Arquivo da categoria: vinhos

Dia das Mães: kits exclusivos com vinhos é opção de presente

Importadora brasileira de vinhos oferece duas opções de presente, além de curso básico sobre vinhos com já nomeado melhor sommelier do Brasil

O dia das mães está logo aí, e se você está procurando por um presente especial para a sua, a Cellar pode te ajudar. Presente no mercado brasileiro desde 1995, a tradicional importadora conta com vinhos de curadoria única. Embora seus rótulos sejam em grande parte exclusivos e seu atendimento muito particular e personalizado – mesclando a consultoria com vendas online, a empresa busca democratizar o conhecimento dos vinhos. Fazendo com que seus clientes entendam cada vez mais sobre o universo do produto e também se auto conheçam o suficiente para fazer compras cada vez mais certeiras.

A seleção “A Melhor Mãe do Mundo: Champagne”, inclui um champagne Arlaux e uma taça Grassl Glass Mineralité. O vinho passa quatro anos amadurecendo em garrafa em contato com as leveduras. O resultado é um champagne cheio de estrutura, complexidade e final longo com toques de frutas vermelhas, mel, brioche e amêndoas. Um dos clássicos do portfólio da Cellar, o vinho já foi considerado por Robert Parker o melhor da noite em uma degustação às cegas de de champagnes não safrados (NV), à frente de nomes como Bollinger e Taittinger.

Já a seleção “A Melhor Mãe do Mundo: Rosé”, inclui um Beaujolais Rosé Le Petit Ami. O vinho, ideal para harmonizar refeições com polvo e tartares tanto de carne quanto de atum, é vinificado como um excelente vinho branco. No sudeste de Fleurie, o solo é mineral argilo arenoso com sílex e as vinhas têm cerca de 50 anos, plantadas a 10.000 pés por hectare. As uvas são prensadas de imediato e fermentadas em barricas usadas. O envelhecimento é feito em barricas, até ao momento do engarrafamento, o que garante a esse rosé densidade e complexidade surpreendentes.

Para tornar a experiência ainda mais completa e interessante, quem adquirir os kits tem direito a um curso básico sobre vinhos com o Eduardo Araujo, sócio da Cellar e eleito melhor sommelier do ano em 2019 pela revista Prazeres da Mesa. O curso será ao vivo via Zoom no dia 26 de maio, das 19h30 às 21h30. Araujo conta com certificação CMS, WSET3 e integra a equipe de professores da Enocultura WSET Cert Educator.

Ambos os kits contam também com uma taça Grassl Glass Mineralité. A taça garante foco e precisão à identificação dos aromas de vinhos brancos, rosés e espumantes por uma abertura estreita e um corpo amplo, leve e funcional. As taças são produzidas artesanalmente em cristal da mais alta qualidade, soprado e livre de chumbo. Para um artesão produzir uma Grassl Glass, são necessários 20 anos de experiência e é preciso cinco artesãos para moldar uma única Grassl Glass.

Informações: Cellar

Wine indica vinhos e espumantes para comemorar o Dia das Mães

Para agradar a todos os estilos de mamães, a marca preparou uma lista com rótulos para as sofisticadas, descoladas, geeks, workaholics e muitas outras

Tem um ditado que diz que mãe só muda de endereço, pois todas são iguais. Mas não é bem assim. Temos mães mais sofisticadas, mães geeks e nerds, umas mais descoladas e modernas, outras bem corujas e sinceras, e ainda as workaholics, que não param de trabalhar. Para celebrar o Dia das Mães, em 9 de maio, a Wine, maior clube de assinatura de vinhos do mundo, faz uma brincadeira com os diferentes estilos de mamães e os vinhos que combinam com cada uma.

As sommelières da Wine, Paula Daidone e Cibele Siqueira, prepararam uma lista com diversas opções de vinhos e espumantes que podem ser ótimas dicas de presentes para o Dia da Mães este ano. As especialistas indicam também as harmonizações que combinam com cada rótulo para aqueles filhos e filhas que estão pensando em fazer um almoço ou jantar surpresa para agradar a mamãe nesta data tão especial.

Mãe sofisticada


Essa mãe aprecia o requinte. É elegante e está sempre bem-vestida. Frequenta bons restaurantes, não abre mão da Perlage e adora uma taça de espumante. Se a sua mãe tem esse estilo, ela vai amar ganhar um espumante, como o Partridge Stars Brut ou ainda um tradicional champagne, como o Montaudon Grande Rosé. O Partridge Stars Brut harmoniza com frango ao limão, guacamole com salada, espaguete ao limão, torta de palmito e queijos frescos. Já o Montaudon Grande Rosé combina com salmão grelhado com legumes, espaghettini com frutos do mar, aves grelhadas, saladas com frutas grelhadas e queijo brie.

