Arquivo da categoria: vinhos

Edega faz promoção de vinhos franceses com até 40% de desconto

“Diva Bouteille” é o nome da seleção exclusiva de rótulos de Bordeaux, Borgonha e Rhône, em uma oportunidade única de adquirir grandes vinhos em promoção até 17 de agosto

No mês mais especial para os franceses, quando se celebra a Queda da Bastilha, o empresário francês Philippe de Nicolay Rothschild separou suas garrafas mais preciosas – suas divas! – para uma promoção sem precedentes da Edega, a loja virtual da PNR Grupo, batizada de “Diva Bouteille”.

Esta é uma oportunidade única, que reúne grandes nomes de Bordeaux, Borgonha e Rhône, entre vinhos assinados pelos Domaines Barons de Rothschild, além de exemplares de produtores primorosos. São cerca de 40 rótulos, com descontos que chegam até 40%.

Veja alguns destaques da seleção:

Chateauneuf-du-Pape Domaine La Solitude 2013 (de R$ 543,00 por R$ 349,00)

Chateauneuf-du-Pape-Domaine-La-Solitude-2013--De--54300-por--34900-

Este vinho é um corte, principalmente, de Syrah, Grenache, Mourvèdre e com um toque de Cinsault. Produzido no coração da denominação Châteauneuf-du-Pape, no Rhône, na histórica propriedade de La Solitude, é potente com textura opulenta e macia.

Corton Vergennes Grand Cru 2012 (de R$ 1.415,00 por R$ 818,00)

corton
Produzido pela Maison Aegerter, a partir do cultivo orgânico dos vinhedos em área classificada como Grand Cru, este vinho vem reforçar a reputação dos Pommard e é um belo exemplar da Borgonha.

Château L’Évangile 2007 (de R$ 2.333,00 por R$ 1.700,00)

Chateau-L’Evangile-2007--De--2.33300-por--1.70000-

Vinho ícone do Château L´Évangile, situado em Pomerol, Bordeaux, é um corte com 84% de Merlot e 16% de Cabernet Franc. É um vinho excepcional, que pode ser conservado em cave por muitos anos, cheio de personalidade, longevo e potente.

Bonnes Mares Grand Cru 2012 (de R$ 3.884,00 por R$ 2.539,00)

Bonnes-Mares-Grand-Cru-2012--De--3.88400-por--2.53900-

Outro belo exemplar da Borgonha produzido pela Maison Aegerter, a partir do vinhedo Grand Cru Bonnes Mares, com 100% de Pinot Noir. De cor rubi profunda, seus aromas são complexos, e é um exemplar encorpado, carnudo e estruturado.

Carruades de Lafite 2009 (de R$ 4.762,00 por R$ 3.429,00)

Carruades-de-Lafite-2009--De--4.76200-por--3.42900-
É o segundo vinho do Château Lafite, produzido em uma das mais antigas propriedades de Pauillac, em Bordeaux, com 51% de Cabernet Sauvignon, 42% de Merlot, 5% de Cabernet Franc e 2% de Petit Verdot. São usadas as castas mais jovens dos vinhedos que ficam na propriedade de 112 hectares do Château Lafite-Rothschild.

Promoção Diva Bouteille: Seleção de 40 Vinhos de Bordeaux, Borgonha e Rhône com até 40% de desconto no site Edega
Período: preços válidos até 17 de agosto de 2020 ou enquanto durarem os estoques.
Atendimento: de segunda a sexta, das 9h00 às 18h00
Contato: 0800-7720158/ (11)3074-6868/ WhatsApp (11) 99919-0404
Email: contato@edega.com.br
Instagram: @edega_vinhos
*Frete grátis para compras acima de R$ 600,00 para São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória.

