Arquivo da categoria: vegana

Santo Grão tem novidades vegetarianas, veganas, sobremesas e drinques

Reconhecido por seus cafés especiais, o Santo Grão também conta com um menu diferenciado para almoço e jantar, que ganhou novas receitas nas unidades dos Jardins e Itaim. Entre as novidades trazidas pela chef de criação Marcela Neily, há opções vegetarianas e veganas, sobremesas e drinques.

burrata.jpg

Como entrada, a dica é a “Burrata com figos caramelizados”, uma opção vegetariana com muçarela de búfala, figos caramelizados, tomates assados com ervas e tuille de pão naan (R$ 58).

fajita vegana

Para o prato principal ou até um lanche de final de tarde, destaque às “Fajitas veganas” feitas a partir de inspirações mexicanas com vegetais assados, aioli vegano, cogumelo Portobello, avocado, salsa picante e acompanhamento de tortilhas de trigo. Há como acrescentar ovo poché – nesse caso, a receita deixa de ser vegana e vira vegetariana (R$ 39).

dupla sem culpa.jpg

Para adoçar, há duas novas criações de sobremesas. A “Dupla Sem Culpa”, criada para aqueles que estão em uma pegada fitness, acompanha dois bolinhos: um de matcha com cacau de néctar de coco e castanha de caju e outro de caramelo salgado, cacau, ameixa e maple (R$ 28). Outra pedida de sobremesa é o “Minipudim de maracujá” com calda de frutas vermelhas (R$ 17).

rosé fizz

Como as novidades não se limitaram ao cardápio de comidas, há duas novas opções refrescantes na carta de drinques. Para os amantes de gin, a pedida é o “Rosé Fizz”, que leva gin rosé, Chandon rosé, tônica, morango e manjericão (R$ 43).

E para completar, o “Royal Tea Aperol” com Aperol, chá preto, tônica e laranja desidratada (R$ 35). Se preferir bebidas sem álcool vale apostar na outra novidade da rede Nubu Living Drink, Kombucha nos sabores gengibre com chá verde, morango com hibisco ou maçã verde com cardamomo (R$ 15).

Santo Grão
Jardins: Rua Oscar Freire, 413 – Cerqueira César – São Paulo – Horário de funcionamento: segunda, das 9h às 24h. Terça a quinta, das 7h30 às 24h. Sextas e sábados: das 7h30 à 1h30. Dominfo: das 7h30 às 24h.
Itaim: Rua Jeronimo da Veiga, 179 – Itaim Bibi – São Paulo – Horário de funcionamento: segunda, das 9h às 24h. Terça e quarta, das 7h30 à 1h. Quinta, Sexta e Sábado, das 7h30 às 2h. Domingo, das 7h30 às 24h.

Tradicional Festa Junina Vegana da VegNice na Vila Mariana com entrada gratuita

Um ano é muito tempo para esperar por esse delicioso e saudável evento, não é verdade?  Você tem ainda duas oportunidades para aproveitar o maior arraial vegano de São Paulo com os quitutes típicos da festividade mais amada do Brasil (versões vegana, claro); se deliciar com outras opções de salgados e doces (inclusive sem glúten), e bebidas; adquirir peças de artesanato e cosméticos também veganos; e levar para casa um bichinho de estimação da feira de adoção de pets resgatados.

Tem mais: entre 15 e 18 horas há aulas de culinária vegana (rápida e fácil) gratuitas e bingo em prol do Abrigo Felino Menina de Jacareí (SP). E a criançada poderá se divertir na área de recreação infantil, das 12 às 18 horas, gratuitamente. Quer mais notícias boas? A sexta edição da Festa Junina Vegana ocorre em local maior, para receber o público com mais conforto, e contará com um fraldário para maior   comodidade aos pais.

