Arquivo da categoria: vinhos

Vinho em casa: loja zera frete e dá desconto durante isolamento

Total Vinhos, parceira oficial da importadora TDP Wines, aplicou em todo o portfólio de seu e-commerce desconto de 25% e frete grátis para todo o Brasil. As condições serão mantidas até que a Organização Mundial de Saúde, o Ministério da Saúde e as Secretarias de Saúde liberem as pessoas para retomarem suas rotinas e que elas possam, por exemplo, ir ao supermercado comprar um vinho.

“Queremos apoiar as pessoas nesse momento de concessões para que elas não percam coisas que parecem pequenas, mas que são importantes para muitas, como beber um bom vinho”, resume Tiago Dal Pizzol, CEO da Total Vinhos.

Rótulos de Portugal, Argentina, Chile e Brasil integram a democrática carta de vinhos da loja, que traz opções de produtos orgânicos, biodinâmicos, vinhos premiados e das mais diferentes personalidades: dos mais estruturados e complexos aos mais fáceis de beber.

Confira alguns descontos:

vinhos

Go Up Espumante Branco: de R$ 64,90 por R$ 48,68
Santa Inés Classic Carménère: de R$ 69,00 por R$ 51,75
Finca La Anita Luna Syrah: de R$ 79,90 por R$ 59,93
Monte Alcantara Alentejo Tinto: de R$ 110,00 por R$ 82,50
Ritual Sauvignon Blanc: de R$ 139,00 por R$ 104,25
Pedra Cancela Eco Friendly: de R$ 145,00 por R$ 108,75

Informações: Total Vinhos

100% dos vinhos da Miolo são veganos

Vinícola brasileira obtém registro na mais antiga organização vegana do mundo; selo oficial estará no contra rótulo dos produtos

Todos os vinhos e espumantes elaborados pela Miolo Wine Group são veganos. Apesar de não ser uma novidade da marca, o diferencial agora estará no contra rótulo dos produtos com a inserção do Selo da The Vegan Society, mais antiga sociedade vegana do mundo, reconhecida pela International Vegetarian Organization. O primeiro vinho a chegar no mercado com esta informação será o Miolo Wild Gamay 2020.

contra rotulo gamay

Para um vinho ser considerado vegano é necessário que esteja isento de agentes de origem animal. E o que muita gente nem imagina é que isso é comum no mundo todo. O exemplo mais habitual é a albumina (clara de ovo), utilizada na clarificação do vinho. Mas existem outros como caseína (proteína do leite), gelatina (origem bovina ou suína), cola e óleo de peixe e quitina (produto da casca de crustáceos).

Nas quatro unidades da Miolo Wine Group – Vale dos Vinhedos/Bento Gonçalves (Serra Gaúcha), Seival/Candiota (Campanha Meridional), Almadén/Santana do Livramento (Campanha Central) e Terranova/Casa Nova (Vale do São Francisco) – nenhum desses produtos é utilizado. Desde 2004, a empresa optou pelo uso da bentonite (terra diatomáceas), de origem mineral, na clarificação de seus vinhos.

“Esta é uma prática que acompanha a Miolo há 16 anos. Optamos pelo uso de coadjuvantes de origem mineral porque os demais inviabilizam o consumo da bebida por portadores de intolerâncias, alergias e optantes pelo estilo de vida vegana”, explica o enólogo Adriano Miolo, Diretor Superintendente da empresa. Além dos clarificantes, todos os insumos utilizados pelas vinícolas do grupo são rigorosamente verificados para que se enquadrem dentro dos padrões de qualidade impostas pela marca.

Apostando neste conceito vegano, a empresa resolveu certificar o que já vinha fazendo há anos, tornando oficial sua produção 100% vegana. Daqui para frente, todo vinho da Miolo chegará ao mercado exibindo em seu contra rótulo os selos da Vegan e da Alergenic Free, este cumprindo as legislações brasileiras.

