Arquivo da categoria: vinhos

Tinto Português e Espumante Francês são rótulos de degustação virtual beneficente

Com a experiência “Como Degustar Vinhos – Edição Vinhos do Bem”, Talk Wine vai destinar parte do valor das vendas a uma instituição de caridade

“Fazer o bem sem olhar a quem”. A máxima é o ponto de partida para a temporada de degustações virtuais de 2021 da Talk Wine, a primeira startup brasileira 100% dedicada ao tema. A experiência “Como Degustar Vinhos – Edição Vinhos do Bem” aliará bons vinhos e solidariedade, pois será um evento beneficente, em que parte da receita será destinada à APAE de Maringá/PR.

Além de ajudar ao próximo, quem adquirir o kit de vinhos poderá provar dois clássicos antagônicos: o robusto tinto português Marques de Borba e o delicado espumante francês Veuve du Vernay Brut Rosé, edição limitada. Os rótulos serão recebidos em casa e degustados ao vivo, na companhia do especialista, Marcelo Copello, no dia 27 de fevereiro.

“Decidimos por um evento beneficente pois entendemos nossa responsabilidade social. Em um ano que se inicia com grandes desafios para todos, nada melhor do que começar com um ato de amor ao próximo”, destaca André Barros, um dos sócios-fundadores da Talk Wine, que ressalta a importância de reverter algo também para a cidade. “Escolhemos uma entidade de Maringá, pois é onde está nossa sede e é o município em que vivemos. Por esta razão, temos laços fortíssimos com este lugar”.

Além dos dois vinhos, o kit conta com um completo material de apoio, contendo informações sobre a experiência e dicas para a degustação. Contém ainda uma receita de chef para preparar em casa e harmonizar com as bebidas. A experiência já está à venda no site a R$ 299,00.

Degustação Virtual – Para participar de uma degustação virtual não precisa ser nenhum expert em tecnologia, nem tampouco em vinhos. A experiência é completa e segura. Após a compra online do kit, os rótulos são recebidos em casa.

No dia e hora marcados, o entusiasta do vinho tem o link de acesso à live. Durante a transmissão, conta com orientações e aprende como analisar e apreciar as bebidas. Tudo é conduzido de forma didática e divertida pelo curador da Talk Wine, Marcelo Copello, um dos mais renomados degustadores do país, jurado em diversos concursos ao redor do mundo e presidente do júri da Grande Prova Vinhos do Brasil.

“O evento é completo. Há entretenimento e conhecimento, incluindo dicas de harmonização”, comenta mais um dos sócios-fundadores da Talk Wine, José Roberto Mattos. “A vantagem da degustação virtual é promover a companhia online de especialistas que podem estar em qualquer lugar do mundo. E isso, com certeza, torna a vivência muito mais interessante do que a simples compra em um e-commerce de bebidas”.

Não somente online, mas também offline, é possível ter a companhia de amigos ou familiares durante o evento. A dica é compartilhar o kit adquirido e aproveitar a experiência ao máximo, pois o box enviado serve até quatro pessoas. “Uma pequena reunião em casa, cozinhando a receita sugerida, é a harmonização perfeita para a degustação virtual”, indica Mattos.

Vale lembrar que a live tem data e horário predeterminados, mas, depois de realizada, pode ser vista quando quiser, pois fica gravada e o acesso à quem comprou o kit é liberado a qualquer momento.

Informações: Talk Wine

Especialista dá dicas de vinhos para Ceia de Fim de Ano

Combinação da bebida com diferentes pratos exige atenção. Se bem selecionados, os vinhos podem fazer com que receitas tradicionais de Natal e Ano Novo fiquem ainda mais saborosas

A harmonização está em alta e, entre bebida e comida, sempre foi um assunto importante, principalmente em ocasiões especiais. E com a proximidade das comemorações de fim de ano, Natal e Ano Novo, o banquete deve ser regado a vinho. Desta forma, os pratos tradicionais servidos nas célebres ceias desta época podem ganhar um novo paladar se acompanhados por rótulos bem escolhidos para essa experiência. 

Como harmonizar?

Freepik

As dicas para harmonização são do especialista em vinhos, Marcelo Copello, que observa cada ingrediente das receitas tradicionais para sugerir as combinações. “A harmonização pode ser uma experiência incrível quando bem executada e um desastre, caso alguns elementos não sejam observados”.

Neste caso, Copello, que também é curador da Talk Wine (primeira startup dedicada à degustação virtual de vinhos), faz algumas recomendações, porém com ressalvas. “Carne bovina quase sempre combina com vinho tinto. As aves vão bem com branco, mas dependendo dos ingredientes do molho, a harmonização pode levar para o tinto. O mesmo vale para peixes, que combinam com vinho branco, mas podem ser servidos com tintos, como é o caso do salmão, atum e bacalhau. Em todos esses casos deve-se observar a composição das receitas e itens mais fortes como azeitona, tomate etc”, explica. 