Você vai encontrar nos cerca de 40 expositores. Entre as diversas comidinhas juninas, tem bolinho caipira (patrimônio cultural imaterial de Jacareí); cuscuz; lanche Buraco Quente com jaca louca; pamonha; canjica e arroz doce feitos com leite de amêndoas; milho cozido; doce de abóbora; pé de moleque; maçã do amor; bolos (fubá / aipim / batata / milho) quentão e vinho quente.

Os visitantes também encontrarão outros pratos como hambúrguer; salgados em geral; iguarias orientais e mexicanas; churros; sorvetes etc. Tudo na versão vegana, ou seja, sem lactose, e com várias opções sem glúten. Destaques para a participação da recém inaugurada lanchonete Estação Vegana, com sua feijoada caprichada e coxinha de jaca VegNice; o restaurante Dom Vegano e o Doum Culinária Inclusiva. Os preços variam entre R$ 5,00 e R$ 25,00.

Atividades paralelas

A Festa Junina Vegnice também oferece diversas práticas gratuitas para adultos e crianças, todos os sábados e domingos. Das 15 às 18 horas, quem quiser aprender alguns “segredinhos” da gastronomia vegana poderá participar das aulas que ensinarão a preparar diferentes tipos de leites vegetais, hambúrguer de grãos e docinhos; já aqueles que gostam de bingo, terão a oportunidade de brincar (R$2,00/cartela), ganhar prêmios e ainda ajudar o Abrigo Animal Felino Menina de Jacareí (SP), pois toda a renda arrecadada nessa ação será destinada à entidade.

E as crianças de 1 a 10 anos poderão se divertir na piscina de bolinha e cama elástica, das 12 às 18 horas. Será que seu bichinho de estimação estará te esperando no evento? Se você tiver intenção de adotar um animal resgatado, precisa levar um documento oficial com foto, passar por entrevista e assinar um termo de responsabilidade pelo pet adotado.

manteiga_vegana rama jonassabonetes_veganos - rama jonascosmA_C_ticos_veganos_ rama jonas

“A Festa Junina Vegana abre o portão e o coração a todos, veganos e não veganos. Tudo está sendo preparado com muito carinho, pois esse evento, alegre, informal e de qualidade é a ocasião perfeita para que as pessoas que não adotam o estilo de vida vegano experimentem novos sabores e descubram que alguns pratos ficam ainda mais gostosos sem ingredientes de origem animal. Ah, e ainda tem outros produtos, como os cosméticos, que não precisam da exploração animal para serem eficientes”, destaca Gopi Priscila, da VegNice.

festa vegana.jpg

Festa Junina VegNice
Datas: 22 e 23 / 29 e 30 de junho
Horário: das 12 às 21h
Endereço: Rua Dr. José de Queiroz Aranha, 92 (pertinho do metrô Ana Rosa)
Entrada gratuita
Organização: VegNice Eventos Veganos & Ações Solidárias

Vittadely lança novo POPLev sabor queijo vegano

Sempre em busca de novidades para o mercado nutricional, a Vittadely lança seu novo sabor da linha POPLev, o Queijo Vegano. O produto alia equilíbrio, praticidade e crocância em um único snack e é ideal para veganos, celíacos e pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável.

Composto por extrato de levedura nutricional e farinhas integrais (arroz, ervilha, sorgo e grão de bico), o novo POPLev Queijo Vegano é rico em fibras e com alta qualidade de micronutrientes. Assim como todos os outros sabores da linha, o produto é fonte de proteínas, não possui adição de lactose ou açúcar e é livre de glúten.

Indicado para qualquer momento do dia, é considerado um lanche intermediário nutricionalmente completo e equilibrado.

Sobre o mercado vegano

De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira e a pesquisa IBOPE mais recente, o vegetarianismo está deixando de ser uma escolha restrita de parte da população, para ocupar posição central na mesa dos brasileiros. Essa pesquisa, realizada em 2018, levantou um crescimento rápido no interesse das pessoas por produtos livres de qualquer ingrediente de origem animal, onde mais da metade dos entrevistados declarou o consumo frequente de itens veganos na alimentação.