Mãe descolada


Está sempre antenada às novidades, busca estar na moda, mas faz o seu próprio estilo. Curte lugares mais alternativos e está sempre disposta a provar coisas novas. Para este estilo de mãe, a dica é presenteá-la com rótulos de diferentes regiões, como África Do Sul, Austrália, Califórnia, ou inovadores, como os vinhos em lata. O Dark Horse Rosé é perfeito, um vinho californiano apresentado em lata e pode acompanhar um bolinho de bacalhau, uma quiche de palmito, salada de folhas verdes com morangos e wrap vegetariano.

Mãe coruja

Muito zelosa e está sempre preocupada com os seus filhos. Coloca a vontade deles à frente das suas na maioria das vezes, faz questão de tê-los por perto e adora um almoço em família. Para esta, a sugestão são vinhos da Itália, pois remetem a um dos grandes valores italianos que é a família. Como opção, um rosé frutado e saboroso, como o Carpineto Dogajolo I.G.T. Toscano Rosato 2019 ou um clássico Chianti, como o Carpineto D.O.C.G. Chianti Classico 2018. Este último vai bem com um risoto de tomate seco, uma berinjela à parmegiana, empadão de bacalhau ou um filé mignon assado. O Carpineto Dogajolo I.G.T. Toscano Rosato 2019 por sua vez harmoniza com ceviche de camarão, penne ao alho e óleo, legumes na manteiga, pernil grelhado e peixe com fritas.

Mãe moderna

Tem no DNA a vontade de vencer por mérito próprio. Corre contra o tempo para dar conta das diversas atividades no seu dia. Ela acredita que homens e mulheres devem compartilhar as funções da casa. Cria oportunidades para estar com os filhos, mas não abre mão de um momento só seu. Para as mães modernas, os vinhos do Novo Mundo combinam muito bem, como o Dancing Flame Ojos del Salado D.O. Valle Central Merlot 2020, um vinho vegano que vai bem com panqueca de carne, abobrinha gratinada com queijo, estrogonofe de frango e queijos semiduros. ou ainda o Ímpetu Carménère, um chileno que pode ser servido com uma lasanha de berinjela com queijo, espaguete com almôndegas, filé com fritas, panqueca de carne e até com pizza!

Mãe Sincerona

Aquela que fala a verdade e o filho e filha que lutem para escutar. Gosta de pessoas autênticas e de consumir produtos que expressam suas origens, assim como vinhos que revelam seu terroir, como os vinhos da França, Espanha e Portugal. A dica é o Esteban Martín Crianza D.O.P. Cariñena Garnacha Syrah Tempranillo 2017 e o Alfacinha Regional Lisboa Tinto 2019. O Esteban Martín, antes de degustá-lo, areje o vinho por 30 minutos. Ele pode ser um acompanhante perfeito para um entrecôte com creme de gorgonzola ou uma paleta suína ao molho barbecue. E o Alfacinha pode ser harmonizado com uma pizza, queijos suaves, carnes e comida asiática.

Mãe clássica


Essa é uma mãe minimalista, preza por discrição, cores neutras e objetos atemporais. Se a sua mãe tem esse estilo, vinhos clássicos do Velho Mundo combinam com ela, como o Ropiteau Frères A.O.C. Coteaux Bourguignons Chardonnay 2016, que vai bem com peixes grelhados, moqueca com pirão, frango assado com ervas e legumes e com um penne ao molho branco. Outra opção é o La Mora D.O.C. Maremma Toscana Rosso 2016, um bled italiano que vai bem com um bife ancho com batatas assadas, lasanha à bolonhesa, mix de queijos e embutidos, t-bone com polenta e legumes gratinados.

Mãe workaholic

Praticidade move sua vida! Está sempre na correria, participando de almoços de negócios, viagens corporativas e happy hours. Para as mães que não conseguem parar de trabalhar, vinhos práticos, como fechamento em screw cap e lata, são ótimas opções. O Frisante Pedro Teixeira Rosé e o Dark Horse Pinot Grigio serão ótimos presentes. Para harmonizá-los, vale uma receita com carnes brancas grelhadas, guisados, peixes assados e mariscos para o Frisante e pratos como ceviche, spaghetti al limone, salada caprese, sopa de capeletti e queijos frescos para o Dark Horse Pinot Grigio.