Itens a observar na harmonização

Existem regras básicas que são muito úteis para a harmonização. Porém, elas sozinhas não são o suficiente. É preciso analisar cada item, dissecar as receitas. De modo geral as harmonizações seguem alguns conceitos como contraste ou semelhança.

No contraste, há elementos que se contrapõem, como acidez e gordura. Na semelhança podem ser observadas características similares, o que é ideal para sobremesas, onde há dulçor e corpo em complemento.

Indicação de Vinhos

Para o chester de Natal com molho de laranja, a indicação é um Chardonnay barricado do novo mundo, um vinho branco, com características cítricas, que acompanha o molho de laranja.

A bacalhoada portuguesa pede um clássico português: Marques de Borba Vinhas Velhas. O tinto, equilibrado e com taninos arredondados, vai bem com pratos intensos. 

O Peru de Natal com marinado de ervas vai bem com o Terre Natuzzi Chianti DOCG Reserva, tinto com paladar macio e frutado.

Se sua opção for um lombo defumado com bacon, vale investir no italiano Costa Arènte Ripasso della Valpolicella DOC. 

Para o agridoce Tender Califórnia (com abacaxi), Copello recomenda um Riesling alemão, vinho branco, elegante, pouco alcoólico e aromático.

Um salmão assado com alcaparras combina com o Cool Coast Sauvignon Blanc, vinho branco chileno com acidez firme e equilibrada, que apresenta forte presença mineral e final longo.

A clássica receita de carne assada, lagarto ao molho madeira, pede um tinto intenso como chileno Quinta Generación Tinto.

Para os veganos, um antepasto de berinjela, que harmoniza com o português Duorum Colheita Douro DOC, tinto que tem taninos firmes e aromas intensos, trazendo potência à refeição. 

Na hora de degustar um panetone, a dica é um espumante Moscatel brasileiro

E o tradicional pavê vai bem com um encorpado Vinho do Porto tipo LBV

Todos esses rótulos indicados por Copello podem conferir uma combinação perfeita para as receitas mais tradicionais das festas de fim de ano. E a boa notícia é que alguns dos vinhos estão disponíveis para compra no site, que além de degustações virtuais, comercializa os produtos de forma individual.

Maison GH Mumm lança novidades para o verão e grandes comemorações

Packs comemorativos com GH Mumm Grand Cordon e o novo GH Mumm Olympe Gold, o grande lançamento da Maison para o verão, já estão disponíveis

Vanguarda, estilo, qualidade, ousadia, tradição. Tomaria muitas linhas enumerar tantos atributos do champagne líder em mercado na França. Estamos falando de GH Mumm, marca mais que lembrada e icônica, e aliada à grandes eventos esportivos, celebrações, e presente nas boas mesas da gastronomia mundial.

Sempre surpreendendo, e se superando, a Maison acaba de anunciar seu mais novo lançamento: o champagne GH Mumm Olympe Gold, que promete ser um ícone neste verão, podendo ser degustado com gelo. O nome e design da garrafa prestam homenagem ao atleta Usain Bolt e suas medalhas olímpicas.

Não poderia faltar a icônica fita vermelha no vidro, produzida em colaboração com o designer Ross Lovegrove. Cria-se aqui, portanto, um novo terreno, para revelar a essência da Pinot Noir e seus atributos de elegância, presença marcante nos blends clássicos da Maison, figurando ao lado da Chardonnay e Meunier, para dar o toque floral e frutado únicos.

Destaque para a cor amarelo-dourado intenso, com perlage vivo e reflexos âmbar. No nariz, aromas frutados de pêssego, compota de pera, geleia de frutas e tentadoras notas de mel, pão de gengibre, patisserie, brioche e frutas secas. Na adega, está pronto para beber, ao ser comprado, mas tem poder de guarda por mais alguns anos, permitindo revelar mais intensidade de frutas secas.

GH Mumm Olympe Gold é par perfeito para sobremesas e harmoniza bem com sabores agridoces da cozinha tailandesa ou indiana. Também orna bem com queijos fortes como Roquefort, e outras variedades azuis, Munster, nozes, tâmaras e figos secos, tarte tatin ou bolo com ganache de chocolate. Preço sugerido: R$ 439,30.

Outro belo presente para causar o efeito “wow” ou para figurar nas festas de fim de ano é o pack de GH Mumm Grand Cordon – a mítica garrafa criada com a faixa vermelha prestando homenagem à Legion D’Honneur – com duas taças, ao preço de R$ 387,90.

O champagne se destaca por frutas maduras intensas, baunilha e caramelo, mas com frescor e personalidade. Sua composição inclui 45% de Pinot Noir (para ganhar força e estrutura) 25 % de Meunier (para conferir leveza e sabor frutado) e 30% de Chardonnay (para garantir mineralidade e elegância). É envelhecido por 20 meses, repousando na adega da Maison.

