Arquivo da categoria: Sem Lactose

Nestlé lançará mais de dez itens plant-based ao longo de 2021

A primeira novidade chega em março, com a marca Nescafé Dolce Gusto, que trará ao mercado as primeiras opções de bebidas vegetais em cápsulas

No ano em que completa 100 anos de presença no Brasil, a Nestlé vai investir na ampliação de seu portfólio plant-based, como parte de seu compromisso de ajudar a levar soluções nutricionais para atender diferentes perfis e necessidades da população brasileira. No total, serão mais de 12 novos itens lançados no mercado brasileiro ao longo de 2021. Nos últimos três anos, a companhia investiu cerca de R$ 40 milhões nesta frente.

As inovações são parte de uma estratégia global da Nestlé para estar ao lado dos consumidores em suas opções, tanto para aqueles que adotaram a alimentação vegana ou vegetariana, quanto para os flexitarianos – ou seja, pessoas que seguem uma mudança de comportamento para reduzir o consumo de itens de origem animal -, além daqueles que buscam adotar hábitos alimentares e estilos de vida diversificados.

Segundo pesquisa da GFI Brasil em parceria com o IBOPE, realizada em 2020, 49% dos brasileiros declaram terem reduzido o consumo de carne e 59% já incluem bebidas vegetais em sua dieta, sendo que 39% afirmam que já consomem alternativas vegetais pelo menos três vezes por semana. Os motivos para o consumo de produtos plant-based acompanham tanto um aumento da população vegetariana quanto um maior envolvimento das pessoas com questões ambientais e busca por novas opções mais equilibradas. No caso das bebidas vegetais, o consumo também é motivado por uma parcela da população que possui intolerâncias ou alergias relacionadas ao leite animal.

Pioneirismo no mercado de cápsulas

O primeiro lançamento plant-based da Nestlé no ano será com Nescafé Dolce Gusto, a primeira marca de cápsulas a adentrar esta categoria. Serão dois novos itens do portfólio de Lattes.

O Macchiato Amêndoas é um produto marcado pela combinação da leveza das notas de amêndoas com o sabor de café levemente tostado.

Já o Macchiato Coco, traz uma mistura de grãos de café do sudeste asiático com o sabor delicioso e a cremosidade do coco. Ambos os produtos têm torrefação média e intensidade 5, além de serem opções zero lactose.

As novidades já estão disponíveis para o consumidor em caixas com 12 cápsulas, exclusivamente no e-commerce de Nescafé Dolce Gusto.

Sorvete Vegano

Em junho de 2019, a Nestlé trouxe para o Brasil mais de 20 opções de produtos plant-based da marca Nature’s Heart, produzidos pela equatoriana Terrafertil, da qual a multinacional suíça é sócia majoritária desde o início de 2018. Agora em 2021, a marca inova ao lançar o primeiro sorvete vegano para a rede Bacio di Latte. O produto será feito com bebida vegetal de aveia da linha Nature’s Heart e estará disponível nas lojas da marca em todo o Brasil a partir de março.

Jornada Plant-based

As novidades vêm somar ao portfólio da companhia nessa frente, que já conta com opções como o Ninho na versão pronta para beber, o primeiro produto plant-based para atender necessidades específicas de crianças no Brasil, lançado em setembro de 2019. Desde 2015, a marca Nesfit também já traz opções nessa frente para o consumidor, sendo a primeira marca a lançar produtos plant-based da companhia no país. Em 2020, a Nestlé lançou Nesfit Sabor Natural, produto com 7g de proteína, além de versões vegetais em pó de Ninho e Molico.