Mãe geek

É fã de tecnologia e vive conectada. Curte o mundo dos super heróis e está sempre interessada em dominar novos assuntos. Esta mãe vai adorar brindar o seu dia com vinhos de regiões diferentes, como o Dark Horse Merlot 2018 da Califórnia. Se a ideia for um presente e um almoço surpresa, vale investir em uma receita de espaguete com polpetone, ou um hambúrguer com cebola caramelizada.

Além dos vinhos e espumantes indicados, a Wine possui promoções no app Wine Vinhos, disponível para download na App Store e Google Play, e ainda descontos no e-commerce e nas nove lojas físicas que possui espalhadas pelo Brasil.

Kits com vinhos Julia Kemper são opções de presente de Dia das Mães

A importadora Caves Santa Cruz, representante da vinícola portuguesa no Brasil, criou duas caixas combinando vinhos, chocolates, flores e azeites especialmente para comemorar a data

Pensando nas mães que amam um bom vinho, a importadora Caves Santa Cruz, representante no Brasil da vinícola Júlia Kemper Wines, está lançando duas caixas presenteáveis com um rótulo, flores naturais, trufas e azeite. Confira as opções:

Caixa Fortaleza (R$ 200,00)


Contém um vaso de flores naturais eternas, quatro trufas produzidas pela marca Du Laitt, um Azeite Casa Cruz e um vinho Julia Kemper que o cliente pode escolher entre as opções Elpenor Rosé Biodinâmico 2019 DOC Dão (um rosé com 91 pontos Robert Parker, de acidez marcante, bem estruturado e equilibrado) ou Julia Kemper Vinhas Selecionadas Tinto Biodinâmico 2012 DOC Dão (uvas Touriga Nacional, Tinta Roriz, Alfrocheiro e Jaen. Tem cor vermelha intensa, aroma bem presente de fruta de bosque e bergamota. Na boca é encorpado, sem perder a sua elegância e maciez. Um vinho excepcional e grande longevidade).

Caixa Para Sempre (R$ 250,00)
Possui um vaso de flores naturais, quatro trufas artesanais produzidas pela Du Laitt, um Azeite Casa Cruz e um vinho Syrah by Julia Kemper Tinto Biodinâmico 2012 (sabor de amora e pimenta, cor intensa e profunda, notas muito aveludadas, acidez fina e uma equilibrada estrutura).

Informações: Caves Santa Cruz

Dia das Mães: parceria Grand Cru e Scarf Me traz presentes especiais para mães que apreciam vinhos

A Grand Cru, maior importadora de vinhos finos América Latina, e a Scarf Me, expressão de lifestyle em lenços e estamparias, fecharam uma parceria exclusiva para o Dia das Mães. Para trazer um colorido a mais para a data, junto com aromas e sabores de um bom vinho, até o dia 9 de maio, clientes que comprarem presentes para as mamães em uma das marcas ganham presentes especialmente selecionados para elas.

Na Grand Cru, os clientes que realizarem compras acima de R$ 1.500,00 entre os mais de 1.300 opções rótulos do mundo todo, poderão escolher uma das quatro opções de twilly em seda com estamparias de diferentes estilos e personalidades. A ação é exclusiva para as lojas físicas da Grand Cru localizadas em mais de 90 cidades.

Todas as lojas podem ser acionadas por WhatsApp. Nesta opção, o cliente tem toda a comodidade de escolher os vinhos para as mamães com a ajuda de vendedores sempre online, fazer o pagamento e agendar a entrega. Para encontrar o número das lojas, acesse o site da Grand Cru.

Na Scarf Me, as mamães que não abrem mão do equilíbrio entre luxo e tecnologia terão a opção de modelos versáteis e modernos de lenços, echarpes e pashminas para a data. Em compras acima de R$ 498,00, os acessórios chegarão junto com um rótulo selecionado pelos sommeliers da Grand Cru como o tinto italiano Miluna Puglia Rosso, o espumante Terra Serena Prosecco Treviso, o branco San Marzano Il Pumo Sauvignon Malvasia 2018, entre outros. A ação é valida nas lojas físicas e no e-commerce da Scarf Me.

Quatro dicas de vinho para o Dia da Mães

O dia das mães já está próximo. Neste ano será comemorado no dia 9 de maio, então ainda dá tempo de conseguir aquele vinho especial para comemorar esta data tão importante.

“Sempre bate aquela dúvida. Será que a minha mãe merece um perfume? Ou alguma roupa especial? Um kit de Maquiagem? Se você já deu tudo isso nos Dias das Mães de outros anos, já é hora de surpreender com uma belíssima garrafa de vinho. Chega de panelas ou presentes óbvios, é hora de dar um presente de verdade” diz Ricardo Gura, dono da Vinvino, e-commerce especializado em vinhos para todo o Brasil.