O registro junto a Vegan é a garantia de ausência de derivados de origem animal considerados alergênicos pelos órgãos mundiais de segurança alimentar, tanto a União Europeia quanto a Anvisa, no Brasil. Em 2018, segundo pesquisa realizada pelo Ibope, 14% dos brasileiros já eram vegetarianos e veganos, com um crescimento de 75% em relação a 2012.

vinho

Em números brutos, este percentual representa 30 milhões de pessoas. Segundo o estudo, 55% dos entrevistados consumiriam mais produtos veganos se houvesse uma melhor sinalização nas embalagens. Se tivessem o mesmo preço dos produtos de origem animal, 60% dos entrevistados daria preferência a eles na hora da decisão de compra.

Fonte: Miolo

Vinhos da Attilio & Mochi chegam ao Brasil

Eles são produzidos por um casal de brasileiros que foi empreender no Chile, receberam altas pontuações de profissionais especializados e começam a ser vendidos aqui por meio da Edega, a loja virtual da PNR Group.

Parece até enredo de filme com final feliz: casal se conhece na faculdade, se estabelece profissionalmente, mas larga tudo para viver um grande sonho. Esta é a história dos brasileiros Marcos Attilio e Angela Mochi, que se conheceram há mais de 20 anos na Unicamp, onde ambos fizeram o curso de Engenharia de Alimentos. Angela trabalhou na P&G, Marcos se especializou em fermentação, depois tiveram uma loja, um restaurante, uma importadora de vinhos, fundaram a ABS-Campinas. Mas chegou o ano de 2011 e eles largaram tudo para realizar um grande sonho: produzir vinhos.

E a empreitada deu super certo: foram para o Chile, começaram comprando uvas de produtores locais para fazer seus primeiros rótulos, mas hoje já têm um pequeno vinhedo no Valle de Casablanca, produzindo 8 variedades de uva, inclusive a primeira Grenache do Valle. A junção do sobrenome dos dois é que dá nome à vinícola, Attilio & Mochi, e faz jus ao processo de produção, pois são eles próprios que colocam a “mão na massa”, desde o cultivo da videira até o engarrafamento. É bastante comum, a quem visita o local, encontrar o Marcos em cima do trator fazendo a poda da grama ao redor do vinhedo.

“Produzimos vinhos de alta qualidade, de clima fresco, em escala humana e que falem do nosso terroir”, sintetiza Angela. Os produtores se desafiam constantemente a mostrar aspectos do mosaico do vinho chileno e a substituir a ênfase na “qualidade por preço” por “qualidade real”. Esse é, inclusive, um dos motivos por terem ingressado no MOVI, o movimento dos vinhateiros independentes do Chile.

A qualidade dos vinhos é a principal preocupação do casal, tanto que preferem produzir pequenas quantidades, investir em maquinários e novas tecnologias do que ter uma vinícola requintada, bonita e estilosa. A adega deles fica no meio do vinhedo e é em containers, o que acaba dando um charme todo especial na linha do “menos é mais”.

A Attilio & Mochi fica na sub-região de Orrego, no Valle de Casablanca, a 75 km de Santiago, no meio da Cordilheira, com solos originados da rocha granítica. As primeiras videiras foram plantadas na década de 1980 e rapidamente se tornaram conhecidas por seus vinhos de clima frio. O vale tem uma média de 33 graus e a brisa refrescante do Pacífico é fundamental para as características dos vinhos. Esta sub-região tem algumas peculiaridades interessantes, como ser mais solar que o resto do vale e apresentar temperaturas mais baixas durante as noites e manhãs. O aumento da ventilação favorece na prevenção de doenças fúngicas, como a botrytis, mas por outro lado, tem mais geada. Para controlar os estragos que a geada pode fazer, o casal lança mão da poda tardia, que adia o desenvolvimento vegetativo das plantas.

A plantação está em treliça de alta densidade, com 1,5 m entre as linhas e 1,0 m entre plantas, e na orientação NO-SE, otimizando o sol e a ventilação entre elas. O vinhedo é ecologicamente correto. Não há herbicidas ou pesticidas sintéticos. A nutrição é baseada no uso de adubo, formado a partir do desperdício da vinícola (pauzinhos, peles, sementes) e por esterco de vaca e cavalo. Em um vale onde a água é escassa (as médias dos últimos anos são de cerca de 300 mm por ano), eles fazem a irrigação por gotejamento, o que reduz o consumo. Além disso, o sistema de irrigação é suportado pela energia solar, captada por painéis que estão acima do porão.