Os produtos isentos de ingredientes de origem animal são normalmente compostos por uma diversidade de ingredientes advindos da natureza, como grãos, sementes e vegetais. Um componente que está cada vez mais presente na composição de alimentos veganos é a levedura nutricional. As leveduras são importantes na elaboração de alimentos fermentados. Além disso, estão presentes na microbiota do sistema gastrointestinal, desempenhando papel protetor e regulador no organismo. A Levedura Nutricional é o nome dado ao suplemento com o fungo Saccharomyces cerevisiae inativado, microrganismo que se prolifera em ambiente contendo uma concentração suficiente de carboidratos para atuar como seu substrato energético.

Como principal característica, a levedura nutricional promove um sabor azedinho aos alimentos, semelhante ao queijo.

Em relação à sua composição nutricional, Karla Maciel, nutricionista consultora da Vittadely, destaca alto teor de fibras, capazes de auxiliar no funcionamento intestinal, e também seu baixo teor de sódio. Para os adeptos ao vegetarianismo e veganismo, além de promover um sabor semelhante ao queijo, é considerado um complemento vitamínico, graças à alta concentração de vitaminas, especialmente a B12. Ainda, conta com proporção diferenciada de proteínas por ser um componente de origem vegetal, oferecendo em torno de 7,0 gramas em uma porção de 15g gramas da levedura.

popleve.png

Preço Sugerido: R$ 5,49

Informações: Vittadely

 

PlantMade: alta gastronomia vegana no bairro de Higienópolis

No dia 14de maio de 2019 foi inaugurada no Brasil a primeira unidade do PlantMade, restaurante casual do chef Matthew Kenney, que vive na Califórnia, mas que espalha sua essência por mais de 25 estabelecimentos ao redor do mundo.  O PlantMade pertence a uma das 15 marcas do grupo MKC e iniciou operação no bairro de Higienopólis, em São Paulo na tradicional Praça Vilaboim.

A chegada da alta gastronomia vegana em terras brasileiras só é possível com o trabalho conjunto do casal Daniele e Fabio Zukerman, que construíram um hub de negócios da indústria plant based em busca de deixar um futuro mais sustentável e feliz para o planeta.

O objetivo do PlantMade é continuar seguindo os princípios da marca e valorizar a gastronomia de vanguarda com alimentos naturais, integrais, locais e sempre à base de vegetais. “Nos preocupamos em levar aos clientes um conceito de hospitalidade pensada exclusivamente para otimizar a experiência alimentar tradicional. Nosso menu faz bem para a saúde e para o planeta” diz Daniele.

O casal viu a saúde se transformar depois de adotar novos hábitos alimentares e defende as vantagens de uma consciência alimentar maior, uma vez que gastronomia, nutrição e arte devem caminhar juntas.

O restaurante surpreende com um diversificado cardápio com pratos para qualquer horário. Ele abre todos os dias da semana, do café da manhã ao jantar.

palnt madeplantmade 12

A Lasanha Raw e o Cacio e Pepe, duas das mais famosas criações da marca, estão presentes no menu, além de bolos, lanches rápidos, doces e produtos sazonais. Alguns itens feitos artesanalmente estão à venda no próprio empório do restaurante, como manteigas, queijos, pães, doces e geleias.

PlantMed: Praça Vilaboim, 111 – Higienópolis – Horário de atendimento: de segunda a domingo das 9h às 22h.

Segunda-feira tem cardápio vegano no Bistrô do Paço

O Bistrô do Paço traz uma novidade em seu cardápio: toda segunda-feira os clientes encontram uma opção vegana diferente e cheia de sabor. Os apaixonados por esta gastronomia se surpreenderão todas as segundas com as variedades e novidades que a casa oferece. E, já que a segunda-feira é um dia conhecido por recomeços de metas, essa é uma oportunidade para dar início a uma rotina de alimentação ainda mais saudável.