O especialista entende que um bom vinho sempre foi um presente tradicional para nossos médicos, chefes e outros profissionais, portanto o presente mais adequado para as mães – e mesmo na pandemia, quando muitas vezes não podemos estar presentes pelo isolamento social, um brinde a distância, via aplicativos, passa a ser uma boa surpresa: “Você em sua casa e a sua mãe na dela, cada um com um vinho, brindando esta data. É uma boa surpresa, para lá de criativa” completa.

Close-up of mature woman drinknig red wine with her friend during dinner at the table

Confira quatro dicas de vinhos para o almoço especial com as mães ou, para quem preferir, também para presentear aquela mamãe que não abre mão de um bom vinho.

Tons Duorum branco
Este é um vinho português, feito com cinco uvas. Apresenta aromas de frutas cítricas e é um vinho mais fresco, ideal para harmonizar com pratos à base de peixes ou pratos mais leves e salgados.

Manon Cotes rose
Um vinho francês elegante, proveniente da região da Provence. Na composição há três uvas: Grenache (60%), Cinsault (30%) e Syrah (10%). Ideal para acompanhar pratos leves, pratos da culinária japonesa e também um bom salmão. Esta garrafa é um bonito presente.

Carolina Reserva Pinot Noir
Um vinho de corpo médio que passa por seis meses em barrica de carvalho. Ideal para harmonizar com atum ou um risoto ao funghi. Este vinho também tem um rótulo elegante e, por isso, também pode entrar como presente.

Emilia Malbec
Aqui temos um vinho para aquelas mães que gostam de um vinho encorpado. É um bom Malbec argentino, ideal para acompanhar carnes como em um churrasco.

Informações: Vinvino

Plataforma de vinhos conta com tecnologia que auxilia na assertividade na hora da compra

Sistema ordena rótulos de acordo com o gosto pessoal dos usuários

Novamente com a necessidade de isolamento e fechamento temporário de estabelecimentos físicos, as compras online são opções seguras e atrativas. O mesmo acontece no mercado de vinhos, que ganhou 3 milhões de novos consumidores regulares entre 2019 e 2020, segundo dados da Wine Intelligence. Na onda da digitalização, uma plataforma brasileira de serviços e produtos para os amantes de vinho, a Eniwine.com, conta com uma tecnologia inovadora que ordena os rótulos de acordo com o gosto pessoal dos usuários para vinhos que eles sequer beberam ainda.

Atualmente, cerca de 15% dos mais de 2.200 vinhos ofertados na Eniwine.com já tiveram suas características mapeadas – estão diferenciados pela cor lilás. Foram um a um decupados em mais de 100 itens, tais como aromas, estrutura e potência. Ou seja, se passa por madeira ou não, se conta com notas aromáticas de maracujá ou de cerejas, e por aí em diante. Desta forma, mediante a pontuação prévia do consumidor em outros vinhos, o sistema reconhece com base nestas notas anteriores as preferências pessoais de cada um de seus clientes.

“A Eniwine é o único site do mundo que você compra vinhos por indicação de uma inteligência artificial”, explica Marcelo Abrileri, fundador e idealizador da plataforma. A funcionalidade, que faz com que as pessoas escolham vinhos sem sair de casa com mais chances de acerto, é o Digital Sommelier que consegue indicar avaliações para vinhos que ainda não foram tomados através do Enoperfil (características pessoais referente a vinhos) do usuário. Com ajuda das mais recentes tecnologias, o diferencial agora está na ordenação da vitrine, que ocorre com base no Enoperfil pessoal de cada um, que ordena os vinhos da vitrine de modo apresentar nas primeiras posições os vinhos que o usuário específico dará as notas mais altas.

Para criar o Enoperfil, basta acessar o aplicativo da Eniwine, fotografar o rótulo do vinho, experimentar e dar uma nota. Depois de umas 8 a 10 notas, o Enoperfil terá sido criado. Após isso, tanto pela vitrine do app quanto pela do desktop o usuário já poderá visualizar que nota ele dará para vinhos que ainda nem tomou e agora, pode ordenar a vitrine por estas notas e buscar os vinhos que aparecem com melhores notas.

Neste vídeo, Abrileri explica detalhadamente o funcionamento da tecnologia. “Importante dizer que, a ordenação pelo Enoperfil construirá uma vitrine diferente para cada pessoa que entrar no site da Eniwine. Ainda, importante ressaltar que estamos aumentando a quantidade de rótulos mapeados e nosso objetivo é ter 100% da vitrine mapeada até os próximos meses. Comprar orientado pelo Digital Sommelier aumenta as chances de não errar na hora da compra e melhora muito a experiência do mundo do vinho”.