Champagne Real

Paixão por excelência, inovação e o caráter disruptivo da Maison – (foi a primeira a entregar seu champagne com drones em 2016, e criou uma versão para ser tomada no espaço – sim, no espaço!!) – remontam à data de sua criação em 1827, atributos vivos e perenes, mantidos pelo atual Master Cellar, Laurent Fresnet.

Como não ter, portanto, este lendário champagne nas festas e comemorações de fim de ano? Aliás, lembrando que acabou de estrear no streaming a quarta temporada da aclamada série The Crown, vale destacar que este lendário champagne leva o prestigiado selo By Appointment of Her Majesty The Queen, e portanto, mergulhar nas intrigas palacianas com uma bela taça de GH Mumm vem a calhar.

As bebidas são encontradas no site Drinks And Clubs.

Espumantes Saint Tropez: um convite da Vinícola Góes para brindar a vida

A linha de espumantes Saint Tropez é elaborada com uvas viníferas: Moscato, Chardonnay e Cabernet Franc cultivadas 100% em solo brasileiro com aroma, cor e paladar surpreendentes

Nas festas de fim de ano em 2020, a tradicional troca de presentes e comilança podem passar por adaptações, mas um bom espumante para comemorar a vida e torcer por dias melhores não pode faltar.

Os apreciadores de espumantes podem contar com a excelência e experiência de mais de 80 anos da Vinícola Góes para compor sua Ceia de Natal e Réveillon, com bebidas leves, de notas frescas e elegantes. Conheça os detalhes das variadas opções Saint Tropez:

Espumante Moscatel Rosé Saint Tropez

Elaborado com uvas da variedade Moscato Hamburgo e Moscato Italiano, cultivadas na região da Serra Gaúcha, fermentado em tanques de aço inoxidável hermético (Processo Asti) à baixa temperatura, com leveduras selecionadas específicas para que o produto preserve os aromas primários das variedades. O espumante tem graduação alcoólica de 7,5%vol, ideal para ser servido de 6ºC a 8ºC.

Apresentado na lindíssima coloração rosé, com leves tons de cereja, o Moscatel Rosé Saint-Tropez tem aspecto límpido e brilhante, com bolhas finas e persistentes. Com aroma intenso, porém fresco, notas florais e frutadas, que lembram mel e frutas, este espumante pode ser um agradável presente pra quem prefere no paladar uma sensação leve e doce. Pode ser harmonizado com sobremesas como: fondue de chocolate, tiramisu e torta de maçã.

Espumante Moscatel Saint Tropez

Elaborado com uvas da variedade Moscato, cultivadas na região da Serra Gaúcha, fermentado em tanques de aço inoxidável hermético (Processo Asti). Deve ser servido a de 6ºC a 8ºC e tem graduação alcoólica de 7,5%vol. Ótima opção de harmonização com carne suína com geleia, doces e sobremesas.

Moscatel de aspecto límpido e brilhante, bolhas finas e persistentes, tem a tonalidade amarelo-esverdeado clara. Com notas florais e frutas tropicais, pêssego e maçã verde, este espumante de aroma intenso, porém fresco, pode agradar quem gosta de paladar equilibrado, com boa acidez, leve e doce.

Espumante Brut Rosé Saint Tropez

Elaborado a partir das variedades Chardonnay, cultivada em Divinolândia (SP), e Cabernet Franc, cultivada em São Roque (SP). Este espumante deve ser servido de 6ºC a 8ºC e tem graduação alcoólica de 12%. Harmonize com canapés, saladas de folhas e queijos, culinária japonesa, peixes grelhados e risotos leves.

Com delicada coloração Rosé, este límpido e brilhante espumante vai agradar quem prefere um paladar equilibrado com boa acidez, fresco e cremoso. No aroma, predominância de frutas vermelhas e frutas cítricas.

Espumante Brut Saint Tropez

Variedade Chardonnay cultivada em Divinolândia, SP. Elaborado através do método Charmat. Com graduação alcoólica de 12%vol, sugere ser servido de 6ºC a 8ºC.  Acompanha bem canapés, queijos suaves, peixes, frutos do mar e carnes grelhadas.

Neste Brut, destaca-se a tonalidade palha com reflexos esverdeados, com bolhas finas e persistentes. Com aroma intenso, porém fresco, notas de flores, frutas cítricas, maçã verde e pão torrado indicado para aqueles apreciadores de espumantes que gostam de paladar equilibrado com boa acidez, frescor e cremosidade.

A linha completa Saint Tropez, nome inspirado na badalada praia francesa, pode ser encontrada no site em versões de kit festa, com quatro produtos, em combinações ou garrafas individuais. Uma boa pedida para presentear quem aprecia a vida com a sofisticação do espumante.