Vinhos brancos encorpados são uma excelente pedida para dias mais frios

Com a chegada do inverno, vinhos brancos com maior estrutura harmonizam perfeitamente com um belo menu para esquentar seus dias mais frios

Uma máxima bem conhecida entre apreciadores de vinho é que os tintos são ideais para o inverno, assim como os brancos casam perfeitamente com o verão. Normalmente, vinhos brancos apresentam uma maior acidez e refrescância, combinando com dias mais quentes, enquanto que vinhos tintos, geralmente mais encorpados e pesados, de coloração mais intensa, associam-se melhor à gastronomia do inverno, que pede pratos mais robustos e reconfortantes.

Contudo, existem muitos vinhos brancos que são ideais para dias mais frios, sim. Por serem mais encorpados e com maior estrutura, tornam-se pares ideais para um menu de inverno ou mesmo para uma degustação solo.

O sommelier Jonas Martins, responsável pelo portfólio de vinhos da MMV Importadora, de Curitiba, diz que o segredo para um bom vinho branco encorpado está na uva selecionada e no processo de fermentação e envelhecimento desse vinho.

“Para um bom vinho branco mais presente, é necessária uma uva com maior estrutura que suporte o envelhecimento e maturação deste vinho. Assim, a uva Chardonnay acaba sendo a escolha ideal para um vinho branco mais encorpado”, explica Martins.

De acordo com o especialista, o fato da Chardonnay ser uma uva de maior estrutura e de propriedades químicas mais ricas faz com ela seja mais encorpada e tenha maior presença na boca. Isso permite que os sabores do vinho permaneçam no paladar, mantendo sua presença. Uvas mais leves, como a Pinot Grigio, permite um vinho mais refrescante, com sabor tendendo ao cítrico, porém com baixa ou pouco persistência em boca.

Essa maior estrutura também faz da Chardonnay uma uva branca apta ao envelhecimento, aceitando muito bem o processo realizado em barris de carvalho, por exemplo. Isso confere ao vinho um sabor exclusivo, pois ao entrar em contato com o tanino existente na madeira, novos aromas e sabores emergem. O barril também permite que o vinho “respire” durante seu envelhecimento, acrescentando maciez ao paladar.

viapianoChar

O portfólio de vinhos da MMV apresenta bons exemplares de Chardonnay encorpados. O Viapiana Chardonnay, vinho brasileiro produzido em Flores da Cunha – RS, apresenta aromas de nozes, chocolate branco, flor de eucalipto, abacaxi e caldas de frutas. É seco e untuoso ao paladar, deixando uma nota de amanteigado ao final.

intrigoCHar

O Inserrata Intrigo Chardonnay é um vinho orgânico produzido na Toscana, Itália. Produzido com a técnica sur lie, quando o vinho é amadurecido em contato com as borras das casca das uvas, o Intrigo passa 4 meses por filtragem em peneira grossa. O vinho é extremamente frutado, com notas de manga, abacaxi, framboesa e gengibre, sendo volumoso a boca e de final alongado.

fortunaChard

A MMV também possui uma linha própria de vinhos, produzidas no Chile em parceria com vinã Requingua. Lá é feito o Fortunatus Reserva Especial Chardonnay, vinho que conta com a participação do sommelier na produção. “Buscamos atender ao paladar do brasileiro para vinhos com o Fortunatus, com muita qualidade, porém com preço acessível e agradável a boca”, afirma Martins.

O Fortunatus Chardonnay tem aroma frutado, toques de baunilha e nozes tostadas, sendo bastante cremoso na boca, macio e de final longo. Ele é envelhecido por seis meses em barris de carvalho francês.

Harmonização

Os vinhos Chardonnay encorpados harmonizam perfeitamente com queijos semiduros com sabores amendoados, como o emmental, gouda, edam. Peixes com um teor de gordura maior, como o salmão, bacalhau e tainha casam perfeitamente com vinhos de maior acidez e presença, em uma combinação de texturas muito agradável ao paladar.

Informações e vendas: MMV

Rock Meat lança kit especial para o Dia dos Pais

Kit contém uma refeição artesanal de qualidade para quatro pessoas, elaborada especialmente em comemoração à data

A Rock Meat, casa dos irmãos Peu Reis e Guga Toniatti, sócios da Open Kitchen, e do arquiteto Guigo Coatti, nasceu do desejo de unir gastronomia e rock em um único lugar. Localizada no Itaim Bibi, tem como foco a produção de sanduíches preparados de maneira artesanal com pães de fermentação natural e ingredientes especiais desenvolvidos para cada receita.