Fonte: Nestlé

Receita de Muffin de Banana com Aveia Vegano

A receita é do chef Rodrigo Albano

Este Muffin de Banana com Aveia é inexplicável. Fácil de ser preparado, leva poucos ingredientes, é muito versátil e uma ótima opção para lanches, café da manhã ou doce saudável. É vegano e sem glúten. Um dos grandes protagonistas dessa receita é a bebida Caju+Para da A Tal da Castanha, elaborada apenas com apenas três ingredientes: água, amêndoa de castanha-de-caju orgânica e castanha-do-pará. A receita é uma sugestão do chef Rodrigo Albano.

Muffin de Banana com Aveia

Ingredientes:
• 1 banana grande (aproximadamente 110g), bem madura;
• ¼ de xícara de pasta de castanha ou amendoim;
• ½ colher (chá) de fermento químico em pó;
• ¼ de colher (chá) de sal;
• 1 xícara de Caju+Pará da A Tal da Castanha;
• 1 xícara de aveia em flocos grossos ou farinha;
• ⅓ de xícara de castanhas da A Tal da Castanha;
• 2 colheres (sopa) de açúcar de coco ou adoçante (opcional).

Modo de preparo:
Prequeça o forno a 180 ºC e unte 10 fôrmas de muffins. Reserve. Em um recipiente, amasse uma banana bem madura até virar um purê. Adicione, então, a pasta de castanhas, o fermento em pó, o sal e o leite vegetal da A Tal da Castanha e misture bem até que fique bem homogêneo. Em seguida, incorpore a aveia (ou farinha) em flocos grossos e as castanhas. Misture. Distribua a massa igualmente em 10 forminhas de muffins reservadas. Leve para assar por aproximadamente 20 minutos, ou até que os muffins fiquem firmes e dourados. Espere esfriar por alguns minutos antes de desenformar e servir.

Fonte: A Tal da Castanha

Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose para quem deseja inovar

Elaborado com Açúcar Mascavo Light Magro, o bolo é feito com Farinha de Arroz e fica pronto em 40 minutos

Vamos aproveitar o início do ano para ampliar nossas receitas e deixar as opções mais saudáveis? O Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose é uma sugestão que fica pronta em 40 minutos. Elaborada com Açúcar Mascavo Light Magro o bolo vai surpreender até mesmo os paladares mais exigentes. Acompanhe a receita:

Bolo de Beterraba Zero Glúten e Zero Lactose

Ingredientes
1 beterraba pequena descascada e picada (100g)
3 ovos (150g)
½ xícara (chá) de Açúcar Mascavo Light Magro com Stevia (50g)
1 xícara (chá) de farinha de arroz (120g)
½ xícara (chá) de óleo (100ml)
2 colheres (sopa) de óleo de coco (30g)
1 colher (sobremesa) de fermento químico em pó (8g)

Modo de preparo
Coloque no liquidificador a beterraba, os ovos, o óleo, o óleo de coco, o açúcar mascavo e bata por aproximadamente 2 minutos. Em seguida transfira para uma vasilha, adicione a farinha e mexa. Por último acrescente o fermento e misture delicadamente. Coloque em uma forma com furo no meio de 18cm de diâmetro, untada com óleo. Leve ao forno preaquecido a 180ºC por aproximadamente 40 minutos.

Rendimento: 10 porções 50g
Dificuldade: fácil
Tempo preparo: 1 hora
Calorias: 195 por porção de 50g.

Fonte: Magro

BeLive lança Brownie de Chocolate com Menta, edição especial de verão

A BeLive, marca de snacks e doces sem glúten e sem lactose, trouxe uma novidade para este verão: Brownie de Chocolate com Menta, que une o sabor único do seu campeão de vendas, o brownie, com a refrescância marcante da menta. Com gotas de chocolate meio amargo, rico em fibras e sem açúcar, o produto é edição limitada para a estação e está disponível em todo o Brasil em supermercados, lojas de produtos naturais, conveniências e já está em lojas virtuais como Amazon, Americanas e e-commerce próprio.

A edição especial reforça o compromisso da marca com a inovação e a experiência do consumidor, trazendo um sabor inédito e ousado, inclusivo e com a proposta saudável de sempre.

