g de purê de batata
– 2 ovos
– 100g de farinha de arroz
– 2 colheres de sopa de azeite
– 1 colher de chá de sal

Modo de preparo
1. O purê de batata deve descansar até todo o vapor sair;
2. Despeje o purê, os ovos, o sal, o azeite em uma vasilha e misture levemente;
3. Coloque a farinha de arroz na mistura e volte a mexer;
4. Polvilhe a bancada com um pouco de farinha e despeje a massa em cima;
5. Misture a massa com as mãos até chegar ao ponto final (acrescente mais farinha, se necessário);
6. Lave as mãos para remover o que restou da massa e continue a preparação;
7. Corte um pedaço da massa e enrole até chegar na espessura do nhoque ideal;
8. Caso prefira, arredonde o nhoque levemente com as mãos.
9. Coloque os nhoques em uma forma (levemente untada com farinha de arroz) e cubra-os para que não ressequem;
10. Leve uma panela com água e sal ao fogo. Após iniciar fervura, coloque os nhoques e deixe-os cozinhar por 2 a 3 minutos.

Molho pesto

Ingredientes
– 300g de manjericão fresco
– 1/2 dente de alho
– 200g de nozes pecã
– Azeite
– 50g de parmesão ralado
– 200g de nhoque para 100g de molho

Modo de preparo
1. Coloque o manjericão, as nozes, o alho, o parmesão e o azeite no liquidificador e bata bem;
2. Caso os ingredientes estejam com dificuldade de se misturar no liquidificador, mexa com uma colher e, se necessário, despeje mais azeite;
3. Quando a mistura estiver homogênea, coloque uma pitada de sal e volte a bater;
4. Reserve o molho;
5. Para finalizar, coloque o molho por cima do nhoque.

Sobre Renata Monteiro

banner_massas.jpg
Mestre em gastronomia formada pela FCT/UNL Lisboa e especialista em cozinha inclusiva pelo ICIF Itália. Foi uma das participantes da edição do Masterchef Portugal 2015 e é mãe de três crianças alérgicas a leite, ovos e trigo.

Sobre o Namu Cursos
Namu Cursos é uma startup com foco em qualidade de vida. É a primeira plataforma de videoaulas voltada exclusivamente para o bem-estar. O objetivo da empresa é contribuir para a evolução das pessoas por meio de conteúdos para uma vida mais equilibrada. Os cursos são completos e contam com os melhores professores de yoga, pilates, fitness e alimentação saudável. São adquiridos por meio do site e podem ser acessados pelo computador, celular ou tablet.

Água de coco em pó em versões práticas, saborosas e sustentáveis

Os novos produtos da CocoPure são sem conservantes, sem corantes e mantêm as propriedades nutricionais do coco natural

Há algum tempo, a água de coco começou a ser item essencial no cardápio de quem busca uma vida mais saudável. Segundo estudo da Euromonitor, publicado em 2016, este mercado possui um crescimento de 9,2% ao ano e continuará assim até 2020, tomando parte do comércio destinado ao refrigerante.

Pensando nisso, a marca brasileira CocoPure inova e lança a água de coco em pó. Puro e com os mesmos nutrientes do coco comum, o produto não contém conservantes e corantes e pode ser levado a qualquer lugar, auxiliando, assim, o consumo rápido e prático.

Além de auxiliar na hidratação, a CocoPure é ideal para a reposição de vitaminas e nutrientes. Diluído apenas com água, o produto, no sabor original, contém apenas 45Kcal por porção (12g) e é uma ótima opção na substituição da bebida encontrada em caixinhas.

“Utilizamos tecnologia avançada para desidratarmos a água de coco natural mantendo intactos todos os seus nutrientes, o sabor e frescor. A intenção não é substituir a água de coco in natura e, sim, ser uma opção saudável à versão industrializada em caixinha, que contém conservantes artificiais e aditivos químicos que deterioram os nutrientes desse rico alimento”, revela o presidente da CocoPure, Junior N. Legrazie.

As novas águas de coco em pó não têm adição de açúcares, são veganas e sem glúten e podem ser encontradas em duas versões: garrafinha em dose única (18g) e refil econômico (200g). A primeira opção conta com o selo Eu Reciclo, o que garante investimento da marca em reciclagem e compensa ao impacto ambiental.

Os lançamentos estão disponíveis em seis sabores. Descubra um pouco mais sobre cada um:

 


Original
Mantendo o mesmo sabor do coco in natura, essa opção também é excelente para elaboração de receitas.

Abacaxi e Hortelã
Mistura perfeita para se refrescar no calor e com sabor inconfundível.

Detox
Com a união de água de coco, gengibre, limão, espinafre, mirtilo e amora, essa opção promove um verdadeiro detox para o corpo.

Energy
Precisando de energia extra? A CocoPure Energy possui, além da água de coco, taurina, glucoronolactona, cafeína e inositol. A mistura perfeita para o gás que você precisa.

Gengibre e Limão
Termogênico, a mistura de água de coco, gengibre e limão promove aceleração metabolismo e é fonte de vitamina C.

Pólen e Própolis
Nesta versão, água de coco, pólen e própolis se unem para a preservação da imunidade.