O charmoso ambiente, frequentado por trabalhadores da região central da cidade do Rio de Janeiro, é também, uma ótima opção de passeio, encontros e reuniões.

Tofu grelhado à moda Hanoi no Bistro do Paço.jpeg

Cardápio Vegano no Bistrô do Paço- Salada mista pequena: R$ 21,30. Prato vegano do dia a consultar.

Bistrô do Paço Praça 15 de Novembro, 48 – Centro – Rio de Janeiro. Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª, das 11:30h às 19:30h, sábado e domingo, das 12h às 19h

Iniciativas da Simple Organic que impactam positivamente a beleza sustentável

Pioneira na não utilização de caixas, marca brasileira utiliza somente ingredientes orgânicos certificados e investe constantemente em ações em prol da causa ambiental

Muito além dos rótulos, há empresas e marcas verdadeiramente engajadas na causa ambiental. É o caso da Simple Organic, marca brasileira ativista de cosméticos certificados por organismos internacionais, que tem em seu manifesto ações e projetos de sustentabilidade e de impacto positivo. Formulada com ingredientes orgânicos, veganos e naturais, toda a cadeia produtiva da marca está atenta aos princípios éticos, como bem-estar animal, respeito ao período de plantio, ou seja, seguindo práticas agroecológicas de cultivo.

“A produção de cosméticos orgânicos e veganos exige muito mais que a eliminação de agrotóxicos. Nossas fórmulas são livres de óleo mineral, silicones, corantes artificiais, conservantes e fragrâncias sintéticas, além de demais substâncias que podem prejudicar a saúde e a natureza, e muito menos são testadas em animais. Ser orgânico e vegano está diretamente ligado à preservação do meio ambiente”, destaca Patricia Lima, fundadora da marca.

Na semana em comemoração ao Meio Ambiente, seja na escolha pela não adoção de caixas para abrigar seus produtos até o recolhimento de embalagens para destinação correta do lixo, há uma série de iniciativas desenvolvidas pela marca a fim de contribuir com a preservação da natureza e a conscientização sobre pequenas escolhas do dia a dia.

Conheça as principais delas:

saquinhos organicos.jpgbag pac.jpg

1. Não a caixas e embalagens secundárias como as previstas pela Anvisa: pioneira na não utilização de caixas e embalagens como alternativa para diminuir a geração de lixo. A alternativa adotada pela Simple Organic foi a criação de saquinhos ecológicos para serem ressignificados da maneira que desejar.

batons embalagem reciclavel.jpg

2. Menos plástico: grande parte do portfólio da marca utiliza vidro e papelão reciclado para abrigar os produtos. As poucas embalagens feitas com plástico são PET, que apresentam um valor comercial muito maior se comparado ao comum para as cooperativas de reciclagem.

embalagem papelao reciclavel.jpg

3. Logística reversa – “Eu Reciclo”: engajada na luta pela minimização da produção de lixo, a Simple Organic investe na logística reversa em um processo semelhante à compensação de carbono. Na prática funciona da seguinte forma: os clientes vão até as lojas da Simple Organic para realizar o descarte correto das embalagens, ganham um voucher de desconto e a marca se encarrega de destinar corretamente os itens para as cooperativas de reciclagem de cada cidade.

loja simple.jpg

4. Construção com baixo impacto:  lojas da Simple Organic pelo país contam com personalidade e identidade próprias, mas sempre levando o conceito da marca. Entre os destaques do projeto está a sustentabilidade, que pode ser vista em diversos aspectos: da iluminação aos materiais utilizados nela, com destaque para iluminação LED, revestimentos de piso e parede reciclados, reutilizados ou de baixo impacto para produção, tintas à base de água, lonas de back light com produto PET, torneiras com economizadores de água, espelhos especiais com baixo teor de material poluente.