“A macia e molhadinha textura do brownie de chocolate ganha o frescor da menta e fica deliciosa acompanhada de sorvete, essa é a cara do verão BeLive que queremos trazer para as pessoas”, conta a Head de Inovação Ângela Ma.

Ele vem em embalagem individual de 40g (com apenas 123 kcal), em displays com 10 unidades.

Informações: BeLive

Vigor entra na categoria plant-based e lança primeira linha de bebidas vegetais

Vigor 100% Vegetal é o primeiro produto de origem vegetal da empresa

Com o propósito de oferecer mais uma opção aos consumidores e atender às novas necessidades, a Vigor Alimentos entrou em um novo segmento do setor e lançou, no fim de 2020, Vigor 100% Vegetal, a primeira linha de origem vegetal da empresa. A novidade é uma bebida livre de qualquer ingrediente de origem animal, que chega com um portfólio variado: Amêndoa, Amêndoa sem Adição de Açúcares, Arroz, Coco e Coco com Chocolate.

A busca por opções desse tipo já é uma realidade no setor de alimentos, especialmente quando se fala em bebidas. Segundo estudo da Euromonitor International, houve crescimento de 12% no consumo de outras alternativas do leite, excluindo soja, de 2019 para 2020 no Brasil. Ainda segundo a pesquisa, a perspectiva de ampliação da demanda pelo segmento não para por aí: é prevista uma taxa de crescimento de 13%, ano a ano, em volume de vendas no varejo para o período de 2020 a 2025 no país.

Atenta ao cenário, a marca traz ao varejo uma linha que proporciona diferencial de sabor e variedade, e que entrega importantes benefícios nutricionais. Vigor 100% Vegetal é fonte de cálcio e rico em vitaminas e zinco, além de não conter lactose, colesterol, glúten, aromatizantes e soja. O produto é prático e extremamente versátil, podendo ser consumido puro, combinado com café, capuccino e achocolatado, batido com frutas em vitaminas, ou até usado na culinária, em diversas receitas salgadas e doces.

Vigor 100% Vegetal está disponível em embalagem de 1 litro, nos principais pontos de venda do país, pelo preço sugerido de R$ 13,99.

Naveia: leite sem lactose, naturalmente doce e vegano/plant-based chega ao mercado

Leite de aveia surge como uma evolução mais sustentável, mais saudável e mais gostosa do leite de origem animal

Felipe Melo, também conhecido como Felipe UFO, é um explorador nato. Depois de cinco anos trabalhando no mercado financeiro, sentia que precisava ver o mundo ao vivo, e não mais pela tela de um computador. Com 20 e poucos anos, tinha muitas perguntas, e sabia que não iria conseguir respondê-las através dos olhos dos outros. Precisava ver com seus próprios olhos, sentir, observar, soar, conversar, carimbar seu passaporte.

Sua primeira investida, que o possibilitava explorar o mundo, foi no mercado da moda. Felipe foi sócio da marca Langak durante dez anos. Em seguida, ajudou a criar e foi produtor/apresentador dos programas “Não Conta Lá em Casa”, exibido por oito anos no Multishow, e “Que Mundo É Esse?” na GloboNews. Foi nessa época que UFO percebeu que as perguntas que tinha ao sair do banco só aumentavam. Mas também já tinha algumas respostas.

Entendia que a relação do ser humano com o mundo precisava mudar, que tudo o que é feito gera uma consequência, e é preciso escolher o impacto a ser causado. Entendia também que se somos o que comemos, o mundo é o que consumimos. E o consumo consciente era uma ferramenta poderosa de transformação. Vegetariano há 23 anos e vegano há oito, precisava encontrar algo que pudesse causar o máximo de impacto positivo no que me movia: os animais e o planeta.