Os vinhos da Attilio & Mochi estão se saindo muito bem nas provas a que estão sendo submetidos e na avaliação de especialistas. Eles chegam pela primeira vez ao Brasil pela PNR Group, a importadora do empresário Philippe de Nicolay Rothschild, e será comercializado pela Edega, a loja virtual do grupo que atende o consumidor final. “Eu sempre favoreço a elegância à força num vinho, a fineza e a estrutura à acidez e ao álcool. Os vinhos de Attilio & Mochi mostraram esse perfil exato que eu buscava há muito tempo no Chile. Eu tive a impressão de provar um Sauvignon Blanc do Vale do Loire, um Pinot Noir da Côte de Beaune e um Cabernet Franc de Saumur, no Loire” comenta o francês Cedric Grelin, Sommelier e Diretor de Produtos da PNR Group.

Os rótulos que chegaram ao país são:

tunquen

– Attilio & Mochi Tunquen Sauvignon Blanc 2017 (R$ 190,00) (92 ptos/descorchados)

AM-Amber

– Attilio & Mochi Amber 2018 (R$ 255,00) (94 ptos/ descorchados, La Cav e vinau)

AM-Pinot-Noir

– Attilio & Mochi Pinot Noir 2015 (R$ 285,00)

AM-Cabernet-Franc

– Attilio & Mochi Cabernet Franc 2018 (R$ 285,00) (93 ptos/ descorchados, James Sukling)

AM-Grenache-The-First

– Attilio & Mochi Grenache The First 2018 (R$ 375,00) (94 ptos/ La Cav)

Fonte: Edega

Em época de quarentena, aposte no Delivery

Para quem está se vendo obrigado a ficar em casa após o aumento dos casos do coronavírus, uma das alternativas é apostar no delivery para não deixar de aproveitar pelo menos sua comida preferida.

Para facilitar os pedidos, e desafogar o fluxo do telefone, a 1900 Pizzeria, por exemplo, tem um aplicativo próprio apenas para o delivery, disponível para IOS e Android. No aplicativo, o cliente escolhe entre pizzas, entradas, saladas, bebidas, vinhos ou sobremesas. Nas pizzas, há a opção da massa tipo tradicional, integral ou sem glúten (tamanho apenas individual) e na espessura padrão ou mais fina ou mais grossa. Apenas no aplicativo, o cliente pode escolher entre 8, 6 ou 4 fatias e escolher até 3 sabores.

Delivery-1900-Pizzeria---CREDITO-ALAN-SIMARO--6-Delivery-1900-Pizzeria---CREDITO-ALAN-SIMARO

A 1900 Pizzeria apresenta um cardápio completo com mais 40 opções em sabores que mesclam ingredientes de temporada e tradicionais. Há também o modo personalizar que ajuda o cliente a trocar a mussarela por catupiry, tirar a cebola ou azeitona, enfim, a vir do jeito que mais satisfaça sua fome.

Já para quem não abre mão de um bom gelato, a Davvero Gelato está presente no IFood com seus sabores mais pedidos, como chocolate, manga, doce de leite, brigadeiro, cheesecake, pistache, coco, além de algumas opções especiais da Linha de Origem (que têm um pequeno acréscimo no valor).

Davvero-em-Casa---Delivery---CREDITO-HENRIQUE-PERON--1-

As embalagens estão disponíveis em 350g (R$ 36), 500g (R$ 53) e 1L (R$ 87). Além dos sorvetes, o cliente pode escolher pelo Brownie feito com cacau, Nutella e castanhas (R$ 15), Calda de chocolate belga (R$ 7) e pelo pacote de bolachinhas de castanhas, com 10 unidades (R$ 15).