Para o dia dos pais a Rock Meat criou um kit exclusivo para quatro pessoas, com polpetone artesanal que já é sucesso de vendas, molho de tomate da casa, massa italiana premium e queijo tipo parmesão de primeira qualidade. Tudo isso acompanhado de um bom vinho selecionado pela Winebrands especialmente para a refeição, além de um voucher de 15% de desconto na compra de vinhos no site.

rock meat

O kit será oferecido por R$ 175 (sem vinho) e R$ 275 (com vinho). Disponível para vendas pelo aplicativo de delivery Apptite.

Informações: Rock Meat

No Dia dos Pais, o melhor presente pode ser um kit de vinhos

Vinhos da Wine To You e Rosé Piscine são sugestões para as comemorações

No próximo domingo, 9 de agosto, é comemorado o Dia dos Pais e a Wine To You, responsável pela importação do vinho francês Rosé Piscine criou uma série de kits especiais que prometem agradar os mais diferentes estilos de pais enólogos e você ainda pode degustar o rótulo ao lado do grande homenageado além de compartilhar boas conversas.

kit rose piscine

Com a facilidade de comprar pela internet e receber em casa, o primeiro kit traz uma garrafa do Rosé Piscine Stripes, que por dois anos foi o vinho rosé francês mais vendido do Brasil, acompanhado de uma bag de Neoprene perfeita para levar o seu vinho para onde desejar com segurança, praticidade e para conservar a temperatura da sua bebida por mais tempo. Por R$ 263,30, o kit ainda contempla uma garrafa de Tarani Cahors Malbec, conhecido como “vinho negro” devido a sua coloração intensa e escura, proveniente de um processo em que uma grande fração do suco fermentado é fervida. Essa variedade de vinho denota taninos mais aveludados, consequência das técnicas de vinificação empregadas.

kit rose piscine 2

No segundo kit, por R$ 319,15 o pai leva pra casa uma garrafa da Rosé Piscine Stripes, o espumante da marca Rosé Piscine Freez, também feito para ser degustado com duas pedrinhas de gelo e ideal para ser degustado como aperitivo. Para acompanhar o kit, uma Champanheira Rosé Piscine para 1 garrafa perfeita para os momentos de celebração.

vinhos presente

Com valor de R$ 300,50, o último kit de Dia dos Pais da Wine To You inclui três vinhos tintos. Além de uma garrafa do Tarani Cahors Malbec; o kit inclui o exclusivo Tarani Reserve Cahors Malbec, ideal para ser degustado em momentos especiais e um Sang-Mêlé, vinho conhecido por sua intensidade aromática marcada por aromas de cerejas kirsch.

Informações: Rose Piscine

 

Dia dos Pais com vinícolas familiares

Para celebrar uma das datas mais importantes do ano, a Gran Cru selecionou vinhos feitos por vinícolas familiares – aquelas que passam de geração para geração a arte de fazer bons rótulos. Tudo com promoção de 50% de desconto na compra da segunda unidade

Vai até dia 11 de agosto a ação mais que especial da Grand Cru em comemoração ao Dia dos Pais. Na campanha, a importadora prestigia as vinícolas familiares que compõem o portfólio da empresa, líder na América Latina. “Escolhemos algumas de nossas vinícolas e seus rótulos para homenagear produtores que têm em seu DNA toda a história e herança que passa de uma geração para outra, sobre a arte em fazer vinhos e o amor pela terra e pelas uvas”, diz a gerente de marketing da Grand Cru, Maria Fernanda Trentini.

Para presentear os pais, a Grand Cru lança a irresistível campanha “compre uma garrafa, ganhe 50% na segunda garrafa”. A ação engloba rótulos produzidos por empresas familiares em vários países, bem avaliados, pontuados e reconhecidos com prêmios mundo afora.