Felipe decidiu passar um ano sabático, em Berlim, na Alemanha, onde morava sua namorada, Alex Soderberg, uma sueca com um estreito elo com o Brasil. Alex viveu durante dois anos no país, por conta do trabalho do pai. “Eu saí do Brasil, mas o Brasil nunca saiu de mim. Sempre tive o sonho de voltar a morar aqui”, afirma.

Em Berlim, considerada a capital mundial do veganismo e a Meca para o movimento de sustentabilidade, Alex estudou e trabalhou com agricultura sustentável e na indústria de alimentos. Em uma plataforma de startups, buscava soluções inovadoras para os desafios de uma cadeia alimentar mais sustentável, tudo desde serviços logísticos com baixo impacto, embalagens biodegradáveis, produtos com propósito e um senso forte de responsabilidade ambiental e social.

“Os nossos assuntos preferidos sempre foram sobre as infinitas possibilidades de fortalecer esse mesmo movimento no Brasil. Quando começamos a estudar a indústria de laticínios no Brasil, um país com o maior rebanho de gado do mundo, e com 80% de suas pastagens em estado de degradação, fomos atrás da melhor maneira para mudar essa realidade. E enxergamos que uma verdadeira mudança só seria possível se tivéssemos uma bebida mais gostosa do que o leite de vaca e que com o tempo também poderia concorrer com o preço dos leites de origem animal. Uma missão difícil, porém mais necessária do que nunca”, conta Alex.

Em 2017, numa vinda ao Brasil, o casal apresentou para três amigos o projeto de uma empresa de laticínios vegetais. Daquele encontro se formou a sociedade que daria vida à Evolat, marca que tem como objetivo criar os laticínios vegetais mais gostosos e acessíveis possíveis. O primeiro produto da Evolat, lançado em novembro de 2020, é o Naveia, um leite feito de… aveia. Um produto mais sustentável comparado aos outros leites vegetais, como arroz e castanha, mas principalmente comparado ao leite de origem animal.

O objetivo da marca não é conquistar só o mercado vegano, mas também o não vegano, oferecendo uma opção que convence pelo sabor, e pelo preço, além de ser a escolha de consumo mais consciente. A princípio são três sabores: o original, já à venda, o barista, que fica perfeito no café, com lançamento no início deste ano e o achocolatado. Sem lactose, naturalmente doce e vegano/plant-based. A aveia é produzida no Rio Grande do Sul fazendo o produto ser 100% nacional.

Naveia por Naveia

Não somos uma marca com propósito, mas um propósito que criou uma marca! Pra começar, estamos longe de sermos perfeitos. Sim, somos um deleite vegetal (ok, gostoso pra caramba). Mas ser “vegetal” não é caso de medalha olímpica, Nobel da paz, nem homenagem em praça pública — a gente também leva multa no trânsito, esquece aniversário de amigo e acumula louça na pia como quase todo ser humano. Então, ufa, senta aqui porque vamos tocar a real: o que a gente quer é fazer diferença no mundo, oferecendo um produto que é a evolução do leite convencional. E chamamos de “evolução” com toda convicção, afinal, não dá mais pra suportarmos um tipo de atividade que traz tanta destruição e sofrimento ao
planeta.

Ainda temos muito o que aprender e fazer. E, assim como não somos perfeitos, também não somos uma panelinha. No máximo, um liquidificador que mistura tudo: veganos, vegetarianos, flexitarianos (sim, notamos vocês!), simpatizantes e todos os curiosos restantes. Por isso, se você escolheu viver sem consumir nada de origem animal, me abraça. Mas se você só quer um leite delicioso, que cabe no bolso e é bom pro seu corpo, pro mundo, pro futuro (e pra vaca!), ficaremos felizes de estar junto com você nessa escolha.