Merlot Terroir 2018, o primeiro lendário da Miolo

As 26.230 garrafas do Miolo Merlot Terroir 2018 são a primeira prova da Vinícola Miolo de que a Safra 2018 entrou para a história da vitivinicultura brasileira como a melhor de todos os tempos. O consumidor já pode testemunhar na taça o que o enólogo Adriano Miolo vem afirmando há dois anos: “2018 foi uma safra lendária e nós vamos eternizá-la, elaborando todos os nossos grandes vinhos. Lançaremos The 2018´s Seven Legendaries of Miolo – os Sete Lendários”, comemora. O primeiro a sair das caves subterrâneas do Vale dos Vinhedos é o Merlot Terroir 2018.

Depois de permanecer num sono profundo em barricas de carvalho francês por 12 meses, o vinho foi engarrafado, habitando as caves subterrâneas da Miolo por mais alguns meses. Mesmo antes de ser lançado, este lendário da variedade emblemática do Vale dos Vinhedos já figurava entre os grandes vinhos tintos brasileiros, alcançando 91 pontos no Descorchados 2019. Ostentando o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), carrega toda essência da uva que simboliza, além do terroir, o pioneirismo de uma cultura responsável por desenvolver a Serra Gaúcha, hoje responsável por 90% da produção nacional de vinhos.

“Cada safra reserva emoções que repartimos com todos em cada vinho que elaboramos. Em 2018, fomos além. Todas expectativas foram renovadas e superadas. E agora chegou o grande momento de compartilhar o resultado deste grande equilíbrio entre a natureza e o homem. O primeiro de nossos The 2018´s Seven Legendaries of Miolo está pronto para ser apreciado e nós, da Miolo, temos o maior prazer e orgulho de apresentar o Miolo Merlot Terroir 2018”, celebra Adriano Miolo.

O vinho

vinho abe

Com 15% de graduação alcoólica, o Merlot Terroir 2018 é um vinho nobre, com procedência reconhecida e que expressa o melhor de uma seleção de uvas Merlot dos vinhedos da Miolo no Vale dos Vinhedos. A colheita ocorreu na primeira quinzena de março com seleção manual dos cachos. Eleito o Melhor Merlot do Mundo em Londres, este vinho apresenta coloração vermelho rubi intenso com traços violáceos.

Tem alta intensidade aromática, com expressivo caráter varietal e excelente harmonia da fruta (cereja) com notas de carvalho como caramelo, cacau, café, baunilha. Estruturado, de taninos elegantes e aveludados, com grande volume de boca, apresenta ótimo equilíbrio entre o seu aspecto olfativo e gustativo. Ideal ser apreciado com temperatura entre 16ºC e 18ºC.

Combina muito bem com pratos de textura rica e de aromas intensos e complexos, como pato assado ao tamarindo, risoto de funghi, farfalle ao molho de gorgonzola. Macio, harmoniza por contraposição com comidas de tendência amarga e ácida, como frango caipira com polenta e radicci, avestruz ao molho de mostarda, caldeirada de marisco. Queijos maduros de massa dura, tipo parmesão, pecorino e grana padano são os mais indicados.

Os Sete Lendários

A Safra 2018 será compartilhada na taça através do lançamento dos ‘Sete Lendários’ da Miolo. The 2018´s Seven Legendaries of Miolo. Os sete grandes vinhos serão lançados ao longo do primeiro semestre de 2020. São rótulos ícones das quatro regiões onde a marca está presente com vinhedos e unidades de produção: Miolo – Vale dos Vinhedos (RS), Terranova – Vale do São Francisco (BA), Seival / Candiota – Campanha Meridional (RS) e Almadén / Santana do Livramento, Campanha Central (RS).

“Nos 30 anos da Miolo, podemos dizer que tivemos duas grandes safras, a de 2005 e a de 2018. Ambas foram semelhantes climatologicamente, porém muito diferentes do ponto de vista tecnológico. 2018 é a melhor safra da história da Miolo. Por isso, nós a chamamos de Lendária”, comemora Adriano Miolo. Ele explica, ainda, que a Safra 2018 ficará na história da Miolo, pois a vinícola produzirá todos os seus grandes vinhos elaborados, exclusivamente, em safras excepcionais. “Uma safra de qualidade como esta vem para coroar todo o trabalho de dedicação e inovação que foi realizado ao longo dos anos em prol da melhoria da qualidade”, afirma Adriano Miolo.