A CocoPure pode ser utilizada para o consumo individual e também em hospitais, bares, lanchonetes, academias e outros estabelecimentos que primam por oferecer produtos saudáveis, com a economia de não precisar mantê-los em ambientes refrigerados, além de ser uma garantia de conservar o sabor da água de coco in natura, sem a dificuldade de armazenamento dos cocos.

Preços sugeridos:
Garrafinha – a partir de R$ 7,98
Refil Econômico – a partir de R$ 49,90

Sobre a CocoPure

Pertencente ao grupo Five Diamonds, a CocoPure chega ao mercado brasileiro inovando a forma de tomar água de coco. Utilizando tecnologia avançada, dry spray, a bebida é desidratada do coco natural, mantendo intactos todos seus nutrientes. A marca entra no comércio nacional para ser uma opção saudável na substituição das versões industrializadas de caixinha.

Informações: CocoPure

Confira receita do Bolo Mármore sem glúten

Ideal para acompanhar o café, tradicional receita ganha sua versão sem glúten

Simples, prático e saboroso: que tal apostar no clássico Bolo Mármore, nesta versão sem glúten? Com apenas 15 minutos de preparo e de fácil dificuldade, a receita promete agradar o paladar de crianças e adultos. Confira o passo-a-passo e anote os ingredientes:

Bolo Mármore

Ingredientes
400 gramas de farinha sem glúten – Multiuso Schär
250 gramas de manteiga
250 gramas de açúcar
3 ovos
1 colher de sopa de rum
1 pitada de sal
1 colher de café de fermento em pó químico
125 ml de leite
3 colheres de sopa de cacau em pó
2 colheres de sopa de açúcar
2 colheres de sopa de leite

Modo de preparo
Na batedeira, misture a manteiga e o açúcar até formar um creme uniforme. Adicione as gemas de ovo, rum e sal. Alternadamente adicione a farinha previamente misturada com o fermento em pó e leite, em seguida, bata bem para obter uma massa lisa e compacta. Bata as claras em neve e misture delicadamente. Coloque 2/3 da massa em uma forma de bolo. Adicione ao 1/3 que restou o cacau em pó, 2 colheres de sopa de açúcar e 2 colheres de sopa de leite. Misture bem e coloque na forma de bolo.
Para obter o padrão de mármore, coloque o garfo delicadamente dentro da massa e dê uma volta de 360º. Asse no forno preaquecido a 200ºC durante cerca de 60 minutos.

bolo marmore.jpg

Tempo de preparo: 15 minutos
Tempo de descanso: 1 hora
Temperatura: 200ºC
Dificuldade: fácil

Fonte: Schär

Celíacos ganham aplicativo glúten free

Disponível para Android e iOS, o aplicativo Schär On the Go indica estabelecimentos em diversos países para quem segue alimentação sem glúten

A Schär, empresa italiana líder mundial da categoria de alimentos sem glúten, acaba de lançar o aplicativo Schär On The Go. Nele, os usuários podem encontrar desde mercados e restaurantes até hotéis, no mundo todo, nos quais o cardápio seja acessível para quem possui a doença celíaca, doenças glúten-relacionadas ou tenha optado por uma alimentação sem glúten.

Conforme dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença celíaca afeta, pelo menos, 1% da população mundial. No Brasil, ela afeta mais de 2 milhões de pessoas.   Com o espaço cada vez maior de produtos para pessoas com restrições alimentares, a empresa desenvolveu o aplicativo pensando em facilitar ainda mais a busca.

gluten free sem

O funcionamento é simples e intuitivo, basta o usuário colocar o endereço de destino e o aplicativo encontra os estabelecimentos com produtos sem glúten mais próximos, seja no Brasil, na Europa ou qualquer outra parte do mundo.

Segundo Fernando Menezes, diretor geral da Schär no Brasil, o intuito é que os celíacos possam ter a melhor experiência ao viajar para uma cidade ou país que não conhecem, seja a trabalho ou por lazer. “Muitas vezes as pessoas não conseguem viajar para determinado local porque não têm a segurança de que vão encontrar opções sem glúten. Queremos descomplicar essa parte no planejamento para que todos consigam aproveitar”.

shutterstock mulher usando celular
Shutterstock

Gratuito, o aplicativo é compatível com iOS e Android e está disponível na App Store e Google Play Store. Também pode ser usado na forma desktop pelo site da marca.

 

Torta de Frango sem glúten e lactose é novidade no Na Tortinha

Para quem busca opções mais saudáveis, o Na Tortinha lança mais um sabor para seu cardápio A novidade na casa é a torta de frango sem glúten e sem lactose, feita com massa de grão de bico com gergelim e creme de milho, o que deixa o recheio ainda mais suculento.

Além disso, agora o Na Tortinha possui delivery das 11h30 às 22h de segunda a sábado. A fatia custa R$ 23,00, acompanhada de salada sai por R$ 33,00 ou torta tamanho pequeno R$ 52,00 e grande por R$ 105,00 para encomenda.

É necessário consultar o cardápio do dia.

torta frango.jpg

Na Tortinha: Rua José Otaviano Soares, 71 – Brooklin Paulista, São Paulo