Conheça um pouco sobre algumas vinícolas participantes dessa incrível ação e a tabela dos vinhos. Rótulos certificados, produtos com denominação de origem e com todo o respeito e cuidado na produção. Tudo pensado para ser um presente genuíno, artesanal e que carrega história. Pois, não basta dar um presente. Tem que presentear com história.

Vinícola Allegrini

alegrini

Localizada na região do Veneto, mais precisamente em Valpolicella, a família Allegrini tem desempenhado o papel de protagonista viticultora na região desde o século XVI. No local também se encontra a vinícola Corte Giara, lançada em 1989 pela família. Em seguida, na Toscana estão as outras duas propriedades, Poggio al Tesoro em Bolgheri e San Paolo, na região de Montalcino.

Vinícola Zuccardi

vinedos_santarosa

Jovem e competente, Sebastian Zuccardi conhece tudo sobre os negócios da família através de seu pai, o carismático Pepe Zuccardi. mSebastian, que é enólogo, assina todos os bem sucedidos projetos da vinícola de sua família. Tanto que recebeu o título de Melhor Enólogo pelo Guia Descorchados 2019. E, para completar, comemora a pontuação de um de seus vinhos, o Zuccardi Finca Piedra Infinita 2016, que levou 100 pontos do crítico americano Robert Parker.

A vinícola é uma das mais importantes da Argentina, com a qualidade dos vinhos largamente reconhecida, tanto que pelo segundo ano consecutivo venceu como a melhor vinícola – World’s Best Vineyard 2019 – e em 2020 conseguiu os selos de “A melhor vinícola da América do Sul” e “A melhor vinícola do mundo”. Representada exclusivamente pela Grand Cru, Zuccardi foi fundada em 1963 e reúne três gerações em torno da paixão pelo vinho. Desde sempre se distingue pela inovação e pesquisa que influenciaram e continuam a influenciar a viticultura argentina.

Informações: Grand Cru

Três presentes para pais que adoram gastronomia

Livros sobre culinária e registros históricos dos principais vinhedos do mundo são opções, que variam entre R$ 24,00 e R$ 48,00

Celebrar o Dia dos Pais é agradecer a presença paterna em mais um ano. Entre as opções de presente, os livros se mostram boa companhia para distrair a mente ou aprimorar algum conhecimento. A Catapulta Editores oferece opções para os papais que amam histórias ou se aventurarem na cozinha.

Os livros para presentear os pais oferecem receitas práticas, saudáveis e gostosas. Há opções doces e salgadas, com possibilidade de acompanhar o passo a passo por vídeo.

Além disso, aos amantes de vinho, há um título especial com registros históricos antigos dos principais vinhedos do mundo! Confira a lista completa abaixo:

Ouro nos vinhedos

Ouro-nos-vinhedos

Quem ama vinho vai adorar conhecer as curiosidades deste título. A autora Laura Catena, considerada o rosto do vinho argentino, reuniu, de forma ilustrada, histórias de 12 dos mais famosos vinhedos do mundo.

Os desenhos que ocupam parte das 184 páginas são originais, vindos de cada local visitado para compor o livro. Feito em papel espesso e amarelado, o título traz histórias de amor, traição e sacrifício que fazem parte da origem dos vinhedos.

A cozinha da Emma

A-cozinha-da-Emma

Os sabores da culinária quase sempre são acompanhados por diversas lembranças. Com este lançamento, a editora traz receitas que marcaram a história de uma família de Mendoza, na Argentina. Julia Zuccardi, autora da obra, comenta o papel fundamental de cada prato na construção da família ao longo do tempo.

As 140 páginas do livro são mescladas entre receitas e ilustrações dos pratos doces e salgados da avó Emma. Segundo a autora, o título também tem o objetivo de homenagear a matriarca, pilar da família e do restaurante que leva o sobrenome da família Zuccardi na Argentina.