Fim de ano: Edega tem vinhos para presentear, harmonizar e celebrar

E-commerce do PNR Group preparou uma seleção especial de vinhos para tornar as festas deste fim de 2020 e início de 2021 ainda mais alegres e acolhedoras

As festas de final do ano estão chegando e o vinho é sempre o principal protagonista destas celebrações, tanto para presentear como para estar à mesa no Natal e Réveillon. A Edega, e-commerce da importadora PNR Group, do empresário francês Philippe de Nicolay Rothschild, tem algumas sugestões que são certeiras para essas ocasiões. Acompanhe:

Vinhos para presentear, harmonizar e celebrar

Champagne Barons de Rothschild Brut 2010, com Estojo Luxo (R$ 895,00)

Champagne Barons de Rothschild Rosé Magnum, com caixa de presente (R$ 1.470,00)

Champagne Barons de Rothschild Blanc de Blancs 2006 (R$ 1.990,00)

Vinho tinto francês Epsilon, Hermitage 2009, com estojo exclusivo (R$ 2.094,00)

Vinho tinto espanhol Centum Vitis 2010 – Delux Box (R$ 1.515,00)


Vinho tinto italiano Pietranera Brunello di Montalcino Riserva 1999 magnum (R$ 1.999,00)


Caixa de colecionador Le Dix de Los Vascos, com seis safras distintas (1996-2014) e avental de couro (R$ 8.435,00)

Itens que são um presente

Vinho rosé francês Lampe de Méduse 2018 (R$ 295,00)


Vinho rosé francês Château Sainte Roseline Cuvée La Chapelle de Sainte Roseline (R$ 597,00)


Decanter de cristal Barons de Rothschild (R$ 995,00)

Harmonizações de fim de ano

O diretor de produtos da Edega, o especialista Cédric Grelin, dá algumas dicas de vinhos que vão potencializar a experiência à mesa:

“Para os amantes da tradição, o espumante não pode faltar: é uma bebida bastante versátil, leve, traz sensação de frescor e dispõe de uma acidez ilustre, sendo figurinha carimbada nas grandes festas. Aproveite para conhecer os excelentes Champagnes Barons de Rothschild ou o Cava Reserva Secret.

O vinho branco também é outro clássico importantíssimo. Nos lares amantes das festas de final de ano onde os frutos do mar, os peixes ou as aves sempre marcam presença, os vinhos brancos são ideais neste festival de paladares. Nossa dica é optar por um Chablis do Daniel-Etienne Defaix que tem a mineralidade e o corpo perfeitos para esses pratos.

Por fim, aqueles que são apaixonados por uma boa carne vermelha ou pratos mais encorpados, os vinhos tintos entram como um triunfo. Os mais leves como um Chinon Les Blancs Manteaux ou um Las Veletas País para as carnes magras, e os mais encorpados como um Pauillac Moulin de Duhart ou um Ribeira del Duero de Callejo para harmonizar perfeitamente com os pratos de sabor mais marcado”.

Edega: loja online de vinhos
Atendimento: de segunda a sexta, das 9h às 18h
Contato: 0800-7720158/ (11)3074-6868/ Whatsapp (11) 99919-0404
Email: contato@edega.com.br
Instagram: @edega_vinhos
*Frete grátis para compras a partir de R$ 300,00 para todo o Brasil

21 espumantes para receber 2021

Carregando as marcas Miolo, Terranova, Seival e Almadén, espumantes com diferentes terroirs atendem aos mais diversos estilos com preços que partem de R$ 20

2020 passou. Era para ter sido bem diferente, mas vem aí 2021 carregado de boas energias e com muita expectativa. Para celebrar a vida, a Miolo Wine Group, que há 25 anos elabora grandes espumantes, ampliou seu portfólio desta categoria passando a oferecer 21 rótulos. Frisantes, moscatéis, brut (charmat e método tradicional), além de Nature e Sur Lie. Tem espumantes para todos os estilos, momentos e bolsos.

A relação da vinícola com a elaboração de espumantes começou com o Miolo Cuvée há 25 anos. Para comemorar a data, a empresa não apenas lançou o Nature como também aproveitou para modernizar a linha, toda ela agora com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos, certificando a origem e a qualidade do produto sem pagar mais por isso. “O Miolo Cuvée tem um significado muito especial para a história da vinícola. Foi com ele que entramos nesse segmento. E conquistar a Dow para toda a linha nos enche de orgulho. A renovação também posiciona o produto em seu lugar de direito, com o merecido destaque”, salienta o enólogo Adriano Miolo, diretor superintendente da vinícola. Nessa trajetória, o Miolo Cuvée arrematou 47 prêmios em concursos internacionais.