No Vale dos Vinhedos, o clima em 2018 transcorreu de forma adequada, com chuvas limitadas e esparsas, acompanhado de temperaturas mais amenas em relação à média normal. As noites foram frescas e os dias mais quentes. Assim, a uva concentrou mais cor, aroma e açúcar, além da sanidade determinante para a elaboração de grandes vinhos.

Lançamentos Safra 2018

Miolo - Safra lendária - merlot terroir

Miolo Merlot Terroir – Miolo / Vale dos Vinhedos
Testardi – Terranova / Vale do São Francisco
Quinta do Seival Cabernet Sauvignon – Seival / Campanha Meridional
Quinta do Seival Castas Portuguesas – Seival / Campanha Meridional
Miolo Lote 43 – Miolo / Vale dos Vinhedos
Sesmarias – Seival / Campanha Meridional
Vinhas Velhas Tannat – Almadén / Campanha Central

Casa Verrone lança espumante Sur Lie e o branco Colheita Especial Viognier

Revolucionar o mundo do vinho está no DNA da vinícola Casa Verrone, que assumiu o desafio de produzir vinhos da Serra da Mantiqueira (SP), e da Brindisi Vinhos, um coletivo que propõe novas formas de pensar o trabalho de produtores, empresas e sommeliers, de comercializar e degustar rótulos.

Nas prateleiras físicas e virtuais da Brindisi os apreciadores poderão encontrar os dois novos vinhos da Casa Verrone, elaborados nos vinhedos da marca em São José do Rio Pardo: o espumante Casa Verrone Sauvignon Blanc Sur Lie e o Casa Verrone Colheita Especial Viognier.

“Com a técnica Sur Lie mantemos o vinho em contato com as borras finas, ou seja, as leveduras, e com o fim da fermentação elas morrem e sofrem autólise, uma autodestruição espontânea. Por isso, o Casa Verrone Sur Lie é um espumante em sua forma mais bruta e natural”, explica o enólogo Christian Sepúlveda. Devido à presença das leveduras, o Casa Verrone Sur Lie apresenta cor turva. No paladar é fresco, com notas frutadas e de mel.

A particularidade do Colheita Especial Viognier está no tipo de colheita: manual, utilizando a tecnologia de dupla poda, que consiste em mudar a época de colheita, geralmente no verão, para o inverno (junho e julho). Leve, macio e com excelente corpo, na boca é untuoso e traz toques sutis de barrica e flores brancas.

Além dos lançamentos, outros vinhos da Casa Verrone integram o portfólio da Brindisi, formando panorama da evolução dos rótulos produzidos na Serra da Mantiqueira. “Isso, graças ao trabalho de nomes como Márcio Verrone, proprietário da vinícola, e o enólogo Christian Sepúlveda. Eles vêm rompendo paradigmas e contribuindo para a consolidação da região sudeste como produtora de vinhos finos”, resume Carla Oliveira, co-founder da Brindisi.

verrone

Casa Verrone Sauvignon Blanc Sur Lie: R$ 116,00

viognier_e-commerce
Casa Verrone Colheita Especial Viognier: R$ 77,00

Informações: Brindisi

Eniwine oferece a mais diversa vitrine de vinhos do Brasil

São mais de 1.500 opções de rótulos disponíveis para compra na plataforma

A Eniwine, plataforma digital de serviços e compra de vinhos, possui a mais diversa vitrine de vinhos do Brasil. Ao todo, são mais de 1.500 opções de rótulos nacionais e importados disponíveis para compra com condições especiais aos membros do clube.

Atualmente, a plataforma possui mais de 20 parceiros (importadoras e vinícolas) que são grandes nomes no mercado, como World Wine, Interfood e Ville Du Vin. Recentemente, foram disponibilizados mais de 200 rótulos da Portus Cale e outros 100 da Clarets, referência em vinhos de categoria superior.

“O catálogo da Eniwine é completo e oferece rótulos do mundo todo e diversas faixas de preço. Nossa parceria com a Portus Cale e com a Clarets calibrou ainda mais a plataforma”, explica Marcelo Abrileri, fundador e idealizador da Eniwine.