5. Ação social – Projeto Anajás: a comunidade Anajás, localizada na Ilha de Marajó, no Pará, é amparada por uma parceria firmada entre Simple Organic e Instituto Beraca em prol de comunidades vulneráveis. É lá onde é extraída parte do óleo de Pracaxi, matéria-prima utilizada na fabricação do BBA e do BBCream. Desde novembro de 2018, $1,00 de cada um dos produtos que utilizam o ingrediente em sua composição vendido em lojas físicas e online da marca é destinado para a comunidade.

Informações: Simple Organic

Receita de Carne de Jaca ao Molho Barbecue de Melancia

A preocupação com o meio ambiente e recursos naturais tem sido uma tendência mundial e neste contexto a gastronomia pode ser protagonista mudando padrões e contribuindo em várias etapas, desde a aquisição dos insumos, priorizando ingredientes regionais e sazonais, evitando desperdício, e desenvolvendo pratos sofisticados, saborosos e atraentes tanto para veganos e vegetarianos quanto para carnívoros de carteirinha.

Pensando nisso, a chef Iracema Bertoco, do Centro Europeu, principal escola de gastronomia do Brasil, preparou uma receita vegana deliciosa e com sabor e textura surpreendentes: Carne de Jaca ao Molho Barbecue de Melancia.

Carne de Jaca ao Molho Barbecue de Melancia

Ingredientes Carne de Jaca 
– 500g de carne de jaca (jaca verde cozida e desfiada)
– 50 ml de azeite
– ½ cebola
– 1 dente de alho
– 1 maço de cebolinha
– 1 pitada de cúrcuma
– Pimenta a gosto
– Sal a gosto

Modo de preparo
Refogar a cebola e alho no azeite, acrescentar a carne de jaca e os demais ingredientes. Finalizar com a cebolinha. Reservar.

Ingredientes Molho Barbecue
– 1 kg de polpa de melancia batida no liquidificador (com sementes)
– 50ml de óleo de gergelim torrado
– ½ cebola ralada
– 1 dente de alho amassado
– 1 pitada de páprica defumada
– 50ml de shoyo orgânico
– 1 pimenta dedo de moça
– 20ml de vinagre
– 20g de mostarda dijon
– Sal a gosto

Modo de preparo
Levar a polpa de melancia batida pra reduzir a ¼ de volume em fogo médio. Reservar. Refogar a cebola e o alho no óleo de gergelim e acrescentar a redução de melancia e os demais ingredientes. No final junte a carne de jaca e sirva com purê de mandioca.

Carne de Jaca-

Rendimento: para 2 pessoas

Fonte: Centro Europeu

Cinco substitutos da carne para incluir no cardápio

Quem está em transição para o vegetarianismo ou veganismo sempre tem a dúvida de quais alimentos podem ser substitutos da carne. Essa dúvida é natural, visto que a alimentação do ser humano é baseada no consumo de produtos de origem animal e as pessoas crescem acreditando que estes são as únicas fontes para manter a vida saudável.

O grande receio das pessoas quando buscam substitutos da carne é na reposição dos nutrientes presentes neste alimento, como proteína, ferro, vitaminas do complexo B entre outros. A boa notícia é que todos esses nutrientes podem ser encontrados nos alimentos de origem vegetal. No caso específico da vitamina B12, o mercado hoje disponibiliza alimentos enriquecidos, como os leites e iogurtes, além da possibilidade de fazer a reposição por meio de cápsulas, afirma Anderson Rodrigues, diretor da Vida Veg, uma das maiores empresas produtoras de alimentos à base de vegetais do país.

A alimentação vegana é uma dieta à base de vegetais. No cardápio inclui legumes, verduras, frutas, tubérculos, grãos integrais como aveia, chia, linhaça, quinoa e também as oleaginosas (castanhas). Ela supre nossa necessidade em todos os aminoácidos e a maioria das vitaminas e minerais. Além disso, a dieta vegana é riquíssima em antioxidantes responsáveis por retardar o aparecimento de doenças.