Segundo pesquisa da Ideal Consulting, empresa de auditoria de importação e inteligência de mercado, especializada no segmento de bebidas e alimentos, o consumo de vinhos na quarentena foi de 72% em comparação com o primeiro trimestre de 2020. Em resumo, o consumo per capita de vinhos alcançou 2,37 litros por brasileiro com idade acima de 18 anos por ano. Para os próximos dias, a Eniwine.com pretende expandir a quantidade de rótulos mapeados e disponibilizá-los para compra. “Nós temos uma exclusividade no mundo do vinho e no mundo inteiro”, finaliza Abrileri.

Fonte: Eniwine

Vinícola argentina La Celia apresenta seus vinhos

Com mais de 130 anos de tradição, produtora é a mais antiga do Vale do Uco em Mendoza, Argentina

Chega ao Brasil uma das marcas de vinho mais prestigiadas na América Latina, a La Celia. A vinícola, que é a mais antiga do Vale do Uco, em Mendoza, na Argentina, foi fundada em 1890 por Eugenio Bustos – o primeiro a plantar uva Malbec originária da França na região.

A produtora, que conta com a experiência da Enóloga Chefe Andrea Ferreyra, com mais de 20 anos de experiência no setor, já atende mercados importantes na Colômbia e em alguns países europeus, como a Irlanda. No Brasil, a La Celia chega com três linhas: Reserva, Pioneer, Elite e Heritage. A série não é nova, mas essa é a primeira vez que seus rótulos chegam com regularidade ao mercado brasileiro, trazidos pela Interfood, importadora de bebidas.

Dentre os rótulos selecionados está o premiado La Celia Heritage Malbec, elaborado com uvas aromáticas altamente expressivas. Antes de sua abertura, ele tem uma passagem por barris franceses por 12 meses e 8 meses na garrafa. Sua colheita é manual, feita em caixas, no ponto ótimo de maturação, com seleção de cachos em vinhedo e adega.

Já o La Celia Elite Malbec, de cor vermelha-rubi intensa, conta com aromas que evocam frutos silvestres e notas de grafite, cereja preta, mocha e especiarias. Por fim, o La Celia Pioneer Cabernet Franc apresenta um forte aroma amadeirado, unido a toques de tabaco, café e minerais, proporcionando uma sensação forte e vigorosa ao paladar, com final de boca longo e intenso.

A La Celia conta ainda em seu portfólio com mais 7 rótulos, ainda não disponíveis no mercado brasileiro. Entre eles, variedades como o Cabernet Sauvignon, Pinot Grigio, Malbec Cabernet Franc e Chardonnay.

Pioneirismo

As origens da La Celia se remontam a 1882 quando o seu fundador, Eugenio Bustos, se instala ao sul do rio Tunuyan para se dedicar a uma fazenda onde planta o primeiro Malbec originário da França. Em 1890 começa a construção da La Celia, a primeira adega do Vale do Uco, que tem este nome em homenagem a sua filha, Celia Bustos.

Anos depois, ela herda esta propriedade e com um forte espírito arrojado e visão de futuro, trabalha nas terras até transforma-las em vinhedos de qualidade mundial.

Enóloga Chefe

Andrea Ferreyra nasceu em Mendoza, Argentina, em 1972. Formou-se na Universidade de Juan Agustín Maza, onde fez também uma pós-graduação em Gestão da Qualidade de Vineyard.

Andrea tem 20 anos de experiência no setor, e já passou por diferentes vinícolas, como a Bodegas y Viñedos La Rural e a Bodega y Cavas de Weinert. Depois de sua vasta carreira na indústria do vinho, ingressou na La Celia em 2006. A sua dedicação, habilidade e o grande amor pelos vinhos, a fez ser nomeada, em 2012, Enóloga Chefe da marca pioneira do Vale do Uco.

Em cada dia de trabalho, Andrea busca a excelência, contribuindo com todo o seu conhecimento e sua paixão pelo mundo dos vinhos, para elaborar os melhores expoentes de linhas destacadas.

Vale do Uco

Com 400 hectares plantados, a La Celia está localizada no Vale do Uco, a 100 kms ao sul da cidade de Mendonza, na Argentina, entre os bairros de La Consulta, Eugenio Bustos e Altamira. É um terroir único, com grande prestígio mundial. Seus solos aluviais, com alta composição de carbonato de cálcio (que se assemelham aos solos da Borgonha, La Rioja e Barolo), estão entre os níveis 1.000 e 1.100 m de altitude, o que significa que as condições climáticas continentais de Mendonza, com baixa pluviosidade (150 a 200mm/ano, concentrado no verão), são adicionadas características únicas de alta variação térmica entre o dia e a noite (média de 17º).