Uma saga de três anos…

A ideia surge em 2017, e as primeiras pesquisas começam em novembro de 2017. Os primeiros desenvolvimentos de produto começam em fevereiro de 2018, junto com um laboratório de alimentos em SP, especializado em desenvolvimento de alimentos de origem vegetal.Tivemos a sorte de encontrar uma PhD em Alimentos e Nutrição fantástica para nos ajudar. Pessoa incrível que acabou virando grande amiga e está no projeto com a gente desde então. Com todas as dificuldades de sermos os pioneiros no desenvolvimento de um leite de aveia no Brasil, todo esse desenvolvimento demora mesmo.

No início de 2019, sabendo do nosso projeto, fomos procurados por uma empresa alemã com anos de experiência na Europa em leite de aveia para fecharmos uma parceria nesse desenvolvimento no Brasil. A sorte foi ter uma das fundadoras metade sueca, metade austríaca e que morou por oito anos em Berlim, trabalhando com a indústria de alimentos.

Infinitos testes com a aveia do Brasil. A qualidade do produto final surpreendeu a todos. Já estávamos com o nosso primeiro produto, o Naveia Original, pronto no início de 2020, e prevíamos lançar em março desse ano. Aí veio a pandemia…

Seguramos o lançamento, pois entendíamos que não era o melhor momento para lançar um produto tão novo assim no mercado brasileiro. Ao mesmo tempo, queríamos seguir com o desenvolvimento dos próximos produtos, como o nosso leite barista (especialmente feito para misturar com café), só que o nosso laboratório parceiro entrou em lockdown. Com isso, tivemos que comprar todos os equipamentos mais essenciais para a nossa PhD continuar esse desenvolvimento em casa, até a reabertura do laboratório.

Dezembro de 2020, finalmente, fizemos o lançamento do Naveia Original e estamos com Naveia Barista pronto para ser lançado em janeiro de 2021. E muitos outros produtos já desenvolvidos para serem lançados ao longo do ano que vem.

Informações: Naveia

Sabores de fim de ano da Davvero Gelato ficam até o final de dezembro

As vitrines da Davvero Gelatocontinuam no clima Natalino com sabores preparados especialmente para as festas de final de ano, disponíveis até o final de dezembro.

Os destaques deste ano ficam por conta dos sabores Macadâmia, Chocotone com Gianduia; Sorbet de Figo, Iogurte com Amarena, Abóbora com Coco e Chocolate e Sorbet de Uva Vitória.

Os clientes podem consumir as delícias em copinho, casquinha, levar para viagem ou até mesmo encomendar para servir em casa. Todos os sabores podem ser encomendados com dois dias de antecedência e as entregas são realizadas pelo iFood ou retirada agendada.

Fotos: Henrique Peron

As receitas são preparadas sem conservantes, corantes nem saborizantes, pois as proprietárias usam essencialmente a fruta e apostam em criações de sabores cítricos e refrescantes como coringas. Sempre se adaptando às necessidades dos clientes, a Davvero tem opções veganas, sem glúten e sem lactose com propostas à base de água como o Chocolate sem lactose e os sorbets de Manga, Maracujá, Frutti di Bosco (morango, amora, framboesa e mirtillo), dentre outros.

Davvero Gelato Tradizionale
Itaim Bibi: Rua Pais de Araújo, 129
Iguatemi: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2232 – Piso Boulevard
Moema: Av. Sabiá, 788 – Moema
Pinheiros: Rua dos Pinheiros, 773
Fazenda Churrascada: Avenida Morumbi, 5594 – Morumbi

Wickbold amplia portfólio Sem Glúten com entrada em diferentes categorias

Com formulação saborosa e textura macia, além de um processo de fabricação seguro, marca apresenta pão de Beterraba & Batata-Doce, bolinhos infantis e muffins para consumidores celíacos, alérgicos ou que seguem dieta restritiva

Wickbold anuncia mais um marco na sua trajetória com o lançamento de diversos produtos inéditos para ampliar a linha Sem Glúten. O objetivo da marca é atender os consumidores que seguem uma dieta restritiva, os alérgicos e os acometidos pela doença celíaca, um distúrbio intestinal provocado pelo consumo de glúten. Esses, segundo a Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (Fenacelbra), são mais de 2 milhões no país.