De acordo com o Guia Alimentar de Alimentação Vegetariana para Adultos, da Sociedade Vegetariana Brasileira, quando bem planejadas, como toda alimentação deve ser, a vegetarianas promovem o crescimento e desenvolvimento adequados e podem ser adotadas em qualquer ciclo da vida, inclusive na gestação e na infância. A alimentação vegetariana traz resultados benéficos na prevenção e no tratamento de diversas doenças crônico-degenerativas não transmissíveis. Não há estudos demonstrando aumento de doenças em grupos vegetarianos.

Para auxiliar você no processo de transição, existem muitos substitutos para a carne para substituir no cardápio. Entre eles:

Leguminosas:

rachel-gorjestani ervilhas pixabay
Rachel Gorjestani/Pixabay

Grão-de-bico, todos os tipos de feijões, ervilha, lentilha, soja e favas são ótimos substitutos da carne, fontes de proteína vegetal, vitaminas e minerais, como o ferro.

Tofu:

vegan tofu2

Obtido a partir da soja fermentada, é rico em proteínas e minerais, como cálcio, fósforo e magnésio.

Sementes:

SEMENTE GIRASSOL

Sementes de chia, linhaça, girassol, gergelim fornecem boas quantidades de proteína, ômega-3 e vitaminas do complexo B. O gergelim é também excelente fonte de cálcio.

Cereais integrais:

aveia
Como o arroz, aveia, amaranto, trigo, quinoa, centeio. Assim como as leguminosas, são boas fontes de proteína vegetal, fornecem vitaminas do complexo B, ferro e fibras.

Verduras de folhas verde-escuro:

rucula

Como couve, brócolis, escarola, rúcula e agrião são ricas em ferro.

Oleaginosas:

amendoas JasonGillman
Foto: Morguefile/Jason Gillman

Castanhas, amêndoas, nozes, avelãs e macadâmias, são ricas em gorduras insaturadas, proteínas, fibras e antioxidantes. Além disso são fontes das vitaminas E e do complexo B e de minerais como zinco, potássio, manganês, ferro, cobre e selênio.

A pessoa que quiser fazer a transição para esta dietas deve procurar informações e auxílio de um profissional de saúde habilitado, porém basta um pouquinho de conhecimento sobre os nutrientes de cada alimento que fica fácil fazer combinações perfeitas para uma alimentação saudável.

Comemore o Dia do Hambúrguer com receitas veganas e funcionais

Hoje, 28 de maio, é comemorado o Dia do Hambúrguer, o lanche mais adorado e consumido no mundo, seja de frango, de carne ou até mesmo vegano, o fato é que ele é sucesso em todos os lugares.

E a Chef Lidiane Barbosa elaborou duas receitinhas de hambúrguer vegano e funcional para comer sem culpa, e ainda mais com duas opções de maioneses, uma de abacate e outra de biomassa de banana verde.

Hambúrguer de Feijão Preto

hamburguer vegano

Ingredientes:
500g (2 ½ xícaras) de feijão preto cozido
10g (2 colheres de sopa) de vinagre e maçã
250g (1 xícara) de flocos de aveia
1 unidade de cebola roxa
10g (2 colheres de sopa) de azeite de oliva extravirgem
5g (1 colher de sopa) de páprica defumada
15g (1 ½ colher de sopa) de mostarda djon
5g (1 colher de sopa) de salsinha picada
5g (1 colher de sopa) de cebolinha picada
sal marinho moído a gosto
pimenta do reino a gosto

Modo de preparo:
Deixe os grãos de feijão de molho em água suficiente para cobrir, com o vinagre de maçã por 8 horas. Despreze a água e coloque o feijão para cozinhar em 1 litro de água por 40 minutos. Processe os grãos de feijão em um processador, para ficar uma pasta, não muito mole. Reserve. Pique a cebola roxa bem picadinha. Refogue no azeite de oliva extravirgem. Acrescente a páprica defumada, refogue mais um pouco. Coloque todos os ingredientes, inclusive o feijão processado e a cebola refogada, em um bowl.
Com as mãos, amasse bem e misture, até que todos os ingredientes fiquem bem homogêneo. Leve a massa à geladeira por 40 minutos. Modele os hambúrgueres.
Sele em uma frigideira, com óleo de coco e pitadas de sal.

hamburguer de feijao

Rendimento: aproximadamente 5 unidades de 150 gramas cada. Sirva com saladinha verde.