Essas condições se traduzem em vinhos longos e verticais, minerais na boca e taninos elegantes com características calcárias. A diversidade de microclimas, as grandes amplitudes térmicas, e os diferentes solos e alturas, favorecem um ecossistema único para o crescimento de uvas Malbec da mais alta qualidade do Vale do Uco – região internacionalmente conhecida por sua produção de vinhos premium.

Conheça os rótulos

La Celia Heritage Malbec

Ficha técnica
Região: Vale do Uco, Mendonça (1100m de altitude)
Composição varietal: Malbec 100%
Álcool: 14,5%
Acidez: 5,65g/l em ácido tartárico
Açúcar residual: 2,80
pH: 3,65
Notas de degustação
Cor: vermelha arroxeada, com lágrimas densas.
Aroma: o vinho é a expressão máxima em elegância: frutos maduros na forma de geleia, notas balsâmicas, sutis aportes florais, típicos do Malbec La Celia. O envelhecimento em carvalho surge de forma clássica, com marcantes notas tostadas.
Paladar: Na boca, o vinho tem uma entrada doce, com estrutura firme e equilíbrio entre taninos, álcool e acidez. Tem um final persistente.
Recomenda-se decantação de 40 minutos antes da degustação. Sirva a 18ºC. Ideal para acompanhar costela de boi na brasa, legumes grelhados e marquise de chocolate e laranja.

La Celia Elite Malbec

Ficha técnica
Composição varietal: 88% Malbec, 8% Cabernet Franc e 4% Tannat
Região: Vale do Uco, Mendonça (1050 m de altitude)
Colheita: 2011
Álcool: 14,4%
Acidez: 5,5g/l como ácido tartárico
Açúcar residual: 4,50 g/l
Notas de degustação
Cor: vermelho profundo e intenso com tons de roxo.
Aromas: aromas complexos, onde a fruta madura se destaca na forma de geleia, complementada pelos atributos balsâmicos do Tannat e pelas notas picantes do Cabernet Franc. Tudo isto em perfeita harmonia com as notas contribuídas pelo envelhecimento em barris; baunilha e coco.
Paladar: começa com as notas doces do Malbec; muito boa estrutura e equilíbrio.
Servir a 18ºC. Ideal para acompanhar ojo de bife com batatas rústicas e mousse de chocolate. 100% do vinho envelhece em barris de carvalho francês para primeiro e segundo uso durante 12 meses.

La Celia Pioneer Cabernet Franc

Ficha Técnica
Região: Vale do Uco, Mendoza (média de 1000 m de altitude)
Composição varietal: 100% Cabernet Franc
Álcool: 14,1%
Acidez: 5,75g/l em ácido tartárico
Açúcar residual: 3,80
pH: 3,62
Notas de degustação
Cor: vermelho profundo intenso com reflexos rubi.
Aromas: complexo, onde se sobressai a parte frutada, com destaque para a fruta preta fresca: guias pretos e amoras; o picante e a entrada do grafite (mineral). Tudo isso em conjunto com a baunilha e a mocha, entregue pelo envelhecimento em barris.
Paladar: textura muito suave, de taninos doces, com final elegante na boca. Recomendamos decantar 40 minutos antes de servir a 18ºC. Ideal para acompanhar carré de porco e empanadas de cabra assadas no forno de barro.

Fonte: Interfood

Vinhos para harmonizar com os pratos típicos da Páscoa

Vinícola Góes preparou dicas de vinhos para combinar com pratos tradicionais desta época

Faltam poucos dias para a Páscoa e já é o momento de pensar nas receitas que podem ser preparadas em casa para as celebrações da Semana Santa.

Nesta data, o bacalhau aparece com frequência na mesa das famílias brasileiras, então, que tal combinar um bom vinho e deixar a Páscoa com sabores ainda mais apetitosos?

A sommelier Silvia Mascella Rosa, da Vinícola Góes de São Roque (SP), preparou dicas de harmonização de vinho com este peixe reconhecido pelo sabor marcante.

Vinho Tinto Simis Carménère Reserva 2018

O bacalhau ao forno, com pimentão, tomate, batata, azeite e, em algumas preparações, com azeitonas e couve, é uma das receitas mais tradicionais aqui no Brasil. Os sabores intensos dos legumes, do azeite e dos temperos pedem, como acompanhamento, um vinho tinto com boa acidez, como o Carménère Simis.