Os associados do Eniwine Club podem comprar vinhos com descontos que variam na faixa dos 35% sobre o catálogo das importadoras, desconto que, até então, era oferecido somente a restaurantes e lojas de vinho. Basta comprar créditos na plataforma e então escolher o vinho desejado na terceira faixa de preço.

brinde vinho

Até quem ainda não é membro do clube também pode adquirir rótulos com desconto (na segunda faixa de preço) e até presentear amigos com um “vale vinho”, por exemplo. Além disso, alguns rótulos, mesmo que de importadoras distintas, podem ser comprados pagando frete único. “Quanto mais funcionalidades eu ofereço ao cliente, maiores são as chances dele continuar comprando comigo”, afirma Abrileri.

Informações: Eniwine

Drinques de verão Rosé Piscine por Marcos Erik

Barman mostra receitas refrescantes ideais para a estação mais quentes do ano

O verão é uma das estações mais charmosas no Brasil, um país tropical, cheio de bossa e dos amantes de vinho rosé que a cada ano cresce no mercado nacional. Para refrescar o paladar nos dias quentes de verão que chegam a temperaturas de até 40 graus, o Barman Marcos Erik preparou cinco receitas de drinques com base no Rosé Piscine.

Nas receitas, Marcos Erik mistura as características do Rosé Piscine, um vinho levemente frutado com aromas de pêssego, limão e morango, com ingredientes refrescantes como hortelã, hibisco, alecrim e tangerina para trazer opções leves e refrescantes que vai agradar o paladar durante os dias quentes dessa estação.

Confira abaixo as dicas de bebidas que tem como inspiração o estilo francês de viver e aproveitar cada minuto da vida:

Paris Rosé

04---Paris-Rose-#769

Ingredientes
150 ml de Rosé Piscine
½ colher de chá de zimbro
3 folhas de hibisco
3 folhas de hortelã
3 cubos de gelo

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes em uma coqueteleira e servir o drinque em uma taça de vinho.

Louvre

05---Louvre

Ingredientes
150 ml Rosé Piscine
2 fatias de tangerina
2 lascas de canela
2 anis estrelado
1 talo de alecrim fresco
3 cubos de gelo

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes em uma coqueteleira e servir o drinque em uma taça de vinho.

Arco do Triunfo

06---Arco-do-Triunfo

Ingredientes
150 ml Rosé Piscine
3 lascas de abacaxi
3 folhas de hortelã
½ colher de chá de pimenta rosa
3 cubos de gelo

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes em uma coqueteleira e servir o drinque em uma taça de vinho.

Rosé Summer

07---Rose-#769-Summer

Ingredientes
150 ml Rosé Piscine
2 fatias de limão siciliano
2 lascas de canela
3 cubos de gelo

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes em uma coqueteleira e servir o drinque em uma taça de vinho.

Orange Rosé

08---Orange-Rose-#769--

Ingredientes
150 ml Rosé Piscine
2 lascas de melão orange
1 lichia fresca
½ colher de chá de cardamomo levemente esmagados
3 cubos de gelo

Modo de preparo
Misturar todos os ingredientes em uma coqueteleira e servir o drinque em uma taça de vinho.

Fonte: Rose Piscine

Promoção de Vinhos da PNR Group vai até o Carnaval

Rótulos entre 40% e 59% de descontos podem ser encontrados na Edega, a loja virtual do grupo, com seleção de vinhos feita por Philippe de Nicolay Rothschild e sua equipe

A promoção de vinhos que a PNR Group fez no começo do ano foi prorrogada até o carnaval. Ainda é possível adquirir os cerca de 60 rótulos que estão com descontos variando de 40% a 59%. E isso com toda a facilidade da loja virtual do grupo, a Edega, o canal para o consumidor final, de fácil navegação, com informações relevantes dos vinhos, sugestões, atendimento personalizado e a comodidade de recebê-los em casa. Vale destacar, também, que a entrega pode ser feita em todo o Brasil.