Hambúrguer de Grão-de-bico

hamburguer grao de bico

Ingredientes:
300g (2 xícaras) de grão-de-bico cozido
100g (1 xícara) de água filtrada
10g (1 colher de sopa) de vinagre de maçã
30g (3 colheres de sopa) de azeite de oliva extravirgem
30g (2 colheres de sopa) de farinha de grão de bico)
2g (1/2 colher de sopa) de salsinha picada
2g (1/2 colher de sopa) de cebolinha picada
2g (1/2 colher de sopa) de coentro picado
20g (4 colheres de sopa) de cebola branca picada
1g (1 colher de chá) de hortelã picado
10g (1 colher de sopa) de farinha de linhaça
2g de salmarinho moído
1 pitada de noz moscada
1 pitada de canela em pó
10g (1 colher de sopa) de fermento quimico
10g (1 colher de sopa) de óleo de coco extra virgem

Modo de preparo:
Deixe o grão-de-bico de molho em água suficiente e o vinagre de maçã, para cobrir por 8 horas. Despreze a água do molho. Bata o grão-de-bico no liquidificador, divida em três partes, acrescente a água aos poucos. Bata até que fique uma pasta. Coloque em um bowl. Acrescente os demais ingredientes. Leve a massa a geladeira por 40 minutos.
Modele os hambúrgueres. Sele em uma frigideira, com óleo de coco e pitadas de sal.

grao de bico 2

Rendimento: aproximadamente 5 unidades de 150 gramas. Sirva com chips de batata doce.

Bionese

Ingredientes:
2 xícaras ou 400g de biomassa de banana verde
2 colheres de sopa ou 20g de azeite de oliva extravirgem
1 colher de sopa ou 3g de mostarda
temperinhos verdes
sal marinho moído

Modo de preparo:
Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata bem até ficar homogêneo.
Opcional, incremente com frango desfiado ou atum em água.

Rendimento: 15 porções
Geladeira: 3 dias
Congelador: 3 meses

Maionese de Abacate

Ingredientes:
1 abacate médio maduro
1 cebola branca bem picadinha
2 colheres de sopa ou 20g de azeite de oliva extravirgem
3 folhas de ora-pro-nobis
temperinhos verdes – salsinha, coentro, hortelã
sal marinho moído

Modo de preparo:
Retire a polpa do abacate e com os demais ingredientes (menos a cebola) bata no liquidificador. Bata bem até ficar cremoso e homogêneo. Pique a cebola e misture ao creme. Opcional: acrescente tomate picado, alho em pó, suco de limão.

Rendimento: 30 porções
Geladeira: 2 dias
Congelador: 3 meses

Chips de Batata Doce

Ingredientes:
200g batata doce
30g de óleo de coco extravirgem ou manteiga ghee

Modo de preparo:
Limpe e higienize as batatas doces. Não retire a casca. Corte no mandolim. Faça cortes bem finos, para que quando as batatas forem ao forno, fiquem bem crocantes. Espalhe em uma assadeira a batata fatiada e por cima espalhe óleo de coco. Leve ao forno 160ºC por 30 minutos. Não deixe as fatias em uma em cima da outra.

Fonte: Chef Funcional Lidiane Barbosa

 

Caroline Guerreiro, nutricionista da Naiak, ensina como fazer um saboroso hambúrguer caseiro vegano

No Brasil, o mercado alimentício tem ganhado cada vez mais espaço e se adaptado para conquistar público de todos os tipos, entre eles, o vegano. Mas, infelizmente, ainda não são todos os locais que investem em produtos de origem vegetal, dificultando a busca por uma alimentação mais saudável e sem carne.