Entre as novidades, destaque também para o ultra premium Miolo Millésime Brut 2017, cobiçado entre os amantes da bebida. Mas o líder de vendas, ‘queridinho’ do verão brasileiro é o Terranova Tropical Moscatel, que está totalmente remodelado, exibindo toda brasilidade que a estação mais quente do ano exige. Outro lançamento do ano é o Almadén Moscatel Rosé, elaborado pelo método Asti com uvas cultivadas no Vale do São Francisco. Ideal para sobremesa ou aperitivo, é um espumante leve e descontraído, com baixa graduação alcoólica, atraente na cor, nos aromas e na refrescância.

São 21 rótulos que vão de escolhas descontraídas até as mais sofisticadas. Tem espumante para todos os gostos. A diversidade está nos estilos e no preço, com opções que vão de R$ 20, como é o caso do Almadén Brut (Branco e Rosé) e Demi Sec, até chegar ao Íride Miolo Sur Lie Nature 10 Anos, a R$ 350. Tem espumante tropical, espumante que conquistou até a França e espumante com Denominação de Origem Vale dos Vinhedos.

Os rótulos das marcas Terranova, Seival e Almadén, por exemplo, colocam na taça toda pluralidade que o Brasil esbanja com um excelente custo-benefício. Elaborados com uvas cultivadas no Vale do São Francisco, na Campanha Meridional e Campanha Central do Rio Grande do Sul, estes espumantes são ideais para celebrar. Fáceis de beber, carregam expressões dos três terroirs em assemblages com uvas como Chardonnay, Pinot Noir, Chenin Blanc, Sauvignon Blanc, Verdejo, Moscato, Grenache, Pinot Gris, Shiraz e Semillon.

Coleção de espumantes da Miolo Wine Group
Íride Miolo Sur Lie Nature 10 Anos

Miolo Millésime Brut

Miolo Millésime Brut Rosé
Miolo Millésime Brut 6l


Miolo Cuvée Nature
Miolo Cuvée Brut
Miolo Cuvée Brut Rosé
Miolo Cuvée Demi-Sec
Magnun Miolo Cuvée Brut 1,5l
Magnun Miolo Cuvée Brut Rosé 1,5l
Terranova Brut
Terranova Brut Rosé
Terranova Demi-Sec


Terranova Tropical Moscatel
Terranova Baby (Brut e Moscatel)
Almadén Brut
Almadén Brut Rosé
Almadén Demi-Sec

Almadén Moscatel Rosé
Seival by Miolo Brut
Seival by Miolo Brut Rosé

Informações: Miolo

Dicas de vinhos surpreendentes para presentear no Natal

MMV traz rótulos da argentina Bodegas Krontiras, que alia agricultura orgânica com o biodinamismo: forma de cultivo que garante produtos com boas energias.

Sempre que o fim de ano se aproxima, é hora de começar a pensar nos presentes. E para quem pensou em um bom vinho para este Natal, uma ótima opção é inovar, com rótulos inusitados que tragam boas energias para o presenteado.

Pensando nisso, a importadora de vinhos MMV, de Curitiba, traz para o Brasil uma série de rótulos da Bodegas Krontiras, peculiares por seguirem uma filosofia especial em seu cultivo e produção.

A Bodegas Krontiras, localizada em Mendoza, na Argentina, se baseia no biodinamismo: um tipo de agricultura que alia os conceitos da agricultura orgânica com aspectos esotéricos, buscando, de uma forma sustentável, produtos livres de energia negativa.

Assim, desde a plantação das uvas até a preparação do vinho, é seguido um calendário astrológico, que respeita as fases da lua e o posicionamento dos astros. A interação com animais é constante, tendo eles livre acesso aos vinhedos. Outro aspecto peculiar é que a vinícola foi projetada em forma esférica, para que não haja “cantos” acumuladores de más energias.

As práticas garantem um vinho extremamente natural, livre de produtos químicos artificiais e com uma qualidade gigantesca. E todo o processo é “regido” pela famosa enóloga argentina Maricruz Antolin, que garante os processos biodinâmicos e exibe sua personalidade marcante em cada um dos vinhos produzido na Bodegas Krontiras.

Novos rótulos Krontiras na MMV

Jonas Martins, gerente comercial e sommelier da MMV, foi o responsável pela seleção de cinco rótulos da Bodegas Krontiras à integrar o portfólio da importadora curitibana.

O Krontiras Cosmic Amber é um vinho laranja produzido com a uva Chardonnay. Este processo envolve as cascas da uva, fazendo com que o produto seja encorpado, marcante e apresente a cor alaranjada. Ele ainda contém aromas de mel, marmelada, goiabada e nozes, sendo muito complexo ao nariz e agradável ao paladar.

Krontiras Cosmic Amber

Já o Krontiras Malbec Natural é produzido a partir de vinhedos centenários (sim, vinhedos com mais de 100 anos de idade) de Lujan de Cuyo. Além de trazer todo o peso dos Malbecs argentinos, apresenta algumas peculiaridades, como a colheita da uva que é feita à mão e o processo de fermentação em aço inox, com leveduras nativas e sem adição de sulfitos. O Krontiras Malbec Natural é um vinho indomado, com aromas de frutas escuras selvagens e um frescor em boca único, de corpo médio e agradável.