Acompanhe alguns rótulos que fazem parte da promoção:

le-ronsay-95752

– Beaujolais Le Ronsay 2014 (de R$ 160,00 por R$ 79,00)

Rosso-di-Montaltino---Copia

– Pietranera Rosso di Montalcino 2013 (de R$ 195,00 por R$ 99,00)

Riesling-2016---Copia

– Domaine Weinbach Riesling Reserve 2016 (de R$ 395,00 por R$ 196,00)

Vaillon-2002---Copia

– Chablis Premier Cru Vaillon 2002 (de R$ 396,00 por R$ 196,00)

las-flors-2012-21714

– Terrazes du Larzac Las Flors de La Peira 2012 (de R$ 330,00 por R$ 198,00)

ok-gr2-2-32305

– Côtes du Rhône Grande Reserve Séguret Villages 2013 (de R$ 225,00 por R$ 123,00)

Obriers-2013-18.21.45---Copia

– Les Obriers de la Pèira 2013 (de R$ 195,00 por R$ 99,00)

deusyls

– Deusyls 2013 (de R$ 315,00 por R$ 150,00)

la-peira1-2012---Copia

– La Pèira 2012 (de R$ 675,00 por R$ 399,00)

Os rótulos podem ser adquiridos por meio do e-commerce e clube de vinhos Edega, clicando aqui. 

MMV Importadora lança no Brasil vinho orgânico com personalidade marcante

Edição será limitada e contará com apenas mil garrafas, sendo estas dos tipos rosé e branco

Atuando há mais de 20 anos no mercado nacional, a MMV Importadora traz para o país uma nova linha de vinhos orgânicos cheios de personalidade e ideais para o verão. São os vinhos da vinícola italiana Inserrata, característicos por sua refrescância, aroma e paladar frutado, além de contarem com garrafa e rótulo cheios de originalidade.

Oriundos de uma pequena vinícola localizada no vilarejo de San Miniato, na Toscana, Itália, os vinhos Inserrata são produzidos sem o uso de defensivos químicos ou qualquer fertilizante sintético.

“Estão chegando quatro rótulos de vinhos Inserrata, dois brancos e dois rosés. São vinhos orgânicos que casam perfeitamente com o verão, pois são consumidos gelados e são extremamente refrescantes”, afirma Jonas Martins, sommelier da MMV.

vinho inserrata 2

Na categoria de vinhos rosé, o Inserrata chega em duas versões. O primeiro é o Inserrata Inebriante, produzido com a uva Sangiovese e que possui um delicado aroma de pêssego e frutas brancas. Fresco e elegante, é leve ao paladar e finaliza com tons de frutas frescas.

vinho inserrata

O segundo é o Inserrata Indaco, que traz um corte de uvas, sendo 70% Merlot e 30% Sangiovese. Com intenso aroma de morango e lichia, este vinho é muito aromático e completo ao paladar, com finalização intensa e vibrante.

vinho inserrata 3

A MMV passa a oferecer ainda em seu portfólio dois vinhos brancos da mesma vinícola. Intenso e envolvente, o Inserrata Intrigo é um Chardonnay puro e tem um rico buquê de aromas frescos e frutados, como framboesa, frutas tropicais e gengibre. É elegante e completo, com uma finalização longa e aromática.

inserrata inusuale

Por fim, o Inserrata Inusuale, também feito de uvas Sangiovese, é de delicado aroma cítrico, leve e genuíno ao paladar, com finalização vívida e abrangente – este último uma curiosidade, já que é muito raro a produção de vinhos brancos com esta casta.

“Os vinhos orgânicos estão ganhando espaço no Brasil. Com o aumento de consumo desse tipo de produtos, os vinhos Inserrata ganham destaque nesse cenário e oferecem uma excelente oportunidade para o consumidor de vinho brasileiro saborear bebidas de extrema qualidade. Somado a isso, a Inserrata é uma vinícola muito pequena, familiar, o que torna estes produtos ainda mais exclusivos”, diz Jonas Martins.

Vale ressaltar que os vinhos Inserrata terão edição limitada, e estarão presentes em clientes selecionados. Serão oferecidas ao mercado brasileiro cerca de 1.000 unidades, com preços que variam entre R$ 250,00 e R$ 350,00.

Informações: MMV