Vinho fino tinto seco, da uva Carménère, tem origem na Viña Santa Irene, região do Vale do Curicó, a 200 km ao sul de Santiago no Chile, local considerado um dos melhores terroirs para essa uva. Em 2018, a Vinícola Góes e a Viña Santa Irene se uniram para produzir este vinho de corpo médio, taninos macios e de fácil consumo.

Vinho Branco Tempos de Góes Trópicos Lorena Seco

Uma iguaria que faz sucesso não só na Páscoa, em bares e restaurantes ou em casa, é o bolinho de bacalhau. Servido como aperitivo ou no começo da refeição, seu acompanhamento é, também, um vinho indicado para os aperitivos e até para uma torta de bacalhau como prato principal (ou até mesmo uma torta vegetariana): o vinho branco Trópicos Lorena Tempos de Góes. A uva Lorena é produzida nos vinhedos próprios da Vinícola Góes em São Roque (SP). Leve, aromático, muito refrescante, é um vinho bastante versátil e com menor teor alcoólico.

Vinho Branco Tempos de Góes Sauvignon Blanc Reserva 2019

Pra fechar com chave de ouro, que tal preparar uma receita com lombo de porco para o domingo de Páscoa? Se esta for a sua escolha, principalmente se o prato for preparado ao forno com ervas, a combinação sugerida é o Sauvignon Blanc Tempos de Góes. Seus aromas que lembram ervas e ligeiro frutado, vão harmonizar perfeitamente com a carne de porco branca. Com bom frescor e acidez, o paladar encontrará um delicioso equilíbrio entre a carne e a intensidade do vinho. Uma dica preciosa para temperar a carne de porco é utilizar um vinho branco seco. Evite os vinhos suaves, pois eles vão interferir no sabor final da carne.

Nem é preciso sair de casa para procurar o vinho, pois todos os rótulos da Vinícola Góes são encontrados na loja virtual. Basta clicar aqui.

Vinho e sobremesa: saiba como harmonizar corretamente

Não é segredo para ninguém que o universo da confeitaria proporciona experiências únicas através da combinação infindável de ingredientes. Uma receita bem elaborada tem o poder de melhorar o dia de qualquer um – um pedaço de bolo acalenta corações tal qual um abraço apertado.

Mas é claro, toda experiência gastronômica pode, e deve, ficar mais completa e especial. Uma das formas de celebrar a complexidade da confeitaria é adicionar um toque de outro universo igualmente mágico e cheio de possibilidades: o do vinho. Engana-se, aliás, quem pensa que a harmonização de vinhos restringe-se tanto a receitas salgadas como a eventos altamente refinados. O vinho é, acima de tudo, amplo e democrático.

Nessa arte de harmonizar vinhos com comidas, a experiência adocicada no paladar pode ser verdadeiramente enriquecedora. Para comprovar essas possibilidades, Cake By Yu, Ateliê de Bolos e Doces na Vila Mariana, e o sommelier de vinhos e cervejas Elias Varella, dão dicas incríveis. Confira:

Quais são os vinhos que mais harmonizam com receitas adocicadas?

Existem combinações clássicas com os chamados “vinhos licorosos”, que também são conhecidos como “vinhos de sobremesa”. Dentre eles, destacamos o famoso húngaro Tokaji e o francês Sauternes. Também não poderia deixar de citar os famosos vinhos fortificados, como o icônico Vinho do Porto nas suas versões Tawny e Ruby, os Late Harvest, ou vinhos de colheita tardia, em que as uvas são maturadas por um longo período, concentrando grande quantidade de açúcar. Outra boa opção são os espumantes mais adocicados, como o italiano Asti, assim como Champagne ou Cava nas suas classificações mais doces (Sec, Demi-Sec e Doux).
Apesar de essas serem algumas das opções de vinhos doces que combinam com sobremesas, não se prenda somente a eles. Dependendo da sobremesa, alguns vinhos secos, como um Sauvignon Blanc da Nova Zelândia, um Chardonnay californiano com longo envelhecimento em barricas, um Riesling alemão ou até mesmo alguns vinhos tintos como o Pinot Noir, Cabernet Sauvignon e Zinfandel, podem criar harmonizações surpreendentes!

Na gastronomia brasileira, temos muitos doces com alto teor de açúcar entre os queridinhos, principalmente aqueles com cobertura de brigadeiro. Nesse caso, o vinho ajuda a quebrar esse excesso? Quais cepas equilibram o paladar?