Pensando nisso, Caroline Guerreiro, nutricionista da Naiak, ensina como fazer um saboroso hambúrguer caseiro vegano. Confira:

Hambúrguer de grão-de-bico vegano

hamburguer vegano naiak.jpg

Ingredientes:
– 1 xícara de grão-de-bico cozido;
– 2 colheres de sopa de azeite;
– 1 cenoura crua ralada;
– ½ cebola picada;
– 2 colheres de sopa de salsinha picada;
– 2 colheres de sopa de farelo de aveia;
– Sal e pimenta do reino a gosto.

Modo de fazer:
Deixe o grão de bico de molho de um dia para o outro e descarte a água utilizada. Cozinhe o grão de bico, espere esfriar e amasse com um garfo ou com o processador até formar uma pasta grossa. Aqueça o azeite e refogue a cebola, a cenoura, a salsinha e a aveia. Tempere com sal e pimenta. Junte a pasta de grão de bico com os demais ingredientes e misture manualmente. Divida a massa e modele em forma de hambúrguer. Deixe na geladeira por 1 hora no mínimo e coloque para grelhar numa frigideira antiaderente ou no forno. Por fim, monte do jeito que preferir. Vale colocar alface, tomate, maionese vegana, picles, rúcula ou cebola roxa.

Fonte: Caroline Guerreiro – nutricionista consultora da Naiak 

 

Temaki Fry cria opções para quem não come carne e alimentos de origem animal

Pratos veganos e vegetarianos fazem sucesso entre as 90 opções no cardápio de comida asiática da franquia

Comprometida em criar opções para veganos e vegetarianos, a Temaki Fry ampliou a oferta e incluiu pratos elaborados para agradar esse público. O cardápio da rede, que se popularizou com restaurantes em postos de combustíveis, tem 12 itens que fazem sucesso entre as pessoas que não comem carne ou, ainda, que não consomem produtos de origem animal.

“Nossa missão é receber bem o público, sem distinção. Pratos dedicados a quem escolheu ter uma alimentação mais consciente nos posiciona no mercado como um restaurante plural”, comenta o fundador da marca Roni Torrens.

O cardápio da Temaki Fry conta com opções de entrada como o Edamame, o grão maduro da soja, servido com flor de sal, por R$ 20,00. “Essa combinação entre os dois ingredientes desperta um sabor especial e irresistível”, comenta o chefe Lukas Silva Santana , um dos responsáveis pelos pratos da rede.

shimeji vegano
Shimeji feito com açúcar, shoyo, Ajinomoto e cebolinha, na versão vegana é feito com azeite

Ingredientes como tofu, shimeji e cebolinha compõem o sabor de pratos como, hot roll, temaki e o combinado batizado de “Inari Vegan”. Nessa opção, por R$ 31, o cliente experimenta um combo composto pelo Hot Roll de shimeji, bombom de Lichia, Dyo de cenoura com edamame, Fresh Dyo – pepino envolto no arroz, coberto por shimeji e cebolinha – , Tortilha de tofu e enroladinho de abacate com crispy de couve.

combinado vegano
Combinado Vegano, composto pelo Hot Roll de shimeji, bombom de Lichia, Tortilha de tofu e enroladinho de abacate com crispy de couve

“Nosso combinado faz muito sucesso porque reúne o que há de mais saboroso entre ingredientes para a culinária vegana ou vegetariana. O capricho no preparo também é um componente a mais que agrada o cliente”, afirma Torrens

Outro prato que figura entre os mais solicitados é o Yakisoba. Para veganos e vegetarianos, ele leva noodle – o macarrão – preparado na chapa com legumes e shoyu.

“Clientes veganos e vegetarianos representarão, em um ano, entre 15% e 20% do faturamento do movimento da rede”, explica Roni. A rede atua em São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás.

Informações: Temaki Fry