Krontiras Malbec Natural

Da coleção “Family Selection”, a MMV traz três rótulos muito especiais. O Krontiras Aglianico é produzido com uvas do mesmo nome que, têm a sua origem na Campânia, sul da Itália e que raramente são encontradas fora da região. É pesado em boca, com taninos presentes e grande persistência. Segundo Jonas Martins, é o vinho mais “poderoso” da MMV.

O Krontira Petit Verdot, envelhecido em barris de carvalho francês de 1 e 2 usos, é um vinho de intensa cor violeta, muito por conta dessa uva de cor escura (inclusive a polpa da Petit Verdot é roxa). No nariz apresenta aromas de cereja madura com um fundo de azeitonas pretas e notas de baunilha e chocolate, aportados pelo barril novo. Tem alta acidez em boca e taninos macios, extremamente agradáveis.

O último rótulo da “Family Selection” é o Tempranillo, clássico, ao estilo de Rioja. Com uma pegada cítrica, aromas de morango, cereja, framboesa e cranberry, possui acidez alta e taninos médios, com alto potencial de guarda.

“O brasileiro tem consumido cada vez mais vinhos e trazer rótulos tão especiais é um incentivo para uma maior imersão nesse mundo tão fascinante”, ressalta Jonas Martins.

Informações/venda: MMV

Novo Chile oferece curso sobre vinhos e vinícolas de vanguarda do país

A Importadora Vinhos Novo Chile lançou, em 30 de novembro, a Wine Academy — uma plataforma de cursos online sobre a nova cena da vitivinicultura chilena. O projeto será inaugurado com a qualificação Master Level 1 – Vinhos do Novo Chile, uma formação introdutória sobre a produção enológica do país, seu sistema de denominação de origem, novidades e vinícolas mais destacadas. 

“É um curso indicado para consumidores entusiastas, com ou sem conhecimento prévio de vinhos, que desejam desvendar o que de mais diferenciado tem sido elaborado no país”,  explica David Giacomini, curador da importadora.

Diego Arrebola — eleito três vezes o Melhor Sommelier do Brasil pela Association de la Sommellerie Internationale

O curso será ministrado por Diego Arrebola. As inscrições para a primeira etapa custam R$ 190, mas estão com 50% de desconto neste período de lançamento, por R$ 95,00. O cadastro pode ser feito diretamente pelo site. 

Benefícios da Wine Academy

Master Class Wine Academy

Após completar o curso e acertar pelo menos 70% do quiz final, com 10 perguntas, o participante receberá um certificado assinado pelos representantes de cada vinícola do projeto Vinhos Novo Chile. O aluno ganhará, ainda, adesão imediata ao clube de amigos Vinhos do Novo Chile, com diversos benefícios. 

Entre eles estão o acesso a degustações exclusivas; compra antecipada de lançamentos de novos vinhos e safras no Brasil, atendimento personalizado na compra desses rótulos e reservas com valores diferenciados para visitação às vinícolas. “Todo sócio do clube poderá ser recebido pelo enólogo no dia da visita, uma benesse sujeita apenas à disponibilidade do profissional”, adiciona David Giacomini.

Cabernet Sauvignon ícone de Puente Alto alcança 100 pontos no James Suckling

Safra 2018 expressa a emoção única dos grandes vinhos, graças a uma colheita sem precedentes e a condições meteorológicas ideais. Em breve, estará disponível em todo país, para alegria dos fãs desse emblemático vinho

Uma das mais grandiosas da história de Don Melchor, com condições de vindima praticamente ideais, a safra 2018 conquistou a mais perfeita pontuação que um vinho pode receber: 100 pontos conferidos pelo crítico norte-americano James Suckling, um marco para o setor vitivinícola chileno. Com a obtenção deste marco histórico, Don Melchor consolida sua posição como um dos grandes Cabernet Sauvignon de alta gama no mundo.

Enrique Tirado

“Sem dúvida, a qualidade excepcional do Don Melchor não seria possível sem o terroir de Puente Alto, seu vinhedo, solo e clima, que nos permitem produzir um vinho único em cada safra”, explica Enrique Tirado, enólogo e diretor técnico da Viña Don Melchor.

A expressão da fruta e a qualidade das texturas obtidas no vinhedo, com presença marcada de frutas vermelhas – expressão clara de um Cabernet Sauvignon de Puente Alto, aliás- , taninos suaves e elegantes, resultam em um vinho de grande elegância e densidade, com diferentes camadas de aromas e sabores, além de um nariz prolongado e persistente.

“Isto é alucinante. A vitalidade e a energia neste vinho são deslumbrantes. A complexidade dos aromas é impressionante, com flores, cassis, framboesa e pêssego. Corpo amplo, ainda que muito refinado e polido, com uma beleza e textura impecável. A permanência é maravilhosa. Este é um testemunho do equilíbrio, da harmonia e da transparência em um grande tinto”, afirma James Suckling.