Coleção Senttia

POSTEO-3-IG-CATAPULTA-BR

Composta por seis cookbooks, esta coleção traz informações nutricionais e receitas de uma fruta ou legume em cada um dos livros. Os títulos Tomate, Morango, Milhão Limão, Berinjela e Morango vêm em uma caixa colecionável, composta por um livro e 12 cartões com receitas fáceis e gostosas. A proposta da coleção é tornar o momento na cozinha ainda mais agradável, uma vez que cada cartão é acompanhado por um QR Code. Com o código, é possível acompanhar um vídeo de passo a passo de cada receita.

Os livros têm preço sugerido entre R$ 24 e R$ 48, e estão disponíveis nas principais livrarias do país, em lojas físicas e online. Além disso, é possível presentear os pais diretamente pelo e-commerce da editora.

VinVino recebe cardiologista em live sobre vinhos e saúde do coração

Na sexta-feira (24), às 20h, o Instagram @vivinobr a sommelière Lindslei Monteiro e a cardiologista Sheila São Pedro sobre vinho e saúde

Muito consumido no inverno, o vinho tinto pode trazer benefícios para a saúde do coração. Para indicar rótulos nacionais e importados que tenham um teor alcoólico moderado e possam ser consumidos diariamente, a VinVino loja online convida a sommelière Lindslei Antunes e a médica cardiologista Sheila São Pedro para uma live no Instagram @vinvinobr, no dia 24 às 20 horas.

vinho taça tinto

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o consumo da uva, seja como fruta, suco ou vinho, é benéfico na prevenção, proteção e combate de doenças, principalmente cardiovasculares e renais. Na verdade, o real benefício vem do consumo de uma substância chamada polifenóis, como os flavonoides e o resveratrol, que inibem a oxidação do colesterol ruim (LDL – Lipoproteína de Baixa Densidade) e diminuem a agregação plaquetária no sangue, contribuindo para melhorar a função vascular.

“Essas substâncias estão presentes principalmente nas frutas de coloração mais avermelhadas e roxas como uva, amora, jabuticaba, cereja, mirtilo, ameixa e alguns legumes. Sendo assim, consumir uma taça de vinho diariamente, de forma moderada, pode fazer bem ao coração”, afirma Sheila São Pedro médica cardiologista na Clinicor Jundiaí.

Por fim, de acordo com Sociedade Brasileira de Cardiologia, o consumo moderado de vinho tinto significa uma dose diária (150ml) para mulheres e duas doses para homens (300ml).

Lindslei_Antunes_Sommelier_2

Sobre Lindslei Monteiro Antunes é sommelière profissional formada pela Escola Alta Gama de Curitiba, com curso de especialização em harmonizações realizado em Roma na Itália.

sheila

Sobre Sheila São Pedro: é graduada pela Universidade de Ribeirão Preto em 2000. É especialista pela Sociedade Brasileira de Cardiologia, Pós-Graduada em Reabilitação Cardiovascular pelo Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia. Experiência Internacional no Guy’s and Saint Thomas Hospital e London Chest Hospital, em Londres.

Fonte: VinVino

Inverno cor de rosa: vinhos rosés podem ser uma excelente opção para variar os sabores

No inverno, os vinhos tintos acabam ganhando um maior espaço nas adegas e mesas dos brasileiros por terem características mais fortes. Porém, ao redor do mundo, as pessoas estão descobrindo, na versatilidade dos vinhos rosés, uma grande oportunidade de ampliar os sabores de pratos típicos da temporada como fondues e estrogonofe.

“Só beber vinho rosé no verão é como dizer que só se pode beber vinho tinto depois do anoitecer. O rosé é como todos os outros tipos de vinhos, você deve beber quando quiser”, explica Hildebrando Lacerda, diretor comercial da Vinovalie do Brasil.

A empresa é a distribuidora de cerca de 100 rótulos de vinhos, entre brancos, tintos, espumantes e rosés, originários da Espanha, Itália, França e Chile. Outra proposta da empresa é apresentar novidades e tendências como foi o caso da marca Rosé Piscine, que hoje conta com três produtos Rosé Piscine Stripes, para ser apreciado com duas pedras de gelo; SeaSun, para ser degustado apenas refrigerado e a espumante Freez, também para ser servido com gelo.