“A nossa tradicional linha Sem Glúten proporciona uma experiência de consumo diferenciada e faz muito sucesso entre os consumidores, que diariamente entram nas nossas redes sociais para fazer perguntas sobre os produtos e pedir novidades. Tudo isso porque temos uma receita exclusiva, que garante maciez e sabor, além de uma composição livre de lactose. Também asseguramos uma fabricação com o mais rigoroso padrão de qualidade, ou seja, 100% livre de qualquer contaminação”, explica Denise Pacheco, coordenadora de marketing da companhia.

Bolinhos Sem Glúten com personagem celíaco para as crianças

Uma das novidades é a linha de Bolinhos Infantis Sem Glúten Wickbold, opção para os pequenos celíacos e alérgicos à lactose. Disponível nos sabores Chocolate com Gotas e Baunilha com Chocolate, eles chegam com vitaminas essenciais para a infância – A, Complexo B, D, K, Ferro e Zinco.

Para embalar esse lançamento, a fabricante apresenta o Caio, personagem celíaco da Turma da Nutrição. Com ele, a marca pretende gerar identificação e ampliar a comunicação com a criançada, além de orientar os pais e responsáveis sobre nutrição e alimentação equilibrada para esses pequenos consumidores.

Em embalagens monoporções de 70g, os produtos são ideais para um lanchinho rápido, saudável, nutritivo e saboroso e já podem ser encontrados nas principais gôndolas pelo valor de R$ 3,70.

Inovação: pão Sem Glúten desenvolvido na cor roxa

Para atender os pedidos dos consumidores, a marca preparou um lançamento inovador na categoria: o Pão Sem Glúten Beterraba & Batata-Doce, com vegetais de verdade na formulação e coloração roxa do miolo.

A novidade se destaca devido à receita exclusiva, que traz inúmeros benefícios, como fibras, textura macia e sabor. Também possui zero colesterol e gordura trans, além de não conter lactose. Outro benefício é trazer versatilidade ao consumidor, com inúmeras possibilidades de consumo e receitas.

Assim como os outros dois pães da linha, Original e Multigrãos, o produto é indicado para o público que busca pães diferenciados. Isso pode acontecer por questões de saúde, como intolerância ou alergia ao glúten, ou mesmo para quem deseja abrir mão dessa substância na alimentação diária e atender às necessidades de dietas específicas.

Com 300g e prazo de validade diferenciado de 18 dias, o lançamento já está disponível pelo valor médio de R$ 15,00.

Muffins Sem Glúten para qualquer hora do dia

Para surpreender ainda mais seus consumidores, a Wickbold apresenta os Muffins Sem Glúten e Sem Lactose, que contam com uma formulação cheia de sabor e textura macia. A novidade chega ao mercado para atender as demandas de praticidade e saudabilidade, por ser uma opção para consumo nutritiva e saborosa a qualquer hora do dia.

O lançamento está disponível em duas versões inovadoras, com ingredientes inéditos na categoria: Cacau & Castanha-de-Caju e Amêndoas, que foram escolhidos por oferecerem diversos benefícios para a saúde. Em embalagens monoporções, sendo 1 unidade de 40g, os produtos podem ser encontrados por R$ 3,70 no mercado.

Informações: Wickbold


Receita de torta de cookie com brigadeiro vegano

Versão vegana da jornalista Fernanda Carneiro utiliza a farinha Zaya

A jornalista carioca Nanda Carneiro, idealizadora da marca sem glúten e sem lactose LeveMe, criou uma versão vegana de uma torta de cookie com brigadeiro utilizando a Zaya, a única farinha versátil com apenas um ingrediente (mandioca), sem glúten e sem a presença de conservantes. Confira o passo a passo.