Esta pontuação máxima posiciona o terroir de Puente Alto entre os melhores do mundo, um lugar com condições únicas, capaz de mostrar ao mundo o potencial que o Chile tem para produzir grandes vinhos, e a origem que vem impulsionando há mais de 30 anos a viticultura e enologia de alta qualidade no país. O trabalho rigoroso por trás da elaboração do Don Melchor se infunde na obsessão da equipe enológica e agrícola por compreender cada detalhe do vinhedo, estudando minuciosamente seus solos, entendendo a expressão do terroir e respeitando a essência do vinhedo em cada processo do vinho.

“A perseverança na busca pela melhor expressão e qualidade nos permitiu obter na safra 2018 o que chamamos de safra perfeita. Os vinhos são muito expressivos, com a maturação exata, resgatando toda a expressão da fruta do Cabernet Sauvignon e do Cabernet Franc”, afirma o enólogo.

A safra 2018

A safra 2018 é uma das grandes safras na história do vinho Don Melchor, na qual a vindima transcorreu em condições praticamente ideais. A primeira parte da temporada se desenvolveu com boa quantidade e concentração de precipitação, acumulando 338,2 mm entre os meses de maio e outubro de 2017. O período posterior foi mais seco, atingindo um total acumulado de 343,8 mm no final da vindima, em abril de 2018. Isto permitiu aos solos manter uma reserva hídrica muito boa, favorecendo o bom crescimento dos brotos.

Na primavera, a partir do mês de novembro, a temperatura subiu significativamente, permitindo no final de janeiro e princípio de fevereiro, que os cachos se desenvolvessem rapidamente e de maneira mais concentrada, antecipando uma boa homogeneidade no seu amadurecimento. Posteriormente, na segunda metade do período de amadurecimento, as baixas temperaturas noturnas em março e abril ajudaram a atingir um ótimo amadurecimento na época da colheita, conservando toda a expressão de fruta e uma excelente maturação dos taninos.

A colheita decorreu principalmente no mês de abril, terminando na primeira semana de maio, com praticamente ausência de precipitação, temperaturas quentes durante o dia, mas noites bastante frias, condições ideais para a colheita e que permitiram acompanhar muito de perto cada lote do vinhedo e colher a uva em seu momento exato. Don Melchor 2018 possui o caráter único dos grandes vinhos e das grandes safras. É composto por 91% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc, 3% Merlot, 1% Petit Verdot e passou 15 meses em barris de carvalho francês, sendo 67% de primeiro uso e 33% de segundo uso.

Don Melchor 2018 é um vinho que ressalta a expressão da fruta e a qualidade das texturas obtidas no vinhedo de Don Melchor – apresenta este caráter único de vinhos e safras grandiosas. É composto por 91% Cabernet Sauvignon, 5% Cabernet Franc, 3% Merlot, 1% Petit Verdot e envelheceu durante 15 meses em barris de carvalho francês, dos quais 67% eram de

O Terroir

O Vale do Maipo constitui a região vitivinícola de maior prestígio do Chile e é neste lugar onde, precisamente, está localizado o vinhedo Don Melchor. Localizado aos pés da Cordilheira dos Andes, na ribeira norte do Rio Maipo – a 650 metros acima do nível do mar – o vinhedo Don Melchor desempenhou um importante papel na história moderna do vinho chileno. Situado em uma das zonas mais frias dentro do Vale do Alto Maipo, marcada por um clima mediterrâneo semiárido, com uma temperatura média anual de 14,4 °C e uma pluviometria média de 350 mm., o vinhedo está plantado com variedades francesas pré-filoxera que foram importadas da França em meados do século XIX.

Uma das qualidades mais importantes do vinhedo corresponde às características de seu solo: pobre em nutrientes e de uma constituição diversa, está composto por argila, limo, areia, cascalho e pedras arredondadas produto da erosão milenar causada pelas geleiras que avançaram desde as montanhas em direção ao vale, arrastando material que logo deu origem aos terraços. Estes solos garantem uma boa drenagem e uma baixa fertilidade, o que ocasiona uma restrição no crescimento vegetativo das plantas, favorecendo a concentração e o amadurecimento natural dos cachos.

A majestosa Cordilheira dos Andes constitui outro elemento crucial neste extraordinário terroir. Devido à influência fria, que se manifesta na forma de brisas frescas e de uma grande amplitude térmica entre o dia e a noite durante o período de amadurecimento, a maturação ocorre de forma lenta e homogênea junto com a conservação de uma acidez precisa, fruta vermelha fresca e uma maior concentração de cor, aromas e sabores nos cachos.