A linha Rosé Piscine é o nosso carro-chefe, justamente pela versatilidade que a bebida oferece. Tanto que o Rosé Piscine Stripes, que é o principal produto da marca, foi o vinho Rosé Francês mais vendido no Brasil por dois anos seguidos, em 2018 e 2019”, completa Lacerda.

Vinho-Piscine-1

Produzido na região sudoeste da França, em uma das vinhas mais famosas da região, a bebida tem em sua composição a uva 100% negrete e o paladar é de um vinho rosé de mesa suave, de aroma levemente frutado que traz notas de pêssego, limão e morango, com um toque especial de lichia que dá um toque exótico. “O Rosé Piscine Stripes traz uma concentração de açúcar que exige que ele seja degustado com 2 ou 3 pedras de gelo deixando-o mais equilibrado, mas sem perder o sabor”, explica o executivo.

Rose-Piscine-Freez-avec-reflet

“A ideia de que o rosé só é apreciado em clima quente está felizmente ficando defasada. As pessoas estão entendendo que é possível trazer a energia e o calor de uma bebida até então tida como típica do calor, para o inverno… acredito até que esse conceito faça um bem para a nossa cabeça, hehehe” finaliza.

Informações: Rosé Piscine

A vez dos vinhos brasileiros

Mundo descobre qualidade e se encanta com diversidade dos rótulos nacionais e reconhecimento dos vinhos tranquilos cresce nos últimos anos

O espumante brasileiro abriu as portas para o mundo. O reconhecimento da qualidade das borbulhas ‘brazucas’ é fato consumado, defendido por críticos internacionais e avalizado pelas milhares de medalhas mundo afora, se confirmando no avanço das exportações e no aumento do consumo interno.

Foi com esta bebida que as vinícolas conseguiram espaço para mostrar o que vêm fazendo em relação aos vinhos tranquilos. E o que se vê nos últimos anos é um crescimento contínuo na valorização deste produto. Das 259 medalhas conquistadas em 2019, 37% foram para vinhos tranquilos, uma representatividade nunca antes alcançada.

vinho foto jeferson

A Associação Brasileira de Enologia (ABE), que atua focada na qualificação do enólogo e, consequentemente, na qualidade e promoção do vinho brasileiro, acompanha bem de perto esta evolução, tanto na coordenação do envio das amostras para concursos internacionais quanto pela Avaliação Nacional de Vinhos, que analisa cada safra há 28 anos, servindo de termômetro e parâmetro para os avanços do setor.

“Nos últimos dez anos fomos presenteados com safras espetaculares. Este ano, então, foi excepcional, tanto que a chamamos de ‘A Safra das Safras’. Nós, enólogos, e vinícolas, não perdemos tempo. Avançamos, evoluímos, e muito em tão pouco tempo, em tecnologia e conhecimento, aproveitando o que a mãe natureza nos deu. O resultado está aí para todos degustarem e vem agradando cada vez mais apreciadores de vinhos”, comemora o presidente da entidade, enólogo Daniel Salvador.

Ele alerta os consumidores para que descubram rótulos nacionais dos últimos anos, destacando a Safra de 2018 e agora a de 2020 que logo estará no mercado. “Se compararmos o Brasil a países do Velho Mundo, tradicionais na elaboração de vinhos como Portugal, França, Espanha e Itália, podemos dizer que evoluímos 100 anos em 10 anos. Tanto que somos convidados a participar de concursos mundiais com a chancela da Organização Internacional da Vinha e do Vinho, entidade com sede em Paris que está sob a presidência da brasileira Regina Vanderlinde. Ou seja, temos voz no mundo dos vinhos e isso nos orgulha e nos move a seguir investindo”, ressalta.