Torta de cookie com brigadeiro vegano

Ingredientes:

Torta
• 1 ovo grande (veganos podem substituir por 60g de pasta de amêndoas);
• 150g de manteiga ou ghee ou óleo de coco (óleo de coco deixa mais crocante, manteiga ou ghee mais fofinho);
• 110g de açúcar mascavo;
• 150g de açúcar demerara (se colocar adoçante vai ficar crocante, precisa ajustar a gordura, ok?);
• 1 colher de chá de extrato de baunilha;
• 220g de Zaya Flour;
• 50g de farinha de amêndoas;
• ½ colher de chá de bicarbonato;
• ½ colher de chá de fermento.

Brigadeiro:
• 1 litro de leite de amêndoas;
• 100g de açúcar demerara;
• 80g de chocolate 70% picado.

Modo de Preparo:
Bata ovo, baunilha, açúcares e manteiga. Adicione farinha, bicarbonato e fermento. Abra metade no fundo da travessa, recheie com brigadeiro e cubra com massa. Coloque gotinhas e leve ao Forno 180 graus por 20 minutos.

A Zaya pode ser adquirida aqui.

Mundo Verde ensina a preparar receitas sem glúten, açúcar e lactose

O Mundo Verde, rede de produtos naturais e orgânicos, tem três dicas de receitas para preparar no fim de semana.

Cookie de Limão com Chia – pela nutricionista Marcela Mendes

Ingredientes
• 1/3 Xícara de chá de Farelo de Aveia sem Glúten Mundo Verde Seleção
• 1/2 Colher de café de fermento em pó
• 1/2 Colher de café de sal
• 2 Colheres de sopa de adoçante eritritol
• 1 Colher de sopa de semente de chia
• Raspa de 1 limão
• Suco de 1 limão
• 2 Colheres de sopa de óleo de coco extra virgem orgânico
• 1 Colher de café de essência de baunilha (opcional)

Modo de preparo
Misture primeiro todos os secos. Em outra tigela misture todos os líquidos. Depois misture tudo, faça pequenas bolinhas e achate. Unte uma forma com óleo de coco, posicione os cookies e leve ao forno preaquecido a 180 graus por aproximadamente 20 minutos
ou até que estejam assados.

Rendimento: 8 Cookies
Receita: sem açúcar, sem lactose, sem glúten, vegana e rica em fibras

Muffin Salgado Low Carb – pel nutricionista Priscila Teles

Ingredientes
• 2 Colheres de sopa de farinha de amêndoas
• 2 Colheres de sopa de abobrinha ralada (fina)
• 1 Colher de sopa de Semente de Linhaça Dourada Mundo Verde Seleção
• 1 Ovo
• 1/2 Colher de café de sal rosa do Himalaia fino
• 1 Colher de chá de azeite de oliva extra virgem
• 1 Colher de café de fermento em pó
• Ervas a gosto

Modo de preparo
Em um liquidificador bata todos os ingredientes (menos o fermento e a abobrinha). Após formar uma mistura homogênea, desligue o liquidificador, leve a um recipiente e acrescente o fermento e a abobrinha e misture com auxílio de uma espátula. Distribua a massa em forminhas de silicone e leve ao forno médio preaquecido por cerca de 30 minutos.

Rendimento: 1 Unidade
Receita: sem lactose, sem glúten e low carb

Picolé de Coco Sem Açúcar – pela nutricionista Viviane Pereira

Ingredientes
• 300ml de Leite de coco em pó (conforme instruções da embalagem)
• 1/2 Xícara de coco ralado fresco
• 1 Colher de sopa de Eritritol Mundo Verde Seleção

Modo de preparo
Misture todos os ingredientes em uma tigela, adicione nas formas de picolé e leve ao freezer por aproximadamente 6 horas, até congelar.

Rendimento: 5 Picolés de 60ml
Receita: low carb, vegana, sem açúcar, sem lactose e sem glúten

Fonte: Mundo Verde