O vinhedo está formado por 127 hectares, dos quais 90 % correspondem a Cabernet Sauvignon, 7,1 % a Cabernet Franc, 1,9 % a Merlot e 1 % a Petit Verdot.

O Vinho

A cada ano, o enólogo Enrique Tirado percorre o vinhedo, provando fileira por fileira e checando a maturação dos cachos para definir o momento exato no qual a uva deve ser colhida. A vindima de Don Melchor é determinada após a degustação e a realização de análises específicas na uva. As frutas são colhidas manualmente, entre meados de abril e princípio de maio e apenas aquelas bagas de uva maduras, intactas e saudáveis são selecionadas para a fermentação em tanques de aço inoxidável.

Cada seção homogênea é vinificada separadamente, com especial cuidado com a temperatura e as remontagens de cada tanque. A cor e os taninos são extraídos do bagaço e das sementes da uva através de uma delicada maceração. Após a fermentação, o bagaço juntamente com as sementes é prensado para preservar a máxima qualidade dos taninos da uva. Uma nova safra de Don Melchor nasce quando é definida a proporção dos distintos Cabernet Sauvignon, provenientes dos diversos lotes do vinhedo, que formarão o blend final, podendo chegar a representar 60 a 70% do vinho total.

Alguns anos, pequenas porcentagens de Cabernet Franc, Merlot e Petit Verdot são adicionadas para entregar complexidade e elegância ao blend final. Assim, todos os anos no povoado de Lamarque, Bordeaux, na França, o enólogo Enrique Tirado se reúne com Eric Boissenot – filho do renomado consultor bordalês Jacques Boissenot – para degustar em torno de 150 lotes do vinhedo, selecionando apenas aqueles que, na proporção exata, definirão uma nova safra de Don Melchor.

Uma vez definida a mescla, a nova safra de Don Melchor é transferida para barris de carvalho francês dos bosques de Allier, Tronçais e Nevers. Cerca de dois terços dos barris são novos e o terço restante já foi usado anteriormente. Após um período de 14 a 15 meses, o vinho é engarrafado e continua seu envelhecimento por mais um ano, desenvolvendo assim a complexidade e a elegância próprias de Don Melchor.

Wine To You participa de Black Friday e cria Rosé Friday

Importadora cria kits especiais e promove edição inédita da temporada de compras com foco no primeiro vinho rosé do mundo feito para ser bebido com gelo

Originária dos Estados Unidos, a Black Friday tem se tornado, a cada ano que passa, a data preferida para os brasileiros que querem comprar produtos com descontos imperdíveis. Em 2020 será realizada no dia 27 de novembro, última sexta-feira do mês, e a Wine To You (W2U) criou kits especiais de seus vinhos e ainda lança a Rosé Friday que vai oferecer descontos nos produtos da família Rosé Piscine, primeiro vinho criado para ser apreciado com gelo.

A importadora de vinhos busca tornar a bebida mais próxima de todos os tipos de públicos por meio de valores competitivos e informações simplificadas sobre o consumo e traz dois kits com vinhos selecionados para oferecer uma experiência completa com descontos que chegam a até 40%

O primeiro kit, traz os vinhos tintos produzidos a partir da uva espanhola Tempranillo, Lucky Bull, Vegazar Joven 2016 e El Volquete, juntos com o branco Airén da Lucky Bull; e o espumante Mousseux Sparkling 2 You Brut por R$ 451,00

O segundo kit conta com uma garrafa de Adrian Serrano Joven, uma garrafa de J Bouchon Foye Cabernet Sauvignon 2014, um espumante francês Saint Hilaire Blanquette De Limoux e um Cuveé Charlemagne Premium Rosé 2017 por R$ 467,00

Rosé Friday

Vinho rosé francês mais vendido no Brasil em 2018 e 2019, o Rosé Piscine Stripes e suas variações são destaque da ação Rosé Friday que irá oferecer descontos de até 30%.

Por R$ 400,38 será possível comprar quatro unidades da bebida com a característica garrafa listrada de azul e branco, inspirada no azul celeste do Mar Mediterrâneo e da Côte d’Azur, o Rosé Piscine Stripes.

Produzido para ser degustado exclusivamente com gelo, o Rosé Piscine Stripes entra no kit com uma garrafa de SeaSun, que tem na sua composição a uva emblemática Negrete e Gamay uma uva que oferece vinhos frutados, bem adaptados ao clima tropical, além de duas taças e uma ice bag por R$ 240,44.

O terceiro kit é composto por três garrafas de Rosé Piscine Freez, a versão espumante também feita para ser bebida com cubos de gelo, e tem valor de R$ 380,10.

O último kit da ação traz a versão espumante Rosé Piscine Freez com uma garrafa de Rosé Piscine Stripes, duas taças, um minibalde de gelo e uma champanheira por R$ 362,04

Todas as promoções estarão disponíveis somente na sexta-feira, 27 de novembro nos sites Wine to You e Rose Piscine.