Este avanço refletiu diretamente no consumo interno, rompendo pela primeira vez a barreira dos 2 litros per capita no ano passado. Já é algo a comemorar, mas se comparado a Portugal, por exemplo, que lidera o ranking segundo a OIV, onde o consumo per capita ultrapassa os 60 litros, o Brasil tem muito para crescer. Em 2019, o consumo total no Brasil foi de 380,4 milhões de litros, destes pouco mais de 100 milhões são de vinhos finos, onde a produção nacional é de apenas 50 milhões de litros.

Diversidade, qualidade e preço

Esta tríplice de fatores tem influenciado diretamente a quebrar paradigmas em relação ao vinho brasileiro, que passa a ser mais valorizado no mercado interno. Com a pandemia, o hábito de apreciar um vinho em casa não apenas levou o consumidor a pesquisar e comprar mais pela internet como nos supermercados, como também vem permitindo conhecer melhor o que o Brasil tem feito. “Vinho é cultura, é arte, é história, é experiência. O melhor a fazer é provar diferentes rótulos para conhecer as preferências do próprio paladar. E sugiro, ainda, fazer isso entre amigos e às cegas, evitando preconceitos e fazendo novas descobertas. Façam isso com rótulos de diferentes procedências e verão que o Brasil dos vinhos é orgulho nacional”, provoca Salvador.

Verão_Vinhos branco e tinto

Além da qualidade, a diversidade de estilos também é um chamariz para quem aprecia vinhos e busca por novidades, característica peculiar ao Brasil que, por muitos especialistas, é considerado um continente diante das variantes de solo e clima do país. Hoje, são 26 regiões produtoras em 10 estados brasileiros e cada uma com suas particularidades. E para quem diz que o vinho brasileiro é caro, o mercado mostra que existem dezenas de opções de bons rótulos a partir de R$ 20, avançando conforme a categoria. Grande parte oscila entre R$ 40 e R$ 60, com excelente relação custo-benefício.

Fonte: ABE

Curso online desvenda os prazeres do mundo dos vinhos

Indicado para iniciantes, o curso é realizado em plataforma interativa e aborda desde origem a harmonização da bebida

O período de quarentena no Brasil aumentou a busca por interessados em conhecer detalhes sobre um mundo delicioso: o dos vinhos. Seja curiosidades sobre a produção, história das uvas, regiões vinícolas ou mesmo a harmonização da bebida com pratos. Fato é que a bebida pode ser uma ótima companheira enquanto a regra é permanecer em casa e cuidar de sua saúde.

O curso “Descomplicando o Vinho” foi produzido por Alexandre Santucci, profissional que atua no mercado há mais de 25 anos. Segundo ele, “o curso é ideal para quem quer entrar em contato com o vinho, adquirir conhecimento sobre o vinho de forma simples e descomplicada”. As aulas também abordam peculiaridades sobre os diferentes tipos de uvas e os acessórios que podem tornar a experiência ainda melhor.

Para conhecimentos mais específicos sobre esse universo, Santucci realiza, em encontros presenciais, várias formas de abordagem como os “wine dinners”, palestras…, mas essas só após o período de isolamento social. “O curso online é o primeiro passo para quem aprecia a bebida, e ele é sempre um bom assunto, mesmo pra quem não bebe, ou não bebe com regularidade, é um conhecimento que alia às soft skills, agrega valor à marca pessoal”, finaliza.

Sobre o ‘Descomplicando o Vinho’

descomplicando o vinho

O “Descomplicando o Vinho” existe desde 2001 como um conceito. O projeto rendeu uma marca, que virou um blog, circuito de palestras, colunas em TVs e Jornais, além de apresentações no teatro, caso do “Wine Comedy” em 2017. Após a primeira edição do livro lançado em 2013, a segunda edição já está à venda em um material revisado e ampliado.

Para adquirir o curso basta clicar aqui e efetuar a compra. O valor é R$297,00 e a transação é feita em plataforma segura, com possibilidade de parcelar a compra. Cada aluno recebe, como um bônus, o livro “Descomplicando o Vinho”, autografado pelo autor.