Depende muito da sobremesa. Mas pensando na cobertura com brigadeiro, que é um chocolate doce, eu sugeriria um Vinho do Porto Ruby, por combinar pela semelhança, ou um espumante tinto do Piemonte chamado Brachetto d’Acqui, que possui perlage e acidez suficientes para equilibrar o dulçor da sobremesa.

Quais são os “no go’s” da harmonização entre vinhos e pratos adocicados?

Tudo depende do tipo da sobremesa. Temos que pensar na intensidade, na quantidade de açúcar e nas notas complementares, como a adição de frutas ou especiarias. A comida e a bebida têm que interagir de forma harmônica para que uma não se sobressaia em relação à outra. É uma questão de bom senso e de conhecer bem a sobremesa e o vinho que se deseja harmonizar. Para citar um exemplo: uma sobremesa delicada à base de frutas cítricas não combina com um vinho tinto encorpado e adstringente; assim como um bolo de chocolate amargo não harmoniza em nenhum aspecto com um vinho branco delicado.

Quais dicas você daria para um couvert levemente ‘açucarado’, com vinho, e equilibrado para abrir o paladar?

Pixabay

Uma boa escolha são os espumantes adocicados. Além de ser uma tradição iniciar uma refeição com um espumante, a perlage e a acidez ajudam a abrir o paladar. A melhor opção vai depender do couvert e do gosto do cliente, mas um espumante com Moscatel, um Cava ou Champagne costumam agradar bastante.

Por fim, após o isolamento social e pensando em um evento completo, com entrada, prato principal e sobremesa com vinhos, quais escolhas são certeiras do começo ao fim?

iStock

Temos que pensar numa escala de intensidades, que vá do mais leve para o mais encorpado. E claro: tudo vai depender do menu de comidas proposto. De modo geral, abrimos o evento com um espumante, já que a perlage e acidez ajudam abrir o paladar, como já mencionado. Para entradas leves, saladas ou carnes brancas, podemos harmonizar com vinhos brancos vibrantes. No prato principal, se pensarmos em carnes vermelhas e pratos intensos e estruturados, os tintos amadeirados e encorpados, como um Syrah ou um Cabernet Sauvignon, podem ser uma boa opção. Por fim, para as sobremesas, podemos aproveitar todas as dicas que foram passadas aqui, seja um vinho fortificado, de colheita tardia, licoroso ou até mesmo um belo espumante!

Fonte: Cake By Yu

Grand Cru apresenta promoção especial para a Páscoa

A partir do dia 24, ao comprar 3 rótulos dos vinhos selecionados para a promoção, a quarta garrafa sai de graça

A Grand Cru, umas das principais importadoras e distribuidoras de vinhos do país, celebra as tradições da Páscoa com uma ação para os amantes dos melhores vinhos. Na campanha especial para a data, que começa no próximo dia 24, ao escolher quatro rótulos, o cliente paga apenas 3 e recebe o quarto de graça. O desconto é aplicado no vinho de menor valor.

A ativação é válida nas mais de 90 lojas da marca espalhadas pelo Brasil e também no seu e-commerce, que conta com 1600 rótulos do mundo todo. Os clientes também poderão aproveitar a promoção no Grand Cru ao Vivo, o primeiro live commerce de vinhos do país em que um sommelier te ajuda na escolha do melhor rótulo para harmonizar com as receitas da Páscoa.

Confira abaixo quatro rótulos, todos de vinícolas portuguesas, indicados pelos nossos sommelier e que fazem parte da promoção. Ao todo são mais de 34 rótulos para escolher.

Churchills Estate Douro Tinto 2017 750ml (R$ 179,90) – um vinho jovem, com aromas frescos de amora, picante no paladar com uma acidez natural no final. Vai muito bem com receitas como rabada com agrião e ravióli de cordeiro.

Quinta Do Vesuvio Pombal Do Vesuvio 2017 750ml (R$ 317,90) – encorpado, mas ao mesmo tempo redondo com sabores de fruto maduro, apresenta frutas vermelhas e notas minerais com recorte de xisto bem definido. Uma ótima pedida para quem vai preparar um Bacalhau à brás para a data.

Vinha Do Mouro 2015 750ml (R$ 115,90) – vindo do Alentejo, apresenta aroma de frutas negras e toques vegetais com taninos mais rigorosos e persistentes. Harmoniza perfeitamente com tapas espanholas, espaguete caccio peppe e chouriço.

Niepoort Dry White 750ml (R$147,90) – vinho do Porto com paladar doce equilíbrio entre o fresco e frutado. Ideal com aperitivos ou sobremesas feitas com nozes e amêndoas.

Informações: Grand Cru